segunda-feira, maio 17, 2021

Gripen para o Brasil

VÍDEO: Bombardeiro B-2 lançando a MOP – Massive Ordnance Penetrator

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O bombardeiro Stealth B-2 Spirit é a única aeronave no inventário da Força Aérea dos Estados Unidos capaz de transportar e liberar a bomba mais pesada dos EUA, a GBU-57 Massive Ordnance Penetrator (MOP) de 30.000 libras (13.620 kg).

A arma também chegou a ser testada no bombardeiro B-52 Stratofortress.

A pesada GBU-57 é uma bomba guiada por GPS de 6,1 metros de comprimento que dizem ser capaz de penetrar 61 metros de concreto antes de explodir, podendo assim atingir e destruir alvos profundamente enterrados, como bunkers no Irã, Síria ou Coréia do Norte etc.

Fotos e vídeos da MOP são raros, por isso aproveite e assista ao vídeo abaixo divulgado pela USAF.

- Advertisement -

101 Comments

Subscribe
Notify of
guest
101 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
TJLopes

Uma dessas na cabeça estraga o dia de qualquer um.

Victor Filipe

Rapaz… Não sabia que a USAF tava distribuindo Dildos para terroristas… Aplicação recomendada em ISIS, TALIBÃ, HEZBOLLAH e etc…

Augusto L

Estão é treinado para atacar os centros de (C2), russo-chineses numa guerra de alta intensidade.

Brunow basillio

Russos e chineses estão esperando……

DENYS

Esperando pra morrer??? pq PIB da califonia é maior que da russia.

Brunow Basillio

Denyszinho se PIB significasse alguma coisa Coréia do Norte não existia mais…. E o Taliban então já teria sido derrotado só no piscar de olhos…. E o Brasil teria FAs decente…

Jordano

Esperando um B-2 spirit? Kkkkkk acho q nao!

Carlos Alberto Soares

Certos alvos na Syria e muitos ao sul do Líbano são por minha conta.

Shalom

Antoniokings

O que demonstra claramente que quando a situação esquentar Israel pedirá ajuda ao Tio.

Paddy Mayne

Até concordo (quem diria…). Só os EUA têm armas não nucleares e vetores para atacar extensas instalações subterrâneas de forma efetiva.

teropode

ISSO é o que é permitido saber , os valores gastos com o programa F35 certamente financiam o setor oculto das FAs americanas .

sub urbano

Mas o ISIS é aliado da USAF…

Curioso

Sem querer duvidar das capacidades beliscas de ninguém. Mas pelo vídeo “não parece” que ela penetra os 61 metros de “solo arenoso” antes de explodir, quem dirá concreto como anunciado. Mas fato é que uma explosão de uma bomba pesada e potente assim, mesmo que seja na superfície, deve abalar tudo o que estiver construído lá em baixo, eu não gostaria de estar no raio da explosão, seja no solo ou subsolo.

Felipe Silva

Acontece que a MOP tem um dispositivo que aciona sua ogiva assim que ela detecta a diferença de pressão, ou seja, ela explode quando já atravessou a parede do bunker e adentrou nas dependências abaixo dele. 61 metros, no caso, é a capacidade máxima de penetração da mesma em concreto armado.

Observador

Sendo concreto armado, dependendo da espessura e vãos entre as camadas pode ser… Fato é que, só de entrar os 6.1 metros na terra como se tivesse penetrando gelatina, e continuar descendo antes de explodir, já é um feito e tanto.

Mauro Cambuquira

Hummm…. 6,1 metros da bomba e 61 metros de concreto. Parece erro de digitação. Porque 61 metros de concreto é coisa pra caramba. E no vídeo não parece entrar isso tudo no solo.

Jakson de Almeida

Pega uma fita métrica e fica embaixo da bomba para medir.

Felipe Silva

Não é erro, meu caro. Esse número é divulgado há pelo menos uma 10 anos. E você pode encontrá-lo em diversos infográficos.

Ricardo Bigliazzi

Você viu o tamanho da “miuda”? Reveja o video, peque tamanho de um B-2… compare a bomba… veja velocidade do impacto… veja o tamanho da bomba em relação ao solo…

Alexandre

Colega, um fato curioso, qualquer coisa em queda livre está á merce das forças da física, que diz que ele acelera a 10m/s. Então imagina a força de penetração(Nw) gerada por um artefato que pesa mais de 13 toneladas, que está mergulhando de uma altitude que não conhecemos! Segue a formula para os mais curiosos: F= M.g.H/D Sendo M= Massa / G=Gravidade / H= Altura e D= Densidade do material de impacto. Por exemplo, se um corpo de 1 kg cai de uma altura de 10 m e colide com um piso duro de concreto, parando depois de se deslocar… Read more »

Mktin

Concordo com a avaliação, 61m é equivalente a um prédio de 20 andares. Solo mole eu acredito, concreto armado acho muito difícil, só não digo impossível. Conceitualmente ela é muito parecida com a Grand Slam do Barnes Wallis, seu poder é mais efetivo contra alvos enterrados porque o solo pode ser considerado incompressível e portanto a energia da explosão se mantém por distâncias maiores do que em uma detonação atmosférica.

Juscelino

Se vc fosse um físico saberia que o simples impacto de um corpo pesado em alta velocidade como o do vídeo já é em si uma esplosão.

Bosco

Lembrando que a bomba atinge o solo a velocidade supersônica.

Mirkos

Impressionante é a precisão da guiagem da bomba. Ela esbarra na marcação vermelha do alvo, algo em torno de centímetros de acurácia!

Thiago Telles

Impressionante. Qual capacidade total de carga do b2? Em toneladas.

Paddy Mayne

Superior a 30 toneladas

RENAN

Esta matéria responde a afirmação do russo que disse que os EUA não conseguiria destruir os bunker do Irã.

Acho que se ela penetrar realmente uns 50 m tudo que tiver abaixo e no raio da explosão de destrói.

Porém concordo com a afirmação do curioso. Apenas pelas imagens não parece que ela adentra 61m
Abraço

wwolf22

o Ira possui uma das tecnologias mais avançadas no mundo no que se refere “concreto liquido”… concreto esse utilizado nas instalações subterrâneas…

Antoniokings

Eu li que muitas das instalação são construídas dentro de montanhas.
Portanto, muito mais profundo e com capacidade de absorção total da explosão.
Diria que uma instalação dentro de uma montanha é totalmente imune a ataques aéreos.

Antoniokings

Interessante. Mesmo que o custo desse super-concreto seja 10 vezes superior ao normal, é possível que o Irã possa bancar a construção de muitas unidades nucleares com ele.
Sds.

Flanker

Se for dentro de uma montanha, é preciso entrar e sair dessas instalações, portanto, basta atingir essa ligação com o mundo exterior, o mais profundamente possivel e está comprometida essa instalação….definitivamente oi por um tempo bem razoável….não necessariamente precisa destruir a instalação…negar seu uso já é suficiente.

Carlos Alberto Soares

Errado.

Felipe Silva

Não necessariamente. A Mop tem uma capacidade de perfuração de 40 metros em rocha, segundo o divulgado. Além disso, a bomba nuclear tática B-61-12 tem entre seus modos o de explosão subterrânea, em que estima-se poder danificar bunker enterrados a mais de 100 metros de profundidade. Somente com sua onda de choque.

Bosco

Não se utilizar a B-61-11

Juscelino

Mesmo que não chegasse a destruir as inalações destruiria as comunicações, acessos de ar, entre outras coisas. Isso mataria a todos na instalação.

Felipe Silva

De fato não penetrou. Foi programada para explodir logo.

Juscelino

Pelo tempo que ela demorou para esplodir entro muito.

Rui Chapéu

Mesmo que não destrua por completo esse bunker, ele teria utilidade depois de uma bomba dessas atingir?

Será que não demoraria um tempão até conseguirem tirar as coisas de dentro devido as entradas serem tomadas por escombros?

Pq depende da missão, inutilizar o bunker mesmo que o mesmo não tenha sido destruído por completo já seria considerado um sucesso igual.

Ou não seria o caso?

Jacinto

A resistência do concreto é hoje bem conhecida pela engenharia. Em obras importantes, a quantidade de concreto, resistência, etc. é tudo calculado por meio de programas de computadores. Em geral, as simulações são bem realistas então é possível calcular a capacidade de penetração em concreto.

Carlos Gallani

Fica reforçada a dúvida sobre os 61 metros de concreto, QUERO PROVAS! Hahahahahahaha

Luís Henrique

Já mostraram parte da prova no vídeo. A bomba tem 6 m. Ao tocar no solo, sumiu em menos de 1 segundo. E só explodiu 9 segundo após tocar o solo.
9 x 6 = 54. Provavelmente penetrou mais de 54 m antes de explodir.

Mauro Cambuquira

Mas o vídeo está em slow motion.

MCX

Mauro so pra esclarecer q o slow motion reduz aumenta o tempo, porem diminui a velocidade aparente. Ou seja, se estivesse em velocidade normal teria passado que nem um risco no video. Forte abraço

Pedro

Esta é a famosa “mãe de todas as bombas”?

JT8D

Então essa é a tia de todas as bombas?

Humberto

Galante, não são 61 pés no lugar de 61 metros de concreto?
Abraços

João Pedro

Não.

Marcos Andrey

Prima?

PSTx

É a avó?

PSTx

Lembrei!!! É a sogra!!! Mto mais poderosa!

JT8D

Analisando as imagens pode-se concluir que a bomba penetrou 23,75 metros antes de explodir

Luís Henrique

Eu estimei 54 m.
A bomba possui 6 m de comprimento. Aos 37 segundos ela toca o solo. Em menos de 1 segundo ela penetra totalmente.
Arredondei para 6 m por segundo.
A explosão só ocorre 9 segundos depois, aos 46 segundos do vídeo.
9 x 6 = 54 m. Como ela penetrou 6 m até um pouco antes de completar 1 segundo, é bem provável que tenha chegado nos 61 m divulgados.

JT8D

Pô Luiz, não dá nem pra brincar por aqui kkkk

Theo Gatos

Aparentemente ela começa a penetração aos 38s, penetra 6m aos 39s e a explosão vem aos 46s, seriam 7s de vídeo a 6m por segundo, um total de 42m, mas é razoável dizer que ela não mantém a velocidade de penetração de 6m/s conforme adentra material mais denso e essa redução pode levar essa conta a menos metros de penetração, o cálculo não deve ser linear, ela deve desacelerar entrando menos do que os 42m…
.
Sds

Brunow basillio

Velocidade dentro do solo e diferente de velocidade dela no ar ou de início de penetração, pois vai perdendo energia…

Victor Filipe

A MOP tem 2,5t de explosivos. mesmo que ela não penetre completamente a estrutura a explosão de uma concentração tão grande de explosivos em um local tão pequeno com certeza causaria alguns “inconvenientes”

Cristian Neves Dariva

Bom, pra quem disse que ela não entrou 60 m.

Notem no video, que está em câmera lenta.

A bomba tem aproximadamente 6,5m

No vídeo ela leva mais ou menos 1 seg pra descer Aprox. 10 m, antes de tocar no solo.

E leva mais ou menos uns 5 segundos penetrando no solo pra explodir.

Acho que ela estava lááá embaixo.

Mosczynski

Treze toneladas de liberdade e democracia.

Carlos Alberto Soares

Pessoal,

Notícias do Rider ?

Antunes 1980

Os Estados Unidos utilizaram amplamente este tipo de armamento nas cavernas do Afeganistão.
E pensar que a Rússia fica atacando posições do ISIS com foguetes não guiados da década da 80.
Realmente o abismo entre os Estados Unidos e a Rússia é gigante.

Mauro Cambuquira

Deve ser uma questão de custos e aproveitamento de material. Eu vou trabalhar todos os dias de Porsche. Agora pra que?

Munhoz

Amigo a Rússia também tem o tal Pai de todas as bombas 💣 e se tivesse necessidade poderia usar também.

Bosco

Munhoz,
Só lembrando que a MOP é diferente da MOAB. Uma é de penetração no solo e a outra é de explosão aérea.

Paddy Mayne

É uma arma muito potente e grande, mas tal qual a MOAB, impossível de ser usada contra um inimigo usual, apenas contra insurgentes sem nenhuma capacidade de defesa antiaérea.

Bosco

Paddy,
A MOAB sim, é para guerra assimétrica por ser lançada por um avião transporte C-130. Já a MOP é lançada por um B-2 e pode ser utilizada em guerra de alta intensidade.

paddy mayne

Exato. Eu estava comentando sobre a arma russa (“FOAB”) que o Munhoz citou, não a MOP. Armas como as FOAB/MOAB são lançadas de cargueiros igual a uma carga comum, por para-quedas. Por isso mesmo a capacidade inimiga antiaérea tem que ser zero, pois a exposição do avião é muito grande. A MOAB é sucessora da BLU-82, da época da guerra do Vietnã, desenhada para abrir clareiras.

Juscelino

Uma bomba com potência de artefato nuclear e uma avião que parece uma passarinho no radar, mais caças de multifunção com empucho vetoral, stealth, e com super radar passivo dando cobertura. Você está pensando que EUA é o Brasil? Que não tendo de onde que usaria avioes comuns ( viziveis a radares) para lançar.

Vinicius Momesso

Se eu tenho um estoque antigo porem funcional, por que nao usar para além de reduzir custos, dará lugar a um mais moderno?

Brunow basillio

Não sabia que Kalirb ou Kh-101 etc ,era foguetes não guiados…
“Bem informado vc parabéns, cada dia o brasileiro se supera”…

sub urbano

A Síria está vencendo o ISIS com armas de fabricação soviética, profissionalismo e disciplina. Os USA não conseguiram acabar com o Taliban que na data de hoje controla quase 30% do território afegão.

JPC3

Cada comparação sem sentido. O poder do talibã é político não é militar.

A realidade é que as armas de fabricação soviética foram varridas da síria pelo estado islâmico e outros grupos, só começou a mudar depois dos bombardeios russos contra os quais eles não tem defesa.

Estima-se que mais 1.800 blindados “soviéticos” sírios ((incluindo centenas de tanques) já tinham sido destruídos nos dois primeiros anos da guerra, mesmo que isso não seja verdade dá para ver a surra que eles levaram pela quantidade de território que os rebeldes conquistaram.

Munhoz

Para com isso amigo, os grupos tomaram as armas nos quartéis e lutaram entre si !

Que que é isso, até aí vai querer ser fanboy !

Até a Arábia Saudita compra as armas russas! Mas isso não quer dizer também que as armas dos EUA são ruins!

Menos vai!

JPC3

Acho que você não entendeu.

Só disse a verdade, o exército da Síria estava levando uma surra com seus seus equipamentos soviéticos, só parou com a chegada dos russos porque os rebeldes não tem defesa anti aérea, nada ver com a situação do Afeganistão que é completamente diferente.

Pode ver a quantidade de território que eles perderam.

Evgeniy (RF).

Veículos blindados de todos os militantes, também de fabricação soviética, ou cópias soviéticas da Europa Oriental. Este é frequentemente o antigo equipamento do exército sírio.
Se houvesse uma técnica feita no Ocidente, ela também queimaria na fornalha da guerra.
A maioria dos armamentos usados ​​pelos militantes é também de fabricação soviética, ou cópias soviéticas da Europa Oriental.

Munhoz

Verdade aonde ?

Naquele teatro de operações havia uma miscelânia de equipamentos !

Na maioria das vezes foram equipamentos russos os usados tanto de um lado como de outro, a maioria dos combatentes naquela região prefere os AKs por exemplo, porque não travam com a areia o deserto !

Foram somente alguns equipamentos ocidentais que foram tomados pelo ISIS no Iraque e combateram na maior parte dentro do território do próprio Iraque !

JPC3

Sim caro, Munhoz.

Um abraço.

JPC3

Se fizer o favor de ler com atenção vai ver estado islâmico e “outros grupos” escrito acima.

Antonio Palhares

JPC3.
Os terroristas armados pelo ocidente para derrubar o Assad perderam para o Exercito Sirio apoiado pelos Russos.

JPC3

Sim, ainda bem não é?

Estamos falando da tal superioridade do equipamento “”soviético”.

Nessa guerra, em particular, fico do lado do Assad não porque goste dele mas sim porque os rebeldes e terroristas são muito piores.

Paddy Mayne

Não usaram essa arma lá. Eles têm apenas algumas unidades, estão guardando para grandes feitos, como instalações nucleares ou para evaporar ditadores em seus bunkers. O que eles usaram foi uma MOAB, isso foi até apresentado nesse blog. Mas concordo quanto à diferença de tecnologia de armamento. As viúvas soviéticas vibraram quando os aviões russos lançaram bombas de queda livre na Síria, algo quase inútil.

alvaro mateus

no caso seria 13,62 kiloton, a bomba atômica
no Japão era de 15 kiloton ? é isso?

Munhoz

Não, 1 kiloton é equivalente a 1000 toneladas!

Theo Gatos

Olá Alvaro, não é assim que funciona a conta… A conta da energia liberada na explosão é comparada ao equivalente da energia da explosão de 1 tonelada de peso de TNT e no caso dos kilotons são 1.000 toneladas de TNT equivalentes. . A bomba soltada no Japão liberou energia equivalente à explosão de 15.000 toneladas de TNT. . Mas mesmo no caso da MOP a relação entre peso e poder de explosão não é equivalente primeiro porque não é todo seu peso que é formado de explosivos, segundo que os explosivos não são puro TNT (se fossem poderia ser… Read more »

LucianoSR71

Essa bomba é descendente das bombas britânicas Tallboy ( c/ pouco mais de 5.4t ) e Grand Slam ( c/ pouco menos de 10t ) da 2ª GM. Uma coisa interessante foi a técnica que os alemães usaram na construção do bunker p/ submarinos K3 em Lorient, França: por cima de um teto de concreto c/ 3.5m de espessura colocaram estruturas pré fabricadas em forma de ‘V’, depois vigas p/ criar um espaço de 0.5m e então outro teto c/ 3.5m de espessura. Quando a RAF atacou c/ as Tallboy, uma delas acertou o alvo penetrou o teto superior, mas… Read more »

Madmax

Perfeito, foi o que pensei para neutralizar essa arma, criar um espaço vazio faz com que haja diferença de pressão e ela exploda bem antes do alvo dissipando a explosão no espaço vazio.

Ricardo Bigliazzi

Miudinha…

Valmir

Matou formiga pra cacete….

M4CH1N3

Linda evolução do Horten Ho 229.

LucianoSR71

Não sei se sabe realmente, mas Jack Northrop já pensava em construir uma asa voadora desde o fim da década de 1920. O B-2 tem exatamente a mesma envergadura do YB-35 e do YB-49 ( que era o YB-35 c/ motores a jato ). Segue uma matéria bem interessante:
http://www.airforcemag.com/MagazineArchive/Documents/2017/February%202017/0217northrop.pdf

Rene Dos Reis

Sonho de consumo interceptar um bichão pesadão desses.

CRSOV

Sem dúvidas é uma bomba convencional muito poderosa, porém com relação à sua utilização contra o Iran eu sou obrigado a fazer algumas considerações: 1 – No vídeo, salvo melhor juízo, a área delimitada como alvo era composta por um solo arenoso e ao que tudo indica muito menos duro e resistente que as rochas que compõem as montanhas iranianas onde os seus bunkers estão localizados. Diante disso sou levado a crer que a penetração desta bomba em maciços rochosos iranianos seria bem menor; 2 – Os bunkers iranianos estão encrustados a cerca de 500 ou mais metros de profundidade… Read more »

Bosco

Ninguém nunca disse que essa bomba é absoluta ou infalível. Ela deverá ser utilizada onde for possível fazê-lo.
Numa instalação subterrânea a 500, 1000, 2000 metros de rocha sólida ou de concreto reforçado, ela não será utilizada.

Augusto L

Nesse tipo de estrutura se usa armas nucleares.
Como a B-61-12

CRSOV

A ONU através de sua legislação proíbe o uso de armas nucleares de qualquer tipo !! Um sério precedente pode ser aberto !!

CRSOV

Bosco eu não quis tecer qualquer comentário sobre a qualidade ou não desta arma !! Apenas enumerei algumas dificuldades que ela pode ter para alcançar o objetivo de alcançar esses bunkers !!

ADLER MEDRADO

Já já aparece alguem dizendo que a Rússia, China, Irã ou qualquer mulambada dessas tem um avião melhor, bomba melhor, etc.

Bosco

Só de curiosidade, as armas guiadas americanas até 1 t por ordem decrescente: Acima de 10 t: – SLBM Trident II (59 t) -ICBM Minuteman III (35 t) -ABM GBI (21 t) -bomba MOP (14 t) – Entre 2 t e 10 t: -bomba MOAB: 9,7 t -bomba penetrante GBU-28 (4,7 t) -bomba penetrante GBU-37 (4,7 t) -míssil SM-3 Block IIA (2,2 t) – Entre 1 e 2 t: -míssil ATACMS (1,6 t) -torpedo Mk-48 (1,6 t) -míssil SM-6 (1,5 t) -Míssil SM-3 (1,5 t) -míssil SM-2 ER Block IV (1,5 t) -míssil ALCM/CALCM (1,5 t) -míssil Tomahawk (1,5 t)… Read more »

Bosco

Só pra deixar bem completinha a lista, as bombas JDAM e Paveway de 2000 lb pesam completas, com seus respectivos kits, cerca de 1,1 t, e a mina submarina Quickstrike-ER de 2000 lb, pesa cerca de 1,2 t.

Bosco

Só uma pequena correção, os mísseis CALCM (AGM-86C/D) , que são armados com ogivas convencionais, pesam cerca de 2 t e não 1,5 t como citei acima.

Reportagens especiais

AMX com mísseis antinavio Exocet AM39

No mês em que o caça-bombardeiro ítalo-brasileiro AMX faz 30 anos, é bom relembrar o potencial que o avião...
- Advertisement -
- Advertisement -