sexta-feira, setembro 30, 2022

Gripen para o Brasil

China e Paquistão realizam exercício conjunto ‘Shaheen VI’

Destaques

Alexandre Galante
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br
JF-17

Na semana passada, a Força Aérea do Paquistão (PAF) e a Força Aérea do Exército de Libertação Popular da China (PLAAF) iniciaram o exercício de treinamento conjunto denominado “Shaheen VI” na China.

Os exercícios começaram na quinta-feira (7) e serão realizados até 27 de setembro.

De acordo com a Xinhua, a agência de notícias estatal chinesa, um porta-voz da PLAAF observou que a China havia enviado uma ampla gama de equipamentos e equipes aéreas, incluindo caças multinacionais bimotores J-11 Shenyang, caça-bombardeiros Xian JH-7, aeronaves de de alerta aéreo e controle KJ-200 (AWACS) e operadores de baterias de mísseis de superfície-ar e de radar.

A Xinhua acrescentou que o Paquistão havia enviado um número não revelado de caças JF-17 Thunder e sua própria aeronave de alerta antecipado — provavelmente o Shaanxi ZDK-03 Karakoram Eagle ou o Saab 200 Erieye — aos exercícios.

O JF-17 Thunder (conhecido também como o caça leve, monoposto e multifunção FC-1 Xiaolong) foi co-desenvolvido pelo Complexo Aeronáutico do Paquistão e pelo grupo Chengdu Aircraft Industry da China.

A série Shaheen de exercícios entre os dois países, que são parceiros próximos, começou em março de 2011 e já passou por cinco principais iterações.

O exercício do ano passado, Shaheen V, ocorreu em abril. Enquanto isso, o Paquistão e a China aumentaram a coordenação das forças aéreas em operações conjuntas.

De acordo com Shen Jinke, porta-voz da PLAAF, o objetivo do último exercício é “construir uma força aérea de classe mundial, e precisamos aprender com forças estrangeiras e melhorar nossa capacidade de completar várias tarefas”.

O aumento da coordenação aérea entre a China e o Paquistão poderia ter uma série de aplicações operacionais, desde operações antiterroristas contra grupos não estatais no nordeste da China até operações mais complexas durante um possível conflito futuro com a Índia.

Shaanxi ZDK-03 Karakoram Eagle
Shenyang J-8
Pilotos de Shenyang J-8
J-11
J-11

FONTE: The Diplomat

- Advertisement -

8 Comments

Subscribe
Notify of
guest

8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
marcio alves

A aeronave chinesas nas fotos 3 e 4 são caças-interceptadores J-8 e não caça-bombardeiros JH-7

Ivanmc

Belas imagens.

Clésio Luiz

Ou a legenda ou as fotos do meio estão erradas. O texto fala na aeronave de ataque JH-7, mas nas fotos aparece o interceptador Shenyang J-8.

Walfrido Strobel

Sendo um pouco chato e detalhista, o avião AWACS é um Shaanxi ZDK-03 Karakoram Eagle, uma homenagem a Águia das montanhas Karakoram que ficam na divisa Paquistão e China.
Algumas publicações abreviam para ZDK-03 K-Eagle, mas a versão ZDK-03K usada na foto do texto não existe.

Carlos Alberto Soares

Antes tivemos exercícios Han, Âmis e Japas.

Maynard

India ponha suas barbas de molho.
Mas o Paquistão não é um país que eu deseje seja vitorioso, ao menos que seja contra ele mesmo.

Últimas Notícias

Força Aérea Brasileira inaugura nova estação radar de vigilância aérea em Rondônia

Estação será usada pelo Sistema de Controle do Espaço Aéreo (CISCEA) para auxiliar na proteção de fronteiras do Brasil A...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -