segunda-feira, maio 23, 2022

Gripen para o Brasil

Forças Aéreas de treze países participam de exercício no Chile

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Iniciou-se na segunda-feira (4/10) no Chile a Operação COOPERACIÓN I, primeiro exercício de integração entre forças aéreas americanas cujo objetivo é fortalecer a cooperação entre os países membros do Sistema de Cooperação entre as Forças Aéreas Americanas (SICOFAA).

O Brasil participa da operação com 62 militares e três aeronaves, um avião C-105 Amazonas e dois helicópteros H-60 BlackHawk. Parte desse grupo atua diretamente na estrutura de planejamento das ações, visando aprimorar os processos de planejamento, execução e controle das operações aéreas de apoio solidário a um país do continente afetado por desastres naturais.

Ao todo, 44 aeronaves de treze países e mais 35 aviões civis do país anfitrião completam o cenário do treinamento da Operação, que tem, como pano de fundo, uma suposta catástrofe ocorrida na região sul do Chile, em consequência de um abalo sísmico e de um tsunami ocorridos em 1º de outubro.

Dessa forma, as várias aeronaves de guerra envolvidas na Operaçãoo COOPERACIÓN I deverão prontamente atuar em conjunto no apoio imediato a essa calamidade, visando unicamente a salvar vidas e contribuir para a recuperação social e da infraestrutura local.

Os 13 países que participam da Operação são: Argentina, Bolívia, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Equador, Estados Unidos, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana e Uruguai.

Sob a coordenação do Brigadeiro-do-Ar Luis Antonio Pinto Machado, a Forca Aérea Brasileira (FAB) planeja voar 240 horas com as três aeronaves envolvidas na Operação, que termina no dia 15 de outubro.

O Sistema de Cooperação entre as Forças Aéreas Americanas (SICOFAA), com sede em Washington, EUA, é uma organização apolítica e de caráter voluntário que tem como meta promover e fortalecer os laços de amizade e apoio mútuo entre as forças aéreas participantes.

O Exercício COOPERACIÓN I pode ser acompanhada pela internet, no endereço eletrônico cooperacion1.fach.cl/.

FONTE: FAB – Agência Força Aérea

FOTOS via FACh (Força Aérea do Chile) e FAB 

- Advertisement -

2 Comments

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
RtadeuR

Importantíssimo esse exercício. Os problemas naturais hoje em dia estão matando muita gente, as destruições por tsunamis, terremotos, ventos envolvem prejuizos de milhões, e aí não tem fronteira pra isso.
Integração dos paises amigos é importante. Aproveitando, a trilogia poderia prestigiar os Bombeiros do Brasil, eles fazem parte da Defesa do pais, os cursos de formação e especialização em salvamento são diversos e perigosos. Quando todos fogem do local, eles vão em direção à ele.

Sopa

É minha falta de conhecimento ou esse H-60 tem a mesmo pintura dos da USAF ?

Sds

Últimas Notícias

O dramático apoio aéreo ucraniano aos combatentes em Mariupol

O comandante do Regimento Azov, Andriy Biletskyi, observou o heroísmo excepcional das tripulações dos helicópteros, que entregaram reforços, armas,...
- Advertisement -
- Advertisement -