sexta-feira, abril 16, 2021

Gripen para o Brasil

FAB ultrapassa mil horas de voo em missões de apoio à região Norte

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Aeronaves como KC-390 Millennium, C-130 Hércules, C-105 Amazonas, C-99 e outras estão envolvidas no transporte de insumos, equipamentos e pacientes

A Força Aérea Brasileira (FAB), que atua desde o dia 8 de janeiro no transporte de pacientes, bem como de tanques de oxigênio líquido, cilindros de oxigênio e equipamentos para o combate ao novo Coronavírus na região Norte, somou, nesta segunda-feira (01), 1067 horas voadas em proveito da Operação COVID-19, atendendo às demandas do Norte do País.

O emprego das aeronaves tem a missão de salvar vidas por meio, dentre outras ações, da distribuição de insumos para o sistema de saúde, reduzindo, assim, os impactos da pandemia.

Diversas aeronaves da FAB são empregadas nas missões, como o KC-390 Millennium, C-130 Hércules, C-105 Amazonas, C-99 e outras. Nesta segunda-feira (01), um KC-390 decolou da Ala 9, em Belém (PA), às 16h15 (horário de Brasília), para a Ala 8, em Manaus (AM), transportando um isocontainer, contendo 6.047m³ de oxigênio líquido, pesando aproximadamente 17 toneladas.

No domingo (31), um C-130 decolou da Ala 1, em Brasília (DF), com nove tanques de oxigênio líquido para Manaus (AM). No sábado (30), um C-99 decolou às 21h21 da Ala 8, em Manaus (AM), transportando 11 pacientes com destino à Base Aérea de Florianópolis (BAFL), onde pousou às 2h41 deste domingo (31). Outra missão, foi de um KC-390 Millennium, que carregou em Brasília oito tanques de oxigênio, pesando 12.785 quilos de carga, com destino à Manaus.

Para o Comandante do 1º Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT) – Esquadrão Zeus, Tenente-Coronel Aviador Luiz Fernando Rezende Ferraz, atuar na Operação COVID-19, que ultrapassa a marca de 1.000 horas de voo somente prestando apoio para a região Norte do Brasil, nesse mês de janeiro, torna-se motivo de satisfação pela oportunidade de ajudar a população brasileira. “Sabemos que nosso trabalho tem sido de vital importância para a sociedade. Cada pouso e decolagem tem sido motivo de orgulho, pois estamos cumprindo uma missão real. Poder ajudar ao próximo é sempre uma tarefa muito gratificante”, destaca.

No período em que os esforços da Força Aérea concentram-se para auxiliar a região Norte, foram realizados mais de 100 voos e, ainda, transportadas cerca de 1100 toneladas de carga.

Essa ação já removeu, do Amazonas (AM), de Rondônia (RO) e de Roraima (RR), 457 pacientes para as cidades de Teresina (PI), São Luís (MA), João Pessoa (PB), Natal (RN), Goiânia (GO), Brasília (DF), Belém (PA), Vitória (ES), Maceió (AL), Recife (PE), Uberaba (MG), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), São Paulo (SP), Palmas (TO) e Florianópolis (SC).

Operação COVID-19

Por meio do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), a FAB cumpre as missões que têm como objetivo minimizar os impactos do novo Coronavírus no sistema de saúde de alguns estados do Norte do País. O Transporte Aéreo Logístico da FAB integra as ações da Operação COVID-19, acionada pelo Ministério da Defesa, em uma cooperação com o Ministério da Saúde.

O Comando da Aeronáutica está dedicando permanentemente o esforço do seu efetivo e de suas aeronaves, 24 horas por dia e sete dias por semana, em atendimento às necessidades da sociedade brasileira no enfrentamento à pandemia da COVID-19.

Acompanhe a página especial sobre a atuação da FAB na Operação COVID-19.

Confira mais fotos da Operação COVID-19 no Flickr oficial da FAB.

FONTE: Força Aérea Brasileira

- Advertisement -

12 Comments

Subscribe
Notify of
guest
12 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
JuggerBR

Espero que estas despesas estejam sendo direcionadas ao Ministério da Saúde e ao orçamento de guerra, pra não limitar ainda mais os recursos da FAA. No mais, é assim que se mostra a necessidade e a capacidade de forças armadas bem equipadas e preparadas pra qualquer desafio.

Barak MX para o Brasil

O tanque da primeira imagem passou raspando no KC

carvalho2008

impressiona o tamanho do tanque entrando no KC-390!!!!

Rafael M. F.

É, o KC (and Sunshine Band) já entrou jogando no ataque.

Fabio Araujo

E como sempre as forças armadas sempre disponível e dando o seu melhor nos momentos de dificuldades!

Heinz Guderian

Como sempre, quando o caldo engrossa chamam as FA. Excelente trabalho da FAB, o exército também está ajudando na vacinação de indígenas em especial na região amazônica, áreas de difícil acesso. E a Marinha também está transportando oxigênio nas suas embarcações.

José de Souza

Negativo, está somente realizando sua missão de apoio em casos de emergências, é para isso que servem seus equipamentos, Herr Guderian, não para brincar de guerra nem super-trunfo com os coleguinhas. FFAA à serviço do povo brasileiro.

Parabéns à FAB e as FFAA, honrando a bandeira do Brasil em seus braços.

Doug385

Até onde sei – e nisso posso estar enganado – equipamento de guerra serve pra guerra. Serviços de assistência e socorro deveriam ser prestados por outros órgãos estaduais e até federais, como uma Defesa Civil nacional, por exemplo.
Apesar de ACISO e GLO também serem atividades das FFAA, não são sua atividade fim. Quando uma aeronave dessas – cheia de equipamentos de missão de ponta, equipamentos de guerra eletrônica, RWR, etc – decola para entregar cilindros de oxigênio e equipamento de saúde, isso é algo que está custando muito caro para os nossos bolsos.

João Adaime

Caro Doug385
Quem não tem cão caça com gato.
Numa situação emergencial, qualquer recurso serve.
Quanto a termos uma defesa civil aparelhada, precisamos cobrar isso dos nossos deputados, senadores e governadores. Muitos nem lembram mais em quem votaram para estes cargos legislativos.
Mas será que suas excelências os deputados e senadores abririam mão de seus 70 assessores cada um em favor da defesa civil (e do povo)?
A propósito, o Senado anunciou um novo concurso. São 40 vagas com salários de até 35 mil mais benefícios.
Abraço

guest

Não tivesse optado o capitão reformado que ocupa a presidência por ignorar a pandemia, a sobrecarga do sistema de saúde das cidades do norte do país poderia ter sido evitada com medidas de distanciamento social coercitivas e centralizadas.

Sergio Cintra

O “problema” está na conscientização da população. A maior parte da população, e digo mundial, não colabora. Posso ser um ALIADO, mas não um ALIENADO. O peso de um Presidente em exemplificar não deixa de existir, mas quando o STF tirou o “poder” relegando a estados e município, vimos crescer uma infinidade de ditadores, maus gestores e os “corruptos” vorazes de sempre e aí devemos apontar o dedo TAMBÉM.

Rodrigo Maçolla

Parabéns a FAB !! muito importante estas missões e também muito importante ainda é a divulgação para a o publico geral e leigo e também para os nossos “maravilhosos políticos” de todo esse trabalho de transporte que esta sendo feito, Assim se vê a real importância de ter meios capazes e modernos pronto a ser utilizados quando necessário.

Combates Aéreos

Vitórias aéreas de Israel na Guerra de 1967

  Data Unidade Aeronave Piloto Arma Vítima País 7Apr67 117 Sqn Mirage IIICJ A.Lanir 30mm MiG-21F-13 1Sqn/SyAAF 7Apr67 101 Sqn Mirage IIICJ A.Slapak 30mm MiG-21F-13 1Sqn/SyAAF 7Apr67 101 Sqn Mirage IIICJ B.Romah 30mm MiG-21F-13 1Sqn/SyAAF 7Apr67 101 Sqn Mirage IIICJ 52 Y.Spector 30mm MiG-21F-13 1Sqn/SyAF 7Apr67 117 Sqn Mirage IIICJ E.Dotan 30mm MiG-21F-13 1Sqn/SyAAF 7Apr67 119 sqn Mirage IIICJ R. Ronen 30mm MiG-21 SyAF 7Apr67 101 sqn Mirage IIICJ 52 Y.Spector 30mm MiG-21F-13 1Sqn/SyAAF 5Jun67 105 sqn SMB.2 S.Armon 30mm IL-14 EAF* 5Jun67 105...
- Advertisement -
- Advertisement -