segunda-feira, outubro 3, 2022

Gripen para o Brasil

FAB diminui mais uma aeronave KC-390 de pedido feito à Embraer

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A Embraer informou hoje que tomou conhecimento da decisão da União de suprimir uma aeronave no contexto dos Contratos 002/DCTA-COPAC/2014 e 10/DCTA-COPAC/2014, firmados em 2014 entre a União, a Embraer e uma de suas subsidiárias.

No comunicado, a companhia disse que vai examinar o cabimento da decisão da União. Caso cabível, a empresa avaliará os termos aplicáveis para assegurar o reequilíbrio econômico e financeiro dos contratos, bem como os efeitos da eventual supressão da aeronave em seus negócios e resultados.

No fim de maio, o Governo Federal anunciou a intenção de reduzir unilateralmente para 15 o número total de aeronaves dos contratos. Na ocasião, e empresa disse que o complexo processo de negociação entre a Embraer e a Força Aérea Brasileira (FAB) resultou na celebração de aditivos aos contratos, os quais passaram a contemplar a entrega 22 aeronaves KC-390 Millennium, e que não há previsão contratual de redução adicional.

FONTE: Monitor do Mercado / Terra

- Advertisement -

154 Comments

Subscribe
Notify of
guest

154 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Cristiano Salles (Taubaté-SP)

Acho que a FAB têm que focar nos caças mesmo…, é desagradável ter de cancelar…, MUITO DESAGRADÁVEL!!!, más têm que focar na defesa estratégica do país…, dos males o menor, pois a Embraer vai fabricar os Gripens daqui a pouco, e a FAB têm planos de adquirir mais Gripens o que vai gerar uma boa cadeia produtiva para a Embraer…, e também…, expertise na fabricação de caças…, aviões de pequeno e médio porte ela domina, más a fabricação de caças…, é a oportunidade que ela têm para adquirir conhecimento e melhorar seu portfólio no futuro… Abraço a todos… Fiquem com… Read more »

santiago

Rapaz como confiar em produção do caça se os caras não respeitam a encomenda de um avião desenvolvido exclusivamente para eles… Pior , o que parece para países estrangeiros quando isso acontece ?

Marcelo M

Não vai impactar na imagem do KC 390. Uma venda para a Holanda é mais do que um atestado de capacidade técnica. Ninguém vai poder supor que o cancelamento da FAB não seja por nenhum outro motivo senão a falta de $!

santiago

Sim, a venda da Holanda é positiva assim como a primeira entrega para Portugal será um grande marco. Mas entenda, o país que encomendou, se pudesse , cancelaria metade. O que isso significa para outras nações que estão observando ? Eu não confiaria apenas na falta de verba e mesmo assim um cancelamento grande sem novas encomendas poderiam inviabilizar o projeto fácilmente. Com o passar do tempo essa notícia vai ser diluída mas com certeza impacta muito na decisão. Aposto que qualquer nova aventura da fab com a embraer vai sair muito mais caro a partir de agora pois o… Read more »

Antonio Cançado

O quê, por si só, já é uma vergonha…

Agressor's

Com as forças armadas que temos, não precisamos de inimigos….

Xiiiiiiiiii 😂

Marcos Silva

60 caças e nada é a mesma coisa.. Se algum inimigo poderoso ou uma coalizão de países resolverem invadir esse paiseco,vai invadir como bem quiser.

Foxtrot

Corrigindo, 60 caças montados localmente pelo fabricante internacional e nada é a mesma coisa.

Marcos Silva

Boa!

Bruno Vinícius

Aí depende do inimigo. Se o inimigo for os EUA – realmente – 60, 100 ou 200 caças e nada é praticamente a mesma coisa. Mas se o inimigo for a França, Rússia, China ou qualquer outro, 60 caças estão MUITO longe de ser nada.

Last edited 1 mês atrás by Bruno Vinícius
Jean Jardino

A Franca so com porta avioes ja tem mais cacas que o Brasil, poe um submarino nuclear na costa, pronto, o governo entrega tudo de mao beijada….o Brasil eh uma piada.

Sagaz

Coalizão de quem? Brasil agora é um Iraque, Líbia ou Síria? E olha como fala do teu país… Viralatice doentia, paisecos são os nossos vizinhos.

Marcos Silva

Desculpe. Estamos em primeiro no IDH,muito à frente da Suiça.
SQN!
Então somos um paiseco de nada que nunca passará disso..Como disse Israel: ” Um anão diplomático.”

Allan Lemos

Nem só de caças viverá uma força aérea.

Marcos Silva

Principalmente a nossa. Precisamos de transportes mais do que caças. Esses memos que cortam o KC vivem falando da importância historica do CAN. E Correio Aéreo foi feito por aeronaves se transporte.

Marcus Pedrinha Pádua

Boa! Em caso de sermos atacados por uma força aérea qualquer revidaremos com uma saraivada de cartas!

Last edited 1 mês atrás by Marcus Pedrinha Pádua
marcus mendes

Vai de fragatas Tamandareco.

Lira

Nobre Cristiano. Não se esqueça dos 79 AMX…

Curiango

Dizem algumas línguas q apodreceram vários estocados de forma inadequada. Gostaria de saber se isso é boato ou verdade

Marcos Silva

79??? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK…….

Curiango

A Embraer pelo que parece não vai fabricar nem tem interesse morre de medo dos países do norte e da Europa não comprarem os aviões civis dela. Tanto é q a própria Saab q fábrica no Brasil as estruturas através de uma subsidiaria ou seja pagaram uma grana preta numa tal de transferência de tecnologia q tal empresa “Nacional” só vai aproveitar na aviação cível

Rinaldo Nery

Cível ou criminal?

Joe

Em notícias passadas eu critiquei, falei que isso aconteceria outra vez, que o programa não irá atingir seu potencial total pois seu principal cliente não prestigia…. Enfim, mais uma chuva de negativas hoje, certeza, mas a realidade está aí na cara dos amigos aqui. Na cara NOVAMENTE. NA CARA. Até a próxima notícias, companheiros.

Last edited 1 mês atrás by Joe
Camargoer.

Olś Cris. Se o foco deveria ser os caças, então por que a FAB gastou com dois A330 mais do que teria gasto com um KC390 novo?

Neto

Como de praxe deste governo, alguém teve a mão molhada.

Grifon Eagle

A logística é de suma importância quando se está em guerra. Em tempos de paz ela já é essencial, quem dirá em tempos de guerra ou pandemia. Logo, não faz jus reduzir a frota dos KC-390.

ANMARCELO

“investir em caças” mais ou menos, digam quantos METEORs e IRIS-T temos disponíveis para a nossa futura força de Gripens?
Que me consta (posso estar errado) a FAB tinha comprado cerca de 10 METEORs, na prática parece mais para impressionar nosso povo desavisado do que os “inimigos”….

Marcus Pereira

Srs B tarde
O Poder Público pode legalmente cortar compras e despesas em até 25% sem significar uma quebra contratual. Como o pedido inicial eram 28 aviões, 25% menos são estes 21 aviões restantes. Tudo certo e nada a reclamar. Vamos “pra cima” da Arábia Saudita! Lá é vender 20 ou 30 unidades!
Parabéns pelo site
Abç
Marcus Pereira

Jefferson Henrique

Concordo com você.

Essa é a situação que a FAB consegue levar a cabo no momento. Confio nas decisões do TB Carlos de Almeida Baptista Junior que tem se mostrado de extrema lucidez e conhecimento das necessidades da força. As coisas irão melhorar, temos KC-390 por décadas ainda.

Kommander

“as coisas irão melhorar”, “o Brasil é o país do futuro” essas são frases que eu escuto desde que me entendo por gente.
Na verdade, por tudo que vem acontecendo (corte de gastos, intromissão na política, redução de programas, recauchutagem de equipamentos velhos, compra excessiva de equipamentos usados em vez de novos, insistência em manter um efetivo maior que o necessário) estou ficando sem esperanças nas forças armadas e cada vez mais virando um crítico delas.

leonidas

Essa é a situação na Fab pelos últimos 75 anos pelo visto rs. Sempre existe uma razão para que um programa vital para soberania tecnológica e defensiva do Brasil seja prejudicado. O mais chocante é ver as pessoas naturalizar essa maldição que jogou no lixo nosso parco desenvolvimento militar nos anos 80. Fosse o Brasil uma nação série com a indústria que tínhamos na década de 80 devidamente incentivada, hoje estaríamos ate´melhor que os sul coreanos ouso dizer. Mas aqui o poder politico, a picuinha militar e o ufanismo (não confundir com patriotismo) das pessoas sempre estão dispostos a achar… Read more »

Last edited 1 mês atrás by leonidas
Rafael Oliveira

A indústria brasileira nos anos 80 era defasada em relação aos países desenvolvidos e só existia em razão de subsídios e proibição de importações por parte do governo.
A Coreia do Sul buscou melhorar cada vez mais seus produtos para exportá-los para países ricos. Aqui se buscou entregar o mercado interno para as nossas indústrias sem concorrência.

Frederick

Se Eduardo Gomes, patrono de nossa Força Aérea, não gostava da ideia de pesquisa e desenvolvimento aeronáutico nacional, qual espírito acha que é o encrustado nas estruturas dessa FAB?

E o pior, digo-lhe de cadeira que, embora tenhamos menos indústria hoje, temos maior – bem maior – capacidade de pesquisa e produção. E é ver esse potencial sendo asfixiado gradualmente que desanima. E muito.

leonidas

Pois é, uma tragédia tudo isso…

Curiango

Acho q tem muita treta entre os comandos das forças e as indústrias nacionais não sei quais são mais q tem tem

Curiango

Parece q não se dão tão bem

Wellington Góes

Faz sentido…

FERNANDO

Olha, sei que aqui é outro assunto. Mas, se me fosse permitido fazer modificações no Brasil A primeira coisa que eu faria, era criar um polícia nacional de 50 mil tropas que funcionaria como Guarda Nacional, e que atuaria em terra, ar e mar. Em terra como polícia especializada, cuidando de fronteiras, aeroportos, GLO, etc. Em ar, com força aérea especifica, para transporte de tropas. Em mar, como Guarda Costeira. Diminuiria o efetivo das Forças Armadas, exército para 50 mil tropas, mas, bem treinadas e capacitadas no estado da arte. Diminuiria o número e unidades militares. Todos os soldados assinariam… Read more »

Felipe Morais

“mas se me fosse permitido fazer modificações no Brasil”.

Não é permitido. Muita gente defendendo o status quo do que não presta e/ou não funciona.

Luis

Sem interferência americana

Luís Henrique

A FAB possui cerca de 125 aeronaves de transporte. O KC-390 é um modelo de porte médio, mas a força possui outros modelos de portes diferentes.
Somente EUA, Rússia, China e Índia possuem uma frota maior do que o Brasil em aeronaves de transporte.

Já em número de caças existem quase 50 países que possuem mais caças do que o Brasil. É fácil enxergar que o foco precisava ser mudado para a aviação de caça.

Edivar Júnior

125?

Luís Henrique

Sim, são cerca de 45 EMB110 Bandeirantes, 19 EMB120 Brasília, 11 C-130 Hércules, 16 C-295, 30 Caravan e 5 KC-390, além de algumas unidades de transporte VIP como phenom 100, EMB190 e A319.

Neto

Torna-se óbvio que o problema numérico não é o KC. Nem os dois kC30, nem mesmo o A319.
.
Porém, na crise que estamos, tirar $$ daqui, para colocar em outro lugar considero uma escolha ruim para o país.

Luís Henrique

Uma curiosidade: Número de aeronaves de transporte: Alemanha: 43 Coreia do Sul: 41 Reino Unido: 40 Itália: 39 Austrália: 38 Canadá: 36 Israel: 15 Portugal: 15 Suécia: 6 Noruega: 4 Brasil: 125 A maioria fabricadas pela Embraer Ai a FAB reduz 7 unidades, de 28 para 21 e em contrapartida aumenta 4 unidades de caças Gripen e já fala em 2o lote de +26 caças. Em vez de comemorar tem gente que fica só reclamando. Devem ser novatos nos debates sobre assuntos militares, porque eu lembro bem que há 10 e 20 anos a maioria reclamava que a FAB devia… Read more »

Guacamole

Força Aérea: 81.000 bizonhos para

42 F-5s;
46 Amx;
30 Super Tucanos
3 Gripens;

18 Eurocopters de todos os tipos (para o país inteiro)
16 Blackhawk

Gabriel

Que comentário bizonho.

Guacamole

Bizonho é ter tanta gente pra tão pouco ( e obsoleto) equipamento).

Olha a comparação com a Força Aérea da Turquia:

50.000 militares.

245 F-16s
48 F-4s

21 Eurocopter AS 332.

É triste mas levando em conta a quantidade de gente para equipamento que o Brasil tem em relação a países similares bem como o número de filhas pensionistas ( que é maior que o número de soldados do exército) dá pra ver que o nosso dinheiro é extremamente mal gasto.

Carlos Henrique Lucena

Sem falar nos supersalários de militares trazidos para a administração pública, fato recentemente revelado.

Funcionário da Petrobras

Seriam 3 Gripens se estivessem em alguma base área da FAB.
Pode colocar um zero ao invés de três aí.

leonidas

46 AMX?
Acho que não hein? !

hitoera

Se tiverem uns 15 voando já é muito! Nunca valorizaram os AMX como deveriam, os italianos sabem bem o valor dele.

leonidas

Verdade, um CRIME o que fizeram com o programa AMX…

Rinaldo Nery

E os 30 A-29? Guacabizonho…

Luís Henrique

A FAB possui cerca de 700 aeronaves. Concordo que 80 mil militares é um número exagerado, mas foi ordenado no governo Lula o aumento dos efetivos porque era prometido um aumento do nosso poder militar. Ficou só no aumento de efetivo. A força aérea italiana possui também cerca de 700 aeronaves e 43 mil militares. A nossa força cumpre missões adicionais como o controle do tráfego aéreo… devido ao tamanho continental do nosso país também temos bases mais dispersas e cumprimos missões de ajuda à povos indígenas, etc. Também temos os engenheiros, etc. Mas mesmo assim, acho que entre 50… Read more »

Kornet

Eu queria ver se vc teria essa coragem de falar isso na frente de qualquer unidade da FAB.
Ser guerreiro de teclado é fácil.

Guacamole

Dizer para os 80.000 desocupados que metade deles deveria ser demitidos para que sobrasse dinheiro para termos uma Força Aérea digna?
Fácil mano.
O difícil ia ser o tanto de gente arrancando a calcinha pela cabeça pois sabem que é verdade mas não vão querer deixar de mamar nas tetas do governo.

Curiango

Os jovens Brasileiros saem da faculdade pensando em prestar concurso público ninguém quer empreender ter empresa dar empregos e recolher impostos para o crescimento da Pátria e sim mamar na Pátria e nos q a mantém

Matheus Augusto

Já tentou empreender no Brasil pra tu ver ? A maioria dos empresários de pequeno porte quase paga pra trabalhar. Aqui é um país onde tudo é feito pra dificultar a vida do empresário.

Thrash Metal

E nada de pensarem em reduzir o número de concursados efetivos (aquele que vai ter que pagar aposentadoria), para temporários de 4 a 8 anos, assim como é na maioria das Forças dos países desenvolvidos. A economia de médio a longo prazo seria gigantesca.
20% de concursados efetivos, 70% de concursados temporários e 10% de recrutas.

SGT MAX WOLF FILHO

Pior outro dia conversando com uma militar ela me disse que eles trabalham só meio período por dia… Isso que é complicado

Rinaldo Nery

Área de Saúde sim.

Neto

Depende da disponibilidade do rancho.
.
Sem alimentação na guarnição (qualquer uma) fica no meio período mesmo.
.

Curiango

Crítica de Brasileiro q trabalha paga seus impostos tá tranquilo servidor ou funcionário público civil ou militar se acritica for construtiva naonpode achar ruim

Carlos Gallani

Não é ele que precisa ter coragem, são outros que precisam ter VERGONHA!

Fábio

Há quem aplauda e defenda esse paízão.

Rodrigo

Então você nesse comentário diz que a força Aérea Brasileira só precisa de pilotos. Parabéns pelo comentário ruim, é muito mais complexo que isso, você conhece os CINDACTA? Os PAMA? os DTCEA? As unidades BINFA/BINFAE? DA,DT,DO,CAV? Tem os RH também. No seu comentário você esqueceu das unidades Aéreas de transporte que são várias. Amigo se nunca foi militar não fale pois para essas unidades que você citou voar, tem milhares de homens e mulheres que trabalham 24H por dia 7 dias por semana no controle do espaço aéreo, nas manutenções de radares no suporte logístico, na PA (polícia da aeronáutica),… Read more »

Marcus Pedrinha Pádua

Prezado Rodrigo, concordo com a inconveniência de chamar bisonho (é com “s”) os militares da FAB. A maioria deve ser competente. No entanto, o fato de a Força ter outras missões não justifica o excessivo contingente. Aliás, a única atividade da Forma Aérea Brasileira que me parece não ter correspondente em outras similares é o controle civil de tráfego aéreo; mas isso ocupa o quê, 2 mil militares? Vamos exagerar e considerar 5 mil: ainda assim temos um exagero de gente para uma escassez de meios. Policiamento de instalações, manutenção, vigilância de espaço aéreo e outras que você citou são… Read more »

Rinaldo Nery

21 mil militares no DECEA. Vê-se que você não tem a mínima noção do que é controlar 22 milhões de km2 de espaço aéreo. Não são só os 8 milhões de nosso território.

Marcus Pedrinha Pádua

Desculpe. Segundo o site do próprio Decea, o pessoal soma 12 mil. E, segundo o quadro de macro processos também no site, nem todos os processos ali indicados são de natureza civil: há os mistos e os de natureza tipicamente militar. Não discuto que o modelo adotado pelo Brasil seja bom, e até justifique um efetivo um pouco maior na FAB. Mas, fazendo a famosa conta de padaria, se a gente excluir todo o pessoal do Decea, ainda temos um efetivo de quase setenta mil, para uma força armada que não entrega à nação poder minimamente correspondente a esse efetivo.… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Marcus Pedrinha Pádua
Rinaldo Nery

Todo militar também paga imposto e declara IR. Falta um pouco mais de conhecimento do funcionamento interno antes de criticar a gestão. Isso, infelizmente, a Trilogia não ensina.

Rodrigo

Prezado, Charlie Mike…

EduardoSP

Isso está uma verdadeira z…bagunça.
Eram 28. Aí disseram que renegociaram para 22.
Aí a FAB falou que queria 15.
Agora diz que quer menos1.
Afinal, quantos aviões estão, de fato, contratados e quantos aviões a FAB quer?

Totti

Serão 21..

Funcionário da Petrobras

Ah mizerávi, acertô!

Last edited 1 mês atrás by Funcionário da Petrobras
Atirador 33

Minha opinião é de que poderiam fazer esses cortes e anúncios no meio do contrato. Isso não é bom para a Embraer no momento em que tenta vender esses meios pelo mundo, e também não é bom para o governo que a Embraer não consiga realizar vendas para outros países, menos entrada de moeda estrangeira no país.

Curiango

Acho q falta discrição

Underground

Mas o importante é que a Embraer é nossa!

Gilson

Será que o comandante da FAB, lê os nossos comentários? se ele, será que |ele concorda que tamos certos?

leonidas

O alto comando das forças armadas brasileiras gosta de equipamento.
O problema é que gostam ainda mais das estrelas no ombro, das mordomias do cargo e das picuinhas com outras armas ainda que comprometam fatalmente nossas tropas, como a MB e EB não ter aviação, realidade essa (pasmem!!!!) só mudada por governos civis e entreguistas… rs

Rinaldo Nery

EB e MB não possuem aviação?

leonidas

Não leu inteiro o meu comentário ne? rs

Rinaldo Nery

Lê mas não concorda com bobagens. Quando há fundamento, e escrito por gente grande, concorda sim.

Gabriel

Pode ter certeza que sim.

Afinal, quem melhor que um entusiasta, quase anafalfabeto na ciência militar, para ensinar o Cmt da Força Aérea?

Lógico que leva em consideração.

Jefferson BA

Que comentário sem noção kkkkkkk O grupo fiat, contratou Sérgio Marchionne no início dos anos 2000 justamente por ele não ser da área automobilística e não conhecer a fundo a empresa. Eles queriam exatamente alguém BURRO na área para dar uma visão de como tudo aquilo deveria ser. Logo depois foi formado uma equipe multifuncional, havia até padre nas discussões. Resultado: a empresa virou um mostro em 15 anos, ação subiu 10x e o grupo hoje está fortemente na América do Norte, Latina e Europa. Servidor público normalmente tem um visão muito ruim sobre o seu próprio trabalho, uma mistura… Read more »

Curiango

Ótimo comentário. Parabéns

Bueno

O Sergio Marchionne foi CEO Algroup e Grupo Lonza e executivo da SGS antes de entrar para o Grupo FIAT , o cara já era um executivo de grandes corporações, mestre em gestão financeira. 
 
Não foi para FIAT falar besteira. Tinha currículo, não era entusiasta nem caiu lá de paraquedas de um G.91

Last edited 1 mês atrás by Bueno
Curiango

Estrige os comentários para especialistas e militares

Samuca cobre

Focar as vendas para outros países!!!
Daqui alguns anos firmar pedidos para mais umas 10 unidades para a FAB

Santana

Tá dentro dos 25% aplicáveis a qualquer contrato de compra de aeronaves,e uma pena a decisão desse comandante,a Embraer tem que correr atrás pra vender esse avião que todos sabemos e espetacular

Frederick

A FAB e o seu inacreditável timing para mexer nesse vespeiro…

É notável a disposição dos políticos brasileiros – sejam eles fardados ou não – em destruir a própria indústria de tecnologia de ponta. Para tanto, embrulham-se nas melhores razões, em especial, na sacrossanta austeridade econômica. Bobagem. A contradição diária de destinações mambembes dos recursos expõe claramente as reais intenções dessa turba.

Afirmo, sem medo de errar, que nenhum Estado sério no mundo obriga sua indústria de defesa a apoiar-se fundamentalmente em vendas no mercado externo. Nenhum.

Curiango

Todos tem pôster do Rambo na porta do armário

Anselmo da Costa Andrad

Pior que eu tinha um em meu quarto: First blood part II.

leonidas

Me faltam palavras para definir este pais…

Felipe Morais

Olha Leonidas, cheguei a abrir a caixa de comentário para comentar mais essa “notícia especular” em relação às FAs e, como sempre, me indispor com a turma defensora do indefensável aqui.

Mas, sinceramente, tenho nem ânimo mais de comentar algo sobre.

leonidas

Infelizmente a capacidade de auto sabotagem que nossos lideres tanto do aspecto civil como militar tem é inesgotável…

Sulamericano

Subdesenvolvimento não se improvisa, é obra de séculos”
Nelson Rodrigues

Infelizmente essa frase nunca fica velha

marcus mendes

O Brasil é uma piada pronta sem nenhuma graça.

Saldanha da Gama

Boa tarde, não entendi, quem cancelou esta unidade foi a FAB ou união ( governo federal ) ?

Luiz Guilherme

A FAB é um órgão da União. Isso significa que a FAB não tem personalidade jurídica para ser parte em contrato cabendo a União esse papel. Toda a decisão é tomada dentro da Força Aérea mas representada pela União. Não sei se ficou claro.

Saldanha da Gama

Obrigado, ficou sim!!!

Marcos

Penso que a Embraer deveria lançar logo uma versão civil dessa aeronave. Seria uma maneira de aumentar as vendas, e nem precisaria modificar muita coisa…

SGT MAX WOLF FILHO

Ou o presidente decretar a autorização para o exército e a marinha poderem comprarem vetores aéreos, que hoje a constituição não permiti, isso ajudaria muito a indústria nacional e abaixaria a crista da FAB

Rinaldo Nery

Em qual artigo da CF está escrito isso?

Sensato

A Embraer é muito boa em prospectar mercados. Se não lançou, a demanda não deve ser assim tão boa, especialmente considerando que aviões civis convertidos oferecem ótimo custo benefício nesse mercado.

Eduardo Angelo Pasin

Querem contar os gasto, mas aquele helicóptero russos parece que vão para o estoque, porque diabos não vendem ele, com toda certeza o valor não será tão grande mais vai ajudar a dar um fôlego

Sensato

Exceto o que vai para o Musal, serão sim vendidos, mesmo os 3 que estão canibalizados em Rondônia em função do maravilhoso pós venda russo…

Marcos Silva

Cancela saporra de uma vez,ao invés de ficarem brincando de força aérea!
Não queriam? Não pode pagar? NÃO FAÇAM CONTAS QUE NÃO VÃO HONRAR!

Curiango

Embraer pra cima das vendas externas aqui da não

Antunes 1980

Passou da hora de buscarmos alternativas sino russas para a FAB.
Trocar nossos grãos ou aço por vetores !

Santiago

Impossível. A FAB está mandando para o museu helicóptero Mi-35M com apenas 12 anos de uso. Estranho que tem país menos capaz que o nosso que opera esse helicóptero sem restrição.

SGT MAX WOLF FILHO

Está sendo usado até em guerra nesse momento….

Henrique

mas se ta ruim o quadro você que algo pior que o atual KKKKKKKKKKKKKKK
.
antes essa treta Fab/Embraer que uma FAB com aquela zona estatal de empresas russas (que vão falir por conta das sanções)

Adriano Madureira

E.X.A.T.A.M.E.N.T.E Antunes 1980! Outros países, que apesar da situação social e financeira, estão com sua situação militar por assim dizer decadente, mesmo assim tentar repor suas aeronaves para reforçar sua força aérea, e se tiverem que fazer uso da velha prática do escambo,elas o fazem… Como o Iraque, que para conter a ameaça turca, irão correr atrás de adquirir 14 caças Dassault Rafale de 4,5 geração,em um negócio que está avaliado em US$ 240 milhões.  O Iraque se oferece para pagá-los através do fornecimento de petróleo. Apesar da IQAF ter 34 F-16 de fabricação americana, aeronaves que as Forças Aéreas… Read more »

Sem título.jpg
Sulamericano

Será que não rola trocar nosso minério de ferro (não exportamos aço) e grãos por um novo alto oficialato para as três forças armadas?

Marcus Pedrinha Pádua

A gente teria que encontrar um país suficientemente otário que topasse o negócio…

Carlos Gallani

Credo!

Allan Lemos

Os milicos hoje em dia só querem saber de urnas eletrônicas, a defesa do país é a última de suas preocupações.

antonio santos

Cara, tá um absurdo esse fanatismo das forças armadas com urna. Incrível que nos últimas décadas nunca houve tamanho interesse dos militares no processo eleitoral como hoje, óbvio que tem dedo do bolso nisso. Será alguma promessa de aumento da mamata ? rs

Marcus Pedrinha Pádua

Sua pergunta é meramente retórica, né?

Carlos Gallani

Um absurdo de vergonha, a credibilidade diminui dia após dia, quanto mais militar da ativa mexe com politica mais fede!

h.saito

Defender o Brasil de quem? Maduro? Biden? Paraguaios? Chineses? Europeus?
Sério quem vai invadir o Brasil?

Henrique

FAB vai conseguir fazer a Embraer desistir do ramo militar kkkkk
.
ou ela vende o setor ou ela vai entregar um produto ruim pra FAB pra obrigar a desistência de futuros pedidos

leonidas

E a maior piada disso, e que quando a Boeing quis levar embora a Embraer, nego dizia que tava tudo bom pois a Embraer DEFESA!!! ainda seria nossa…kkkk
Desde quando, em que universo, dobra temporal alguma empresa de defesa consegue sobreviver dependendo desse governo?
Piada pronta mas aceita por muuuuuita gente.
E inacreditável o grau de ufanismo de alguns…

Henrique

da um desconto… é ano eleitoral… caras precisam compra votos com fundão e auxilio e outra impressões de dinheiro… KC390 não gera voto Kkkkkkk

Last edited 1 mês atrás by Henrique
Luís Henrique

A FAB acabou de aumentar 4 caças Gripen, totalizando 40 em vez de 36. E já esta discutindo um novo lote de 26 caças, o que elevará o número total para 66 unidades. Reduzir de 22 para 21 KC-390 e aumentar os caças Gripen é o que a Força considera melhor, não é uma decisão do Presidente da República, é uma decisão do alto comando que inclui o comandante da forca aérea e vários oficiais de alta patente. Mas hoje em dia virou moda criticar o governo, então se tivessem aumentado a encomenda para 50 KC-390 também choveria gente aqui… Read more »

Foxtrot

Efeito MTTR,s.
A conta está chegando, vão vendo !

Wellington Góes

Nada a ver, meu colega… Cada situação é uma situação. Isso tem sim a ver com a FAB querer antecipar um segundo lote de Gripens, sem sequer ter recebido um único do primeiro. Os três que estão aí são aviões de testes e olhe lá.

Neto

O $$ sai do mesmo lugar

Tutor

Qual empresa nacional vai confiar desenvolver um produto destinado às nossas forças armadas, se esse tipo de coisa acontece.
Se torna praticamente uma aventura; aventura essa que empresários e investidores não são muitos fãs.

Luís Henrique

A FAB bancou todo o investimento da aeronave e não esta cancelando a compra, ainda vai adquirir 21 unidades e a Embraer já conseguiu exportar para alguns países.

Francisco Manuel Rosa Ferreira Rodrigues

O Brasil tem de adquirir caças da 5ª geração, para ter vantagem real sobre possíveis ameaças regionais. O Gripen NG é um excelente avião, mas é curto para cumprir todas as missões da FAB.

Funcionário da Petrobras

Esqueça.
Avião de 5ª geração por aqui só daqui a pelo menos uns 30 anos.

Adriano Madureira

É uma grande força aérea…

Ricardo Rosa Firmino

Alô alô MB aprenda com a FAB e diminua um SUBNUC…….

Wellington Góes

OI?!

Ivo

Próxima Manchete: “Força Aérea Brasileira devolve KC-390 recebidos e pede troco”

Marcus Pedrinha Pádua

Importadores de vinho e fornecedores de carnes nobres para churrasco suspiram aliviados…

Rogério Loureiro Dhiério

Tudo como Dantes na terra de Abrantes.

Não sei o porque de tanto espanto.

Brasil sendo Brasil.

Apenas isso. Deveriam estar mais do que acostumados, sofrerão menos no futuro se entenderem que sempre FOI, É e sempre SERÁ assim.

Findi.

José

Uma força aerea com mais de 80 mil pessoas é imoral.
Com 35 mil já estava de bom tamanho.
O quanto que não seria economizado

José

Preciso dar uma olhada nas licitações de alimentos da fab… Será que tem coisa boa…de primeira e premiada ?

Antonio Cançado

É, vamos acabar mesmo é com uns quatro ou cinco, pra garantir a boa vida e as mordomias de sempre aos de sempre…

Benedito oliveira

Se vcs não querem seus aviões, porque devemos compra los?

Jaime

Do ponto de vista de negócios, a FAB se mostra um parceiro malquisto, sua reputação no mercado já deveria ser suficiente para que essa economia boba fosse evitada dado prejuízos futuros.

Sua credibilidade em renegociar UMA aeronove em tão pouco tempo após corte unilateral expõe falta de processos e seriedade dos envolvidos. Amadorismo é a melhor das hipóteses.

Tudo é precificado, inclusive contratos com alta probabilidade de serem ignorados, daí que vender pra um país com oficiais sérios é diferente de vender para as FFAA brasileiras.

Angelo

De uma em uma, vai zerar o pedido…aguardem pra ver….brasil sendo brasil…não estou surpreso.

Leonardo

Se não engano,a fab fez pernas com mais de 2800km com 11t de carga na ida para Polônia esse ano,

EduardoSP

Esse MTOW de 74t está muito abaixo do que foi divulgado pela Embraer. É um documento oficial?
Com MTOW de 74t me admira alguém ter comprado o avião.

EduardoSP

https://www.operacional.pt/apresentado-o-kc-390/

Aqui tem uma imagem indicando um alcance de 1.380nm com 23t de carga.

Bardini

Roberto, procure pelo arquivo “FATORES E PARÂMETROS DE PLANEJAMENTO DA AERONAVE KC-390 VERSÃO EIS (ENTRY INTO SERVICE)”
.
Lá existem dados e uma tabela que pode lhe ser interessante.

Felipe Morais

Gostaria de ver alguém respondendo a sua pergunta. Se o que você apresenta é realmente a conclusão certa, isso seria uma tragédia para o programa.

Last edited 1 mês atrás by Felipe Morais
willhorv

Só vergonha…pra não dizer sem-vergonhas….

Carlos Henrique Lucena

A FAB, por si só, não faria isto. Acho que isto tem a ver com a planilha do Governo Federal.

Neto

Uma vergonha.
.
Reintero que se houve a percepção de necessidade menor de aeronaves contratadas no dia-a-dia da FAB o governo deve escolher alguma mais antiga do inventário e revender, governo a governo, aumentando o número de usuários.

Últimas Notícias

Maioria dos C-130H da USAF está ‘groundeada’ por problemas nas hélices

A Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) "groundeou" (proibiu o voo) a maioria de seus aviões C-130H Hercules (e...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -