Home Aviação de Ataque China e Paquistão realizam exercício conjunto ‘Shaheen VI’

China e Paquistão realizam exercício conjunto ‘Shaheen VI’

2332
9
JF-17

Na semana passada, a Força Aérea do Paquistão (PAF) e a Força Aérea do Exército de Libertação Popular da China (PLAAF) iniciaram o exercício de treinamento conjunto denominado “Shaheen VI” na China.

Os exercícios começaram na quinta-feira (7) e serão realizados até 27 de setembro.

De acordo com a Xinhua, a agência de notícias estatal chinesa, um porta-voz da PLAAF observou que a China havia enviado uma ampla gama de equipamentos e equipes aéreas, incluindo caças multinacionais bimotores J-11 Shenyang, caça-bombardeiros Xian JH-7, aeronaves de de alerta aéreo e controle KJ-200 (AWACS) e operadores de baterias de mísseis de superfície-ar e de radar.

A Xinhua acrescentou que o Paquistão havia enviado um número não revelado de caças JF-17 Thunder e sua própria aeronave de alerta antecipado — provavelmente o Shaanxi ZDK-03 Karakoram Eagle ou o Saab 200 Erieye — aos exercícios.

O JF-17 Thunder (conhecido também como o caça leve, monoposto e multifunção FC-1 Xiaolong) foi co-desenvolvido pelo Complexo Aeronáutico do Paquistão e pelo grupo Chengdu Aircraft Industry da China.

A série Shaheen de exercícios entre os dois países, que são parceiros próximos, começou em março de 2011 e já passou por cinco principais iterações.

O exercício do ano passado, Shaheen V, ocorreu em abril. Enquanto isso, o Paquistão e a China aumentaram a coordenação das forças aéreas em operações conjuntas.

De acordo com Shen Jinke, porta-voz da PLAAF, o objetivo do último exercício é “construir uma força aérea de classe mundial, e precisamos aprender com forças estrangeiras e melhorar nossa capacidade de completar várias tarefas”.

O aumento da coordenação aérea entre a China e o Paquistão poderia ter uma série de aplicações operacionais, desde operações antiterroristas contra grupos não estatais no nordeste da China até operações mais complexas durante um possível conflito futuro com a Índia.

Shaanxi ZDK-03 Karakoram Eagle
Shenyang J-8
Pilotos de Shenyang J-8
J-11
J-11

FONTE: The Diplomat

9
Deixe um comentário

avatar
9 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
8 Comment authors
MaynardCarlos Alberto SoaresAlexandre GalanteWalfrido StrobelRoberto Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
marcio alves
Visitante

A aeronave chinesas nas fotos 3 e 4 são caças-interceptadores J-8 e não caça-bombardeiros JH-7

Ivanmc
Visitante
Ivanmc

Belas imagens.

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Ou a legenda ou as fotos do meio estão erradas. O texto fala na aeronave de ataque JH-7, mas nas fotos aparece o interceptador Shenyang J-8.

Roberto F. Santana
Membro
Famed Member
Roberto F. Santana

Vendo esses J- 11 chineses e os Sukhois russos, é mesmo de suma importância que os Estados Unidos tenham um esquadrão ‘secreto’ desses aviões. É o hoje o principal oponente e sem dúvida, uma aeronave valiosa, não só por suas qualidades, mas também por sua importância estratégica.

Walfrido Strobel
Visitante

Sendo um pouco chato e detalhista, o avião AWACS é um Shaanxi ZDK-03 Karakoram Eagle, uma homenagem a Águia das montanhas Karakoram que ficam na divisa Paquistão e China.
Algumas publicações abreviam para ZDK-03 K-Eagle, mas a versão ZDK-03K usada na foto do texto não existe.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Antes tivemos exercícios Han, Âmis e Japas.

Maynard
Visitante
Maynard

India ponha suas barbas de molho.
Mas o Paquistão não é um país que eu deseje seja vitorioso, ao menos que seja contra ele mesmo.