domingo, julho 3, 2022

Gripen para o Brasil

A “mãe de todos os aeroportos” virará um imenso jardim

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Uma vez descrito por Norman Foster como “a mãe de todos os aeroportos”, o terminal do aeroporto de Tempelhof foi fechado ao público em outubro de 2008. A antiga base aérea da Luftwaffe é rica em história, tendo sido construída originalmente em 1927 e usada para montar bombardeiros de mergulho Stuka e caças Focke Wulf FW 190 na Segunda Guerra Mundial. Em anos mais recentes, a instalação colossal atuou como um aeroporto comercial, mantendo o seu papel como um componente-chave do malha urbana de Berlim.

Duas empresas com sede em Edimburg já uniram forças para trazer esta obra-prima histórica de volta à vida. Gross.MAX e Sutherland Hussey foram recentemente selecionadas como vencedoras de uma competição internacional para criar um grande jardim público, com edifícios associados, e ao mesmo tempo preservar o prédio original do terminal.

Com 400 hectares o parque, quando estiver concluído, será um dos maiores jardins urbanos da Europa e está previsto para custar cerca de € 61.5m. Quando estiver pronto em 2017, o jardim ofuscará a memória de um dos ícones da história de Berlim, antes utilizado por forças da Prússia e mais tarde pelos alemães em paradas militares.

Lendas urbanas dão conta da existência de três pisos subterrâneos, que foram invadidos por um comandante russo durante uma incursão em 1945 e permanecem debaixo d’água até hoje. Ao longo dos anos este terminal com o 1,2 quilometros de comprimento sofreu várias batalhas, acolheu imenso volume de passageiro, atuou como local de paradas militares e serviu de fábrica de aeronaves militares. Agora será transformado mais uma vez. E assim a história continua…

FONTE/FOTO: Brand Avenue / Goolge Earth / USAF

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: Poder Aéreo

- Advertisement -

4 Comments

Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Roberto F Santana

Os grandes aeródromos da Luftwaffe da década de trinta e quarenta adotavam uma arquitetura de hangares construídos em forma de semi-círculo.A maior parte não tinha pista de concreto, utilizavam imensos campos gramados.Já vi uma foto de setembro de 1945, com P-47 americanos estacionados no pátio de um desses grandes campos, creio que seja em Tempelhof.

Wagner

Salvo engano foi a III Luftflotte Reich quem estava nessa base naqueles dias finais, quando o Zukov avançava, o tempo ficou ruim, os russos não conseguiram decolar pois estavam com as baes na lama, os pilotos alemães durante quase uma semana mantiveram media de 1000 decolagens ao dia, num esforço supremo e militarmente notavel de salvar Berlim.

Não foi o suficiente, mas fica aqui uma humilde lembrança a esses bravos pilotos que fizeram o canto do cisne da Luftwaffe…

Lutaram como puderam até o fim…

Observador

Creio que foi chamado de “a mãe de todos os aeroportos” por causa do “Bloqueio de Berlim” implantado pelos soviéticos, impedindo o tráfego rodoviário e ferroviário para Berlim Ocidental.

Começou em 1948 e que durou mais de um ano.

Tudo entrava e saia por via aérea. Até bombardeiros Lancaster foram usados para transporte.

Naquele período, talvez Tempelhof fosse o aeroporto mais movimentado do mundo, merecendo o apelido mencionado no título.

aericzz

É isso q São Paulo precisa fazer com o campo de marte…imagina a qualidade de vida em plena zona central da cidade iria proporcionar…mas na alemanha funciona…na terrinha super desenvolvida com o q de melhor portugal tinha pra dar, muita discurssão acalorada is dar!!!(muita gente querendo ganhar o seu !!!)vamos levantar essa bola???

Últimas Notícias

Marinha e Força Aérea dos EUA testam novo míssil de microondas de alta potência

ALBUQUERQUE, N.M. - Os laboratórios de pesquisa da Marinha e da Força Aérea dos EUA estão encerrando um esforço...
- Advertisement -
- Advertisement -