Home Aviação de Ataque A-29: IAOp inicia Avaliação Operacional do Envelope Infravermelho

A-29: IAOp inicia Avaliação Operacional do Envelope Infravermelho

2179
27

Processo alia conhecimento técnico e científico

O Instituto de Aplicações Operacionais (IAOp), Organização Militar subordinada ao Comando de Preparo (COMPREP) e sediada no campus do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), em São José dos Campos (SP), realiza, no período de 14 de setembro a 2 de outubro, a Avaliação Operacional (AVAOP) do Envelope Infravermelho (IR) da aeronave A-29 Super Tucano.

Uma AVAOP é um processo que alia o conhecimento técnico ao conhecimento científico, por meio do qual se desenvolvem as técnicas que serão utilizadas por forças combatentes. Trata-se de uma das principais atividades do IAOp, que também desenvolve táticas e soluções operacionais para a Força Aérea Brasileira (FAB).

Nesta avaliação, o objetivo é mensurar as emissões de calor da aeronave, que ocorrem no espectro infravermelho, para que no futuro seja possível calcular qual a probabilidade dela ser detectada por armamentos guiados por este tipo de radiação. Este cálculo, realizado pelo MAISA, algoritmo desenvolvido pelo Instituto, permitirá desenvolver táticas de navegação que aumentem a probabilidade de sobrevivência dos pilotos em cenários onde haja a presença deste tipo de armamento.

“Esta avaliação, em conjunto com medições feitas nos anos anteriores, coloca-nos um passo mais próximo do objetivo de mapear o envelope infravermelho de toda a frota da FAB, fundamental para estimar sua probabilidade de sobrevivência em ambiente hostil e para desenvolver técnicas e táticas que se contraponham às possíveis ameaças”, informou o Gerente da AVAOP, Tenente-Coronel Aviador Daniel Ferreira Manso.

Voos

No intuito de cumprir com o objetivo operacional, ocorrerão voos de segunda a sexta-feira, por três semanas, com duração entre uma e três horas. Os voos serão basicamente passagens sobre a pista de pouso que compreenderá testes diurnos, com decolagens no período da tarde (às 14 horas), e noturnos. Espera-se que as operações diárias se encerrem antes das 22 horas. Caso as condições meteorológicas estejam desfavoráveis, poderão ocorrer voos nos sábados e domingos.

Espectro Eletromagnético

Envolvimentos

Apesar de ser uma atividade do IAOp, há também o envolvimento de militares do Terceiro Esquadrão do Terceiro Grupo de Aviação (3º/3º GAV) – Esquadrão Flecha, Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV), Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), Destacamento de Controle do Espaço Aéreo de São José dos Campos (DTCEA-SJ) e supervisão da ALA 5 – Base Aérea de Campo Grande e do Comando de Preparo (COMPREP).

Esta é a segunda Avaliação Operacional conduzida pelo IAOp este ano. Anteriormente, o IAOp avaliou, junto com o Segundo Esquadrão do Décimo Grupo de Aviação (2º/10 GAV), o sistema de lançamento de cargas da aeronave SC-105 Amazonas e, no futuro, conduzirá a avaliação do IGLA-S, sistema portátil de lançamento de mísseis terra-ar guiados por infravermelho, os quais equipam as unidades de artilharia antiaérea da FAB e do Exército Brasileiro (EB), aferindo sua respectiva capacidade de detectar e engajar alvos.

VÍDEO DO A-29 EM VOO NOTURNO PARA A AVAOP – ENVIADO POR ROGERIO LOUREIRO

FONTE: Força Aérea Brasileira

Subscribe
Notify of
guest
27 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
1 mês atrás

Excelente iniciativa. Combate com metodologia científica. Mas meio atrasada…

Teropode
Reply to  Rinaldo Nery
1 mês atrás

O bom é que a espera acabou , ufaaa …antes isso .

Matheus Augusto
Matheus Augusto
Reply to  Rinaldo Nery
1 mês atrás

Se o senhor que é oficial da FAB diz que estamos atrasados, então é por que o atraso deve ser imenso, pra um oficial comentar algo assim em um dominio público.

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  Matheus Augusto
1 mês atrás

O avião foi implantado em 2004…

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  Rinaldo Nery
1 mês atrás

Não: 2003.

nonato
nonato
Reply to  Matheus Augusto
1 mês atrás

Mateus, deficiências e problemas sabemos que há muitos.
Vamos agradecer o privilégio de contar com a participação do coronel da reserva no forum nos brindando com comentários de quem entende do assunto em vez de pegar gancho nesses comentários para demonstrar espanto e fazer críticas à FAB a partir dos comentários dele.
É um privilégio tê-lo aqui.no fórum.

Denis
Denis
Reply to  Rinaldo Nery
1 mês atrás

Verdade, coronel. Mas antes tarde do que nunca. Quem é responsável por esse tipo de empreendimento na FAB?

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  Denis
1 mês atrás

É o IAOp, conforme a matéria. O Instituto foi criado bem depois de 2004, mas havia outro setor no antigo COMGAR que cumpria a função. Cujos oficiais realizaram mestrado na Naval Postgraduate School, em Monterey, CA.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
1 mês atrás

Bom ver que a FAB esta investindo em conhecimento científico!

Rogério Loureiro Dhierio
Rogério Loureiro Dhierio
1 mês atrás

Eu estou vendo de camarote este processo todo.

Da Minha janela eu vejo pelo período da tarde e da noite o Tucano fazendo a manobra de aproximação e passagem pela base.

Ele vira bem na minha janela e desacelera em cima do meu condomínio. E nesse exato momento o bicho passou em cima de nossas cabeças. Ontem eu enviei um vídeo noturno para o Galante.

Vou filmar agora a tarde se ele passar e mando TB.

Guilherme Poggio
Reply to  Rogério Loureiro Dhierio
1 mês atrás

Rogério, vídeo já carregado. Basta atualizar (F5) esta matéria.
.
Abrs

Rogério Loureiro Dhierio
Rogério Loureiro Dhierio
Reply to  Guilherme Poggio
1 mês atrás

Vpu mandar mais está estou fimando

Thiago
Thiago
Reply to  Rogério Loureiro Dhierio
1 mês atrás

Parabéns Rogério, adorei o vídeo. Valeu mesmo. Abraços.

Rommelqe
Rommelqe
Reply to  Rogério Loureiro Dhierio
1 mês atrás

Caro Rogério: reitero meus agradecimentos!

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

Um trabalho para diminuir a assinatura infravermelha do A-29 seria muito bem -vinda, imagine não poder ser engajado por mísseis Igla e congêneres ?

Teropode
Reply to  Diego Tarses Cardoso
1 mês atrás

Fica uma curiosidade ; será que os Americanos já possuem estes dados de seus SH operados pelo Afeganistão ?

Rogério Loureiro Dhierio
Rogério Loureiro Dhierio
1 mês atrás

Ei tb tinha enviado está matéria para Galante sobre uma possível compra do A29 pela Ucraniana. Vejam aí

https://www.kyivpost.com/ukraine-politics/facing-tough-choice-ukraines-air-force-contemplates-buying-brazilian-attack-aircraft.html?cn-reloaded=1

Foxtrot
Foxtrot
1 mês atrás

Será mesmo só para isso, ou será que estão desenvolvendo outras tecnologias ?
Tais como camuflagem IR, novo Sheeker de míssil IR nacional etc etc?
Mas no fundo é uma boa iniciativa, e precisamos cada vez mais de iniciativas científicas em nossas FAA,s como essa.
Só quando nossos militares e polícia perceberem que para sobrevivência de qualquer país e consequentemente suas forças militares é necessário muita tecnologia de domínio próprio, é que teremos soberania verdadeira.
Até lá só estamos pagando por nossa soberania !

Luis
Luis
1 mês atrás

O som do Super Tucano é lindo!
Na apresentação do EDA da até arrepio.
Show demais!

Rogério Loureiro Dhierio
Rogério Loureiro Dhierio
1 mês atrás

Eu fiz o vídeo diurno, de hoje a tarde. Com close

Se quiserem posso mandar.

TB enviei ao e-mail do Galante. Da uma olhadinha aí Boggio.

Rommelqe
Rommelqe
1 mês atrás

Prezado Rogerio Loureiro: muito obrigado mesmo por compartilhar esse seu video. Genial! Impressionante como a aviação é apaixonante, mesmo para as crianças!!!! Grande abraço e muitas felicidades para a sua família!

MGNVS
MGNVS
1 mês atrás

Eis ae um aviao do qual eu sou fan e tbm um orgulho para nosso país.

Rommelqe
Rommelqe
1 mês atrás

Minha curiosidade é saber se o IAOp também levantou (ou está medindo) a assinatura espectral do Tucanão nas frequencias de radar. Entendo que a imagem no espectro infra vermelho é mais importante porque os Iglas da vida tem cabeça de guiamento nestas frequencias, mas no trajeto para as missoes típicas desta aeronave o quanto ela é visivel nos radares inimigos pode ser fundamental no traçado de rotas alternativas, definir altitude de voo e outras medidas do tipo. Por exemplo se um R99 identifica onde estão os radares do inimigo tais medições de RCS podem servir como base para definir critérios… Read more »

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  Rommelqe
1 mês atrás

Você quer saber se a RCS do A-29 é conhecida? Confuso o seu comentário.

nonato
nonato
1 mês atrás

Morar colado numa base aérea.
Sorte (poder ver os aviões) ou azar (não dormir com o barulho)?

Leonardo
Leonardo
1 mês atrás

Consulta de atenção. DAS 00h58 até o final do vídeo uma pequena luz do tipo apontador laser é observada abaixo da aeronave do solo. Eles tem visto? Perto de aeroportos em todo o mundo há idiotas brincando com esses lasers contra aeronaves.
Saudações do Uruguay.

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  Leonardo
1 mês atrás

Isso é muito comum. E um perigo pra nós pilotos.