Home Aviação de Ataque Pentágono encerra treinamento de pilotos afegãos por causa de deserções dentro dos...

Pentágono encerra treinamento de pilotos afegãos por causa de deserções dentro dos EUA

8453
52
AC-208 Combat Caravan lançando míssil Hellfire

As Forças Armadas dos EUA não podem mais rastrear quanto território o governo afegão controla, mas há pelo menos uma métrica definida de sucesso: pilotos afegãos do AC-208 Combat Caravan não serão mais treinados nos Estados Unidos porque mais de 40% dos alunos que treinam para pilotar o avião acabam desertando dentro das fronteiras dos EUA.

Esta última novidade encontra-se no relatório recente do Inspetor-Geral Especial para a Reconstrução do Afeganistão sobre o (falta de) progresso no Afeganistão.

“Os alunos que não desertaram foram levados de volta ao Afeganistão para completar o treinamento: como resultado, apenas uma turma se formou no programa americano”, diz o relatório. “A segunda e terceira classes continuarão e terminarão seu treinamento no Afeganistão.”

O AC-208 é essencialmente um Cessna que carrega alguns mísseis Hellfire. Depois que os militares norte-americanos se retiraram do Iraque em 2011, a Força Aérea do Iraque usou um punhado de aeronaves para enfrentar terroristas do ISIS, porque faltavam helicópteros de ataque e caças a jato adequados.

Os aficionados dos esforços militares norte-americanos para treinar tropas afegãs encontrarão essa última revelação familiar. Dois pilotos afegãos de A-29 Super Tucano desapareceram em dezembro de 2015 enquanto treinavam na Moody Air Force Base, na Geórgia. Antes disso, três oficiais afegãos desaparecidos em Cape Cod foram encontrados perto das Cataratas do Niágara, na fronteira com o Canadá. A um dos oficiais foi posteriormente concedido asilo.

A primeira piloto de asa fixa do Afeganistão também recebeu asilo nos Estados Unidos em 2018.

FONTE: Task & Purpose

52 COMMENTS

    • Impressionante o quanto a rasa retórica estadunidense é contagiante.
      Os caras destroem países alheios, fazem um esforço chulé para treinarem uns pobres coitados pra limparem a sujeira by USA, e ainda ficam com medinho quando um e outro ousam fugir da roubada! Hahahahahahahahahahahahah

    • Ilusao de suposta seguranca e conforto? Realmente EUA e um pais bem violento, eu leio quase os dias historias de americanos que compram passagem so de ida para Brasil, Venezuela, Argentina, Cuba, Afeganistao, etc porque estao cansados da sua terra natal. Cada uma, viu…

      • Mosczynski, sabia que os EUA tem uma taxa de homicídio de 30.000 pessoas/ano? Metade do que temos aqui, mais ainda o suficiente pra dizer que é um país bem violento, mas isso é um contexto meio que impossível de se resolver. Não venha me dizer que é possível ter a mesma qualidade de vida e segurança da Suíça em um país continental com quase 300 milhões de habitantes

      • Enquanto isso muitos latino americanos fazem de tudo para serem aceitos nos EUA portanto alguma coisa errada não esta certa nesta sua noticia, ou lacrada, se é um pais da violência porque pessoas fugindo da violência em outros países querem ser aceitos nos EUA?

      • Ai vc acordou e viu que estava no Brasil!
        Não seria crível dizer países descentes tipo:Suíça,Áustria…
        Quanto mais tipos:Afeganistão,Cuba,Venezuela que nem países são.

    • que “pátria”? você ainda acredita nessa balela? “patria”, “bandeira”, “hino” etc e tal já morreu há anos. ninguém se preocupa mais com isso. O que é pátria? a fronteira física? pátria hoje é um ente abstrato, definido pelo mercado financeiro. dinheiro vai e vem com facilidade. essa é a nova “fronteira”, o novo “patriotismo”. o resto é idéia caduca.

      eu trocaria qualquer FFAA, até a nossa, para viver na “ilusão de suposta segurança e conforto” nos EUA. Ser explorado em dólares é melhor que na moeda local de qualquer país, inclusive afeganistão. atire a primeira pedra quem não sentir-se-ia tentado.

  1. Todo mundo odeia os EUA, mas todos querem morar lá.
    Sonho de Maduro não é ir para Cuba, é ir para Miami, onde poderá desfrutar de mansões, carros, joias.

      • Discordo, a maioria que esta la sao pessoas boas e honestas que estao cansadas de serem tratadas como idiotas. Brasileiro corrupto vai para Miami passar ferias, so isso, la nao tem a mamata que eles tem aqui para fazer m.

        • Com grana tem mamata sim !!! Olha Suissa que muitas pessoas acham top abriga uma grande parte de dinheiro sujo de sangue do mundo, muito dinheiro de corrupção é só ver o Hugo Chávez 70 contas lá !!! Infelizmente o dinheiro compra muita coisa mesmo sendo sujo, principalmente a índole e o caráter de muitos independente de credo, raça, etc..

    • Também é por aí……
      Maldito USA….
      E a fila de ilegais e de pessoas tentando o visto de permanência começa em Miami e termina em Chicago.

      • Roma também caiu por esse motivo (invasão dos povos que tiveram seus países destruídos pelos romanos).
        A história sempre se repete. Ontem foi Roma, hoje são os USA. A queda de todo império é inevitável.
        Quantos impérios há houve na história mundial? nen hum se sustenta muito tempo. O que durou mais foi o império Turco (600 anos).

  2. Nao sou especialista mas penso que daria para incrementar mais essa aeronave, quem sabe mais 2 cabides de armas nas asas para foguetes ou metralhadoras, mesmo assim é arriscado porque nao parece ter nenhum tipo de proteção para os pilotos e a baixa velocidade tambem nao ajuda.

  3. Fato é que o Afeganistão é um atoleiro que o busch filho achou que era um passeio assim como foi no Iraque.

  4. O Afeganistão é tão ruim que nem o próprio povo afegão quer continuar lá.
    Viver em um país cheio de lunáticos, não deve ser fácil.
    O fato é que todo mundo que odeia os Estados Unidos quer morar lá ou pelo menos ter o estilo de vida deles. Simples assim.
    A força aérea afegã lutando contra o talibã é a mesma coisa que os opositores do Maduro na Venezuela, não fazem nem cócegas.

    • A fome derruba qualquer regime. Tanto no Afeganistão quanto na Venezuela o povo está miserável. Causas diversas, mas o efeito é o mesmo. a Revolução Fraancesa não foi contra os reis foi contra a fome.

  5. Pergunta básica com resposta básica; Yes/ No way.
    Se o treinamento fosse na China ou na Russia esse mesmos pilotos desertariam dentro desses países?

    • Possível, a gente tem uma visão bem decanda de 80 da China é da Rússia. Tive uma amigo que foi para Xangai ano passado, Pó de ter certeza que é melhor, mais desenvolvida e mais segura do que qualquer cidade no continente americano, uma verdadeira Dubai do Oriente. Moscou tbm tem uma boa qualidade de vida e é um centro de cultura e luz no leste europeu

  6. Me pergunto sempre porque as “fugas” não são para a Rússia, China, Cuba, Irã, Coréia do Norte, Venezuela…na primeira oportunidade “os caras” correm para os “malvados” países liberais, capitalistas e democráticos.

  7. Atenção, notícia off-topic: Um Boeing 737-800 saiu da pista e caiu dentro do rio Saint Johns, no aeroporto naval Jacksonville-Flórida. Segundo as autoridades locais cerca de 21 pessoas ficaram feridas, sem gravidade. Aconteceu ontem à noite (3).

    Outro 737 se acidentando; a coisa não anda bem para a Boeing.

  8. Eu, na primeira oportunidade também sumiria. A questão é o inferno de pobreza, destruição e ignorânica avassaladora que destroi este país. Nao é covardia e nem traição é medo e falta de esperança. Cuidado que aqui nesta terra de meu Deus e políticos corruptos, acontece a mesma coisa, so que ninguem tem coragem de encarar.

  9. O que eu não entendo é porque todo mundo quer ficar ou ir para os EUA se os americanos, ops, os estadunidenses, são tão malvadus e se fazem tanto mal para o mundo. E agora mais uma mentira, a economia americana crescendo com um dos mais baixos índices de desemprego de sua história. Isso deve ser puro fake e mês que vem a economia dos EUA entra em colapso (bem eu ouço isso desde que aprendi a ler).

    Americanus malvadus! Bom mesmo é ser Chinês, Cubano, Venezuelano.

    • Pessoas de diversos países querem morar e viver nos EUA, porque internamente a política é coerente sendo democrática e liberal economicamente tornando assim um ambiente pujante tanto em termos sociais e econômicos.
      Agora, isso não ausenta as responsabilidades dos estadunidenses nos conflitos atuais, principalmente o Afeganistão. Sim, foi a URSS quem invadiu o país e os EUA armaram os rebeldes tornando o conflito ainda mais intensificado tanto em nível de armamento e mortes, e parece uma guerra interminável quando até mesmo os lados da guerra mudaram, e até hoje os EUA têm tropas no país.
      Portanto, internamente a política nacional dos EUA é coerente, externamente é incoerente. Desde os tempos da ascensão do Ocidente foi sempre assim, desde a Holanda até os EUA atual. Na Guerra Fria, os EUA mantiveram a política externa muito mais agressiva do que a União Soviética, tanto em ações diretas quanto indiretas, contudo a União Soviética era muito mais agressiva internamente do que externamente com a repressão de diversas manifestações do povo atrás da Cortina de Ferro.

  10. Se me mandassem pilotar a porcaria de um teco-teco com mísseis pendurados nas asas e que até um 38 atravessa a fuselagem em um lugar em que ate AH64D e abatido ,também seria tentador desertar ainda no treinamento .

  11. não é nenhuma novidade. já aconteceu antes. os pilotos aproveitam a oportunidade para ficar nos EUA como imigrante ilegal. até eu faria isso, se tivesse na pele deles. rsrs

  12. É meus caros… O cara vê um país com paz e segurança podendo dar uma qualidade de vida infinitamente superior que do Afeganistão é compreensível.

    • Essa paz e segurança foi conquistada através da violência com outros países, principalmente países que não ofereciam risco a segurança nacional dos EUA, estou falando historicamente desde a fundação dos Estados Unidos da América.

  13. Ruim pra quem tá bancando o treinamento ou contando com as aeronaves no meio de uma operação, mas como culpar os caras?Fico só imaginando as condições de trabalho dos praças nas tropas afegãs, se os cadetes estão desertando.

  14. Existe um outro olhar muito importante sobre esta materia.

    Alguns colegas podem achar traição a deserção deste militares quando em contato com a qualidade de vida de uma sociedade livre e de sucesso.

    Mas será que é apenas isto?

    Ou que o caso afegão pode ser um caso perdido?

    E se um caso perdido? o que ocorre com os militares regulares?

    Aquilo ali é muito complicado.

    O Governo é corrupto…tal como foi o Iraquiano em que apenas 1 ou 2 anos apos a retirada das forças americanas, o ISIS tomam conta de quase 40% do territorio…

    Entendam que o ISIS tomou conta não porque era forte militarmente e dificil de combater na bala, mas sim porque todos estavam envolvidos em subornos, pedagios, proprinas, etc…do general a governador…

    E o oficial e soldado ficam como? dando e levando tiro sabendo que seu chefe esta envolvido?

    Se lerem ISIS, leiam Milicia….

    Acham que tem diferença de milicia carioca???? não tem!!!!

    Onde o governo é fraco e corrupto, a mafia se instala…não importa a cor da bandeira ou fantasia de vestimenta em que se auto intitule….

    Pode ser politico, religioso, mas no fim, quer é pegar uma refinaria para vender petroleo (e tem quem compre), distribuir gas, internet, serviços…curioso né….qual o nome disto….

    talvez, se estes militares vissem que tem luz no fim do tunel, não desistiriam e pode não ser tão simples como o pessoal aqui acha….

    afinal o que podemos dizer…nós aqui no Brasil perdemos um estado inteiro bem aqui do lado de São Paulo….

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here