Manutenção dos bimotores Xingu franceses é terceirizada

Manutenção dos bimotores Xingu franceses é terceirizada

180
0
SHARE
Embraer KC-390

Segundo informe da Força Aérea Francesa (Armée de l’air), em 30 de dezembro de 2011 foi feito um contrato entre a CATS (Cassidian Aviation Training Services) e o Ministério da Defesa Francês para a terceirização da frota de 30 aviões-escola Xingu empregados pelo Armée de l’air e Marine Nationale (Marinha da França) para treinamento multimotor de pilotos de transporte.

O Xingu é um bimotor turboélice fabricado pela brasileira Embraer, e a aeronave já vem sofrendo um processo de renovação de sua aviônica na França para adequação da frota às normas da organização internacional de aviação civil. As aeronaves são empregadas a partir da Base Aérea de Avord, onde a CATS, anteriormente conhecida como ECATS (EADS Cognac Aviation Training Services ), está assumindo os serviços de reparo, manutenção e serviços conexos relativos ao Xingu.

A decisão para terceirizar a manutenção em condição operacional (MCO) dessa frota foi tomada em 21 de setembro do ano passado. Não se trata da primeira experiência da instituição com esse tipo de contrato. Desde 2006 que a manutenção aeronáutica da frota da escola de pilotagem da Força Aérea Francesa, em Cognac, é terceirizada. Segundo o informe, essa abordagem evita investir em uma nova frota de aviões de treinamento, garantindo melhores cursos formação de pessoal aeronavegante e a disponibilidade.

FONTE / FOTO: Força Aérea Francesa (Armée de l’air)

VEJA TAMBÉM:

NO COMMENTS

Deixe uma resposta