Por Juliano Lisboa (Reportagem e Fotos)

Os primeiros caças Saab F-39E Gripen operacionais da Força Aérea Brasileira pousaram hoje na Base Aérea de Anápolis (BAAN) pela primeira vez.

Os caças que chegaram são o FAB 4103 e 4104. O primeiro pouso ocorreu às 11h48.

A Base já tinha recebido em outubro de 2021 a visita do primeiro F-39 Gripen, FAB 4100, que está sendo usado na campanha de ensaios em voo.

Está prevista uma cerimônia de recebimento oficial no dia 19/12.

Subscribe
Notify of
guest

193 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcelo M

Gostaria de ouvir dos colegas o que significa dizer que as aeronaves estão operacionais. Quais são os sistemas e armamentos e quais são as capacidades que a aeronave já apresenta.

Rinaldo Nery

Até aonde eu sei, significa que TODOS os sistemas e armamentos estão disponíveis e funcionando. Embora, na foto, não apareça o IRST. Ano que vem teremos a implantação do LinkBR2.

RPiletti

Coronel, o IRST é tão sensível ao ponto de talvez estarem moderando o uso deles nas aeronaves?

Nei

Pelo que lembro de um comentário do Comandante da FAB, todos terão IRST, mas são instrumentos sensíveis que serão instalados, posteriormente já na base. Então deve ser instalado logo.

Rinaldo Nery

Acredito que não.

Welington S.

Então, provavelmente, iremos ver o IRST e LinkBR2 sendo instalados ano que vem, Nery?

Nonato

Todos que já foram aprovados.

Jorge Knoll

Levará um tempo para receberem as armas, mísseis, e assim estarem 100% operacionais prontos para defesa e ataque (ação). Depende da aquisição, via liberação de verba orçamentária, e entregue pelos fabricantes de armas, mísseis e bombas.
Hj eles, apenas são vetores inoperantes.

Sensato

Creio que você esteja enganado. Os vetores estão passando por um processo de certificação, ou seja, testando e comprovando que tudo funciona como projetado. Isso é bem diferente de não funcionar. Sobre os armamentos, o comandante da FAB já informou que os principais mísseis ar-ar “já estão no paiol” e pode-se deduzir que o mesmo vale para outras munições que já são de uso da FAB e são compatíveis com o F39.

Rinaldo Nery

Os armamentos, na maioria, já foram entregues. É só colocar no pilone.

Rafael

Só o canhão 27mm, a super manobrabilidade, a suíte eletrônica já dissuadem… ele opera com os mísseis já disponíveis e leva 4x a carga desses que um F5

Renan

Rinaldo
Quanto tempo para a FAB desenvolver uma doutrina de combate com esta aeronave?
Pois acredito que ha um tempo de alguns anos para o piloto dominar tudo da aeronave e depois algum tempo para se desenvolver a doutrina pois com certeza não sera similar a do F5. Devido aos novos recurços e posdibilidades.

Rinaldo Nery

Acredito que um ano, um ano e meio.

Wellington Góes

Pois é né, para algo que seria tão trivial, um plug and play, só desculpas esfarrapadas… É RWR/EW inferiores, é IRST ainda não operacional, é atraso nas obras de instalação, etc, etc, etc… Depois eu sou o chato, o inconveniente, blá, blá, blá… Depois não sabem do que porquê eu chamo de Aeroclube com porte de armas…

Juarez Martinez de Castro

Boa tarde Cel. Nery. Tem mais itens ainda não funcionais.

Otavio

Significa que está pronto para ser usado em caso de guerra, que já tiveram todos seus sistemas testados e aprovados .

Sensato

Existe capacidade operacional inicial (IOC em inglês) e capacidade operacional plena (FOC em inglês). Na primeira, o vetor atinge o que se define como as capacidades básicas embora não todas as que foi projetado para atingir. Na segunda, ele atinge tudo que foi previsto no projeto. É uma prática comum e aconteceu com vários vetores no exterior como Rafael, Eurofighter e aqui com o KC390. Vide link abaixo onde a FAB fala desse processo com o KC.

https://www.fab.mil.br/noticias/mostra/31692/AEROVIS%C3%83O%20-%20Novos%20Ares

Rafael

O principal é que a Capacidade além do alcance visual, com emprego do míssil Meteor e radar de abertura sintética estão funcionais

Paulo

Se são operacionais, cadê o FLIR?
Será que posso perguntar, certa vez tive comentários excluídos em uma entrevista de comandante da FAB.
Tempos sombrios da censura.

Rinaldo Nery

Não é FLIR. É IRST.

Camargoer.

Riso. Verdade… faz tempo que ninguém reclama dele.

Paulo

É verdade. Equivoco da minha parte.
Mas a pergunta permanece, cadê o IRST?
Se está operacional, cadê o IRST?

Camargoer.

RIso. E o IRS?

André Bueno

Que não seja o ISIS!

Camargoer.

Olá Andre. Riso. Verdade. Lembre da “Poderosa Isis”..

Johnny

Caraca, eu também já assisti “isso”. Tamo véios. rssss

Leandro Costa

Ae!!! Parabéns!

Fabio Araujo

Finalmente esta chegando a hora dos Gripens virarem operacionais! Um momento histórico que se aproxima!

Daniel Alves Lemes

Tô ansioso kkkk

Marcio

Qual momento histórico?

Camargoer.

Olá Colegas. Isso significa que os estes dois F39 já podem ser usados na defesa aérea? Fico pensando se a FAB já tem os mísseis ar-ar disponíveis. Sabemos que a FAB tem o Derby e o Python usados nos F5M. Os F39 poderiam usar estes mísseis? Ou a defesa aérea ainda estará com os F5M até sejam entregues outros F39?

BK117

Caro Camargoer,
lembrando que a FAB já recebeu também os Meteor.
Abraços!
FAB recebe lote do míssil Meteor e reforça capacidade de combate do Brasil – Força Aérea Brasileira

Camargoer.

Olá BK. De fato, a FAB já tem os mísseis no paiol, mas a minha pergunta é se eles já estão operacionais. Há um tempo entre a compra, entrega e operacionalização. Imagino que com a disponibilidade dos Meteor e IrisT para os F39, os F5 continuaçao com Derby e Python, né? Aliás, o AMX opera Derby e Python?

Rinaldo Nery

Não. O A-1 não opera nenhum míssil.

Camargoer.

Entendi. Então a defesa aérea do A1 seria feita pelos F5M de escolta?

Rinaldo Nery

Sim.

Camargoer.

Obrigado.

Francisco Aguiar

A FAB tem pro Gripen os mísseis Iris_T e o METEOR

Sergio Cintra

Viva! os vetores já são operacionais,
Maas e os pilotos??
Devagar com a euforia!

Camargoer.

Olá Sensato. Todos sabemos que a FAB comprou mísseis novos para o Gripen. A pergunta é se eles já estão operacionais. A gente sabe que existe um tempo entre a compra, a entrega e a operacionalização. Eu não encontrei nada sobre isso. Você tem algum link? Ficaria grato.

Sensato

Postei aqui que o comandante da FAB já declarou que os Meteor estão no paiol. Já sobre os Íris T, postei aqui o link da notícia de celebração do contrato, se foram entregues, não achei matéria ainda.

Camargoer.

De fato. Há uma noticia da FAB informando que alguns Meteor foram entregues. Não encontrei nada sobre a entrega do Iris. Minha dúvida é se já dá para colocar o Meteor nas asas do F39 ou se ainda teria algum processo de homologação ou algum impedimento técnico. Isso acredito teria que perguntar para o pessoal da FAB que frequenta a trilogia

Rinaldo Nery

É só colocar no pilone.

Camargoer.

Olá Rinaldo. Obrigado. Fico com a boa impressão que agora é apenas uma questão de número de aviões recebidos. Os maiores desafios foram, felizmente, superados.

Rinaldo Nery

A Defesa Aérea ainda estará com os F-5 por um bom tempo.

Camargoer.

Verdade. Acho que o A1M vai encerrar na FAB antes do F5M.

João Fernando

E a 4101 e 4202?????????

Ivan herrera

Também fiquei com dúvida, os últimos que foram entregues estão operacionais e os primeiros não.

Santamariense

Ainda na Embraer. Provavelmente serão os próximos a serem enviados para Anápolis.

Fabio Araujo

Todos que chegam são levados para uma instalação da Embraer para testes, creio que logo teremos mais sendo entregues em Anápolis depois de passarem pelos testes!

Angelo

….os primeiros e últimos…..rsrsrsrs

Solskhaer

A bucha de canhão é o 4100, então o 03 e o 04 já estão todos adaptados ao resultado dos testes feito por ele. Resta saber dos 01 e 02 que chegaram antes…?!?!?

Furacão 2000

Cara, como eu esperei por isso…gostaria de poder chorar, mas minhas lágrimas secaram ao longo destes mais de 14 anos de espera.
* Tinha 18 anos (2008) quando entrei na plateia dos que esperavam a conclusão do FX-2 ;
* Em 2013 veio o anúncio do vencedor ;
* E hoje (…2022) a FAB poderá finalmente usar os gripen para o alerta aéreo ;

Obrigado à todos os que tornaram isso possível!

Fabio Mayer

A primeira vez que ouvi falar do programa FX remonta 1995, quando se falava em começar a busca por novos vetores… Salvo engano, a trilogia defesa é de 1997, então, são 25 anos para finalmente o Brasil ter um novo caça operacional… Realmente é um marco na vida de quem gosta do assunto.

Camargoer.

Olá Fabio. O programa FX era bem restrito. Eram US$ 700 milhões para a aquisição de um esquadrão de caças. Lembro que a disputa era entre o Mirage 2000-9 e o F39C/D. Sempre achei o Mirage 2000 muito mais bonito que o F39, mas dizia-se que a FAB preferia o F39. FHC estava sobre uma enorme pressão dos EUA para escolher um modelo fabricado nos EUA e acabou deixando a escolha para Lula, que o sucedeu. O programa foi cancelado e o FX2 se tornou um programa muito mais ousado, definindo o número de aeronaves (36) ao invés de um… Read more »

Fábio Mayer

Mas sempre foi certo que o FX2 era uma consequência da frustração o FX1. EM verdade, foi o mesmo programa, empurrado com a barriga por 25 anos…

Camargoer.

Olá Fabio. Vocẽ está certo ao dizer que o FX2 é consequência do cancelamento do FX. Caso o FX tivesse sido concluído, o FX2 seria desnecessário, porque seriam contratados lotes sucessivos do avião escolhido no início. Contudo, o FX2 foi muito mais abrangente e ousado que o FX. Acho muito difícil afirmar que o FX2 foi uma reedição do FX. Até os aviões foram outros.

Morgoth

Primeira linha da FAB para os próximos 60 anos!

PauloR

Haja ”posto de gasolina” pra esse aviãozinho percorrer o território brasileiro.

Henrique

na cabeça de uns parece que não existe REVO…

querem um caça com autonomia do A350-900ULR

Last edited 2 meses atrás by Henrique
Clésio Luiz

Tirando o F-15E, difícil vc encontrar um caça com alcance muito maior que o dele. Mas não deixe esse detalhe ficar na frente do seu preconceito.

comment image

Last edited 2 meses atrás by Clésio Luiz
FRANCISCO MARCELIO DE ALMEIDA FARIAS

Mas não deixe esse detalhe ficar na frente do seu preconceito, mas a projeção da imagem acima excluiu o uso dele no Nordeste brasileiro, porque?

Koprowski

Apenas fronteiras terrestres. Nada de preconceito.

Esteves

Depois que elegeram o ex…parece que manteiga de garrafa e bucho de bode estão fora do cardápio. Mas não deixa tua imaginação solta por aí.

Santamariense

Acho que esqueceram de colocar o círculo amarelo que representa o raio de ação, mas se tu observares bem, vais ver que em Natal tem um ponto branco. Olhe na legenda o que significa. Já te adianto, é o 3° GDA, assim como o 1°, 2° e 4° GDA, que estão em Anápolis, Manaus e Canoas. Porém, esta imagem não sei se é da FAB. Acredito que é apenas um exemplo do que poderia ser uma distribuição dos esquadrões de combate pelo território. Para isso se tornar realidade, deveria ocorrer uma mudança radical da distribuição atual das Unidades Aéreas, renomear… Read more »

Camargoer.

Olá F. Pelo contrário. O colega sugere um “GDA” em Natal, o que cobriria todo o território. A falha desta proposta é a patrulha naval, que deveria estar integrada ao sistema de defesa aérea.

Carcará

Finalmente chegaram!!, aproveitando o topico, venho divulgar meu trabalho,quem tiver interesse em miniatura do F-39, entra em contato.

https://www.facebook.com/carcaraminiaturasartesanais

carcaraminiaturas@hotmail.com

Rodrigo

Trabalho mal feito esse. Precisa melhorar mais nos decalques e pintura que estão meia boca.

Santamariense

Que educação e respeito com o trabalho alheio, hein?!?! Cavalo é um lorde perto de ti!! E tu, por acaso, sabe fazer algo minimamente semelhante???

Last edited 2 meses atrás by Santamariense
F-5

A Carcará faz um trabalho fantástico em termos de maquete.
Faz melhor, parceiro!!!

Carcará

Faz melhor e f#d@se a sua opiniao, a vaga p/ ser o sol está aberta, eu nao quero, vá no meu lugar e brilhe muito.

Atirador 33

As maiores virtudes de um homem é a educação e a humildade. A educação para criticar alguém que se propõe a fazer algo e com detalhamento sobre as impressões pessoais sobre algo. A humildade para receber a critica e pela melhora continua.

Parabéns caro Carcará.

Tomcat4,4

Ahhhh nada como a boa e velha inveja dos dons dos outros !!!

Guilherme Poggio

Parabéns!

Carcará

obrigado

ROMMELQE

Parabéns Carcará. Belo trabalho. Maquetes do F39 E são raríssimas. E do F39 F só existirão se vc as fizer!!!

Carcará

obrigado, do F-39F terá somente se a FAB operar essa versão, ja que vao fazer a conversao e treinamento no simulador

Santamariense

A FAB vai operar, sim, o F-39F. Tem encomendados 8 exemplares da versão F.

Nilo

Carcará há os que podem fazer, tem o dom e o poder, esse é o Carcará, e a o mimizento, boquirroto, inutil, essa porcaria nem o Carcará pega, mata e come,.

Camargoer.

Grande Carcará. “Lá no sertão. É um bicho que avoa que nem avião”.

Carcará

valeu Camargo, obrigado

Esteves

Parabéns. Ótimo trabalho.

Carlos

Parabéns 🇧🇷
Ótimo Trabalho

Fabio Mayer

Beleza de trabalho, Carcará! Quando eu mudar para um apartamento maior, e tiver espaço para belezas como esta, certamente vou procurar pela sua arte.

Carcará

olá Fabio, muito obrigado pelo prestigio, fico aguardando.

carvalho2008

Parabens pelo trabalho mestre Carcará…..qual é a escala que vc trabalha? 1/72? tem o xavante nesta medida? quanto sairia?

Jose

Alguém sabe qual a atual previsão de entrega dos Gripens para FAB, já que o planejamento muda toda hora? Aliás, acredito não ser falta de dinheiro, pois pelo que lembro a compra foi financiada por um Banco oi agência do governo Sueco

Maurício.

Gripen totalmente operacional só no final de 2025, de acordo com o Major Aviador Abdon, tem uma entrevista no YouTube. Esse “operacional” por enquanto é só para inglês ver, afinal de contas, o IRST ainda nem foi instalado.

Urubu-Rei

Quero ver ele devidamente incorporado e “uniformizado”, com a ponta da deriva branca, jaguar estampado nela e os brasões do GDA e da 3a FAE nas laterais das entradas de ar… 😉

IGOR LEITE

3a FAE já não existe já tem um tempinho!

Allan Lemos

A FAB já recebeu os Meteors e o Iris T?

Nei

Meteors sim, IRIS T, não lembro.

Wellington Góes

A FAB é uma força as avessas, compra os misseis, especialmente no estrangeiro (aquela comissão básica $$$), antes mesmo de a aeronave que irá operá-las existir… Talvez por isso seja uma das forças aéreas mais letais e operacionais do mundo.. Não, espera… rsrsrs

Rinaldo Nery

Amigo, já perdi a paciência com você, mas vou te explicar: os armamentos foram comprados antes porque há UMA FILA DE ESPERA IMENSA para aquisição de alguns armamentos, PRINCIPALMENTE o METEOR. Chama-se janela de oportunidade: ou se comprava naquele momento, ou ia-se para o final da fila, com alguns anos de espera. Daí, teríamos o avião e não teríamos o míssil. E você viria MARRETAR da mesma forma, porque você deve ter algum problema psicológico com a FAB. Eu já te disse a razão: fez concurso e não passou. Quanto à ¨comissão básica¨, se sabe de algo vai no MPF… Read more »

Wellington Góes

É mesmo?! Fila de espera imensa?! Tá de sacanagem com a minha cara né?! Isso é pão quente né?! Só pode… Rsrs

George

Você tem alguma informação que diga o oposto do que o Rinaldo disse? Se não, fique na sua e pare com bravata.

Rinaldo Nery

Foi só ex cmt do COMGAP que me contou. Quem comprou todos os armamentos, só isso… Mas o caboclo lá em cima tem problemas. Não dê atenção.

Sensato

Pra quem quer apenas marretar não é preciso ter coerência, lógica e nem ao menos razão. Basta um espaço. É isso que a Trilogia oferece pra ele e alguns outros malas que aturamos por aqui.

Camargoer.

Olá W. Alguns equipamentos são produzidos por encomenda. Por exemplo, os canhões das FCT foram encomendados quase dois anos antes de começar o corte das chapas do primeiro navio. Radares de caças e de navios também são encomendados com grande antecedência. Lembro que no programa F5M, a Leonardo indagou quantos radares seriam comprados, porque eles teriam uma programação de produção de dispositivos, isso com anos de antecedência antes de concluir a modernização do último F5M. Ficamos sabendo que a Raytheon está com sua capacidade de produção de Javelin no limite, dando um prazo de 2 anos para a entrega de… Read more »

Rinaldo Nery

Você tem muita paciência com o ¨marretinha¨….

Camargoer.

obrigado

Wellington Góes

Amigo, sei bem como as coisas funcionam quanto ao assunto e comparar os Meteor, ou Iris-T, com Javelin, especialmente por causa do conflito atual, sem levar outras questões em conta, como cronologia dos fatos, etc, etc, etc… Além de outros fatores adjacentes, veremos que há muita diferença entre ter fila de espera de Meteor, com a de Javelins… Ou estão sendo entregues á Ucrânia, Meteors também?! 🤔 O resto é desculpa para ludibriar desinformado, como no caso do tal IRST plug and play, devido a “sensibilidade para o transporte por navio”. Aliás, ninguém respondeu se o cronograma de 6 unidades… Read more »

Last edited 2 meses atrás by Wellington Góes
Camargoer.

Olá W. Concordo com você que as armas do F39 foram entregues antes dos aviões porque o cronograma de entrega atrasou e o cronograma dos Meteor parece ter cumprido o prazo combinado. Aliás, é o tipo de coisa que acontece sempre em obras. Antes de ingressas na universidade, trabalhei por alguns anos em uma grande construtora como técnico de edificações. Toda semana era uma correria para ajustar o cronograma de entrega de painéis elétricos porque algumas obras adiantavam e outras atrasavam. A maioria atrasava mesmo. Sobre os Javelins, Meteor, radares, canhões navais, são todos equipamentos diferentes em situações particulares mas… Read more »

João Batista de Lima

Moro próximo da base,já tava com saudades de ver o barulho dos motores de um caça tão avançado como esse 👏👏👏👍

Juliano Lisboa

Na próxima vez não vou fazer fotos. Vou filmar. O som dele é poderoso…

Luiz Antonio Mendes de Resende

Ja acisti os grippens suecos via Google em pistas menores que 500 metros , se não me engano eram de 200m. ABRAÇOS

Marcos

Eram de controle remoto.

Santamariense

Acisti, não. É assisti. E operar em pista de 200 metros só em porta-aviões…heheheh

Marcos

Graças a Mamãe Dilma que assinou o contrato, enquanto o atual só comprou leite condensado e Viagra. 🤣

Argos

Ele pagou o rombo deixado pela anta e o nine fingers

Silvano

Só o quinquênio da justiça vai custar 10 BI por ano, 10 BI, amigo, só para uma categoria, isso tende a se espalhar. Tem alguma chance de dar certo?

Camargoer.

Caro Argos. Os números sugerem outra situação.

Neto

ahh os Dados =D

Camargoer.

Olá Neto. Os dados… o mundo seria menos interessante sem os dados..riso.

Renan

Preciso

Alexandre

Tire o celular da cabeça pois os ETS não estao nem ai

Nonato

“Operacionais” porque não são de testes.
Devem conseguir operar tudo que já foi homologado

Cristiano Salles (Taubaté-SP)

Na “minha” opinião a base aérea de Anápolis têm que ser e ter a importância que merece, por estar no centro do país e proteger a capital também… Más acho que a importância da base aérea de Santa Cruz, poderia ser levada para Manaus, sei que Santa Cruz protege muitos pontos estratégicos e moro perto de vários pontos estratégicos do país…, más na minha opinião a marinha do Brasil que teria a responsabilidade de cuidar do Rio de Janeiro e São Paulo, pois sua frota inteira está no Rio de Janeiro, forçaria a marinha ter aeronaves comos os Gripens mesmo…,… Read more »

Sensato

Marinha deveria comprar navios antes…

Cristiano Salles (Taubaté-SP)

Kkķkkk…sim…, abraço.

Esteves

“para cuidar da frota dela e dos pontos estratégicos do Sudeste…”

A MB cuida do mar. Das águas. Poder naval e suas projeções.

Camargoer.

Olá Cris. A FAB mantinha caças F5M em Manaus em prontidão mas decidiu descontinuar essa operação. Então, acho que não faz sentido trnasferir Santa Cruz para Manaus. Por mais que eu sempre defenda uma integração das forças, considero um erro sobrepor responsabilidades. Então, acredito que a FAB deva fazer a defesa aérea de todo o território, otimizando os seus recursos de radar, comunicação, caças e armas. Concordo que não faz mais sentido manter tantas tropas no sul do país, principalmente do EB. No RS existem duas bases: Canoas e Santa Maria. Neste caso, defendo que uma delas seja fechada. A… Read more »

Cristiano Salles (Taubaté-SP)

Isso, concordo com você…, , abraços 😉👍

Santamariense

Defesa do espaço aéreo territorial com aeronaves é atribuição da FAB. Não é coisa para ser feita pela MB. Além disso, a MB precisa de escoltas, navios de minagem, navios logísticos, mais submarinos e uma enormidade de outros itens “de Marinha”, antes de querer comprar aviões como o Gripen.

Esteves

Antes de querer comprar aviões.

Santamariense

Sim. Eu coloquei o Gripen porque foi o avião citado pelo outro colega.

Pedro Fullback

Sudeste é o ” coração” do Brasil em termos de indústria. Tirar a importância da Base Aérea de Santa Cruz para o quê? Manaus? Piada.

Se bobear, a Base Aérea de Santa Cruz é mais importante que de Anápolis. Anápolis é para defender os nossos ” governantes”. Quem produz está no Sudeste.

Neto

Anápolis tem a grande qualidade de ser virtualmente equidistante de nossas fronteiras mais extremas. . Acredito que Anápolis deva crescer como Base e Parque de Manutenções exatamente por oportunizar uma centro de vigilância após qualquer atrito. . De lá a FAB pode chegar em bem em todo o país. . Manaus, Canoas e Natal deveriam receber uma pequena esquadrilha oriunda de Anápolis para alerta, inclusive o vôo recorrente de ida e volta destas aeronaves podem ser usadas como treinamento. De 6 a 12 aeronaves para cada alerta/treinamento, com os grifos retornando para manutenção em Anápolis. Levar equipe de manutenção para… Read more »

Camargoer.

Olá Neto. O tráfego aéreo em torno de Brasilia é bem saturado, mas o espaço da base aérea é bastante amplo, ao contrário de Santa Cruz que está cercado de cidade. Lembro da FAB realizar Cruzes preferencialmente em Natal e Anápolis. Até hoje, apenas Anáolis e Santa Cruz foram acionados para interceptação de aviões. Teve o Vulcan, um cargueiro cubano e o sequestro do 737 que decolara de Contagem (eu acho). Quem tem uma grande carga de trabalho são os “terceiros” com o A29. Acho curioso que a FAB tenha desativado os F5M de Manaus.

Rinaldo Nery

Não seria CONFINS? Acho que Confins naquela época não estava pronto.

Camargoer.

Olá Rinaldo. Pode ser Confins mesmo. O que lembro foi que os Mirage interceptaram o 737 e o piloto comercial fez uma manobra ousada, considerara impossível para um 737. O sequestrador queria jogar o avião no Palácio do Planalto e pelo que lembro ele assassinou o copiloto. Eu lamento que o sequestrador tenha sido morto. Ele estava muito desequilibrado mentalmente, Era um período muito difícil, com elevado desemprego e hiperinflação. Muita gente estava muito adoecida emocionalmente naquele período.

Carlos Gonzaga

Mestre, nada justifica. Pena que o copiloto foi morto. Este sim pagou o pato. Para criminoso, com distúrbio ou não, cadeia ou caixão.

Camargoer.

Olá Carlos. Eu lamento imensamente a morte do copiloto, mas lamento também a morte do sequestrador, que dava todos os sinais de estar doente. O melhor desfecho teria sido a sua captura, julgamento e pena no rigor da lei. Lembro de um comandante da PM de SP declarar certa vez que uma operação que termina com a morte da vítima, do policial ou do criminoso deve ser considerada um fracasso. Veja que muita gente tem protestado contra o governo no Iran pela morte de uma moça de 22 anos, que pela lei daquele país seria uma criminosa. Eu não posso… Read more »

Rinaldo Nery

O criminoso foi morto no hospital.

Camargoer.

Olá Rinaldo. Pois é. Como disse, lembro de uma entrevista com um comandante da PM de SP após uma operação bem sucedida de liberação de reféns. Lembro dele dizer que o objetivo sempre é evitar vítimas, inclusive o criminoso. Na época, a entrevista do comandante me impressionou bastante, me obrigando a refletir sobre este tipo de situação.

Sensato

Em que pese eu acreditar que sociedades só prosperam dentro do rígido império das leis, falar em rigor das mesmas no Brasil soa, no mínimo, incongruente. Seria preciso uma ampla reforma em nosso sistema pra que as duas coisas pudessem coexistir pacificamente na mesma frase. Apesar disso, execuções não são solução.

Rinaldo Nery

Foi um tunneaux barril.

Camargoer.

Encontrei um video explicando os tipos de tunneau. Realmente, impressionando fazer uma manobra destas com um 737.

Sensato

Camargo. Sobre Santa Cruz, não há tão grande concentração habitacional ali ao redor não. Os bairros próximos são compostos basicamente de casas térreas. Se houvesse necessidade de ampliação, não seria nenhuma missão impossível.

Bruno

Excelente Pedro !

Wellington

A defesa aérea é responsabilidade da FAB.

Barreto

Porque ainda não foram entregues os 22 caças restantes desse contrato? Parece esperança de pobre. A SAAB é capaz de enviar caças para a Ucrânia e não entregar os que faltam ainda para o Brasil. Gostaria de sugerir ao canal verificar o porquê dessa demora na entrega do restante dos caças.

Santamariense

Meu caro, o contrato da FAB é para 36 aeronaves, com um adendo de mais 4. Até agora, foram recebidos 5.
Os caças para a Ucrânia, aventados em outro tópico, seriam das versões A, B, C, D.
Quanto à demora, tudo depende da disponibilidade orçamentária e dos pagamentos feitos pelo Brasil, além de outros fatores, como logística, instalações, treinamento, etc. Tudo tem que estar alinhado e pronto para receber e operar as aeronaves.

Argos

Para a Ucrânia são da versão anterior

Camargoer.

Olá Barreto. Creio que este é o novo cronograma de entrega de aeronaves, lembrando que os F serão fabricados na Suécia e serão acrescidos 4 aeronaves neste primeiro lote

Wellington Góes

Pelo visto, devem alterar mais uma vez esse cronograma de entregas.

Camargoer.

Ola W. Ai eu não sei. Caso a FAB tenha acertado os quatro caças adicionais, seria preciso inclui-los no cronograma, sem falar na continuidade de produção do segundo lote.

Nonato

Quantos a Suecia já recebeu dos 60 comprados?

Camargoer.

Olá Nonato. Lembro de uma foto com 8 F39E, dos quais apenas dois eram da FAB. Mas isso já faz tempo, mas concordo que é uma boa pergunta. Talvez o Poggio consiga obter esta informação da SAAB. Ele tem os contatos.

Santamariense

Eram 4 brasileiros, não 2. E os 4 são os que já foram entregues.

Jeovani

Uma dúvida, todos os 36 do primeiro lote ficarão no GDA, ou vai ter mais algum esquadrão equipado ?

Camargoer.

Olá J. A ideia original seria colocar todos os aviões do primeiro lote em Anápolis, mas recentemente a FAB sugeriu que pretende adquirir 4 aviões adicionais no primeiro lote e equipar Anápolis e uma base na região Sul, mas sem definir se Canoas ou Santa Maria.

Dudu

Opa então podemos usar de imediato??? Excelente notícia.

Vitor

Detalhe, fizeram o translado sem tanque subalar, reforçando a grande autonomia do Gripen. Isso talvez os F-5 não consigam… muito menos o AMX.

Santamariense

Aí tu te enganas. A-1 tem maior alcance que o F-5.

Ramon Grigio

O F-5E precisa do centerline de 1000L para apenas igualar com a quantidade de combustível INTERNO do AMX. E o AMX é propulsado por um motor turbofan, mais eficiente. O alcance com combustível interno do AMX deve ser quase o dobro do F-5E nas mesmas condições.

Camargoer.

Olá Ramon. Lembro de uma missão do A1 que decolou de Santa Maria, subiu até o norte do país e terminou em Natal (eu acho…. não lembro exatamente), mas que durou coisa de 12 ou 14 horas, com sucessivos REVO. Só não sei se ele levava armas ou apenas combustível. De fato, o AMX usa um turbofan e o F5 dois turbojatos, sem falar que o AMX é subsônico e o F5M pode atingir velocidade supersônica na função de interceptador.

Rinaldo Nery

10:50h. Eram o Ribeiro (da minha turma), Operações do 3°/10°, e o Kabzas. Recolheram em Natal. O cmte do KC-137 era o Parente, também da minha turma.

Camargoer.

Olá Rinaldo. Obrigado pelos dados. Você lembra de quantos REVOś foram feitos? Olha.. já fiquei 12 horas dentro de um avião… riso. Eu dormia.. acordava, andava, dormia… acordava.. e nunca chegava. Fazer um voo de quase 11 horas dentro de um AMX requer muito condicionamento físico e mental.

Rinaldo Nery

Acho que foi um REVO em Anápolis e outro em Belém. Se houve um terceiro não me recordo aonde foi. Porque atacaram Anápolis, Parintins e Oiapoque.

Camargoer.

Olá. Mesmo que tenham sido trẽs abastecimentos, ainda assim seria praticamente um REVE a cada 3,5 horas de voo. Considerando uma velocidade de 800 km/h, seriam quase 3 mil km. Sendo dois abastecimentos, isso daria cerca de 4,5 mil km.

Sergio Cintra

E foi no dia da explosão do VLS em Alcântara.

Camargoer.

Que coincidência triste.

Wellington Góes

Operacionais é?! Tá çerto!!!
Rsrsrs

Alexandre Galante

IOC.

Underground

B21 Raider chegando na sexta-feira.

Leonardo

Quando começará a fabricação nacional…??!

Camargoer.

Olá Leo. Partes deles já estão sendo feitas no Brasil. Como o contrato foi alterado recentemente, de tal modo que apenas o “E” será fabricado no Brasil e com um novo cronograma, eu não sei mais. Aliás, eu ainda não sei se o aditivo de 4 unidades E foi assinado.

Agressor's

“Carro no Brasil não se faz, SE COMPRA”….

Marcos Silva

Nunca.

Tallguiese

Se os que estão em Anápolis são o 4103 e 4104 sendo o primeiro o 4100, aonde estão o 4101 e 4102?

Camargoer.

Olá T. Provavelmente, o 01 e 02 estão em GAvião Peixoto. Aproveitando para fazer uma piada, não confundir com outro 02 que foi para Qatar. riso.

Santamariense

Não tenho muito apreço aos filhos do atual mandatário, mas qual o problema em ele ir à Copa?? Não tem milhares de brasileiros lá?? Qual o problema, engraçadinho sem graça? Só confirma o que eu falo sobre o teu proselitismo disfarçado em falas bonitinhas.

Santamariense

O 4100 e o 4101 e 4102 estão todos na Embraer, em Gavião Peixoto.

André Garcia

Maravilha!

Nonato

Talvez fiquem um periodo só em treinamento.
Os pilotos habilitados ficam só voando para testar coisas diversas.
Tipo radar
Colocam um F 5 para ver a que distância o radar detecta (150 km?).
Voos rasantes, subidas, manobras etc.

Rinaldo Nery

Pra isso tá cheio de pilotos de ensaio na EMBRAER.

Marcelo

Ate que fim um nova capítulo começa hoje na FAB !!!

Fernando Jabor Haik

É demais ver um monstro desses em nosso espaço aéreo

Lucas

Que satisfação! Me lembro de estar aqui nesse mesmo site lendo a notícia de que a Pesidenta Dilma havia assinado a papelada definindo a compra dos Gripens lá em 2013 e hoje acompanhando a chegada dos primeiros operacionais. Espero vê-los pessoalmente em algum evento da FAB o quanto antes

Vitor

pode botar o atraso no kc-390, gripen, guarani e prosub na conta dela porque o endividamento desta “presidenta” gerou contingenciamento por consecutivos anos… e ainda temos reflexo até hoje.

Camargoer.

Caro Vitor. Você está errado. Os recentes atrasos e cortes nos programas militares (e outros programas do govento federal) estão relacionados com a desvalorização do real frente ao dolar e ao baixo crescimento do PIB nos últimos 6 anos. Em 2015, um dolar valia R$ 2,66, hoje é R$ 5,19. Em 2014 e 2015, o PIB recuou -3%. Em 2016, 2017 e 2018 cresceu apenas +1%, recuando -4% em 2020. O crescimento acima de 4% em 2021 compensou a queda de 2020, mas o PIB hoje é inferior a 2013. A dívida pública cresceu de cerca de 40% do PIB… Read more »

Santamariense

“Em 2014 e 2015, o PIB recuou -3%.” Quem governava o Brasil nessa época? E mais ainda, o “milagre” econômico do inominável nos governos anteriores foi a bomba-relógio que explodiu no colo da Mulher sapiens. “recuando -4% em 2020” Qual foi o desempenho das maiores economias do mundo no ano citado, que foi o olho do furacão da Covid-19? Além disso, por conta da pandemia, o GF teve que emitir títulos da divida pública de forma absurdamente grande, para financiar todos os gastos com saúde no SUS, auxílio emergencial, etc. Tudo que eu coloquei, tu não falou. Por que? Proselitismo… Read more »

Gilson

Alguém sabe dizer se teremos pilotos já treinados para mais dois gripens até o final de 2022, e ou esses aviões que estão indo para Anápolis, os pilotos são Suecos, e quando teremos pilotos genuinamente brasileiros treinados no Brasil, para assumir de vez os comandos desses aviões? alguém por favor pode responder minha pergunta?

Pablo

querem saber a verdade ? então vamos lá: o caça brasileiro tem diferenças que o tornam sensivelmente inferior aos suecos 2- os armamentos misseis e bombas demorarão muito para serem integrados/, comprados /liberados pelo ocidente , portanto esses aviões são apenas cerimoniais quando as potencias quiserem vão ser integrados 3-a doutrina vai ser igual aos do F-5 até desenvolver outra já estará obsoleta devido ao vetores de 5 e 6 geração. 4-as aeronaves são apenas cerimoniais ou seja foram compradas para não serem usadas de fato 5- acalmai vos o Brasil não é um país sério e as FFAA são… Read more »

Rinaldo Nery

Acho melhor você parar de fumar isso ou largar o copo. E ir postar noutro lugar. TODOS os armamentos já foram integrados, testados, certificados e homologados na Suécia, e faz tempo… Quanto à doutrina, você nem sabe do que está falando.

Sensato

Não houve UMA verdade sequer no que você disse. O pior é que nem dá pra jogar na conta da ignorância com certeza pois tem muito jeito mesmo é de má fé. Que postagem vergonhosa.

Solskhaer

Acendeu uma luzinha aqui: Será que o 01 e o 02 vão chegar dia 19 e celebrarem juntos com o 03 e 04 a entrega oficial para a Ala 2?!?!?!?

Marcos Borges

Alguém pode confirmar o paradeiro das outras aeronaves, 4101 e 4102?

Claudio

Bom dia. Referente ao conjunto de rodas e freios, são os mesmos utilizados na aviação comercial? Alguém tem o código (part number) para eu verificar na internet como são essas rodas? Abçs