Home Asas Rotativas Rostec lança produção em série do Mi-35P atualizado

Rostec lança produção em série do Mi-35P atualizado

3689
74

Moscou/24 de agosto de 2020 – A holding Russian Helicopters (parte da Rostec State Corporation) lançou a produção em série do helicóptero de ataque Mi-35P atualizado na fábrica de Rostvertol. O primeiro modelo de série completou seus testes de voo específicos do tipo, recebendo a confirmação das características de desempenho declaradas e implementando mudanças em seu design.

Durante os testes, ocorridos nas instalações da Rostvertol e do Centro Nacional de Helicópteros Мil & Kamov, o Mi-35P realizou uma série de voos usando novas armas e equipamentos de bordo. Os testes resultaram na finalização da documentação do projeto do helicóptero, confirmando a prontidão do modelo para produção em massa.

“O Mi-35P foi criado em cooperação com as empresas da Rostec e combina as melhores qualidades da lendária família Mi-24, provada em combate em todo o mundo, e as mais recentes conquistas russas no campo da aviônica. No ano passado, demonstramos a aeronave para um número de clientes potenciais, e hoje podemos dizer com segurança que o helicóptero está em demanda, lançamos a produção em série do Mi-35P no âmbito do primeiro contrato com um cliente estrangeiro”, disse o Diretor Geral da Russian Helicopters, Andrey Boginsky.

O Mi-35P atualizado é equipado com um sistema de mira aprimorado com imagem térmica de matriz de onda longa de 3ª geração, uma câmera de TV colorida de alta resolução e um telêmetro a laser. O helicóptero também vem com óculos de visão noturna modernos de 3 ou mais gerações e um conjunto de equipamentos de iluminação externa e interna adaptados para uso com os mesmos. O novo sistema de controle de voo digital melhora a controlabilidade e estabilidade do helicóptero e fornece automação dos processos de pilotagem para apoiar o piloto. Além disso, um sistema de direção de tiro e computação modernizado aumentará a precisão do engajamento do alvo.

O Mi-35P está armado com um canhão móvel de cano duplo de 23 mm e foguetes S-8, e pode ser equipado com casulos suspensos com canhões de 23 mm, foguetes S-13, ATGM Ataka com sistema de controle de canal duplo, com Vikhr-1 ou mísseis guiados Vikhr-1M.

O desempenho aprimorado em combinação com os sistemas de voo e navegação atualizados permitem que o Mi-35P voe a qualquer hora do dia em condições meteorológicas simples ou moderadamente difíceis, tanto sob regras de voo visuais e por instrumentos, em diversas condições geográficas, incluindo em terrenos desconhecidos. Ao mesmo tempo, o helicóptero mantém sua capacidade de usar armas guiadas e não guiadas em todas as condições. O design do Mi-35P fornece ao helicóptero maior capacidade de sobrevivência em combate e reduz a carga de manutenção.

O Mi-35P atualizado será demonstrado no Fórum Técnico-Militar Internacional ARMY 2020.

A JSC “Russian Helicopters”, parte da Rostec State Corporation, é uma empresa líder na indústria global de helicópteros, a única projetista e fabricante russa de helicópteros. A Holding foi fundada em 2007 e está sediada em Moscou. Operamos cinco fábricas de montagem de helicópteros, dois escritórios de projeto, empresas de produção e manutenção de componentes, fábricas de reparos de aeronaves e uma empresa de serviços de helicópteros que fornece suporte pós-venda na Rússia e no exterior. Os clientes da Holding são o Ministério da Defesa, o Ministério de Assuntos Internos, EMERCOM da Rússia e outros clientes estatais, Gazpromavia, UTair Aviation company, grandes empresas russas e estrangeiras.

A State Corporation Rostec é uma das maiores empresas industriais da Rússia. Reúne mais de 800 organizações científicas e industriais em 60 regiões do país. Suas principais áreas de atividade são engenharia de transporte, eletrônica, tecnologia médica, química e materiais inovadores. As participações da Rostec formam três grupos: eletrônicos, armas e aviação. O portfólio da corporação inclui marcas conhecidas como AvtoVAZ, KAMAZ, Kalashnikov, Russian Helicopters, Uralvagonzavod e outras. A Rostec está ativa na implementação de todos os 12 projetos nacionais. A empresa é uma fornecedora chave de tecnologia Smart City, está envolvida na digitalização da administração pública, indústria e setores sociais, e está desenvolvendo planos para o desenvolvimento de tecnologias sem fio 5G, uma Internet das Coisas industrial, big data e sistemas de blockchain. A Rostec tem parceria com fabricantes líderes mundiais, como Boeing, Airbus, Daimler, Pirelli e Renault. Os produtos da empresa são entregues a mais de 100 países em todo o mundo. Quase um terço da receita da empresa vem da exportação de produtos de alta tecnologia.

DIVULGAÇÃO: Rostec

Subscribe
Notify of
guest
74 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
2 meses atrás

Seria ótimo em vez mais 12 aeronaves como essas na nossa amazônia. Poder de fogo e como também de carga em uma só aeronave!

Peter nine-nine
Peter nine-nine
Reply to  DOUGLAS TARGINO
2 meses atrás

Eu gosto muito desse bicho.

sergio ribamar ferreira
Reply to  Peter nine-nine
2 meses atrás

Concordo com Sr. Peter nine-nine.

Tomcat4,2
Tomcat4,2
Reply to  DOUGLAS TARGINO
2 meses atrás

Também gostaria de ver ao menos mais 12 máquinas desta por estas bandas.

sergio ribamar ferreira
Reply to  Tomcat4,2
2 meses atrás

Concordo com o Srs. Douglas e Tomcat 4,2. 18 a 24 aeronaves seriam um bom número para iniciar casos haja interesse.

Foxtrot
Foxtrot
Reply to  DOUGLAS TARGINO
2 meses atrás

Eu gostaria de mais 12 dessas para a FAB e 24 MI-28M para o EB.
Ai sim estaríamos muito bem servidos.
Em troca da compra, os Russos nos dariam a tecnologia dos mísseis tele guiados desses helicópteros para fabricação local, ao mesmo tempo o EB terminaria o M.A.S (Míssil Ar Solo) derivado do MSS 1.2 e a Avibrás entregaria os foguetes 70 mm guiados semelhantes ao LCPK.
Ai fecharia com “chave de ouro”.
Mas !!!!

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  DOUGLAS TARGINO
2 meses atrás

Só não concordo com a FAB operar e não o Exército.

Teropode
Reply to  DOUGLAS TARGINO
2 meses atrás

Uma máquina ímpar , mas acho que estaria melhor sendo operado pelo exército , de preferência nos comandos que atuam na fronteira , transporte de comando , apoio de fogo e ações humanitárias , sim , muito útil no auxílio aos Índios da região .

Luiz Trindade
Luiz Trindade
Reply to  DOUGLAS TARGINO
2 meses atrás

Se vier atualizada como essas vai ser show de bola.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
2 meses atrás

Eles não tinham feito estudos de motorização do MI-35 onde a aeronave iria ganhar mais velocidade 🤔❓

Fizeram até um protótipo com um design diferenciado, no que deu🤔❓

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
2 meses atrás

Aquele helicoptero era um protótipo de desempenho de projeto. Só servia para testar tecnologias.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
2 meses atrás

Sim,era para desenvolver um motor para o novo helicóptero está sendo desenvolvido. Inicialmente, o motor VK-2500M,que com tais estudos passaria de 2.200HP para 2.400 HP A primeira fase do programa PSV (PSV-1) era para se tornar um helicóptero com uma velocidade de cruzeiro de 300 a 350 km / h, a segunda etapa desse programa deveria dar origem a um tipo com uma velocidade de cruzeiro de cerca de 450 km / h. o demonstrador LL PSV deveria ter uma velocidade máxima de 400 km / h, uma velocidade de cruzeiro de 340 a 360 km / h, um acesso estático… Read more »

Welt
Welt
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
2 meses atrás

Qual era a nomenclatura do modelo? Lembra ?

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Welt
2 meses atrás

Era MI-PSV…

Brunow
2 meses atrás

Helicópteros Mi-28NE, Mi-35M e Mi-35P, no Army-2019:

https://youtu.be/TG15X1poLTA

Tomcat4,2
Tomcat4,2
Reply to  Brunow
2 meses atrás

Pelos painéis se vê que os russos ainda curtem um relógio analógico, mesmo em meio a telas modernas.

Antunes 1980
Antunes 1980
2 meses atrás

Imagina uma combinação dele com o MI-28. Sucesso garantido.

Antonio Renato Cançado
Antonio Renato Cançado
2 meses atrás

Trem de pouso retrátil, asas maiores, enfim, BEM DIFERENTE daquilo que nos empurraram…

Tomcat4,2
Tomcat4,2
Reply to  Antonio Renato Cançado
2 meses atrás

Tá ligado que esta versão vai ser produzida a partir de “agora” né e nossos Mi-35 já estão aqui a anos???!!!

Tutu
Reply to  Tomcat4,2
2 meses atrás

Mi-35P (Versão Peruana)
Foto de 2011

mi-35p_peru.jpg
Tutu
Reply to  Tutu
2 meses atrás

https://youtu.be/RYSlmYj4OnU

No final desse vídeo dá para ter uma ideia legal dá aeronave.

Flanker
Flanker
Reply to  Tomcat4,2
2 meses atrás

Trem retrátil e asas maiores eram características dos Mi-24, que são anteriores aos nossos Mi-35. Esse projeto atualiza antigos Mi-24. Esse Mi-35P NÃO É uma evolução dos Mi-35M e sim, uma atualização dos Mi-24 para aproximá-los dos Mi-35M.

Tomcat4,2
Tomcat4,2
Reply to  Flanker
2 meses atrás

Valeu Flanker, conhecimento é poder!!!

Flanker
Flanker
Reply to  Antonio Renato Cançado
2 meses atrás

Esse Mi-35P nada mais é do que uma modernização dos antigos Mi-24, anteriores ao Mi-35. Repare no rotor de cauda, com 3 pás e um desenho b mais antiquado que dos nossos Mi-35. As asas maiores e o trem retrátil são características dos Mi-24. O trem retrátil não faz muita diferença em um helicóptero.

charles
charles
2 meses atrás

É uma máquina espetacular, única em sua categoria. Sem discussões apaixonadas…Os russos espremem ao máximo seus projetos até o bagaço….
Agora não entendi o porque “danger” em inglês na aeronave russa? vá saber…o correto deveria ser “Опасность” ! tirado do tradutor do google claro e antes que me mande para #$%&*…o termo significa perigo em russo…acho que não cabia e em inglês e mais fácil e curto de se escrever rssss

Tomcat4,2
Tomcat4,2
Reply to  charles
2 meses atrás

O inglês está imortalizado na aviação por isso em qualquer país os pilotos normalmente manjam do inglês.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
2 meses atrás

Esse é um helicóptero muito bom, mas por ter dupla função que é transporte de tropa, ele tem um compartimento para levar uma pequena tropa, termina ficando grande, os MI-28 e o KA-52 foram pensados só como helicópteros de ataques e terminaram ficando melhor que ele, mas não deixa de ser muito bom na função de ataque.

OSEIAS
OSEIAS
Reply to  Fabio Araujo
2 meses atrás

Ai que tá o “X” da questão. Não sei porque até hoje não realizamos interceptação de aeronaves ilícitas de traficante com eles, pois tem poder de fogo, tem velocidade e já vai com a tropa, não adianta o cara pousar em qualquer lugar que o heli é mais ágil nisso e a tropa já desembarca e rende o meliante no flagra. Deve ter uma razão muito boa e técnica para isso.

Samuel Castro
Samuel Castro
Reply to  OSEIAS
2 meses atrás

Tem que ver o custo da hora de vôo e a frequência que ocorrem as interceptações de aeronaves ilícitas.

Caso os nossos Sabres tenham um custo muito alto se comparado com a aeronave que faz isso atualmente (acredito que seja o A-29), realmente não deve valer muito a pena.

Ou, no caso da frequência, caso ela seja muito alta, vale a pena usar uma aeronave que não se tenha a perícia/habilidade de fazer as manutenções devidas aqui em solo brasileiro, como é feita com o ST?

Teropode
Reply to  Samuel Castro
2 meses atrás

Isso aí pode pousar numa prainha , pegar um convalescente , ou infiltrar comando , incomparável e único , mais 12 e prá não perder a viajem comprem 3 Beriev 200 , tá precisando e o futuro quente vai precisar dele , fez falta no centro oeste , o prejuízo foi grande , daria pra comprar 6 deles .E antes que critiquem , há rios na região que podem sem utilizados .

ALLAN
ALLAN
Reply to  Samuel Castro
2 meses atrás

No caso do Sabre o Brasil tem a total capacidade de realizar suas manutenção no seu território, inclusive o Brasil é um dos únicos usuários do Sabre a ter a capacidade de fazer a manutenção dos motores da aeronave.

Jodreski
Jodreski
Reply to  OSEIAS
2 meses atrás

Dependendo do caso ele pode até ser utilizado para isso, mas não é toda aeronave que ele dá conta de interceptar, procure verificar a velocidade máxima dele e compare com a de alguns monomotores, se for bimotor ele fica pra trás coitado…

OSEIAS
OSEIAS
Reply to  Jodreski
2 meses atrás

AH-2 Sabre

O Tanque Aéreo Russo Mil Mi -35



FICHA TÉCNICA
Propulsão: 2 motores Klimov TV-3-117VMA com 2200 hp
Velocidade máxima: 324 Km/h.
Velocidade de cruzeiro: 280 Km/h.
Alcance: 450 km.
Razão de subida vertical: 749,8 m/min
Fator de carga: +1,75 g
Altitude maxima: 4500 m.

Acho que poderia sim interceptar pequenas aeronaves. Mas como disse “Acho”.

Teropode
Reply to  OSEIAS
2 meses atrás

Força bruta meu caro , isso é um caçador de serpente , ar- terra é o destino dele , fico imaginando uma intervenção bruta num ponto qualquer , 20 transportando 120 comandos , 4 dando apoio de fogo .

Flanker
Flanker
Reply to  Teropode
2 meses atrás

Com igual número de 20 H-60L vc transporta 240 soldados e usa 4 Mi-35 para cobertura

Teropode
Reply to  Flanker
2 meses atrás

Mas com 24 Mi-35 a chuva de FOGO e ENXOFRE é mais substanciosa 😂😂😂😂

Last edited 2 meses atrás by Teropode
Samuel Castro
Samuel Castro
Reply to  OSEIAS
2 meses atrás

Vendo essas informações, o Sabre conseguiria interceptar a maioria dos monomotores, mas provavelmente não teria como acompanhar os bimotores.

Por exemplo:

Beechcraft Bonanza

  • Velocidade de cruzeiro: 176 kn / 203 mph / 326 km/h)

Cessna 210

  • Velocidade máxima: 204 kn / 235 mph / 378 km/h
  • Velocidade de cruzeiro: 193 kn / 222 mph / 357 km/h

Piper PA-34 Seneca V

  • Velocidade máxima: 204 kn / 235 mph / 378 km/h
  • Velocidade de cruzeiro: 188 kn / 216 mph / 348 km/h

Beechcraft Baron

  • Velocidade máxima: 205 kn / 236 mph / 380 km/h
  • Velocidade de cruzeiro: 180 kn / 210 mph / 330 km/h
Teropode
Reply to  Samuel Castro
2 meses atrás

Nada disso , esta função é para os ST , o Sabre foi feito para combater tropas no chão .

sergio ribamar ferreira
Reply to  Teropode
2 meses atrás

Concordo como o sr. Terapode. Máquina para ataque ar superfície contra qualquer situação tanks , caminhões transporte de tropas. Assegurar o domínio para a infantaria. Excelente velocidade. nave robusta. Precisávamos de mais 24 dessas dentro das possibilidades , lógico

Mauro Cambuquira
Reply to  OSEIAS
2 meses atrás

Apresentaram essa semana apresentaram novas pás de rotor de alta velocidade. Durante os testes MI-24 chegou a mais de 400 km/h.

nonato
nonato
Reply to  Jodreski
2 meses atrás

Não basta ter a mesma velocidade do avião dos traficantes.
Geralmente o avião está distante e você precisa de muita velocidade para alcança-lo.
Helicóptero não é meio adequado para perseguir um avião.
Concordo com relação a levar tropas.
Mas aí poderia ser outros helicópteros também.
Tipo ter várias bases espalhadas e chamar o pessoal mais próximo.
Uns 8 soldados dão conta de um piloto e um auxiliar.

ALLAN
ALLAN
Reply to  OSEIAS
2 meses atrás

a FAB já utiliza ele para interceptar aeronaves ilícitas, porem a quantidade de aeronaves é muito menor q os STs e a hr de voo é mais cara tbm, então acaba recaindo no ST ser o vetor aéreo de interceptação do Brasil, até pq o SuperTucano foi projetado para essas missões.

sergio ribamar ferreira
Reply to  ALLAN
2 meses atrás

Concordo com o Sr. Allan. O STs são próprios também para essa missão. O s MI 35 são para apoio a tropas de infantaria. Para um conflito em si de maiores proporções. Para perseguir narcotraficantes e suas aeronaves, STs dão conta. Grande abraço.

OSEIAS
OSEIAS
2 meses atrás

Bonitão esse gafanhoto, o cara deve gelar a espinha quando vê um desses vindo para cima dele.

Foxtrot
Foxtrot
2 meses atrás

“Atualização de produtos” ou evolução de projetos.
Se aprendêssemos a fazer isso aqui no Brasil com equipamentos que temos ( Niterois, Barroso, MAR-01, MAA1-B, Guará, Osório, AMX etc etc etc)
Hoje não estaríamos nessa pindaíba.
Comprando sucatas para modernizar aqui.
Ou seja, os Russos pegaram um produto excelente e atualizou para era digital.
Pois a plataforma é tão boa que quase não sofreu modificações estruturais.
Parabéns Russia!

Alexandre
Alexandre
2 meses atrás

O Brasil poderia negociar a transferência de tecnologia destes helicópteros para que os próximos possam serem fabricados aqui no Brasil. Seria excelente, pois assim eles teriam total apoio logístico aqui, sem ficar dependendo da Rússia.

Tutu
Reply to  Alexandre
2 meses atrás

O problema é a escala, mesmo existindo necessidade para helicópteros de ataque nas três forças.
Também não sei se um “Mi-35BR” seria o que existe de mais adequado por ai.

Alexandre
Alexandre
Reply to  Tutu
2 meses atrás

Seria sim, os Mil Mi-35 são excelentes helicópteros, e muito bons para as necessidades das nossas forças.

Escala é mais tranquilo de se resolver, o problema mesmo é ficarmos dependentes da 100% da Rússia, e não termos a tecnologia para produzir estes helicópteros aqui no Brasil. Por isso que o ideal mesmo é o Brasil negociar com a Rússia a transferência de tecnologia desses helicópteros.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Alexandre
2 meses atrás

Ou porque não comprar um projeto de helicoptero? Os chineses encomendaram um projeto ao Bureau Russo Kamov, e dessa associação nasceu o CAIC Z-10,que acho que não deve nada a nenhuma aeronave…  A Pratt & Whitney Canada forneceu aos chineses o software disponível para converter as turbinas civis em sistemas de nível militar,que desenvolvem 1.350 cavalos de potência cada. A aeronave tem uma velocidade máxima de mais de 300 km/h e um alcance de serviço de mais de 800 quilômetros.  Um teto de serviço relatado de 6.400 metros está listado.   Os motores WZ-9 são totalmente montados na China, sem dependência… Read more »

Last edited 2 meses atrás by ADRIANO MADUREIRA
ALLAN
ALLAN
Reply to  Alexandre
2 meses atrás

Muito difícil, já foi realmente surpreendente o Brasil comprar esses helicópteros, eles foram comprados em uma situação especial, apesar de ser um excelente vetor a prioridade de substituição de asas rotativas nas FAs nao são para ataque como o AH-2 e sim substituir a grande frota de aeronaves antigas, sem falar q aqui ja tem a Helibras que é subsidiaria da Airbus, q pode suprir o nicho de aeronaves como o AH-2.

Tutu
Reply to  ALLAN
2 meses atrás

Aí você levantou outra questão, o único produto que a Helibras poderia nos oferecer seria o Tiger.

ALLAN
ALLAN
Reply to  Tutu
2 meses atrás

Esse é o caminho mais fácil para produzir um helicóptero de ataque no Brasil, mas dada um possível numero de aeronaves que seria comprados compensa comprar usados ou ir de vez com o blackhawk com a finalidade de atq, pois os russos nao vão trazer uma fabrica e um know how para apenas poucas aeronaves.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Tutu
2 meses atrás

O Expensive Tiger… Os australianos morrem de amor por ele…

Teropode
Reply to  Tutu
2 meses atrás

Não deseje este mal ao EB ,

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  Alexandre
2 meses atrás

Os russos desconhecem transferência de tecnologia. Nem têm interesse. A URSS acabou, mas até hoje eles não aprenderam a vender.

Gabriel BR
Gabriel BR
2 meses atrás

Olha o helicóptero de ataque ideal para o EB , já temos até pessoal treinado na FAB e doutrina operacional pronta.

sergio ribamar ferreira
2 meses atrás

Concordo com todos os comentaristas que consideram o Mi 35 positivo para nossas Forças armadas. Grande abraço.

sergio ribamar ferreira
Reply to  sergio ribamar ferreira
2 meses atrás

Desculpe: Forças Armadas.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
2 meses atrás

O Mi35 falavam que ele tinha o trem de pouso fixo pra economizar peso e que o arrasto era mínimo.

Estes Mi35P e vários outros que eu tenho visto na internet, ditos Mi35P com trem de pouso retrátil.

Houve uma mudança no desenvolvimento do modelo ou tem versões novas com as duas opções ?

Estes ai com trem de pouso retrátil não seriam Mi24 elevados ao padrão do 35 ?

Flanker
Flanker
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
2 meses atrás

“Estes ai com trem de pouso retrátil não seriam Mi24 elevados ao padrão do 35?”

Sim, Rodrigo. Observa o trem retrátil, asas maiores que o Mi-35M e rotor de cauda de 3 pás…..São Mi-24 com aviônicos do Mi-35.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Flanker
2 meses atrás

Valeu…

Carvalho2008
Carvalho2008
2 meses atrás

Vi a pouco em outro site especializado, que acabaram de divulgar uma nova pá de rotor de alta velocidade, que confere 400 km/h ao Mi-35 sem qualquer alteração estrutural do helicoptero ou motor…

Italo Souza
Italo Souza
2 meses atrás

O monstro tá ficando mais assustador

TeoB
TeoB
2 meses atrás

só acho que deveria ter também uma versão naval para porta helicópteros. para um desembarque a apoio de tropas em um assalto aerotransportado seria acho que seria muito interessante, imagina. entra rasgando deixa as tropas cirurgicamente colocadas pra uma cabeça de praia presta apoio aproximando com canhão foguetes e misseis. isso tudo contando com uma boa blindagem.

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  TeoB
2 meses atrás

Ao menos que as Pás das helices fossem dobradas ja resolveria isto

RENAN
RENAN
2 meses atrás

Arma perfeita para o C-SAR.
Arma perfeita para o Brasil no nosso teatro de operação está máquina pode levar uma boa quantidade de suprimentos a uma equipe infiltrada devido a sua robustez
Acredito que que pode levar até mês suprimentos para ela mesmo, com pequenas modificações poderia aumentar o alcance
Não vejo vetor melhor para o Brasil do que este.

RENAN
RENAN
Reply to  RENAN
2 meses atrás

Levar até mesmo

sergio ribamar ferreira
Reply to  RENAN
2 meses atrás

Concordo com o Sr. Renan, seria ideal para as três Forças: EB, FAB ,MB(CFN). Grande abraço.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
2 meses atrás

Trilogia,oque seriam esses Pods na ponta das asas?

comment image

Flanker
Flanker
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
2 meses atrás

Pods de ECM/autodefesa

Francisco Herês
Francisco Herês
2 meses atrás

Que excelente máquina!!!!! Isso sim é original, não é cópia, os russos sabem fazer sem copiar, embora copiem também, mas a Rússia tem conhecimento de sobra, é magnífico esse e outros helicópteros de ataque.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Francisco Herês
2 meses atrás

Todo mundo copia todo mundo…sempre foi assim!

Tutu
2 meses atrás

Um dos nossos Mi-35M com uma configuração de armas de dar orgulho.

Screenshot_20200826-202636_Instagram.jpg
Jagdverband#44
Jagdverband#44
2 meses atrás

Rambo manda saudações.