sábado, setembro 25, 2021

Gripen para o Brasil

KC-390: Autorizado aumento da participação do governo português no projeto

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Wagner no KC-390 - foto MinDef

ClippingNEWS-PAO Governo português já demonstrou o seu interesse em adquirir aviões deste modelo para integrar a frota da Força Aérea. Alguns dos componentes da aeronave militar KC-390 são produzidos nas fábricas da Embraer em Évora.

O Governo português autorizou esta quinta-feira, 10 de Setembro, um aumento de 8,3 milhões de euros na despesa da sua participação no projecto de desenvolvimento e produção da aeronave KC-390. A fabricante aeronáutica brasileira Embraer produz componentes para este modelo militar nas suas instalações em Évora.

“A autorização hoje aprovada foi de um aumento de despesa de mais 8,3 milhões de euros, fazendo ascender o total do projecto a 38,3 milhões de euros para o período dos próximos quatro anos”, referiu o ministro da presidência Luís Marques Guedes após a última reunião do Conselho de Ministros.

Évora - foto via MSN notícias PortugalO interesse do Governo luso em adquirir estes aviões para a Força Aérea já foi tornado público em diversas situações, embora não se tenha concretizado qualquer negócio até ao momento. Em Fevereiro no Parlamento, o ministro da Defesa José Pedro Aguiar-Branco chegou mesmo a admitir que a decisão de compra poderia acontecer este ano, estando previstos 40 milhões de euros para pagamentos iniciais.

As duas fábricas daEmbraer em Évora foram inauguradas em 2012 e representaram um investimento de quase 180 milhões de euros.

FONTE: Jornal de Negócios

COLABOROU: Henrique C.O.

- Advertisement -

2 Comments

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Blackhawk

Bom que tenha mais apoio e tal, mas agora que o projeto é uma afirmação é muito fácil e conveniente aumentar a participação…

Jorge Lamas

Eu concordo com este projecto e gostaria vê-lo mais rapidamente possível a voar…porque sou da ilha da madeira e sempre me informo dos avanços e recuos…os aviões vão ser importantes e bem aproveitados nas áreas ou estores….espero que a crise não seja motivo de atrasos…parabéns a todos os que colaboraram e colaboram neste projecto….

Últimas Notícias

USAF seleciona o turbofan F130 da Rolls-Royce para o programa de remotorização do bombardeiro B-52

A Força Aérea dos EUA anunciou em 24 de setembro que deu à Rolls-Royce um contrato de US$ 500...
- Advertisement -
- Advertisement -