sábado, maio 15, 2021

Gripen para o Brasil

Oficiais da USAF suspensos por copiarem em exame

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

USAF officers

ClippingNEWS-PAA Força Aérea dos EUA suspendeu 34 oficiais encarregados de lançar mísseis nucleares intercontinentais (ICBM), em caso de guerra, por terem copiado num exame de rotina, anunciou hoje fonte daquele ramo das Forças Armadas.

Os 34 militares, destacados na base de mísseis de Malmstrom, no Estado do Montana, EUA, foram acusados de trocarem respostas num exame mensal.
O seu número corresponde a 20% dos oficiais encarregados de gerir e potencialmente disparar os 150 mísseis nucleares que têm a cargo, afirmou a secretária para a Força Aérea, Deborah Lee James, durante uma conferência de imprensa.

ICBM Launch

FONTE: www.dn.pt

- Advertisement -

5 Comments

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fighting Falcon

Se no exame de rotina estão assim, imagine um mais complexo…

Clésio Luiz

Esse é mais um caso envolvendo o pessoal dos ICBMs. Acho que foi ano passado que pegaram um dormindo no serviço ou algo parecido.

Realmente é um grupo de militares que precisa ser acompanhado de perto, não só nos EUA como em qualquer outro país com armas nucleares. O peso depositado nos seus ombros é grande.

glaison

Aí ó, a turma do “Quem não cola, não sai da escola” rs…

E eu até entendo o cara dormir na operação dos mísseis nucleares, afinal, é um trabalho que eles não tem nada para fazer, e nunca terão.

Um operador de radar é que não pode nem piscar, mas esses aí…

Carlos Alberto Soares

Concordo. Dormir pode, afinal o aviso de alerta é sonoro e visual.

Colar pega mal, suspensão ? Tá bom né, mas sem mexer no soldo !

Rinaldo Nery

Só uma curiosidade inútil: o pessoal do Comando Espacial (ao qual são subordinados) não usava macacão de vôo. A USAF decidiu que esses militares usariam o macacão para que se sentissem ¨mais operacionais¨, mais próximos ao ¨time que voa¨.

Reportagens especiais

O AT-26 Xavante, conforme visto (e voado) por Franco Ferreira

  O texto abaixo é de autoria do nosso amigo Gustavo Adolfo Franco Ferreira, tenente-coronel aviador reformado da FAB, especialista em Segurança...
- Advertisement -
- Advertisement -