Home Asas Rotativas Quatro pessoas morrem em acidente com helicóptero Super Puma na Escócia

Quatro pessoas morrem em acidente com helicóptero Super Puma na Escócia

334
22

heli620_1793416a

vinheta-clipping-aereoQuatro pessoas morreram quando um helicóptero que transportava trabalhadores da indústria de petróleo caiu no mar da Escócia, perto das ilhas Shetland, no quarto incidente na área envolvendo diferentes modelos de aeronaves amplamente utilizados em pouco mais de quatro anos.

O Super Puma L2, fabricado pela unidade da EADS Eurocopter, levava 16 passageiros e dois tripulantes, e era operado pela CHC Helicopter para a empresa francesa Total, informou a CHC.

O helicóptero perdeu contato com o controle de tráfego aéreo e caiu no mar quando se aproximava do aeroporto Sumburgh, no litoral de Shetland, um conjunto de ilhas a mais de 160 km da ponta nordeste da Escócia continental, na sexta-feira.

A polícia escocesa disse que três corpos foram encontrados e estavam trabalhando para encontrar o quarto corpo. A Sky News disse que o quarto corpo estava em meio aos destroços. Todos os mortos – três homens e uma mulher – eram passageiros.

Todos os quatro eram terceirizados e apenas um empregado da Total estava a bordo, disse uma porta-voz da Total. Os outros eram de 12 empresas contratadas em separado, disse.

Em abril de 2009, todos os 14 passageiros e dois tripulantes morreram quando um Super Puma caiu próximo de Peterhead, na costa leste da Escócia, em seu caminho de volta da plataforma de petróleo Millier da BP.

No ano passado, a tripulação de um Super Puma abandonou a aeronave no Mar do Norte, após uma falha de caixa de motor e, também no ano passado, todas as 19 pessoas em outro Super Puma foram resgatadas depois que abandonaram um voo de Aberdeen para o oeste de Shetland.

A CHC disse que não iria especular a causa do acidente e que vai realizar uma investigação com a Air Accident Investigation Branch (AAIB) da Grã-Bretanha. A empresa suspendeu temporariamente seus voos com o Super Puma L2 em todo o mundo e todos os voos em Aberdeen.

Um porta-voz da Eurocopter disse que a empresa estava apoiando a CHC e as autoridades com suas investigações. (Reportagem de Brenda Goh e Andrew Heavens)

FONTE: Terra/Reuters

NOTA DO PODER AÉREO: Para ver outros acidentes com Super Puma/Cougar, clique aqui.

Subscribe
Notify of
guest
22 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos
Marcos
6 anos atrás

Cadê os defensores da Super Kombi?

Pois é, né!!!???

Aqui não vão romper o contrato porque deve ter muita transferência de tecnologia da negociata.

E a pergunta que não quer calar: a luzinha âmbar funcionou?

Deve ter funcionado, como deve ter funcionado o alarme e aviso sonoro.

– tsc, tsc, tsc… (luzinha âmbar piscando no painel)

– pi, pi, pi… (alarme tocando na cabine)

– f… f… f… (aviso sonoro)

Marcos
Marcos
6 anos atrás

Serão mais seis meses de aeronaves groundeadas na Europa.

Max
Max
6 anos atrás

Na entrevista à BBC o piloto afirmou que o Helicóptero perdeu potencia de repente sem dar tempo algum para qualquer medida de emergência.
Fiz uma procura rápida no site mas não achei a reportagem exata que li ontem .
Foram muitos resultados de acidentes semelhantes com o Super Puma, vários em outros meses e anos anteriores.
http://www.bbc.co.uk/search/news/?q=super%20puma

juarezmartinez
juarezmartinez
6 anos atrás

Como disse um renomado piloto naval de asas rotativas:

“Só tem duas coisas que causam um acidente com estas características:

Tentativa de suicídio do piloto(já descartada) e quebra da transmissão”

Grande abraço

Em breve a mesma cena poderá se repetir na Brasilis…..

Nick
Nick
6 anos atrás

A Airbus Helicopters deveria comunicar o groudeamento de todos os helis que usam essa MGB até que se efetue a troca gratuita das mesmas.

E mais, essa nova MGB deve passar por um verdadeiro teste de stress para ser certificado. Caso contrário, mais vidas se perderão.

[]’s

Augusto
Augusto
6 anos atrás

Com a palavra, o comando da Força Aérea Brasileira…

Marcos
Marcos
6 anos atrás

A caixa de transmissão que continuará sendo usada é exatamente essa, porque uma nova caixa, para atender a potência e peso da aeronave, terá outras dimensões. Não cabe naquele espaço.

Baschera
Baschera
6 anos atrás

Pessoal,

Este foi um acidente com um SP AS-332 L2…. e não tem a “luzinha âmbar” e nem o “apito de trem” da família EC-225/725, como medidas paliativas.

Embora o eixo e a transmissão (MGB) sejam as mesmas nestes modelos da Eurocopter.

Por este motivo, no acidente anterior, também no Mar do Norte, as autoridades inglesas o mantiveram no chão do mesmo modo que os EC-225.

E esta matéria do Terra é muito incompleta e simplória … matéria muito mais completa, da FoxNews, eu mandei ontem para os editores.

Sds.

Galeão Cumbica
Galeão Cumbica
6 anos atrás

Por aqui eles tao bem la onde estao! graudeados!

E que venha meu S 92 sexta feira que chegou meu dia! yup!

sds
GC

Marcos
Marcos
6 anos atrás

Não é a mesma aeronave!
O problema, então, é com toda a família Puma.

Marcos
Marcos
6 anos atrás

Aliás, o helicóptero que foi fazer o resgate é um S-92.

Observador
Observador
6 anos atrás

Senhores,

Vamos pensar pelo lado bom.

Se este problema é possível (provável?) com a família EC-225/725, sempre podemos torcer que o acidente fatal ocorra com um helicóptero cheio de políticos, de preferência com aqueles que fizeram as nossas FAs comprarem esta bucha.

juarezmartinez
juarezmartinez
6 anos atrás

Caro Observador, eu penso que seria muito interessante um acidente com um EC 725 lotado com estas ratazanas, o que não pode, é ele estar sendo pilotado por qualquer aviador das três forças, pois a vida destes tem muito mais valor do que qualquer dos sujeitos que assinou este contrato e apoiou.

Grande abraço

thomas_dw
thomas_dw
6 anos atrás

Eu compreendo a antipatia pelo contrato de compra do Caracal, eu pessoalmente prefiro o Black Hawk, mas o nivel de besteira que esta sendo escrito sobre a familia Puma-Super Puma-Caracal é demais. Chamar o Super Puma-Caracal de Super Kombi é um elogio – é ser uma Super Kombi que todo helicoptero quer ser. O S-92 cai menos que o Super Puma por que tem menos S-92 por enquanto. O Super Puma-Caracal é o topo de linha dos helicopteros no mundo, o mais vendido no mercado SAR, a maior parte das FA escolhem o Super Puma para SAR. O Caracal foi… Read more »

GBento
GBento
6 anos atrás

thomas_dw disse:
26 de agosto de 2013 às 8:54

O Caracal foi uma resposta a Forca Aerea Francesa que queria mais potencia a capacidade para operacoes CASEVAC(…)

Thomas meu caro, queria mais potência e capacidade usando a mesma caixa de transmissão do modelo anterior pra conseguir essa maior potência e capacidade?

Me desculpe, mas me parece que besteira não é o que está sendo falado, mas o que foi feito.

thomas_dw
thomas_dw
6 anos atrás

“Thomas meu caro, queria mais potência e capacidade usando a mesma caixa de transmissão do modelo anterior pra conseguir essa maior potência e capacidade?” isto é um simplificaçao do problema – como dizer que a Sikorsky fez o mesmo com o CH-53E, pois um motor a mais que o CH-53D e mandou ver … ou que a Sikorsky é um bando de incompetentes que nao sabem integrar o ASW no S-92 Canadense …que a Kaman também nao sabe o que faz em um episodio similar com os Australianos … ou que o NH-90 é um brinquedo caro que nao é… Read more »

Guilherme Poggio
Editor
6 anos atrás

Pessoal

Vamos com calma.

Esse é o velho e bom Super Puma, que voa pelo mundo desde 1978 e tem histórico muito bom de operação.

Não confundam com a família EC725/225.

Vader
6 anos atrás

Acidentes acontecem. O SP é um heli com uma ficha corrida impressionante, e ninguém pode duvidar de suas capacidades para a missão para a qual foi projetado.

Favor não confundir com a Kombosa-Voadora, que vem a ser um recauchute mal-ajambrado desse mesmo SP.

juarezmartinez
juarezmartinez
6 anos atrás

Não tem confusão nenhuma Thomaz_dw! Este SP que caiu no mar do norte tem a mesma transmissão do EC 725, porém não tem as hélices penta pás do EC, portanto é um risco também, enquanto o problema da quebra do eixo da transmissão não for resolvido.

Grande abraço

GBento
GBento
6 anos atrás

Somente esclarecendo que não fiz nenhuma confusão, fiz referência à parte do comentário do Thomas quanto aos Caracal. E na verdade, não estou simplificando a questão também, estou é tentando entender a situação, já que na minha mentalidade de leigo no assunto, não pode dar boa coisa aumentar o peso e a potência de qualquer veículo, seja terrestre, aéreo ou naval, utilizando uma parte tão crítica quanto a caixa de transmissão, dimensionada para um veículo menor e mais leve. Mas é lógico, sou leigo no assunto, posso estar falando uma enorme besteira.

Vader
6 anos atrás

Estão falando por aí que o problema provavelmente foi a quebra da MGB que vem a ser a mesma famigerada do EC-725.

Se está quebrando com o SP que é 4 pás, imagina com as 5 da Kombi-Voadora da Lixocopter.

Depois nego me vem falar do Blackhawk…

juarezmartinez
juarezmartinez
6 anos atrás

Vader! Eles estão com o c……. a preço depois destas mortes no mar do norte, e vão procurar fio de cabelo em casca de ovo no produto concorrente para desviar foco, ação bem conhecida dos patrocinadores do fórum de SP: Negar o fato, desqualificar o adversário e repetir a mentira tantas vezes quanto necessário como verdade…..

Grande abraço