Home Aviação de Ataque Foto do drone de combate russo e nova pintura do Su-57

Foto do drone de combate russo e nova pintura do Su-57

12094
162
Sukhoi Okhotnik

Foi divulgada a primeira foto do drone Sukhoi Okhotnik (Caçador), UAV da ataque (construído pela Novosibirsk Aviation Plant), que completou seus primeiros testes de pista em novembro.

O Okhotnik também conhecido como S-70 está programado para completar seu primeiro voo em 2019, com entregas marcadas para 2020.

Coincidentemente a Rússia também divulgou imagens de um caça Sukhoi Su-57 com uma nova pintura que traz na cauda a silhueta do drone Okhotnik acompanhando o caça de quinta geração russo.

Talvez este Su-57 seja usado na campanha de ensaios do Okhotnik ou a pintura faça alusão ao futuro emprego operacional conjunto das aeronaves.

Su-57 com pintura pixelizada do drone na barriga

COLABOROU: Rustam Bogaudinov

162 COMMENTS

  1. UAV parece bem furtivo.

    Uma vez assisti (em vídeo) um militar russo falando que há uma espécie de controvérsia entre os militares deles, sobre até que ponto se deve investir em aeronaves furtivas.

    • É isso! Coloque uma grande quantidade de drones, integrados com alto nível de inteligência artificial e depois use aviões pesadamente armados, como o Su-35.
      Aí vc verá que não será necessário gastar mais de um trilhão de dólares em aeronaves furtivas.

      • Tá bom.

        Vou mandar uma carta para a Rússia e outra para China dizendo para eles desistirem do Su-57, PAK-DA, J-20, J-31, Bombardeiro médio e bombardeiros pesado furtivos.

        O Su-35 pode ser excelente mas pertence a geração passada, aceite.

      • Então tá.

        Sabe mais que as forças aéreas da Rússia, da China e dos EUA juntas.

        Su-57, J-20, J-31, bombardeiro stealth estão todos errados…

      • Eu vejo seu esforço para salvar a imagem do Su-35 que é um excelente caça realmente, porém ele pertence a geração passada.

        Você sabe disso tão bem como qualquer outro aqui, só não pode admitir.

      • Realmente esse motor ficou muito protuberante, visivelmente a furtividade traseira ficou tremendamente prejudicada, sem falar na assinatura IR. Vários “penduricalhos” sobre a fuselagem, fica nítido que ainda falta tecnologia aos Russos, tendo um logo caminho pela frente para fazer frente ao equipamento Americano.

        • Paulo Machado
          É um protótipo, o primeiro por sinal, então seu comentário a respeito dos penduricalhos e motores expostos está meio cedo ainda…

          • Justamente, falta muito tempo para Russia chegar ao nível técnico operacional do Eua… na década de 80 a usaf ja operava caça furtivo… em 2019 a Russia ainda não opera!

          • Rafael, considerando que hoje eles não tem nada. Nada em termos de drones de longo alcance e furtivos, este drone já é uma melhora de 100%. Se você tem zero drones de ataque furtivos, e depois consegue um drone que atinge 95% das capacidades desejadas, já são 95% a mais do que você tinha antes, concorda??

        • A cada teste, um desenvolvimento para o projeto final. Não se pode vir com todos os seus desenvolvimento em teste amostra, visto que à sempre um fotógrafo espião por perto que pode levar o desenvolvimento final ao fracasso pó r já ter repassado suas características. Lembram do T90???? Um sistema testado de cada vez em uma carcaça velha( já conhecida) e no teste final, uma nova carcaça inovadora, com características desconhecida e com todos os sistemas aprovados acoplado.

          Este é o segredo, quanto mais tempo levar para o adversário estudar,grande será sua vantagem em combate e no desenvolvimento de projetos futuros.

        • O conceito de asa voadora não é indicado para “altas velocidades”. De onde você tirou isso? Asa voadora é excelente para altitude elevada, alcance, carga paga e furtividade. Seu desenho favorece velocidades subsônicas.

      • Vi em outra fonte que esse motor é provisório, está sendo usado somente para testes. O motor definitivo será derivado do Su 57, sem pós combustão.

          • É isso aí Wagner.
            Esse não é o motor definitivo. O definitivo será mesmo o motor que irá equipar o SU-57. Esse fato pode explicar a falta de cuidado em proteger melhor a traseira deste veículo.
            Penso que na visão dos Russos pode ser desnecessário gastar para desenvolver um bocal furtivo para este motor pois dentro de algum tempo podem precisar gastar novamente para desenvolver o mesmo recurso para o motor definitivo.

    • Os eua são os maiores copiadores de tecnologia do mundo inclusive dos russos e estes deles também…algo que fazem todos os dias é pagarem milhões a estrangeiros para que realizem pesquisas para eles… financiam tudo…e todos os resultados são de propriedade do governo estadunidense…o que mais tem nos eua é brasileiro trabalhando pra eles inclusive dentro da NASA….

      Vcs acham que os estadunidenses e os Russos desenvolveram mesmo alguma tecnologia para conquistar o espaço e chegar a lua ou eles simplesmente copiaram tudo dos nazistas?!…existe um consenso…não existiu programa espacial estadunidense ou Russo o que existia nos dois países era um programa espacial nazista…os eua e a Rússia copiaram a tecnologia nazista assim como os Chineses fazem atualmente…

      Toda a tranqueira desenvolvida no mundo vem da força de trabalho dos indivíduos que trabalham para as empresas desta gente…a Coca Light que bebem por ex foi um BRASILEIRO que trabalhava para a Coca Cola quem criou…o identificador de chamadas que usam foi um Brasileiro que inventou…o cartão eletrônico foi um Brasileiro quem desenvolveu…o remédio Captopril usado para controlar a pressão arterial foi um Brasileiro quem desenvolveu…a peça do carro que impede que os automóveis se incendeiem quando colidem…que corta o sistema elétrico do carro evitando que ele se incendeie foi um Brasileiro quem inventou…até o Walkman foi um Brasileiro quem criou….

      As 20 maiores invenções feitas no Brasil ou por brasileiros :

      http://www.consumidormoderno.com.br/2017/05/08/20-invencoes-brasil-brasileiros/

      As 10 Invenções Brasileiras Mais Injustiçadas :

      http://maxmegacuriosidades.blogspot.com/2011/11/as-10-invencoes-brasileiras-mais.html

      • Cabeça fraca,
        Todo mundo tá cansado de saber que os americanos copiaram tecnologia dos nazistas, mesmo porque sempre aparece um gênio pra nos lembrar disso.
        Muda o disco. Ninguém tá interessado.
        Aliás, os chineses invetaram a pólvora e todo mundo copia. Também a roda foi invetada por sei lá quem… e todo mundo copia.
        A vida é assim mesmo Cabeça Fraca. Não dá pra ser inovador sempre.

        • Bosco, em relação aos motores do SU -57, existe o sistema de tratamento (esfriamento) dos gases das turbinas, pra diminuir os efeitos do Infravermelho???

      • Vale ressaltar que os estadunidenses devem sua tecnologia stealth ao cientista soviético Peter Ufimtsev… Em abril de 1975 o departamento de projetos promissores da corporação Lockheed tomou conhecimento de um artigo de Piotr Ufimtsev em que o cientista soviético expôs seu método de calcular o sinal de radar refletido por um objeto plano…Esse método permitia entre outras coisas construir um avião invisível aos radares…Podemos dizer que, desde aquele momento, começou a história de aeronaves “invisíveis”…Mais tarde, um dos fundadores da aviação “stealth”, Alan Brown, diretor do primeiro programa stealth estadunidense, lançado em 1978, disse avaliar em 30% a 40% a contribuição do cientista soviético Piotr Ufimtsev para a criação de software para a tecnologia stealth…..

      • Impressionante:
        Brasileiro que inventou alguma coisa o fez com recursos estrangeiros, porque por aqui, só teve dim-dim para futebol, funk e carnaval.
        Pelo jeito foi algum brasileiro que inventou o primeiro UFO e projetou a Millennium Falcon. Santa Paciência

  2. Será que eles vão usar o conceito de um caça + um drone pra superioridade aérea?
    Eu vejo tantos problemas que podem dar errado pra esse tipo de missão, diferente do caso de uso de drones para ataque.
    Vamos ver se vai ter mais informações

    • É uma pergunta. Há quem diga que o maior problema dos aviões furtivos é a necessidade de manter os misseis em baias internas – o que reduz muito a quantidade de misseis que podem ser carregados por missão. A solução para isso é o que ele chamam de “arsenal ship” – um avião não tripulado que serve principalmente para transportar misseis adicionais, que seriam disparados e direcionados pelo caça (tripulado) controlador. Seria um multiplicador de forças interessantes, e a própria marinha dos EUA estavam pensado em projetar navios (e submarino) não tripulados que seriam meras plataformas para lançamentos de misseis.

  3. Se o S 70 for um drone realmente avançado , furtivo manobrável um radar poderoso ter alguma capacidade de guerra eletrônica e ainda ser controlado a distancia por um Su 57 , então será algo bem interessante aumentará e muito a capacidade do Su 57 , aquele “aviãozinho meio furtivo” que muita gente zomba sera bem perigoso…

    • Com aqueles motores tão furtivos quanto duas Locomotivas certamente o SU-57 não é tão furtivo assim como os seus torcedores acham. Quanto ao emprego combinado com os drones é certo que multiplica as capacidades de emprego do avião. Como já disse em post anterior, nada mais é do que uma tendencia lançada pelos americanos onde o F-35 e outros aviões são peças fundamentais para essa operação. Tem até filme de alguns anos atrás dos americanos que em animação mostram como seria o emprego desse tipo de equipamento junto com aeronaves tripuladas.

      • Torcida.. Infelizmente esse blog outrora rico em debates técnicos, se transformou em arena para briguinhas de torcedores infantis, e os bons comentaristas se foram.
        “tão furtivos quanto duas Locomotivas…” Seu comentário é só mais um exemplo disso.

        • O Ricardo está certíssimo! os motores do Su-57, visto que os definitivos ninguém sabe e ninguém viu, acabam com qualquer chance de furtividade do avião. Aliás o fato do Su-57 ter 5 radares deixa bem claro que os próprios russos admitem que o avião é menos furtivo que seus rivais norte-americanos.

        • Rodrigo, você pode reclamar a vontade, mas pelo menos faça jus ao seu comentário e ilustre a situação como se fosse um bom comentarista. Esse SU-57 é tão “Stealth” como uma Locomotiva escondida em um estacionamento de um Shopping. De vez em quando uma figura de linguagem vale mais do que mil palavras.

        • Rodrigo M

          Concordo plenamente contigo.

          Qualquer materia do blog esta virando arena para disputa das torcidas EUA x Russia.

          Parecem um bando de moleques brigando no facebook por causa de time de futebol.

          Mas os piores aqui no blog sao os fanboys dos americanos pq eles nao criticam so a Russia e China, pra eles se o material nao é dos EUA ou Israel entao nao presta.

          E qndo esses fanboys americanos bobinhos e infantis nao concordam com uma opiniao diferente da deles entao começam com o besteirol ideologico de sempre.

          E sao os mesmos fanboys de sempre que nao mudam o disco pra la de arranhado.

          Eu achava que os russofilos eram infantis por acreditatem em noticias do Sputinik, mas os fanboys americanos da direita retrograda sao iguais caes raivosos, eles latem ate com o vento.

          O lado positivo é que vc pode rir muito de cada comentario absurdo desses fanboys sem-noçao.

          • Da pra fazer uma lista aqui dos fanboys ferrenhos dos EUA em todos os sites que eu frequento eles estão lá, as vezes perde até a graça comentar. Já toquei nesse assunto mais de uma vez, esses caras só fazem poluir o ambiente de debate, JÁ TÁ CHATO ISSO.

  4. É uma tendencia, já vimos o Americano (pousando até em porta aviões), Frances, Chines e agora Russo.

    Mais uma vez os americanos ditam a tendencia, serão tão efetivos quanto mais eficientes sejam os controles e a integração de dados entre drones, aviões tripulados, satélites, centro de operações (em terra e ar), etc.

    • Os americanos tentaram ditar tendência gastando US$ 1 trilhão em uma gama de aviões stealth.
      Começa-se a perceber que é o caminho errado.
      Aliás, já havia sido comentado isso aqui em um momento anterior.

      • Como é o caminho errado se o mundo inteiro está copiando???

        Então os russos são uns idiotas por fazerem esse drone e mísseis furtivos???

        Cara, não dá para entender com um fã de internet pode achar que sabe mais que as Forças Aéreas da Rússia e China……

      • Quem percebeu que este é o caminho errado se os russos estão seguindo essa tendência?

        Russos tem 4 projetos de aeronaves Stealth e os chineses tem 6 ou 7…

        Quer dizer que eles estão caminho errado?

        Não adianta negar os fatos, todo mundo está vendo.

  5. Não seria melhor ter um SU-57 biposto para operar junto do UCAV? Creio que sim, mas enquanto não vemos um SU-57 biposto, vai assim mesmo! Legal de ver os russos desenvolvendo novas armas e acompanhando o jogo, agora espero que saia uma discussão saudável aqui, mas jaja começa a briga de time USA X Anti-USA.

  6. Eu já havia comentado, aqui no site sobre os novos conceitos de guerra aérea.
    O futuro será a atuação de um enxame de drones altamente integrados com Inteligência Artificial secundado (ou em conjunto) com aviões tripulados.
    Neste caso, o avião não necessariamente precisa ser de 5ª geração.
    Ao que parece, essa é a abordagem da Rússia. E logo será a da China, que é a que mais investe nestas áreas.
    Deste modo, fica altamente comprometido o investimento de mais de US$ 1 trilhão dos EUA em toda uma gama de aviões stealth que teriam funções similares de atuação dos aviões convencionais.
    C.q.d – Como queríamos demonstrar

    • Em que pese seu comentário técnico e destituído de paixões anti-ocidentais, sem querer demonizar os EUA e Israel e afins, e felicitando-o pela preocupação com o erário americano , mas respeitosamente devo novamente discordar.
      Uma plataforma stealth é sem dúvida muito mais apropriada a operar junto com drones UAVs stealths , coordenando-os e controlando-os, podendo fazê-lo de modo muito mais consistente que se convencional fosse.

      • Olá.
        O colega forista escreveu que um aparelho “acompanhante tripulado” dos VANTs , “não necessariamente precisa ser de 5ª geração”. O comentário me parece bem adequado, principalmente se for levado em consideração os custos e percalços envolvendo os aparelhos tripulados de 5ª geração.
        Uma plataforma de 5ª geração pode ser mais adequada para a operação, mas não parece ser uma condição “obrigatória” para operação conjunta.
        SDS.

        • Uma aeronave stealth terá maior capacidade de permanecer em espaço aéreo contestado “coordenando” e atuando em sinergia com os Vants.

          Em um ambiente “ideal” aeronaves de 5° geração atuariam em conjunto com Vants com baixo RCS, ampliando a capacidade de penetração e permanência em um ambiente potencialmente hostil, porém essa combinação é caríssima e restrita talvez ao americanos.

          Mas eu não vejo óbice na utilização de aeronaves “convencionais” neste papel de coordenação, o próprio Gripen/F pelo o que foi divulgado poderá no futuro fazer essa papel.

          • Por exemplo…

            Em uma missão de supressão das defesas anti-aéreas do inimigo um Gripen F poderia atuar em conjunto com dois Vants..

            O Vant 01 poderia ser designado para uma missão de guerra eletrônica atuando interferindo nos radares inimigos.

            Enquanto isso o Vant 02 poderia ser armado com uma arma-antiradiação como o Mar-1(apesar do que alguns dirão que está fora de moda este tipo de míssil) e atacar a bateria inimiga depois da ampla coordenação e fusão de dados entre todos os envolvidos na operação (Gripen+Vant01+Vant02). e talves E-99

            Enquanto isso o Gripen/F ficaria livre para levar duas bombas pesadas para destruir um alvo reforçado do inimigo.

          • A vantagem é que as aeronaves convencionais são plataformas muito maiores para transporte de armas.
            Desta forma, um ataque inicial de drones pode limpar a área e depois aviões convencionais pesadamente armados podem manter o controle.

          • Antonio,
            Devo discordar de você mais uma vez. A quantidade de armas nos stealths pode ser limitada quando ele está numa configuração stealth plena, mas a capacidade de carga tanto do F-22 quanto do F-35 são equivalentes ou maiores que seus análogos convencionais de mesma classe.

          • Bosco, nem sabem se esse drone terá boa capacidade de combate aéreo. É subsônico com pouca agilidade, isso dá para ver pela configuração em forma de asa.

            E ele já decreta que é melhor do que gastar em F-35 e F-22???
            E ainda depende de links que podem ser jameados ou falharem sozinhos.

            Não gosto de ficar discordando dele, mas o cara se esforça para falar o que não sabe.

          • Se não for para usar na configuração stealth, melhor usar o convencional. Muito mais barato e eficiente.
            Tanto em capacidade quanto em habilidades em combate.
            Está faltando lógica no seu comentário.

          • “”Tanto em capacidade quanto em habilidades em combate.””

            Só no mundo dos que não sabem do que estão falando.

            Esqueceu da eletrônica de quinta geração???
            Sabe que o desempenhos dos caças carregados é diferente dos números da internet?

            Cara, quando você vai entender que o importante é que vai dentro dos aviões???

            Tem que raciocinar antes sair escrevendo.

            Aí a gente não te contraria como você quer.

          • É só uma foto de um drone sem aerodinâmica para combate aéreo. Provavelmente será uma aeronave de ataque.

            Nem radar tem. Você está escrevendo sem ter a mínima ideia como sempre.

            É só uma foto. Igual as que os americanos divulgaram dez anosa atrás.

            Nada mais que isso por enquanto.

          • Luiz,
            Concordo plenamente com seu comentário.
            Ou seja, o stealth, como havia dito, é o mais adequado, mas como “quem não tem cão, caça com gato” o jeito é usar um caça de 4,5ª G ou de 4ª G. Funcionam também! Mas insisto… o melhor são os stealths.

        • A aeronave de 5a. geração é a mais adequada pois ela seria o “alvo prioritário a ser atacado e derrubado” para diminuir a eficiência do ataque combinado com drones. Teoricamente é mais difícil de se derrubar um “Stealth” do que uma “Locomotiva voadora”. Por isso que os Russos estão a trilhar, como os Americanos, o caminho de “Drones e Stealths” operando em conjunto.

      • Prezado JPC3.
        Em vez de ficar tentando, compulsivamente, discordar de mim, leia com mais atenção o que eu escrevo e interprete melhor.
        E isso regado a uma boa dose de pesquisa na internet.
        Saudações.

        • Amigo você, leu uma matéria ( com uma opinião) dizendo que o futuro é dos UAV com inteligência artificial e já acha que sabe sobre o futuro.

          Você está dizendo que caças stealth não são importantes apenas porque a Rússia não tem. Todos aqui estão vendo.

          Só porque a Rússia não tem….

          China deve comprar 1000 aeronaves furtivas nas próximas décadas, fatos óbvios demonstram que a sua teoria está errada.

          Quem sabe aproveita o blog para aprender algo com os que leram e pesquisaram mais.

          O mundo inteiro comprando e desenvolvendo aeronaves furtivas e quer dizer que eles estão errados por causa de um texto que leu na internet?

          Os fatos te contrariam.

  7. Vocês não perceberam… O protótipo do Su-57 Tá com uma antena na parte de trás do cockpit. Então certamente eles estão desenvolvendo a capacidade dos SU-57 de controlar O uav.

        • Aquele bocal exposto acaba com qualquer furtividade no campo traseiro. Furtividade implica em linhas harmoniosas e evitar contornos abruptos. Assim o motor exposto dessa forma simplesmente jogar por terra qualquer esforço feito nesse sentido sem falar que deve ter uma assinatura IR gigantesca

          • Desculpem a minha ignorância, mas o bocal do F-35 não é redondo também? Se este bocal redondo é fatal para a furtividade, como é que o F-35 é considerado furtivo???

          • Acabei de rever as imagens do F-35 e percebi que o bocal fica alinhado com a fuselagem. Agora entendi o que o pessoal está falando.

          • Antônio

            Os russos tem sim “ainda” uma desvantagem diante dos EUA 🇺🇸 nos motores e no desenvolvimento geral de seus novos caças de 5 geração e isto é natural devido ao atraso nos desenvolvimentos após a URSS, no entanto não devemos generalizar, nem afirmar que este ou aquele seria melhor ou pior, pois os russos ainda estão desenvolvendo!

            No entanto se os russos fossem mostrar todo o seu potencial eles iriam acelerar o desenvolvimento dos EUA 🇺🇸 então pode ser provável que os russos escondam uma parte de seu desenvolvimento nesta área por exemplo.

            Se tudo que os russos desenvolvem fosse ruim, os EUA 🇺🇸 não estariam com os planos para guerra no espaço etc que estão anunciando.

            Na verdade devemos avaliar os russos de acordo com a resposta do ocidente.

        • Exacto João, basta verem um detalhe menos stealth comparadamente a contraparte Americana e derrepente é obsoleto…. Eu acho que não deixa de ser stealth so por ter um motor mais exposto, o bicho é lindo e parece cumprir com o conceito básico de furtividade, conforme os materiais usados ter um motor montado como nas imagens pode não anular a furtividade da sua traseira, mas vamos lá saber. Aliás, pode ser um design prematuro, não sabemos se estamos a ver o defenitivo.

          • Fábio.
            A guerra moderna está mudando de patamar.
            A automação é o futuro.
            E os russos estão muito avançados nessa questão.
            Já estão operando os primeiros carros de combate com essa característica. Os Uran-9 que, inclusive, teve uma nova leva encomendada pelo Exército.
            Pode-se imaginar um enxame desses drones armados com potentes mísseis Brahmos ou Kh-35U atacando um porta-aviões americano.
            Ou atacando bases aéreas da OTAN bem fundo no território inimigo, visto sua grande autonomia.
            É realmente ameaçador, mas é uma mudança considerável no estilo de se guerrear.

          • Uma semana atrás você dizia que a Rússia não queria saber de aeronaves furtivas…

            Esse é o problema de falar sem tem ideia. Tem que ficar mudando o discurso todos os dias.

            Por enquanto você só tem uma foto de um drone de ataque, não sabe as capacidades, não sabe quanto custa, não sabe quando vai ficar pronto, não sabe quantos a Rússia vai comprar, não sabe nada.

            Você deveria aproveitar o blog para aprender com os outros que pesquisaram mais e não ficar falando do que não sabe.
            Faça como os analistas sérios, primeiro conheça e entenda depois dê sua opinião.

            Assim não precisa ficar mudando de opinião todos os dias

          • Estou ressaltando o fato de serem autônomos e não stealth.
            Novamente, na ânsia de criticar, não lê e interpreta o que eu escrevo.

          • Cara, você sempre disse que aeronaves stealth eram inúteis. Agora mudou de ideia em um dia???

            Isso por causa de uma foto de um drone que nem sabe se vai ser produzido?

            Ao menos você admite que nós estávamos certos, já um grande avanço.

            Sinal que aprendeu alguma coisa.

          • Está previsto sua produção para o inicio de 2020. Foi concluído os primeiros testes de pista e entrou em fase final de testes!

          • E ainda Fábio.
            Se não tivermos as limitações físicas do componente humano, poderemos ter, em breve, aeronáves incríveis.
            Poderão alcançar altas velocidades, fazer manobras altamente arriscadas e ainda, com base em I.A., processar milhares de informações por segundo, podendo desviar com muito mais eficiência dos sistemas de defesa.
            O céu será, literalmente, o limite.

      • Amigo para com essa viagem de traseira furtiva, acredita que algum piloto vai colocar a traseira pro inimigo, por acaso a rabeira do do F-35 deixa de emitir calor? então vamos combinar, assinatura de radar maior e menor, maior não significa fácil de acertar e menor não é impossível de ser detectado.

  8. A Rússia perdeu a corrida dos stealth?

    O bocal de exaustão do Okhotnik (Hunter) indica uma fraqueza stealth consolidada nos sistemas russos. O motor adotado parece ser uma variação dos motores da linha Su-27/35, ou seja, sem qualquer furtividade. Sim, no futuro o mesmo poderia adotar o motor da segunda etapa do Su-57, porém esse ainda não entregaria um stealth de banda larga encontrado nos demais UAVs e UCAVs dos EUA e China. A cada projeto stealth a Rússia parece atestar que definitivamente ficou para trás na corrida dos Stealth.

    • Vai lá e avise aos milhares de cientistas e técnicos russos que o bocal de exaustão é inadequado.
      Eles não devem saber os princípios da tecnologia.
      Não desperdice seu talento.

      • Antonio a Rússia não fabrica suas aeronaves assim por decisão técnica e sim por falta de opção! Da mesma maneira que a VKS não opera aeronaves Stealth não pq é uma decisão estratégica dela e sim pq a Rússia não tem muito dinheiro e falta um pouco de capacidade técnica para produzir uma aeronave melhor que o Su-57, já a China não tem vários esquadrões com aeronave Stealth pq lhe falta muita capacidade técnica (eles vem evoluindo rápido em alguns campos, mas a disparidade tecnológica é muito grande). Acho que os Russos fabricam aeronaves interessantes, mas a falta de dinheiro atrasou seu desenvolvimento tecnológico. Isso é um fato, não adianta vc fingir que isso não ocorreu.

      • Vou recomendar a você o mesmo quando criticar o F-35: vai lá e avisa para os engenheiros da Lockheed , para a USAF, a USN, o USMC e mais 11 países que todos estão errados e você está certo.

        • Eu não critico. Apenas dou ‘like’ nas dezenas de reportagens que mostram, claramente, as falhas do projeto e/ou críticas de especialistas.
          Ou, ainda, cancelamentos de pedidos por países que perdem o interesse, talvez pelos motivos acima.

    • Ricardo, isso é apenas um protótipo, olha bem para o desenho da matéria onde mostra que o motor não ficara exposto dessa maneira na versão final

    • Na realidade, os Russos estão perdendo a corrida em quase todas as frentes, e no seu posto está emergindo os Chineses.
      A Russia ainda está muito a frente na corrida espacial (principalmente os motores RD-180) e mais avançado nos motores dos caças se comparados aos Chineses, mas estes estão investindo muito e não duvido que em menos de 10 anos, a coisa já tenha virado. Incompetência Russa? Claro que não, somente falta de investimento ou seja, não tem grana.
      Já li que o Su-57 vai ter um novo motor, a previsão que iria ser entregue em 2017 mas os atrasos (normais em qq projeto) estão quebrando as pernas dos Russos.
      Não acredito nas super armas Russas, um ou outro até pode sair, mas me parece mais propaganda que algo mais real.
      Antes que os Russófilos comecem a me apredejar, HOJE a Russia, está em uma posição muito mais confortável com os seus vizinhos do que nos últimos séculos.

      • Os russos, estão gastando quase todo seu dinheiro na modernização dos seus mísseis nucleares. Por isto falta dinheiro pras outras armas…

    • Muitos entende o que é “stealth” baseado no conceito americano ou até mesmo chinês que são copias americanas , a industria militar russa de um modo geral é original assim como a americana , mas eles tem conceitos diferentes , os engenheiros russos não precisa fazer um caça idêntico ao americano só por que todos nós achamos os caças americanos exemplo de furtividade, e todos deviam seguir ..
      “É como VC achar que o futebol Brasileiro é exemplo para o futebol mundial e se não jogar como os brasileiros não ganha nada” , o que é errado..
      “Também é como dizer que as mulheres eslavas são as mais bonitas do mundo e mulher bonita tem que parecer com elas ”
      Os Russos criam sua furtividade baseados em conceitos e doutrinas diferentes a americana , e toda comparação é errônea , melhor comparar as copias chinesas com o original americano ,pois os chineses ainda não tem uma industria aerospacial original .
      ” Para conseguir alcançar um objetivo sempre a mais de um caminho alem do conhecido “.

    • Como a matéria disse RD 33 ,não são dos Su 27/35 ,mas sim dos MiG 29/35 ..
      Como sabe que o novo motor Saturn type 30 não entregaria um “stealth de banda larga” , já viu o motor ou tem dados dele na internet ?

    • Ricardo, por um acaso o bocal do F35 é igual ao do F22???
      Pela sua ótica o F35 e tão menos stealth como o Su57!
      Poderia me justificar pq o F35 e melhor que o Su57 já que os dois usam bocal similar ao dos caças de quarta geração e aparentemente com o mesmo perfil térmico.

  9. Que obsessão que o pessoal tem pelo bocal de escape das turbinas encoberto do F-22 que nem no F-35 foi copiado.
    Outra obsessão é o radar AESA, se muitos fossem pilotos de caça não se importariam de ter um F-16 ou Su-30 inimigo na rabiola, afinal o radar não é AESA.

    • UCAVs e UAVs são sistemas com maior tempo de permanência no teatro, chegam primeiro e saem por último, o obejtivo é arriscar o mesmo no lugar de um caça tripulado. Os benefícios de um UCAVs de asa voadora passa por uma furtividade de banda larga e em todos os aspectos, o que será comprometido no Hunter, basicamente o UCAV russo abdicou da natureza de ser de um UCAV, destoando de todos os análogos produzidos nos EUA e China. Tudo indica que ele deverá atuar de forma defensiva, dentro da defesa antiaérea russa e não como uma plataforma de projeção de poder, o que é estranho, já que o ataque é naturalmente projeção de poder. A não ser que o mesmo seja armado com mísseis ar-ar e atuando como plataforma ISTAR.

    • O bocal do motor do F-35 é serrilhado de modo a reduzir o RCS e tem atributos que lhe confere uma redução da assinatura térmica, baseado na tecnologia LOAN (low observable axisymmetric nozzle).

      • Vcs estão meio desnorteados, não?
        É compreensível.
        Mas, o que está nesta matéria já havia sido ventilado aqui mesmo no site.
        Novos tempos se avizinham.

  10. Desde 2005 a MIG estava trabalhando no Mig-Skat, mas seu desenvolvimento sempre foi adiado, não sei como anda seu desenvolvimento atual.
    https://airrecognition.com/images/stories/east_europe/russia/uav/skat/Skat_UCAV_unmanned_combat_air_vehicle_MiG_Russia_aviation_defence_industry_640_001.jpg

    A China estava trabalhando num ucav com o motor do MIG-29.
    https://3.bp.blogspot.com/-EpYXQEujVnA/UpI4Q3C2x2I/AAAAAAAAAOo/WKe5Wg-TKxw/s1600/2013053016264798b33.jpg

    • Dá para ver pelo seu comentário que você sabe muito da “falida” Russinha MFB, que deve ser a sigla de momento de falar besteira…

      Se você soubesse algo sobre a Rússia e seu PIB( menor que a do Brasil) ,sua dívida externa, muito menor que a de muitos países grandes, não falaria isso.

      Com certeza é uma sucata russa que ao menos deve ser superior à que temos aqui, afinal somos novos nesse quesito, temos o Avibrás Falcão mas não passa de uma mera aeronave destinada a missões de reconhecimento, aquisição de alvos, avaliação de danos e de vigilância terrestre e marítima, já nossos vants israelenses, não passam de aeronaves desdentada e não tem tecnologia nossa agregada.

      Ao menos os russos tentam avançar e investem em P&D para reforçar seus meios defensivos.
      quanto a Nós, só ficamos nos sonhos militares nunca concretizados, como os de construir quatro míseras corvetas, reformar uns velhos navios de Patrulha Macaé e um sonho que duvido que saia da prancheta, que é a nossa futura aeronave hipersônica 14X, só não sei em que futuro.

  11. Os russos são espertos sabem a hora certa de mudar de assunto né rsrsrs.
    Chamou a atenção a robustez do trem de pouso e a altura da aeronave em relação ao solo (será que existe alguma pretensão naval?), ao lado do reboque se nota o tamanho, certamente não é um drone barato.
    Em relação ao motor é muito cedo pra falar qualquer coisa, mas de tão volumoso não acharia estranho que tivesse alguma proteção IR ali.
    Se é um drone pra acompanhar o Su-57 talvez tenha um bom desemprenho aerodinâmico, não sei se o projeto de asa voadora permite o voo supersônico (aparenta grande entradas de ar), se alguém puder lançar uma luz…
    Em relação a furtividade o design de asa já é manjado e existe uma clara preocupação neste sentido com as entradas de ar voltadas para parte superior dificultando a detecção a partir do solo. A falta de estabilizadores horizontais indicam um desempenho melhor em relação a radares de baixa frequência, As protuberâncias na parte superior chamam a atenção, mas podem ser apenas sensores e antenas do protótipo….

  12. A Rússia busca contrapor as tecnologias ocidentais, porém com um atraso de mais de 20 anos.
    A velha união soviética se foi, assim como todo os corpo técnico e as verbas astronômicas para desenvolvimento.
    Talvez hoje a China ocupe este papel da ussr.
    Ao meu ver este drone é capaz de lançar bombas, mas ser invisível; aí já não garanto.

  13. As críticas ao drone russo ja começaram antes mesmo dele estar concluído. Não sabemos nem se essa é a forma final dele.

    É um projeto interessante, e a dupla com o Su 57 seve ser bem bacana. Um novo conceito de Guerra aérea.

    Vamos aguardar o desenvolvimento e verificar como esse Drone será utilizado.

    A Rússia está de parabéns por ser esforço.

  14. Tem palpiteiros aqui que tem tanta falta de bom senso quanto faltam de inteligência. Vá lá e explica aos engenheiros e cientistas russos que eles estão errados. Caso não queiram ir longe, estude um pouco da diferença que existe em anos (+ de 10) de avanços das tecnologias militar russas e chinesas frente ao seus pobres americanos.

    • Não estão errados, só as prioridades e requisitos deles são outros. No caso do Su-57 é própria Sukhoi, que fabrica o avião, quem diz que ele é menos furtivo que as caças americanos. Isso não é por incompetência, mas sim porque os requisitos são diferentes. Justamente para não ter os mesmos problemas do F-35 e F-22.

        • Não estou falando nada de mais.

          Ao contrário de você, que vive nesse desespero para salvar a imagem russa.

          Você leu uma matéria com uma opinião e acha que pode afirmar que todas as forças aérea do mundo estão erradas?

          Mais honestidade e menos ideologia.

    • Procurando bem dá pra encontrar fontes russas sérias, não essas que as pessoas usam aqui para as discussões de vídeo game que nós vemos.

    • “Caso não queiram ir longe, estude um pouco da diferença que existe em anos (+ de 10) de avanços das tecnologias militar russas e chinesas frente ao seus pobres americanos.“

      Russos e chineses 10 anos à frente dos EUA? É verdade esse “bilete”?

  15. Divertido ler os comentários. Ainda mais quando é EUA x Russia.
    O protótipo…que nem voando esta(testes de taxiamento, aceleração, frenagem) e já lemos: turbina locomotiva, feito de papelão…
    Um país que vende motor de foguete para seu maior inimigo, criou armas hipersônicas…pode incinerar esse planeta N vezes…realmente não entendem nada de material compósito, aerodinâmica, fluxo de plasma … radiofrequência,etc…
    Em verdade, vos digo…esse drone foi criado a pedido do Putin para brincar em Sótchi.

  16. O que muitos aqui estão esquecendo é uma coisa bem óbvia…

    Este é o primeiro protótipo de uma aeronave… Está longe de ter uma configuração definitiva, ainda mais se tratando de Rússia, que costuma ir realizando alterações gradativamente em determinada quantidade de protótipos.

  17. aparentemente os russos não conseguiram acesso ou desenvolveram a ponta a tecnologia furtiva, assim com o pak-fa, a solução encontrada parece ser o uso amplo de composite que de fato reduz um pouco a assinatura, a exemplo do gripen desarmado, aliado a superfícies facetadas e armas internas, bem… tudo isso ajuda. Mas não sei se dá pra chamar de stealth

  18. Caros amigos, creio eu que em um futuro próximo aeronaves furtivas já não serão mais uma ” pedra no sapato ” entre nações rivais. Com o advento das novas tecnologias de radares e mísseis cada vez mais poderosos, creio eu que o futuro não será mais de aeronaves furtivas e sim das aeronaves hipersônicas com altíssimo teor de tecnologia para guerra eletrônica e contra-medidas de defesa. A furtividade e um fator que já está em fase de ser superada.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here