Home Aviação de Caça Problemas com peças defeituosas imobilizam 15 caças F-35A

Problemas com peças defeituosas imobilizam 15 caças F-35A

4030
113

Outros 45 aviões na linha de montagem sofrem do mesmo problema. Culpa foi dada à fornecedor que produziu as peças

F-35 IOC

A Força Aérea dos EUA ordenou o “groudeamento” (proibição de voo) de 13 caças F-35A, bem como um par de F-35A da Noruega, após a descoberta de problemas relacionados com “desintegração e fragmentação ” do isolamento do tubo de refrigeração.

A questão parece estar relacionada com um fornecedor dos isolantes, que são instalados nas asas do jato. Durante a verificação de manutenção descobriu-se que o isolamento nos dutos estava se desfazendo em alguns casos, deixando resíduo no combustível, de acordo com um comunicado do governo da Noruega.

O problema foi rastreado até os tubos de refrigeração fabricados por um fornecedor particular, que só foram instalados nos tanques de combustível das asas de 15 aeronaves.

O problema foi descoberto pela primeira vez no verão deste ano durante um processo de manutenção nível parque de um F-35A sendo preparado para a IOC ( initial operational capability), disse o porta-voz da Lockheed Martin, Mike Rein.

Depois que as equipes de manutenção encontraram o mesmo problema em três aeronaves a Lockheed realizou testes subsequentes que “indicavam a possibilidade dos resíduos deste isolamento se alojarem no sifão de ligação entre os tanques de combustível das asas e tanques e da fuselagem”, disse o porta-voz da Força Aérea dos EUA Ann Stefanek”. Isso poderia resultar em pressões negativas excessivas nos tanques de combustível durante as operações aéreas ou em pressões positivas excessivas durante reabastecimento em voo ou no solo. Em ambos os casos isto poderia causar danos estruturais para os tanques de combustível do avião”.

A Lockheed trabalha com vários fornecedores que são responsáveis pela fabricação das linhas de refrigeração, mas Rein se recusou a revelar qual dos seus subcontratados tenha sido responsável pela parte em não-conformidade. A empresa pretende continuar a trabalhar com esse fornecedor em futuros lotes de F-35.

“Não houve nenhuma discussão sobre a mudança de fazer negócios com eles”, disse ele.

O impacto vai além das aeronaves em atividade uma vez que existem 42 F-35 atualmente na linha de produção que receberam partes do mesmo fornecedor. Entre elas estão três aeronaves para a Noruega,  cuja entrega está prevista para o início do próximo ano. Não está claro se essas partes terão de ser substituídas ou se outros aviões encomendados por outras nações serão impactados.

O escritório do programa do F-35 (JPO) salientou que o problema foi causado por um defeito de fabricação em vez de um problema técnico que possa afetar o desempenho da aeronave.

FONTE: Defense News (tradução e edição do Poder Aéreo a partir do original em inglês).

 

Subscribe
Notify of
guest
113 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
3 anos atrás

Infelizmente o software que voa, F-35, depende do hardware para executar no mundo físico. Portanto, está sujeito a coisas desse tipo. Tosco, infelizmente.

Save Ferris!

Max
Max
3 anos atrás

Enquanto isso:
https://www.flightglobal.com/news/articles/boeing-protests-denmarks-f-35a-decision-429397/

“In four judging categories — military, strategic, economic and industrial — the F-35A topped the alternatives in the Danish evaluation. The F-35A was judged to be more affordable than the F/A-18E/F by almost half.”

Marcos
Marcos
3 anos atrás

Todos felizes, novamente!
Afinal o contribuinte vai bancar mais um pouco de lucro à LM.

Marcos
Marcos
3 anos atrás

Coming soon… 2004… 2006… 2007… 2010… 2012… 2015… 2016… 2017…2021… 2023… 2042…

Emerson Fully
3 anos atrás

Não estou discutindo a qualidade dos meios de país A ou B, e sim a propaganda maciça de que tudo que vier da Rússia, China ou qualquer outro país fora do eixo USA e UEA não PRESTA!!! Se essa notícia fosse relativo a qualquer outro caça proveniente de outras nações , com certeza seriam massacrados pela mídia, porém quem realmente entende de assuntos militares , sabe que não é bem assim não !!!
Nem tudo que reluz é ouro ….rs

augusto
augusto
3 anos atrás

Marcos nesse problema em questão o erro foi do fornecedor, então pra LM não faz diferença

Marcos
Marcos
3 anos atrás

Augusto:
Um fornecedor vende um componente à LM, que revende com lucro esse mesmo componente juntamente com milhares de outros, que em essência é – F-35. Como a peça é defeituosa e terá de ser trocada, mas quem paga é o governo americano porque sabe-se lá como, no contrato entre comprador e fabricante, a conta é sempre do primeiro, então a LM está feliz.

Nonato
Nonato
3 anos atrás

O erro foi do fornecedor.
Mas como fica?
Erro como assim?
Como refazer o isolante? Não foi feito de acordo com as especificações ou as especificações estão inadequadas?
Os outros que usam o isolante dd outros fabricantes não apresentaram problemas…

Nonato
Nonato
3 anos atrás

Ah, empresa x do país Y está participando do programa.
Faz o que?
O isolante do tubo de refrigeração…
😱

Nonato
Nonato
3 anos atrás

Empresa c do país z está fabricando as porcas dos parafusos da roda dianteira…
Já fabricou 150 porcas.
O que significa 500 mil dólares de divisas para o país e a geração de 5 empregos…
Vigia da fábrica, a recepcionista da fábrica…
😱

romário
romário
3 anos atrás

O PAK FA T50 vai estar operacional antes do F 35. KKKKKK

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
3 anos atrás

Nonato, acredito que o fabricante segui as especificações, ou pelo menos tentou seguir, mas o controle de qualidade falhou. Quem assume o prejuízo? Em tese, esse fabricante.
Fazendo um paralelo, o H-36 sofreu o mesmo problema: rolamentos alemães com baixa qualidade na planetária. Só que, nesse caso, morreu gente…

ufric
ufric
3 anos atrás

romário 17 de setembro de 2016 at 20:11

Não sei do que está falando, o F-35A e F-35B já estão operacionais.
Aliás o PAK-FA vai entrar em operação em 2017 com motor meia-boca, somente no final de 2018 é esperado o AL-41, que seria o motor definitivo.

Cristiano.GR
3 anos atrás

Se fosse no Brasil os sirís caiam em cima.

Valdez Araujo
3 anos atrás

OhhTopic. Olhem qe foto interessante.

comment image?oh=0c7b3556636733ad6da4382f5a4d697d&oe=58766C55

ufric
ufric
3 anos atrás

Felizmente isso parece ser algo fácil de se resolver, mas há de se dizer que houve uma falha no controle de qualidade da LM, e tomará que isso deixe a mesma mais experta em relação ao controle de qualidade. Eu vejo que as pessoas ficam sempre impressionadas com os problemas encontrados no desenvolvimento do F-35 e suas variantes, mas não é nada exclusivo ao F-35. Acham que o PAK-FA não está cheio de problemas? Pode crer que está lotado de problemas, mas a UAC não fala nada. O mesmo vale para o J-20. Isso acontece porque a China, Rússia ou… Read more »

Nonato
Nonato
3 anos atrás

Controle de qualidade? Que material é esse? Uma tinta? Borracha? Válvula? Como identificar problemas? Se for um líquido análise química?

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
3 anos atrás

Gente já disse aquilo repito!!!Adoro Aviacao desde os 15 anos e hoje tenho 49. Esse F-35,além de feio pra burro é uma tremenda jaca que estão empurrando goela a dentro das FFAA americanas e seus amigos europeus e asiáticos. Os F15 e F16 por aí ainda dão muito pano pra manga!!!!!

Imaginem se tivesse sido construído no Brasil pela Dassaut e Odebrecht????

hobian kenobi
hobian kenobi
3 anos atrás

se fosse o T50, seria um caça que nem faz diferença, mas como é um F35 ai sim é um caça de 1000ª G… pra mim esse caça não passa de um caça 2- – -, aceita que doi menos – – – -,

hobian kenobi
hobian kenobi
3 anos atrás

ufric é só aceitar que isso não passa de uma sucata do ferro tocson, assim como o F22 que nunca comprovo seu valar numa guerra, que vai doer menos…

Marcos
Marcos
3 anos atrás

Apesar das críticas ao F-35, sem dúvida estão dando um salto tecnológico gigantesco, que se espalhará por outros segmentos da indústria americana, gerando lucros sem precedentes e mais impostos. No setor industrial não existe mais esse negócio de crescer devagarzinho. A coisa ocorre por saltos. É por isso que lamento que o Brasil não tenha, primeiro, entrado no programa e, segundo, adquirido um lote desse avião. Mas depois da lambança que o Brasil fez com o programa da ISS, acho que ninguém quer que o Brasil participe de qualquer coisa.

hobian kenobi
hobian kenobi
3 anos atrás

Nonato isso é o seguinte o problema desta porcaria é dos outro paises que fornece peça, para o F35, depois que resolverem problema das peça dos fornecedores, ai é mérito dos estadunidenses, ai já sabe OQ acontece nos comentários.

JPC3/Deagol
JPC3/Deagol
3 anos atrás

“””pra mim esse caça não passa de um caça 2-“””

Na verdade o pessoal se importa mais com a opinião de quem entende de aviação. Se não tem conteúdo é melhor nem falar nada.

“”F22 que nunca comprovo seu valar numa guerra””

Comprovado é o Mi-23 e o Mig-29…

hobian kenobi
hobian kenobi
3 anos atrás

é valar ou valor??????

ufric
ufric
3 anos atrás

hobian kenobi 17 de setembro de 2016 at 22:43 Já te dou um aviso que não perco tempo com troll, coisa que você claramente é. Mas vamos lá, você como Troll não tem nenhum argumento técnico para sequer poder sair afirmando por aí que o F-35 é uma sucata, é certamente um “ixpecialista de sofá”. Não existe nenhum sentido de afirmar que o caça é uma sucata por não ser comprovado em combate, olhe os Flankers por exemplo. Enfim, é triste ver uma pessoa que se dedica a trollar na internet. Saiba que mesmo se me responder, bobagens com certeza,… Read more »

Maria do Carmo Lacoste
Maria do Carmo Lacoste
3 anos atrás

Cadê aqueles “dois”?

Maria do Carmo Lacoste
Maria do Carmo Lacoste
3 anos atrás

Se o preço final de um produto – sem levar em conta outras variáveis – for a soma de seus custos totais, mais um percentual de Mark-up, o preço final de um F-35 giraria em torno de uns 500 milhões de dólares, no mínimo. Nunca vão conseguir atingir o break-even-point para a produção do F-25, impossível. O pior é que quando estiver homologado, se um dia o for, nunca será o que foi prometido, sempre haverá desconfiança e claro, já estará obsoleto com as novas tecnologia criadas para enfrentá-lo. O pior de tudo nem será o seu preço final de… Read more »

JPC3/Deagol
JPC3/Deagol
3 anos atrás

“”o preço final de um F-35 giraria em torno de uns 500 milhões de dólares, no mínimo.””
Isso não faz o menor sentido.

“”Eu diria que hoje esse trambolhão já está obsoleto.”””
Isso também não.

Os Trolls se multiplicam!

Possani
Possani
3 anos atrás

Como uma pessoa fala que não perde tempo com troll e diz, bom, vamos lá. ahuhuahuahua

Ricardo
Ricardo
3 anos atrás

Mais do mesmo.

João
João
3 anos atrás

Esse F-35 não presta, coitados dos países que já compraram lotes deles…

Mauricio R.
3 anos atrás

F-22 tem voado em combate na Síria e “brincado” de esconde esconde c/ o Irã.

Carlos Alberto Soares-Israel
Carlos Alberto Soares-Israel
3 anos atrás

Duas coisas: 1) A Maria do Carmo Lacoste não é Troll, participa ativamente do forum, não tenho procuração dela para defende-la, mas não vou corroborar com inverdades(para ser educado heim) ! 2) https://www.facebook.com/USSGW/photos/a.10154490023757398.1073743105.177732872397/10154490023917398/?type=3&theater “Nunca vão conseguir atingir o break-even-point para a produção do F-35, impossível.” Nisso creio que concordamos, quantas unidades teriam que vender/entregar para cobrir os custos ? Na conta de panadaria mesmo ! Ainda sou mais o F 15 e o F/A 18 SH os dois com tudo que tem direito de última Tecnologia. F 16 Block 60 (EAU) com tudo que tem direito de última Tecnologia. Creio… Read more »

Carlos Alberto Soares-Israel
Carlos Alberto Soares-Israel
3 anos atrás

Não estou afirmando nada de Stealth ! Ai são outros 500, ops …. milhões de USD.

Carlos Alberto Soares-Israel
Carlos Alberto Soares-Israel
3 anos atrás

Mauricio R. 18 de setembro de 2016 at 2:52
MR
Irão,
Será que as “reações” são passadas ao Tio Jacob ?

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
3 anos atrás

Tem gente aqui que acha que o F-35 já está obsoleto. Até mesmo os chineses estão dizendo por aí, que inventaram o radar quantico, capaz de detectar arronaves stealth.

Hawk
3 anos atrás

Reinaldo Deprera 17 de setembro de 2016 at 18:45 concordo com você! Agora em relação aos defeitos… Por que só vemos os americanos falar do erros…. Será que os Rafale, Eurofighter, Su 35, Grippen, J-10 são tão perfeitos assim?

Papan
Papan
3 anos atrás

JÁ? Kkkkkkkkkkkkkkkk

Carlos Alberto Soares-Israel
Carlos Alberto Soares-Israel
3 anos atrás

É isso Bob Santana.
Minha expectativa é muito grande nas mãos da IAF.

_RR_
_RR_
3 anos atrás

Maria do Carmo Lacoste ( 18 de setembro de 2016 at 0:06 );
.
ttp://www.aereo.jor.br/2013/08/22/preco-do-f-35-vai-cair/
.
ttp://www.military.com/daily-news/2016/03/16/f35-cost-may-drop-to-85-million-by-2019.html
.
ttp://www.aereo.jor.br/2014/11/22/de-us-95-a-116-milhoes-aproveite-que-os-precos-do-f-35-estao-despencando/
.
O preço “fly away” ( que é mais interessante em relação ao consumidor final ) do caça em sua versão ‘A’ já está pra baixo dos US$ 110 milhões nos últimos lotes de baixa produção. E isso já se pode considerar o preço de um caça de geração 4.5… A tendência é que, quando a produção engrenar, o custo baixe ainda mais…

JPC3/Deagol
JPC3/Deagol
3 anos atrás

Carlos Alberto Soares-Israel 18 de setembro de 2016 at 3:06

Leia com atenção:

“””o preço final de um F-35 giraria em torno de uns 500 milhões de dólares, no mínimo.””

Me desculpe, mas isso é uma inverdade!

Não entendi qual a intenção da “Maria do Carmo Lacoste” em escrever uma informação errada e sem sentido dessas.

Criticar sem ter a menor ideia do que está falando parece trolagem.

Manuel
Manuel
3 anos atrás

Há algum caça que possa fazer oposição ao F-22 atualmente ou em produção? Não há. T-50 e J-20 não são caças que irão ser melhores que o Raptor. Porém, os custos de aquisição e manutenção de um F-22 Raptor são estratosféricos. Isso acabou inviabilizando sua linha de produção. Um caça que foi introduzido em 2005 e por no mínimo mais 20 anos será o rei dos céus. Isso nos dá uma dimensão do quanto os EUA está a frente tecnologicamente de qualquer país do mundo. O F-35 segue a mesma linha. Estará nos próximos 30 anos à frente de sua… Read more »

Maria do Carmo Lacoste
Maria do Carmo Lacoste
3 anos atrás

_RR_ 18 de setembro de 2016 at 9:55 Meu amigo, você é um desses que acredita que um avião com esse histórico de custos, problemas e demora vai custar 100 milhões??? ainda cai nessa? O Brasil está pagando 150 milhões de dólares por cada Gripen, a Índia está pagando em torno de 246 milhões de dólares por cada Rafale, e então, como é que um F-35 vai custar 100 milhões?? ainda cai nessa, jura? Você não percebe que isso é um completo disparate??? que este preço é irreal, se for levado em conta o custo de produção, além do custos… Read more »

JPC3/Deagol
JPC3/Deagol
3 anos atrás

Maria do Carmo Lacoste 18 de setembro de 2016 at 11:54 “””Um avião que sem tanques externos – deixa de ser stealth – tem uma autonomia menor que o Gripen”” A senhora possui uma coletânea de informações erradas. Divida o peso do combustível interno pelo peso das aeronaves e veja quais aviões possuem maior alcance. Caso a senhora não saiba, a proporção de combustível interno em relação ao peso do F-35 é maior que todos os Flankers como Su-27, Su-30, e Su-34!!! Exceto o Su-35. Nenhum caça médio tem mais alcance que o F-35 apenas com combustível interno. Muito menos… Read more »

Alberto Figueiredo
Alberto Figueiredo
3 anos atrás

Nossa !!! de repente o dono da verdade se esquece que existem outras opiniões.. “O DONO DA VERDADE” Esse tipo de gente tem problemas… O pior, é que ele não se acha um TROLL…rsss. Maria, parabéns pelos seus comentários, apesar de muitas vezes eu não concordar. Porém aprendo muito com você. Forte abraço

Jr
Jr
3 anos atrás

Não importa o que alguns aqui digam, essa coisa ai não vale os mais de 500 bilhões de dólares gastos até agora no desenvolvimento do seu programa, nem de brincadeira. O pentágono deu dinheiro para a Lockheed Martim fazer um caça de quinta geração e ela pensou que estava fazendo um cruzador imperial de star wars.

JPC3/Deagol
JPC3/Deagol
3 anos atrás

Alberto Figueiredo 18 de setembro de 2016 at 13:41

Não é questão de ser dono da verdade, é que as informações dela estão erradas e isso não é questão de opinião. Pode concordar a vontade se quiser.

Querem chamar o avião de lixo com base em informações falsas.

Não adianta bancar o fendido. Ela está enganada igual.

Alberto Figueiredo
Alberto Figueiredo
3 anos atrás

hehehe Cara, amigo… Você já está errado quando disse que não se manifestava…. lembra?
Até agora, só se manifestou…. Até aí… beleza. Eu entendo as recíprocas… O que você não entendeu ou não entende, é que cada um tem a sua opinião. Simples amigo…Também acho o F-35 um projeto, ou uma realidade importante. Porém até agora, não disse para que veio… Estou errado??? Desmerecer a opinião dos outros, É NÃO PENSAR, entendeu???? A Da. Maria, tem muito para nos ensinar ….rsssss.

JPC3/Deagol
JPC3/Deagol
3 anos atrás

Alberto Figueiredo 18 de setembro de 2016 at 14:32

“””Você já está errado quando disse que não se manifestava…. lembra?”””

Não fui eu quem disse isso. Nem sei do que está falando.

Realmente a opinião dela merece respeito. Porém é de se observar que aqueles que usam as piores expressões são justamente aqueles que menos sabem sobre o que estão falando.

Se você fica contrariado em saber que o avião é porcaria que você gostaria, então sinto muito.
Talvez devessem pesquisar mais

É domingo, não precisa se estressar.