Home Aviação de Ataque Bulgária espera oferta de 8 caças F-16 por US$ 1,2 bilhão dos...

Bulgária espera oferta de 8 caças F-16 por US$ 1,2 bilhão dos EUA

5453
65
Lockheed Martin F-16 Block 70

A Bulgária espera que os Estados Unidos façam uma oferta em breve para vender oito novos caças F-16 em US$ 1,2 bilhão, informou o Ministério da Defesa na terça-feira.

O Departamento de Estado dos EUA aprovou a possível venda de oito aeronaves F-16 e equipamentos relacionados a um custo estimado de US$ 1,67 bilhão, disse uma agência do Pentágono na segunda-feira.

Membro da União Europeia e da OTAN, a Bulgária está buscando substituir seus antigos MiG-29, fabricados na União Soviética, e melhorar a conformidade com os padrões da Otan.

Um acordo para o F-16V Block 70 da Lockheed Martin seria a maior aquisição militar do país dos Bálcãs desde a queda do regime comunista há cerca de 30 anos.

O Ministério da Defesa disse que a aprovação dos EUA delineou o limite superior dos custos e esperava um contrato preliminar de Washington dentro de duas semanas.

“Há um cronograma de duas semanas em que o governo dos EUA apresentará à Bulgária uma minuta de Carta de Aceitação e Aceitação, na qual o preço esperado para os oito jatos com um pacote de equipamentos relacionados necessários será de US$ 1,2 bilhão”, disse o ministério em um comunicado.

O preço esperado está acima da estimativa inicial para o acordo em 1,8 bilhão de levs (US$ 1,04 bilhão), mas o parlamento búlgaro deu ao Ministério da Defesa uma luz verde para ultrapassar o limite.

Sofia disse que as negociações para o acordo continuarão depois que receber o contrato preliminar.

FONTE: In-Cyprus.com

Notificação detalhada da Defense Security Cooperation Agency (DSCA) para a venda de caças F-16C/D Block 70/72 à Bulgária

WASHINGTON – The State Department has made a determination approving a possible Foreign Military Sale to the Government of Bulgaria of F-16C/D Block 70/72 aircraft with support for an estimated cost of $1.673 billion.

The Defense Security Cooperation Agency delivered the required certification notifying Congress of this possible sale on May 30, 2019.

The Government of Bulgaria has requested to buy:
— eight (8) F-16 C/D Block 70/72 aircraft;
— ten (10) F110 General Electric engines (includes 2 spares);
— ten (10) Link-16 Multi-Functional Information Distribution System (MIDS) – JTRS (MIDS-JTRS) (includes 2 spares);
— nine (9) Improved Program Display Generators (iPDG) (includes 1 spare);
— nine (9) AN/APG-83 Active Electronically Scanned Array (AESA) Radars (includes 1 spare);
— four (4) AN/AAQ-33 SNIPER Targeting Pods;
— nine (9) Modular Mission Computers (MMC) 7000AH (includes 1 spare);
— nine (9) LN-260 Embedded GPS/INS (EGI);
— nine (9) M61 Vulcan 20mm Cannons;
— sixteen (16) AIM-120C7 Advanced Medium Range Air-to-Air Missiles (AMRAAMs);
— one AIM-120C7 Spare Guidance Section;
— twenty-four (24) AIM-9X Sidewinder Missiles;
— eight (8) AIM-9X Captive Air Training Missiles (CATM);
— four (4) AIM-9X Spare Tactical Guidance Sections;
— four (4) AIM-9X Spare CATM Guidance Sections;
— forty-eight (48) LAU-129 Multi-Purpose Launchers;
— fifteen (15) GBU-49 Enhanced Paveway II Kits;
— fifteen (15) GBU-54 Laser JDAM Kits;
— twenty-eight (28) GBU-39 Small Diameter Bombs (SDB-1);
— twenty-four (24) FMU-152 Fuzes;
— twenty-four (24) MK-82 Bombs (Tritonal);
— six (6) MK82 Bombs (Inert); and
— thirteen (13) MAU-210 Enhanced Computer Control Group (ECCG).

Also included are
— nine (9) AN/ALQ-211 Internal Advanced Integrated Defensive Electronic Warfare Suites (including 1 spare);
— nine (9) AN/ALE-47 Countermeasure Dispensers (including 1 spare);
— 4,140 Infrared Flare countermeasures, with impulse cartridges;
— 8,250 each of PGU-27A/B 20mm training and combat munitions;
— thirty-six (36) MK-124 Signal/Smoke Illumination devices;
— nine (9) APX-126 Advanced Identification Friend or Foe (AIFF) units with Secure Communications and Cryptographic Appliques;
— eighteen (18) AN/ARC-238 UHF/VHF SATURN Radios;
— sixteen (16) AIM-120C AMRAAM training CATMs;
— Joint Mission Planning System (JMPS) with software, training and support;
— twenty (20) Joint Helmet Mounted Cueing System (JHMCS) II with Night Vision Goggle compatibility;
— ten (10) Night Vision Devices;
— two (2) Remote Operated Video Enhanced Receiver (ROVER) 6i units, plus 1 ground station;
— ground training device (flight and maintenance simulator);
— one (1) Avionics I-level Test Station;
— Electronic Combat International Security Assistance Program (ECISAP) support;
— Cartridge Actuated and Propellant Actuated Devices (CAD/PAD) support;
— Common Munitions Bit-test Reprogramming Equipment (CMBRE) support with Computer Test Set Adapter Group;
— communications equipment;
— software delivery and support;
— facilities and construction support;
— spares and repair/replace parts;
— personnel training and training equipment; publications and technical documentation; containers; munition support and test equipment; aircraft and munition integration and test support; studies and surveys; U.S. Government and contractor technical, engineering and logistical support services; and other related elements of logistics and program support.

The estimated cost is $1.673 billion.

FONTE: DSCA

65
Deixe um comentário

avatar
17 Comment threads
48 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
37 Comment authors
Evgeniy (RF).Gabriel BRCarlos Alberto SoaresAugusto LAlexandre Fontoura Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Pedro
Visitante
Pedro

Caro pra C….! A Indonesia esta comprando 11 Su-35 por US% 1,15. Por mais que exista os opcionais e equipamentos, esse pacote Bulgaro ficou super salgado.

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

Na verdade, nem tanto.
Só de mísseis e bomba ( seja pra uso real ou de treinamento ) mais pods de designação de alvoe de guerra eletrônica, eu contei, numa conta grosseira de padaria, uns 130 itens ao todo.
+ treinamento + peças sobressalentes.
Me parece até que está “barato”.

Pedro
Visitante
Pedro

Se fosse essa qtda toda de misseis ate não seria tao ruim, mas sao 40 misseis e 48 bombas. Nao compute junto a esses os inertes de treinamento. Na realidade, cada jato tem 5 misseis (2 AIM-120 e 3 AIM-9) e 3 Mk-82 e 3,5 GBU 39). Note que foi recebido alguns kits de instalacao que podem aumentar esse pacote, mas mesmo assim eh muito, muito caro.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Some tudo que se necessita para suporte no solo.

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

tá caro não, olhar só o número parece caro, vai vir dois motores reservas, e um monte mísseis e bombas, pod de designação de alvos e guerra eletrônica, o da Indonésia não sei o que foi incluído.

Daniel
Visitante
Daniel

Não achei caro, pois a gama de armamentos e eletrônicos são razoáveis.
A grosso modo, ficou o mesmo valor que os Gripens da FAB.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Políticos búlgaros, indignados com essa negociação, estão chamando o F-16 de ‘o aspirador de pó mais caro do Mundo’.
Genial.

Leitor Sincero
Visitante

Espero que tenha lido a lista de armamentos antes de falar m…

MBP77
Visitante
MBP77

Óbvio que “não leu”.
Assim como “não leu” que o Electrolux mais vendido da linha será adquirido para substituir a frota de MIG-29 “Putins”.
Sabe como é, leitura imparcial tem dessas coisas. 🙂
Sds.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Sinceramente, seu comentário é meio non sense, mas tudo bem.
O fato de vir com armamentos não impede o avião de sugar detritos da pista
E, pelo jeito, na lista de equipamentos faltou a vassoura para varrer a pista na frente do avião, né?

Leitor Sincero
Visitante

non sense é seu modo de refutar. A máquina de deslikes. Mas como você sempre tem razão.. prossiga com suas falácias.

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

nossa é um caça tão ruim que suga tudo da pista, ninguém, ninguém compra, ninguém moderniza kkkkkkkkkk

Pampapoker
Visitante
Pampapoker

O aspirador de pó que todos querem, mas poucos podem.

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

Bem com esse preço por todo o conjunto só para poucos.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

O que políticos búlgaros estavam comentando nos jornais era que estava rolando alguma coisa por baixo dos panos nesse contrato.
Agora, podemos ter uma noção disso.

PauloSollo
Visitante

O fato é que o F-16 continua vendendo como pão quente, principalmente para substituir a sucata MiG-29, que vem sendo sistematicamente atirada ao lixo. E esta sua velha ladainha contra o F-16 de nada adianta. Vira o disco e senta lá Xings!

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

O fato de a Bulgária ser um país da OTAN, é claro, não desempenha nenhum papel?

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Fonte com o link ?

Victor F.
Visitante
Victor F.

E você, como bom pagador de impostos búlgaro, exercendo seu direito de protesto.

100nick-Elã
Visitante
100nick-Elã

Estou pouco ligando para os pagadores de impostos búlgaros. Só que o acontece por lá serve como exemplo para o que acontece por aqui. Bulgária e Brasil, colônia dos EUA/Europa Ocidental.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Mitou!

Jagderband#44
Visitante
Jagderband#44

Você mitou!
Conseguiu se auto-elogiar.

PauloSollo
Visitante

Ninguém obrigou a Bulgária a se afastar da Rússia, eles o fizeram como conseqüência da horrível experiência que tiveram sob o jugo soviético. A vocês fanboyskis alienados, resta se contorcerem de amargura com este velho papo raivinha de que quem não quer mais ligação com os russos é lacaio dos EUA. Gostem vocês ou não, a URSS só levou desgraça aos países que oprimiu, e eles estão muito felizes por terem de livrado dela.

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

Alguem tem que avisar isso pros Israelenses então, que operam o F-16 a décadas no Otiente Médio…

Pedro
Visitante
Pedro

Cara, pq qdo vc coloca esse tipo de comentário ou noticia, vc não coloca a fonte? Fica mais fácil saber se eh fato ou fan service. O tempo que vc esta em foruns ja deveria ter aprendido isso.

PauloSollo
Visitante

Quanto mais birra contra o F-16, mais ele vende, enquanto as sucatas MiG-29 são sistematicamente desprezadas. Vira o disco…..

Wellington Rossi Kramer
Visitante
Wellington Rossi Kramer

Me parece que aspirador de pó é o Mig-29 que inclusive tinha um sistema de fechamento das entradas principais para não ocorrer a sucção. Nem o F-16, nem o Flanker, que possuem entradas baixas, têm tal sistema.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Coloque o link da fonte …..

DOUGLAS TARGINO
Visitante
DOUGLAS TARGINO

Vou te falar, apenas oito aviões e por todo esse valor? Isso é mesma coisa de nada para o tamanho daquele país e sua localização bem cheia de pequenas guerras ou atritos. Era para ser uma compra pelo menos de 16 aeronaves. Mas beleza, se só tem essa grana, então…

Sardaukar
Visitante
Sardaukar

Pena que não deu Gripen E…

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Alguém faz o favor de dizer aos búlgaros, que não são mil milhões e duzentos milhões de dólares por oito F16’s?
O contrato vem com uma mixórdia de equipamentos, armamentos e infraestruturas para além dos aviões propriamente ditos.
Não se pode lançar um “press-release” de tão baixa categoria ao ponto de ser esta informação, tão pouco detalhada a nível de valores, que os midia estejam “obrigados” a usar….

Concluindo, alguém consegue filtrar aí o preço propriamente dito das oito células a serem adquiridas?

Davi
Visitante
Davi

Com essa grana levaria o dobro de Gripens E

Fernando Turatti
Visitante
Fernando Turatti

Sim, e caso optassem por isso, usariam seus aviões em setores acrobáticos, porque não ia ter qualquer armamento além do canhão.
Tem uma ENORME lista ali pra explicar o valor. O site fez direitinho o trabalho de casa, aí chega nos comentários e a galera indignada achando que comprar caça é igual trocar de carro…

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Fernando, a lista não explica o valor, porque não sabemos quanto se pagou por cada item, o press release do governo búlgaro devia informa que X milhões foram pelos F16 e restantes pelos armamentos, equipamentos e infraestruturas.

Fernando Turatti
Visitante
Fernando Turatti

Não explica cada um porque não tem razão pra isso e nem o preço é individualizado. Quando tu compra um pacote, o preço é do pacote, afinal, se fosse pagar o mesmo por eles separados você assim os compraria, oras!
É fácil encontrar estimativas para o preço dos diversos itens ali listados e fazer uma conta de padaria.

Mig35
Visitante
Mig35

Eu creio que não Davi. A FAB adquiriu 36 gripen por 5,4 Bilhões de dólares. Refaça as contas.

JT8D
Visitante
JT8D

A Bulgária vai fabricar os F-16 lá com transferência de tecnologia? Pois só assim seria possível comparar com o FX-2

Mig35
Visitante
Mig35

Entende e distorce como você quiser. Se você não sabe jt8d eu tô nem aí.

JT8D
Visitante
JT8D

Distorcer? São perguntas simples. Se você não tem argumentos para justificar aquilo que você escreve a culpa não é minha

Alexandre Fontoura
Visitante
Alexandre Fontoura

O contrato do Gripen NG para a FAB foi no valor de SEK 39 bilhões, o equivalente a US$ 4,7 bilhões em 2015. Hoje, US$ 4,16 bilhões. US$ 5,4 bilhões era o valor pelo câmbio SEK-Dolar em 2013, quando foi anunciada e a escolha.

Lucianno
Visitante
Lucianno

A aquisição de caças é primeiramente uma decisão política. Pequenos países da OTAN limítrofes da Rússia, como a Bulgária, obviamente irão comprar caças americanos porque são os USA que garantem a segurança deles. Países como Japão, Coréia do Sul, Taiwan, Israel e Canadá também são bancados militarmente pelos USA e sempre comprarão caças americanos. Assim como países aliados de Rússia e China, como por exemplo Cuba e Venezuela, irão comprar logicamente caças de seus aliados. Atualmente os americanos estão muito mais comercialmente agressivos para venda de equipamentos militares. Inclusive existe um veto “não declarado” (porque a França é uma aliada)… Read more »

Augusto L
Visitante
Augusto L

O governo Trump tem feito pressão comercial agressiva nos paises da Otan que depedendem de Washington para sua segurança.
A França não tem gostado nada, ja perdeu muitos contratos para esses paises do Baltico + a Bulgaria.
Inclusive é o pais que mais quer usar o fundo europeu pra excluir o desenvolvimento de armas europeu sem a participação das empresas americanas.

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

A lista abaixo, que mostra os itens que estão sendo adquiridos com o caça, é uma lista de respeito.
Contei ( bem por baixo ) uns 140 itens entre bombas e mísseis ( de treinamento ou de uso real ), mais pods de designação, contra-medidas + peças sobressalentes + treinamento.
Me parece até que o preço saiu relativamente “barato”, considerando-se tudo o que vai vir junto com os caças.
Uma pena que, a cada F-16 vendido, é um Gripen a menos sendo exportado.

JT8D
Visitante
JT8D

Não há o que lamentar. O Gripen não concorre com o F-16. É a Suécia que concorre com os EUA. Aí não há o que fazer

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

Concorreu sim. O Gripen ficou em 2° lugar. Acho que o diferencial que o F-16 teve em cima do Gripen foram as “condições favoráveis” do Tio Sam, o que sempre é um diferencial.

JT8D
Visitante
JT8D

Foi exatamente isso que eu disse. Leia de novo

Alessandro
Visitante

Que itens? A maioria sao os que vem nos caças, a maioria leu que virão 10 motores, mas 8 são dos caças! Só 2 são reserva, idem pode, o que conta mesmo são misseis e bombas que convenhamos, são uma quantidade minúscula de itens opcionais que vem nesse pacote, não justifica 200 mi por F-16

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues
Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

O “custo” dos 8 F-16V Block 70 sairia por 150 milhões mais ou menos

Agora façam os cálculos de quanto custou o Gripen E para o Brasil vou ajudar na brincadeira, foram 36 aeronaves por 5,4 Bilhões

JT8D
Visitante
JT8D

Então, você está de brincadeira, né? Você não pode estar querendo essas duas vendas

Fernando Turatti
Visitante
Fernando Turatti

Não tem comparação. Eu sei e você também sabe.
Compramos junto licença pra fabricar e mesmo exportar o avião. Compramos material pra fazer manutenção local e todo um pacote junto.
Se vale a pena comprar tal tecnologia é outra discussão(eu sou a favor), mas não tem como comparar o preço assim.

Mig35
Visitante
Mig35

Igual ao AMX de outrora, Fernado Turatti. Antes da compra a EMBRAER era brasileira não tinha sido comprada pela Boeing, essa concorrente direta e universal da SAAB, na época. Esses “Fatos” não existiam na época da decisão, se fossem seriam “imprescindíveis” para alterar a compra do Ng. Pessoas pensam. Eu aconselho a lerem a decisão do NG e tirarem suas conclusões. Nenhum Nick falando achismos, que nem um papagaio, pode ser levadoa sério, nem eu quero ser levado a ponta de sabre, até porque tem muitas crianças que lêem o site. Esse é bom, aquele é ruim, o outro é… Read more »

FABIO MAX MARSCHNER MAYER
Visitante
FABIO MAX MARSCHNER MAYER

O preço caro, mas o custo de hora-vôo, baixo!

Mas explicar isso para débeis mentais que odeiam os EUA, mas amam o iPhone, é perda de tempo…

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Boa….. Kkkk

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

Somente o fato de praticamente todos os países do Leste estarem substituindo seus caças pé de boi da era soviética por caças de uma geração atual, já é num feito extremamente relevante.
Os F-16 são um páreo duríssimo para os Gripens.
Qualquer um dos dois será uma excelente escolha.
Sobre o preço, contando todo o pacote, considerando novos equipamentos, treinamento e nova doutrina. Acredito que é um preço razoável.
E resumo os americanos não brincam em serviço.
Bem quem poderia vir para estas bandas uma dúzia de F-16 via FMS.

Alessandro
Visitante

Caças pé de boi que foram usados ate o osso, né? Se fossem tão ruins não teriam usado por mais de 30 anos

Ivanmc
Visitante
Ivanmc

Essa compra, espera da oferta bem como diz a matéria, dos Vipers Block 70 pela Bulgária, não me parece um mau negócio. US$ 150 milhões de dólares por aeronave, sendo que, custam US$1,2 bilhões de dólares em sua totalidade os 8 caças, ainda mais, com um belo pacote de armamentos e componentes que estão incluídos. Eu achei interessante.

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Mudando o foco, mas so para umar eflexão: tem alguem que ainda julga que um F35 possa ser vendido a um preço inferior a um F16?

JT8D
Visitante
JT8D

Tem. Muitos aqui acreditam em Papai Noel (ou melhor, Santa Claus)

Fila
Visitante
Fila

Será que não existe espaço para o supertucano nesses países europeus mais pobres? Nesse caso da Bulgária, por exemplo, não estaria ela mais bem servida com 7 F16 e uns 6-7 supertucanos?

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

Se eles não tem problemas com insurgentes ou traficantes em “teco teco” seria jogar dinheiro fora com a compra de ST.

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Rommelq, tentei varias vezes por dois dias responder seu comentário e simplesmente some, tentando por aqui sua questão do custo do F-16 vs F-35! O problema do F-35 já deixou de ser o preço por unidade faz tempo, de 80 pra 90mi ou algo assim é muito pouco em termos de diferença pra vc pular de um caça de quarta para quinta geração (lembrando do kill ratio de 20×1), o grande problema é o custo operacional, a hora voo ainda é caríssima e a manutenção não é pra qualquer um! Acredite, o custo por unidade não é um problema na… Read more »

Antonio Palhares
Visitante
Antonio Palhares

O melhor negócio para os Estados Unidos é a OTAN. Um mercado cativo eterno para produtos de tecnologia de ponta e alto valor agregado.

Gabriel BR
Visitante
Gabriel BR

Por esse preço era melhor ter comprado o Rafale F4

Lucianno
Visitante
Lucianno

Existe uma proibição “não declarada” por parte dos USA para que os países da OTAN comprem o Rafale. A Bulgária é vizinha da Rússia e depende da proteção dos USA para se proteger, é totalmente impossível que eles contrariem os americanos comprando o Rafale.