Home Nota Oficial FAB diz que militares acusados de receber propina não são oficiais

FAB diz que militares acusados de receber propina não são oficiais

383
18

Empresa americana diz que pagou suborno à FAB e ao governo de Roraima. Força Aérea afirmou que atua ‘firmemente’ para coibir desvios de conduta

ClippingNEWS-PAA Força Aérea Brasileira (FAB) informou nesta sexta-feira (12), por meio de nota oficial, que os dois militares acusados de receber propina de uma empresa norte-americana de manutenção de motores de aeronaves não têm patente de oficial. Segundo a FAB, um dos suspeitos é um suboficial, e o outro, um sargento. Os nomes dos militares não foram divulgados pela Força Aérea.

Segundo o Departamento de Justiça dos Estados Unidos, a Dallas Airmotive detalhou que, entre 2008 e 2012, subornou funcionários da FAB e do gabinete do governo de Roraima, que, na época das irregularidades, era administrado por José de Anchieta Júnior (PSDB). Veja aqui a íntegra do documento, em inglês.

No comunicado divulgado nesta sexta, a Força Aérea afirmou que já apura os fatos a fim de identificar os responsáveis e os detalhes da denúncia. Caso o pagamento de suborno seja confirmado, a FAB diz que “todos os procedimentos para punição, previstos em lei, serão adotados”.

“Cabe ressaltar que a Força Aérea repudia atitudes desta natureza e atua firmemente para coibir desvios de conduta de seus militares”, diz a nota.

Entre os mecanismos usados pela empresa para o pagamento da propina estavam acordos com empresas de fachada, pagamentos a terceiros e oferecimento de presentes aos funcionários, como pagamento de viagens de férias, diz o comunicado, que não cita os nomes dos envolvidos .

detalhe documento apresentado a Corte Federal do Texas sobre propina - reproducao via G1Um comunicado do Departamento de Justiça dos EUA publicado nesta quarta-feira (10) informa que a Dallas pagará US$ 14 milhões de sanção penal por descumprir a lei que pune empresas do país que praticam corrupção no exterior.

O processo apresenta também trocas de e-mails que teriam indícios de pagamento de propinas. Em um deles, um dos militares escreve a um agente de vendas da empresa americana. “Envio as informações da companhia, não se preocupe. A companhia aqui no Rio mostra o meu nome como sócio e por isso eu não poderia fazer negócios com você, o TCU [Tribunal de Contas da União] não permite (risos)”, diz a mensagem eletrônica.

O ex-governador de Roraima José de Anchieta Júnior declarou nesta sexta, por meio de sua assessoria, que ‘repudia’ quaisquer ilegalidades em contratos com a Dallas Airmotive.

“O ex-governador vem a público afirmar que repudia qualquer postura dessa natureza e que vai apurar todos os fatos. Faz questão de reiterar que está à disposição de todos os órgãos envolvidos para qualquer tipo de esclarecimento”, informou a assessoria de Anchieta Júnior.

FONTE / REPRODUÇÃO DE DOCUMENTO: G1

COLABOROU: Luiz Monteiro

NOTA DO EDITOR: abaixo, nota oficial divulgada no site da FAB no final da tarde desta sexta-feira.

Esclarecimentos sobre os contratos com a Dallas Airmotive – FAB suspende execução dos serviços

Publicado: 12/12/2014 18:51h

Força Aérea Brasileira (FAB) suspendeu imediatamente a execução dos contratos que mantinha com a empresa Dallas Airmotive até o total esclarecimento das denúncias do Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

Se as acusações forem comprovadas, a FAB vai rescindir os contratos, com base no artigo 79, inciso XII da Lei 8666/93, buscando inclusive o ressarcimento cabível.

A FAB também instaurou um Inquérito Policial Militar para apurar o envolvimento dos acusados, ainda não identificados.

Ressaltamos que a FAB repudia atitudes desta natureza e atua firmemente para coibir desvios de conduta de seu efetivo.

Brasília, 12 de dezembro de 2014

Centro de Comunicação Social da Aeronáutica

18
Deixe um comentário

avatar
17 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
12 Comment authors
HamadjrFranco FerreirajuarezmartinezAldo Ghisolfibmbahia Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Marcos
Visitante
Member
Marcos

Não são oficiais, mas são militares.

Vader
Visitante
Member

Ora, resta à FAB apurar e punir os praças, se o caso. Nada mais há a fazer.

eparro
Visitante
eparro

Meus, parece uma metástase esses corruptos! Uma coisa como nunca antes vista na história deste país!

É um “poço de lama” que não sei se terá fim.

joseboscojr
Visitante
Member
joseboscojr

Essa declaração da FAB, ao meu ver, é meio que desrespeitosa com os praças.

Luiz Monteiro
Visitante
Luiz Monteiro

Ao que parece, trata-se de um suboficial e um sargento.

Caso esta informação proceda, a “propina” deve ter sido paga por alguma informação privilegiada, ou por algum documento, pois ambos não possuem poder para tomadas de decisões, como por exemplo, decidir uma licitação.

Como disse o Vader, certamente a FAB irá apurar.

Reinaldo Deprera
Visitante
Reinaldo Deprera

“Marcos 12 de dezembro de 2014 at 21:11 #

Não são oficiais, mas são militares.”

“joseboscojr 12 de dezembro de 2014 at 21:39 #

Essa declaração da FAB, ao meu ver, é meio que desrespeitosa com os praças.”

Eu, civil, nunca tive a sensação de que os praças das nossas F.A. fossem menos incorruptíveis.

Save Ferris!

Reinaldo Deprera
Visitante
Reinaldo Deprera

Só para deixar claro. Também achei muito infeliz essa declaração da FAB. Sem populismo, foi infeliz.

Save Ferris!

Marcos
Visitante
Member
Marcos

Senhores:
O problema da corrupção não é questão de ser milico, civil, político, empresário, assalariado ou qualquer outra coisa. É questão, primeiro, de berço e, segundo, de oportunidade. E pelo visto as oportunidades não faltam.

bmbahia
Visitante
bmbahia

Eu acredito ser ingenuidade achar que dois praças possam ser capazes de influenciar uma decisão desta magnitude.
Na minha opinião, estão caindo e não entregarão os peixes grandes.

juarezmartinez
Visitante
juarezmartinez

Olha pessoal isto ai existe, virou rotina e enquanto nao acontecer punicao exemplar, ou seja, baixa com desonra e cadeia, eles vao continuar fazendo falcatruas.

Grande abraco

Aldo Ghisolfi
Visitante
Member
Aldo Ghisolfi

A graduação dos envolvidos, segundo a FAB, não tem cacife para uma podridão desta magnitude.

Existe militar muito graduado, sim… blindado, mas presente na fraude! E é legítima a desconfiança de todos nós.

MAS enquanto não caçarem os chefões, que penso que todos * sabem quem sejam, nada vai acontecer. Roubar no país tupiniquim é bom e compensa. A norma é a impunidade.

O Al Capone, O AL CAPONE!, foi apanhado pelo Imposto de Renda, porque que aqui será diferente?!, se as informações cruzadas apanham recibinhos frios e miseráveis de qualquer prestador de serviços da livre iniciativa?

* TCU, CGU, MPF, PF, OPOSIÇÃO

Franco Ferreira
Visitante
Franco Ferreira

1- Nenhum Praça assina nenhum negócio nas FF AA. Sempre oficiais. Os Praças só fiscalizam a realização dos contratos junto aos fornecedores. 2- Reacendimento de assunto: “Compra bilionária de caças suecos ingressa no céu da suspeita e pode colocar Dilma em situação difícil Estranho demais –Muitos fatos estranhos ocorridos durante a corrida presidencial continuam sem explicação, mas pelo menos um chama a atenção daqueles que conhecem os bastidores da administração pública federal. Em 24 de outubro passado, dois dias antes da realização do segundo turno da eleição presidencial, o governo brasileiro assinou um contrato bilionário com a empresa sueca Saab,… Read more »

juarezmartinez
Visitante
juarezmartinez

Jesuixxxxx avisou que o troco tinha desandado para a bagaceirada, uma pena, um projeto que la na Genesis era puro e nao era ruim.
Agora, bom agora aguentem o tranco.
O pessoal da Copac e que vai se fod…sem ter culpa no cartorio.
Os Brigadeiros Crepaldi, Batista Jr e Noro vao ter que provar por a mais b que focinho de porco nao e tomada.
Fiquem tranquilos pois o leite das criancas do FX e uma batida de carteira depois que abrirem o Prosub.

Grande abraco

PS Queriam tanto compras com TOT que ganharam um stotz….

Franco Ferreira
Visitante
Franco Ferreira

Ainda está faltando uma “conexão” no assunto deste post: A Airmotive do Brasil com o departamento aeroviário do Estado de Roraima e com a FAB. De venturas, Aventuras e Desventuras, extrai: “É nesta fase da adaptação ao oficialato que ocorreram dois episódios marcantes: o primeiro, em determinado momento, tive a honra – única em toda minha vida militar – de atuar como porta-bandeira ao Pavilhão Nacional. Se não foi o momento de que mais me ufanei na vida, foi um destes. A faixa e o copo estavam rotos e puíram-me a túnica ao lado do bolso inferior direito. A Sandra… Read more »

Franco Ferreira
Visitante
Franco Ferreira

Os parágrafos 15,48 e 51 do documento original do departamento de justiça do USG (http://www.justice.gov/sites/default/files/opa/press-releases/attachments/2014/12/10/information_dallas_airmotive_inc.pdf) referem-se ao comandante do avião do governador de Roraima, em 2009. É a pessoa identificada acima.

Hamadjr
Visitante
Hamadjr

Aldo penso que a norma impunidade não eh uma pratica recente, ela vem com a formação historica do Brasil, fazer o certo mesmo quando ninguem esta vendo ainda eh um valor que permeia o conjunto da sociedade porem nem sempre estabeliecido como senso comum em hieraquias civil ou militar, e eh improvavel e impossivel que no alto escalão não tenha sido contaminado com essa ….Parece que vamos mas frente passar para uma operação mãos limpas como foi na Italia aqui resta ace

Hamadjr
Visitante
Hamadjr

ops, resta acretidar que vai ser preciso ter algo parecido de maior proporção.