Home Força Aérea Brasileira VÍDEO: Colaboração Real 3 – Ep.9: Soluções inteligentes de manutenção do Gripen

VÍDEO: Colaboração Real 3 – Ep.9: Soluções inteligentes de manutenção do Gripen

2641
27

O Gripen foi projetado para ter uma manutenção eficiente e rápida, garantindo que a aeronave tenha mais tempo disponível para as operações da Força Aérea Brasileira. Confira o episódio 9 da websérie!

Subscribe
Notify of
guest
27 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz
Clésio Luiz
1 mês atrás

O navio trazendo o primeiro protótipo ainda não apareceu próximo ao litoral do Brasil. O último contato foi em 29/08. Não sei se isso é coisa do site rastreador, para vender o serviço de rastreamento deles, ou se realmente é algo pra ficar preocupado.

https://www.marinetraffic.com/en/ais/home/shipid:361922/zoom:10

A C
A C
Reply to  Clésio Luiz
1 mês atrás

Sem entrar em detalhes mas imagine a seguinte situacao: um vaso cargueiro com uma carga sensivel recebendo uma subita e consideravel atencao com centenas (se nao milhares) pedidos de acompanhamento. Se a Cia responsavel pelo transporte e seguradora forem competentes, elimina-se a “visibilidade” ateh quando for conveniente,

Juliano Lisboa
Juliano Lisboa
Reply to  Clésio Luiz
1 mês atrás

Já recebi fotos de outro aplicativo, o navio já está praticamente no nordeste.

Daniel
Daniel
Reply to  Juliano Lisboa
1 mês atrás

“Já está” no nordeste?
Se a previsão de chegada é 20/9, ele deveria estar saindo do nordeste (costa sul da Bahia), levando em conta a velocidade de 13 nós.

BlitsDroots
BlitsDroots
Reply to  Clésio Luiz
1 mês atrás

Já esta na altura do RJ…

Denis
Denis
Reply to  Clésio Luiz
1 mês atrás

– A gente já chegou?
-Não, Burro! É um reino Tão, Tão Distante!!!

Juvenal
Juvenal
1 mês atrás

Estive na Ala 2 e a base está passando por grandes reformas. Construção do novo prédio do GDA e reforma dos hangares. Se o pessoal quiser eu mando as fotos.

Juliano Lisboa
Juliano Lisboa
Reply to  Juvenal
1 mês atrás

Vc é daqui de Anápolis Juvenal?

Cristian
Cristian
Reply to  Juvenal
1 mês atrás

Pode mandar aqui mesmo !

Camargoer
Camargoer
Reply to  Juvenal
1 mês atrás

Olá Juvenal. Seria muito legal colocar estas fotos aqui no Aéreo.

Rodrigo M
Rodrigo M
Reply to  Juvenal
1 mês atrás

Também estou no aguardo das fotos, se possível.

Teropode
1 mês atrás

Nisto os suecos são imbatíveis ( otimização de recursos).

JSilva
JSilva
1 mês atrás

Se essa capacidade de manutenção rápida e preventiva for comprovada na prática será um grade aliado na vontade da FAB em brigar pelo segundo lote. Isso aí, pra nossa realidade, cai como uma luva… Segundo comentários antigos, o ponto fraco dos Mirage III/2000 era essa parte logística.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
1 mês atrás

Se os carros mais modernos hoje em dia fazem todo o diagnóstico e basta conectar um computador para ter todas as informações desse diagnóstico, imagina um caça como esse, e isso facilita a manutenção.

JSilva
JSilva
1 mês atrás

Ao ver no vídeo jovens oficiais, como a Cap. Larissa Barros, fico imaginando como seria bom para nossas três Forças ter um Quadro de Temporários robusto, com muitas vagas (30 a 50% do quadro total), capazes de atrair jovens recém formados que vissem nas Forças Armadas a oportunidade de agregarem ao seus currículos um período 5 anos de experiência, tendo acesso a tecnologias de ponta, projetos, trabalho em grupo, subordinação e liderança… Essa rotatividade permitiria alcançarmos em alguns anos uma grande quantidade de brasileiros com passagem pelas Forças Armadas, com uma formação prática mais rica, e gerando benefícios diretos para… Read more »

Jefferson
Jefferson
Reply to  JSilva
1 mês atrás

Isso nunca vai acontecer. Existe um lobby gigante dos militares, interesse em manter o “status quo”…além disso, tal mudança iria contra a questão da idade onde andamos na contramão, basta ver ano passado que alguns quadros tiveram a idade de ingresso reduzida, especialmente de nível superior. A idade de ingresso na aman continua sendo 23 acho, isso é um absurdo (terá nos seus quadros pessoas sem vivência alguma de vida, que sequer trabalharam em outro local na vida…acho isso muito pobre, falta de diversidade nos quadros). Essa sua ideia de mudança seria muito boa, flexihioizacao de ingresso etc…o problema que… Read more »

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  Jefferson
1 mês atrás

Amigo, não sei de onde você tirou esse raciocínio torto. O projeto de reestruturação da FAB prevê justamente o CONTRÁRIO do que você afirma. A idéia é atingir 30% do efetivo com temporários. Está no site da FAB. Vai lá e lê! A Larissa é engenheira, formada pelo ITA. Não é temporária. Vai até Major Brigadeiro. No caso da AMAN, a AMAN forma os oficiais COMBATENTES da ativa do EB. O Aspirante se forma aos 23 anos, na média (me formei com 22 na AFA). Um oficial combatente, de tropa terrestre, tem que possuir HIGIDEZ. Ou você quer um tenente… Read more »

Kemen
Kemen
Reply to  Jefferson
1 mês atrás

Vc escreve sobre lobby, “status quo” e diz que 23 anos para ingresso na AMAN não aporta experiência. Acho que dar oportunidade a mentes mais jovens favoreceria a diminuição do seu alegado lobby e “status Quo”.____ Todo o aumento ou reajuste de salario nas F.A.´s precisa de autorização do presidente, se ele aprovou já era.____ Eu acho realmente que as F.A.s poderiam ter uma reforma extrutural visando maior agilidade, um caminho futuro para se profisionalizar, com racionalização de efetivos, ou seja, oficiais, engenheiros, especialistas, técnicos, etc, profisionalizados, contingente humano normal contratado recebendo salario correspondente e jovens na idade militar mantidos… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Kemen
Curiango
Curiango
Reply to  JSilva
1 mês atrás

Otima ideia! Congrciatas👆🏼👆🏼

marcos
marcos
Reply to  JSilva
1 mês atrás

A profissão militar tem formação muito específica. Vc não contrata um submarinista temporário, um artilheiro, um piloto de combate, um profissional da guerra pedindo currículos na web… Esse profissional não está disponível no mercado para ser contratado como temporário. São anos de estudos, de treinamentos e formação que exigem COMPROMETIMENTO com o investimento que a nação fez, exigindo, como contrapartida, atratividade para a retenção deste profissional. É como se diz, cada um no seu quadrado. Se não é pra vc, deixe em paz quem tem essa vocação e siga feliz com suas escolhas. Não é o que vc tem a… Read more »

Jefferson
Jefferson
Reply to  marcos
1 mês atrás

Quanra bobagem para manter o status que.

JSilva
JSilva
Reply to  marcos
1 mês atrás

E o quadro é formado só por combatentes? Você está equivocado, tanto é que o próprio Cel Nery falou aí em cima que a intenção da FAB é ir pra 30% de temporários, dentro da janela que eu citei como exemplo… isso é excelente, deveria ser uma reestruturação para as três Forças e não só para a FAB.

Fernando EMB
Fernando EMB
1 mês atrás

Nessa questão de manutenção a Embraer tem enorme expertise… Um E2 já é projetado com todos estes conceitos. Vários sensores conseguem identificar componentes que estão degradados, e então podem ser trocados antes da falha, não deixando a aeronave no chão.
Além disso o funcionamento de diversos sistemas podem ser acompanhados em voo, e peças de reposição podem ser providenciadas antes da aeronave pousar.
Sistemas de health monitoring, manutenção preditiva, aumento de intervalos de inspeção, são algumas coisas já comuns na aviação comercial, pois na comercial avião parado é grana que não entra!!!

Daniel
Daniel
1 mês atrás

Para os preocupados de plantão, o Elke está no litoral do Espírito Santo.

Captura de tela 2020-09-18 075846.jpg
angelo
angelo
1 mês atrás

Deve ter furado um pneu…..

Daniel
Daniel
1 mês atrás

A nossa espera de 25 anos está chegando ao fim, e o tão esperado caça do projeto F-X, depois F-X2, está a 30 km do porto.
Mesmo que ainda não estará operacional na FAB, a aeronave sobrevoará nosso espação aéreo durante um ano para ensaios de voo, antes da primeira entrega.
Gripen E, seja muito bem vindo.

68138BDE-E14A-4CCD-B400-D521AA157585.jpeg