domingo, maio 9, 2021

Gripen para o Brasil

Aeronaves KC-390 Millennium realizam Transporte Aéreo Logístico

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Os aviões transportaram 452 mil Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e 1.080 litros de álcool em gel para Manaus (AM)

Em mais uma etapa da Operação COVID-19, duas aeronaves KC-390 Millennium, da Força Aérea Brasileira (FAB), realizaram missões de Transporte Aéreo Logístico para a região norte do país, neste sábado (02/05). A missão interministerial, coordenada pelo Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) junto ao Centro de Operações Conjuntas (COC) do Ministério da Defesa, em apoio ao Ministério da Saúde, visou transportar os insumos para auxiliar no combate ao novo Coronavírus.

Os dois aviões multimissão da FAB, pertencentes ao Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT) – Esquadrão Zeus, sediado na Ala 2 – Base Aérea de Anápolis (GO), transportaram 5,7 toneladas de materiais sendo 1.080 litros de álcool em gel, 17 mil máscaras N95, 1.300 aventais, 300 mil máscaras cirúrgicas, 130 mil pares de luvas e 4.080 óculos, de Guarulhos (SP) para Manaus (AM). Os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e o álcool em gel foram doados pela Fundação Itaú para Educação e Cultura, totalizando 452 mil itens.

A primeira aeronave, o FAB 2853, decolou da Base Aérea de São Paulo (BASP), às 10h55 (horário de Brasília), e pousou na Ala 8 – Base Aérea de Manaus, às 14h55. Já o segundo avião, o FAB 2854, também decolou da BASP, às 11h10 (horário de Brasília), e pousou em Manaus às 15h05. O material foi entregue à Secretaria de Saúde do Estado do Amazonas, com o objetivo de auxiliar no enfrentamento da pandemia.

Segundo o Comandante de umas das aeronaves e Chefe da Seção de Operações do 1º GTT, Major Aviador Daniel Silva Fortes, falou da satisfação de participar da missão. “Temos muito orgulho de participar dessa missão e saber que esses materiais serão importantes para os profissionais de saúde em Manaus”, completou.

Para o Suboficial André Luiz Rodrigues Machado, que desempenha a função de mecânico da aeronave, é uma grande honra participar de uma missão de âmbito nacional. “É muito importante para nós da FAB podermos transportar a carga que ajudará aos que estão precisando nesse momento de pandemia”, declarou.

Os pilotos dos aviões multimissão da FAB estão em instrução de operação da aeronave. A missão de transporte de material foi feita em aproveitamento, tendo atendido a uma das demandas da Operação COVID-19. Neste caso, houve a participação do COMAE, no acionamento das missões de Transporte Aéreo Logístico, e do Comando de Preparo (COMPREP), responsável pelo desenvolvimento da doutrina utilizada no preparo operacional dos tripulantes.

KC-390 Millennium

Maior avião militar desenvolvido e fabricado no hemisfério sul, o KC-390 Millennium tem capacidade de realizar missões de Transporte Aéreo Logístico, Reabastecimento em Voo (REVO), Evacuação Aeromédica, Busca e Salvamento, Combate a Incêndio em Voo, dentre outras. A aeronave foi desenvolvida para atender aos requisitos operacionais da FAB, provendo mobilidade estratégica às Forças de Defesa do Brasil.

A aeronave já conquistou o 63º Prêmio Laureate Awards 2020, na categoria Melhor Produto Novo , em inglês “Best New Product”, por ser a maior e mais sofisticada aeronave de defesa já produzida pela Embraer. Além disso, realizou ensaio inédito de lançamento de chaff e flare, na Ala 3, em Canoas (RS).

OPERAÇÃO COVID-19

O Ministério da Defesa ativou, em 20 de março, o Centro de Operações Conjuntas, para atuar na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à COVID-19. Nesse contexto, foram ativados dez Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, além do Comando Aeroespacial (COMAE), de funcionamento permanente.

A iniciativa integra o esforço do governo federal no enfrentamento à pandemia que recebeu o nome de Operação COVID-19. As demandas recebidas pelo Ministério da Defesa, de apoio a órgãos estaduais, municipais e outros, são analisadas e direcionadas aos Comandos Conjuntos para avaliarem a possibilidade de atendimento. De acordo com a complexidade da solicitação, podem ser encaminhadas ao Gabinete de Crise, que determina a melhor forma de atendimento.

FONTE: Força Aérea Brasileira

- Advertisement -

81 Comments

Subscribe
Notify of
guest
81 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
nonato

Realizando a missão para o qual foi desenvolvido.
Transporte.
E essa é a melhor forma de treinar.
Fazendo o que é para ser feito em vez de simulações.
Até porque é a operação mais fácil que há.
Sair de um aeroporto de alto padrão para outro levando carga bem abaixo do peso máximo.
Problema seria pousar numa pista de baixa qualidade ou na Antártida.
Ou lançar paraquedistas.
Espero que no segundo semestre sejam usados em eventuais queimadas.
Será útil ao país e servirá de marketing para novos compradores.

DOUGLAS TARGINO

Não vejo a hora de poder ver esse avião na minha cidade, embora aqui só venha bandeirante! kkkkkkk

Leandro Costa

Muito bom ver essas aeronaves sendo utilizadas em proveito direto da população. FAB está de parabéns.

Foxtrot

Mais uma demonstração que investimentos em P&D em defesa favorece todo mundo.
Mas hoje demonizam as faculdades nacionais, quebram nosso programa espacial, vendem nossas empresas e só sabem importar tecnologias que somos capazes de fazer localmente.
Esse produto (KC-390) foi outro que quase deram de bandeja por uma “mala” de dólares.

Allan Lemos

Pois é Foxtrot,o Brasil desenvolve e fabrica o avião do zero e depois ia dar para a Boeing vender.Como já se não bastasse o fato de outro avião brasileiro(ST) já estar sendo comercializado como se fosse americano.Brasileiro é burro mesmo.

Rinaldo Nery

Melhor vender 100 via FMS do que 10 via BNDES…

Allan Lemos

Melhor para quem?Para a indústria americana?Com certeza.Para a Sierra Nevada?Também.Mas para nós não.Se o avião está sendo montado por lá significa que as nossas fábricas ficam ociosas.Se o avião não é vendido diretamente pela Embraer via intermédio do governo brasileiro,o nosso país deixa de ganhar influência e peso geopolítico.
Sim,nós ficamos com uma pequena porcentagem dos royalties,mas mesmo assim não vale a pena,como eu disse,é um produto brasileiro que está sendo vendido como se fosse americano.

Flanker

Estrutura, asas, fuselagem, empenagens, trens de pouso e outras partes são produzidos no Brasil e enviados para serem montadas lá. Então, as fábricas daqui não ficam ociosas.

Allan Lemos

Sim,mas o produto final continua sendo montado lá,e continua sendo vendido como se fosse um bem americano,o que significa que o Brasil deixa de ganhar influência na geopolítica mundial já que um dos poucos produtos militares que exportamos está sendo comercializado por outro governo.Isso para não mencionar o fato dos EUA já terem um grande poder de decisão já que muitas das peças do ST,como o motor,já serem americanos.
O avião ser vendido como se fosse um produto americano é uma verdadeira afronta.E o pior é que o KC-390 estava no caminho para ter o mesmo destino.

Flanker

Afronta? Então todos os produtos militares usados pela FFAA dos EUA que são de origem européia, por exemplo, e são montados nos EUA, por força da legislação deles, tb são uma afronta para seus países de origem? Vocês se apegam à um patriotismo ufanista totalmente desapegado da realidade……são negócios. …compras, vendas, dinheiro…..

Allan Lemos

Produtos de origem européia?Primeiro que são pouquíssimos pois as Forças Armadas americanas dão sempre prioridade aos produtos americanos,tanto por razões estratégicas como por causa do gigantesco lobby que atua no Congresso. Segundo,os principais países europeus são potências com uma indústria militar muito mais desenvolvida que a nossa,que é quase inexistente.A indústria de um país como o Reino Unido pode arcar ter um ou outro produto de seus produtos sendo fabricados em outro lugar,afinal eles exportam muita coisa.Já um Brasil,com uma indústria pequena,a situação é outra. Quando se trata da área militar negócios não são apenas uma questão de dinheiro,compra,venda,troco.A questão… Read more »

Flanker

Você mesmo diz que nossa indústria de defesa é pequena. ……e se quiser bater o pé e fazer tudo sozinha, como vc sugere, vai continuar sendo sempre pequena. É óbvio que vendas militares são diferentes…sei disso muito bem…..eu disse que, em última análise, tb se resume a dinheiro (pelo menos para as empresas fabricantes).

Marcos10

O avião é fabricado aqui e montado lá. Dessa maneira não precisamos financiar o motor, que fabricado no Canadá, a aviônica, que é americana, os assentos que são ingleses.

Foxtrot

Esqueça caro Allan, está debatendo com pessoas com uma visão de desnacionalização, submissão e que acreditam que realmente existe parceria igualitária entre nações colonialistas e colônias.
Está gastando ótimos argumentos com quem não liga para o bem estar do Brasil e seu povo.
O que interessa para alguns é uma mala de dólares e um visto no Green card.
Triste !

MMerlin

Exato. Mas nem adianta querer explicar isso pro pessoal. Acreditam que o trabalho de vendas é facil e que o governo tem a obrigação de comprar uma quantidade enorme do produto apenas para garantir a cadência de produção e sobrevivência da empresa. Bom, para alguns o dinheiro surge da árvore…

Marcos10

Foxtrot
P&D de fato trazem retorno ao país. O problema é que nunca há verba para isso. Todos os nossos recursos hoje são gastos, por questões constitucionais, na área social. E o motivo que trazem tudo de fora é justamente esse. Como não há recursos aqui, acabam financiando lá fora.
Quanto as nossas faculdades, com raras exceções, são um lixo, muitas delas voltadas para ideologias.
Quanto ao KC, o que há é um acordo de comercialização. Só!

Salim

Gastamos USS 25 bi ano em nossas forças armadas, mais que Israel e Coréia. Forca aérea israelense 30 mil homens FAB 75 mil. Dinheiro tem sim e só ter competência para usar no fim correto. Exercito ta mais preocupado em produzir cloroquina inutilmente e dar respaldo aos devaneios do zero um que pensa que presidência e ser dono do Brasil e da verdade.

Marcos10

Salim,
Como disse, são questões constitucionais que travam nosso país. Reduzir o número de homens nas forças armadas é possível, e acho que deveriam reduzir, mas depende de aprovação do Congresso.

nonato

Lula e Dilma puthenfia aumentaram o numero de militares…justamente a turma que você defende.

nonato

Falou o defensor de Maduro.
Torcendo para que haja muitas mortes e muito desemprego para ver se a turma de Maduro volta ao poder.

nonato

As universidades públicas brasileiras há foram sinônimo de qualidade.
Hoje em dia, em grande parte, servem como centro de doutrinação.
Grande parte dos estudos serve para militância sexual ou coisas do gênero.
Inclusive muitos eventos de natureza política marxista.
Não colidir usa com P & D.
Não vemos quase nada ser feito para o corona vírus.
Respirador é a maior dificuldade.
Tem uma que há dois meses diz que vai construír e até agora nada.

Pedro

Opinião de uma pessoa ignorante que não frequenta universidades muito provavelmente por não ter capacidade cognitiva para tal. Mesmo assim te convido a fazer uma visita a UFMG; universidade que desenvolve pesquisas de alta tecnologia em ciências exatas,biológicas e médicas (além das respectivas engenharias). Professores reconhecidos mundialmente através dos seus artigos e patentes, bem como por fazerem isso com um investimento infinitamente menor do que os EUA e os países europeus. São tão capacitados que inclusive podem explicar até para um cidadão como o sr. a importância do que é trabalhado na universidade. Conheço vários professores de direita, esquerda, centro… Read more »

MMerlin

Pedro. Ninguém discute que os professores (não só universitários) tiram leite de pedra no que tange a infraestrutura. E vem das universidades os profissionais mais capacitados disponíveis em nosso sociedade. Valorizo cada instituição de ensino e mantenho canais permanentes abertos com professores (principalmente ligados a tecnologia) para tentar trazer novos profissionais. Ocorre que não podemos fechar os olhos para os dois principais problemas existentes neste ambiente. A corrupção existente em universidades federais e estaduais, principalmente por grupos já solidificados e reitores. O outro grande problema é a polarização política dentro das instituições. Em vez dos alunos se preocuparem em aprender,… Read more »

André Bueno

Prezado nonato, sinto enormemente pela sua abissal ignorância.
As universidades públicas possuem seus defeitos mas costumam ser plurais. Também desenvolvem ensino, pesquisa e extensão de qualidade nas mais variadas áreas. Diversas ações são feitas em prol do combate à pandemia. São ações de pequena. média e grande monta, desde a fabricação de máscaras e álcool gel até o projeto de respiradores.
Informação correta alimenta a cultura, educação e o bom senso das pessoas.

André Bueno

E, claro, dentre as ações de várias dessas instituições estão a pesquisa em saúde, certamente muitas no âmbito da Covid-19 e os vários hospitais público ligados a muitas dessas instituições.

Sem educação, informação e ciência, ainda viveríamos no ano 1000.

Rafa_Positronn

Falou muito amigão

e falou B***sta

Estude um pouco mais e supere o trauma de não ter conseguido uma vaga em uma Universidade Pública

Johnny

Pessoal. Apesar da Boeing ter “pulado fora” da aquisição da EMBRAER, o acordo para venda e assistência técnica pela Boeing para o KC 390 permanece válido.

Allan Lemos

Por quê ainda estão chamando-o de “Millennium” se o acordo com a Boeing morreu?

horatio nelson

é por causa da millennium falcon ! rs

Marcelo Baptista

Allan o nome Millenium não tem relação com a Boeing, tem relação com marketing da Embraer, tem um post aqui no blog explicando +/- isso. Não significa que eu ache bonito, mas foi o que escolheram.

Marcos10

O nome Millenium nada tem a ver com o acordo com a Boeing, que aliás continua válido*, mas tem a ver com questões de mercado.
* Pessoalmente acho que esse acordo vai para o brejo também.

Filipe Prestes

Ué quem assim o batizou foi a própria Embraer, não a Boeing

Torama

Eu tb não gosto desse apelido… Não sei pq, mas “Millenium” me parece nome de produto de limpeza!

Johnny

Novamente. A parceria EMBRAER/BOEING para efeito de venda e assistência técnica pela BOEING para o KC 390 foi mantida.

Foxtrot

Ps: pelo amor de meu deus, mudem essa camuflagem
São aviões e não blindados, sendo assim não precisam de camuflagem de floresta e sim camuflagem de superioridade aérea, simples assim!
Uma com um cinza chumbo já estaria de bom tamanho.

horatio nelson

mais ai seria a força aerea portuguesa…no brasil tudo tem q ser enfeitado pois somos o país do carnaval e do petrolão.

Foxtrot

Exato Horário Nelson.
A próxima unidade será pintada no padrão Cubismo de Pablo Picasso, depois vem Frida Callo, Tarcila do Amaral e por aí vai kkkkkkk!

horatio nelson

kkkk boa

Rinaldo Nery

O avião também voa a baixa altura sobre a floresta…

Flanker

Nem perde tempo explicando, Rinaldo…..eu, vc e vários outros já explicamos isso várias vezes……mas, insistem em não entender. ….

Coutinho

Entendem sim Flanker. Isso é pura trollagem mesmo.

Foxtrot

Muito mi mi mi e conversinha fiada para explicar doutrina ultrapassada Flanker.
Pode até ser que faça algum sentido, mas que é uma doutrina ultrapassada é.

Flanker

Quem faz mimimi aqui é tu, que reclama de tudo e mais um pouco. Tu tens um estudo que comprove a ineficiência da camuflagem da FAB em seu TO previsto? Se tens, coloca aqui. Eita cara chato….mala!!!

horatio nelson

desculpa a pergunta cel, me foco mais no radicalismo ideologico e em outros assuntos, mais não seria melhor pintar em cima de verde e embaixo de cinza ?

Rinaldo Nery

Em baixo é cinza…

Rinaldo Nery

* embaixo

horatio nelson

observei q em cima tem 2 padroes podia ser um em cima e um embaixo,obrigado pela resposta cel !

nonato

Rinaldo, maa essa camuflagem floresta só serviria para esconder o avião visto de cima?
E para esconder visto de baixo?
A não ser que fosse uma cor embaixo e outra em cima.

Flanker

Visto de baixo paea cima, contra o céu, ele é pintado de cinza

Foxtrot

Obrigado Rinaldo, mas não faz sentido pois isso só seria válido se o avião fosse combater somente na floresta, coisa que mesmo levando em conta que o Brasil tenha que se defender em seu território, ainda assim o avião não operária só na Amazônia.
Até o ALA-2 não está sediado em Manaus.
Outra única justificativa seria a FAB ter uma base hiper secreta na floresta , coisa que dúvido muito.

Hcosta

Um avião passa mais tempo no chão do que a voar

horatio nelson

é um avião novo hcosta o orçamento tá pouco ainda…em breve vamos ver ele com mais horas de voo, quando nosso lider vencer os inimigos internos!

Foxtrot

Kkkkk vencer o inimigo interno, sendo o próprio “mito” o maior inimigo interno desse país.
O Brasil tem agora no poder sua família Lanister kkkkkkkk.
Só falta agora o Jofrei tomar o poder também, aí estamos f”$&5didos mesmo!

Hcosta

Todos os aviões passam mais tempo no chão do que a voar. Fica mais barato ter uma camuflagem do que criar uma estrutura para o esconder, principalmente os aviões de transporte.

João Bosco

Uma camuflagem em dois tons de cinza – médio e azulado clado – ficaria de bom tamanho nesse avião.

Carlos p silva

Em se tratando de Btazilllll seria melhor uma pintura Homero Brito….seria mais coerente com a Fab

cvn76

Uma duvida, lendo no texto:
“pertencentes ao Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT) – Esquadrão Zeus, sediado na Ala 2 – Base Aérea de Anápolis (GO)”
Pensava que o 1./1. GTT chamava-se Esquadrão Coral??
E o 2./.1. GTT chamava-se Esquadrão Cascavel?
Mudaram os nomes, criaram um novo esquadrão??

Rinaldo Nery

Sim. Mudaram o código de chamada, aproveitando a mudança de sede e de aeronave.

cvn76

Muito obrigado pela informação…. 🙂

Oséias

Muito bom. Como está o cronograma atualizado de entregas do KC?

Mauricio R.

Já reduziram o prazo das entregas pela metade????
Senão, deveriam faze-lo.
Pois não há nada que justifique 8 anos de enrolação e embromação para tanto.

EduardoSP

Há justificativa sim, e creio que vc sabe qual é.

Flanker

Então vai lá e paga as aeronaves para serem entregues em prazo menor

Fernando EMB

O cronograma quem faz é a FAB… E depende de $$$

Tutu

Hoje foram mais dois C-130H para Manaus.

https://youtu.be/-2C2ql8zufQ

nonato

Dessa vez, 25 toneladas.
Pelo que vi, muitos cilindros de oxigênio.
Parece que até itens que normalmente iria via terrestre, estão pedindo para ir via aérea pela urgência.

Rommelqe

É claro, bastaria atravessar a pontezinha pensil sobre o rio Amazonas….

Rodrigo Martins Ferreira

A FAB deveria pintar a bandeira do Brasil tremulando cobrindo toda a deriva deles..

Farroupilha

Ótima sugestão. O KC-390 ficaria muito mais bonito e diferenciado dos Hércules da vida.
Meu pitaco: ficaria legal uma bandeira monocromática só num tom de azul, ou verde, ou cinza, ou em 3D (holográfica), ou bem metalizada etc.
Seria show de bola.
Estamos em época onde todo marketing é bem vindo.

Rodrigo Martins Ferreira

Os americanos usam aquela bandeira gigantesca nos navios deles.

Parece bandeirão de torcida organizada..

Uma bandeirona pintada no maior avião nacional ia ser do caralho

Fabio Araujo

Mostrando que foi um bom investimento, que venham mais!!

Carlos

Pude ver, da varanda da minha casa, esse lindão pousando na BAMN, bichão se destaca demais nos céus.

Alisson Mariano

Aparentemente a aeronave está sem alguns sensores do sistema de autodefesa (sistema DIRCM J-MUSIC da AEL/Elbit).

Da pra ver os sensores nessa foto publicada aqui no Poder Aéreo:

comment image

Nem todas as aeronaves serão equipadas com o referido sistema ou serão instalados posteriormente?

Desde já, agradeço se alguém puder responder.

Saudações.

Luiz Floriano Alves

Vi passar um Millenium aqui em Canoas, base aérea. Belo avião. Que venham mais e se vendam para mais operadores viabilizando a linha de montagem.

horatio nelson

isso todos q acessam a trilogia ja sabiam.

Mauro

Horátio, eu prestei atenção, e todas as aeronaves estão completas, visualmente não falta nada de série. O contrato cobre tudo.
Lembro que Portugal queria um pouco “pelado” para diminuir os custos, e a Embraer disse que isso não poderia ser feito, que as aeronaves seriam 100% completas.

No caso de Portugal, apenas será outra empresa de Israel a instalar os equipamentos de auto defesa e demais, e não a mesma que instala nos da FAB. Jeitinho para atender a todos em Israel.

Alisson Mariano

Aparentemente, está sem o sensor do sistema abaixo:

comment image
Da pra ver a localização dele na foto que postei no comentário anterior e percebe-se a ausência na foto abaixo:
https://flic.kr/p/2iNW8TE

Imagino que será instalado posteriormente.

Claudio Moreno

Boa noite de Domingo a todos vocês, senhores!

Parabéns a todos os envolvidos. Uma saudação especial a FAB e ao Governo (Governos) Federal que deram dentro das condições possíveis o apoio financeiro para a execução e a implementação desta fantástica aeronave.

Torço para que o KC390 seja um sucesso de vendas, assim como quase todos os produtos da EMB sempre foram.

Nota: pau no pé daqueles que jocosamente apelidaram o projeto de “kacetão” e faziam torcida para dar errado. Muitos destes otários estão hoje aqui rasgando elogios falsos.

Mauro

Na verdade eles se quer dão as caras por aqui nessas horas, são os manjados que torcem contra, sempre os mesmos…

ADRIANO MADUREIRA

Off-Topic: Sobre o casamento Boeing-Embraer – A Joint-Venture entre a gigante americana Boeing com a Embraer tinha por objetivo oferecer o KC-390 ao mercado internacional com as facilidades do FMS(Foreign Military Sales) para a aquisição da aeronave por nações aliadas a washington,assim como já acontece com o Sierra Nevada A-29 Super Toucan. Oque poderia beneficiar e dar uma grande exposição a aeronave,já que há um grande numero de países contemplados pelo FMS: Coreia do Sul, Japão, Israel, Austrália,Nova Zelândia entre outros. Será que sem a Boeing, a Sierra Nevada não teria capacidade para montar o KC-390 e comercializá-lo sozinha,já que… Read more »

Mauro

Com certeza, o melhor seria mandar mesmo pra Sierra Nevada, já estão habituados a conviver com a Embraer, então não teria problema.

Seria um baita orgulho para eles também, sair do A-29 e passar ao KC-390.

Cansei desse papo de Boeing, cara…

Reportagens especiais

Cavanaugh Flight Museum – parte 3

O CFM mantém vários “warbirds” em condições de voo que fazem apresentações em ocasiões especiais e eventos comemorativos. Nesta terceira parte de nossa visita...
- Advertisement -
- Advertisement -