Segundo informe da Força Aérea Francesa (Armée de l’air), em 30 de dezembro de 2011 foi feito um contrato entre a CATS (Cassidian Aviation Training Services) e o Ministério da Defesa Francês para a terceirização da frota de 30 aviões-escola Xingu empregados pelo Armée de l’air e Marine Nationale (Marinha da França) para treinamento multimotor de pilotos de transporte.

O Xingu é um bimotor turboélice fabricado pela brasileira Embraer, e a aeronave já vem sofrendo um processo de renovação de sua aviônica na França para adequação da frota às normas da organização internacional de aviação civil. As aeronaves são empregadas a partir da Base Aérea de Avord, onde a CATS, anteriormente conhecida como ECATS (EADS Cognac Aviation Training Services ), está assumindo os serviços de reparo, manutenção e serviços conexos relativos ao Xingu.

A decisão para terceirizar a manutenção em condição operacional (MCO) dessa frota foi tomada em 21 de setembro do ano passado. Não se trata da primeira experiência da instituição com esse tipo de contrato. Desde 2006 que a manutenção aeronáutica da frota da escola de pilotagem da Força Aérea Francesa, em Cognac, é terceirizada. Segundo o informe, essa abordagem evita investir em uma nova frota de aviões de treinamento, garantindo melhores cursos formação de pessoal aeronavegante e a disponibilidade.

FONTE / FOTO: Força Aérea Francesa (Armée de l’air)

VEJA TAMBÉM:

Tags: , , , ,

Quem é Fernando "Nunão" De Martini

Veja os posts de Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Sem comentários ainda.

Deixe um Comentário

É necessário estar logado para postar um comentário. Para ter acesso aos comentários, você precisa adquirir nossa revista Forças de Defesa e solicitar aos editores um login e senha de cortesia.

Contrato do Gripen dá novo fôlego ao fabricante nacional

Virgínia Silveira A assinatura do contrato de financiamento da compra de 36 caças Gripen NG para a Força Aérea Brasileira […]

Neste dia na História da Aviação

1 de setembro de 1937 – Primeiro voo do Bell YFM-1 Airacuda, um caça pesado projetado para abater bombardeiros, o primeiro […]

O AT-26 Xavante, conforme visto (e voado) por Franco Ferreira

  O texto abaixo é de autoria do nosso amigo Gustavo Adolfo Franco Ferreira, tenente-coronel aviador reformado da FAB, especialista em Segurança […]

Caça F-35 Lightning II será testado contra o A-10 Thunderbolt II em 2018

Oponentes do esforço da Força Aérea dos EUA em aposentar logo o Fairchild Republic A-10 Thunderbolt II dizem que o avião […]

Helibras recebe novo reconhecimento de crédito pelo programa H-XBR

Empresa recebeu termo por cooperação industrial em valor superior a €17 milhões A Helibras recebeu mais um reconhecimento de crédito […]

Há 33 anos voava o caça Northrop F-20A Tigershark

Em 30 de agosto de 1982, o caça F-20A Tigershark fazia seu primeiro voo. Durante 40 minutos do voo de […]