Home Aviação de Ataque Reino Unido indeciso sobre o upgrade do F-35

Reino Unido indeciso sobre o upgrade do F-35

3498
12
F-35B do Reino Unido
F-35B do Reino Unido

LONDRES (Reuters) – O Reino Unido ainda não decidiu se vai atualizar suas aeronaves de combate Lockheed Martin F-35 Lightning II Joint Strike Fighter (JSF) com o novo Sistema de Abertura Distribuída (DAS) anunciado no início do mês.

Respondendo a perguntas na Câmara dos Comuns, Guto Bebb, Ministro de Aquisições de Defesa, disse que uma decisão sobre trocar ou não o atual DAS AN/AAQ-37 da Northrop Grumman com um novo sistema a ser desenvolvido pela Raytheon será feita “uma vez  que o governo entenda as implicações de tempo e custo ”.

“Como em todas as atualizações, isso será feito como parte do futuro programa de desenvolvimento de capacidades”, disse ele em 19 de junho. “Os custos ainda não foram negociados ou acordados.”

Os comentários de Bebb vieram cinco dias depois de a Lockheed Martin ter anunciado que, a partir da produção do lote 15, em 2023, é necessário mudar o sistema DAS para “aumentar a capacidade e reduzir os custos”.

Este cronograma coincide com o início das entregas da configuração operacional completa do Block 4 (agora conhecida como Continuous Capability Development and Delivery [C2D2]) no início de 2020, que será o primeiro padrão pós-projeto e desenvolvimento de sistema (SDD) e deve ser implementado em incrementos a partir de 2020, com a configuração completa sendo disponibilizada a partir de 2023).

FONTE: IHS Jane’s Defense Weekly

Subscribe
Notify of
guest
12 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antonio
Antonio
2 anos atrás

Ao que parece, os governos europeus estão muito parcimoniosos com relação a gastos militares

JT8D
JT8D
Reply to  Antonio
2 anos atrás

É que esse projeto especificamente parece ser um poço sem fundo

Vinicius
Vinicius
2 anos atrás

Aumentar os gastos militares por causa de um suposto “inimigo inventado”? Dom Quixote e o moinho de vento.

nonato
nonato
Reply to  Vinicius
2 anos atrás

Isso mesmo. O mesmo se aplica ao Brasil. Se não tem inimigos, não precisa de forças armadas…
E segue o ativismo comunista…

Victor Filipe
Victor Filipe
2 anos atrás

Os governos europeus contam moedinhas para qualquer gasto destinado a assuntos militares.

JT8D
JT8D
Reply to  Victor Filipe
2 anos atrás

Mas a Inglaterra não é mais um país “europeu”, certo?

Delfim
Delfim
Reply to  JT8D
2 anos atrás

A “Velha Albion” nunca foi européia.

Marcelo
Marcelo
Reply to  JT8D
2 anos atrás

Os britânicos de fato nunca se consideraram europeus. Se eles vão de férias a Espanha por exemplo, dizem que vão à “Europa” ou ao “Continente” — coisas de uma ilha afinal. Quanto ao Brexit, temos que lembrar q este ainda não ocorreu de fato — embora já estejamos vendo algumas consequências, essas na verdade são mecanismos de pressão da EU para manter o status quo (e demonstrar quão dura seria a vida dos britânicos pôs-Brexit). O Brexit de fato só começa no ano que vem e se inicia com um periodo de transição prolongado (eu inclusive acredito que o Brexit… Read more »

Humberto
Humberto
Reply to  Marcelo
2 anos atrás

Marcelo, vamos lá. Creio que voce esteja simplificando demais a coisa. O Inglês se acha Europeu sim e por sinal tem orgulho de ter salvado o resto da Europa do nazismo. Falar em continente é normal para quem mora em uma ilha. Muito do Prexit é porque as pessoas com profissões mais simples perderam emprego para os estrangeiros (que vieram principalmente do leste europeu) que toparam ganhar menos. Não vou postar a minha opinião da diferença que sinto de Londres de hoje do que a de 15 anos atras, pois seria simplificar demais e ser mal compreendido. Brexit vai acontecer,… Read more »

Marcelo
Marcelo
Reply to  Humberto
2 anos atrás

Caro Humberto, eu adoraria discutir esses tópicos com vc, mas aí estaríamos entrando num off-topic gigantesco. O meu post era pra ser apenas um contraponto ao JT8D que sugeriu que o RU não seria mais parte da Europa e eu quis dizer (de uma forma pedante até, admito) que tecnicamente ainda o é, pois o brexit (de novo, tecnicamente) apenas começa em 2019. Acabei me excedendo e saí do tópico dando opinião pessoal sobre o processo. Vou tentar não repetir o mesmo erro agora 🙂

Washington Menezes
Washington Menezes
2 anos atrás

Caraca !!!! 2023 é do F35 que se está falando?

RicardoNB
RicardoNB
Reply to  Washington Menezes
2 anos atrás

Não entendi o espanto. LM vai introduzir um DAS duas vezes mais eficiente e barato no lote 13, creio que isso deve ser comemorado ou não ?