terça-feira, janeiro 18, 2022

Gripen para o Brasil

Saab atualizará frota húngara de Gripen para o padrão MS20 Block 2

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A atualização do MS20 Block 2 traz várias melhorias para os caças Gripen

A Saab deve modernizar a frota de caças Gripen da Força Aérea Húngara (HunAF) para o padrão de capacidade MS20 Block 2.

O desenvolvimento segue a conclusão das discussões para a atualização entre o Gabinete do Comissário do Governo Húngaro e a Administração Sueca de Material de Defesa (FMV).

A atualização MS20 Block 2 traz vários aprimoramentos às aeronaves, como recursos melhorados de combate e comunicação, bem como um aumento significativo no alcance e desempenho de rastreamento de alvos ar-ar.

Também permitirá que a aeronave seja integrada a uma ampla gama de sistemas de armas.

O Inspetor da Força Aérea da HDF, Nandor Kilian, disse: “Graças à modernização da aeronave Gripen húngara, as capacidades operacionais da Força Aérea Húngara serão significativamente aumentadas.

“Nossa equipe apreciou uma cooperação próxima e frutífera com o lado sueco neste projeto específico de modernização, bem como a cooperação durante os 15 anos em que operamos aeronaves Gripen.”

A Saab observou que uma atualização do radar para o PS-05/A Mk 4 melhorará a capacidade do sensor. Isso aumenta a capacidade de detecção de pequenos alvos ar-ar e melhora a supressão de interferência.

A atualização MS20 Block 2 também melhora a funcionalidade do link de dados da OTAN e atualizou a comunicação de voz para o novo padrão de comunicação seguro da OTAN.

O chefe da área de negócios da Saab Aeronautics, Jonas Hjelm, disse: “Durante este período de 15 anos desde que o Gripen desembarcou pela primeira vez na Base Aérea de Kecskemet, está claro que a Força Aérea Húngara deu o passo para ser uma das principais forças aéreas da Europa e está um verdadeiro contribuinte para as operações da OTAN e da UE.

“Com essas mudanças introduzidas pela atualização MS20 Block 2, a Hungria terá uma aeronave ainda mais eficiente e poderosa, capaz de competir em todos os aspectos com qualquer outra aeronave de caça da próxima geração.”

FONTE: Airforce Technology

- Advertisement -

65 Comments

Subscribe
Notify of
guest
65 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Carlos

Os 4 Gripen Brasileiros estão Atrasados ou dentro do planejamento ⁉️

Funcionário da Petrobras

Alguém tem notícia se estão em alto mar?
Qual navio?

Nemo

Eles seriam enviados separadamente (dois por vez). Pelo divulgado os dois primeiros já deveriam estar vindo.

Felipe

Totalmente atrasados era pra chegar 2 em dezembro e mas 2 no início do ano mas até agora nada só promessas até 2050 o primeiro lote deve ter chegado entregas iguais uma lesma

glasquis7

Depois perguntam por que perdem concorrências.

pampapoker

Descordo de vc. Vc entrega alguma coisa sem receber o dinheiro. Mesmo com o contrato falando que o pagamento inicia após a entrega da última aeronave, vc já tem ideia quem pediu para atrasar a entrega.Começa com F e termina com b . Claro que eles não vão assumir.

glasquis7

Bom, se vc insinua que os atrasos do Gripen são por conta da própria FAB, quem sou eu pra discordar?

Camargoer.

Olá Glasquis. Existem algumas possibilidades. 1. As instalações em Anápolis ainda não estão preparadas para receber os aviões. 2. Em função da pandemia, existem um problema para contratar o transporte. 3. Os aviões não foram liberados pela SAAB para serem entregues. 4. Por algum problema da FAB, por exemplo recursos para custeio, foi preciso esperar o início do ano fiscal de 2022 para organizar a operação de recebimento dos aviões no porto em Santa Catarina. 5, Por questões de logística, estão esperando a conclusão de outros aparelhos ficarem prontos para serem enviados 5 ou 6 aeronaves juntas, ao invés de… Read more »

glasquis 7

Olá Camargoer.

Vc tem possibilidades para tentar explicar uma realidade.

Camargoer.

Olá Glasquis. Quando faltam informações sobre algo, uma técnica é elaborar várias hipóteses do modo mais amplo possível. Depois, ir eliminando uma a uma a partir do que for acontecendo e sendo divulgado. No caso deste atraso na entrega dos quatro primeiros F39, há pouca certeza. Temos que esperar e ficar atentos ao que for sendo divulgado para montar um cenário mais realista.

Camargoer.

Olá Pampa. A SAAB recebe os recursos diretamente do banco que financiou o projeto. O Brasil faz (ou fará) os pagamentos diretamente ao Banco. Portanto, seria um erro dizer que a SAAB estaria segurando o produto esperando “pagamento”. A empresa já vem recebendo aportes do banco desde o inicio do programa.

Ivan herrera

Verdade mesmo, que país vai querer um caça de 4.5 geração pra ser entregue sabe se lá quantos anos depois

Jadson Cabral

Eu tenho certeza que esse atraso se deve mais pela FAB que pela SAAB. As duas aeronaves já estavam prontas. Provavelmente a FAB resolveu esperar as outras duas ficarem ficarem prontas pra economizar no frete

glasquis 7

Tenho entendido que não virão juntas.

Mas, posso estar enganado.

Camargoer.

Olá Glasquis. Até outubro, eu imaginava que viriam duas aeronaves em um navio e depois outras duas em outro navio. Como as todas as quatro aeronaves ainda estão na Suécia, acho possível que esse plano tenha sido revisado para que as aeronaves sejam entregues jutas. No limite, podem até ter mudado o plano para elas venham voando, descendo até o norte da África e cruzando o Atlantico para pousarem em Natal.

Nilo

Imagina o impacto mediático para a presidencia e o comandante, quatro aeronaves pousando em Anápolis, o celebro deve tá cozinhando.

Camargoer.

Olá Nilo. Seria muito legal ver os quatro F39 chegando em Natal, mas creio que há pouco ganho político. Praticamente, restrito aos entusiastas, a aquisição dos F39 já está consolidado no imaginário das pessoas. No atual momento, o que está tendo impacto foi o atraso na vacinação das crianças e questões econômicas, e a elevação do número de mortes pela Covid. A maioria dos país apoia a vacinação das crianças e até mesmo os que poderiam apoiar o atual governo em outras questões ficaram bastante irritados com o atraso da vacinação das crianças (eu fiquei surpreso como os marqueteiros não… Read more »

glasquis 7

Novamente, possibilidades para explicar ou, neste caso, deduzir uma realidade. Complicado isso.

Camargoer.

Olá Glasquis. Existem dois tipos de comentários. De um lado, aqueles baseados em uma noticia, uma informação ou baseado em uma experiencia pessoal. Do outro, as especulações ou deduções. Costumo deixar claro quando apenas coloco uma opinião. Desconheço qual a razão para o atraso na entrega dos quatro F39. Estou bastante curioso também.

Camargoer.

Olá Glasquis. A pergunta que precisa ser respondida é se o atraso na entrega dos primeiros F39 foi uma decisão da FAB ou uma decisão da SAAB. Pelo que sabemos, os aviões estão prontos e esperando a oportunidade para serem embarcados para o Brasil.

Luiz

Felipe, os 2 primeiros não poderiam chegar no Brasil em 2 de dezembro nem a pau, e é simples explicar. A entrega oficial ( com a presença do comandante da FAB) foi em 24 de novembro. Se você contar, toda a operação de preparação dos aviões para a viagem, embarque no navio e o translado para o Brasil teria de ser feita em apenas 8 dias. Mesmo em condições normais (sem pandemia) isso seria inexequível. Para se ter uma ideia, quando a unidade que já está no Brasil foi enviada, só a parte marítima demorou 3 semanas. Pode até estar… Read more »

Funcionário da Petrobras

Ele não escreveu 2 de dezembro, mas sim 2 em dezembro.

Luiz

Você está certo. Me equivoquei (ler muito rápido dá nisso…).

De qualquer forma, tomando por base a data da solenidade oficial, seria muito apertada a janela para chegar ainda em dezembro.
O problema é não haverem chegado até agora…

Thomaz

Parece ser um excelente caça e muito moderno mas a situação do Brasil não era a ideal para comprar um caça que em 2014 só existia no papel… A Suécia estava tranquila porque já tinha muitos Gripens C/D então para eles foi de boa esperar. Agora estamos pagando o preço de tanto tempo de espera, e com todo respeito ao glorioso F-5EM, mas o maior e mais importante país da América Latina usar F-5 desde o inicio de 2014 como principal vetor de defesa aérea é meio vexatório,o F-5 sempre foi feito para ser um caça secundário. Que em 2022… Read more »

Last edited 4 dias atrás by Thomaz
Jadson Cabral

Eu nao vejo muito problema em ainda estarmos usando os F-5 até pelo m2noa mais uns 2 anos. Por acaso nós estamos em algum conflito ou planejamos entrar em algum no curto prazo??? Não entendo essa pressa toda

glasquis 7

Eu não vejo muito problema …”

Mesmo tendo vizinhos com MIG 29, F16 e SU 30 MKII, com capacidade BVR acima dos 100 KM?

Camargoer.

Olá Glasquis. O reaparelhamento da FAB está em progresso. O programa F5M entregou todas as aeronaves contratadas e creio que a entrega dos A1M também deve ter sido concluída (ou será em breve). A produção sem série do F39 já foi iniciada a falta pouco para concluir a reforma da base aérea de Anápolis para receber os F39. A questão mais importante nem é o tipo de aparelho que os países vizinhos usam e o tipo de armamento (aliás, a FAB recebeu o Meteor e adquiiriu o Iris para equipar os F39) mas se existe alguma escalada militar na região… Read more »

Jadson S. Cabral

Sim, mesmo tendo vizinhos com MIG, Sukoi e o escambau, porque nenhum deles representa ameaça para nós no curto, no médio e no longo prazo e eu não preciso dizer porque, preciso?
Logo, sim. Nós precisamos nos atualizar e melhorar nossas capacidades, mas esse chiado em relação a um atraso alí e aqui de poucos anos não faz sentido. Não nesse caso. Ou você acha que dentro de 2 anos a Venezuela, o Chile ou o Peru vão nos atacar???

glasquis 7

Capacidades de dissuasão não tem apenas a ver com ameaças. Alguns países, pela sua posição geopolítica, tem a obrigação de se apresentar com capacidades militares condicentes às suas aspirações (Ou, condicentes com seu tamanho e o da sua economia.), tanto regionais como globais. o Perú, o Chile e a Venezuela tem estas capacidades há mais de uma década. Isto significa que o Brasil ficou defasado nas suas capacidades ante seus vizinhos por mais de 10 anos. Vc queira ou não, não é o que se espera de um país que aspira ser uma potência ou, pelo menos, um global payer.… Read more »

glasquis 7

às vezes, a percepção de ameaça, não corresponde à realidade.

https://bdex.eb.mil.br/jspui/bitstream/123456789/4985/1/MO%200910_AC%C3%89LIO.pdf

Uma boa leitura pode ajudar a entender melhor.

Leandro Costa

Do mesmo estudo do link em que você postou: “Se no passado se envolveu em guerras de variadas intensidades principalmente no cone sul, hoje o Brasil goza de estabilidade no campo das relações exteriores. Em grande parte, esta estabilidade deve-se ao histórico das guerras e à costura dos tratados de paz. Infere-se que o Brasil não tem ou não visualiza inimigos estatais no sentido regional, pelas boas relações internacionais e por efeitos de dissuasão no campo da defesa.” E também, pouco depois: “Mas em escala muito maior, o País enfrenta ameaças externas não estatais, representadas por pressões ambientalistas, questões indigenistas,… Read more »

glasquis 7

Essa é a sua percepção pessoal.

Mas, já que vc é uma pessoa que se interessa pela leitura e assim mantem seus horizontes mais amplos, deixo estes:

https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2019/02/eua-pressionam-brasil-a-usar-forca-militar-em-operacao-na-venezuela.shtml

https://www.gazetadopovo.com.br/mundo/maduro-ameaca-guerra-brasil/

Isso já foi. Se tivesse ido às vias de fato???

Leandro Costa

glasquis, não é a minha percepção pessoal. São os fatos mesmo e minha análise se enquadra com eles. Essas matérias corroboram o que eu disse. Na primeira matéria, os EUA fazem pressão para o Brasil usar meios militares para garantir a entrega de ajuda humanitária. Recusamos, mesmo com o ‘alinhamento automático’ do nosso atual Presidente com o Presidente Americano na época. Isso mostra que o alinhamento não era tão automático assim, e que dentro da nossa estrutura de poder ainda existem formas de se posicionar de maneira autônoma ante à pressão de aliados. Não interessa ao Brasil um conflito armado… Read more »

glasquis 7

Desculpe mas, não lembro de ter recusado. Apenas não foram adiante por que o próprio EEUU não foi, o que é muito diferente de “recusar” Sobre percepção, me refiro a que é uma percepção pessoal sua a de considerar desnecessário o reequipamento das forças brasileiras por sobre seus vizinhos. Eu, diferente de vc, considero que é uma obrigação. Vide o caso da Austrália, sem ameaças latentes dos seus vizinhos, tenta atingir uma força militar condicente com a sua importância no hemisfério. “a disuassõa não se trata apenas de poderio militar, mas sim de toda uma série de mecanismos e capacidades… Read more »

Leandro Costa

glasquis, a recusa está descrita na matéria da Folha de São Paulo que você postou mais acima. Na ocasião, nem os EUA jamais cogitaram ‘boots on the ground’ e mesmo qualquer tipo de intervenção militar teria que ser pontual (aérea). Tanto Colômbia, aliada dos EUA, nem Brasil tiveram interesse em levar nem ao menos isso adiante, sendo que a Colômbia deu mais ajuda no estabelecimento de centros de ajuda, etc. Coisa que o Brasil, mesmo ajudando, insistiu em fazer por conta própria, exatamente porque temos os meios disponíveis para deslocar até a região e fazer isso. Eu nunca disse, nem… Read more »

Camargoer.

Olá Glasquis. Obrigado pelo link, Aproveitei o domingo para ler. Achei interessante que o autor foi incapaz de identificar uma ameaça externa ao Brasil, ficando limitado ao narcotráfico, terrorismo e ameaça interna. Isso mostra que as forças armadas brasileiras passam por uma crise sobre qual o seu papel em nossa sociedade. No caso, as ameaças identificadas seriam mais de ordem das agências de segurança, como Policia Federal e GSI, ou que envolvem com destaque a diplomacia brasileira. Considerando as ameaças colocadas, as estrutura das forças armadas brasileiras estão inadequadas. Faria mais sentido criar uma Agẽncia Federal de Segurança Nacional.

Camargoer.

Olá Jadson. Os F5M serão usados ainda por mais uma década. Enquanto os primeiros F5M foram modernizados há mais de 15 anos, outros foram entregues recentemente. Os F39 substituirão os aviões com mais horas de voo. Nos próximos anos, a FAB operará o F5M, o A1M e o F39.

Renan

Esse é um dos nossos problemas.
Sempre confiamos na sorte, sempre deixamos tudo para a última hora.
Sempre temos um jeitinho e uma desculpa pronta para tudo.
E assim seguimos “deitados eternamente em berço esplêndido” sendo um apenas o eterno país do futuro.
Nada aqui é sério.

Jadson S. Cabral

Que sorte, amigo? Que última hora? Por acaso existe algum risco de conflito na América do Sul envolvendo o Brasil e só você tá sabendo disso???

Renan

Já deu pra perceber que com você nem desenhando.. Então deixa pra lá..

Carlos Gonzaga

Realmente não dá para desenhar bobagens como essas. Porque você não vai participar de site de ficção. Talvez se saia melhor tonto!

glasquis 7

Existem na América do Sul algumas pendências fronteiriças e não vejo o por que o Brasil não possa ser arrastado a da seu apoio ou ate, se defender por causo do seu apoio.

Já soube do que acorreu com o império Otomano?

Leandro Costa

Mais provável que o Brasil adote o que já fez no passado e sirva como potência mediadora da disputa, evitando a expansão de um possível conflito. Vai contra os interesses nacionais apoiar algum lado qualquer de uma disputa militar entre países sul-americanos à menos que ocorra uma agressão direta ao Brasil ou seus interesses.

glasquis 7

Sim, sem duvidas, a história nos mostra que países como México, Argentina, Brasil, Chile e Colômbia, normalmente são mediadores… Normalmente mas, as coisas podem mudar.

De qualquer forma, segundo a minha percepção, o Brasil está atrasado em alguns pontos.

Leandro Costa

Quais pontos, glasquis? Se for em matéria de poderio militar, eu concordo que estamos atrasados em diversos pontos, mas ao mesmo tempo estamos super adiantados em outros aspectos.

glasquis 7

“Quais pontos, glasquis? Se for em matéria de poderio militar, eu concordo que estamos atrasados em diversos pontos, mas…” Tal vez eu não tenha me explicado direito mas, até agora me referia exatamente a uma defasagem de poderio militar e nada mais. Meu comentário, vc pode ler completo mais acima: “Capacidades de dissuasão não tem apenas a ver com ameaças. Alguns países, pela sua posição geopolítica, tem a obrigação de se apresentar com capacidades militares condicentes às suas aspirações (Ou, condicentes com seu tamanho e o da sua economia.), tanto regionais como globais.” Achei que teria ficado claro que me… Read more »

Leandro Costa

glasquis, eu acabei respondendo acima. Mas… para variar o doberman da moderação não gosta de mim, principalmente quando escrevo muito, então talvez amanhã ele libere hehehehe

Camargoer.

Olá Glasquis. O Brasil e um grande país (em vários sentidos) mas também com muitas contradições. Especificamente sobre as forças armadas, a gente vem discutindo isso ha anos. Creio que a questão de reaparelhamento é o mais simples de ser resolvido e, de certa forma, encaminhado. Os problemas mais graves são os estruturais. Nisso o Brasil está muito atrasado.

JT8D

Eu gostaria que os editores, que estão tão bem informados sobre o andamento do programa, nos esclarecessem o que é que está causando este atraso

737-800RJ

Um famoso jornalista de Defesa que possui um canal no YouTube e tem boas fontes disse numa live há alguns dias que a entrega está atrasada, o que é óbvio, mas que os 4 caças virão em apenas um navio e que não chegarão pelo porto de Navegantes. Chuto que chegarão ainda esse mês e que é um atraso bobo.

Camargoer.

Olá 737. Lembrei do Conselheiro Acácio, do Eça de Queiroz.

Renan

Já eram para ter vindo ano passado.
Tem muita matéria por ai que confirma isso, mas….
Gripen aqui é um assunto sacrossanto, não se pode criticar, não se pode questionar.

Camargoer.

Olá Renan. A única coisa que se deve evitar são comentários ofensivos ou desrespeitosos, o que infelizmente acontece de vez em quando. Sendo educado e respeitoso, dá para criticar ou elogiar com embasamento qualquer coisa.

JT8D

A Hungria parece estar muito satisfeita com o Gripen. Como eles tem um contrato de leasing, se não estivessem contentes seria muito fácil simplesmente não renovar o contrato

Vitor

Quando chegam os primeiros F-39 por aqui ?

Santiago

Esses Gripens húngaros vão ficar no estado de arte. Poderão integrar o míssil WVR Iris- T infravermelho, o moderno BVR Meteor guiado por radar BVRAAM e a moderna bomba guiada à laser ar-terra GBU-49.

Gilson

Falando em atualizações cade os gripen da FAB?

Mauro Junior

comentários sobre a AEL são sensurados…?

Thiago A.

Depende. São críticas, insinuações, acusações, polêmicas cabeludas ?
Esses comentários envolvem nomes do alto comando da aeronáutica?

Deixa pra lá rapaz, cuida da tua saúde rsrsrs

Wellington Góes

Kkkkk
Por aí….

Wellington Góes

Rapaz… Rsrsrs
Nem te conto…

Rinaldo Nery

Divulga aí, Assange!

Maximus

Transferência de tecnologia é ótimo, visando a produzir os caças para o futuro. O NG e um caça formidável e necessário. Sem caças sem força aérea. Anos atrás por que não ter incluído a garantia de caças tampão (por exemplo 36 Gripens C/D) até o primeiro esquadrão do Gripens NG ficar operacional? A realidade é que, por exemplo, se tiver uma guerra neste ano na Europa, os nos próximos anos, iremos nos defender ou enviar (como na 2GM) os F5, e teriamos para defesa os F5, 2 caças NG, a transferência de tecnologia, além da coragem dos nossos pilotos num… Read more »

MGNVS

Toda vez que eu leio uma materia sobre o Gripen eu vejo que essa foi a decisao mais acertada para o Brasil no que tange a operacionalidade, manutencao e custos. E o melhor, ao comprar o Gripen o Brasil tbm opta pela neutralidade ja que assim ele deixa de comprar avioes dos EUA, Russia ou China, o que poderia gerar tensões desnecessárias. Realmente essa parceria com a Suecia pode dar muito certo, e o Brasil poderia ate pensar num desenvolvimento em conjunto de um futuro Gripen Naval. Agora so resta torcer para que realmente sejam encomendados os 108 caças inicialmente… Read more »

Franco Richmond

Essa nova atualização os igualarão os Gripen brasileiros. Esqueceram de dizer quantas aeronaves serão atualizadas.

Últimas Notícias

Chile quer comprar aeronaves britânicas E-3D Sentry ‘AWACS’ aposentadas

Uma fonte disse ao UK Defense Journal que o Chile está procurando comprar “mais de uma” aeronave E-3D aposentada...
- Advertisement -
- Advertisement -