Home Aviação Executiva Jackie Chan é o primeiro cliente do Legacy 500 da Embraer na...

Jackie Chan é o primeiro cliente do Legacy 500 da Embraer na China

4955
35

Legacy_500_JackieChan-13

Tianjin, China, 1° de fevereiro de 2016 – A Embraer anunciou hoje que o ator de cinema Jackie Chan se tornou o primeiro cliente a receber um jato executivo Legacy 500 na China.

“Estou muito feliz por receber o Legacy 500, um jato executivo de última geração,” disse Jack Chan. “Nos últimos anos, meu Legacy 650 trouxe-me experiências de viagem fantásticas e grande conveniência, permitindo-me fazer mais gravações e trabalhos filantrópicos pelo mundo. Tenho certeza de que o desempenho do novo Legacy 500 excederá novamente minhas expectativas, se tornando um confortável lar e escritório móvel para mim.”

“O Legacy 500 incorpora as mais avançadas tecnologias em um projeto que maximiza o conforto dos passageiros e a eficiência em consumo de combustível”, disse Marco Tulio Pellegrini, Presidente & CEO da Embraer Aviação Executiva. “Ao lado do Legacy 650 que Jackie Chan já possui, a nova aeronave vai contribuir com o desenvolvimento de negócios e as atividades humanitárias em que ele está envolvido”.

Legacy_500_JackieChan-6

A relação entre Jackie Chan e a Embraer vem desde 2012, quando ele recebeu um Legacy 650 como cliente-lançador dessa aeronave na China, e se tornou embaixador da marca.

Guan Dongyuan, Presidente da Embraer China disse: “Sentimo-nos privilegiados por entregar um Legacy 500 para Jackie Chan, que não é somente um reconhecido astro de cinema, empresário bem-sucedido e filantropo, mas também um parceiro, cliente e embaixador da nossa marca. Acredito que a escolha do Jackie Chan reflete a mudança de pensamento entre os clientes chineses, de que um jato executivo de médio porte pode atender a maior parte das necessidades de negócios com alta eficiência e maior flexibilidade”.

DIVULGAÇÃO: Embraer

Subscribe
Notify of
guest
35 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
carlos
carlos
4 anos atrás

esperando comentários do excelentíssimo Mauricio R conhecido popularmente tambem como ____

COMENTÁRIO EDITADO. RESPEITEM OS DEMAIS PARA SEREM RESPEITADOS, TRATANDO-SE PELOS NOMES CADASTRADOS E QUE APARECEM NOS CABEÇALHOS DOS COMENTÁRIOS, E NÃO POR APELIDOS DE CUNHO PEJORATIVO.

Mauricio R.
4 anos atrás

Depois da FAB, o J. Chan.
E tome mais busca por chancela, os 2 anos de atraso devido ao fly-by-wire não passaram despercebidos pelo mercado, esse avião mais parece um atendente daquela rede de fast food australiana-americana, cujo uniforme aparece atolado de pins.

carlos
carlos
4 anos atrás

olha ele ae

Nonato
Nonato
4 anos atrás

Jack chan compra os aviões ou a Embraer os empresta ou meio termo?
Falo isso porque ja ouvi falar de jogadores de futebol garotos propaganda de certa marca que recebem carros.
E quanto ao consumo de um avião desses e de aviões em geral?
Não conheço uma fonte segura e abrangente que trate do assunto.
Ja vi muito por alto. Pax/km.

Marcos
Marcos
4 anos atrás

Compra com um bom desconto.

Nonato
Nonato
4 anos atrás

Ele compra?
Ou trata-se de marketing?
Para a Embraer é bom te-lo como garoto propaganda na China.
Ha casos de jogadores de futebol que recebem carros esportivos de presente uma forma divulgar a marca.

Oganza
Oganza
4 anos atrás

Essa “nova” série de sistemas fly-by-wire é a primeira 100% ou melhor, quase 100%, da Embraer. Dai os grandes problemas enfrentados como bem lembrou o Maurício. – Então, depois de 22 anos de sua privatização e muito sucesso de mercado, ela consegue lançar um fly-by-wire “nacional”… Por que estou dizendo isso? – Não é para denegrir a imagem dela não, mas sim para mostrar para os que pregam/exigem o Made Brazil a qualquer custo tenham a noção do Tempo/Espaço que é necessário para certos desenvolvimentos. Percebam tb que isso nem é uma inovação, é “apenas” mais uma roda que antes… Read more »

carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás

Faz parte de um acordo.
Ele recebeu o Legacy em condições especiais e é o “Homem Propaganda” da Embraer na China.
Esse contrato já havia anunciado a algum tempo pela Newslatter da Embraer.
Aliás a Família Legacy já é Líder em alguns modelos.
http://www.forbes.com.br/negocios/2015/08/como-a-embraer-pretende-brigar-de-igual-para-igual-com-os-lideres-do-setor/

carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás

Editores, deve haver algum problema no site, os comentários para o G NG BR estão fechados,
Obrigado.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  carlos alberto soares
4 anos atrás

“carlos alberto soares em 01/02/2016 as 21:56
Editores, deve haver algum problema no site, os comentários para o G NG BR estão fechados,
Obrigado.”

.
Infelizmente os editores tiveram que apagar comentários e fechar pois começou uma briga de cunho político-partidário, com xingamentos, propaganda política etc, totalmente fora do tópico e das regras do blog.

Aéreo
Aéreo
4 anos atrás

Até onde sei o FBW desta aeronave é fornecido pela Parker Hannifin, e o software é parametrizado pelo fabricante com os dados aerodinâmicos da aeronave. Como é feito em qualquer aeronave FBW do mundo. Tem engenharia da Embraer no FBW da aeronave? Sim há, mas em ultima analise é apenas mais um sistema de terceiro, como os motores, aviônica etc…

Nonato
Nonato
4 anos atrás

Oganza e aéreo. O que seria essa inovação? Ja usavam flybywire mas agora é quase 100% Embraer? O que seria flybywire exatamente? E fuselagem provavelmente é feita pela Embraer. Ok. As turbinas de algum grande fabricante (PW, RR). Pneus idem. Trens de pouso e freios deve haver fornecedores. Painéis digitais, avionicos, rádios, radares etc, idem. O flybywire é só fibra ótica no lugar de cabos de aços, mangueiras com óleo? Ou ha equipamentos específicos para controlar? Falo isso mas de certo modo ja sabendo e fazendo analogia com direção de carro. Há uma enorme diferença entre uma convencional, a hidráulica… Read more »

carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás

Nonato 1 de fevereiro de 2016 at 22:45
Canto superior direito, clique em pesquisa e ponha a palavra chave.
Vasta literatura nos temas e bos comentários.

carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás

e nos comentários. *

carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás
Leonardo.
Leonardo.
4 anos atrás

bem off-topic: qual a velocidade para REVO de helicóptero? Pergunto isso porque vendo os registros de voo do KC no flightradar ele em um voo manteve voo nivelado em ~146kts

Mauricio R.
4 anos atrás

Mas 146 kts (270 Km/h) c/ qual peso de decolagem, “payload”, temperatura do ar, velocidade do vento, umidade do ar, etc, etc, etc???? Pois a aeronave além de tem que manter a velocidade em voo nivelado, tem que ter combustível p/ transferir. E tdo isso pesa alguns quilos. . Uma noticia deste ano no site “www.flightglobal.com”, colocava a velocidade necessária em 120kt (222km/h), tanto p/ o S.Hércules como p/ o C-17. Ocorre que “KC-17” não existe. A Airbus deve testar uma solução de revo p/ helicópteros no C-295W, que não é lá uma aeronave mto rápida. . “Both the RAF’s… Read more »

Mauricio R.
4 anos atrás

OFF TOPIC…
.
…mas nem tanto!!!
.
Jato Dassault concorrente do Legacy, em apuros:
.
“…hitches with the Silvercrest engine began to emerge, and Dassault said late in 2015 it would announce a new testing and production schedule early this year.”
.
“The manufacturer blames a slowdown in some of its key markets, including China, Russia and Brazil, which has offset a modest recovery in Europe and North America.”
.
(https://www.flightglobal.com/news/articles/dassault-confirms-two-year-delay-for-5x-421138/)

carlos alberto soares
carlos alberto soares
4 anos atrás

A Embraer deve entrar na longa distancia, acima de 11.000 Km, veremos.
Mais, os custos da Embraer são menores que os da Dassault.
A Embraer deve estar hoje com quase 20% de participação no mercado mundial da aviação executiva e há quem diga que nos final de 2017 estará com 25%, talvez pouco mais.
Escala ajuda muito.
Quem está nesse mercado não trabalha com a cabeça no atraso dos outros.
O foco é outro.

Fernando
Fernando
4 anos atrás

É ____________, o mercado deve mesmo ter sentido este tal atraso… Talvez seja por isso que as linhas de montagem do Legacy 500 estão cheias, com a cadência de produção subindo rapidamente e clientes novos a cada dia.

Sistemas de controle de vôo fly-by-wire são muito complexos e vão muito, muito além da substituição de comandos mecânicos por elétricos.

COMENTÁRIO EDITADO. RESPEITEM OS DEMAIS PARA SEREM RESPEITADOS, TRATANDO-SE PELOS NOMES CADASTRADOS E QUE APARECEM NOS CABEÇALHOS DOS COMENTÁRIOS, E NÃO POR APELIDOS DE CUNHO PEJORATIVO.

Sergio Prado
Sergio Prado
4 anos atrás

Jack Chan . Esse é O CARA.

Leonardo.
Leonardo.
4 anos atrás

É, acho que é cedo para falar de REVO, mas tem muito teste pela frente

Bueno
Bueno
4 anos atrás

KC 390 em voo agora, pela primeira vez a 630km/h nos registros do Flightradar

https://www.flightradar24.com/KC390/8b45a9f

https://www.flightradar24.com/data/flights/KC390/#8b1fded

Bueno
Bueno
4 anos atrás

KC390 em São Jose dos campos, agora. Será que esta sendo apresentado a delegação dos Emirados Árabes ?
http://www.defesa.gov.br/noticias/18141-delegacao-dos-emirados-arabes-conhece-estrutura-brasileira-de-defesa

Jakson de Almeida
Jakson de Almeida
4 anos atrás

O Jackie Chan ta querendo desbancar a FAB como maior operador de jatos executivos da Embraer ,ele vai ter que comprar muitos jatinhos!!!!!!!!!!!!

Antonio Cançado
Antonio Cançado
4 anos atrás

Pelo sim, pelo não, o sucesso deste e de outros programas da EMBRAER é prova cabal e irrefutável da importância, na época, do programa de privatizações que, em última análise, permitiu a empresa chegar onde chegou, do jeito que chegou.
Não fosse assim, ela seria apenas uma mera e vaga lembrança de uma bela tentativa de se fazer alguma coisa que preste neste país.

Jr
Jr
4 anos atrás

O detrator costumaz da Embraer nesse blog lembrou dos 2 anos de atraso devido ao fly-by-wire para a aeronave entrar em serviço, mas de forma surpreendente(sqn) se esqueceu de dizer que o principal concorrente do Legacy 500, o learjet 85 foi CANCELADO pela Bombardier devido aos constantes ATRASOS e aos estouros de ORÇAMENTO do projeto. Devido a esta situação a Flexjet segunda maior companhia norte-americana de propriedade compartilhada CANCELOU as 60 ordens que tinha do learjet 85 e comprou um mix de legacy500/450 para desespero de certas pessoas por aqui.

Bueno
Bueno
4 anos atrás

Uma pergunta Off topic , para os floristas que puderem sanar minha curiosidade referente aos voos do Airbus A319 FB2101 de uso da presidencial.
Qual o provável motivo do FB2101 sai de Brasília fazer uma arremetida em Uberlândia e pouso em Anápolis? voo do dia 02-02-2016. Um voo com procedimento parecido ocorreu em 29-01-16 saiu de campinas arremeteu em campo grande e pouso em Brasília. Por favor, me perdoem. pelo off topic
Fonte:
https://www.flightradar24.com/data/flights/7F2101/#8aafcc7

Mauricio R.
4 anos atrás

O único desesperado aqui deve ser vc e tb não sou detrator de ninguém.
Somente que não sou obrigado a gostar da Embraer, simples assim.
Questão de opinião, vc tem a sua e eu tenho a minha.

Rommelqe
Rommelqe
4 anos atrás

Gostaria de parabenizar, uma vez mais, a equipe da Embraer. Pode ser apenas uma das ilhas de excelencia sim, mas é inquestionavel a sua capacidade e competencia.
É o Brasil que da certo, mesmo contra os nossos “representantes”. Vou parar por aqui. Abraços.
Ps: por favor Nunão, não deixe de publicar novas novas a respeito do Gripen NG. Obrigado

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Rommelqe
4 anos atrás

“Rommelqe em 02/02/2016 as 20:22
Ps: por favor Nunão, não deixe de publicar novas novas a respeito do Gripen NG. Obrigado”

.
Rommelqe, bom dia.
.
Na verdade quem publicou a última matéria a respeito (nota da FAB sobre início do trabalho de engenheiros brasileiros na Suécia) foi o Galante.

Rodrigo Maçolla
Rodrigo Maçolla
4 anos atrás

Pra quem usa terno de 1 milhão de dólares , comprar um destes com desconto especial de garoto propaganda não é nada, kkk

Ivaldo
Ivaldo
4 anos atrás

Parabéns a Embraer e seus colaboradores pelas formidáveis aeronaves, mas infelizmente o “complexo de vira lata” de alguns e da mídia em geral que não sabe exaltar muitas de nossas qualidades. Faz se a política do contra ou nada aqui presta.
Apenas acredito que todas as mazelas de nossa grande nação, devem ser enfrentadas e vencidas com participação de todos fazendo sua parte como cidadão.
Fazendo a coisa certa mudaremos nossa história!

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
4 anos atrás

Bueno, o voo que você viu era instrução de pilotos. Os pilotos do 1° Esquadrão do GTE, que opera o Airbus e os E190, não podem ficar mais que 15 dias sem voar o equipamento. Maior taxi aéreo do Brasil! Enquanto isso, caçador fica quase 30 dias sem voar.
No 2°/6° GAV tínhamos uma missão de instrução básica noturna, no trecho Anapolis/Uberlandia/Goiânia/Anapolis.