sábado, maio 28, 2022

Gripen para o Brasil

Lockheed Martin e Rafael fazem parceria para desenvolver sistema de armas SPICE-250 para militares dos EUA

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

ORLANDO, Flórida, 2 de novembro de 2021 – A Lockheed Martin (NYSE: LMT) e a Rafael Advanced Defense Systems Ltd., de Israel, assinaram um acordo expandido de formação de equipes, permitindo que a equipe desenvolva, comercialize, fabrique e dê suporte em conjunto à Smart, Precise Impact and Cost-Effective (SPICE™) 250 da Rafael à venda nos Estados Unidos e na Polônia. Este acordo marca a primeira vez que o SPICE 250 está disponível para venda para os militares dos EUA.

A adição do SPICE 250 baseia-se em um acordo de equipe de 2019, onde a Lockheed Martin e Rafael concordaram em comercializar conjuntamente os kits de orientação SPICE 1000 e SPICE 2000 para venda nos EUA.

SPICE é uma família de sistemas de armas ar-superfície autônomas e stand-off que fornecem precisão acessível em um ambiente sem GPS. A família de produtos SPICE comprovada em combate inclui dois kits de orientação, SPICE 1000 e SPICE 2000, bem como uma arma completa, conhecida como SPICE 250.

“O profundo conhecimento da Lockheed Martin em integração de sistemas de armas nos ajudará a adaptar o SPICE 250 para atender aos padrões dos EUA”, disse Dave Pantano, diretor do programa da Lockheed Martin.

“Estamos entusiasmados em aproveitar esta experiência e oferecer este sistema de armas único e comprovado aos operadores de aeronaves para flexibilidade de missão adicional onde é mais necessário.”

Em uso desde 2003, o SPICE é comprovado em combate e está em serviço na Força Aérea de Israel e em várias outras nações em todo o mundo. Ele permite a carga máxima em F-16 e F-15, reduz a carga de trabalho do piloto e fornece capacidade de ataque múltiplo contra vários tipos de alvo.

“O GPS não é necessário para operar nenhum dos produtos da família SPICE, permitindo operações em uma variedade de locais e ambientes adversos”, disse Alon Shlomi, vice-presidente da Diretoria Rafael Air to Surface. “Expandindo nosso acordo de parceria com a Lockheed Martin , somos capazes de oferecer todo o portfólio de produtos aos militares dos EUA – proporcionando aos combatentes a oportunidade de aumentar a flexibilidade da missão. ”

Sobre a Lockheed Martin

Sediada em Bethesda, Maryland, a Lockheed Martin Corporation é uma empresa global de segurança e aeroespacial que emprega aproximadamente 114.000 pessoas em todo o mundo e se dedica principalmente à pesquisa, projeto, desenvolvimento, fabricação, integração e sustentação de sistemas, produtos e serviços de tecnologia avançada.

Sobre a Rafael

A Rafael Advanced Defense Systems Ltd. projeta, desenvolve, fabrica e fornece uma ampla gama de sistemas de defesa de alta tecnologia para aplicações aéreas, terrestres, marítimas e espaciais para as Forças de Defesa de Israel e o estabelecimento de defesa israelense, bem como para clientes em todo o mundo. A empresa oferece a seus clientes um conjunto diversificado de soluções inovadoras na vanguarda da tecnologia global, desde sistemas subaquáticos, navais, terrestres e de superioridade aérea até sistemas espaciais. A Rafael é uma das três maiores empresas de defesa de Israel e emprega 8.000 pessoas e vários subcontratados e fornecedores de serviços.

DIVULGAÇÃO: Lockheed Martin

- Advertisement -

7 Comments

Subscribe
Notify of
guest
7 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Matheus

A FAB vai possuir esse armamento em seu inventário. São excelentes armas pra ataque de precisão. Por outro lado, gostaria de ver os kits de guiagem SMKB operacional. Estava sendo desenvolvimento pela extinta Mectron. Nunca mais vi notícias a respeito.

Bosco

Mas pra que as FAs dos EUA iriam querer a Spice 250 tendo eles a SDB, LSDB e o StormBreaker?
O que foi que eu perdi?

Clésio Luiz

Provavelmente preço. Se for efetuada uma compra, mesmo que um lote pequeno, isso pode trazer mais “humildade” aos fornecedores locais nas negociações, já que eles não serão mais a última bolacha do pacote.

Vale lembrar que décadas atrás eles conseguiram com sucesso vender o casulo Litening nos EUA, onde já existia o LANTIRN.

Last edited 6 meses atrás by Clésio Luiz
Nonato

Sem gps?

Bosco

O sistema inercial leva o míssil até uma área onde ele pode fazer a correção final da “pontaria” usando referências visuais. Sistema de IA conhecido como ATR (reconhecimento automático do alvo) que usa câmaras visuais e térmicas.
O míssil (bomba) tem pré-armazenado as características do relevo e construções próximas e do próprio alvo e se orienta por elas.

Last edited 6 meses atrás by Bosco
Emmanuel

Spice no bunker dos outros é refresco.

Bosco

Interessante a versão propulsada da Spice 250. Semelhante ao Spear 3 do britânicos.

Últimas Notícias

Ucrânia diz ter derrubado mais um caça Su-35 da Rússia sobre a região de Kherson

“Hoje, 27 de maio, por volta das 14h00, um caça MiG-29 da Força Aérea das Forças Armadas da Ucrânia...
- Advertisement -
- Advertisement -