Home Aviação de Caça Caça Sukhoi Su-35 impressiona o público na MAKS 2017

Caça Sukhoi Su-35 impressiona o público na MAKS 2017

7294
110

O avião de combate Sukhoi Su-35 da Rússia impressionou o público esta semana no show aéreo MAKS 2017 perto de Moscou, de acordo com várias publicações nas mídias sociais.

A aeronave bimotor projetada pela Sukhoi, conhecida como Flanker-E pela OTAN, realizou várias acrobacias que surpreenderam os entusiastas de aviação de longa data nas mídias sociais.

O repórter e editor Stephen Trimble do site Flightglobal twittou na quinta-feira depois de ver a demonstração da aeronave. “E as pessoas realmente achavam que a demonstração do F-35A em Paris no mês passado foi impressionante. Isso não é impressionante. É inacreditável.”

Outros descreveram as manobras como “insanas” e “contra as leis da física”, e disseram que “iriam explodir sua cabeça”.

O F-35 monomotor não foi projetado para a superioridade aérea, por isso é difícil imaginar um Joint Strike Fighter contra um Su-35 em um dogfight. Mais provável, um F-35 pediria ajuda a um F-22 Raptor, um caça furtivo de dois motores com maior velocidade e manobrabilidade.

Mesmo assim, os observadores não puderam deixar de notar as diferenças entre as recentes demonstrações aéreas de alto perfil das aeronaves.

O Su-35 está entre as aeronaves que a Rússia espera que irá abastecer mais negócios de exportação este ano.

A Rosoboronexport, a estatal exportadora de armas da Rússia, espera que caças como os Su-35 e Su-30 (Flanker-C) e os helicópteros Mi-28 (Havoc), Ka-52 (Alligator) e Mi-17 representem mais da metade das exportações deste ano, de acordo com a agência estatal russa de notícias RT.

FONTE: Defensetech.org

Subscribe
Notify of
guest
110 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
MadMax
MadMax
2 anos atrás

Pra que F-35 vai entrar em dogfight? Só se o piloto for masoquista.

carcara-br
carcara-br
2 anos atrás

Majestoso!

Clésio Luiz
Clésio Luiz
2 anos atrás

Pois é MadMax. O F-35 é o tipo de caça que toda força aérea sonha. Você sabe, aquele caça que, ao ser confrontado com outros de perto, tem que fugir para sobreviver, digo, manter “superioridade aérea”…

Bosco
Bosco
2 anos atrás

“impressiona o público”. O público é formado por 99 % de leigos (senhoras, velhinhos gagás e crianças inclusive) e ficariam impressionados até com um teco-teco dando piruetas. Quanto a comparar a “cinemática” do F-35 com a do Su-35 não tem nada a ver. Apesar de ambas servirem ao mesmo propósito (levar a destruição e morte ao inimigo) e serem caças bombardeiros supersônicos multi-role eles são baseados em premissas completamente diferentes e um editor de uma jornal especializado em “defesa” tecer comentários acerca da gritante diferença da apresentação de um e de outro é de um amadorismo sem tamanho. Vale salientar… Read more »

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
2 anos atrás

Fantástico. A escola Russa de aerodinâmica é bem superior.

Bosco
Bosco
2 anos atrás

Vale salientar que um par de AIM-9X nas asas de um F-35 não deve incrementar mais o RCS do caça a ponto de aumentá-lo uma ordem de grandeza. Em tendo um RCS frontal de 0,0015 m² no máximo esse par de mísseis deve levar o RCS a algo como 0,015 m², o que é pelo menos 50 x menos que a de um caça de geração 4,5 pelado.

Ivanmc
Ivanmc
2 anos atrás

É uma máquina de guerra! É uma caçador nato, mo sentido amplo e filológico da palavra. O Su-35 é absoluto.

RRONIN
2 anos atrás

Pena que esses caças, de extremo alcance, adequadíssimos para um país com dimensões continentais como o nosso, com praticamente tudo em uso no estado-da-arte, exceto a furtividade, não vieram no FX-2. Pois são adversários admiráveis para qualquer um.

Ivanmc
Ivanmc
2 anos atrás

Última forma: “É um caçador nato.”

Space Jockey
Space Jockey
2 anos atrás

Eh impressão minha ou aos 3:46 o avião está parado, sem cair ?? Tem apagamento de motor ali ?
se sim, tem risco ? Tbm imagino que isso serve mais para shows e tem pouquissima utilidade pratica.

Jr
Jr
2 anos atrás

Sensacional, sem palavras, isso sim, é uma apresentação digna de um air show

Paulo Jorge
Paulo Jorge
2 anos atrás

Ficou bonito na foto, até lembra os Blue Angels.
Falta sair do imaginário e alimentar estatísticas de vitórias em combates reais.

Sds

Paulo Maffi
Paulo Maffi
2 anos atrás

Ele é soberbo em todos os sentidos! Tudo bem que os combates modernos se desenrolam na arena BVR blábláblá… e que o SU-35 aparece no radar inimigo do tamanho de uma melancia e blábláblá… Mas, a questão é a seguinte: Existe algum caça ocidental capaz de topar com algum da família flanker num dogfight?

Paulo Jorge
Paulo Jorge
2 anos atrás

Paulo Maffi,

Os Eurocanards e o F-15 encaram o Su-35 e foram modernizados justamente para enfrentá-lo.
Hoje um TO entre eles não envolve 1:1, mas toda uma logística de apoio de AWACS e aeronaves de guerra eletrônica. Até os mísseis WVR estão quase que com o alcance do antigo sparrow.
A manobrabilidade dele é soberba, mas só faz diferença num embate de canhão… situação bem improvável hoje em dia.

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
2 anos atrás

Manobras muito legais para entreter os leigos e os jornalistas fanboys em um show aéreo mas virtualmente inúteis em um combate aéreo de verdade….

Agora o trecho abaixo é risível, parece até Sputnice:

“O F-35 monomotor não foi projetado para a superioridade aérea, por isso é difícil imaginar um Joint Strike Fighter contra um Su-35 em um dogfight. Mais provável, um F-35 pediria ajuda a um F-22 Raptor, um caça furtivo de dois motores com maior velocidade e manobrabilidade.”

Ivanmc
Ivanmc
2 anos atrás

O Su-35 está causando mágoas.

bruno wecelau
2 anos atrás

Surpreendente, Magnífico…e tremendo este Su35…. mas a pena aqui é alguns comentários parcial e sempre pro ocidente…ate parece que e só os americanos que sabe fazer avião!!!!!!!!!

Bosco
Bosco
2 anos atrás

O torpedeamento midiático que o F-35 sofre só não é maior que o torpedeamento que sofreu o V-22, que diga-se de passagem, está muito bem, obrigado.

Joaquim Ricardo Cavalcanti de Araújo
Joaquim Ricardo Cavalcanti de Araújo
2 anos atrás

Boa noite senhores. Por que o Brasil não compra pelo menos um lote de 12 desses su35 e forma um esquadrão no norte do país. Acho que seria muito interessante para que nossos pilotos dos gripens fossem muito bem adestrados, e não fossem pegos de surpresa num eventual problema com a Venezuela. Sei que esses aviões venezuelanos sempre invadem nosso espaço aéreo. Não é hora de nossas autoridades pararem com essa mania de ficar com o rabo entre as pernas quando se trata da defesa de nosso território?

Bardini
Bardini
2 anos atrás

O Hipopótamo pode ser tosco, mas é bem manobrável kkkk…
https://www.youtube.com/watch?v=Su7GkqwxG08

Antonio de Sampaio
Antonio de Sampaio
2 anos atrás

Na prática para o combate aéreo moderno: Inútil.

Bosco
Bosco
2 anos atrás

Show aéreo: https://www.youtube.com/watch?v=AOfPszbxsfQ
Combate real: “https://www.youtube.com/watch?v=6nMe1OH9gMg”

Bosco
Bosco
2 anos atrás

E pelo amor de Deus, antes que digam que sou contra os russos, eu não estou dizendo que o Su-35 não possa vencer o F-35 num combate aproximado, que tenho certeza que possa mesmo porque o caça russo utiliza os mesmos recursos para o combate aproximado do caça americano o que ao meu ver coloca as chances numa faixa de 50/50 com mísseis e de 70/30 com canhão. O que estou dizendo é que eu acho que se apresentar melhor num show aéreo não é certeza que será melhor no combate real, como o editor do Defensetech.org quer nos fazer… Read more »

Bosco
Bosco
2 anos atrás

que possa = que pode

bruno wecelau
2 anos atrás

Se fosse o F35 muitos aqui teria orgasmos múltiplos ………

Ádson
Ádson
2 anos atrás

Acho que para a FAB estamos bem servidos com com o Gripen, mas se comprassem alguns para a esquadrilha da fumaça….

Nikiti
Nikiti
2 anos atrás

As pessoas são simplórias de mais quando é do interesse…
O Legal é que quando o F-22 apareceu com TVC e podendo fazer algumas manobras parecidas com os Flankers a torcida falou mais alto… e super manobrabilidade era um diferencial tanto em combate a curto ou médio alcance.
Agora só serve pra show aéreo…
Esquecem que a manobrabilidade é usado tanto na ofensiva como na defensiva…
O Quanto mais rápido você pode posicionar sua aeronave, para uma solução de tiro WVR como em BVR para multiplos alvo ou se defender junto de um míssil entrante.

Abraço

Nikiti
Nikiti
2 anos atrás

Deem um olhada sobre os Khibiny electronic countermeasures em Sites, Forum americanos, europeus mesmo e a capacidade da EW do SU-35s vide a misseis.
Abraço

PRAEFECTUS
PRAEFECTUS
2 anos atrás

Meus caros, . o combate aéreo é uma mistura complexa de arte, ciência e engenharia. O desempenho das aeronaves, o desempenho das armas, os sensores em rede e a habilidade do piloto contribuem para a Ratio de troca de perdas final… . Hoje mais do que nunca um piloto ocidental que quiser sobreviver na moderna arena aérea deve no minimo ser proficiente em táticas de evasão para não menos de seis famílias diferentes de células de mísseis BVR e quatro categorias diferentes de mísseis infravermelhos de curto alcance. . Um lembrete aos amigos, o Su-35 possui o radar L-Band de… Read more »

Antônio
Antônio
2 anos atrás

Bonito para o Show aéreo, mas para a guerra é inútil! O Empuxo vetorado faz a aeronave perder velocidade, não é útil em batalha. Por outro lado, manter um piloto treinado para executar todas as manobras bonitas e inúteis é uma perda de recursos incalculáveis! Tanto é verdade que a apresentação só conta com uma aeronave! O criticado caça Gripen F/E tem índices de manobrabilidade (para batalha) muito melhor que qualquer outro caça de 4.5 geração!

Netto
Netto
2 anos atrás

Sou leigo no assunto, mas pelos comentários que vi, nos dias de hoje caça são inuteis, o negócios é ter um alguns de AWACS, com misseis BVR que esta garantido a superioridade aérea, porque a unica coisa que um avião moderno precisa é disparar seus misseis ? Ou talvez um UAV, com radar AESA que voe em linha reta a mach 3, com misseis na barriga, decola, se aproxima, dispara e volta pra base.
Mas oque gosto mesmo é de mecânica, e pelo que vi, dou meus parabéns aos engenheiros e ao piloto, uma maquina magnifica e muito bem pilotada.

Nonato
Nonato
2 anos atrás

Essas acrobacias não demonstram tanto a manobrabilidade dinâmica.
Mostram mais a capacidade de parar no ar…
Claro que esse tipo de manobra não tem muita utilidade em combate.
Teria que ver a agilidade propriamente dita. A capacidade de mudar de trajetória…
Se não estou equivocado, no vídeo isso não aparece…

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
2 anos atrás

Vamos aos fatos! Depois de diversos protótipos (F-15 STOL/MTD, F-16 VISTA e F/A-18 HARV) os EUA junto com os alemães construíram um demonstrador de conceito chamado X-31. Era propulsado por uma F-404 e assemelhado a um Typhoon. E tinha TVC. E depois de muitos ensaios concluíram que o TVC era mais útil em mísseis do que em aeronaves. . No mais o TVC é tão peso morto quanto asas de geometria variável. Ele só vai fazer a diferença num combate corpo-a-corpo ao estilo 1ª ou 2ª guerra mundial, naquilo que se chama “turn radius”. E com o rumo que a… Read more »

Bosco
Bosco
2 anos atrás

Nikiti, Quando o programa ATF que gerou o F-22 foi apresentado na década de 80 do “século passado” o míssil de curto alcance mais moderno do inventário americano era o AIM-9L que apesar de “all-aspect” tinha um FOV estreito e operava no modo LOBL e ainda obrigava que o bico do caça estivesse apontado para o alvo e a manobrabilidade ainda era considerada essencial. Havia naquela época uma série de programas avaliando a supermanobrabilidade, na forma de UAVs, aviões experimentais e caças modificados com canards e TVCs, mas chegou-se à conclusão que o futuro do combate aéreo seria a longa… Read more »

Bosco
Bosco
2 anos atrás

Tireless,
Fizemos um comentário meio que complementar. rsrsss
Você só não citou a aeronave X-29 e o UAV HiMat (Highly Maneuverable Aircraft Technology)

Farroupilha
Farroupilha
2 anos atrás

Como alguém disse mais ou menos acima, bonitas manobras de aviões de combate em shows servem justamente para shows. Esse caça Su-35 (21,9 metros de comprimento) tem cerca de 6 e 7 metros a mais que o F-35 e o Gripen, ambos com cerca de 15,4 e 14,1 metros de comprimento respectivamente. Em um combate aproximado, por canhão, é o alvo maior o mais fácil de mirar e acertar. E isso vale para qualquer situação de ter que acertar alvos, não só envolvendo aviões. Outdoor SU-35, ao longe é bom para ser plotado por radares e pertinho ótimo para simples… Read more »

Farroupilha
Farroupilha
2 anos atrás

Mas que deve ser maravilhoso ver ao vivo um show aéreo do SU-35, deve sim.
Mas prioritário levar um bom binóculo.

Bosco
Bosco
2 anos atrás

Gráfico interessante que todo mundo conhece: http://sistemasdearmas.com.br/ca/aamgrafico2.jpg

MadMax
MadMax
2 anos atrás

Se eu posso destruir um caça lá no inferno sem ser visto pra que vou entrar em dogfight?

Melky Cavalcante
Melky Cavalcante
2 anos atrás

Muito acrobático a família Flanker, nem sabia que era possível um caça, ainda mais desse tamanho, fazer isso lol.
TVC melhor ter e não precisar que precisar e não ter né, vai que !

Ivanmc
Ivanmc
2 anos atrás
Melky Cavalcante
Melky Cavalcante
2 anos atrás

Poder destruir não é o medmo que destruir, se eu tou num Su e meu RWR canta e não tem nada no meu radar dou meia volta e acelero, tenho maior autonomia, dou um passeio e retorno pra zona.

Arariboia
Arariboia
2 anos atrás

Bosco eu sei as diretrizes do programa ATF. O F-22 ainda utilizava o AIM-9L até pouco tempo atras… A dupla R-73 com HMD era muito superior em tudo que ao ocidente nos anos 80/90/inicio 2000 Assim como os AIM-120D podendo atirar em Loft até pouco tempo era o único em serviço. Não tiro o valor/tendencia do combate BVR nem uso dos HMDs, nem os russo tanto que ele investem na família R-33/37, fora o R-77-1 e HMD. Mesmo em alguns cenários BVR, você terá que ter o alvo direto radar, e o quanto mais rápido você se mover ou manobrar… Read more »

Arariboia
Arariboia
2 anos atrás

Bosco e Tireless tem ainda o SU-47 russo nesse mesmo grupo

Ivanmc
Ivanmc
2 anos atrás

O radar Irbs-E do Su-35 tem detecção do alvo a 400 km de distância, conforme as especificações do fabricante. Logo, muitas ameaças podem cair por terra.
.
http://www.sukhoi.org/eng/planes/military/Su-35/

Rafa_positron
Rafa_positron
2 anos atrás

Muito bonito… de fato, é uma jóia da engenharia, sem dúvidas… Em que pese as pessoas criticarem as manobras do Su-35 (eu não entendo o motivo das criticas), vale ressaltar as capacidades do mesmo… principalmente em termos eletrônicos. O Su-35 congrega os mais recentes avanços da Rússia na área de aviônica Não se pode esquecer que o Su-35 agrega tbm tecnologias que serão utilizadas no PAK-FA… A preço de hoje, creio que o Su-35 esteja no Top entre os caças da 4,5ª geração Qual aeronave da 4,5ª seria capaz de rivalizar com ele de igual pra igual (na opinião de… Read more »

Renan
Renan
2 anos atrás

Lindo!
Manobrável
Longo alcance
Mortal
Não é a maquina nem o piloto que vence a guerra, vencem apenas as batalhas.

Mas a guerra é vencida com estratégia.

Pode acreditar um vetor deste da muitas opções de estratégia em uma guerra.
No meu superioridade aéreas em vários TO.
Abraços

Bosco
Bosco
2 anos atrás

Galante, Eu até acho que isso possa funcionar com caças de 4ªG mas não necessariamente contra caças de 5ªG. Um caça de 5ªG com mísseis de longo alcance só entra na arena visual se quiser porque não confirmando que o alvo foi atingido ele pode simplesmente se evadir. Supondo que um F-35 lance um par de amraams quando o Su-35 estiver a 121 km após uns 71 segundos (supondo uma média de Mach 4 para os mísseis) ocorrerá o impacto a 100 km do ponto de lançamento. Mesmo que o F-35 continue avançando diretamente em direção ao Su-35 no momento… Read more »

rustam bogaudinov
2 anos atrás

Pierre Spray, one of the creators of the F-16 and the author of the concept of “maneuverability-tyagovoruzhennosti”, even at the initial stage of the creation of the F-35, severely criticized the new aircraft. According to him, modern battles will be held at medium and short distances and often the fire will be opened only with visual contact. This is due to the fact that it is much easier to track the radar of an airplane than the aircraft itself. Therefore, in a global conflict squadrons will fly up with the electronics turned off. And it’s worthwhile for one of the… Read more »