Home Aviação de Caça F-16 do deserto: Indonésia modernizou 24 caças por US$ 670 milhões

F-16 do deserto: Indonésia modernizou 24 caças por US$ 670 milhões

13994
94
Pilotos da USAF se preparam para levar o quinto lote de F-16 para a Indonésia, em 14 de março de 2017, na Hill AFB – Foto: USAF

A Força Aérea da Indonésia (Tentara Nasional Indonesia – Angkatan Udara, TNI-AU) ganhou, em janeiro de 2012, 30 caças F-16 que estavam armazenados no AMARG, nos EUA.

Destes, 24 aviões foram depois atualizados do Bloco 25 para o padrão Bloco 52 pela Força Aérea dos EUA (USAF) no Complexo Logístico de Ogden (Base Aérea de Hill, Utah).

As aeronaves F-16 envolvidas foram originalmente voadas pelas unidades da Força Aérea dos EUA e da Guarda Aérea Nacional, mas foram desativadas e armazenadas por vários anos no 309th Aerospace Maintenance and Regeneration Group (AMARG) na Davis-Monthan AFB, no deserto do Arizona.

Os 30 caças F-16C/D estocados no deserto foram recebidos sem custo, sendo que seis deles foram canibalizados para gerar peças sobressalentes.

O governo indonésio pagou US$ 670 milhões para modernizar 24 jatos com novos aviônicos, motores, asas, trem de pouso e outros componentes.

A mídia local relatou que a reforma incluiu extensão da vida útil, como a revisão das asas, trem de pouso e motores, bem como melhorias de capacidade de aviônicos. Estes incluem um radar AN/APG-68 atualizado (V), enlace de dados no padrão Link 16, sistema de guerra eletrônica AN/ALQ-213, RWR (alerta radar) ALR-69 Classe IV e contramedidas ALE-47.

As três primeiras aeronaves modernizadas foram recebidas em 25 de julho de 2014.

94
Deixe um comentário

avatar
36 Comment threads
58 Thread replies
2 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
62 Comment authors
Groselha Vitaminada MilanipgusmaoBryancaio thomas dos santos bernardoTalisson Goet Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Minuteman
Visitante
Minuteman

E nós estamos chupando o dedo com o F-5 Forevis. Uma vergonha um país desse tamanho, e com tantos recursos a defender, com forças armadas tão mal equipadas. A FAB é a maior força aérea em terra do Mundo. 80 mil homens pra quê? Quando a guerra vier vão voar com asas de papel? E antes de jogarem pedras, critico porque quero um país melhor, mais eficiente, menos burocrático, simples.

luiz antonio
Visitante
luiz antonio

calma. As coisas devem melhorar daqui para a frente. É só não deixarem os “canhotos” terminarem o processo de destruição das nossas forças armadas que as coisas caminharão de forma mais correta. Na época dos “canhotos” sugeriram até que as Forças Armadas fossem extintas, portanto, vamos continuar mais um pouco com os F5M (excelente aeronave por sinal) até a chegada e comissionamento dos F-39.

TeoB
Visitante
TeoB

Essa coisa de defender lado A ou B não passa de fã clube, temos que ser realistas com o que foi roubado do país nesse período citado, poderia ter multiplicado por 3 essa lista ai! pra ser bem simplista, e no período anterior a isso também… assim por diante. Porém é fato que houve também investimentos nessas épocas, mas só olhar isso é a mesma coisa que ser traído a vida inteira, só pra continuar com mulher bonita, merecemos coisa melhor que isso! Eu espero que com o novo governo a coisa seja mais honesta e eficiente. não defendo partidos… Read more »

Flanker
Visitante
Flanker

So algumas correções no seu texto: – 36 Gripen contratados, com início de produção no Brasil em meados de 2020. Aproximadamente a metade dos monopostos será fabricada na Suécia. Os restantes, e todos os 8 bipostos, serão fabricados no Brasil. Os 11 primeiros monopostos, fabricados na Suécia, serão entregues em 2021. Em 2022 começa a produção dos bipostos. Em 2024 será entrefue o último dos 36 contratados. O total do contrato é avaliado em 5,4 bilhões de dólares, mas esse valor pode flutuar para cima ou para baixo, visto que o contrato é em coroas suecas e vai variar conforme… Read more »

Felipe S
Visitante
Felipe S

Todas as grandes compras militares do PT envolveram desvios e superfaturamento, todas são investigadas quase. Bem menos meu caro. Foi só por isso que compraram.

EduardoSP
Visitante
EduardoSP

Nem todas. Não generalize.

Kemen
Visitante
Kemen

Colega, foram todos os partidos que participaram, uns mais outros menos, uma verdadeira quadrilha politica, uma máfia mamando dos nossos impostos, que espero nunca mais aconteça. Não acredito que envolva compras militares até prova em contrario. Esse hábito na política vem de looonnnge, por isso nós que temos (ou tinhamos) a oitava economia mundial estamos como estamos a décadas.

Felipe S
Visitante
Felipe S

Além de informações erradas. Os Black Hawk do exército são da época do FHC, oriundos de uma missão de observação de paz que o Brasil participou, só pra citar um exemplo. Tome seu gadernal.

Pedro nine-nine
Visitante
Pedro nine-nine

Excelente é uma palavra por demais forçada.

Joao Moita Jr
Visitante
Joao Moita Jr

Você tem toda razão. Até mesmo hoje, o Brasil poderia seguir o exemplo da Indonesia e mandar trazer digamos 60 desses ai, lá em Pima existem centenas armazenados e prontos para retrofit. Não teria nada demais fazer um mix com os Grippen, os quais um dia chegarão, mas bem contados e devagar. E se levamos em conta o Modus Operandi brasileiro, duvido muito que passem de 36 unidades.

Minuteman
Visitante
Minuteman

Nós nunca vamos ter uma Força Aérea, ou Marinha bem equipadas enquanto tivermos que destinar tantos recursos só em pessoal. Isso é falta de respeito com o dinheiro público. Se fossemos eficientes, não seria problema trazer os mesmos 24 F-16 pelo preço acima.

Edson Jaqueira
Visitante
Edson Jaqueira

Essa é a questão fundamental! Excesso de gastos com pessoal e baixa eficiência na gestão dos recursos existentes.

Felipe S
Visitante
Felipe S

São 66 mil militares, não 80 mil.

Gabriel
Visitante
Gabriel

Custam mais que a aeronáutica americana. Lástima mesmo é escolher um inimigo em nossas fronteiras. Imenso desperdício, mais um.

Ronaldo
Visitante
Ronaldo

Verdade um país grande igual o nosso sem proteção nenhuma,já pesquisei várias vezes sobre os caças tampões mas não obtive resposta o suficiente,só diz que os f-16 estão na mira da FAB,só vão estar na mira e nada mais enquanto isso as nossas divisas ficam sem proteção nenhuma, porque não investir e compra uns cinco SU-57 da Rússia aí pelo menos estaremos bem colocado no quisito defesa aérea ou então enquanto não chegam os gripens compre pelo menos uns 25 f-16v block 70 para guarnecer as nossas fronteiras!

nonato
Visitante
nonato

Algumas queixas compreensíveis.
E não digo que esteja errado.
Mas o que você sugere?
Os gripen já foram comprados.
Sugere comprar outros aviões?
Eu mesmo sempre defendi a compra de pelo menos 12 caças usados tipo F 16 como “tampão”.
Mas talvez isso não fosse prático.
Só sei que passaremos mais uns 6 anos sem caças de verdade.
Se houvesse uma guerra com a Venezuela ou qualquer outro país não teríamos caças de verdade.

J L
Visitante
J L

Pois é, além do tempo que levará para recebermos os 36 gripens, são apenas 36 para um pais da extensão e com fronteiras com uma quantidade de países, inclusive alguns com o título de maior produtores de drogas, e outros de grande entreposto de drogas e armas. Tudo isso ali do lado. Esses caças são necessários até que tenhamos pelo menos uma força aérea de pelo menos de 90 a 120 gripens.

Pedro nine-nine
Visitante
Pedro nine-nine

Duvido que os F5 não fossem capazes de lidar com a Venezuela, nonato.

vlademir baltazar
Visitante
vlademir baltazar

Temos que comprar e modernizar pelo menos 24 F16 e substituir aos poucos os F5….Iamos ficar com uma estrutura muito boa junto com os Gripens, pois os motores ao meu ver são da mesma empresa e a estrutura praticamente a mesma.

Talisson Goet
Visitante
Talisson Goet

Os controladores de voo (civis em outros paises) contam no efetivo da FAB. Por isso esse numero inchado

Bryan
Visitante
Bryan

Sabemos que a frota que atualmente temos não está a contento. Sabemos que logo virão os Gripens. Enfim, temos tantas prioridades no país que a aviação de caça, aos modos como queremos, terá de esperar!

João Bosco
Visitante
João Bosco

Pois é…. caças usados modernizados para nações amigas dos EUA a preço de custo.

Gustavo
Visitante
Gustavo

A Indonésia tem uma estrutura interessante…
EMB-314 Super Tucano
HAwk
T-50 Golden Eagle
Su-27
F-16
Su-30 MKK
e os F-5 estão na reserva se voar. Pelo visto dinheiro não é problema, manter Hawk e T-50 pode ser até redundante…

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

O T-50 é uma aeronave usada para formação de pilotos de caça e o Hawk 200 é operacional, a versão biplace de ataque ao solo com bombas e maverick e a monoplace de patrulha de fronteira com radar do F-16 e sidewinder, não são redundantes.
O KAI T-50 substituiu os antigos Hawk 53 desativados.

Claudio Moreno
Visitante
Claudio Moreno

E? ….. Para a FAB este talvez seria a saída a médio prazo para a substituição dos A1 Centauro. Algo como 70 – 100 unidades modernizandas. Comporiam o grupo de batalha junto com os F39.

CM

Miguel Lourenço Felicio
Visitante
Miguel Lourenço Felicio

…….mas não seria melhor tentarmos adquirir F-39 usados da Suécia (se bem que conseguirmos umas 100 unidades é algo impensável), já que novos entrarão em serviço? Padronizaríamos o equipamento.

Claudio Moreno
Visitante
Claudio Moreno

Certamente seria muito melhor que minha sugestão dos F16. Mas o problema é que a Suécia não tem aparelhos para nós ceder, nem mesmo no leasing. A razão é a preocupação da Suécia com a Rússia.

CM

Claudio Luiz
Visitante
Claudio Luiz

Você está correto e o próprio MD sueco já aventou a necessidade de manterem os atuais Gripen que serão complementados mediante o recebimento dos novos Gripen NG’s.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Tem os C/D estocados na SAAF.

Claudio Moreno
Visitante
Claudio Moreno

Soares boa noite,

Pode ser, mas o fato de estarem estocados não significa que a SAAF deseja se desfazer deles. Até aonde a mídia especializada comenta, não existe nenhum indício de que eles queiram abrir mão dos aparelhos.

A última informação comentada sobre o assunto, dava conta que estavam estocados por questão de economia de recursos, mas que em caso de necessidade nacional a prontidão seria em questão de horas…

CM

Adriano Madureira
Visitante
Adriano Madureira

Pelo que li, os suecos ofereceram a Bulgária 8 aeronaves C/D no final do ano passado, cairiam bem para nós que no futuro receberemos os E, não faria lógica adquirir um caça que apesar de ser um bom caça de superioridade aérea, sua hora de voo custa USD23.124 dólares…

Claudio Moreno
Visitante
Claudio Moreno

E aí Madureira, Sim foi aqui no PA em reportagem de 09/10/2018, mas note o comentário logo no início do artigo: “A Suécia se ofereceu para fornecer à Bulgária 8 novos jatos Gripen C/D equipados com a mais nova configuração MS20, em resposta ao pedido de propostas recebidas do Ministério da Defesa em Sofia, informou a Saab no dia 2 de outubro.” Reparou na frase…”8 novos”, não são da Flygvapnet. Eles estão no “talo” operacional. Não podem se dar ao luxo de vender, ceder, emprestar, doar, perder, qualquer Gripen, com o risco de ficarem em uma desvantagem ainda maior diante… Read more »

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

A FAB sabia que a compra dos Mirage 2000 usados, serviria de desculpa para os políticos empurrarem com a barriga a compra de caças novos.Era perfeitamente possível modernizar os Mirage e continuar operando eles. Mas continuariam sendo aeronaves velhas. Mesma coisa no caso desses F-16 do deserto. A Solução só veio quando Brasília ficou desguarnecida e a presidência foi colocada contra a parede. De repente, o FX-2 terminou e caças novos foram encomendados. Se a FAB aceitar um lote desses caças velhos, podem dizer adeus a um segundo lote de Gripens zero bala. O pessoal tem que deixar de sonhar… Read more »

Minuteman
Visitante
Minuteman

Se cortar o contingente pra menos da metade e fazer da nossa FAB uma Força Aérea mais eficiente e moderna internamente, poderemos ter um segundo lote, sem isso, esqueça.

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Aconselho a ler mais sobre o Programa Força Aérea 100. Já está em andamento a restruturação para focar na atividade fim.

nonato
Visitante
nonato

Alguém sabe dizer desses 66 mil militares da FAB, quantos são daqueles que só ficam oito anos?
Esses se for o caso daria para dispensar fácil.

Bueno
Visitante
Bueno

Para a Indonésia o F16 usado e modernizado foi uma ótima solução, não significa que será para o Brasil. nem sabemos se é interesse da FAB , O Vendedor bate na sua porta ai vc compra se quiser, mesmo se fizer uma boa oferta. Melhor usar a grana para outros fins,

Pedro nine-nine
Visitante
Pedro nine-nine

Clesio, acredito que o problema de alguns aqui, é que nem com sonhos nem com inteligência. Ninguém está a pedir um sonho, alguns nem estão a ser burros, a solução do F16 era óbvia a uns anos atrás, era o avião ideal. Agora? Sim de facto a opção é também óbvia, apostar no gripen e sonhar por mais unidades. Duvido que venham muitas mais que as referidas, com compras de oportunidade ou não o número será muito probavelmente o mesmo, portanto mais vale que venham mesmo uns F16 já que o gripen vai vir mesmo de qualquer maneira (Cancela lo… Read more »

Allan
Visitante
Allan

Mas você já esta pensando em segundo lote, quando não tem 1 gripen entregue ao Brasil…

Edison Castro Durval
Visitante
Edison Castro Durval

Por pensamentos como o seu, que não antecipa as necessidades é que esse país não avança.
O segundo lote já deveria ter sido pensado e contratado logo após a confirmação do primeiro lote.

Mauro Gardusi
Visitante
Mauro Gardusi

Concordo em gênero, número e grau. Porém… O Gripen só começa a chegar em 2021, certo? E o último em 2024. Quando estarão todos realmente operacionais? Até lá, os F-5 seguram a onda? E os A-1? Quanto tempo até ter os aparelhos de um segundo lote? Será que esses F-16 não poderiam chegar antes? Não seria algo a se pensar? Ter armas mais cedo ou ficar mais tempo sem dentes?
Fora a questão do custo. Quanto pra ter mais Gripens novos? E quanto para esses velhinhos?

J L
Visitante
J L

Pensando assim, teríamos que já estar negociando um 2º lote já para que a entrega se iniciasse logo à seguir do fim da entrega do 1º lote. Mas até isso acontecer, estamos praticamente sem nada.

Matheus
Visitante
Matheus

Cara, se a FAB quisesse poderia ter comprado um lote 50/60 F-16 dos EUA que estavam estocados e modernizado eles. Isso há 10 anos atrás. Muito melhor que modernizar F-5 que não tem absolutamente NADA de interessante.

Bardini
Visitante
Bardini

Sim… A FAB poderia ter feito isso. E hoje, como estaríamos?
.
Com 50/60 velhos F-16, com sabe-se lá que tipo de disponibilidade, custando mais do que os Bicudos para manter e voar e ainda estaríamos em um ferrenho debate, para saber qual seria o melhor substituto: Mais velharias ou coisa nova, que duraria por baixo 3 décadas, operando nas mãos da FAB, no ritmo da FAB, sob os cuidados da FAB.

Pedro nine-nine
Visitante
Pedro nine-nine

Bardini, não descredibilizo nada do que disse, talvez isso mesmo acontecesse, porque como disse, estamos a falar da FAB. Mas sinceramente, tendo em conta a quantidade de células disponíveis, número de operadores, países a comprá-los novos, nações a moderniza los para mais 20 anos de operação, mesmo quando os usam a mais de 20 ou 30, concluo que não seria o custo nem o facto de estarem “velhinhos” que seria um problema. No máximo questiona se a capacidade da FAB de manter aeronaves de forma eficiente durante um período grande de tempo, mas nada estranho, de aviões que outros países… Read more »

Robsonmkt
Visitante

Embora pareça tentador, com este dinheiro compraríamos mais 8 Gripen E/F. Todo dinheiro gasto em caças usados fará falta para compras adicionais de Gripen E/F.

Requena
Visitante
Requena

Oito Gripens zero bala e com vida útil de 40 anos.
Tá mais do que certa a FAB em guardar “fichas” para os Gripens.

Se dependesse de um pessoal do blog, a FAB já tinha MIG29, F15, F16, tudo velho e mais da metade parado.

Os caras querem saber mais do que os brigadeiros da FAB…

Sobre a proposta americana: A FAB(EB e MB também) tem que pegar os Black Hawk. Urgente!

Francisco
Visitante
Francisco

Concordo contigo. Os brigadeiros não tem formação alguma, experiência, ou visão estrategica de longo prazo. Os “entendidos” aqui tem acesso à fintes de informações inacessíveis aos brigadeiros. Por isso sabem tanto.

J L
Visitante
J L

É o que já foi dito anteriormente, até que se solicite a compra de um 2º lote, vamos voar de que ? Vamos trocar toda uma aviação de caça que existia (mirrage,f5, A1 e até mesmo o xavante que já deu baixa) por meros 36 caças para um pais do tamanho do Brasil!

Requena
Visitante
Requena

Não sei se a FAB vai esperar um “segundo lote”. Creio que assim que as entregas do Lote 1 estiverem perto do fim, eles já vão começar as encomendas “avulsas”. Igual EB, FAB e MB já fazem com Helicópteros. Vem 2, depois mais 3, dai mais 1 e outros 2… Uma coisa é gastar 200 ou 300 milhões do orçamento da FAB de seis em seis meses. Outra é arrancar mais 5 bilhões dos políticos de uma só vez. Como eu disse no FORTE. Se Bolsonaro conseguir cumprir a promessa de não contingenciar verbas da DEFESA, EB, MB e FAB… Read more »

Hélio
Visitante
Hélio

Que baratinho, hein? 2.5 bilhões de reais. Dá para levar quantos Gripens com esse valor? Dá para comprar quantos tanques com esse valor? Dá para tocar quantos projetos com esse valor? Dá para comprar até navio para a marinha. Isso porque foi em 2012, esse valor já deve ter subido bastante.

Tutu
Visitante

Da para comprar 5 unidades, sem contar com custos de manutenção.

Hélio
Visitante
Hélio

Dá para comprar mais de 5, os próximos lotes serão bem mais baratos.

Junior
Visitante
Junior

Essa oferta veio um pouco tarde, ela tinha que ser feita lá atrás quando estava aquela enrolação do decide/não decide do programa FX-2, agora que a situação foi decidida, infraestrutura para receber o gripen já esta sendo estudada, pilotos indo para a Suécia para treinamentos, empresas brasileiras participando, inclusive convencendo a força aérea sueca a usar muita coisa do gripen brasileiro no gripen sueco, enfim é uma oferta que não faz muito sentido, porque raios a FAB ia querer dois caças monomotores na faixa low, se ainda fosse o f-15, bi turbina e mais pesado eu até entenderia, o pessoal… Read more »

Pedro nine-nine
Visitante
Pedro nine-nine

Junior, países estão comprar e a modernizar F16 usados a mais de 20 anos e os valores sempre foram considerados baixos, nos padrões de hoje e nos padrões de ontem. Quando você disse que fazia sentido, os F16 estavam lá, novos, usados modernizado e por modernizar, era só escolher, tudo era melhor que modernizar F5 e tapar com Mirage.

Bueno
Visitante
Bueno

Acho que A FAB comprar F16 usados para reforma acaba atrapalhando futuras venda do Gripen para clientes como Colômbia e Chile.
Seria bom negociar o leasing de uns 8 a 10 Gripen C/D, e acaba ajudando o marketing da SAAB.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Levando-se em conta que isso já vai fazer dez anos, é uma realidade da Indonésia.

Saury Alvarenga
Visitante
Saury Alvarenga

Cada um saiu por $28 milhões de dólares.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Boa FMS, carnê das Pernambucanas.

Carpophorus
Visitante
Carpophorus

2,5 bi taokeis pra comprar lixo dos EUA? Prefiro ficar com os F-5

Roberto F. Santana
Membro
Famed Member
Roberto F. Santana

Esse voo atesta a capacidade de deslocamento do F-16.
Do Arizona foram para o Havaí levando três tanques externos e dois ‘pods’ para transporte de itens pessoais do piloto. Um bocado de arrasto sem duvida.
Mesmo assim, as aeronaves foram acompanhadas e saciadas por uma aeronave tanque KC-10.
Voo extraordinário, um céu sem fim, quase a metade do mundo.

Rafael_PP
Visitante
Rafael_PP

Uma jornada dessa deve ser o sonho de todo piloto!

Rodrigo
Visitante

670 / 24 = 27,91 milhões por caça e ai compensa ?? parece que sim mais não mais para o Brasil , se tivesse sido decidido isso lá atras antes da saída de serviço do M-2000 valesse a pena, Mais não teríamos o programa Gripen Ng e todos os seus benefícios, e teríamos caças recauchutados hoje , F-16 claro ótimos caças mais qual o custo da hora de voo de um F-16 hoje ?? do Gripen é 5 mil dólares. Não vale a pena mais , a não ser que fosse mais barato e lógico pra termos eles juntos com… Read more »

Arariboia
Visitante
Arariboia

Sei que não é sobre o F-16, mas acho pertinente o Blog falar sobre o UAV “Hunter” que teve a primeira foto oficial na internet. Sendo que ele voo primeira vez em 2016/7. A foto esta na rede VK.

Felipe S
Visitante
Felipe S

Meus caros, existem chances de fazermos o mesmo, colocando caças F-16C modernizados em Manaus, e desativando os F-5M mais antigos.Nao creio que isso vai fazer com que não compremos um segundo lote de Gripen. É matemática. Com todos 36 em Anápolis , restam 48 F-5M e 20 AMX para serem substituídos. Mas a curto prazo creio que o governo atual vai querer marcar posição ao Norte em relação ao Maduro. Os F-5M mais antigos terminam sua vida útil em 2021, e os mais novos em 2025.

J L
Visitante
J L

É exatamente isso aí, são 36 para guarnecer todo território nacional e mais as 200 milhas .

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

De onde tirou que os 36 Gripen vão guarnecer todo o tertitório nacional? E Manaus, Rj, Canoas e Santa Maria?

João Henrique
Visitante
João Henrique

Nossa relação agora são com os Gripens. Pensar em caças já estocados vai continuar mantendo agt no atraso.

Ronaldo
Visitante
Ronaldo

Bom João ,o Brasil precisa olhar para o futuro e aquirir uma artilharia antiaérea e caças de superioridade avançada aviões de 5° geração para defender o nosso país e as nossas riquezas e também a nossa marinha precisa adquirir porta aviões,já que está construindo um submarino nuclear a marinha brasileira precisa também olhar para o futuro e não ficar do jeito que está só com imbarcações pequenas o Brasil precisa ser mais audacioso!

Pedro nine-nine
Visitante
Pedro nine-nine

🙈🙊🙉 Cego, surdo e mudo….
Ronaldo

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

Seria interessante nos anos 90 e anos 2000.
Agora o Gripen já foi escolhido e tá quase chegando. O negócio agora é rezar pro governo comprar um segundo lote de Gripen.

J L
Visitante
J L

`Pois é, e se isso enrolar por mais 10 anos, como ficamos ?

BMIKE
Visitante
BMIKE

Muito bem, F16 do deserta via doação… só pra Argentina, o resto é blá-blá-blá!

César
Visitante
César

F 15 mesmo usado da para escolher as de melhores condições, reforçar as asas, motor, aviônicos softwares etc.
E aproveitarmos a oportunidade, pois não é todos os dias que se tem ofertas de F 15.
Vamos adquirir pelo menos uns 10, o que faz para colocar um pouco de respeito da América do sul.

Pedro nine-nine
Visitante
Pedro nine-nine

(…) Consegue fazê-lo com o um avião inferior como o F5, poderia ter lo feito com o F16. O F16 e o Gripen, são diferentes, mas não são estranhos um do outro. A FAB não iria sofrer por causa do F16, iria sofrer por causa dela mesma:estrutura, comando, falta de financiamento, desinteresse político e mesmo interno, etc. Algo que acontece de qualquer maneira, com tampão, sem tampão, com gripen ou sem gripen (acredito que vai mudar para melhor obviamente) . Optando por um avião como o Fighting Falcon quando a altura ERA apropriada e a FAB estaria com uma plataforma… Read more »

Pedro nine-nine
Visitante
Pedro nine-nine

Este comentário era para ser a continuação de um anterior que postei, por algum motivo esta publicado separado.

William Duarte
Visitante
William Duarte

Prezados; Qualquer compra ou recebimento de equipamento militar tem que se analisar diversas correntes de consequências do ato, por exemplo, um lote de 60 F-16 modernizados a um preço relativamente baixo, uns U$1,5 bilhões a serem pagos em 10 anos, colocaria em algo próximo de 3 anos a FAB em um patamar invejável na America do Sul, mas seria a pá de cal no caixão do que restou da Embraer, pois o Gripem não passaria de um lote inicial de 36 unidades e acabou. A Embraer à partir da venda da sua parte comercial tem hoje somente alguns projetos e… Read more »

Mauro Oliveira
Visitante
Mauro Oliveira

Lamento, mas esses aviões já estão saindo da modernização já obsoletos. APG-68 era um radar moderno……. Nos anos 90. São como os nossos Mirage 2000. Lindos velozes, e ….desdentados.

Gilbert
Visitante
Gilbert

EU não gosto muito do F-16 mas se o Bolsonaro ganhar de graça e tiver que modernizar de forma parecida com a Indonésia, que venham e substituam os AMX-A1 e esse A1 restantes que encaminhem para servir caça de transição na instrução de novos pilotos.
Só não pode aí deixar de trazer todo o equipamento de limpeza de pista se não o motor dos F-16 não duram 1 mês

Fernando Turatti
Visitante
Fernando Turatti

Dias atrás comentei sobre como achava estranhos os valores de caças asiáticos como o tejas ou o JF-17. Pra modernizar aviões existentes, que nem são dos mais avançados ou para padrões como o F-16V, custou literalmente o valor anunciado de um JF-17 feito do zero. Como isso é possível?(uma pergunta séria) edit: fui checar os valores divulgados do último contrato sueco de compra dos gripen NG e os 60 caças saíram a cerca de 88 milhões de dólares cada. Provavelmente o “made in Brazil” custaria um pouco mais, mas por aviões no estado da arte, que serviriam, se seguindo o… Read more »

Bueno
Visitante
Bueno

Para nós Entusiastas não técnicos vale a especulação, a viagem e tudo mais, não temos obrigação técnica nem responsabilidade da decisão e nossa opinião ficara neste campo. Como pagadores de impostos podemos solicitar a responsabilidade no uso do dinheiro publico.
Para os técnicos que estão de fora do processo, estes sim tem discurso mais ponderado que enriquece o debate.
O Sucesso da trilogia é feito por este publico diversificado.

Adriano RA
Visitante
Adriano RA

O barato pode sair caro. Ainda que retrofitados em alguns sistemas, são aviões bem batidos que terão em breve baixa disponibilidade e alto custo de manutenção. Por esse preço, compraria 8 Gripens novos.

Saldanha da Gama
Visitante
Saldanha da Gama

24 caças por $670 milhões? f16 block 52 e acham desnecessário para o Brasil? Minha querida avó já dizia ” Nunca ponha todos os ovos na mesma cesta, se vc deixar cair, perdem-se todos” E para mim, uma ala deste espectro seria para ficar baseada na região norte, não somente os caças são negócio de ocasião, pela lista se nós pegássemos ela inteira,e junto com o Gripen, os subs e as fragatas formaríamos uma força de respeito.

Daniel
Visitante
Daniel

Estas bonitas camuflagens destes F-16. lembra a camuflagem padrão atual da FAB que muitos não gostam.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Querem um esquadrão para ontem ?

12 unidades (um esquadrão) da SAAF ques estão estocados, C/D com baixíssima horas de vôo.

Leasing com prazo para devolução.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Me refiro ao Gripen é lógico.

Claudio Moreno
Visitante
Claudio Moreno

Soares, SAAF não disponibilizou seus Gripen’s para leasing ou venda. Sendo assim esse tipo de comentário é chover no molhado. Não existem opções lamentavelmente de Gripen’s usados disponíveis no mercado. Apenas novos como foi ofertado pela Saab à Bulgária.

CM

Adriano Madureira
Visitante
Adriano Madureira

Sobre os falcons: O Comando da Aeronáutica  vistoriou nos EUA  os F16C/D, Block 40/42, se não me engano a época do FX, FX-2, aeronaves todas produzidas no início da década de 1990. O aspecto questionável é que unidades Block 40/42 imporia ao Brasil aparelhos com idades superiores aos 20 anos. Onde conseguir aeronaves em bom estado seria um problema, já que são aviões usados nas guerras do Golfo, do Afeganistão e do Iraque, parados pelo tempo de uso e não por desatualização. A virtude no cenário atual é que seriam aviões aptos a entrar em operação em curto prazo. Por… Read more »

Pafúncio
Visitante
Pafúncio

O F-16 precisa de pistas limpas, além de ter um alcance operacional pequeno e é digamos assim da mesma classe dos Gripens. Com o preço da hora de voo mais elevado. Como bem disseram é melhor investirmos mais no Gripen que chegará zero Km. Por outro lado, acho que o F 15, valeria a pena adquirir dos EUA porque é uma aeronave de superioridade aérea, pelo alcance operacional e capacidade disponível de carga de armamento. Embora seja caro a hora de voo, usar estas aeronaves especificamente para interceptações, enquanto que os nosso gripens para patrulha. Compraria 50-60 unidades para distribuir… Read more »

Stefano Zibell
Visitante
Stefano Zibell

Na minha humilde opinião, se pegar os block 40/42 que eles tem no deserto não precisaria nem modernizar. Uma boa revisada e pintura e trazer pra cá. Como gap filler ou como um vetor low para os gripens já cumprem o papel como estão.

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

Vc quer que uma criança se contente com brinquedo usado? Só serve brinquedo novo….

caio thomas dos santos bernardo
Visitante
caio thomas dos santos bernardo

Acho que era mais barato e fácil ter comprado novos !

pgusmao
Visitante
pgusmao

Um país com um orçamento militar maior que Israel e ente os maiores do mundo, não é possível gastar mais de 80% com salários e pensões, essa gestão está totalmente errada. Se tivéssemos uma parte considerável desse valor para reequipar nossas FA, estaríamos em melhor situação.

Groselha Vitaminada Milani
Visitante
Groselha Vitaminada Milani

É um tal de pedir F-16 Retrofitado, F-15 Refurbichado … Me estranha que ninguém dos ispicialistas pediu um, dois … três esquadrões do Tornado que vão dar baixa na RAF da Rainha pra back-up tampão ou compor uma nova linha de defesa aérea avançada … Corram … compra de oportunidade!!E ainda podem incluir no pacote da Rainha um master fit da Embraer – Ebit. E tem os que criticam os futuros F-39 Gripen … E os EUA do mal continuam retrabalhando as Forças Agressoras com F-5. Ué, não era o F-16 o rei dos céus e super-superior ao F-5? Os… Read more »