Home Noticiário Internacional Caças suecos vão patrulhar o espaço aéreo da Islândia

Caças suecos vão patrulhar o espaço aéreo da Islândia

266
16

Governo da Suécia propõe uma cooperação sueco-filandesa para essa operação

A Rádio Sueca ( Sverigesradio) noticiou na sexta-feira, 26 de outubro, que caças suecos em breve estarão patrulhando o espaço aéreo da Islândia, tomando o lugar de aeronaves dos Estados Unidos que cumprem esse papel desde a Guerra Fria.

Segundo a reportagem, não é segredo que a Suécia tem se aproximado da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) nos últimos anos, realizando exercícios com membros da organização. Internamente, com exceção do Partido de Esquerda, há pouca oposição parlamentar ao estreitamenteo da cooperação da Suécia com a OTAN.

Nesta semana, o Partido Social Democrata apoiou a proposta governamental para uma operação conjunta sueco-finlandesa sobre a Islândia. Apesar da Suécia não ser um dos países da OTAN, trata-se de um grande passo de distanciamento da política oficial de não-alinhamento. A opinião é de Magnus Christiansson, da Faculdade Sueca de Defesa Nacional (Swedish National Defence College).

Christiansson acrescentou que “a Islândia fez essa solicitação porque os Estados Unidos estão fechando sua base aérea lá. Trata-se de uma questão de defesa territorial, do Artigo Cinco da OTAN, da qual a Suécia não faz parte.”

De acordo com o Artigo Cinco do Tratado do Atlântico Norte, um ataque a um dos países-membros é visto como um ataque à toda a Organização. Esta é exatamente a doutrina que o Governo Sueco assinou em 2009 com os Países Nórdicos, uma decisão que Christiansson alega ser econômica: “As verbas para Defesa estavam começando a diminuir. Assim, para manter suas capacidades de defesa, tiveram que cooperar”.

A ameaça russa é sempre mencionada em debates políticos sobre as defesas aéreas suecas. A questão é: como a Rússia vai encarar que um país vizinho não alinhado à OTAN assuma as patrulhas aéreas sobre a Islândia? De acordo com Christiansson, os russos estão vendo de perto essas mudanças, que consideram um reforço da OTAN na região.

FONTE: Rádio Sueca (tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em inglês)

FOTOS: Forças Armadas da Suécia

VEJA TAMBÉM:

Subscribe
Notify of
guest
16 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Giordani
7 anos atrás

A primeira imagem, apesar de simples, ficou muito boa! Mostra as devidas proporções do caça. Como é pequeno! Se bobear, cabe na sombra do Viggen…

Optimus
Optimus
7 anos atrás

Sinceramente…

Acho curioso “fans” de John Boyd “malharem” o Gripen – uma aeronave que está muito próximo do que ele considerava o fighter ideal (pequeno, monomotor, etc.) … Enfim… Talvez seja pq ele não é francês ou russo…

Sds.

Giordani
7 anos atrás

Interessante que a principal força de caça dos EUA, França, China, Rússia e Índia, também não são fãs de John Boyd…

Optimus
Optimus
7 anos atrás

EUA: F-16
França: M-III / M-2000
China: J-10
Índia: Tejas / M-2000

Bom, podem não ser fans, mas ao que parece não se importam em ter aeronaves “Low” dentro “dos conceitos” dele… 😉

Giordani
7 anos atrás

Meu caro caminhão de estrada texana…O F-16 é primeira linha nos EUA? O M-2000 é primeira linha na França? Tejas? Eu acho que não… EUA: F-15 / F-22 França: Rafale China: Su-27 / J-11 / J-20 Índia: Su-alguma coisa…mais Rafale e PAK-FA… Debater John Boyd é uma excelente forma de entender a moderna aviação, além de extremamente válido e interessantíssimo! Ainda mais sabendo que o parceiro dele, afirmou, que se o F-5 fosse 20% mais leve, teria sido o melhor caça americano…e ele é birreator… Imagina o Forevis, 20% mais leve. Se decolar com PC, cai por falta de combustível…… Read more »

Marcos
Marcos
7 anos atrás

Acho que JB se referia ao F-20!!!

Marcos
Marcos
7 anos atrás

Ainda bem que a notícia não é “Caças venezuelanos vão patrulhar o espaço aéreo de Bundaslávia”.

Se bem que, pelo andar das coisas, esse dia não estará muito longe.

Marcos
Marcos
7 anos atrás

Mirage IIIE:
8,22m (env.) x 15,03m (compr.)
peso vazio de 7.050 kg e máximo de decolagem de 13.700 kg
Relação Peso carregado/empuxo: 0,70kg/lb empuxo

Gripen C:
8,4m (env.) x 14,1m (compr.)
peso vazio de 6.900 kg e máximo de decolagem de 14.000 kg
Relação Peso carregado/empuxo: 0,46kg/lb empuxo

F-35
10,7m (env.) x 15,6m (compr.)
peso vazio de 13.300 kg e máximo de decolagem de 31.800 kg
Relação Peso carregado/empuxo: 0,52kg/lb empuxo

F-5E
8,1m (env.) x 14,4m (compr.)
peso vazio de 4.349 kg e máximo de decolagem de 11.214 kg
Relação Peso carregado/empuxo: 0,71kg/lb empuxo

Vader
7 anos atrás

Decididamente não está muito longe o dia em que a nossa Força Aérea Norte (Aviación Militar Bolivariana Venezolana) patrulhará nosso espaço aéreo.

Só uma questão de tempo.

eduardo pereira
eduardo pereira
7 anos atrás

Marcos-Acho que JB se referia ao F-20!!! Sobre o F20, em pensar que foi criado como um caça a ser vendido para as naçoes que desejavam o F16 e que o Titio San nao liberol a venda !! Creio que superaria o F16: Muito do desenvolvimento do F-20 foi parte do projeto do Departamento de Defesa chamado FX, cujo objetivo era vender caças menos avançados aos aliados dos EUA, para limitar o risco de que tecnologias de ponta caíssem em mãos soviéticas. O projeto FX desenvolveu-se na administração Carter, mas recebeu um baque depois da eleição de Ronald Reagan, que… Read more »

Vader
7 anos atrás

eduardo pereira disse:
30 de outubro de 2012 às 12:16

O F-20 tem um monte de posts dedicado a ele aqui no PA porque é o caça favorito do “Chefe”, hehehe… 🙂

Sds.

eduardo pereira
eduardo pereira
7 anos atrás

Vader – desde criança quando colecionei meu primeiro album de figurinhas (editora Abril ,Avioes de Combate as Feras da Guerra ),e que lá tinha uma folha só do Tigershark que eu curto o modelo e após ler sobre ele aqui no PA aaaaanos depois passei a curtir mais ainda!!rs Pena que retomar a produçao que parou em tres(e um inacabado) sem chances ,dai é só imaginar um canard nele e abrir os olhos encontrando o Gripen pela frente .hehe//pra um pais que nao banca nem combustivel direito pros pilotos treinarem o Gripen teria que ser o vencedor,mas…!!

Ivan
Ivan
7 anos atrás

O Gripen C pode decolar para uma patrulha aérea de combate armado com 2 (dois) mísseis WVR (Sidewinder ou Iris-T) e 2 (dois) mísseis BVR (AMRAAM por enquanto), além do canhão Mauser de 27mm, abastecido com pouco mais de 5 (cinco) toneladas de combustível distribuídos nos tanques internos e 3 (três) tanques externos supersônicos de 300 galões cada. Em QRA – Quick Reaction Alert pode trocar um par de tanques externos por um par a mais de mísseis AMRAAM, perfazendo um total de 4 (quatro) BVR e 2 (dois) WVR, decolando com 4,2 toneladas de combustível e um peso total… Read more »