Home Aviação Militar Aviões alemães capturados pelos EUA na Operação Sea Horse, em 1945

Aviões alemães capturados pelos EUA na Operação Sea Horse, em 1945

7482
76
Aviões alemães Me 262 capturados e outros sendo levados a bordo do HMS Reaper

A Operação Sea Horse (Cavalo Marinho) foi a parte naval da Operação Lusty. O propósito dela era localizar e recuperar armas alemãs secretas, incluindo aeronaves.

O porta-aviões de escolta HMS Reaper participou da operação, sendo usado para transportar as fuselagens capturadas.

Em 23 de julho de 1945, o HMS Reaper deixou Cherbourg com destino a Newark, New Jersey. A notícia da rendição japonesa aconteceu durante a viagem.

Na viagem oceânica rumo às bases aliadas, os aviões foram cobertos com uma cobertura especial para protegê-los do borrifo do mar. As seguintes aeronaves foram capturadas:

  • Dez Me 262
  • Cinco Focke-Wulf 190 F
  • Quatro Focke-Wulf 190 D
  • Um Focke-Wulf Ta 152
  • Quatro Arado Ar 234
  • Três Heinkel He 219
  • Três Messerschmitt Bf 109
  • Dois Dornier Do 335
  • Dois Bücker Bü 181
  • Um Doblhoff WNF 342
  • Dois Flettner Fl 282
  • Um Junkers Ju 88 G
  • Um Junkers Ju 388
  • Um Messerschmitt Bf 108

E pelo menos uma aeronave de asa voadora Horten, incluindo o protótipo Ho 229 V3 movido a motor jato Jumo 004, que atualmente reside na Paul Garber Preservation, Restoration, and Storage Facility em Suitland, Maryland.

Em agradecimento pela ajuda britânica por fornecer os serviços de um de seus porta-aviões, os americanos deram a eles cinco Messerschmitt Me 262 para testes.

Os outros cinco Messerschmitt Me 262 ficaram com a AAF (United States Army Air Forces) e foram levados para um aeródromo em Indiana, conhecido como Freeman Field, onde os testes podiam ser realizados de forma relativamente secreta.

Em 19 de agosto, um dos dois Messerschmitt Me 262 viajando para o campo de Freeman via Pittsburgh caiu em um campo durante o pouso.

Focke-Wulf 190 capturado pelos americanos
Dornier Do 335 com o cocar das United States Army Air Forces
Um Messerschmitt Me 262 sendo testado nos EUA

76
Deixe um comentário

avatar
18 Comment threads
58 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
45 Comment authors
CESAR ANTONIO FERREIRARenatoFábio Bueno VinholoCarlos GallaniEdson Parro Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Roberto F. Santana
Visitante
Roberto F. Santana

Sabe aquela sensação seguida de decepção tipo: ‘eu achava que sabia tudo e era o melhor’ ?
Pois é, é o que esse piloto que voou o FW-190 deve ter sentido.

Marcos10
Visitante
Marcos10

Dizem que o FW190 foi o mais manorável avião da IIGG. Perdia em muita coisa para os demais, é verdade. E segundo os alemães, a versão “Dora”, maior e mais pesado, era tão manobrável quanto o P51.

Roberto F. Santana
Visitante
Roberto F. Santana

Esse FW-190 da foto, foi testado pela U.S. Navy e era pintado de azul.
Ele foi testado contra o Corsair e o Hellcat e por incrível que possa parecer, os pilotos americanos disseram que o FW-190 era inferior a esses aviões na manobrabilidade, chegando a dizer que a razão de giro em torno de seu eixo longitudinal (tonneau) do Focke-Wulf era igual ao do Corsair! E note que a capacidade de giro do FW-190 era notória tal sua rapidez na manobra.
O estudo entretando destacava várias caracteristicas do FW-190.

Charles Rodrigues
Visitante

Será?
Acho que o relatório pode ter sido ” favoravel” aos americanos para nao abalar mais ainda a moral.
As aer9nav3s alemães eram fantásticas, faltavam pilotos treinados…

Bavarian Lion
Visitante

Há um documentário em que pilotos afirmam que o Me-262 era melhor que todos os jatos aliados que entraram em combate na primeira fase da guerra da Coréia.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Agora sabemos quando surgiu a mania de ‘colar’ os projetos dos outros.

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

China se graduou com mérito nessa escola.

Mas não acho que outros empregaram isso tão bem quanto os Romanos, sempre evoluindo e empregando as táticas dos inimigos que eles julgavam melhores que as deles.

kemen
Visitante
kemen

Vitor, começou com o Japão, copiando eletrônicos de pequeno e médio porte, invadindo o mercado com eles mais baratos, muitos anos atras. Na área militar alguns sempre tentaram descobrir detalhes dos desenvolvimentos dos outros, por exemplo; agora o interesse que desperta o projeto da catapulta eletromagnética (EMALS) chinesa, baseada na descarga de acumuladores capacitivos, que poderia ser empregada em porta aviões não nucleares e que ira equipar um próximo porta aviões chines.

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

Ah mais ai pode né.

Curioso
Visitante
Curioso

Este é um exemplo do que faz dos EUA a maior potencia global. Tem que tirar o chapéu. Os caras são astutos, não dormem em serviço. Viram a oportunidade, se apropriaram da tecnologia, e ao mesmo tempo impediram que continuasse ou caísse em mãos inimigas. Como dito, Roma, Egito, Babilônia, Mongólia e outros grandes impérios da antiguidade, faziam o mesmo. Hoje temos outros exemplos na Russia, China e etc. Até o nosso gigante verde e amarelo está acordando e aprendendo a absorver (Um certo incidente na época das Malvinas que o diga). Não condeno ninguém por isso, sempre tem o… Read more »

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Fez, né?
Dormiram no ponto e o cachimbo caiu.
Agora, vão ficar correndo atrás da Huawei e outras empresas.
Só que é tarde.

DENYS
Visitante
DENYS

Correndo atrás?? Os Estado Unidos dominar os sistemas operacionais e processadores. Os processadores usado pela Huawei são da ARM que tá no dominio de um empresa japonesa. Niguém vai usa mais Huawei sem sistema android.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Está tudo sob controle.
A Huawei já tem dois sistemas operacionais próprios.
Um baseado no Android livre e outro próprio dela.
Já pediram registro dos nomes para lançamento ainda esse ano.
Com relação à ARM, uma empresa chinesa (não lembro se foi a própria Huawei) comprou a filial chinesa da ARM o que dá direito vitalício de utilização dessa arquitetura (segundo entrevista de um executivo da empresa chinesa).
Portanto, teremos muitas novidades nos próximos meses.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Em tempo.
A Huawei está de 2 a 5 anos na frente da concorrência em matéria de 5G.
Os analistas do setor consideram que as medidas de Trump são uma tentativa de atrasar o desenvolvimento da empresa de modo que a concorrência possa alcançá-la.
Creio que será um tiro no pé, visto que a Huawei já tinha tudo preparado há mais de um ano.
E ainda, anunciou que até 2030 vai lançar a rede 6G.

Tutu
Visitante

Até onde eu sei ARM é uma arquitetura base para processadores desenvolvida e distribuída por meio de licenças pela Arm Holdings plc, uma empresa britânica formada por uma joint-venture entre a Acorn Computers, Apple Computer e VLSI Technology nos anos 80.
A patente da arquitetura pertence a Arm Holdings, ou seja, mesmo que a Huawei compre um subsidiária ( O que já é uma informação bem duvidosa) ela não poderia utilizar tal arquitetura.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Que os chineses compraram a subsidiária da ARM eu tenho certeza absoluta, pois eu li a reportagem na época.
Só não sei quais são os direitos envolvidos.
Por isso destaquei: ‘segundo um executivo da empresa’.

DENYS
Visitante
DENYS

Sistema operacional baseado no linux, não vou falar que tá no dominio disso.

Curioso
Visitante
Curioso

O Trump mexeu uns pauzinhos lá. Agora Huawei vai ter que tirar um S.O. xing-ling da manga, vejamos se os consumidores serão atendidos a altura do Android ou IOF. Tomara que sim, seria mais uma opção no mercado, eu não ganharia nada com monopólio de empresa nenhuma…

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Não se esqueça que qualquer S.O. xing-ling terá, de cara, cerca de 400 milhões de usuários, 1/3 do total do Mundo, que é o mercado chinês.
Certamente que isso se expandirá para o restante da Ásia e alhures.
Quero ver quando a Apple for banida da China, a menos que use esse S.O. xing-ling.

Cavalo-do-Cão
Visitante
Cavalo-do-Cão

“Antoniokings Fez, né? Dormiram no ponto e o cachimbo caiu. Agora, vão ficar correndo atrás da Huawei e outras empresas. Só que é tarde.” Qualquer celular hoje é melhor que as porcarias da apple…pois todo o seu sucesso se construiu só com campanhas de marketing e não pela a qualidade de seus produtos…o que a apple vende hoje é apenas a sua marca… O Steve Jobs foi um grande empresário somente isso…O Steve Jobs foi um gênio do marketing e do capitalismo estadunidense…É dele a frase: “O consumidor não sabe do que precisa, assim criamos a necessidade para ele”… Todos… Read more »

Plinio Jr
Visitante
Plinio Jr

A Mãe Rússia fez a mesma coisa, alias, todos os espólios nazistas foram devidamente divididos entre aliados e URSS….

Sidy
Visitante
Sidy

Não creio que foram “devidamente divididos”… foi mais na base do “quem chegar primeiro leva”.
Aliás, não só projetos alemães foram copiados. B-29s americanas pousaram na URSS e apenas as tripulações foram devolvidas. Daí surgiu o Tupolev Tu-4…. cópia cuspida e escarrada das B-29.

LucianoSR71
Visitante
LucianoSR71

Acabei de citar esse caso do Tu-4, comecei a escrever, mas tive de parar p/ atender uma ligação e não tinha visto esse seu comentário.

Geovano
Visitante
Geovano

Cópia esculpida em Carrara.. o mármore…

Pampapoker
Visitante
Pampapoker

Sugestão de leitura: o Touro vermelho autor Miroslaw Bujko,

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

A mania de ‘colar’ projetos dos outros pode ser remontada à antiguidade, e provavelmente bem antes, mas para dar um exemplo moderno, acho que podemos todos imaginar a cara de felicidade quando um Fokker Eindecker fez um pouso bem forçado atrás das linhas aliadas lá por 1915…

FABIO MAX MARSCHNER MAYER
Visitante
FABIO MAX MARSCHNER MAYER

A Huawey não pode mais usar nem as redes wi-fi. Como empresa, ACABOU!

CESAR ANTONIO FERREIRA
Visitante
CESAR ANTONIO FERREIRA

Cristo É Rei, Deus É Pai!
Como é que a empresa que tem a melhor tecnologia de 5G não pode ter os seus aparelhos conectados em redes de WiFi?

Thiago Telles
Visitante
Thiago Telles

Foi a festa da engenharia reversa.

Neves João
Visitante
Neves João

Thiago, sinceramente não acho que nada dos alemães superasse os americanos em 1945, com exceção da armas de infantaria, como os fuzis, fato que até hoje os alemães fabricam os melhores do mundo e copiados pelos russos no estupendo AK-47. De resto, nenhum avião ou navio supera o que os aliados tinham no final da guerra. Os alemães eram muito criativos, se tivessem mais tempo e sossego dos bombardeios aliados talvez virassem o jogo, mas os americanos não roubaram os planos alemães, eles levaram diretamente centenas de cientistas para os EUA, foi uma “importação de cérebros”, mas os americanos tiveram… Read more »

paddy mayne
Visitante
paddy mayne

Concordo com o João. Mais do que modelos, levaram cérebros. Desnecessário dizer que a ida à lua não ocorreria sem Wernher von Braun. Mas isso não é roubo. É espólio de guerra.

francisco Farias
Visitante
francisco Farias

Espólio de guerra são objetos conquistados pela parte vencedora de uma batalha ou guerra, servirão para lembrar a vitória obtida sobre o inimigo.
Roubar a tecnologia do vencido não é espólio de guerra. É pirataria.

Sidy
Visitante
Sidy

Que todos praticavam, diga-se de passagem. Os alemães não só utilizaram muitos dos tanques inimigos capturados, como se basearam no projeto do T-34 para fazer o Panther. Então, até aí, ninguém pode falar nada… soviéticos utilizaram tanques e aviões alemães capturados e basearam o Mig-15 no projeto do Focke-Wulf Ta 183 Huckebein…

paddy mayne
Visitante
paddy mayne

Pela sua logica os vencedores deveriam pagar royalties para os nazistas, é isso? Logo eles, que roubavam de obras de arte a dentes de ouro?

JT8D
Visitante
JT8D

Minha resposta para você: Me 262

Heinz Guderian
Visitante
Heinz Guderian

Gloriosa Luftwaffe, tinha os melhores caças da WWI 2, tanto que quando foram capturados serviram de base para vários projetos norte americanos e ingleses.

Marcelo Machado
Visitante
Marcelo Machado

Em 1945, certamente, não tinham. Nada (caça) com a autonomia do Mustang nem com o poder de fogo do Thuderbolt. E se quiser comparar com o B29, ainda fica ainda mais díspar. No âmbito dos bombardeiros, os alemães estavam muito atrás. O pequeno raio de ação do ME 262 o fazia uma arma de defesa, com resultados insuficientes para impactar o resultado da guerra. Especialmente com seu uso tardio.

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Marcelo, tinham varias aeronaves armadas com canhões nessa época. O Spitfire F Mk22 por exemplo era armador com 4 canhões de 20mm Hispano Mk.V oque conferia a aeronave um poder de fogo fenomenal e o Me-262 vinha com 4 canhões MK108 de 30mm mas eu não sei se você está falando de armamento orgânico ou capacidade de carga. (se o ultimo for o caso, a capacidade do P-47 é realmente invejável)

Plinio Jr
Visitante
Plinio Jr

A série Anton dos Fw-190s tinham grande poder de fogo, maior que muitos caças aliados, o P-47 se destaca pela sua robustez, tanto que a maioria dos esquadrões da 9th e 12nd AFs, na França e Itália respectivamente, tinham como principal função de apoio ao solo, eram equipados com P-47s. Os He-219s eram considerados por muitos, os melhores caças noturnos da guerra, as ultimas versões de Fw-190D eram comparáveis aos melhores caças aliados e o Ta-152 e o Do-335 superiores….o Me-262 chegou tardiamente a guerra, em um momento que havia pouco combustível e poucos pilotos, mesmo assim, deram muita dor… Read more »

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

O problema dos 190 e dos 109 muito armados que geralmente eram usados como interceptadores de B-17’s e B-24’s é que justamente seu envelope de vôo ficava comprometido. Os 190A-8 da vida nem tanto, a menos que usassem os pods para canhões de 20 ou 30mm, já os 109, caso fossem ficar pesadamente armados, precisavam usar os pods. Mesmo assim, a munição interna dos canhões era pequena, mas que ainda assim nas mãos de pilotos hábeis era o suficiente para fazer um estrago. Basta ver o que a JV-44 fez com mais ou menos um mês de operação apenas. No… Read more »

Defensor da liberdade
Visitante
Defensor da liberdade

Ta-152 e Ta-183 mandam lembranças, pena que não chegaram a tempo, do contrário teriam feito mais viúvas americanas e inglesas. O Ta-183 transportava até um míssil ar-ar guiado por rádio.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

‘Pena?’

Esse comentário não contraria as regras do fórum?

paddy mayne
Visitante
paddy mayne

No mais, é o mimimi de sempre: “ain, se tivesse produzido mais isso, mais aquilo, a alemanha tinha virado o jogo”. Felizmente não virou.
A propósito, eis o numero de Ta-183 produzidos: Zero. Ou seja, manda lembranças da prancheta.

Defensor da liberdade
Visitante
Defensor da liberdade

Não disse que teriam virado o jogo, favor reler meu comentário.

João Adriano Breneisen
Visitante
João Adriano Breneisen

alemães usavam. canhão. muito melhor q as ponto 50. do mustang e p47. .

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Sinceramente eu acredito que os caças britânicos Hawker Typhoon e Supermarine Spitfire da Serie Griffon eram aeronaves verdadeiramente soberbas que não deviam nada para com seus rivais.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Typhoon? Não quis dizer ‘Tempest’?

Edson Parro
Visitante
Edson Parro
Marcelo Machado
Visitante
Marcelo Machado

ME BF 108 era um avião de recreação convertido em treinamento. Por que cargas d’agua os americanos se dariam ao trabalho de levar pra casa?

Zeca
Visitante
Zeca

Qualquer “parafuso diferente” que pudesse ser achado era de interesse.

Alfredo Araujo
Visitante
Alfredo Araujo

O Taifun é considerado um dos melhores aviões utilitários da época… Algumas soluções de engenharia utilizadas sem seu projeto, de tão “boas”, foram utilizadas no Bf-109. Um avião desses, por mais simples que pareça, não me parece q deva ser ignorado.

Caio
Visitante
Caio

Só o Brasil que não copia nada….. Que preste; pois o contrário faz perfeitamente inclusive em nossa mentalidade.

Ozawa
Visitante
Ozawa

E da Horten veio o Spirit . . .

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

de novo essa? ate você com esse papo… pelo amor… não sabia que a ideia de asa voadora era exclusividade dos alemães. ledo engano meu… e pensar que EUA URSS e Alemanha explorando essa ideia foi só por recremento…

Mas eu acho que se você quiser voltar mais, podemos dizer que todos devem essa ideia a (Literalmente) Asa voadora de Da Vinci

LucianoSR71
Visitante
LucianoSR71

Na matéria recente em que apareceu o B-2, rebati essa estória ( não é História ) c/ fatos e coloquei um link muito ilustrativo:
http://www.airforcemag.com/MagazineArchive/Documents/2017/February%202017/0217northrop.pdf

paddy mayne
Visitante
paddy mayne

É verdade! É igualzinho! inclusive já era stealth, né? pelamor…

Diego.
Visitante
Diego.

Que exemplo esses alemães um pólo que deu luz ao mundo com imensa sabedoria. Antes da guerra a Alemanha investia pesado em educação, formando ótimos matemáticos, físicos, que deram toda uma base teórica para as engenharias produzirem as armas de guerras. Investem até hoje, e não é atoa que tem uma economia forte mesmo após perder as 2 grandes guerras. Empresas privadas não bancam pesquisas caras que encabeçam o futuro, que curam doenças, pesquisa é projeto de estado, governo nenhum poderia por a mão.
R.i.p ciência brasileira.

LucianoSR71
Visitante
LucianoSR71

Certas pessoas parecem ter memória seletiva, então vale a pena lembrar que o Tupolev Tu-4 nada mais era do que uma cópia do B-29, criada por engenharia reversa a partir de alguns destes que tiveram que pousar em território da URSS devido a emergências durante a 2ªGM. Alguns podem dizer que não é uma cópia, pois eles usaram o Sistema Métrico em lugar do Imperial dos originais americanos …

Marcos10
Visitante
Marcos10

Embora as asas voadoras fossem testadas desde a década de trinta, o Horten IX não era somente uma aeronave para testes experimentais, destinava-se a entrar em produção em larga escala. Conta-se, e nça se sabe se é verdade, que o Horten entrou em dogfighter contra o 262, mostrando-se muito mais manobrável. O protótipo 002 foi perdido em acidente, o 001 desconhece-se o seu destino e os 003 foi para os EUA, encontrando-se hoje em fase de restauro no Smithsonian Institute. O ME-262 foi testado por bastante tempo pelo Exército americano, inclusive contra o P-80, que nessas alturas já tinha disponível… Read more »

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

XB-35 teve pedido de produção antes do final da guerra, mas o desenvolvimento se arrastou o suficiente para ele ser concluído apenas depois da guerra tendo o primeiro vôo no início de ’46, se não me engano.

Marcos10
Visitante
Marcos10

Verdade!

Marcos10
Visitante
Marcos10

As asas voadoras tinham o problema de instabilidade lateral. No caso do XB35, isso deveria se acentuar com uma eventual desincronização do passo ou potência.

Joli le Chat
Visitante
Joli le Chat

O Brasil não pegou nenhum avião Focke-Wulf no final da II GM. Por outro lado, conseguiu contratar o próprio Henrich Focke para trabalhar no CTA. A vocação para o fracasso típica do Brasil fez com que Focke se mudasse para os Estados Unidos. E o convertiplano brasileiro hoje descansa em paz.

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

O Brasil deveria ter jogado uma cachoeira de dinheiro nele e no CTA como se não houvesse amanhã mas como vc disse “vocação para o fracasso típica”.

paddy mayne
Visitante
paddy mayne

A maior arma americana: linha de produção. Era uma verdadeira cornucópia de armas, para si e para os aliados. Mesmo quando produziam produtos inferiores (ex. M-4 Sherman), acabavam dominando pelo volume. Conceito que os sovíeticos passaram a empregar após 1945.

Marcos10
Visitante
Marcos10

O poderio industrial militar foi o diferencial.
Chegaram a lançar um navio ao mar a cada dia.

LucianoSR71
Visitante
LucianoSR71

O Yamamoto sabia muito bem disso e por isso tentou evitar que os líderes japoneses o obrigassem a despertar o gigante. Vários generais alemães também não gostaram nada quando Hitler resolveu declarar guerra aos EUA, eles acreditavam que os americanos talvez não declarassem guerra, pelo menos até se recuperarem do ataque dos japoneses e estarem em uma posição melhor no Pacífico, o que poderia ser um prazo necessário p/ vencer a URSS e aí sim ir com tudo p/ o oeste.

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Eu acho essa má fama do Sherman bem injusta. ele era um bom tank médio, bem mais confiável que o T-34 mecanicamente mas era aquilo que chamavam “Jack of All trades master of none” fazia tudo mas não era excelente em nada. com o passar do tempo versões melhores e mais especializadas surgiram e ele se tornou um veiculo soberbo… Sherman Easy 8 Sherman Jumbo O Firefly E todos eles tinham uma taxa de sobrevivência da tripulação muito boa (comparável a um Panzer 4) que ficou ainda melhor com a adesão da estiva molhada Fora outros fatores menores que eram… Read more »

paddy mayne
Visitante
paddy mayne

Bem, Victor, sou apenas um leigo, e achei sua explicação muito boa. Mas até o Patton tinha essa opinião.

Bavarian Lion
Visitante

É interessante lembrar que além do primeiro caça a jato viável, o avião a hélice mais rápido do mundo, e o primeiro stealth do mundo, ainda foram levados dois modelos de helicópteros prontos.

O Fl282 tem um visual incrivelmente contemporâneo.

Ainda bem para a humanidade que o nazismo perdeu, mas caso houvesse uma liderança como a de Merkel hoje, a guerra teria sido bem vencida.

Tiago
Visitante
Tiago

Não conhecia esse Helicóptero, muito interessante esse Fl282.

Ricardo Bigliazzi
Visitante
Ricardo Bigliazzi

Como diz a famosa letra da musica: “Deus está do lado de quem vai vencer”.

“Espólio de Guerra”, quem perde acaba por entregar aos Vencedores o que de melhor tinham. Os Aliados (Americanos, Russos, Ingleses e até Franceses) acessaram todo esse conhecimento avançado Alemão.

Alfredo RCS
Visitante
Alfredo RCS

Para quem acredita que apenas a tecnologia vence a guerra…ta certo que ajuda, mas…

Fawcett
Visitante
Fawcett

Copiar equipamentos militares do inimigo é tão antigo quanto andar para a frente. Os cartagineses eram os reis do mediterrâneo, mas depois que os romanos botaram as mãos num navio cartaginês o jogo virou e Roma conquistou todo este mar.

Fábio Bueno Vinholo
Visitante
Fábio Bueno Vinholo

Carregamento de um verdadeiro tesouro! Um “show” de lindos brinquedos!

Renato
Visitante
Renato

E o que vcs acham que saiu copiado disto tudo?