Home Aviação de Caça Coreia do Sul dispara tiros de advertência contra jato russo após ‘violação...

Coreia do Sul dispara tiros de advertência contra jato russo após ‘violação do espaço aéreo sem precedentes’

4351
60
Jatos F-15K da Coreia do Sul

Jatos acompanhavam aeronaves militares chinesas quando ocorreram incursões, segundo autoridades

A Coreia do Sul disse que sua força aérea disparou repetidamente tiros de advertência para um jato russo que duas vezes violou seu espaço aéreo territorial na terça-feira.

O Ministério da Defesa disse que três jatos russos estavam acompanhando dois aviões militares chineses quando um deles fez a invasão, a primeira vez que uma aeronave russa fez isso.

Os caças sul-coreanos foram acionados para interceptar e, depois de dispararem tiros de advertência, o jato russo deixou a área. Mas ele voltou e violou o espaço aéreo sul-coreano novamente na terça-feira, disse uma autoridade do ministério. Ele disse que os caças sul-coreanos dispararam tiros de advertência novamente.

Autoridades do Ministério da Defesa disseram que os três jatos russos e os dois aviões chineses entraram na Zona de Identificação de Defesa Aérea da Coreia do Sul (ADIZ), uma área além do espaço aéreo territorial do país, onde aeronaves são rastreadas para fins de segurança nacional.

A Coreia do Sul disse que planeja convocar oficiais da embaixada russa e chinesa na terça-feira para registrar protestos formais.

Embora seja o primeiro incidente desse tipo entre a Coreia do Sul e a Rússia, as aeronaves chinesas entraram ocasionalmente no ADIZ da Coreia do Sul no passado.

A violação ocorreu em Dokdo – uma ilha ocupada pela Coreia do Sul e também reivindicada pelo Japão, que a chama de Takeshima – logo após as 9h (meia-noite GMT).

“Os militares sul-coreanos realizaram ações táticas, incluindo soltar flares e disparar tiros de alerta”, disse o comunicado do Ministério da Defesa.

As aeronaves russas deixaram o espaço aéreo sul-coreano, mas entraram novamente 20 minutos depois, levando os sul-coreanos a dispararem outro tiro de advertência.

O ministério disse que os aviões de guerra sul-coreanos “conduziram uma resposta normal” à incursão, sem dar mais detalhes.

O Ministério da Defesa da Rússia disse na terça-feira que as forças aéreas russas e chinesas “não violaram o espaço aéreo de outros países”.

O Ministério das Relações Exteriores da China disse que a ADIZ da Coreia do Sul não era espaço aéreo territorial e que todos os países gozavam de liberdade de movimento.

F-15K da Coreia do Sul sobrevoando área portuária
As Zonas de Identificação de Defesa Aérea (ADIZ) da Coreia do Sul, Chine e Japão

FONTE: www.independent.co.uk

60
Deixe um comentário

avatar
23 Comment threads
37 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
38 Comment authors
DenisWVJHenriqueCARLOS ALBERTO EHRHARDTJodreski Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Augusto L
Visitante
Augusto L

Os Sul-coreanos tem bala na agulha, outro dia travaram um radar em um P-3 japonês.

Andromeda1016
Visitante
Andromeda1016

Essa história de travar radar é balela japonesa. Fizeram a acusação mas quando pressionados a provar o que disseram se limitaram a mostrar um vídeo que não pode ser periciado e depois exigiram que a Coreia provasse que não apontou o radar para o avião deles exigindo que revelasse a eles todo o registro de atividades do radar do navio coreano. Nenhum país sério revelaria isso pois revelaria dados secretos da defesa do país como a frequência em que operam os seus radares. Piada de mau gosto e atitude infantil de quem criou um incidente para fins políticos pois Abe… Read more »

Chris
Visitante
Chris

E como sempre… Os russos simplesmente negam ! Vai ver que os coreanos é que beberam vokca e resolveram dar tiros por ai, logo nos russos ! Kkk

Diegolatm
Visitante
Diegolatm

A cada dia a coisa vai esquentando ali naquela região, temo que uma hora alguém que tenha cabeça quente acabe ocasionando em uma crise regional.

João Moro
Visitante
João Moro

Espero que não, mas acredito que se houver a 3ª Guerra mundial, ela começará naquela região.

Bryan
Visitante
Bryan

Tem certa razão. Vejo também que ali os países estão se estudando. A China é maior responsável por esse enfurecimento, notadamente com as criações de inúmeras ilhas militarizadas, fazendo com que se crie uma zona de alerta máxima. Ali não tem espaço para amadores. Há de se erigir que existe um ranço muito grande contra os japoneses.

Chris
Visitante
Chris

Só não sai guerra por la… Por causa da presença da “Policia” (EUA) !

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Tenho certeza que quando ligarem o ‘190’, o solicitante vai ouvir a seguinte mensagem: ‘Não podemos atender a sua solicitação. Ligue mais tarde’.
Não espere muita coisa dos EUA naquela região.

João Moro
Visitante
João Moro

Os EUA já estão fazendo: Vivem navegando entre as ilhas e irritando a China.

Denis
Visitante
Denis

Na minha opinião, é a marinha chinesa que vive a atanazar a vida dos pacíficos daquela região.

Denis
Visitante
Denis

Nisso, eu concordo contigo, Antonio.

Denis
Visitante
Denis

A “polícia” não aguentaria sozinha a Rússia e a China – e elas sabem disso, e, do jeito que os EUA trataram a Ucrânia na questão da Crimeia, e como estão tratando a Turquia, eu não teria tanta certeza se defenderiam a Coreia do Sul do modo como se espera. Além disso, deslocar tropas para a Coreia do Sul assanharia os hormônios beligerantes do gordinho maluco de Pyongyang, e seriam três adversários encarniçados ao mesmo tempo. Por isso, acho que o Tio Sam faz e sempre fará vista grossa, nas vias de fato.

Mironga
Visitante
Mironga

Creio que um conflito em termos globais é eminente … Infelizmente será em curto prazo
.

WVJ
Visitante
WVJ

Pois é, também temo esse conflito apesar de não concordar com o prazo. Os britânicos (EUA inclusos) parecem não estar dispostos a confiarem num futuro de paz com a China chegando ao topo e, pior pra eles, aliada a Rússia. A Europa não seguirá o Trump necessariamente e acho que o Brasil também não deveria estar tão disponível pra uma aventura.

Minuteman
Visitante
Minuteman

A Ásia é um barril de pólvora, um movimento errado e tudo vai pelos ares.

CARLOS ALBERTO EHRHARDT
Visitante
CARLOS ALBERTO EHRHARDT

Esta um verdadeiro jogo de xadrez ,jogada errada e ….Bummm

Kemen
Visitante
Kemen

Na minha opinião isso foi uma resposta da Russia ao incidente similar na Venezuela que ocorreu dias atrás. Estamos de novo na guerra fria ?

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

Você não pode voltar a algo que nunca terminou.
Para a Venezuela, esse incidente não tem nada a ver.

João Moro
Visitante
João Moro

Acredito que são momentos históricos diferentes, mas as atitudes e os objetivos são os mesmos.

Chris
Visitante
Chris

Russos vivem fazendo essas coisas..

PPrr
Visitante
PPrr

Hoje foram aeronaves russas e chinesas, semana passada foram dos EUA, mas o fanboy só lembra dos russo, é claro,

Denis
Visitante
Denis

Nunca saímos dela, meu caro. Mas o principal culpado é o Putin; se não fosse por causa da influência ‘maligna’ da sua política, a beligerância chinesa seria debelada pela pressão econômica (convenhamos que a China só é comunista nos tratos administrativo e do controle da opinião pública interna, né?); mas Rússia e China apoiam-se uma na outra, porque sabem que as duas são um páreo duríssimo para a OTAN, e ainda alimentam o cachorro louco norte-coreano, o qual serve de escudo para elas.

DOUGLAS TARGINO
Visitante
DOUGLAS TARGINO

Ásia e Oriente Médio: países onde cada um quer comer o figo do outro.

PPrr
Visitante
PPrr

Ásia e Oriente Médio países?

Jadson Cabral
Visitante
Jadson Cabral

Na primeira eu advertia, na segunda derrubaria.

Vinicius Momesso
Visitante
Vinicius Momesso

Talves seja esse o objetivo da “violação de espaço aéreo”

Salim
Visitante
Salim

Turquia agiu assim e Rússia não fez nada, será que contra Coreia eles afinam também?!

WVJ
Visitante
WVJ

Acho que não fez nada porque convenceu os turcos que o GPS turco foi hackeado pra causar um incidente, afastando os dois países. Some o assassinato do embaixador russo e tem um caso.

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Parece que os Sul Coreanos estão ficando de saco cheio da brincadeira… Os Russos foram testar a paciência deles duas vezes e duas vezes eles mostraram que se os Russos quiserem dançar os coreanos estão dispostos a responder os passos.

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Derruba que depois Putin vai oferecer S-400 e Su-35/57 no precinho.

/S

Vinicius Momesso
Visitante
Vinicius Momesso

Esse tem “lábia” para vender, em? Deixa o Joarez Suares da Tekpix no chinelo!

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

O Ministério das Relações Exteriores da China disse que a ADIZ da Coreia do Sul não era espaço aéreo territorial e que todos os países gozavam de liberdade de movimento.´´

Mas se os EUA ou qualquer outro país resolver navegar no Mar da China com navios de guerra ou sobrevoar suas ilhas artificiais, a conversa muda né, China?

Diegolatm
Visitante
Diegolatm

Isso que eu iria comentar ” pimenta nos olhos dos outros é açucar” mas vai patrulhar o mar da china que a coisa muda..

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Só aparecer um Destroyer americano por lá que a china fica doida

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

Hipocrisia…
A China vem com essa conversa de fronteiras abertas´´ no espaço aéreo dos outros.
Mas se um Arleigh Burke pensar em passar a 100 milhas de uma ilha artificial, a China é a primeira a subir de tom e fazer ameaça.

Antônio R.I
Visitante
Antônio R.I

Um adendo, essa questão na ilha Dokdo é muito delicada entre japoneses e sul-coreanos, apesar de ambos terem um grande aliado em comum (U.S), pouco se vê de cooperação militar entre os dois países, a muitas lembranças da ocupação japonesa.

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

Apenas lembrando que, além dos horrores que os japoneses fizeram na Coréia e na China na WWII, o Japão também invadiu as Coréias no séc. XV.

Maurício.
Visitante
Maurício.

Willber, naquela região quase ninguém gosta do Japão, a Coreia do Sul ainda guarda muita magoa do Japão imperialista, o que ameniza um pouco o desconforto entre eles é que ambos possuem os EUA como aliados.

Jacinto
Visitante
Jacinto

Lá, na verdade, ninguém gosta de ninguém. Os sul-coreanos não gostam dos japoneses por causa da ocupação da Coreia antes e durante a 2ª Guerra mundial, mas também não são grandes fã da China e ou da Rússia (sucessora da URSS) por conta da atuação deles durante a guerra da Coreia, que provocou a morte de mais de 2.5 milhões de coreanos e que tem repercussões até hoje na forma da separação entre as Coreias. China, Coreia, Japão, lamentavelmente, formam um círculo de mágoas e ressentimentos históricos.

Maurício.
Visitante
Maurício.

Verdade Jacinto, o mesmo ocorre com as ex repúblicas soviéticas, quem cometeu massacres e barbáries se esquece, mas quem sofreu jamais esquece.

Maurício.
Visitante
Maurício.

A Coreia do Sul mordeu a isca russa.

Rene Reis
Visitante
Rene Reis

kkk boa

PPrr
Visitante
PPrr

hahahah boa

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

E os Japoneses beberam sake

Vinicius Momesso
Visitante
Vinicius Momesso

São eventos como esse que deixam os “amantes” do mundo militar em puro êxtase.

João Moro
Visitante
João Moro

Desta notícia e de outros acontecimentos entre estes países, tiro algumas conclusões:
1 – A Russia e a China estão sendo muito irresponsáveis.
2 – Essas atitudes são atitudes de países belicosos.
3 – Naquela região está se desenhando um novo conflito de grandes proporções, que pode culminar numa a 3ª guerra Mundial.

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

3 – Naquela região está se desenhando um novo conflito de grandes proporções, que pode culminar numa a 3ª guerra Mundial.

—–

Vamos, imediatamente a primeira guerra galáctica.

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Amigo, tenha paciência, nas duas décadas mais recentes, os EUA e aliados fizeram bem mais incursões em espaço de outras nações que os russos e mesmo chineses…

Fernando
Visitante
Fernando

Fonte: Arial 12.

RENAN
Visitante
RENAN

Este mapa mostra como a região é muito complicada, para um caça a 1600km/h pode rapidamente invadir uma área de outro país.
É um bom lugar para não errar, se o piloto tiver uma confusão espacial.
Coitado pode entrar numa fria.
Certamente novatos não devem passar por alí
Abraço

Brunow Basillio
Visitante

Me desculpe a matéria, mas nenhuma mídia oriental relatou disparo contra “jatos” , segundo os próprios Coreanos os envolvidos foram 2 Tu-95MS, 1 Beriev A-50 ,2 H6K e um Y-9, relatos detalhados nesta fonte Coreana:
http://m.mk.co.kr/news/politics/2019/556766/

smichtt
Visitante
smichtt

Caro Brunow,

Nada como fontes. Obrigado por esta.

ELTON R
Visitante
ELTON R

Os sul coreanos com certeza ainda não esqueceram o abate do KAL007 pelos sovieticos .

Quatzy
Visitante
Quatzy

O Ministro de Defesa Russo disse que não houve disparo de advertência contra o bombardeio Russo, apenas interceptação.
Achou um disparo é algo muito mais sério, sem conta que é um avião bombardeio muito lento, comparado a um caça.

Ricardo
Visitante
Ricardo

Para ver como aquela área é complicada. O Japão ficou furioso com os sul-coreanos dizendo que disparos naquela área são absolutamente inaceitáveis.

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Jato!?! que jato????
Oras bolas!!! Um jato!!!
Pelo amor de Deus

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

O mais legal é a viajem … rapozinha sapeca esta solta na análise.
Se na guerra fria onde as tensões estavam muito mais eletrizantes não teve fim do mundo imagina hoje onde as relações internacionais está multipolarizada, ou seja vai todo mundo pro saco ou melhor vai todo mundo ver jesus na goibeira celestial ou então fica nas escaramuças que vende mais.

Jodreski
Visitante
Jodreski

Vai ver o Glonass estava operando com uns satélites a menos naquele dia devido a alguns satélites serem temperamentais (as vezes funcionam as vezes não) e ai a precisão caiu de 2m para algumas centenas de milhas náuticas….

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Uai os pilotos coreanos dispararam contra jatos russos e chineses e se recusam a dizer quais aeronaves a jato eram!?!
Nunca vi nada assim!

Henrique
Visitante
Henrique

Naquela região se continua testando a capacidade de reação e resposta entre as forças dos países. Uma hora pode aparecer um nervosinho e apertar o gatilho gerando um conflito que pode ser sem precedentes. Os russos provocam os coreanos, os chineses provocam os coreanos, os norte coreanos provam os coreanos… se não fosse a disciplina oriental ali já teria acontecido um desastre há muito tempo. Outro lugar onde a provocação pode gerar outra tragédia é no estreito de Ormuz, estão provocando o Iran até que este se exceda na reação…. já vimos esse filme no Golfo de Tonkin …