Home Aviação Militar Novo radar chinês pode detectar aeronaves furtivas e guiar mísseis para destruí-las

Novo radar chinês pode detectar aeronaves furtivas e guiar mísseis para destruí-las

15702
115
Sistema de radar chinês JY-27A

O radar anti-stealth da China não só detecta aeronaves furtivas avançadas, mas também pode guiar mísseis para destruí-las, disse um projetista de radar chinês em uma entrevista recente.

Os radares de ondas métricas podem ser instalados em veículos, em terra e em navios de guerra, criando uma teia densa que impede que aeronaves furtivas hostis possam se esconder, disseram especialistas militares chineses ao Global Times.

“Desde que sejam projetados para atender a essa finalidade, os radares anti-stealth de ondas métricas podem atender à exigência”, disse Wu Jianqi, cientista sênior da empresa estatal China Electronics Technology Corporation (CETC), que realiza pesquisas e projetos de radar anti-stealth, em uma entrevista com a revista Naval & Merchant Ships, respondendo se o  radar de ondas métricas pode guiar os mísseis para abater aeronaves furtivas.

Os radares de onda métrica podem detectar aeronaves furtivas porque as aeronaves stealth modernas são projetadas principalmente para evitar a detecção por radar de microondas, e são menos furtivas ao radar de ondas métricas, observaram especialistas militares.

No entanto, os analistas disseram anteriormente que, devido à sua baixa resolução e precisão, os radares de ondas métricas só podem alertar sobre a presença das ameaças. E mesmo que os radares de microondas compensem as deficiências dos radares de ondas métricas, eles não conseguirão superar completamente essas deficiências.

Wei Dongxu, analista militar de Pequim, disse ao Global Times que os radares de ondas métricas mais antigos só podiam detectar mais ou menos a direção geral de um objeto, não sua localização exata.

Wu resolveu o problema ao projetar o primeiro radar de impulso sintético e de abertura sintética do mundo (Synthetic impulse and aperture radar – SIAR), com medidor de onda esparsa, de acordo com a revista.

Wu disse que seu radar tem múltiplas antenas transmissoras e receptoras de dezenas de metros de altura, espalhadas em uma faixa de dezenas a centenas de metros. Eles podem cobrir continuamente o céu enquanto o radar recebe ecos de todas as direções.

Wei disse que isso aumenta significativamente a capacidade do radar de rastrear um alvo aéreo, identificando as coordenadas exatas da aeronave furtiva sintetizando parâmetros e dados coletados pelo radar, sob o suporte de algoritmos avançados.

Como o radar pode agora enxergar claramente aeronaves furtivas e rastreá-las de forma contínua e precisa, ele pode se tornar capaz de guiar mísseis antiaéreos de longo alcance e ataques de precisão, disse Wei.

Embora outros países como a Rússia também estejam desenvolvendo um radar de ondas métricas, Wu parece confiante de que os chineses são os melhores.

“Por enquanto, não vejo um radar de defesa aérea de ondas métricas do exterior que possa atender aos critérios do radar de ondas métricas avançado como o que a China tem”, disse Wu.

FONTE: Global Times

115
Deixe um comentário

avatar
35 Comment threads
80 Thread replies
2 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
61 Comment authors
DENYSMgtowCoutinhoEvgeniy (RF).Chris Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Salim
Visitante
Salim

Provavelmente testaram radar com caça furtivo Chines, portanto tenho duvidas a respeito. Se for verdadeira a hipótese teremos uma movimentação dos EUA a respeito e uma produção enorme destes radares para cobrir território Chines, teremos que aguardar desenrolar acontecimentos.

ROBERTO CAMPOS FREIRE
Visitante
ROBERTO CAMPOS FREIRE

Duvido! Enquanto não for desenvolvido um radar no Ocidente que atenda estes requisitos, os chineses não tem o que copiar!

Júlio
Visitante
Júlio

Sai dessa… hoje eles têm desenvolvimento próprio.

bjj
Visitante
bjj

Sendo bem superficial, os radares “anti-stealth” não chegam a ser algo tão inovador assim. São radares de baixa frequência que naturalmente lidam melhor com alvos furtivos, e já existem há décadas. No caso chinês, parece que a grande inovação foi a melhora na precisão desses radares, que era o principal defeito. Sobre precisar copiar o ocidente, neste caso não é necessário. Os russos/chineses devem estar na frente das outras nações no desenvolvimento de tecnologia “anti-stealth” simplesmente porque eles precisam estar, já que é o Ocidente (EUA), e grande rival deles, que mais domina a tecnologia stealth e que terá o… Read more »

Washington Menezes
Visitante
Washington Menezes

Corroborando seu pensamento acredito que é mais fácil fazer um radar anti-stealth, do que um caça stealth.

Mauro Cambuquira
Visitante

Até quando? Os tempos são outros, que você sabia há em 2010, não se aplica mais em 2019. A velocidade é outra. Daqui de cima da árvore não dá ver do outro lado do mundo, mas eles lá enxergam nós aqui pelejando pra ver eles.

Defensor da liberdade
Visitante
Defensor da liberdade

Este comentário do Roberto parece que saiu do canal do Nando Moura.

J-20
Visitante
J-20

Esse comentário pareceu mais ironia do que qualquer coisa.

Munhoz
Visitante
Munhoz

O que preocupa é que a indústria tem interesse no stealth, é um novo caça com manutenção cara etc

Pode ser que a própria indústria queira esconder os fatos!

Ricardo Bigliazzi
Visitante
Ricardo Bigliazzi

Esse traquitana chinesa parece bem grande, seria um “alvo maior”?

Segue o jogo, os aviões americanos são tão ruins que os Chineses ficam queimando os miolos para tentar criar um treco que possa minimamente enxergar alguma coisa… não entendo mais nada, para que tanto esforço se os inimigos são tão incompetentes???

Segue o jogo…

Coutinho
Visitante
Coutinho

…“alvo maior”?
Pensei a mesma coisa. O radar parece ocupar uma aerea consideravel e deve ser vulneravel a ataques de longa distancia. Pelo visto o avião que for detectado por esse radar vai destruí-lo antes de ser derrubado.

Gabriel BR
Visitante
Gabriel BR

Eu avisei!!!!!

Brunow Basillio
Visitante

Por que compraram o S-400 se eles tem capacidade para desenvolver até radares anti-stealth….

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Já imaginou integrar esses radares ao incrível S-400?
Imagine com o S-500, então.

Chris
Visitante
Chris

Antonio… Vc nao acha que deveria, ao menos, se informar melhor antes de disparar suas vermelhidades? Os EUA praticamente acabaram de desenvolver o radar SPY-1D(V). Com um antena de menos de 2 m. Que ja esta sendo implantado em navios, no momento. E, ao contrário dos chineses e russos, eles dão dados. Esse radar rastreia até 700 alvos, em teoria o SPY-6(V)1 poderá rastrear até 4.200 alvos, ou seja, é praticamente imune à saturação de rastreamento. O SPY-1D(V) “pode rastrear alvos do tamanho de uma bola de golfe em intervalos superiores a 165 quilômetros”. O tamanho de uma bola de golfe corresponde a… Read more »

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

eles não funcionam como diz a reportagem, pelo que eu já li esse radar deveria ser bem potente ou de banda S ou L para melhor detectar um F22 e F35.

Cristiano de Aquino Campos
Visitante
Cristiano de Aquino Campos

Tudo, como em tudo, se resume a dinheiro e interesses politicos.

Resende
Visitante
Resende

deve ser tão eficiente quanto o que foi destruído em janeiro pelos israelenses na Síria,que segundo os chineses,poderia detectar e destruir caças furtivos

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Este fato demonstra o relativo pouco interesse de chineses e, principalmente, russos com essa tecnologia steakth.
Isso já havia sido avisado aqui antes.
Agoira, os EUA estão com abacaxi de US$ 1 trilhão que no geral apresenta especificações muito mais baixas que os poderosos 4,5 G atuais.
O que dizer?
Bem feito!!!!!

Augusto L
Visitante
Augusto L

Nao representa especificações mais baixas, do que os cacas 4,5° geração atuais.
Porque os caças de 5° geração tem sensores – Radar, sistema EW/ESM, Fusão de dados muito mais avançados.
Suguro voce pedquisar e ler sobre o que é um caça de 5° geração, que vai muito alem do stealth.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Pouco importa.
Ao final, com ambos detectados, você terá um monstro super-manobrável armado até os dentes enfrentando um pequeno caça com meia dúzia de traquitanas em sua baia interna.

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

1 Caças furtivos também podem levar armamentos sobre as asas.

2 Ser furtivo não implica em ser menos manobrável. na real o F-22 é um caça com uma taxa de giro excelente.

3 A suite eletrônica é de extrema importância. e ela vale muito mais do que do que você imagina. não adianta levar 20 toneladas de armas se você é incapaz de acertar nenhuma enquanto o carinha que leva 8 toneladas acerta as 8.

Fenando
Visitante
Fenando

Mas o Antônio não está falando do F22, o abacaxi de 1 trilhão é o F35, que como foi projetado para multiuso, e não pra supremacia aérea, tem capacidades de manobra equivalentes ao F18, mas com velocidade inferior, o que é insuficiente para um dogfight contra caças modernos. Por mais que a força aérea americana jure que não será usado dessa forma, os F35 terão que ter escolta de outros caças com maior poder de fogo, como F15X e F22, e ele vai usar seus sensores para coordenação e ataque à distância, mas será um alvo fácil sem babá. Não… Read more »

Lucas lopes
Visitante
Lucas lopes

No perfil ataque só poderia operar com espaço aéreo dominado

Luís Henrique
Visitante
Luís Henrique

Fernando, a velocidade do F-35 é MAIOR que a do SH e também é MAIOR que a do Rafale. Divulgar Mach 1.6 ou 1.8 Não diz muito. A velocidade do som varia dependendo da altitude. A Boeing passou a divulgar Mach 1.6 para o Super Hornet, antes divulgava Mach 1.8 A Dassault divulga Mach 1.8 para o Rafale, mas em milhas/hora ou km/h os valores são MENORES que os do F-35. Vai falar que o Rafale é ruim de Dogfight também? O Dogfight mudou muito com mísseis puxando 100G, com capacidade de atingir alvos na traseira. Não precisa ficar manobrando… Read more »

Cristiano de Aquino Campos
Visitante
Cristiano de Aquino Campos

1 ai perde a furtividade.
2 o F-35 que será a maioria esmagadora dos caças de 5 geração e comprovadamente menos manobravel que um F’16. Ele foi projetado assim.
3 de que adianta um exelente radar se no exato instante que você ligar ele o próprio radar denuncia a sua licalização para o inimigo?

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Suite eletrônica não é só um radar e muitos caças são menos manobráveis que um F16. isso não é necessariamente algo ruim.

Luís Henrique
Visitante
Luís Henrique

Cristiano, 1) se precisar de furtividade, ele possui com 4 e em breve com 6 mísseis. É o padrão usado por caças de 4a geração que levam BEM menos combustível interno e precisam carregar tanques externos de combustível o tempo todo. Com mais de 8T de combustível interno e 4 ou 6 BVR nas baias internas o F-35 A voa MAIS LONGE que um Eurofighter com os mesmos 4 a 6 mísseis e 2 ou 3 tanques externos de combustível. Nessa configuração pronto para o combate, quem manobra melhor o F-35 limpo ou o Eurofighter cheio de mísseis e com… Read more »

Luís Henrique
Visitante
Luís Henrique

Antonio, se atualize. O F-35A leva mais carga que um Su-30. São 2 monstros. Os 4 mísseis BVR são suficientes para destruir 4 monstros. No próximo bloco 4 ser ao 6 mísseis BVR, suficiente para destruir 6 monstros.
Se a força achar que precisa de mais, ele leva 16 Mísseis usando as baias internas e os pilones externos.

Da para destruir 16 monstros. 14 a longa distância e 2 a curta.

Você já viu um Su-30 com 16 mísseis, sendo 14 BVR ???

Chris
Visitante
Chris

Mesmo que funcionem… Agora “só” falta diminuir o tamanho deles pra caberem na ponta dos caças chineses, pra realmente podermos dizer que o F-35 é um “mico” ! Kkkk

Pois eqto estiverem no chão…. Sao até alvos fáceis.

E a questão primordial não foi dita. A que distância ele detecta. Pois se o próprio F-35 detecta-lo antes…..

Jbs
Visitante
Jbs

Vc “kings” deve ser chinês!

Chris
Visitante
Chris

Antonio… Os EUA sempre vão estar na frente… Pq possuem dinheiro ! Simples assim ! Nem é desmerecimento de ninguém. E se alguém chegar perto, eles vão acelerar ainda mais. Até o F-22 pode voltar pras linhas de montagem. Mesmo que seja um abacaxi… Eqto a Russia so tera uns 70 aviões semi-furtivos… Só de F-35… As forças armadas americanas terão mais de 2.000 ! Já estão com uns 600 F-22 e F-35. Ja imaginou tudo isso entrando na China ou na Russia? Em todas as guerras que os americanos entraram ultimamente, so mandaram os faxineiros pra la. Imagine o… Read more »

Chris
Visitante
Chris

E os caras são tão phodas…

Que com meia dúzia de palavras, o Trump praticamente quebrou a Huawei (Quase todos os fornecedores possuem tecnologia americana, e já estão parando de entregar peças, nem o cartao com chip de celular poderão usar mais).

Russia talvez! Mas… Dependente de exportações… A China não vai peitar os EUA nunca. Seu povo morreria de fome.

Augusto L
Visitante
Augusto L

Todo radar pode detectar, uma aeronave Stealth, o que importa é: A que distancia ?

Radares métricos não detectam um aeronave a uma distancia razoavel, e dependem muito dos radares UHF e VHF para aviso antecipado.

Geralmente radares diretores de tiro, como esse da materia, para conseguirem um engajamento em uma distância distância maior, sacrificam a sua capacidade de busca em volume e apontam os feixes para uma aerea específica, daí a importancia dos radares de baixa frequência para alerta antecipado.

Jadson Cabral
Visitante
Jadson Cabral

Um projetista chinês também falou que meu relógio de USD 5,00 era a prova d’água

Defensor da liberdade
Visitante
Defensor da liberdade

5 USD só compra tranqueira de camelô mesmo. Um Xiaomi mediano custa 400 USD.

Madmax
Visitante
Madmax

Fosse algo que realmente funcionasse seria secreto.

Cristiano de Aquino Campos
Visitante
Cristiano de Aquino Campos

Tipo o F-35?

TJLopes
Visitante
TJLopes

FONTE: Global Times

O Global Times é um jornal diário tablóide chinês sob os auspícios do jornal People’s Daily, focando em questões internacionais do ponto de vista do governo chinês.

Sem mais meritíssimo.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

A pipoca sabor queijo é por minha conta e a coca cola o Bosco paga.

TJLopes
Visitante
TJLopes

“Os radares de ondas métricas podem ser instalados em veículos, em terra e em navios de guerra, criando uma teia densa que impede que aeronaves furtivas hostis possam se esconder, disseram especialistas militares chineses ao Global Times. Wu disse que seu radar tem múltiplas antenas transmissoras e receptoras de dezenas de metros de altura, espalhadas em uma faixa de dezenas a centenas de metros. Eles podem cobrir continuamente o céu enquanto o radar recebe ecos de todas as direções.” Boa sorte instalando um radar com múltiplas antenas transmissoras e receptoras de dezenas de metros de altura, espalhadas em uma faixa… Read more »

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Aprenda uma coisa.
Os chineses são capazes de fazer isso e muito mais, visto sua imensa capacidade financeira e o exército de cientistas que possui.

Leitor Sincero
Visitante

Rir ou chorar?

Clóvis Arrué
Visitante
Clóvis Arrué

Chorar de rir.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Temos a Área 51 vermelhuxo.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Dizem que existe realmente uma gigantesca em Shenzen.
Dizem, não.
Existe mesmo.

Jbs
Visitante
Jbs

Tá bom “Xing”nês! Vermelhinho de plantão!

Flanker
Visitante
Flanker

Humm….e eles vão colocar essas antenas gigantescas onde?? Vão sair andando com elas daqui pra lá e de lá pra cá, como?? Menos, bem menos…..você lê esses negócios da propaganda do PC chinês e já fica todo animado e esquece de pensar com senso prático…..

Bosco
Visitante
Bosco

E tem também um exército de escravos.
Apesar de lá ser a ditadura do proletariado e do Comunismo ter suprimido as classes sociais e a opressão burguesa há os mais iguais que outros. Lê-se : os membros do PC e os “megacapitalistas”.

Evgeniy (RF).
Visitante
Evgeniy (RF).

Quantos anos você viveu na China, que você sabe que existe um “ar de escravos”?
PS Partida da China é bastante livre, há um monte de turistas chineses em diferentes países ….

Coutinho
Visitante
Coutinho

Sim, criar alvos cada vez maiores para serem mais facilmente destruidos.

Tiago
Visitante
Tiago

Estava pensando isso enquanto lia tbm. Talvez sejam o bastante pra defender bases militares fixas dentro de territórios não contestados. Mas nesse caso, acredito que qualquer ação hostil seria feita já sabendo onde estão todas essas antenas gigantescas e então elas seriam alvos preferenciais para mísseis de cruzeiro, meio que inutilizando tais radares…

Merlin
Visitante
Merlin

A ideia segue a lógica de triangulação de sinais para prever uma possível localização.
Isto está longe de ser preciso, mas ainda sim é funcional.
Agora, para guiar mísseis, vários outros fatores devem ser levados em consideração.
Voltando a questão do radar, sua eficiência pode ser real apenas na área interna dos mesmos, ou seja, será possível detectar aeronaves com “precisão” apenas após elas adentrarem na área.

Camargos
Visitante
Camargos

Provavelmente deve conseguir detectar apenas os próprios jatos J-20,que eles dizem ser furtivo,mas os sukhois indiano já detectaram varias vezes..Eles diziam que já tinham um rada que detectava caças furtivos,e desse mesmo radar foi destruído um na Síria por f35 israelenses.. esses chineses so sabem copiar

Felipe
Visitante
Felipe

onde leu que o F-35 destrui alguma coisa na Siria? A unica noticia que lembro é que Israel groundeou 1 depois que foi danificado em voo (falou em falha tecnica, mas possivelmente foi danificado por missil)

Camargos
Visitante
Camargos
Camargos
Visitante
Camargos

Muito bom esse canal

J-20
Visitante
J-20

https://en.m.wikipedia.org/wiki/Luneburg_lens
Conhece?
Ainda mais é a índia se gabando de algo que dá para ser explicado de forma tão simples. A mesma índia que diz que seu Arjun é melhor que o T-90, mas para cada Arjun, encomendam 4 a 6 T-90. São os mesmos que demoram 40 anos para desenvolver um caça de 4ª geração bem meia boca. Os mesmos que danificaram um submarino porque esqueceram a escotilha aberta.

Camargos
Visitante
Camargos

O que tem a ver se eles gastaram 40,50,60 anos que seja para construir um caça de 4 geraçã,se o que detectou os J20s foi um sukhoi30, de fabricacao russa e tecnologia russa.. e as informações são oficiais direto da IAF,enquanto os j20 treinavam no Tibete

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Acho que ficou claro que isso não é simplesmente “um radar” é um sistema integrado de radares que atuam em conjunto (assim como qualquer outro) Porem tudo no âmbito militar tem uma fraqueza. TUDO. A quantidade energia que esse radar deve emitir não é pouca, isso facilita a localização dele e deixa mais vulnerável a ataques de misseis anti-radiação como o AGM-88. Dito isso, não ficou claro qual a capacidade de ECCM desse aparelho, afinal todos aqui sabemos que qualquer ataque empregado não sera efetuado por apenas um F-35 e sim por um pacote de ataque. o F-35 tem uma… Read more »

ScudB
Visitante
ScudB

E sempre tem aqueles que mandam AGM-88(e outros brinquedos do tipo) contra radar das ondas métricas. Pelo amor de Sta Eletrodinâmica!

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Se for um sistema integrado com outros radares (como imagino que seja) ele terá emissão de radiação

ScudB
Visitante
ScudB

Quais? Em integração com AGM-88 principalmente?
Viaje não..Deixe para AK.

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

lê sobre o F35 no tecnomilitar que vai que o F35 é melhor que o Growler

Bardini
Visitante
Bardini

AARGM-ER neles…

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Nada que um AGM-88 não resolva Bardini.

ScudB
Visitante
ScudB

Os ARM não funcionam contra VHF.Simplesmente..
Devem ser usadas outras táticas e outros meios.

Bosco
Visitante
Bosco

O AARGM tem modo ativo e pode engajar qualquer radar operando em qualquer banda e até desligado. Na verdade um radar desses pode ser detectado pelo radar de um caça ou bombardeiro Stealth no modo SAR a grande distância e ser atacado de diversa maneiras, incluindo JDAM, SDB, mísseis cruise, etc. A sobrevivência desses radares “monstros” é absolutamente temerária nas primeiras horas de uma guerra. E até onde sabemos (??) o HARM/AARGM não é sensível à banda VHF mas o é para a UHF, L, S, C e X. Por outro lado se sabe que a banda VHF é altamente… Read more »

ScudB
Visitante
ScudB

Amigo Bosco! Exatamente isto se chama “outras táticas e outros meios”. E ja que falou das maravilhas de um lado pode citar as mesmas do outro? Contramedidas de interferência(ECM dos sistemas de terra com energia e processamento superior) , distancias (JDAM e SDB tem que ainda chegar la) , solução de tiro (complexos de defesa KB “Radar” estão sempre por perto emitindo monte de sinais falsos – térmicos e EM) e unidades de autodefesa (Buk, Tor, Pantsyr ou copias se estamos falando dos chineses) em volta. Logo vai precisar montar uma força tarefa para caçar cada radar desses invés de… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

Scud, Com certeza! Mas sabia que você iria citar as maravilhas do “outro lado”. rrsss Do mesmo jeito que tem colegas que simplificam de um lado, tem os que simplificam de outro , e acham que basta um radar antistealth e uma bateria S400 pra fazer o serviço limpinho e detar toda a OTAN. Sabemos, eu e você e mais alguns poucos, que não funciona assim. Só para apimentar o debate, há cerca de 3000 pequenos mísseis cruise “MALD” em operação, capazes de simular desde um caça stealth até um bombardeiro B-52 e com alcance de 1000 km. Alguns inclusive… Read more »

ScudB
Visitante
ScudB

De acordo!

ScudB
Visitante
ScudB

Esqueci :
“E só de curiosidade, os chinas não estavam desenvolvendo o radar fotônico? Se já têm esse que é “fodão” pra que o alarde em relação ao outro?”
Pelo que sei estão transferindo a ideia do laboratório para campo com previsão dos testes(!) de maquete la em 2027-2028. Dai o andamento de desenvolvimento (leia-se COPIAmento) dos meios convencionais fica lógico.
Abrs!

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

Tomara que seja a mais pura verdade!
Assim não precisamos mais ficar sofrendo com o dia, em que nunca iríamos ter uma aeronave stealth.
O Gripen NG já nos bastaria.

Leo Neves
Visitante
Leo Neves

Ainda tenho mais confiança no Sistema Nebo-M com seus 4 radares.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Não sabemos qual seria o mais eficiente, mas o fato é que a ciência caminha a passos largos e a detecção de aviões stealth seria questão de tempo.

Em tempo: Li interessante artigo acerca do abate do F-117 na Iugoslávia em que, já àquela época, se colocava dúvidas a eficiência da tecnologia.

ScudB
Visitante
ScudB

“Não sabemos qual seria o mais eficiente”
Sabemos.
” já àquela época, se colocava dúvidas a eficiência da tecnologia.”
Especulação.Naquela(!) época poucos engenheiros sequer teriam acesso ao informação sobre tal tecnologia.Por tanto menos..

LEONARDO
Visitante
LEONARDO

Sabe que foi uma Baía aberta que causou a detecção e foi sanada … E o caça seguiu o trabalho ao qual foi projetado

ScudB
Visitante
ScudB

Sistema Nebo-M tem 3 radares(M, D , S/X) e cabine de controle.

Leo Neves
Visitante
Leo Neves

Pra que serve o radar SHF do Nebo-M?

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Tem de ver na prática pois fazer marketing todo mundo tem direito de fazer agora se é real é outra coisa!

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Achar que a industria de radares e defesa anti-aérea irá ficar parada, vendo os fabricantes de aeronaves desfilarem aeronaves “invisíveis” aos radares, é um ledo engano. Os suecos da Saab mesmo já alegam serem capazes de detectar aeronaves com baixo RCS com seus radares terrestres Giraffe 4A. O Northrop E-3D é dito (sem confirmação oficial) possuir um radar de banda UHF também capaz contra aeronaves de caça stealth. Mais e mais fornecedores de defesa anti-aérea no futuro irão apresentar produtos destinados a conter ameaças com baixo RCS. Aeronaves stealth possuem esse recurso para penetrar defesas. Mas é preciso saber usar.… Read more »

Eliakim
Visitante
Eliakim

Esse radar é tão grande e deve emitir tanta radiação que deve duplicar o alcance dos mísseis antirradiação!

Kkkkkk

LEONARDO
Visitante
LEONARDO

Vai ter tanta radiação que vai dá pra fazer pipoca ao lado dele

ScudB
Visitante
ScudB

Não procede. A “energia” deste tipo de radar esta na mesma ordem que os radares da banda X ou S. Porem com densidades de campo EM menor por m2. Logo tanto gradiente de temperatura como fluxo EM significativamente menor em comparação dos radares milimétricos com mesmo numero dos elementos .

Eliakim
Visitante
Eliakim

ScudB, obrigado pela resposta educada!

Tive o prazer de ler tua conversa com o Bosco em alto nível, sem os ataques pessoais tão comuns ultimamente.

Essa história de radar x aeronave x míssil é um eterno “triângulo amoroso”, kkk

ScudB
Visitante
ScudB

Com certeza amigo Eliakim! Alem de ser eterno este triângulo (diria ate poliedro) é bem amorfo e maleável.So no sistema de localização, calculo, controle e solução de tiro simultaneamente estão sendo usados meia dúzia dos sistemas de coordenadas :cartesiano direito, Euler, bicônico, esférico,local,relativo, ITRS etc..Imagine a salada dos meios para casar os sinais no meio de caos da batalha!Nem atacante nem o defensor estão garantidamente amparados pelas leis da física e guerra.Tudo pode acontecer! E vlw pelas palavras! Gosto de conversar e discutir (obviamente) com Bosco (e outros colegas) pois no meio da discussão é que nasce algo de valor,… Read more »

Marcos
Visitante
Marcos

Será que detecta o avião stealth iraniano Qaher-313?

LEONARDO
Visitante
LEONARDO

Sim detecta no solo ainda .. e a em outro continente . Antes de decolar e sabe até qual direção o piloto vai escolher ,,,,🤦🏻‍♂️

Marcos
Visitante
Marcos

Eu devia ter escrito que o comentário era irônico, não é possivel isso… hahahahaah

Herbeton
Visitante
Herbeton

Caça stealth já começou com os dias contados, tudo bem que a tecnologia embarcada faz a diferença mais a tecnologia stealth não tem como dá certo com os sistemas de radares cada vez mais desenvolvidos.

J-20
Visitante
J-20

Não é só se esconder que faz os caças stealths uma novidade. Ele são, além de caçadores vorazes que agem nas sombras, conseguem atrapalhar bastante a vida dos radares sozinhos. Para ter uma ideia, a única aeronave de quarta geração que consegue ter o mesmo nível de guerra eletrônica de um F-22 é o Growler.

Gabriel Galdino
Visitante

Detectar qualquer um detecta, a questão que importa é a que distância ? Isso não é nem citado pelo chinês o que me leva a crer que a tecnologia ainda seja inviável para uso real.

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

Então se a possibilidade de detectar algo que é bem dificil pode se projetar camadas de cobertura espalhados para permitir conhecer a distância, mas o que eu fico imaginando e se for algo menor como um drone com capacidade stealth será que conseguiria ser detectado?

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Antoniokings e Cia deviam ler essa matéria sobre o Raytheon AN/SPY-6(V)

https://tecnomilitar.wordpress.com/2019/05/21/spy-6/

Já que vocês gostam tanto de afirmar que os EUA não tem ou não esta desenvolvendo um radar capaz de detectar aeronaves furtivas.

duvido que vocês vão parar de mentir mas fazer oque.

Joli le Chat
Visitante
Joli le Chat

“Desde que sejam projetados para atender a essa finalidade, os radares anti-stealth de ondas métricas podem atender à exigência”

Esta foi a parte mais reveladora da reportagem.
Enigmática, até.

LEONARDO
Visitante
LEONARDO

Como eles testaram sem um caça furtivo ???

THE REN3G4DE
Visitante

Já ouvi isso antes que a Rússia teria desenvolvido algo parecido a uns 10 anos atrás. Bom um pouco de raciocínio você sabe que é apenas propaganda, pois Israel com seus F16 nada furtivos passam sem problemas nas moderníssima baterias antiaéreas S-300 russas sem nenhuma problema.
Agora são os chineses com mais propaganda, uma coisa tem que ser entendida: comunistas mentem.

ScudB
Visitante
ScudB

Distorcido e incompleto.
Ou seja , aquela historia de coisa com coisa..

Jeremias
Visitante
Jeremias

Wow. Só vejo experts nos comentários. São todos peritos em aviação, pena é nunca terem sido militares 😂😂😂😂. Pensem numa potência militar como os EUA, têm um gasto militar superior ao PIB do Brasil, pode juntar todos os países da américa do sul mais a Rússia e a China, não acham que já há muito tempo que eles sabem que os chinas têm vindo a desenvolver isto, têm satélites a espiar, todas as ligações passam pela CIA, e acham que vão ficar surpresos….. Acordem, Brasil é que não tem dinheiro nem para comprar um F 35, mas tem vários opinadores… Read more »

Benjamim
Visitante
Benjamim

O cientista está certo, só precisa de vários de dezenas de metros de altura espalhados por uma área de centenas de metros de largura apontados para uma mesma região para identificar e disparar mísseis em um alvo.
Pergunta: radares de ondas métricas são mais fáceis de jammear?

Bosco
Visitante
Bosco

Benjamim,
Comparativamente aos radares de mais alta frequência, sim! A diferença aí é que o radar é do tipo AESA, que combina algumas características mais avançadas contra interferência.
O sinal de TV geralmente é VHF e UHF e quem é mais “experiente” lembra como as televisões do passado eram. Passava um carro na rua e a imagem sumia, dava um relâmpago em Ubatuba e a televisão pipocava em Belo Horizonte. rsrsss Os rádio amadores que operam rádios em HF também têm lá seus contratempos.
E por aí vai.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Está esfriando, suspende a coca cola e providencie chá quente, mate verde.

ScudB
Visitante
ScudB

Amigo Benjamim! Uso dos “certos” algoritmos no processamento de dados com massivo relativamente “lento” dos sistemas métricos tem certa garantia FISICA contra interferências no âmbito digital (que seria a tese da primeira frase do Bosco).Ja os sistemas analógicos não possuem este tipo de reserva. Em geral , interferir (mesmo que tem cabeças quentes e ocas falando dos Growlers e “envelopes maciços de eletrônica embarcada nos F-35”) num radar em terra a uma distância centenaquilometrica operador deve vencer as leis da física e aplicar numa emissora “voadora” 4 vezes mais energia do que um radar explicitamente “fuleiro” a centenas de quilômetros… Read more »

Bosco
Visitante
Bosco

Há de se saber o que significa a expressão “guiar mísseis”. É normal radares banda S serem utilizados para “guiar” mísseis até as proximidades do alvo e aí a cabeça de busca assumir a interceptação, passando para a banda X. Por exemplo, o sistema Aegis é baseado em radares banda S que guiam os mísseis Standards por upload até que os radares iluminadores banda X iluminem o alvo na fase final. Se for isso que esses radares AESA banda VHF fazem, ainda assim terá que haver um refinamento final utilizando radares com bandas de alta frequência (na cabeça de busca… Read more »

ScudB
Visitante
ScudB

Amigo Bosco! Na realidade os radares VHF fazem um tipo de “clarão” para os demais sistemas que param de gastar tempo (literalmente) e focam num certo feixe , num certo grau limitado de visão , num setor definido aumentando assim drasticamente (matematicamente falando) a sensibilidade e precisão.Os radares X/S ficam sempre do lado (cruzando os feixes) como caçadores e sao eles que “fazem o gol”. E tem mais uma. Numa bateria tipo S-300/S-400 sempre tem alguns lançadores em stand-by com míssil de “carga especial” (nomenclatura das ogivas nucleares da USSR e Russia moderna).Estes não precisam de solução de tiro de… Read more »

Denis
Visitante
Denis

É incrível como o pessoal do fórum gosta de denegrir o desenvolvimento chinês.

Bosco
Visitante
Bosco

Desconfiança é o mínimo que uma ditadura comunista merece.

ScudB
Visitante
ScudB

Que desenvolvimento?..

Chris
Visitante
Chris

Ué… Vcs, vermelhos, não vivem denegrindo o F-35 ?

A diferença é que o nivel ocidental é outro…

Ve se Kings ai… Fala em nivel técnico como o Bosco, por exemplo.

Roberto Dias
Visitante
Roberto Dias

Para ser eficiente, a China deverá substituir toda a sua rede de radares, ou acrescentar um destes em diversos pontos pelo seu país, coisa que por enquanto deve ser bem difícil. Outro ponto, toda tecnologia nova possui falhas e desvantagens, assim como a tecnologia furtiva também possui.

Mgtow
Visitante
Mgtow

China já é uma superpotência. não pode mais ser parada.Lidem com isso.

DENYS
Visitante
DENYS

Fonte Global Times focando em questões internacionais do ponto de vista do governo chinês. Desculpa é muito difícil acreditar nisso…