Home Aviação de Treinamento AirMod vence concorrência internacional para modificar 25 aviões T-27 Tucano

AirMod vence concorrência internacional para modificar 25 aviões T-27 Tucano

8066
79
T-27 Tucano

A AirMod, empresa brasileira instalada no Parque Tecnológico São José dos Campos, venceu concorrência internacional para projetar, desenvolver e executar a modificação de 25 aeronaves T-27 Tucano. O projeto envolve transformar a versão original, de treinamento, em uma versão de ataque leve para um cliente do exterior.

“Ver uma empresa média aqui de São José dos Campos conseguir vencer uma concorrência desse porte mostra nossa competência empresarial e tecnológica. Toda a estrutura que será criada vai beneficiar o Parque Tecnológico e a cidade”, avalia Marco Antonio Raupp, diretor-geral do PqTec.

A AirMod estima que serão criadas 50 vagas de emprego para esse projeto, para técnicos, engenheiros e em cargos administrativos. O trabalho deve começar até o final do primeiro semestre deste ano. Para isso, será criado um Laboratório de Integração e Testes no PqTec, onde será montado um protótipo do avião e será feita toda a modificação da primeira aeronave.

“A intenção é continuar utilizando o laboratório para integração de sistemas aeronáuticos, não somente para defesa mas também para aviação comercial e executiva”, diz Amaury Acatauassu, CEO da AirMod.

O Tucano surgiu da necessidade da Força Aérea Brasileira de substituir uma antiga aeronave de treinamento, que teria sua produção descontinuada pela fabricante norte-americana. Para suprir essa lacuna, o T-27 foi desenvolvido pela Embraer em parceria com a FAB em 1980. O desempenho notório e outras inúmeras características fizeram com que esse modelo fosse exportado para diversos países.

A AirMod é uma empresa brasileira especializada em engenharia e projeto, consultoria e serviços aeronáuticos para clientes da aviação, comercial, executiva e defesa. A empresa atua globalmente a partir de seus três escritórios: no Parque Tecnológico São José dos Campos, em Delray Beach, nos EUA (AirMod XPort), e nas proximidades de Lisboa, em Portugal (AirMod Aerostec). A empresa já prestou serviços para mais de 40 clientes em 20 países.

FONTE: www.pqtec.org.br / COLABOROU: Just in Case

79
Deixe um comentário

avatar
29 Comment threads
50 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
42 Comment authors
CronauerCarlos Alberto SoaresNonatoOswaldo NevesAerococus Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
André Bueno
Visitante
André Bueno

Abre uma perspectiva para modernização de nossos T-27?

Caçador Cometa
Visitante
Caçador Cometa

Não precisamos modernizar nossos T-27. Precisamos de aeronaves novas e alguns bons simuladores.

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Sim mas, de onde virão as aeronaves e para quem serão entregues depois de modernizadas?

André Bueno
Visitante
André Bueno

Estou pensando na FAB.

Fernando Toledo
Visitante
Fernando Toledo

Exisita no portal comprasgovernamentais uma licitação para modernização de 50 T-27, com escopo contemplando fornecimento de materiais e serviços… Mas aí aparece esse número 25, não sei o que seria essa concorrência vencida pela Airmod.

SIDNEY S RODRIGUES
Visitante
SIDNEY S RODRIGUES

Se trata de um cliente internacional.

jorge Alberto
Visitante
jorge Alberto

Uai…. mas os T-27 da FAB nao irao ser modernizados?

André Bueno
Visitante
André Bueno

Eu desconheço qualquer intenção declarada da FAB mas sabemos que a frota está envelhecendo rápido.

Hélio
Visitante
Hélio

A FAB planeja substituir os t25 e t27 por projetos da NOVAER.

André Bueno
Visitante
André Bueno

Onde isso está escrito? Há um documento oficial?

TeoB
Visitante
TeoB

não sei se isso de fato se cogita, mas seria muito interessante do ponto de vista de incentivar mais uma empresa nacional na área de aviação, nossa industria, empregos e desenvolvimento agradeceriam.

Gustavo
Visitante
Gustavo

que eu saiba apenas os T-25 tem projeto de ser substituídos pelos TC-X da NOVAER. Os T-27 provavelmente serão modernizados e concentrados na AFA.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Não há nada definido ainda.

GripenBR
Visitante
GripenBR

Pela quantidade 25, eu arriscaria dizer que o mais provável candidato a modificação dessas células e o Egito.

Caçador Cometa
Visitante
Caçador Cometa

Eu já chuto a Argentina. Proximidade com o Brasil, frota de T-27 sendo substituída pelos T-6 e sendo alocadas como aeronaves operacionais em unidades aéreas junto com os Pucara, etc.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

De onde virão os T-27 a serem modernizados?

Marcos10
Visitante
Marcos10

Iraque?

Tiago Silva
Visitante
Tiago Silva

Dificilmente, ao menos no momento e se fossem comprar eles tem acesso ao Super Tucano.

Mauricio R.
Visitante

A destruição do IE passou pela janela e só ST não viu…
Quer dizer, ver viu, mas não participou.
Ao contrário de um certo avião agrícola.

Mauricio R.
Visitante

Ooooppppssss!!!! Esquecí vc MQ-9!!!!

Marcos10
Visitante
Marcos10

Ou França!!

Bardini
Visitante
Bardini

França…

Jose de Deus
Visitante

Bardini, Acredito que somente um pais com parcos recursos financeiros e com facilidade em adquerir essas aeronaves usadas ira contratar este projeto. A que ponto anda o programs de financiamento de seis super tucano via FMS para aquele pais Africano? Me parece que este projeto se concretizado ira gerar varios outros naquelas terras. Sds vida longs as nossa aves bicudas.

Tiago Silva
Visitante
Tiago Silva

A França desativou alguns exemplares e vendeu para a Mauritânia, e se os remanescentes não foram comercializados porque já não contam mais no inventário de aeronaves ativas então quem seriam os compradores?

Vamos ver se em breve aparecem alguma novidade.

Ordem de batalha da Armée de l’Air segundo o site Scramble:

http://www.scramble.nl/orbats/france/airforce

Bardini
Visitante
Bardini

Aí vei ver é a Argentina, rsrsrs…

Caçador Cometa
Visitante
Caçador Cometa

É o meu palpite, pois o estão retirando da instrução dos seus Cadetes e os substituindo pelos T-6 e querem complementar a atuação dos Pucaras.

Walfrido Strobel
Visitante

Segundo fóruns argentinos existe esta possibilidade de usarem os T-6C só na instrução e realmente armarem os T-27 e usarem na interceptação de tráfego ilícito no norte nas rotas dos traficantes, pois o Pucará tem uma hora de voo muito cara em comparação com os T-27, além de terem poucos disponíveis.
Foi pensado nisso, é mais barato que comprar mais T-6C para equipar este esquadrão no norte. se conseguirão recursos para isso é outra questão.

Caçador Cometa
Visitante
Caçador Cometa

Acredito que somente o AT-6 cumpra tais missões, e grana para esses eu acho que eles não possuem, além de ser mais barato tapear os T-27 deles.

sergio ribamar ferreira
Visitante
sergio ribamar ferreira

Gosto deste tipo de notícia. Muito bom.

Ozawa
Visitante
Ozawa

Segundo a ornitologia sarcástica, o Brasil tem três espécies de Tucanos: a natural, a militar e a política … Delas, duas espécies voam e uma rasteja (e quando sobe é para ficar em cima do muro) … Delas, duas espécies nos oferecem orgulho com sua beleza e elegância e uma nos oferece esbulho com sua vileza e arrogância … Delas, duas merecem ser preservadas e uma sequer nomeada … Delas, duas eu espero que estejam livres em seu habitat natural e uma eu espero que esteja reclusa no sistema prisional … Delas, uma cuida o IBAMA, outra agora a AirMod,… Read more »

Valter M
Visitante
Valter M

Excelente comentario,lembrando que tambem temos duas “especies” de trabalhadores…rsrsrs

André Bueno
Visitante
André Bueno

E quais são?

André Bueno
Visitante
André Bueno

Irretocável, Ozawa. E parabéns pela construção.

Ricardo Da Silva
Visitante
Ricardo Da Silva

Comentário digno de ser impresso, emoldurado e pendurado na parede.

Miguel Felicio
Visitante
Miguel Felicio

É vero.

Andrigo
Visitante
Andrigo

Almirante Jisaburo nunca me decepciona nos comentários, sensacional!

Nonato
Visitante
Nonato

Discordo. Comentário de teor político muito específico, e que muito interessante a determinado grupo formado por aves de rapina que voam feito abutres tentando tomar o poder na América latina.
Aproveitam-se da fragilidade do sistema interno e de discurso que visa confundir.

Cronauer
Visitante
Cronauer

Impagável! Impagável! Parabéns!
Ozawa 16 de Março de 2018 at 1:53

sergio ribamar ferreira
Visitante
sergio ribamar ferreira

Sr. Ozawa. Perfeito em seu comentário. Um abraço dee um comentarista que o admira por sua sobriedade e clareza nas palavras.

sergio ribamar ferreira
Visitante
sergio ribamar ferreira

Errata: de…

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Se… se eu fosse bilionário, ia querer um desses, desmilitarizado e aliviado, como aeronave esportiva.

Guizmo
Visitante
Guizmo

Eu tbm…

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Eu podre de rikho, fazendo loopings e lancevacs para a patuléia pobre e embasbacada !

Roberto Dias
Visitante
Roberto Dias

Alguém sabe dizer como estão os Shorts Tucano da RAF?

Luiz Fernando
Visitante
Luiz Fernando

Eu resumiria assim… Parte ainda opera na RAF, parte está estocada, e parte voa nos EUA (em mãos de empresas privadas, e mesmo de particulares).

Aerococus
Visitante
Aerococus

O compositor James Horner morreu num acidente com seu Shorts Tucano particular.

https://www.noozhawk.com/article/ntsb_report_sheds_light_on_james_horners_fatal_crash

Antunes Neto
Visitante
Antunes Neto

O offset da Colômbia na compra do Super Tucano não era o suporte no desenvolvimento de uma modernização padrão do Tucano, abrindo mão a eEmbraer de fornecer ela própria isso? …ou mesmo subcontratar a empresa colombiana para fazer essa modernização?

Jr
Visitante
Jr

Mais nesse caso não seria só uma simples modernização, mas sim transformar a versão original, de treinamento, em uma versão de ataque leve. Não creio que os Colombianos saberiam fazer esse tipo de transformação, que seria algo mais complexo do que uma modernização

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Mais ou menos por aí…

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Os colombianos combateram as FARC com seus T-27! Não acredito que a operação armada dos T-27 seja uma novidade pra vocês. A FAB o faz desde 1988! A Segunda ELO lançou bomba nas FARC por ocasião do incidente do Traíra, e os 1° e 2° /3° lançaram SBAT-70, também contra as FARC, na Operação Tapete Verde. Sem contar as inúmeras interceptações de tráfego ilícitos, das quais participei de uma em 1996.

HMS TIRELESS
Visitante
HMS TIRELESS

Cel Rinaldo, o que sei é que nos anos 90 alguns T-27 foram alocados a algumas unidades, inclusive os esquadrões de caça, para fazer a interceptação de pequenos aviões.

Walfrido Strobel
Visitante

A Colômbia é o unico país autorizado a fazer a modernização certificada pelo fabricante, Embraer, o que não impede outras empresas a fazer suas conversões e modernizações.
Veja o An-2 como exemplo, existe uma modernização oficial ucraniana com motor Motor Sick ucraniano e duas modernizações não oficiais com outros motores turbohélices a disposição no mercado.
O Mi-35 tem modernização russa do fabricante e outras feitas por ucranianos, israelenses e sul africanos.

Ricardo Da Silva
Visitante
Ricardo Da Silva

Solitariamente, acho que os Tucanos poderiam derivar em aeronaves remotamente tripuladas.

Ricardo Da Silva
Visitante
Ricardo Da Silva

PUTZ!
O queria dizer é Aeronaves Remotamente PILOTADAS.

GripenBR
Visitante
GripenBR

Como mero palpite eu diria que no candidato provável desta modificação é o Egito.

GripenBR
Visitante
GripenBR

Ou quem sabe o Irão?!

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Irão pra onde?

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

kkkkk Rinaldo cheio de graça!!! rsrsrs

Walfrido Strobel
Visitante

Piadas a parte o corretor ortográfico baseado no portugues de Portugal corrige Irã para Irão.
“Irão (português europeu) ou Irã (português brasileiro) (em persa: ايران, oficialmente República Islâmica do Irão/Irã e anteriormente conhecido como Pérsia.”

Tallguiese
Visitante
Tallguiese

Mas é o B-250 da Novaer, seria o substituto do tucano na AFA? Tendo o TX, como treinador primário? Bem dizem que os t-25 estão em boa forma ainda é o T-27 aguentaria um MLU.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

A FAB operou o T-27 armado desde 1988. Eu operei. Não precisa ver em brochuras. Adquira o livro do João Paulo Moralez, publicado pela Harpia Publishing.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Agora entendi. Obrigado.

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Segundo entrevista do Brig. Rossato na Revista Asas n. 99, 50 T-27 da AFA serão modernizados.

Os estudos sobre modernização da aviônica já começaram. Pela logística deverá ser solução da AEL. Inclusive o simulador da AFA seguirá tb a mesma modernização. Falou- se em sistemas, inclusive o ar-condicionado e trem de pouso, não sei a parte estrutural.

Querem dar mais uns 15 a 20 anos de fôlego para o bicho. Projeto bem feito voa pra sempre!

O Cel Nery pode ajudar com mais informações fora da mídia.

Abs

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

A vida útil dos T-27 é de 6 mil horas de célula. As longarinas necessitarão de serviço estrutural. Quando os T-27 foram pras UAE de Caça tinham como finalidade o complemento de horas dos pilotos e formação de COAM (Controlador de Operações Aéreas Militares) nas missões de interceptação. A Segunda ELO ainda existia, e os Terceiros foram criados em 1995 (fui um dos fundadores do 2°/3° GAV). Como o COMDABRA não confiava na capacidade dos pilotos de ataque (coisa de Força Aérea tupiniquim), pagaram a missão de interceptação de tráfegos ilícitos para as UAE de Caça. Depois, os Terceiros assumiram… Read more »

Walfrido Strobel
Visitante

Por isso na modernização Colombiana projetada e certificada pela Embraer é trocada a asa brasileira projetada para 6.000hs e reforçada a célula com várias peças de reforço .
Os Tucanos franceses (EMB-312F) tem a nova asa para voar 10.000hs.

Willhorv
Visitante
Willhorv

Não acredito que a FAB deveria modernizar seus t27.
Dotados da Embraer que somos, deveríamos financiar a troca destes por A29 novos, aumentar uns 2 esquadrões dos 3 já existentes, e vender o pacote dos t27 atualizados para os países que precisam de uma aeronave similar.
Geramos mais empregos nas duas frentes, giramos a fábrica e modernizados nossas frotas.
Bom seria não!!!

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Willhorv (nome difícil hein meu chapa! rsrsr)

O A-29 não é substituto do T-27, a não ser na Esquadrilha da Fumaça, rsrs.

São aeronaves diferentes, apesar de um sair do projeto de outro. O que me referi são aos T-27 da AFA, onde somente são utilizados para treinamento básico no último ano.

Você não pode pegar um cadete no 4. ano da AFA, que voou o T-25 e mandar ele encarar um A-29! Ele só vai voar lá em Natal e depois no Terceiro Grupo de Aviação.

Nenhum esquadrão utiliza mais ele hoje.

Walfrido Strobel
Visitante

Marcelo Andrade: Na verdade poderia passar um piloto de T-25 para A-29, até a minha turma os caçadores passavam direto do T-25 para o AT-26 Xavante, o T-25 foi por muitos anos o treinador avançado da AFA e o T-23 era o primário e básico. Com chegada dos T-27 e a aposentadoria dos T-23, desistiram do seu substituto T-17 Tangará e resolveram passar os T-25 que ainda tinham muito a voar da instrução avançada para a instrução primária e básica. . Willhorv: Até poderia ser usado o A-29 na AFA se não tivesse possibilidade de modernizar o T-27. O exemplo… Read more »

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Então isso foi em um curto período (T-25 para AT-26) pois o T-27 surgiu da necessidade de substituição dos Cessnas T-37, os quais o fabricante informou que cessaria o suporte. Conforme o livro “A Decolagem de um sonho: A História da Criação da Embraer” de um tal Ozires Silva!

Puxa legal! de que turma você foi em Natal?

Walfrido Strobel
Visitante

Eu não fui a Natal, me formei Intendente(administração).
A passagem direta do T-25 Universal ao AT-26 Xavante para os caçadores ocorreu seis anos na virada de 79/80 até 84/85, pois em 1978 foi o ultimo ano de T-37 e 1985 foi o primeiro ano de uso do T-27 na AFA, com a Turma Tucano em homenagem ao avião, o Cel. Oziris Silva foi homenageado na formatura.

Willhorv
Visitante
Willhorv

Acredito que daria sim….com acesso a simuladores no meio do caminho….
E que a Embraer seja mais agressiva com o A 29…
Parece haver uma corrida armamentista velada, mesmo em economias comprometidas….com o mercado de usados sendo valorizado também.

Gustavo
Visitante
Gustavo

Ozawa 16 de Março de 2018 at 1:53 muito bom comentário! Valeu.

Space Jockey
Visitante
Space Jockey

Em Portugal eles escrevem Irão…

Sequim
Visitante
Sequim

Ozawa, comentário irretocável. Parabéns!

Oswaldo Neves
Visitante
Oswaldo Neves

O Comandante da FAB deu u,a entrevista a uma revista onde dizia que parte dos Tucanos seriam modernizados na parte de aviônicos para se equiparar ao ST.
Com isso seriam construidos também simuladores.
A revista saiu em janeiro

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares
Walfrido Strobel
Visitante

Conforme postei acima, existe a modernização aprovada e certificada pelo fabricante e podem ser feitas outras por terceiros, ninguem é obrigado a seguir a modernização proposta pelo fabricante.
Vários aviões e helicopterostem vários projetos de modernização a disposição.
Para o Tucano por exemplo, na parte de aviônica, existe modetnização com aviônicos da Garmin americana feita por empresa nos EUA que é instalada nos Tucanos irlandeses e franceses usados vendidos a particulares como experimentais, com aviônicos da Cobhan inglesa feita na Colômbia e agora está sendo estudada uma Elbit no Brasil, já que temos a AEL/Elbit aqui.