Home Noticiário Internacional Aviação jordaniana destruiu blindados que tentavam entrar no país a partir da...

Aviação jordaniana destruiu blindados que tentavam entrar no país a partir da Síria

357
9

jaf-feb-07

ClippingNEWS-PAAviões militares jordanianos destruíram nesta quarta-feira vários blindados que tentavam entrar no país a partir da Síria, anunciou o exército em um comunicado. “Aviões de combate das forças armadas reais destruíram hoje vários veículos blindados que tentavam entrar na Jordânia a partir da Síria”, afirma a nota.

Pouco depois, as autoridades sírias negaram a informação, declarando que os veículos militares bombardeados não são do exército sírio. “Nenhum veículo militar, nem blindado do exército árabe sírio fez movimentos em direção à fronteira jordaniana”, afirmou uma fonte militar citada pela televisão oficial. Os blindados destruídos pela aviação jordaniana “não pertencem ao exército sírio”, acrescentou.

Nas últimas semanas foram registrados confrontos entre guardas de fronteira e homens armados que tentavam entrar na Jordânia e que terminaram sendo detidos. O governo sírio acusou em várias ocasiões as autoridades jordanianas de apoiar os rebeldes que lutam contra o regime do presidente Bashar al-Assad, mas Amã nega e diz ter reforçado o controle na fronteira. Por outro lado, o reino afirma ter detido dezenas de pessoas que tentavam se unir aos rebeldes na Síria.

Um tribunal jordaniano condenou na terça-feira a cinco anos de prisão três sírios acusados de tentar levar à Síria 36 detonadores teleguiados que eram destinados aos rebeldes, informou uma fonte judicial. A guerra na Síria deixou mais de 150.000 mortos e obrigou milhares de pessoas a fugir. A Jordânia acolhe em seu território mais de 500.000 sírios. Em meados de março, o Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR) afirmou que 600 sírios cruzam todos os dias a fronteira jordaniana.

FONTE: Agência de Notícias AFP

Subscribe
Notify of
guest
9 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Jackal975
Jackal975
6 anos atrás

Taí um conflito (Síria) que sumiu dos noticiários. O que significa que a “situação” está vencendo.

Guilherme Poggio
Reply to  Jackal975
6 anos atrás

Jackal975 escreveu:

Taí um conflito (Síria) que sumiu dos noticiários. O que significa que a “situação” está vencendo.

Bingo! As notícias mais recentes dão conta de que a iniciativa está com o Assad. A situação lá está tão tranquila que até eleição vai ter. Um doce para quem adivinhar o vencedor do pleito.

Parte do Ocidente não está totalmente desapontada porque existem facções rebeldes que são apoiadas pela Alqaeda.

Soldat
Soldat
6 anos atrás

acredito nisso não??

Soldat
Soldat
6 anos atrás

Ops desculpe estava me referindo a noticia dos Jordanianos duvido que seja brindados da SAA.

Mas que o Bashar al-Assad ta gando ta com certeza.

Soldat
Soldat
6 anos atrás

quis dizer Blindados.

Jackal975
Jackal975
6 anos atrás

Sim, entendi seu comentário.
Acho também que é mais fácil os jordanianos terem atacado blindados dos rebeldes do que blindados do exército sírio.
A impressão que passa é que o ocidente estava apoiando os rebeldes, assim como fez na Líbia, até se dar conta de que eles, uma vez no poder, fundariam uma república islâmica…aí o apoio sumiu e a rebelião está indo lenta e gradualmente para o brejo.

joseboscojr
joseboscojr
6 anos atrás

“36 detonadores teleguiados” deve ser: 36 detonadores radiocontrolados.

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
6 anos atrás

Os rebeldes fizeram alianças com: Alqaeda, Hezbollah, Irã e outros “parceiros” do mesmo naipe. A chance deles fundarem uma teocracia lá é alta. Vi pessoas que tavam aqui no Brasil como imigrante libanês que foram recrutadas pelo Hezbollah para ir à Síria. E não foi pouca gente não. De comerciante da 25 a conhecidos de longa data. Antes que me perguntem, eles não fazem questão de esconder isso não. Tão lá por causa do Hassan e ponto. Triste, mas é a realidade. O que ouço falar desse pessoal no que diz respeito aos motivos de apoiarem os rebeldes, são muito… Read more »

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
6 anos atrás

Só uma correção fundamental: O irã e o hezbollah apoiam o Assad. Acabei juntando com a al qaeda no parágrafo errado.

Mas enfim, quem apoiar? al qaeda ou Irã + hezbollah?