domingo, maio 16, 2021

Gripen para o Brasil

Falácias do “FX-2”

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

O ministro Nelson Jobim andou dizendo que, após a escolha do fornecedor dos caças, a negociação do contrato levará cerca de um ano. A cúpula da FAB nega e garante que as cláusulas estão prontinhas para ser cumpridas por qualquer que seja o vencedor.

FONTE: Isto É (edição 2146) CHARGE: Poder Aéreo

NOTA DO BLOG: comparar a informação da nota da Isto É com o prazo de negociação citado na matéria acima, referente à compra do F-16 pelo Chile, além do tempo em que foi negociado o contrato para a compra dos EC-725 para as nossas três forças. Será que a Isto É está certa ou a informação está tão errada quanto a grafia do F-X2 do título original?

- Advertisement -

8 Comments

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antonio M

“…Nelson Jobim andou dizendo que, após a escolha do fornecedor dos caças, a negociação do contrato levará cerca de um ano. A cúpula da FAB nega e garante que as cláusulas estão prontinhas para ser cumpridas…”

Que sintonia! Que sincronia! Que cronograma!

Ainda bem que o MD parece não se intrometer muito nas modernizações do F5, senão …….

Rodrigo

A coisa é mais complexa e envolve as 3 partes.

Se o GF mandar sair de qualquer jeito ficará a mesma caca do EC725 e nem Deus sabe quando eles terão o mínimo de operacionalidade.

Se deixar na mão da força e for a proposta que não interessa é capaz de colocarem impecilhos demais para retardar e até tentar inviabilizar.

Também tem a parte do fornecedor, que na hora do contrato vai vir com o velho “não é bem assim ”

Senão se meterem muito e deixarem a força cuidar, na minha opinião sairá entre 6-10 meses

DrCockroach

Fazem alguns meses o Grifo escreveu que a FAB estava adiantando, na medida do possivel, os contratos qualquer que fossem o vencedor (Rafale e Gripen).

Esta informacao vem ao encontro daquela informacao, mas nao existe como fazer imediatamente, mas menos de um ano eh viavel.

Grifo

[]s!

Grifo

Fazem alguns meses o Grifo escreveu que a FAB estava adiantando, na medida do possivel, os contratos qualquer que fossem o vencedor (Rafale e Gripen). A FAB procura adiantar o seu lado do contrato, mas sempre vai existir ainda o que negociar e detalhar com o fornecedor escolhido e com as empresas locais. Sem falar que o MinDef já ameaçou definir “parâmetros” para a negociação contratual, o que quer que seja isso, e não se sabe o que a nova presidente irá determinar. Ou seja, pode demorar um ano, pode demorar menos, mas não tem nada “prontinho”. Também duvido que… Read more »

DrCockroach

Serah que p MinDef (leia-se NJ) tentaria impor o KC390 como parametro? O NJ tem falado muito nisto, embora nao acredite que as artimanhas dele continuem colando… Nesta hipotese (apenas por especulacao): – O Almirante Frances, em materia aqui mesmo no Blog, disse que nao tinha como avaliar o KC390 por ainda ser um projeto. Em cima disto, nao existe qualquer aprovacao do Congresso frances p/ esta aquisicao. – Com relacao ao Gripen, novamente foi aprovado o orcamento (2010/11) com 173 votos favoraveis dando upgrade de mais 10 Gripens C/Ds p/ E/Fs, apoio ao continuo desenvolvimento do Gripen E/F (NG)… Read more »

Cesar

A Isto É é uma revistinha chapa branca, bajuladora,que não é digna de confiança quando de trata de GF. A verdade é que o arrogante NJ perdeu a mão na condução deste processo, quis se beneficiar de todas as maneiras em cima da proposta francesa, que está caindo em descrédito junto à alta cúpula do governo, bombardeada pela oposição e de difícil justificativa para os órgãos de fiscalização e para a população, caso vença. A balela da em relação à não transferência e embargos americanos pode até funcionar, mas como explicar que a proposta dos suecos é pior que a… Read more »

Luis

Mais uma vez o FX subiu no telhado…

DrCockroach

Sobre a compra dos caças, qualquer que seja a decisão tomada, o mais importante é a presidente eleita explicar por que tomou essa decisão. Até agora, todo mundo sabe que o governo brasileiro prefere a proposta francesa, mas ninguém conseguiu entender nem do ponto de vista militar (porque não era o favorito dos militares), nem do ponto de vista financeiro, porque é mais caro. Independentemente da decisão, o importante é explicar para o distinto público que vai pagar por esses aviões.
http://oglobo.globo.com/economia/miriam/posts/2010/12/28/reforma-cacas-pre-sal-os-desafios-para-proximo-governo-352785.asp

Transparencia!

[]s!

Reportagens especiais

Perfil: Mirage IIIEBR no portão do PAMA-SP, dezembro de 2017

Aproveite a tranquilidade do final do ano para visitar esse veterano - e aproveite, também, para comparar suas dimensões...
- Advertisement -
- Advertisement -