segunda-feira, maio 23, 2022

Gripen para o Brasil

Novo A350 XWB começa a turnê de demonstração das Américas em São Paulo

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

airbus-a350-xwb-msn2-test-takeoff-3

A aeronave mais nova, moderna e eficiente do mundo, o A350 XWB, chegou ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, dando início oficialmente a Turnê de Demonstração (Demo Tour) da aeronave nas Américas. O Demo Tour levará a aeronave de testes de voo MSN 2 para outros principais aeroportos na América Latina, passando por Campinas, no Brasil, e Bogotá, na Colômbia, antes de seguir para os Estados Unidos.

Executivos da TAM, cliente que lançará o A350 XWB nas Américas, bem como equipes de outras companhias aéreas da América Latina, representantes do governo e membros da imprensa embarcaram no MSN 2 para uma apresentação estática e um voo de demonstração sobre São Paulo. O Grupo LATAM Airlines, formado pela LAN Airlines, do Chile, e pela TAM Linhas Aéreas, do Brasil, encomendou 27 A350-900. A Synergy Aerospace, acionista majoritário da Avianca, encomendou 10 A350 XWB.

airbus-a350-xwb-business-extra-wide-cabin
Airbus 350 business class

 

O A350-900 exibido em São Paulo é uma aeronave de testes da Airbus equipada com uma cabine de duas classes, com 42 assentos totalmente reclináveis na classe executiva, dispostos em fileiras de quatro assentos, e 210 assentos na classe econômica, dispostos em fileiras de nove assentos. A aeronave também é equipada com um equipamento especial de testes de voo a bordo.

O A350 XWB é o mais recente membro da linha de produtos wideboby líder de mercado da Airbus. A aeronave, que acomoda até 369 passageiros em uma configuração de duas classes, pode operar rotas de até 8.000 milhas náuticas. A aeronave possui design aerodinâmico de ponta, fuselagem e asas em fibra de carbono, além dos novos motores econômicos Trent XWB da Rolls-Royce. Juntas, essas tecnologias de última geração proporcionam níveis incomparáveis de eficiência operacional, com uma redução de 25 por cento no consumo de combustível e nas emissões, e custos de manutenção significativamente mais baixos.

a350_xwb_economy_class
Airbus 350 economy class

 

Para os passageiros, o A350 XWB traz novos níveis de conforto durante o voo, com mais espaço individual em todas as classes. Na cabine Premium, as companhias aéreas podem instalar assentos totalmente reclináveis mais luxuosos, ao mesmo tempo em que a fuselagem extralarga permite confortáveis configurações para um serviço completo ou para um layout eficiente na classe econômica. A aeronave também possui janelas panorâmicas mais largas, compartimentos de bagagem maiores e um novo sistema de ar condicionado sem correntes de ar, bem como sistemas de entretenimento e conectividade de bordo de última geração. No final de junho de 2015, o A350 XWB havia recebido 781 pedidos firmes de 40 clientes.

Com mais de 950 aeronaves vendidas e um backlog de aproximadamente 500, 27 clientes operam quase 600 aeronaves Airbus em toda região da América Latina e Caribe. Em maio, a Airbus comemorou a entrega de sua 500ª aeronave na América Latina.

DIVULGAÇÃO: Airbus

- Advertisement -

6 Comments

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rinaldo Nery

Esqueceram que a Azul encomendou 5 aeronaves, que chegarao em 2017.

rommelqe

Prezado Nery: já sei, tá na fila pra ser o primeiro, fala a verdade!

Rinaldo Nery

Nao vai chegar em mim. Vou voar o A320Neo.

Clésio Luiz

Nery, você tem preferência pelos manches tradicionais ou se dá bem com esses laterais que tem aparecido nos Airbus e alguns modelos da Embraer?

Poderia elaborar as vantagens e desvantagens dos dois modelos, do seu ponto de vista?

Rinaldo Nery

Clesio, nunca voei joystick. Acredito que a vantagem seja o apoio para o braco. Mas sou destro, levaria um tempo pra acostumar. Ha tambem que se levar em consideracao a eficiencia do “artificial feeling”, a fim de simular as cargas aerodinamicas.
Vendo no Youtube uma reproducao do acidente do AF447, parece que o sentimento dessas cargas fez falta pros pilotos franceses. Eles moveram o joystick em todas as direcoes ate o impacto.

Marcos

Nery, bom dia! Em relação ao AF447, é uma opinião minha, me parece que eles nunca se deram conta de que encontravam em um stol por falta do indicador velocidade. É instintivo você olhar para o painel e procurar saber qual a sua velocidade. Sabiam que estavam despencando, por isso puxavam o sidestick e aceleravam. Uma indicação real da velocidade indicaria que eles não tinham velocidade e instintivamente teriam empurrado o sidesck para frente afim de ganhar velocidade e então se recuperar. Como eu disse, é só uma opinião minha. Não gosto muito de especulações, sobre o que deveriam ou… Read more »

Últimas Notícias

Novas fotos do caça furtivo chinês J-35

Foram divulgadas novas fotos do caça furtivo J-35 de 5ª geração baseado em porta-aviões em desenvolvimento pela China. Baseado no...
- Advertisement -
- Advertisement -