Home Divulgação ‘Dogfight’ entre Flankers e Typhoons no exercício Indradanush

‘Dogfight’ entre Flankers e Typhoons no exercício Indradanush

593
24

A Royal Air Force (RAF) e Indian Air Force (IAF) estão realizando há duas semanas o Exercício Indradanush e estão cheias de admiração pela capacidade dos aviões um do outro.

Quatro caças Su-30MKI Flanker de dois esquadrões do Nordeste da Índia para a base da RAF de Coningsby para treinar com os Typhoon FGR4 do 3 (Fighter) Squadron. O exercício proporciona uma rara oportunidade para os pilotos da RAF treinarem contra o caça de fabricação russa de quarta geração.

Ao longo de duas semanas, a complexidade das missões de treinamento está aumentando, começando com duelos 1 x 1 para missões que envolvem até 20 caças.

O comandante do esquadrão (Wing Commander) Chris Moon 3 (F) comentou:

“As primeiras impressões do Flanker são muito positivas. É um avião excelente e é um privilégio operar nosso Typhoon ao lado dele.

“A RAF e IAF orgulham-se de operar alguns dos principais equipamentos de ponta no mundo. No entanto, sem as pessoas para apoiar não somos nada, de modo que é onde a nossa verdadeira força reside”.

Seus pontos de vista foram ecoados pelo comandante de esquadrão Avi Arya, um instrutor de armas qualificado e responsável pelo treinamento de pilotos sobre os sistemas de radar e de armas do Su-30. Ele disse:

“Ambos são aeronaves de quarta geração e por isso são combinadas de maneira uniforme, de modo que o valor de aprendizagem vem do contato pessoa a pessoa, é o homem por trás da máquina que importa. Todos os pilotos de caça falam a mesma língua, que é a coisa comum que temos e é muito confortável aprender uns com os outros.”

Falando pouco depois de seu primeiro encontro com o Su-30 equipado com vetoração de empuxo, o piloto tenente Mike Highmoor não tem dúvidas sobre o valor do exercício bilateral:

“Isso é fantastico. É a primeira vez que eu voo contra um Flanker e é fascinante ver outra força aérea realizar sua missão com um avião diferente. Voar contra uma aeronave que é comparável ao Typhoon não é algo corriqueiro no Reino Unido. É muito emocionante.

“Ele é um caça incrivelmente impressionante, mas o Typhoon é um bom competidor para ele.”

Opondo-se ao tenente Highmoor nessa primeira surtida, o líder do esquadrão Amit Gehani que treinou com a RAF no Reino Unido disse:

“Está tudo indo bem. Estamos voando um monte de missões que estão provando nossa capacidade de combate aéreo. Fazemos o briefing no solo, vamos lá para cima, configuramos os combates e, posteriormente, é cortesia para todos.

“O Typhoon é uma boa aeronave, um avião muito poderoso. Os pilotos da RAF aqui são realmente incríveis e voando com o Typhoon estamos aprendendo um monte de novas lições da RAF que vamos levar de volta para a Índia. Claro que também estamos dando alguns boas dicas para os pilotos do Typhoon.”

Em missões de treinamento os caças estão sendo reabastecidos no ar por aviões-tanque de seus respectivos países que operam a partir da base da RAF Brize Norton. Aeronaves C-130J Hercules estão realizando lançamentos conjuntos de paraquedas do regimento da RAF e das tropas Garud da IAF, enquanto equipes de C-17 da RAF e IAF também estão treinando juntos. O exercício termina em 31 de julho.

FONTE: www.raf.mod.uk / Tradução e adaptação do Poder Aéreo

24
Deixe um comentário

avatar
24 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
20 Comment authors
SERGIO HOganzaPaulo MaffiMario AugustoRafa_positron Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Tiago Jeronimo
Visitante
Tiago Jeronimo

Já são os Tranche 3 esses Typhoon?

Jose davi
Visitante
Jose davi

Lindas imagens!!!Parabéns ao blog!!!S2

Alexandre
Visitante
Alexandre

Para aqueles que acham que os flankers só servem para acrobacias em shows aéreos está ai a opinião de pilotos qualificados da rainha sobre os SU 30.

Caco
Visitante
Caco

Lamentavelmente resultados que é bom …. nada .

Campos Junior
Visitante
Campos Junior

O Flanker é sim uma aeronave poderosa. Isso ninguém duvida. O problema do Flanker não é ele. São bem outros.

JagderVband
Visitante
JagderVband

Excelentes aeronaves!

Negrão
Visitante
Negrão

Por que “não” ao su 35 ou mesmo su30 ao Brasil?
Algum dos experientes debatedores do blog poderia me tirar essa dúvida?
custo/benefício total?
custo/unidade?
custo de manutenção?
autonomias?
capacidade de armamentos?

comparativo ao Gripen NG?

Leonardo
Visitante
Leonardo

Problema do Brasil não pegar os Su foi que os russos não vão transferir a tecnológia para Brasil.
E também o custo hora voo do Gripen é muito mais barato.
Sds

xtreme
Visitante
xtreme

Como o artigo deixou bem claro, ambos são ótimos equipamentos, vence quem tiver mais “suporte” … no caso informação em tempo real do que esta acontecendo… lembrando que os russos foram acusados pelo Pentágono de lançar um satélite militar com características especificas(muda de orbita) para destruir outros satélites…

Sérias duvidas sobre o F-35 que sonha em vencer todos os embates usando “fire and forget” …

Diz o ditado… “onde águia pousa , galinha não cisca” … o problema é a galinha acreditar que é uma águia…rs

sub-urbano
Visitante
sub-urbano

O Flanker é a obra prima do desenho soviético. É o legado do império vermelho aos fãs da aviação.

Rafael
Visitante
Rafael

Sério se for o tranche 1 acho q se igualam mas se for o tranche 3 o typhoon patê esse su-30 fácil, su-35 que é comparável ao typhoon tranche 3, mas ainda acho o typhoon ligeiramente melhor por ter uma suíte wso para ataque ar-solo, menor rcs, ECM a base de litio, e iscas como despistadores de mísseis

Teobaldo
Visitante
Teobaldo

Interessante. Parece-me que, durante a guerra fria, e mesmo na segunda guerra mundial, aeronaves eram desenvolvidas a toque de caixa. Sempre aparecendo novidades. Hoje em dia, há um marasmo. Nada de diferente. E o que surge de diferente leva dez, quinze anos para ser desenvolvido. A família flanker parece ser muito boa, só não sabemos se é tão boa quanto os principais rivais, alguns dos quais, na verdade, não são tão novos assim, como os f16, f15, f18, tornados, mirage, etc. Os flanker têm grande manobrabilidade, mas até que ponto seu tamanho atrapalharia num dogfight? Além disso, é sabido que… Read more »

Delmo Almeida
Visitante
Delmo Almeida

Rafael, Não entendo a origem a da sua opinião de que o Su-30 MKI só seria comparável ao Eurofighter Typhoon do tranche 1. O MKI é o resultado de um excelente projeto aeronáutico melhorado com um recheio eletrônico de origem ocidental (França e Israel). Se isso não for a receita para uma excelente aeronave, eu não sei o que é. Lembrando que eu não digo que é a melhor do mundo, mas que é letal. O Eurofighter é um outro excelente projeto, mas o tranche 1 é, na minha humilde opinião, um “protótipo operacional” (o termo é péssimo, mas eu… Read more »

Rafael
Visitante
Rafael

Tranche 1 não é só um protótipo limitado é uma versão do typhoon sem ataque ao solo,aesa,suíte wso e contra medidas com iscas. O tranche 1 tem um radar de varredura mecânica com alcançar similar ao do su-30mki, além da sua suíte eletrônica ser similar tbm. O tranche 3 tem um aesa com alcance similar ao do su-35 e com suíte eletrônica similar tbm, daí a origem da minha opinião !

Iväny Junior
Visitante
Member

Boa noite a todos.

Só de boas esperando alguém vazar informações desse treinamento.

Cesar
Visitante
Cesar

Negrão, Você perguntou porque não os Sukhoi. Seguem minhas opiniões negativas. O avião não é ruim, (o que eventualmente parecerá diante dos aspectos negativos) estou apenas respondendo às suas perguntas. 1 – Problemas de suprimentos, velhos conhecidos dos operadores de Migs e Sukhois. 2 – O Sukhoi é uma aeronave grande, o que sugere um RCS consideravelmente maior que os dos outros caças. 3 – Problemas de adaptação na padronização de pesos e medidas. 4 – Custo da hora de voo. Reitero que não é um avião ruim, mas estas são basicamente as principais desvantagens. Existem algumas outras que são… Read more »

Rafa_positron
Visitante
Rafa_positron

Ué…. Mas o Vader não disse que o Flanker só serve pra acrobacias?

FAIL !!

Mario Augusto
Visitante
Mario Augusto

Flanker, Typhoon, F35…

Esses brinquedos são tão caros, que ninguém se arriscaria a uma aventura séria.

Pensem bem, em um eventual embate entre forças Russa / Chinesas x OTAN, em uma semana de combate quantos bilhões de dólares em aeronaves teriam sido perdidos?

Esses brinquedos não podem ser repostos rapidamente. O custo de uma aventura militar entre potências equivalentes arruinaria as economias envolvias.

Vejo os Russos colocando as garras de fora as vezes, mas nem eles, nem os ocidentais têm culhões para bancar uma guerra.

São aeronaves incríveis, mas só as veremos em combate contra países mais fracos, nunca contra oponentes de poder similar.

Paulo Maffi
Visitante
Paulo Maffi

Sei que o combate aéreo aproximado não é a característica dessas aeronaves russas, mas se levarmos em conta que o SU-34 utiliza a mesma ‘plataforma’ que os Flankers e que o MiG – 31 é um verdadeiro foguete com asas, capaz de levar mísseis do tamanho de pequenos aviões e com alcances simplesmente ignorantes (como o R-37 e derivados), acho que caso um hipotético confronto nesse simplório T.O. faria com que o número de 6 Typhoons fosse perigosamente insuficiente! Só lembrando, não estou levando em conta outras variáveis cruciais dos confrontos modernos, apenas a capacidade de sobrevivência dessas aeronaves numa… Read more »

Paulo Maffi
Visitante
Paulo Maffi

Putz… fiz o comentário no post errado! Mas fica aí a provocação! RsrS.. Era sobre a interceptação no mar do norte…

Delmo Almeida
Visitante
Delmo Almeida

Rafael, O Typhoon não possui AESA até hoje. O único caça europeu com AESA operacional é o Rafale. Não sei detalhes sobre o radar atual do Typhoon e muito menos do T1, mas também não sei sobre o radar do SU-30 MKI. Mas simplesmente não creio em um desnível tão grande assim. Lembrando que o exercício é de Dogfight, então um radar com grande alcance pode não ser o mais importante e (dependendo de como o exercício ocorreu) a manobrabilidade do Su-30 com o empuxo vetorado (considerando que os indianos tenham aprendido a usar os mesmos) poderia ter pesado no… Read more »

Oganza
Visitante
Oganza

EDITORES:

http://www.ndtv.com/india-news/indian-air-forces-top-guns-score-wins-in-the-uk-1204336

– Indian Air Force Sukhois Dominate UK Fighter Jets in Combat Exercises.

A matéria sobre os resultados e as atividades realizadas no Exercício está bem, interessante… Acho que da Post. Não?

Ps.: a fonte é Indiana.

Grande Abraço.

Iväny Junior
Visitante
Member

Oganza

Tem outra fonte: http://www.independent.co.uk/news/uk/home-news/indian-air-force-beats-raf-120-in-training-exercise–using-russiandesigned-jets-10444466.html

12×0 pro flanker!

A RAF tem que treinar na Luftwaffe. Só os alemães conseguem extrair o supra-sumo do Typhoon.

Saudações a todos.

SERGIO H
Visitante
SERGIO H