sábado, junho 12, 2021

Gripen para o Brasil

Projeto KC-X3: Ministério da Defesa autoriza a compra pela FAB de duas aeronaves estratégicas de transporte

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO

  • Publicado em: 12/05/2021 | Edição: 88 | Seção: 1 | Página: 161
  • Órgão: Ministério da Defesa/Gabinete do Ministro
  • DESPACHO DECISÓRIO NO 12/GM-MD, DE 10 DE MAIO DE 2021
  • Processo no 60314.000069/2021-64
  • Interessado: Comando da Aeronáutica.
  • Assunto: Dispensa da exigência de compensação comercial, tecnológica ou industrial.

Documento vinculado: Nota Técnica nº 3/DEPROD/SEPROD/SG/MD/2021, de 31 de março de 2021.

Submete-se ao MINISTRO DE ESTADO DA DEFESA, a solicitação de dispensa da exigência de compensação comercial, tecnológica ou industrial na aquisição de Produto de Defesa pela Força Aérea Brasileira.

DECISÃO

Autorizo, com base no parágrafo único do art. 16 do Decreto nº 7.970, de 28 de março de 2013, a dispensa, em caráter de excepcionalidade, da exigência de compensação comercial, tecnológica ou industrial na aquisição de 02 (duas) aeronaves estratégicas de transporte e reabastecimento em voo – denominado pelo Comando da Aeronáutica como “Projeto KC-X3” – sob a forma de aeronaves usadas, de modo a reduzir o valor das ofertas, e que atendam plenamente às necessidades da Força Aérea Brasileira. A celeridade na aquisição se justifica, dentre outros motivos, pelo enfrentamento a emergência de saúde pública e para apoio humanitário.

Caberá às autoridades competentes do órgão interessado o acompanhamento e a fiscalização dos atos decorrentes.

Publique-se.

Comunique-se o Comando da Aeronáutica.

WALTER BRAGA NETTO

Ministro da Defesa

FONTE: GOV.BR

- Advertisement -

204 Comments

Subscribe
Notify of
guest
204 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Luís Henrique

Que bom. Até que enfim. Um país como o nosso, de dimensões continentais, precisa de aeronaves de carga de grande porte.

RENAN

Desde muito tempo falo isso até que fim, por anos fui criticado.
Mas acredito que agora saia do papel está ideia e a FAB possa operar de maneira eficiente

Marcos Cooper

São só dois aviões! Operar eficientemente com dois aviões?
Quem tem 2,tem apenas um.

Luiz Antonio

E com esse “um” ainda vão fazer o que? Abastecer os caças que vão atacar o Equador? É brincadeira isso. Vamos lá: Adquiriram o GRIPEN (decisão acertada no meu entender) tendo como alguns dos argumentos os custos operacionais (o que acho correto) e a versatilidade do vetor para eventualmente pousar em qualquer estrada decente e operando através de desdobramentos, tudo isso apoiado por pelo menos 10 KC-390 distribuídos estrategicamente (também desdobrados). Tem mais; Concentrando tudo em Anápolis? Um ataque estratégico com misseis de cruzeiro de ultima geração, aniquilariam a base inteira e com tudo dentro, antes de perceberem de onde… Read more »

Cristiano de Aquino Campos

São aviões para transporte estratégico como vôos intercontinentais. Para vôos dentro do país e na America do Sul, vamos usar aviões de transporte tático, no caso 28 KC-390.

Elden

Show!!!!!!!!!!!
Ótima notícia!!!!!
Não seria o ideal pela quantidade, mas é o possível no momento.

Last edited 1 mês atrás by Elden
Jadson Cabral

Por hora é o ideal sim. Não muito o que se fazer com aeronaves tão grandes e tão caras. As únicas funções dessas aeronaves são reabastecimento de longo alcance (coisa que faremos com raridade, mas precisamos ter essa capacidade) e o transporte de centenas de pessoas por longas distâncias sem paradas (coisa que tbm faremos raramente, mas precisamos tbm ter essa capacidade).

Rinaldo Nery

Olha a bola de cristal…

Gabriel

Excelente!!

737-800RJ

Que coisa linda!

Douglas Rodrigues

Que maravilha!
Finalmente… Serão mesmo os A330 MRTT?

Tomcat4,2

Sim, ao que parece habemus MRTT !!!

Renato

Tomara!

Rinaldo Nery

Não. Compraremos aeronaves comerciais usadas, para uma conversão posterior.

Mk48

Ótimo.
.
Com essa pandemia tá sobrando avião por aí.

Wagner

Cel, bom dia. Perguntas:
1) A conversao se dará imediatamente após a aquisição?
2) Quanto tempo leva para converter duas aeronaves do porte de um A330 ou 767 ou 777 em um reabastecedor?

Jadson Cabral

Imediatamente não poderia ser. Se a FAB comprar aviões civis é pq não tem dinheiro pra comprar os MRTT usados que já estão no precinho. Logo, é óbvio que não teria dinheiro para conversão tão cedo

Rinaldo Nery

Desculpe, Wagner. Desconheço a resposta para ambas perguntas.

Jadson Cabral

Desculpe, coronel, mas duvido muito. A FAB sempre babou esses MRTT desde que o britânicos trouxeram um aqui e nos ofereceram. Desde então vêm fazendo de tudo para comprar-los e estão conversações e os aviões ainda estão disponíveis. Para agora compramos aeronaves civis para conversão posterior? Conversão essa que não é nada barata vai demorar muito pra FAB conseguir fazer. Não acha impossível, mas eu me impressionaria muito com isso.

Rinaldo Nery

Quando esse avião veio aqui? Pode duvidar à vontade.

Douglas Rodrigues

https://tecnodefesa.com.br/kc2-voyager-da-raf-no-brasil-substituto-para-o-boeing-767-do-corsario/
Esteve em Brasília a dois anos atrás…
Ia inclusive abastecer os F5, mas parece que esse voo não ocorreu.

Spitfire

Parabéns pelo esclarecimento… Acho que com isso não resta mais dúvidas que de fato a aeronave foi apresentada à fab

Rinaldo Nery

Obrigado.

Manuel Flávio Vieira

Não é isso que disse o despacho decisório..

Sergio Cintra

Em minha opinião, tem-se que olhar a nota nas entre linhas. Mencionado “Projeto KC-X3″ do Comando da Aeronáutica. Bem KC indica reabastecedor aéreo, beleza! Mas “celeridade” para “enfrentamento a emergência de saúde pública e para apoio humanitário” não caracteriza um reabastecedor e sim um transportador de imediato. Como é um Projeto, nada impede de adquirir-se uma aeronave civil, talvez um Combi, ou não, usa-la para as necessidades ditas emergenciais (celere) e que também são mais baratas e como parte do PROJETO, dar andamento futuro para conversão em, também, reabastecedor, assim como foram feitos com os 707 ex-Varig e para tal… Read more »

Jadson Cabral

Só que tem dois MRTT no precinho que já foram oferecidos para a gente e que a FAB está em tratativas há algum tempo. Me surpreenderia muito se não forem eles.

Rinaldo Nery

De novo: quando ocorreu essa tratativa?

EduardoSP

Como já postei, os aviões da RAF não são dela. São alugados de uma empresa chamada Airtanker, em um contrato de 27 anos. 4 deles estão inclusive disponíveis para aluguel de charter e só são utilizados pela RAF em caso de necessidade.
Dá uma lida aí: https://www.airtanker.co.uk/

Yuri Dogkove

sob a forma de aeronaves usadas”. KC-46 ou A330!

Barak MX para o Brasil

É o A330 MRTT usados da Inglaterra.

Eduardo

Quanto tempo de uso? Serão “reformados” para a entrega ou virão da forma como estão? E, ainda, estarão eles no “osso”, como os aviões da USAF?

Tutu

Se realmente forem os a330 MRTT da RAF eles voaram pouco, o mais velho se eu não me engano é de 2008.

Last edited 1 mês atrás by Tutu
Eduardo

Obrigado Tutu, não sei porque tantas negativações para perguntas de dúvidas que eu tinha.

Rinaldo Nery

Tem certeza? Quem te falou?

Tutu

Desconheço a existência de KC-46 usado.

Carlos Campos

Eu também nunca vi um usado

Spitfire

Boeing 767-300 ER eram uma das possibilidades no passado, mas ficou para trás… bola da vez é o A330 MRTT

Gabriel

Aguardando em 3…2…1

Críticas:

“Só duas?”
“Por que não compram mais KC-390?”
“Por que não serão novas?”
“Por que não comprar da Embraer?”
“Em momento de crise e pandemia, um absurdo”
“No mínimo será usado para transportar políticos”

Etc…rsrs

Barak MX para o Brasil

“Mas a gente tem KC-390, não precisamos disso”

Henrique

levando em consideração que o Brasil raramente atua fora do território nacional essa desculpa do KC390 é bem forte. Não é um argumento largado não. Da pra travar a compra com isso

Last edited 1 mês atrás by Henrique
Jadson Cabral

raramente atua, mas quanto precisa atuar fica de calças na mão, com a FAB praticamente passando vexame, como aconteceu com o brasileiros repatriados no ano passado. Um absurdo um país do tamanho do Brasil precisar mandar duas aeronaves de médio porte sair fazendo pinga pinga ao redor do mundo pra buscar 80 pessoas.
Uma o Brasil não ter uma aeronave capaz de levar mais de 30ton de cerga de uma só vez… e seria uma vergonha a FAB ter caças tão modernos mas sem capacidade de operá-los a longas distancias do território brasileiro pq não possuem abastecedor estratégico

Henrique

Concordo com a a colocação, mas tem que considerar que isso são exceções. Brasil não tem tradição de atuar fora do país e esse tipo de situação que você descreveu é rara… o MRTT vai atuar maior parte da vida dele dentro do Brasil e o KC pode resolver os memos problemas que ele… msm com pinga pinga . . Não sou contra a compra (por mim puxaria até um An-124 kkkk), mas tem que entender que não é um argumento banal de supertrunfo da internet pra tentar barrar a compra. É perfeitamente valido.. Até a Embraer pode larga essa… Read more »

Mayuan

Muitas armas e equipamentos são comprados para uso esporádico ou quase nenhum. É muito melhor ter e não precisar que precisar e não ter. Qual a frequência com que se disparam mísseis balísticos? Isso no entanto não impede que as principais potências tenham milhares. Isso só pra ficar em apenas um exemplo.

Henrique

Só que as principais potências militares tem motivos palpáveis pra usar uma defesa de ICBM… O problema não é comprar o MRTT (implicando que seja esse modelo). O problema é onde você vai usar esse negocio e o que ele vai fazer que o KC não consegue? se ele vai voar mais tempo fora do território nacional ai blz mas a historia do Brasil mostra o contrário. Serão dois ativos valiosos na FAB, mas que provavelmente vão passar maior parte da vida dentro do Brasil tirando trabalho do KC pq alguém vai ter que justificar a compra deles só pra… Read more »

Salim

Se tivesse alguém sério FAB alugava avião, sairia mais barato e rápido.

Rinaldo Nery

Não dá pra converter em REVO um avião alugado. E ninguém aluga MRTT.

AMSS
Flanker

KC-390 é uma aeronave tática…..A330 MRTT e KC-767 são aeronaves estratégicas…..uma não é excludente da outra.

Henrique

exclui se o se o MRTT não for usado no propósito que ele foi concebido.

se for voar só dentro do Brasil o KC resolve tudo que o MRRT faz e ainda mais

Spitfire

O A330 leva praticamente o dobro de carga (toneladas) comparado ao KC 390… são 2 viagens para o KC para 1 do A330… além disso a possibilidade de reabastecimento aéreo com possibilidade de atuação ampliada em comparação ao KC390… amplia a projeção de poder da FAB de forma significativa, além da questão de transporte de cargas e pessoal de longas distâncias, sem necessidade de escalas, representando maior economia operacional nestas operações. Tenho a impressão que essa aeronave poderá atender também a presidência da república em longas viagens internacionais…na verdade era uma gritante deficiência de nosso país que estará sendo solucionada… Read more »

Salim

Função básica deste tipo aviao e reabastecimento, teremos 28 kc390, com capacidade de reabastecer a futura frota de f39 por toda América do Sul. Para carga so se justifica se for fazer campanha fora Brasil, porém visto a baixíssima possibilidade de acontecer fica muito mais barato e prático contratar aviação civil. Precisamos de força de combate, ja tem transporte e reabastecedor em quantidade suficiente.

Spitfire

Ola amigo. O A330 é uma ampliação das capacidades do KC390…

Rinaldo Nery

Esse ¨baixíssima¨ é uma elucubração de vocês, a não ser que agora conseguem prever o futuro.

Wagner

Afirmar o contrário tambem exige bola de cristal.

Jadson Cabral

Mas ninguém está afirmando o contrário. Só é necessário estar preparado para o que possa vir a acontecer. Ou você nunca ouviu a velha máxima do “é melhor prevenir do que remediar”?
Nós também não podemos prever que vamos precisar de aeronaves modernas de caça e no entanto compramos Gripens. E se eu for estender esse seu argumento você já sabe onde vamos parar

Wagner

Respeito sua opinião, mas não penso que esse argumento seja tão válido quanto você acredita. E posso nao ter me feito muito claro! Deciões estratégicas (estamos falando de equipamentos estratégicos, correto?) deveriam ser tomadas sob planos de longo prazo muito bem delineados, o que sabe-se não é a regra brasileira. Portanto, a questão é essa: há planos definidos sobre a ampliação do aspecto de transporte estratégico da FAB? Quanto à aquisiçao dos Grippens, houve esse estudo, se fez clara a decisão. Acho que fui mais claro agora. Abco!

Last edited 29 dias atrás by Wagner
RENAN

Se tivesse comprado em 2019 teria muito trabalho
Ir a China buscar insumos( máscaras e respiradores), levar brasileiros de volta ao Brasil, levar oxigênio para o norte, buscar vacinas na China e índia.
Transportar milhares de doentes de regiões saturadas para regiões menos afetadas. Transporte de insumos para combater o apagão no norte
Etc

Wagner

É possivel comprar uma aeronave desse porte usada, fazer a revisao da mesma, pintura, adaptação e treinamento de pilotos e mecanicos, aquisição de peças de reposição, estruturação do parque de manutenção e todos os tramites de aeronavegabilidade em menos de um ano?

RENAN

Olha acredito que se você comprar em janeiro/ fevereiro de 2019 até janeiro / fevereiro de 2020 estaria operacional sim. A tempo para atender as demandas citadas. O problema é que nós só compramos alguma coisa depois que vemos que é muito necessário. Um país tem que ter a capacidade de chegar a qualquer outro sem escala isso é soberania. Vejo a mesma necessidade para helicópteros de grande porte a exemplo do mi 26, Chinook Um dia iremos precisar evacuar de helicóptero milhares de pessoas para salvar vidas. E não teremos meios eficiente para isto e perderemos milhares de vidas.… Read more »

Renato

Cel. Nery, pergunta sincera: Que missão no teatro Sulamericano ou até do atântico sul, nossos Gripen não fariam com revo do C390 (com tanques internos adicionais) mas fariam com um 330? Ainda considerando que teremos 28 C390.

Rinaldo Nery

Acho que o Adriano respondeu abaixo. Houve um estudo confeccionado por um ex cmt do 2°/2° GT demonstrando a diferença de capacidades REVO entre um avião do porte do KC-130/KC-390 e outro do porte do KC-46/A330 MRTT. É a quantidade de aeronaves que podem ser ¨revoadas¨.

Renato

Sim. Claro que 1x 330 vs 1×390 o 330 pode abastecer mais aeronaves. Mas um par de c390 com tanques adicionais é mais do suficiente para reabastecer 12 gripen com 3ton de combustível (teremos 28 c390 e 36 gripen). Com seis poderemos manter todos nossos gripen no ar. A missão não é cumprida da mesma maneira? Continuo sem entender para que a FAB precisa de um avião capaz de sozinho reabastecer 20 aeronaves? Ou transporte de carga pesada intercontinental? O revo não é uma missão que a FAB já contratou capacidade para cumprir de forma adequada? Não acha que esses… Read more »

Rinaldo Nery

Também é prioridade.

Adriano Madureira

Sério mesmo?! Quer comparar KC-390 com MRTT?!
comment image:large
comment image:large

Barak MX para o Brasil

Gente? vocês tem problema de interpretação de texto? Eu coloquei entre aspas por justamente ter pessoas que realmente acham que não precisamos de aeronaves de transporte estratégicas por causa do KC-390.

Tomcat4,2

Demorou 6 minutos !!!rs

Eduardo Ribeiro

“Por que não serão novas? Na própria decisão já fala. Serão usadas devido o menor custo de aquisição. Por que não comprar da Embraer?” A Embraer não fabrica aeronaves do mesmo porte ou superior ao A-330. No mínimo será usado para transportar políticos Um eventual uso para transporte de pessoas não seria o problema. Vide a logistica que foi trazer brasileiros da China no inicio da Pandemia. Uma aeronave dessa sozinha cumpriria o papel de duas aeronaves. No caso de políticos, se for mais eficiente que o uso dos A-320s que transportam o presidente para o exterior…não vejo problemas. Pelo… Read more »

Gabriel

Eduardo, minha postagem foi justamente porque sempre tem “críticos”, mesmo quando a informação é altamente positiva.

O “entre aspas” foram justamente as “reclamações” e “criticas” feitas quando o caso veio a tona, em outras oportunidades.

Eu particularmente acho fundamental a compra.

Roberto

Um A-319 que transporta o presidente.

Rawicz

O maior avião que a Embraer produz, excluindo o KC 390, é o E195 que nada mais é que o E190 estendido, sendo o E190, a FAB já tem duas unidades dele, nomeados VC2, estas inclusive utilizadas na missão de repatriação dos nacionais em território chinês. O A330, provavelmente a versão 200 que deve ser adquirida, leva mais que o triplo de carga 70 toneladas (KC399 leva 26 toneladas) ou até 406 passageieos com autonomia de 11 mil km bem acima dos 3,9 mil km com 106 passageiros dos E190 … Vale lembrar que o A330 é um avião para… Read more »

Wagner

O aluguel de um A330 de alguma cia aerea para o repatriamento de brasileiros sairia muito, muito mais barato.

Wagner

Ou de um 787 ou de um A350. Um monte deles disponivel no mundo todo.

Jadson Cabral

Isso, economiza dinheiro com equipamento pra sobrar mais pra jantares e bailes de gala para os oficiais superiores e políticos.

João Bosco

E ai vem o Sr. Paulo Guedes e ………joga água na fogueira!!!!!!

Barak MX para o Brasil

Ele já tinha feito isso, tinha barrado a compra.

sergio

Pois e ele já tinha barrado, se saiu agora então ta tudo certo.

Spitfire

lançado no diário oficial, edital assinado pelo ministro da defesa???? Não amigo… isso já está alinhado..

Danieljr

Não sei se é uma boa ideia neste momento, vai dar muita munição pra quem não gosta do assunto defesa “99.99% das pessoas” ficarem chorando na internet e tv por semanas a fio. Também não é legal enfiar este custo extra em um momento em que todas as contas estão apertadas. O motivo para a compra é puramente populista, já que até ocorrer a compra, treinamentos e efetivamente a aeronave começar a operar, a fase mais desgastante da pandemia já terá passado, com o transporte realizado pelas aeronaves já existentes e contratadas “frete”. Esse fato também mostra o que vem… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Danieljr
Jadson Cabral

Não existe momento mais oportuno. Agora a desculpa é que precisa de um avião com grande capacidade de carga para carregar insumos e doentes com mais efetividade. Se não fosse isso é que não dava pra justificar mesmo. Agora, talvez tenhamos perdido um pouco o timing pq a hora exata foi quando se falou pela primeira vez nisso, estava um caos e Manaus e a mídia não parava de falar que a FAB não tinha um cargueiro de grande capacidade

Danieljr

Concordo com você, todo dia é dia de comprar armas e munições, até de sábado e domingo.

Eu que sou um pouco avesso a essa politicagem que colocam em cima do assunto defesa. Precisa de pandemia pra comprar avião, submarino nuclear serve pra fazer estudo de corrente marítima entre outras bobagens que fazem circular por aí.
Prefiro o jogo aberto, precisa comprar porque tem uso, serve para destruir tal e tal coisa, mas sei que não cola com o público e a imprensa.

Rinaldo Nery

Daniel, não cola na comissão de orçamento e na STN. Assunto defesa, aqui, não dá voto.

Spitfire

Ótima notícia!!! Mas uma boa compra em vista vinda aparentemente do UK….tudo leva a crer que serão os A330 MRTT Royal Navy…. se for os A330 será show!!!.. decidiu-se aproveitar o valor das aeronaves ser extremamente atraente no momento… com isso nossa FAB voa ainda mais alto e se destaca como a mais bem armada de nossas forças com os Gripens, A330, KC390, A29s, AMX-M, F5M, etc….Parabéns a FAB!!!

Last edited 1 mês atrás by Spitfire
Eduardo

Estão tão baratos assim? Caso a resposta seja “sim”, o Brasil não teria concorrência para esta compra?

Spitfire

Valor mencionado seria da ordem de R$ 500 milhões por 2 aeronaves… não terá concorrência por se tratar de compra de oportunidade, trata-se de compra de aeronaves usadas!!!

Last edited 1 mês atrás by Spitfire
Eduardo

Então, minha dúvida era se outros países não poderiam se interessar pelas mesmas aeronaves usadas, visto que pelos comentários aqui no fórum, o preço de aquisição é interessante. E, quem vende qualquer coisa, as vende para quem melhor pagar.

Spitfire

Não funciona assim, quem melhor pagar!!!… a princípio nas negociações entre países, o país vendedor oferece, principalmente no segmento defesa, para países com maior aproximação/alinhamento… por exemplo, você não verá o UK fazer essa oferta aos Argentinos, devido ao histórico embargo existente perante aquele país devido ao conflito ocorrido entre estes países… O UK tem estreita relação comercial com o Brasil, principalmente no segmento defesa e na marinha, a exemplo de nossas fragatas atuais e mais recentemente o HMS Ocean – Atlântico na MB (excelente aquisição da MB via UK). Bem, não que a oferta não tenha sido realizada para… Read more »

Maxuel

Brasil sempre compra essas promoção para ingles. Ma no fim brasil vai comprando vetores que precisa, usados, mas vai operando. So falta a voltar ter mais investimento para compras de novos vetores. Poderia ser até os ingleses, ja que sempre estão dispostos de vender meios navais para nos. Brasil comprou quais avioes?

Spitfire

O Brasil vinha flertando com os 767-300ER no passado, chegou a escolher esse modelo em 2013 mas foi descontinuada a compra por falta de verbas… agora a proposta mais recente que estava na mesa era a oferta dos A330 MRTT da Royal Navy….essa é a bola da vez….eles foram ofertados pelo UK à FAB portanto essa negociação está mais adiantada, e portanto tudo indica que não terá concorrentes nem para compra nem para venda, devido as tratativas que já estavam em andamento…se não for o A330 MRTT será uma surpresa….

https://www.aeroin.net/apesar-da-primeira-recusa-fab-nao-desistiu-de-comprar-o-airbus-a330-e-vai-atras-de-recursos/

EduardoSP

Procurei alguma informação sobre a intenção da RAF em se desfazer de alguns “Voyager”, mas não achei nada.vc tem alguma fonte?
Me parece difícil serem aparelhos ingleses. A RAF alugou 14 “Voyager” por 27 anos da empresa Airtanker. Dos 14, 4 ficam disponíveis para serem alugados por civis para vôos charter, ou seja, a RAF nem tem a propriedade dos aviões.

Spitfire

Informação veio de correspondente de uma das maiores revistas da área de defesa via live ao vivo informando o ocorrido (e garantiu isso)!!! Vamos a história…Em 2019, um KC-2 da Royal Air Force foi apresentada à FAB e, posteriormente, apresentada ao Chile também, e depois seguiu para realização nos EUA de exercícios Red Flag. Consta que o A330 MRTT consta na RAF em 2 formas!!! Algumas unidades constam do inventário da RAF, e outras unidades fazem parte do inventário de um operador civil, e essas outras aeronaves são utilizadas em eventual necessidade de incremento operacional… Consta que em função dos… Read more »

EduardoSP

Você tem alguma referência desse interesse da RAF em site internacional? Sites e canais de youtube de defesa de brasileiros são cheios de opiniões, achismos e fofocas.
Esses da Trilogia são uma grande exceção.

Spitfire

Olá amigo… tem sites especializados de defesa que mencionam sim essa oferta feita no passado…e jornalistas especializados em defesa dizendo isso que os A330 estão na agulha… agora se isso vai realmente acontecer ai é outros quinhentos…tem vários links em meus comentários abaixo que dão acesso a alguns destes comentários…saiu agora no site infodefesa tb sobre isso e a oferta dos A330 MRTT… pesquise que encontrará amigo… agora para mim o que importa é que algum avião seja finalmente escolhido… não interessa qual… abraços

Rinaldo Nery

Desconheço essa oferta do UK pra FAB.

Spitfire

Informação veio de correspondente de uma das maiores revistas da área de defesa via live ao vivo informando o ocorrido (e garantiu isso)!!! Vamos a história…Em 2019, um KC-2 da Royal Air Force foi apresentada à FAB e, posteriormente, apresentada ao Chile também, e depois seguiu para realização nos EUA de exercícios Red Flag. Consta que o A330 MRTT consta na RAF em 2 formas!!! Algumas unidades constam do inventário da RAF, e outras unidades fazem parte do inventário de um operador civil, e essas outras aeronaves são utilizadas em eventual necessidade de incremento operacional… Consta que em função dos… Read more »

Rinaldo Nery

Tem foto, matéria, link dessa apresentação? Data, local?

Jadson Cabral

O F-39 apoiado por R-99, KC-390 e A330 MRTT dará a FAB uma capacidade formidável

Spitfire

Certamente amigo

Rommelqe

Caro Jadson: com os MRTT os Gripens oriundos da Suécia poderiam até fazer uma unica perna, sem escalas. Mas aí creio que o fator limitante são os pilotos. Escala na ilha de Assenção…. Como a distância entre países é da ordem de 10500 km, em super cruise seriam 8,5 horas de voo de Estocolmo a Brasilia ou por volta de 6 horas entre o sul da Suecia e Recife (quatro reabastecimentos)

Jadson Cabral

Sim, todavia eu acho que as aeronaves não podem voar em supercruise por tanto tempo, e mesmo que pudessem, seria um desgaste desnecessário.

Rinaldo Nery

Acaba o querosene e caem em pane seca.

Flanker

Supercruise por 8 horas e meia??????

Last edited 1 mês atrás by Flanker
Rinaldo Nery

E-99, não R-99.

Rinaldo Nery

De onde veio essa história de MRTT da Navy, RAF….? Quem falou?

Rosi

De onde vc tirou que nao serao MRTT e que serao aeronaves comercias usadas?
Nao esta no doc do MD

Last edited 1 mês atrás by Rosi
Rinaldo Nery

Porque eu perguntei e me disseram. Quem vai comprar é o COMGAP.

Alois

Talvez a resposta esteja na própria autorização de compra, onde deixa claro que é compra de urgência para enfrentamento da pandemia, comprar aviões civis para posterior conversão não se justificaria, além disso esta compra já deve ter um vendedor certo.

Rinaldo Nery

Não. Não tem vendedor certo. A versão civil está pronta para a missão de transporte (carga e/ou passageiros). A conversão posterior é para REVO.

Pecatoribus

Esta me parece a opção mais viável em função da verba aprovada. Imagino que o ideal seria buscar no mercado dois 767. Até porque operamos um até recentemente e certamente temos tripulação e equipes de apoio treinadas para esta aeronave. Outro que fosse o modelo exigiria tempo de treinamento e familiarização, o que não condiz com a urgência mencionada como uma das justificativas no despacho decisório.

Salim

Resposta curta e direta., ficou claro. Continuo na ideia de mais caças, e helis ataque, teremos 28 kc390 e somente 36 f39, náo da nem pra garantir nossa defesa.

Spitfire

Informação veio de correspondente de uma das maiores revistas da área de defesa via live ao vivo informando o ocorrido (e garantiu isso)!!! Vamos a história…Em 2019, um KC-2 da Royal Air Force foi apresentada à FAB e, posteriormente, apresentada ao Chile também, e depois seguiu para realização nos EUA de exercícios Red Flag. Consta que o A330 MRTT consta na RAF em 2 formas!!! Algumas unidades constam do inventário da RAF, e outras unidades fazem parte do inventário de um operador civil, e essas outras aeronaves são utilizadas em eventual necessidade de incremento operacional… Consta que em função dos… Read more »

Spitfire

Olá amigo… como respondí acima trata-se de informação cravada por especialista na área de defesa… Além disso, a informação de negociaçoes junto a RAF vinham borbulhando já algum tempo tb nos sites de defesa!!! Onde há fumaça á fogo!!! Mas se o amigo tem informações de dentro da própria força que desmentem isso, favor nos trazer mais detalhes para que possamos então tentar entender de onde virão essas aeronaves… grande abraço amigo

Last edited 30 dias atrás by Spitfire
Rinaldo Nery

Só quero dizer que nunca ouvi falar dessa apresentação. Tem data, local, fotos, matéria…?

Spitfire

Olá amigo. Veja no final da matéria

https://tecnodefesa.com.br/kc-x3-autorizada-a-compra/

Rinaldo Nery

¨Não se sabe ao certo o estágio das negociações para a compra dos dois exemplares do A330 para a FAB. Nem um cronograma e a origem dessas aeronaves.¨ Do próprio site. E que disse pra Tecnodefesa que serão oriundos da RAF?

Spitfire

Olá amigo…. o amigo havia perguntado a origem dessas informações sobre a possibilidade de venda dos A330 MRTT…essa possibilidade está mencionada em vários sites de defesa, como agora tb no site infodefesa… agora é certeza que a FAB comprará esses aviões? Só quem pode falar isso é quem de fato irá bater o martelo….mas são fontes que vivem do assunto defesa né? parece ser uma tendência defendida por estas ontes…Agora se o amigo tem outra informação, inclusive com fontes próximas ao tema, claro que deve ser respeitado e respeito… apenas fica claro que essa questão dos A330 MRTT não saiu… Read more »

Spitfire
Solskhaer

Pra ontem….

Tomcat4,2

Venham pra nós super máquinas aladas a dona rainha cuidou bem de vcs aí pra nós né????rs

Joao Moita Jr

Essa sim, ótima aquisição.

Jadson Cabral

Finalmente. Que sejam os MRTT e que venham logo. Mal posso esperar para ver nossos Gripens voando com todo esse apoio e capacidade que a FAB está construindo aos poucos. Essa aeronave dará a FAB uma capacidade estratégica incrível só vista nas forças aéreas de países de primeiro mundo e única na América Latina

Marcelo Mendonça

Pessoal, OFF topic mas nem tanto

https://forcaaerea.com.br/video-mostra-futuro-aviao-de-transporte-sul-coreano/

PA, abra uma aba para essa notícia, vai dar panos pra manga.
Abçs

Tomcat4,2

Bota pano nisso!!!hauhauhauhauhau

Pugnattor

mais um concorrente para o nosso Kc390…

marco antonio rocha gandolfi

Isso demonstra quanto foi acertado o projeto do KC390. Novos projetos no mundo copiando o nosso.

Rommelqe

Notar que o sistema de reabastecimento com lança tipo boom propicia reabastecer o F-35. Talvez seja esse o maior diferencial de mercado deste concorrente.

Flanker

Não sei como eles vão fazer para instalar ums lança flying boom bem no mesmo lical da porta/tampa traseira.

Salim

Tenho mesma posição, flying boom bem difícil para avião com rampa. Só USA e alguns paises usam flying boom por esta limitação. Avião exclusivo grande para reabastecimento fica bem pesado orçamento da maioria forças aéreas.

A6MZero

Talvez o ponto mais interessante do texto seja a citação que há previsão de mercado para 100 aeronaves desse tipo.
Ou seja vai ser um mercado difícil ainda mais com diversas opções disputando os clientes…

Nilo Rodarte

Lá no texto diz que o desenvolvimento do avião deve levar cerca de 12 anos. O que nos leva a duas conclusões: a primeira é de que pra quem critica o tempo de desenvolvimento do KC, taí um outro projeto semelhante com tempo de desenvolvimento semelhante. E outra que, daqui 12 anos, quando esse cargueiro deles estiver iniciando as operações, o KC já vai estar bem mais maduro no mercado.

Salim

Coréia abriu negociações, ou Lockheed Martin, já parceira tradicional Coréia, ou ate licença producão Embraer.

Carlos Campos

Com isso teremos um upgrade gigante na capacidade defensiva e de ataque, se a MB comprar caças que possam ser reabastecidos por ele, poderemos atuar por horas no atlântico, ou levar soldados para zonas distantes ou suprimentos. poderemos socorrer brasileiros no exterior, também ajuda humanitária a países que sofreram desastres naturais

Jadson Cabral

Ok, ministério da defesa autoriza. Boa notícia, mas eu ficaria mais tranquilo se fosse “ministério da economia autoriza”, a menos que a Defesa vá usar recursos próprios

Leandro Costa

É um documento que não especifica nem o montante autorizado à ser gasto na aquisição das aeronaves. Quem sonha com MRTT usado da RAF pode ficar surpreso se vier um simples A330 estilo ‘kombi.’

E sinceramente não há urgência nesse tipo de aeronave, o que na minha opinião é um gasto totalmente desnecessário no momento, vista que existem outras prioridades.

Marcelo Andrade

Leandro, servirá até para transporte presidencial de longo alcance e de tropas , já que o Brasil participa de missões de paz. O 2/2 GT da FAB agradece!! Temos que ter uma certa capacidade de voos de longo alcance, esse ano e ano passado fizeram falta!!

Leandro Costa

Fizeram sim, mas não tínhamos então tivemos que resolver de outra forma. A única coisa que essa aeronave poderia ser capaz de fazer que uma aeronave civil alugada no mercado para quaisquer necessidades que possamos ter com transporte de tropas e material, seria se ela tivesse capacidade de reabastecimento em vôo, e não há qualquer previsão de que possamos vir à precisar de tanto alcance assim, ou mesmo de transportar tanta gente assim à grandes distâncias. No momento, acredito que o foco deveria ser outro, apesar de saber que essas aeronaves, mesmo sendo adquiridas usadas de companhias aéreas, ainda terão… Read more »

Maxuel

Agora a aeronova esta barata de ser comprada, maioria esta no chão. Para de ser do contra. Desconto não se tem todo dia.

Leandro Costa

Ter opinião crítica é ser do contra agora? Volta o relógio no dedo e vai para a URSS que é o teu lugar. A maioria das aeronaves que podem fazer carga ou que já estejam convertidas para carga, estão voando como nunca. Então o desconto é pegar uma aeronave de passageiros bem voada e converter para carga e passageiros. Na ponta do lápis pode ser uma boa, mas não muda na minha opinião pessoal não é o melhor momento. Mais importante que o preço em si é o momento político do país que dá uma maior permissividade para a compra… Read more »

Marcelo Andrade

Ótima notícia!!Quando a FAB quer ela consegue!!!!

FERNANDO

Parabéns a FAB e ao Governo como um todo.
Finalmente!!
Embora eu acha 2 unidades pouco.
5 a 10 seria um número bem interessante.
Mesmo porque, nunca sabemos o dia de amanhã!
Parabéns pelo trabalho!!

Gabriel

Usando um pouco mais de tempo para escrever, tentado ser mais claro e objetivo. Na minha visão, se confirmada, será uma excelente aquisição, pelos motivos já exaustivamente explicados por outros entusiastas. Realmente fico surpreso (para não dizer chateado), que mesmo quando a informação é altamente positiva, existem aqueles que preferem fazer uma critica ou achar motivo para criticar. Na minha visão, é quase óbvio que uma Força Aérea de um pais continental e importante no contexto global (apesar de as vezes fazer força ao contrário, o Brasil é um desses países) precisa de uma aeronave com alcance “global”. Por fim,… Read more »

Rommelqe

Caro Gabriel, ainda reforçaria o seu ótimo comentário: tais aeronaves, ao meu ver, preencherão mesmo uma necessidade reprida que é constituida pelo transporte de civis e militares na pandemia e catastrofes. Veja como foi sofrido transportar pacientes com COVID nas transferencias de Manaus para outras cidades, assim como buscar vacinas do outro lado do planeta. Claro que alugar aeronaves civis é uma alternativa, mas também muito cara. Somando-se, logicamente, as necessidades de cunho militar entendo que é uma ótima aquisição para a FAB.

Bardini

Antes tarde do que nunca.
.
Depois do erro primário do Bermudez, que não renovou o contrato do 767 antes da pandemia estourar, só ficou ainda mais explícito a falta que uma aeronave estratégica deste tipo faz a FAB.
.
E o KC-390 ou um cargueiro maior, não cumprem a mesma função, principalmente no tocante ao transporte de pessoal.
.
Enfim, se for A330 MRTT, é show. Coisa de patrão. Sonho de consumo.
Mas não é barato comprar e em tempos de vacas magras, tem que ver o que realmente importa: quanto é que vai ficar essa brincadeira?

Maurício.

O que é 500 milhões perto dos 3 bilhões do “tratoraço”, é o que eu sempre digo, dinheiro tem, basta investir onde é necessário.
Só esperando alguém se “morder” e começar o mimimi…

JT8D

Não, ninguém mordeu a sua isca

Maurício.

JT8D, engano seu, 19 passadores de pano se “morderam”, mas diante dos fatos, não tiveram como argumentar contra, e eu entendo, é difícil confrontar a realidade.

Adriano Madureira

Tratoraço para os vassalos do honesto Rei…

Salim

Precisamos de aviões combate e patrulha, bem como helicópteros ataque. Mais aviao transporte pra que agora, falta de prioridade. Vai abastecer o que, já está chegando 28 kc390. É so alugar aviao civil para transporte, reabastecimento os 28 kc390 atende revo por toda América do Sul e a quantidade de caças não da nem pra defender nosso espaço aereo.

Canarinho

Finalmente alguem sensato

Renato

Concordo plenamente. A FAB tem como missão primária a atividade militar de defesa do estado Brasileiro. Não vejo missão militar, em um cenário verossímil, no teatro de operações Latino Americano, que a frota de KC 390 não possa atender. No caso do reabastecimento, precisamos de um avião de reabastecimento de longo curso para que missão militar? Atacar a terra do fogo? A África? Europa? Quanto a transporte de tropas, estamos falando de 2 aviões! que capacidade estratégica 2 aviões proporcionam em nosso cenário? Transportar 500 soldados de uma vez, isso se os dois aviões estiverem operacionais ao mesmo tempo, é… Read more »

Salim

Teremos 36 gripen, 70% operacional e resto treinamento/manutenção. Vão ficar 25 pra garantir Brasil inteiro, e muito pouco. Sera um absurdo mais reabastecedor do que caças.

OSEIAS

Agora vai!

Agora vai?

bravomike

Muito bom, agora penso q vai ser B767-300ER estilo cargueiro puro, se precisar ir na Ásia encher de ensumo de vacina faz direto. Detalhe, a FAB ja tem tripulação pronta para o modelo e com o tempo coloca um kit conversão com modulos compativeis com kc390. Mais barato e pratico.
Gosto muito do A330, mas custos e compatibilidade e um grande risco.

Ricardo Rosa Firmino

Se não me falhe a memória, quando o Brasil atuava no Haiti, muitos dos soldados foram levados e trazidos pelos “Sucatões “.. KC 137 /B707.. Acho essa compra muito válida sim…

Foxtrot

Pelo amor de deus! E muita falta de bom senso. Deveriam e pegar essa grana e terminar armamentos nacionais, novo caça bombardeiro nacional, mais unidades do Gripen, mais helicópteros para força etc (tudo isso é um ou outro. Antes que algum gênio venha dizer que o dinheiro não dará para tudo). Já escrevi e repito, para abastecimento em voo teremos os KC-390 e para transporte estratégico, quando precisarmos (ou se um dia precisaremos) podemos fretar de empresas aéreas nacionais como fizeram os americanos na guerra do golfo. Acho que os políticos se cansaram dia jatinhos e agora irão voar em… Read more »

Leandro Costa

Fox, estamos nadando contra a maré. Se houver anúncio de compra de Paulistinhas o pessoal fica feliz.

Eu tenho certeza que uma aeronave como A330 é B.767 são importantes e muito necessárias, mas temos prioridades bem mais importantes no momento para jogar dinheiro, ao passo que conseguimos nos virar bem sem uma aeronave de grande porte dessas por um bom tempo ainda.

Foxtrot

Boa m senso é outra coisa caro Leandro.
E te parabenizo por tê-lo.
Pena que está em falta em nossos militares e políticos.

Foxtrot

Vamos fazer uma conta simples.
Serão 28 KC-390, cada aeronave abastece 2 caças, sendo assim serão ,56 caças abastecidos.
Lógico que a FAB não colocará todos os caças no ar ao mesmo tempo.
E na melhor das hipóteses receberemos 36 Gripens, ou seja teremos mais reabastecedores do que caças.
Quanto ao transporte estratégico, iremos transportar nossas tropas estrategicamente para onde ?
Para qual conflito que estamos travando ?
Para qual missão de paz que necessite de grande número de tropa em tão pouco tempo ?
Mais um grande show de luzes frito por nossos militares para iludir a bobalhada.

Marcos Cooper

Transporte estratégico????
A-330????

Adriano Madureira

Bem,ao menos uma notícia boa…

Welington S.

Pra quem disse que não ia sair, pronto, tá aí.

Excelente notícia!

O atual comandante da Aeronáutica, antes de ter se tornado, ele havia dito em seu Twitter, que a FAB buscaria por esses aviões.

Achei até que seria demorado, mas, pra nossa surpresa, o que foi muito boa, saiu muito rápido. Devido a situação da pandemia, pensei que veríamos falar deste avião lá pra 2022, 2023.

Salim

Saiu papel, ate acontecer demora. A Marinha ta esperando ate agora batimento quilhas Tamandaré. Tem papel de cascavel, mbt, sistema defesa antiaérea e mais alguns. Só acredito quando entregarem, 2021 ta no meio e nada ainda dos gripen. Desculpem to antigo nesta toada e sempre seremos pais futuro. Espero estar errado. Ate Hamas em quatro anos ta lançando míssil com alcance 210 km.

Gabriel BR

Boas noticias.

Mathias

É só economizar no leite condensado dos milico que paga o avião à vista. A propósito, a cervejinha, whisk, champagne e vinho foram cortados, agora cada militar paga o seu consumo nas festinhas.

Last edited 1 mês atrás by Mathias
Foxtrot

Transporte estratégico de uma certa família!

Douglas Melo

Cada macaco no seu galho , se no passado operamos 4 Boeings 707 , pq não podemos operar 2 revo transporte estratégico ? Parabéns a FAB , ela precisa desses aviões para ontem , além disso , com a compra desses aviões , diminui os ciclos das outras por levar mais carga !

Kornet

Deveriam pegar o embalo e vender o Aero51 perna curta diminuir pela metade o GTE,é FAB e não TAB políticos devem voar em aeronaves comerciais,exceto a serviço público.

Ricardo Neto

Para mim é triste ver uma Força Aérea ter de justificar a aquisição de aeronaves de reabastecimento e transporte aéreo, usando a desculpa da pandemia e do apoio humanitário, vejo sempre isto em nossas aquisições militares, parece que precisam de uma desculpa civil para a aquisição de meios militares. Com o Atlântico foi a mesma coisa, “ser usado em missões humanitárias”. Deveria falar que é para a missão de transporte militar estratégico, reabastecimento aéreo de longa distância,listar as missões militares e incluir o apoio a sociedade civil em missões ao qual o vetor seja apropriado. Parem de pedir desculpas por… Read more »

Rinaldo Nery

Ricardo, não é questão de desculpas. É questão de convencimento. Defesa não dá voto pro paisanal do Congresso.

Salim

Caro Rinaldo orçamento defesa Brasil entre os dez maiores mundo, usd 25 bi na media, náo tem negação Congresso pra Defesa, sempre deram dinheiro, FAB 75 mil homens, forca Israel 25 mil, Gastão em torno de USS 20 bi ano com a ajuda. Olha os equipamentos quantidade e qualidade, horas voadas e em combate e munição gasta. Sou contra reduzir orçamento , mais e bem difícil defender forcas armadas aqui.

Sebastião Moraes Junior

Imagine que está falando da força mais estruturada, parte do efetivo ainda atende atividades civis diretamente (controle de trafego aéreo). Compare as outras forças, Marinha e Exercito.

DanielJr

É o que eu já disse aqui e mais outras vezes em outras oportunidades nos sites da trilogia. É um medo que o pessoal tem de falar qual a finalidade primária de um blindado ou míssil de cruzeiro, nem os militares mais falam. Para nós, o submarino nuclear serve para pesquisa de corrente marítima, mas para os outros servem para afundar navios inimigos, impor a vontade do país proprietário do sub em outros lugares do mundo, jogar bombas nucleares por aí. Não acontece nada, todo mundo concorda numa boa.

Leandro Costa

As FFAA usam o argumento que convence os políticos altamente iluminados e solícitos e nada egoístas desta nação. O discurso é o de menos quando se lida com essa galera do Planalto. Tem é que negociar com uma mão na mesa é outra protegendo a carteira.

Marcelo Mendonça

Boa noite, realmente tudo parece caminhar para a aquisição do MRTT da RAF, porém, conhecendo os contatos e conhecimento do Cel Nery, que é mais bem informado do que 99% dos que postam aqui, sugeriria aos senhores prestarem mais atenção, e menos críticas, aos seus comentários, pois se voltarmos no tempo, verão que já foi ventilado a opção de aeronaves usadas, como os B767 que seriem convertidos para REVO pelos israelenses. O texto fala em aeronaves usadas, o que abre o leque para A330 e B767 civis para serem convertidos para REVO, por exemplo, não em aeronaves “militares” usadas, que… Read more »

Rinaldo Nery

Marcelo, muito obrigado. Coincidentemente, sobre esse caso da aquisição dos A330, perguntei sobre pra algumas pessoas há alguns dias atrás. Também não compreendi de onde tiraram a ¨verdade¨ da aquisição de MRTT usado do Reino Unido.
E, meu filho havia sido indicado para compor o grupo inicial de 6 pilotos,

Spitfire

vejamos os próximos capítulos

Last edited 30 dias atrás by Spitfire
Spitfire

Olá amigo….uma das principais revistas sobre defesa nacional, em sua edição 163 traz uma extensa matéria sobre o A330 MRTT que a Royal Air Force (ou Consórcio “Air Tanker”) está disponibilizando para venda, e que é um dos candidatos ao programa da FAB…

Leandro Costa

Se me oferecem uma Ferrari até com bom preço não significa que eu vou comprar…

Rinaldo Nery

Qual revista?

Spitfire

Olá amigo…tecnologia & defesa…. veja no site deles….

Rinaldo Nery

Já vi. Não dizem a fonte. Elucubração também.

Jefferson

Aeronave estratégica kkkkkk esse Brasil, cada fuleragem.
Com orçamento de 120 Bi esse avião é cócegas.

Marcelo Mendonça

Cel Nery, já há definição do tipo de aeronave, da procedência e quem vai fazer a conversão para REVO?

Rogerio

No começo do ano, quando veio os primeiros informes, os 4 A330-200F da Qatar Cargo tavam a venda, mas hoje já tão vendidos, mas eram muito novos (2015-2016) portanto na faixa de 120 milhões de dólares cada … e o orçamento inicial seriam (500 milhões de Reais … cerca de 90 milhões de dólares) … um A330 (passageiro) com 20 anos, estaria na faixa de 30-35 milhões de dólares cada, dependendo do estado … portanto com 90 milhões, seriam no máximo 2 unidades fabricadas em 2005, sem conversão

Rinaldo Nery

Problema pro COMGAP resolver. Deve cair no colo das CABW (Comissão Aeronáutica Brasileira em Washington) ou CABE (Comissão Aeronáutica Brasileira na Europa).

Rogerio

E fazer um acordo com a Azul, que eh a única que usa A330-200 no Brasil para dar horas. Ainda deve ter um ou dois voando além dos dois ou três -900.
com relação a manutenção pesada, a Azul tava fazendo no México … não sei se a TAM continua com a capacidade de dar manutenção.

Rinaldo Nery

O treinamento na Azul já está alinhavado. Mas, todo órgão público tem que seguir a lei 8.666 para contratar.

Rinaldo Nery

Provavelmente (quase certo) que será o A330. As demais questões ainda não estão definidas.

Marcelo Mendonça

Obrigado.

Rogerio

Os pods de REVO do MRTT e do KC-390 são do mesmo fabricante … Cobham 905 no MRTT e Cobham 912 no KC-390, pelas especificações há diferenças pequenas na vazão máxima de combustível.
não sei se a própria Embraer teria capacidade de “colocar” até mesmo o 912 e qualifica-lo … o problema seria criar o ponto molhado para ele com as “obras” na asa e qualifica-lo

Gilson

Eu sinceramente fico em dúvida sobre os laiks, nos comentários. Os laiks positivos, muitas das vezes são dados por um comentário que só fala uma frase: ex ( que avião bonito ) aí uma frase dessa leva mais de 40 laiks, e os laiks, negativos são muitas das vezes dados por um comentário médio mas porém fundamentado. Fico em dúvida si realmente quem dá muitos laiks, positivo ou negativo, se realmente tem alguma noção de defesa. Já vi aqui comentários muitos bons e fundamentado com enes laiks, negativos, e comentários que avião lindo, aí o cara ganha enes laiks positivo.… Read more »

Wagner Figueiredo