Home Aviação de Caça Época: Futuro da Embraer é assunto de reunião de emergência entre FAB...

Época: Futuro da Embraer é assunto de reunião de emergência entre FAB e fabricante sueco de caças

8005
76
Saab Gripen

O encontro ocorreu nesta quinta-feira (11) em Brasília

Mateus Coutinho

O Comando da Força Aérea Brasileira (FAB) e diretores da empresa sueca Saab se reuniram em Brasília, nesta quinta-feira (11), para tratar das negociações para a compra da Embraer pela americana Boeing. Fontes ouvidas por EXPRESSO revelaram que o clima na FAB e na companhia europeia é de irritação com a empresa americana, que passaria a ter atuação no andamento do projeto FX-2.

O projeto prevê a produção de 36 caças suecos Gripen com transferência de tecnologia para o país, além de permitir ao Brasil vender as aeronaves com a nova tecnologia para outros países.

Por parte da Saab também pesam a preocupação de perder espaço nas futuras aquisições de aviões pelo governo federal e até a possibilidade de as instalações criadas para o desenvolvimento dos caças suecos no Brasil ficarem paradas após a entrega das 36 aeronaves, já que não interessaria à Boeing produzir o modelo concorrente.

GDDN (Gripen Design and Development Network) em Gavião Peixoto – SP

FONTE: Época/Coluna Expresso

76
Deixe um comentário

avatar
75 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
48 Comment authors
Paulo JorgeLuiz Floriano AlvesCarlosRodrigoPaulo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
TEREU
Visitante
TEREU

eu acho que a ultima palavra vai ser da SAAB….

diego
Visitante
diego

olha a Boeing engolindo a Embraer… vão melar até com o Gripen, daqui a 10 anos no máximo toda linha de produção da Embraer vai para os EUA, não vai ficar um emprego, imposto, tecnologia e outros no Brasil, só um lunatico pode pensar que isso não vai acontecer.

Marcos
Visitante
Marcos

“Fontes ouvidas por EXPRESSO revelaram que o clima na FAB e na companhia europeia é de irritação”.

Se isso for verdade, estamos em má situação. Melhor rescindir o contrato com a Saab e terceirizar a segurança aérea do Brasil.
Brincadeirinha! Essa turma aí pensa com o cérebro, não com o fígado.
Não sei onde jornalistas acham essas coisas.

Renan
Visitante
Renan

Vamos perder de qualquer jeito. 1 Se vende será a extinção da embraer e adeus a gripem e parcerias. 2 ser socios a saab não ficara confortavel em abrir tudo para a embraer. E não teremos os tão falado acesso a mercados e poder economico da boeing nunca. Vide parcerias passadas da boing com outros paises, faliu todas as companias. 3 se não vender e não se associar o estrago na imagem é grande e avera retaliações financeiras e quem sabe até politica. Resumindo inicio do fim de uma gigante. Especulando: Acho que agora entendo o motivo de querer criar… Read more »

Delfim Sobreira
Visitante
Delfim Sobreira

Se depender da SAAB a Boeing pode se ferrar pra lá.
.
A Boeing entraria de paraquedas no programa J/F-39 sem nenhuma trativa anterior, podendo modificar características do modelo nesta altura do campeonato.
.
A intromissão da Boeing no programa J/F-39 também feriria a autonomia sueca na fabricação de seus caças.
.
Na prática a neutralidade sueca estaria em xeque.
.
O que o Titio Putin acharia disso ?
.
Para tirar a Boeing da jogada talvez tenha que fazer uma contra-oferta. A SAAB está com i$$o tudo ?

ODST
Visitante
ODST

Boa FAB, boa SAAB, está ficando tudo cada vez mais claro com relação aos planos da Boeing/EUA. A Embraer está crescendo demais, e está incomodando, e daqui alguns anos vai começar a ter certa independência tecnológica e vai parar de depender tanto dos equipamentos importados, em breve teremos o domínio para a construção de caças, que é uma das poucas coisas que a Embraer ainda não produz, e eles não querem um Brasil tecnologicamente independente, principalmente na área da aeronáutica, que é algo dominado por poucos no mundo. Agora acho que aquele pessoal que fica perguntando “qual tecnologia que Embraer… Read more »

Túlio
Visitante
Túlio

Complicada a situação da SAAB, hein, gente??

Walfrido Strobel
Visitante

A SAAB não perde nada com esta situação, quem pensa que a Embraer vai alavancar a venda de muitos Gripen está errado.
Com a aquisição da SABCA da Bélgica a Dassault está dando manutenção e modernizando F-16, tendo acesso a todo o avião e sua tecnologia, e não vi a LM dando chilique por isso.

Skyraider
Visitante
Skyraider

Seria esta uma jogada de mestre da Boeing para competir com a dobradinha Airbus/Bombardier, ter um competidor ao Hércules da LM, ganhar a concorrência da USAF com o Super Tucano e de cara melar o Gripen no FX-2, matando vários coelhos com uma paulada?

Marcos
Visitante
Marcos

Alguém já viu o contrato entre a Saab e a Embraer para saber o que de fato estão transferido de tecnologia?
Menos, crianças, menos!

Marcos
Visitante
Marcos

Era para ter uma dúzia de empresas brasileiras no projeto do Gripen, só ficou a Embraer e a AEL. Os suecos colocaram uma cláusula nos contratos de que atrasos e erros provocados pelos parceiros, os custos seriam integralmente repassados aos responsáveis. Exceção das duas, ninguém foi. FAB e GF ficaram com cara de tacho.

ODST
Visitante
ODST

@Marcos

Você também não sabe, e é por isso que todos aqui estão especulando e teorizando, ninguém aqui deu nada como um fato até agora. Mas independente do nível de transferência (que pela preocupação da SAAB e da FAB eu acho que não foi pouca) para nós já é um grande avanço na hora de construir algo que até “ontem” não tínhamos domínio algum.

José Lemos filho
Visitante

ODST, vc tirou dos meus pensamento, este, teu e meu internamento de toda esta trama. Está na cara que Boeing enchergou o futuro da Embraer, a qualidade com que seus produtos são feitos, e isso implica a médio prazo que a Impresa brasileira destilarar grandiosos progetos de excelência e isto mete medo na concorrente. Alguns de nossos colegas desdenharam dessa possibilidade justamente como eles postaram repetidas vezes, o que a EMBRAER tem ou faz que a BOEING não possa ter ou fazer? Quero ver agora a posição da aeronautica, fab, armadas em geral, como vão reagir mediante esta humilhação, é… Read more »

Marcos
Visitante
Marcos

ODST
Se ninguém sabe de nada porque você tá surtando?
Tem muita coisa nos ERJ145, EJets, E2 e KC390 que foram feitas com colaboração da Boeing.

Ivanmc
Visitante
Ivanmc

O gato subiu no telhado.

Marcos
Visitante
Marcos

ODST

“Marcos
“Era para ter uma dúzia de empresas brasileiras no projeto do Gripen…
“ODST
“@Marcos, Você também não sabe…”

Dê ao menos uma pesquisada na web e você vai descobrir que a participação da Embraer no programa Gripen é mínimo.

Luciano
Visitante
Luciano

Volto a fazer o questionamento que fiz, e que nao foi retórico, nas primeiras notícias sobre o assunto Embraer – Boeing: quais os limites entre liberalismo econômico e defesa nacional?

Marcius
Visitante
Marcius

Concordo ODST,opinião minha de leigo, mas acredito que o acordo com a SAAB é ótima para o país, adquirindo tecnologias novas, tecnologias essas que irão possibilitar o Brasil construir seus próprios caças de combate de última geração, podendo desenvolver futuros jatos. Acho que uma parceria até legal entre as duas, mas que o Brasil não dê uma facada nas costas da Saab, depois de tudo que já está em andamento com o projeto FX2. A Boeing na minha opinião está preocupada, no fundo, com ela mesma, ela quer comprar para controlar e adquirir talentos. Mesmo que muitas coisas sejam importadas… Read more »

Luiz Fernando
Visitante
Luiz Fernando

Marcos… E qual seria esta participação mínima no Gripen??

Gustavo GB
Visitante
Gustavo GB

Parece que nunca vai sair uma boa notícia desde que a Boeing cresceu o olho na Embraer.
Tem muita gente dizendo que o Brasil deve liberar a venda total da Embraer, pois essas são as leis do mercado e bla bla bla, mas ignoram que se isso se concretizar todo o conhecimento técnico acumulado por anos será perdido, condenando o país a um retrocesso de décadas quanto à engenharia aeroespacial. Duvido que os EUA abririam mãos da Boeing ou da Lockheed Martin, mas o Brasil parece que não tem o direito de conquistar sua independência tecnológica.

Gustavo GB
Visitante
Gustavo GB

Sou totalmente a favor de um estreitamento na parceria entre Boeing e Embraer, preservando assim a independência da empresa brasileira e nossos acordos com a SAAB, mas ao que tudo indica esses não são os planos planos da gigante norte americana. Ela quer é comprar a Embraer por completo para concorrer de igual para igual com a Airbus, que comeu com farinha toda a área aeroespacial da Bombardier. Enquanto o dipólio Boeing Airbus existir será cada vez mais difícil surgir novas empresas ocidentais voltadas a esse mercado.

Alex II
Visitante
Alex II

Acabou-se o que era doce, para gáudio dos lesa-pátria brasileiros no governo e na sociedade, que infelizmente não podem ser enforcados, já que a pena de morte não existe no Brasil.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Quanta paranóia….

Alex
Visitante
Alex

Aqui na America do Norte, a conversa e “Takeover”, nao “purchase” ou “partnership”. Entendam a diferenca, a Boeing nao precisa da Embraer. A Boeing quer absorver e dissolver a Embraer como ela fez com a McDonnel Douglas. Os unicos projetos que sao de interesse, sao o Tucano, o KC-390, e talvez os E-jets.

Bye Bye F-39!

Alex II
Visitante
Alex II

Alex 13 de Janeiro de 2018 at 20:03

Exato. todo mundo já sabia disso desde o começo. Mas os paranoicos somos nós.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

O projeto FX-2 é um programa de estado, uma negociação governo a governo. Já há um contrato assinado. Não é um pacote de férias da CVC que cancelamos porque está nevando na Disney. Não existe esse negócio de ¨bye bye F-39¨. A BOEING pode querer o TAKEOVER o quanto quiser. Só que o GF não vai querer. Simples assim.

Gripen BR
Visitante
Gripen BR

Talvez a SAAB se interesse por uma Joint Venture para criar uma família de turboélices. Ai sim estaria uma parceria, o diferencial seria a simetria das duas empresas. Mas infelizmente é melhor ir me despedindo da Embraer, foi bom enquanto durou. Um amigo que estudou engenharia aeronáutica nos EUA e fez mestrado no ITA e está hoje na Embraer imerso no projeto KC-390, especificamente no desenvolvimento e soluções da rampa traseira. Me fez acreditar num futuro brilhante. Más isso não é para nós! Empresa líder em aviação brasileira? Empresa essa que necessita dos melhores engenheiros do mundo trabalhando aqui? Isso… Read more »

HSJ
Visitante
HSJ

É a Boing matando vários coelhos com uma cajadada só…

José Lemos filho
Visitante

O Brasil é uma invenção de capitar impostos e repassar aos banqueiros e todos os tipos de falcatruas e corrupções atrelados a esses fins, e, deichando a grande maioria da sociedade alienada às margens da estupidez. Agora vejam os frutos desta maquiagem inventada.

José Lemos filho
Visitante

Reinaldo Nery, o acordo com a Ucrânia também era de nação para nação com contratos e acordos assinados, ou, não eram?

Diego K
Visitante
Diego K

É cilada! Americanos, ingleses e outros grandes desde que conheço por gente sempre tentaram matar a indústria nacional dos pequenos para impor seus produtos goela a baixo. Devemos ser como chineses, resistir.

Marcos
Visitante
Marcos

Alex
Não delira!
O Gripen tem parcela paga.
O kc390 pertence a FAB.

Lúcio Antunes
Visitante
Lúcio Antunes

Trump está fomentando mundo a fora a expansão americana em todas as áreas.” Make América Strong”. Vendas irrestritas de armamentos para antigos desafetos de Obama e tbm reforçando seu posicionamento em questões sensíveis até então. Não área civil as marcas como Walmart, MC Donald’s, Apple, Chevrolet e de entretenimento estão fazendo investimentos e aumentando seus espaços na mídia, como nunca antes visto. Sobre a Boeing com certeza a aquisição será realizada sem maiores entraves. O poder econômico e político norte americano falará mais alto. Saab que abra o olho, pois se não também logo logo entrará na mira do tio… Read more »

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

José Lemos, 20:27h.
Não sei. O programa espacial brasileiro é outra história. Triste história. Salvo melhor juízo, o Brasil não fez a parte dele. Como sempre. O exemplo não se aplica ao FX-2.

Antonio de Sampaio
Visitante
Antonio de Sampaio

Temos aqui, e em outros pots sobre o assunto, os mesmos farsantes e mentirosos de sempre.
Felizmente a Embraer chegou onde chegou, por fazer exatamente tudo de forma contrária ao que essa gente pensa…são profissionais capazes e inteligentes, nada a ver com uma Petrobras da vida em passado recente. Claro, não pode faltar os detratores da empresa como sempre, o linguajar e as mentiras são as mesmas, só muda o nominho do sujeito…

João Luiz Passos
Visitante
João Luiz Passos

Hoje, o que determina o sucesso de um produto aeronáutico de transporte, são os custos por assento. Por isso, a Boeing encerrou as famílias 747, 757 e 767. As familias 777 e 787 são jato de transporte para mais de 300 passageiros por longas distâncias, tornando cara sua utilização em rotas curtas e médias (até 3000 km). A nova família 737 Max, terá capacidade para até 240 lugares, algo que desestimula sua utilização em rotas de média densidade. Ou seja, o portfólio atual da Boeing, atende apenas as empresas interessadas em aeronaves com mais de 180 lugares. Com isso, as… Read more »

WFonseca
Visitante
WFonseca

Para quê tanta celeuma? Se o “acordo” for ruim para a Embraer e para o país é só não fazer negócio e a vida segue. Não subestimem a capacidade negocial da Embraer. Quanto ao governo (que sempre nos brinda com atestados cabais de incompetência em especial nos últimos anos), este fará o que lhe couber fazer assegurando seus interesses, portanto não cortem os pulsos e aguardem o desenrolar dos fatos. Quem deveria tomar cuidado é a Boeing… se envolver por tabela com uma nação instável, excessivamente corrupta e que não passa o mínimo de credibilidade (lembram o 7 Setembro em… Read more »

Manuel Flávio
Visitante
Manuel Flávio

É a típica matéria que, como dizia no interior, serve para tocar música para ver doido dançar.

Alex
Visitante
Alex

Rinaldo Nery, espero que seja simples assim mesmo. Nao precisamos de mais um capitulo da novela FX2.

shambruno
Visitante
shambruno

e a lei do mais forte o lobby Americano e o mais potente no mundo o resto e MIMIMI se a embraer for vendida adeus vai sumir do mapa e o brasil precisara de uma nova empresa e a vida morre uma nasce outra talvez ate melhor kkkkkkkk

Gripen BR
Visitante
Gripen BR

“Nevando na Disney?, na Florida? Rs. É no mínimo uma figura de linguagem ruim. A pouco tempo atrás alguns floristas diziam. A EMBRAER será vendida a Boeing! Ela está se transferindo para lá! Eu lia e pensava: Nossa que paranóia, a empresa está só ajustando seus negócios isso é impossível! Bem, os paranóicos estavam certos! Brasil sofre uma das maiores desindustrializações da história, e em pouco tempo. Aumentará a dependência das comodities e ainda abre caminho para que nem essas estejam sob gestão do capital Nacional. Sem ser o principal senhor do próprio destino, como isso pode dar certo? Adeus… Read more »

MATHEUS
Visitante
MATHEUS

Gripen BR 14 de Janeiro de 2018 at 7:38 “Nevando na Disney?, na Florida? Rs. É no mínimo uma figura de linguagem ruim. A pouco tempo atrás alguns floristas diziam. A EMBRAER será vendida a Boeing! Ela está se transferindo para lá! Eu lia e pensava: Nossa que paranóia, a empresa está só ajustando seus negócios isso é impossível! Bem, os paranóicos estavam certos! Brasil sofre uma das maiores desindustrializações da história, e em pouco tempo. Aumentará a dependência das comodities e ainda abre caminho para que nem essas estejam sob gestão do capital Nacional. Sem ser o principal senhor… Read more »

José Lemos filho
Visitante

Mateus, estamos todos com o coração nas mãos!! Como é possível confiar neste governo?? Só se ele fizer o oposto do que está fazendo: envez de trair a Pátria, trair os mandatários americanos, pra não sitar o resta da corja.

BrunoFN
Visitante
BrunoFN

Saab é um empresa seria .. e assim como todos q prezamos por um desenvolvimento tecnológico aki no Brasil ,ficamos preocupados com essa situação e tb pegos de surpresa com tais negociatas… Em todo caso n me surpreenderia o fim desse contrato do fx2 … Embraer tá pouco se importando com o tema mesmo …. E TB n pagamos nada ainda ,numa relação como essa o mínimo q se espera e uma relação de confiança … E esse cenário de incerteza na Embraer só dá margem pra um rompimento unilateral do contrato .por parte dos suecos … Justificado ainda por… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

“Em todo caso n me surpreenderia o fim desse contrato do fx2 … Embraer tá pouco se importando com o tema mesmo ….E TB n pagamos nada ainda ,numa relação como essa o mínimo q se espera e uma relação de confiança …” Bruno, contratualmente pagamos sim, ao assinar um contrato de financiamento. Assumiu-se uma dívida. Apesar da primeira parcela principal só ser paga pelo Brasil, pelo contrato, após a última entrega programada, o banco contratado já está realizando os pagamentos à Saab etc, e as parcelas dessa dívida serão cobradas do Brasil quando chegar o momento previsto no contrato.… Read more »

BrunoFN
Visitante
BrunoFN

Nunao … eu entendo .. mas entendo tb q essa ”variavel”(BOIENG) e a possível venda da Embraer resulte numa forma indireta de quebra de contrato (de nossa parte ) ate pq envolve segredo industrial e a Boeing n estava na mesa de negociatas quando o contrato foi fechado , sendo assim da margem sim do rompimento desse contrato , justificado …azar o nosso . e duvido mesmo q a Boeing entre em atrito com a SAAB por isso … pois ctz ganhar com uma venda por fora de F-18 (desejo de mts ) ,talvez a mesma torça e esteja ”jogando”… Read more »

Antonio Palhares
Visitante
Antonio Palhares

Em hipótese alguma se pode comparar a Ucrânia com a Suécia.

MadMax
Visitante
MadMax

Simples. A Saab não tá gostando? Compra uma parte da Embraer pra fazer frente contra a Boeing

ODST
Visitante
ODST

Eu só queria saber o que os entreguistas vira-latas que aqui comentam diriam se uma empresa chinesa quisesse comprar a Boeing. Tenho certeza absoluta que sairiam correndo para defender sua empresa ESTRANGEIRA predileta, e de uma hora para outra virariam “nacionalistas GRINGOS”, fazendo uso exatamente daquilo o que os RACIONAIS daqui defendem, que é não vender a Embraer (no caso chines, vender a Boeing). Queria saber também o que diriam caso o governo do EUA recusasse vende-la… iriam dizer que só estão atrapalhando o negócio? Que o mercado é assim mesmo? A lei do mais forte? Talvez xingar os chineses… Read more »

Marcos
Visitante
Marcos

ODST
Ninguém aqui está propondo entregar de graça a Embraer para a Boeing. O que tem muito é pessoas como você, que sem saber qual é a proposta da Boeing, já sendo contra.
Se pessoas que apoiam uma eventual parceria entre Boeing e Embraer são “entreguistas”, o que seria você, um representante do atraso?
É por conta de pessoas como você, que antes de saber qualquer coisa, já são contra, é que o Brasil está como está!

BrunoFN
Visitante
BrunoFN

Acho q ninguem aki e contra uma possível parceria Embraer/Boeing .. problema esta na sua venda (existem mts a favor ) e por diversas matérias q ”comprovam” q é esse o foco das negociatas , e isso esta bem claro … e o q preocupa