Home Aviação de Ataque Lockheed oferece drones para complementar os caças F-35 da Polônia

Lockheed oferece drones para complementar os caças F-35 da Polônia

3060
72
Concepção artística de um drone de combate voando com um F-35

KIELCE, Polônia — Com a Polônia pronta para adquirir 32 caças F-35A sob um acordo assinado em janeiro, o fabricante da aeronave, Lockheed Martin, está se preparando para fornecer ao país drones de longo alcance para melhorar o funcionamento das capacidades do F-35.

“Tanto os EUA quanto a Polônia estão interessados ​​em uma capacidade de UAS de próxima geração”, disse Jack O’Banion, vice-presidente de estratégia e requisitos do cliente da divisão Skunk Works da Lockheed Martin, em uma coletiva de imprensa antes do show da indústria de defesa MSPO. “Vimos o Plano de Modernização Técnica do Ministério da Defesa da Polônia, que foi lançado no ano passado, que descreve a necessidade do UAS.”

O’Banion disse que a empresa viu “uma sobreposição significativa” entre os requisitos táticos dos EUA e da Polônia para novos drones, e está muito interessada em criar parcerias com fabricantes de defesa locais para desenvolver e produzir em conjunto sistemas aéreos não tripulados.

As entregas do F-35 estão previstas para começar em 2024. A Polônia vai adicionar os caças à sua frota de 48 jatos F-16 C/D Block 52+.

O contrato de US$ 4,6 bilhões para os jatos permitirá que a Polônia substitua seus desatualizados Sukhoi Su-22 e Mikoyan MiG-29 de projeto soviético por caças de quinta geração.

FONTE: Defense News

Subscribe
Notify of
guest
72 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fabio Araujo
Fabio Araujo
2 meses atrás

O futuro vai ser isso drones e caças operando em conjunto, com alguns drones sendo controlados pelos caças.

José
José
Reply to  Fabio Araujo
2 meses atrás

Mais o R2D2 que já foi instalado atrás do campi do Su-57

Karl Bonfim
Karl Bonfim
Reply to  José
2 meses atrás

Só tá faltando isso mesmo, será que alguém já está trabalhando nessa ideia?

Salim
Salim
Reply to  Karl Bonfim
2 meses atrás

EUA, Israel, Rússia etc…. Já estão utilizando isto. Ataque uav em saturação, coordenados por caças. Os mais avançados controlados caça quinta geração e ou avião aewac.

ANGELO CHAVES
ANGELO CHAVES
Reply to  José
2 meses atrás

Agora que vc falou, me veio que na época da produção de star wars, final da década de 1970, nem as mentes criativas da ficção científica imaginavam como a informática evoluiria. Nas naves tudo é analógico, e o R2D2, entre outras funções, exercia o papel de um grande pendrive.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
2 meses atrás

É o que acontece. A OTAN é o melhor negocio para a industria de alta tecnologia dos Estados Unidos. Um país sem relevância economica mundial assina um contrato desse, com todos os penduricalhos inerentes e nunca mais consegue pagar tudo.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Antonio Palhares
2 meses atrás

A verdade é que se o Paraguai fizer uma oferta para a L.M e os EUA, leva alguns desses para casa.
Vender para a Polônia é o que eles estão conseguindo atualmente. E olhe lá.
A descrença dos europeus com o projeto é visível.
E as vendas para Coreia e Japão, que tenho quase certeza de serem ‘vendas casadas,’ ainda correm risco no futuro, tendo em vista os projetos desses dois países no setor.

rodrigo
rodrigo
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

falou bonito, mais falou bobeira…não quero te desanima, mais a industria bélica americana é e ainda vai continua pelo menos no próximos 20 anos na vanguarda da tecnologia milita…

Andre
Andre
Reply to  rodrigo
2 meses atrás

Como sempre né Rodrigo….

Pode botar alguns “20 anos” nisso. Enquanto o EUA já dominava a tecnologia de furtividade desde a década de 80, agora, 30 anos depois, a China põe seu primeiro avião com essa tecnologia operacional e a Russia segue no “quase”.

Andre
Andre
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

Melhor vender para a Polônia do que quase vender para a Argélia.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Andre
2 meses atrás

Pelo menos a Argélia tem petróleo que ainda vale alguma coisa.
A Polônia não tem nada.
Talvez uma boa vodka.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

Recomendo um estudo mais apurado da economia Polonesa e da qualidade de vida no Pais.

Last edited 2 meses atrás by Ricardo Bigliazzi
Teropode
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

Sério isso ?

JBS
JBS
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

Antonio

Boa Tarde

Bom mesmo é o SU-57! Vamos ver quantos a falecida URSS vai vender para os países “potência” que só vc consegue ver!

Sds

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  JBS
2 meses atrás

A Polônia está numa situação tal que foi capaz de encomendar dois 737-MAX em 2020.
Acredite.
Encomendou o 737-MAX.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

Relaxa, é apenas o futuro chegando hoje.

Daqui a pouco veremos as publicações das cópias sendo testadas, e tudo fica normal…

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Antonio Palhares
2 meses atrás

O Orçamento militar da Polônia é semelhante ao do Paquistão,Taiwan, Cingapura, Argélia e Holanda.
O que coloca a Polônia aproximadamente em 20º lugar entre os países que mais investem em defesa.

Claro, não se compara com uma potência militar como a França, mas possui o Dobro do orçamento de países como Suécia, México, Chile, Suíça, Bélgica e Grécia.

Pagaram U$ 4,6 bi em 32 F-35A, provavelmente o contrato mais barato do F-35 até agora.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Luís Henrique
2 meses atrás

Luis Henrique.
O detalhe será o preço dos “penduricalhos” para manter estas naves no esdado da arte voando, e cumprindo suas missões de provocar os Russos na fronteira.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Antonio Palhares
2 meses atrás

A Polônia está gastando esta fortuna, provavelmente, para agradar o Tio Sam.
Em uma guerra com a Rússia, isso tudo não dura nem um dia.
Muito menos as bases onde eles estarão estacionados.
Serão, certamente, varridas do mapa.

RPiletti
RPiletti
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

Kings, tu sabes que isto somente seria possível se a Rússia fizesse o primeiro ataque, caso contrário os “35” incomodariam…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  RPiletti
2 meses atrás

Mesmo assim.
A chuva de mísseis, aviões, drones e etc. que a Polônia levará, dá a certeza que a qualquer momento a Rússia pode desabilitá-la.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

A Polônia faz parte da Otan. Sozinha ela não “aguenta” a Rússia, nem ameaça. Mas dentro da Otan, ela terá ajuda de dezenas de outros países, porém a ideia de uma aliança militar é uma via de mão dupla: você tem aliados para te ajudar, mas você precisa ajudar os aliados, ou seja, precisa contribuir.

A Polônia não pode simplesmente acabar com suas forças armadas e confiar apenas na ajuda dos aliados.
Precisam fazer a parte deles e estão fazendo.

Os 32 F-35A + 48 F-16 não darão conta da VKS sozinhos, mas podem fazer um belo estrago.

Hellen
Hellen
Reply to  Luís Henrique
2 meses atrás

Amigão vc acredita nessa historia que a Polonia recebera ajuda dos paises da otan contra a russia ???
A polonia sera destruida em uma tarde de sol em um ataque avassalador jamais visto e servirá de exemplo para os paises que fazem fronteira com a russia a nao virar marionete yankee na fronteira russa !!!!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Hellen
2 meses atrás

Exatamente.
E digo o mesmo com relação a Taiwan.
Alguém acha que a população americana vai se arriscar a ser incinerada por causa de uma ilha que a grande maioria nem sabe onde fica?

Plinio Jr
Plinio Jr
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

Vc se supera em suas bobagens, dá uma olhada no arsenal nuclear americano e o compare com o da China…Antes da população americana ser incinerada como vc diz, a China seria transformada em um buraco ……

Marcelo M
Marcelo M
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

A maior prova de que sua questão não faz sentido é a seguinte: China não concorda com você. Se concordasse, Taiwan seria China, hoje!

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Marcelo M
2 meses atrás

Hoje, 08/09, o Ministro da Defesa do Japão, Taro Kono, pediu ajuda global para conter a China.
Segundo ele, Japão e EUA sozinhos não têm mais condições de conter o gigante chinês.
Eu também tenho certeza disso, só que eu acho que é tarde demais para isso.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Marcelo M
2 meses atrás

Boa Marcelo, “recolhe o Kings ali no canto”… você moeu o coitadinho. hahahah. O Chines tem que atacar ou parar de ficar arrotando lorotas para os 4 cantos. Muito “mi mi mi” e pouco conteúdo por parte da China, a cada dia que passa tenho um descrédito maior em relação a sua politica externa. Russos, Americanos e Ingleses vão “pro pau, se a desavença e na Siria, Afeganistão, Israel, Iraque, Panama, Vietnan onde quer que seja o bicho pega, ganhando ou perdendo o tiroteio é certo temos muita historia para contar… até mesmo a Argentina se lançou em busca de… Read more »

Plinio Jr
Plinio Jr
Reply to  Hellen
2 meses atrás

A Guerra de Inverno de 1939 contra os Finlandeses parecia o passeio que vcs sugerem para os russos, e não foi…a Polônia vem modernizando suas FA´s consideravelmente …outra coisa , a Rússia não é a URSS e nem tem a capacidade da mesma, atacar a Polônia é trazer e OTAN e os EUA para o conflito….

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Plinio Jr
2 meses atrás

A Guerra de Inverno de 1939 foi amplamente compensada em 1945 com a Finlândia sendo esmagada e aceitando todas as condições impostas pelos soviéticos.

MestreD'Avis
MestreD'Avis
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

A URSS fez isso? Não parece um pouco imperialista? Invadir uma nação soberana 2x em 6 anos? Pensava que era coisa de EUA…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  MestreD'Avis
2 meses atrás

Levando em conta que os finlandeses eram aliados dos nazistas e participaram do cerco a Leningrado, onde foram impostos horrores inimagináveis à população civil da cidade, saiu barato para ela.
Os soviéticos deveriam ter machado até Helsinki e ocupado a cidade.

RPiletti
RPiletti
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

O custo para isto seria demasiado alto… o mesmo que os USA pagariam caso adentrassem em Tókio em 45/46. Em ambos os teatros, URSS e USA conseguiriam, não duvido…
O teatro finlandês é o maior exemplo de que o aliado de hoje poderá ser o inimigo de amanhã: “ Guerra da Lapónia“.

Plinio Jr
Plinio Jr
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

Os Finlandeses não foram esmagados, foi natural a aliança aos alemães no começo do conflito pois haviam sofrido a invasão soviética e mudaram de lado conforme a guerra tomou outro rumo….

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Antoniokings
2 meses atrás

VítimasFinlandeses:
63 200 mortos ou desaparecidos
158 000 feridos
2 370 – 3 500 capturados

Alemães:
23 200 mortos ou desaparecidos
60 400 feridos

Russos e Ingleses
250 000 – 305 000 mortos ou desaparecidos
575 000 feridos
64 000 capturados

Finlandia nunca foi invadida pelos Russos que apenas retomaram os pedaços de terra que os Finlandeses haviam tomado (especialmente a Karélia), russos nunca governaram a Finlandia no pós-guerra (como o acontecido na Polonia, Hungria e Tchecoslováquia)

E a paz foi selada entre os dois paises com a Finlandia voltando a sua natural neutralidade.

Segue o jogo…

Last edited 2 meses atrás by Ricardo Bigliazzi
Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Plinio Jr
2 meses atrás

Plinio.
As circunstancias hoje são diferentes.
Continuo acreditando que nenhum país vai começar uma guerra nuclear que causará uma destruição mútua. Este negócio de abarrotar a Polônia de armas faz parte da agenda de negócios do governo americano. Agora qualquer ataque a seu território fará a Russia se mexer de forma avassaladora e terrivel. Os Estados Unidos igualmente farão o mesmo.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Hellen
2 meses atrás

Hellen, a Polônia faz parte da Otan como membro pleno. Claro que acredito. É talvez a cláusula mais importante da aliança.

Se alguém atacar um país membro, todos os outros devem entrar em guerra.
Enquanto a Otan existir, a Russia não vai querer invadir a Polônia.

TAIRONE PAULO SILVA SANTOS
TAIRONE PAULO SILVA SANTOS
Reply to  Luís Henrique
2 meses atrás

Esses 80 caças somados aos milhares da Otan, e as centenas de milhares de mísseis de longo alcance somado as milhares de ogivas nucleares e somado as centenas e mais centenas de milhares de soldados e as centenas de milhares de Parafernalhas de guerra convencional e de guerra eletrônica. Dizer que a Rússia vai varrer fulano ou sicrano do mapa. Não tem com certeza nenhuma noção real de guerra. Nem a Rússia vai varrer ninguém que seja aliado da Otan e EUA e nem nenhum deles vai varrer a Rússia. Uma guerra desta magnitude nos dias de hoje varreria metade… Read more »

Plinio Jr
Plinio Jr
Reply to  TAIRONE PAULO SILVA SANTOS
2 meses atrás

Concordo contigo…hoje com satélites espiões e toda a tecnologia envolvida para avaliar as movimentações militares no planeta, não haverá mais invasões surpresa nos lugares mais sensíveis do planeta, a Europa é uma delas…só o doido do Toinho acha que vão ocorrer as blitzkrieg da vida, o desfile de tanques soviéticos na Europa e por ai vai….

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  TAIRONE PAULO SILVA SANTOS
2 meses atrás

Tairone, não adianta explicar, tem gente que acredita que as movimentações de milhares e milhares de viaturas e carros de combate passarão desapercebidas da população do planeta terra.

Não precisa nem de um satélite, basta um celular ligado a internet para que qualquer coisa ser anunciada para o Mundo… pergunta para o Osama Bin Laden… ops… não dá… ele estava escondido mas com o celular ligado…

JuggerBR
JuggerBR
Reply to  Luís Henrique
2 meses atrás

Normal, queira viver entre o alemão e o russo, sabendo do que aconteceu nos últimos séculos e também iria gastar muito em defesa.

José
José
Reply to  JuggerBR
2 meses atrás

Se não conseguir tenta entre Japão e USA

Salim
Salim
Reply to  Luís Henrique
2 meses atrás

Esqueceu Brasil que esta entre os dez maiores orçamentos de defesa. Lá tem f16 e F35 e posivel drones combate. Desculpem mais aqui a conta náo fecha, fico triste e ultrajado com isto.

Teropode
Reply to  Antonio Palhares
2 meses atrás

O trauma causado por décadas de ocupação comunista despertou nos poloneses um asco gigantesco contra os opressivos e grilheiros de terras Russos , mas ainda é pouco , poloneses terão que possuir a capacidade de destruição mútua em relação aos Russos .

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Teropode
2 meses atrás

Está faltando é vergonha na cara do poloneses, isso sim.
Quero ver manifestar o mesmo ‘asco’ com relação à Alemanha.
Lembra do Lech Walesa e do seu Solidariedade? Hoje está aliado à ultra-direita.
E olha que o pai dele morreu em um campo de trabalhos forçados na Alemanha.

https://oglobo.globo.com/mundo/aos-40-anos-solidariedade-que-ajudou-derrubar-comunismo-na-polonia-se-alinha-ultradireita-24616131

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  Antonio Palhares
2 meses atrás

Polonia tem pib maior que o da Suécia e pib per capita maior que o da Rússia.

henrique
henrique
Reply to  Antonio Palhares
2 meses atrás

até a pandemia, a economia da Polonia não sabia o que era recessão desde meados da década de 90. Foi a país com a economia que cresceu a mais tempo, de forma ininterrupta, no mundo……Depois da Turquia e França, acredito que seja o país que mais investe em equipamento militar na Europa….eles estão se armando até os dentes…nunca esqueceram a segunda guerra, principalmente a facada nas costas q receberam dos russos…..

João da Lua
João da Lua
Reply to  henrique
2 meses atrás

Porque a Polônia era um anjo em 1939. Não tinha um governo militar de direita que estava caminhando a passos largos para uma ditadura e antes disso não mandou tropas para abocanhar território na fronteira com a então Checoslováquia quando esta estava na mira de Hitler. Os poloneses foram em parte artífices da própria desgraça.

Barba
Barba
2 meses atrás

Se a venda para a Polonia se confirmar vai ser um ótimo campo de testes para a Lockheed Martin. As defesas russas serão ainda mais testadas pelos drones e caças americanos de ultima geração operados pela Polonia. Estou curioso de como o Putin vai se portar.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Barba
2 meses atrás

Ou seja. Os Estados Unidos colocaram a Polonia na reta . Ou como se diz por ai. O da Polonia na reta.

Juvenal
Juvenal
Reply to  Antonio Palhares
2 meses atrás

Pelo contrário, os Estados Unidos estão ajudando a Polonia. Se os equipamentos russos são tão bons porque a Polônia não substitui os migs por aviões russos? Ah! Ela prefere estar do lado dos opressores capitalistas do que da liberdade russa! rs

Jacinto
Jacinto
Reply to  Antonio Palhares
2 meses atrás

A Polônia poderia ter ficado de fora da UE e da OTAN, mas pediu para integrar estas duas entidades. Então, quem se colocou na reta foi a própria Polônia.

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Jacinto
2 meses atrás

A Polônia sabe o que passou na mão da URSS!

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Jacinto
2 meses atrás

Ela poderia ter ficado de fora sim. Ter mantido neutralidade.
A Suécia fêz isso.

Barba
Barba
Reply to  Antonio Palhares
2 meses atrás

São casos diferentes. A Suécia já tem uma industria de defesa consolidada, diferente da Polonia.

Teropode
Reply to  Barba
2 meses atrás

A fronteira seca é o maior desafio polonês , disto os suecos estão livres , isso faz mais diferença doque industrialização ou pseudo_neutralidsde.

Teropode
Reply to  Jacinto
2 meses atrás

Quem tem Russos como vizinhos sempre estão na berlinda , portanto até o momento a Polônia se movimentou acertadamente .

TAIRONE PAULO SILVA SANTOS
TAIRONE PAULO SILVA SANTOS
Reply to  Antonio Palhares
2 meses atrás

Com certeza desconhe a história da polonia e do seu povo, sem falar na sua localização estratégica e o pq eles são parte da Otan. Em caso de guerra, ela pertencendo a Otan ou não será devastada, então e melhor pertencer não acha não ?

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  TAIRONE PAULO SILVA SANTOS
2 meses atrás

Tairone Power.
” Com certeza desconhece a história da polonia (sic) e do seu povo”. Boa forma de começar um debate.

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  Barba
2 meses atrás

Fez uma intriga direta. O que você acha que Putin deve fazer?

Barba
Barba
Reply to  Evgeniy (RF).
2 meses atrás

Sinceramente…. acho que nada! Mas que vai dar um incomodo nele, vai!!

Fábio Jeffer
Fábio Jeffer
2 meses atrás

A Polônia passou parte de sua longa história sob ocupação e muitas vezes sem ter um território definido. Agora que finalmente está livre faz questão de oferecer até a alma a outro país mostrando que talvez a história não foi por acaso.

Last edited 2 meses atrás by Fábio Jeffer
Victor Filipe
Victor Filipe
2 meses atrás

Os caras aqui forçam o limite do compreensível. Eles juram por Deus que a OTAN não ajudaria um aliado, mas também juram de pé juntinho que a Rússia iria atacar um país membro da OTAN é apostar pra ver. Ignoram completamente oque é chamado de “escaldada nas tensões” e imaginam que a Rússia vai simplesmente lançar centenas de mísseis na Polônia literalmente do nada sem que os poloneses suspeitam de nada. Rússia pode fazer isso? Sim. Vai fazer? Não e se fizer seria uma burrice em um nível jamais. Atacar um país do nada sem provocação e sem escalada nas… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Victor Filipe
2 meses atrás

A OTAN apresenta sérios problemas existenciais.
A Alemanha mostra cada vez mais seu descompromisso com a Organização não aceitando aumentar sua participação em gastos militares..
A França declarou que ela apresenta morte cerebral.
A Grécia e a Turquia estão a ponto de começar uma guerra.
Os próprios americanos estão diminuindo seus efetivos no Continente Europeu.
Acho bom a Polônia não confiar muito nisso, não.

MestreD'Avis
MestreD'Avis
Reply to  Victor Filipe
2 meses atrás

Só para acrescentar ao que o Vitor disse, que foi muito bem dito.

Essas pessoas que desvalorizam a OTAN são as mesmas que juram que a China teria o apoio incondicional da Russia num conflito. E do Irã… e do Paquistão…

Teropode
Reply to  MestreD'Avis
2 meses atrás

Certeza seletiva , indignação seletiva , amam uma idéia que promove o auto-engano.

Francisco Vieira
Francisco Vieira
2 meses atrás

A OTAN já está em guerra coma RÚSSIA e o cerco cada vez fica mais apertado, fazendo os russos tirarem parcos recursos de todas as áreas para investirem na defesa. E o botão vermelho poderá ser apertado pela Alemanha: “O possível fim do Nord Stream 2: Merkel pode fazer história se, em seu último ano como chanceler federal, desistir do projeto do gasoduto com a Rússia. A Europa avançaria e abandonaria um regime que não tem nenhum futuro, opina Miodrag Soric.”https://www.defesanet.com.br/gh/noticia/38002/O-possivel-fim-do-Nord-Stream-2/

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Francisco Vieira
2 meses atrás

Se não me engano, o NordStream2 será inaugurado agora no fim do ano.

João da Lua
João da Lua
Reply to  Francisco Vieira
2 meses atrás

A Merkel já deixou claro que o Nordstream 2 vai continuar e que não vai ceder à pressão americana.

Gustavo
Gustavo
2 meses atrás

Existe alguma alternativa de drone para uso combinado com os nossos Gripens?

Emmanuel
Emmanuel
2 meses atrás

Eu queria tomar essa bola que Kings toma.
Dá umas viagens muito loucas, do tipo, Rússia esmagando a Europa ocidental em 48 horas.
Só me pergunto porque eles não fizeram isso quando tomaram embargo dessa mesma Europa e do tio Sam.
A Rússia é aquele urso velho de circo que quando escuta música de bandinha levanta, balança as patinhas numa dancinha cansada fazendo uma meia dúzia de idoso e criança rir, lembrando em seu cérebro confuso os velhos tempos de imponência que não voltarão jamais.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
2 meses atrás

Skynet…

Brincadeiras a parte, isso é a evolução natural a medida que a capacidade de processamento e a integração dos sistemas aumenta a cada dia em velocidade quase exponencial.

Infringir danos ao inimigo protegendo o recurso mais caro da tropa – o ser humano – é o objetivo primário de qualquer força militar no mundo.