terça-feira, novembro 30, 2021

Gripen para o Brasil

Phantom Eye é apresentado pela Boeing

Destaques

Fernando "Nunão" De Martini
Pesquisador de História da Ciência, Técnica e Tecnologia, membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Na última segunda-feira, 12 de julho, a Boeing apresentou o seu UAS (unmanned airborne system – sistema aéreo não tripulado) Phantom Eye, um demonstrador movido a hidrogênio e capaz de se manter em voo por até quatro dias a uma altitude de 65.000 pés (aproximadamente 20.000 metros).

Segundo Darryl Davis, presidente da divisão Phantom Works da Boeing, o “Phantom Eye é o primeiro de seu tipo e pode abrir um mercado totalmente novo na coleta de dados e comunicações.”

Antes do final do terceiro trimestre, o Phantom Eye deverá ser transportado para uma unidade da NASA na Base Aérea de Edwards, na Califórnia (EUA), para começar uma série de testes de solo e de táxi, em preparação para um primeiro voo no início de 2011. Espera-se que esse voo inicial dure entre quatro e oito horas.

Drew Mallow, diretor do programa Phantom Eye, complementa que  “a propulsão a hidrogênio será a chave para o sucesso da aeronave. É muito eficiente e oferece grande economia de combustível, gerando como resíduo a água, por isso mesmo é um avião ‘verde'”. O Phantom Eye é propulsado por dois motores de quatro cilindros e 2,3 litros de capacidade, produzindo 150 cavalos cada. eles deverão proporcionar à aeronave, que tem envergadura de aproximadamente 45 metros, uma velocidade de cruzeiro ao redor de 150 nós (270 km /h). A carga paga do Phanton Eye poderá chegar a aproximadamente 240 quilos.

Os principais parceiros do programa são a  Ford Motor Company (motores), a Aurora Flight Sciences (asa), a Mahle Powertrain (controle de propulsão), a Ball Aerospace (tanques de combustível), a Turbosolutions Engineering (turbocompressores), a Agência de Pesquisa de Projetos Avançados de Defesa (Defense Advanced Research Projects Agency) e a NASA.

FONTE / FOTOS: Boeing

VEJA TAMBÉM:

- Advertisement -

8 Comments

Subscribe
Notify of
guest
8 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
RenanZ

hahaha

Quem diria,
a Boeing criando aeronaves do futuro com motorização Ciclo Otto ?!?!?

Rodrigo

Sempre os “falidos e quebrados” gringos, lançando novos projetos.

lavand

Então, quando a algum tempo atrás comentei sobre a falta de visão nossa, em relação ao motoplanador ximango, ninguém comentou a respeito. Nós brasileiros temos técnicos, em explicar o motivo pelo qual as coisas não funcionam, não são adequadas, seu conceito não serve para tal objetivo etc,etc… Se usássemos o dito motoplanador como um “micro U2” um dia chegariamos a isto aí em cima, ao invés de comprarmos os ditos sistemas de voo não tripulados de outro paises. O que me assusta é o fato de que as mortes de empresas tão promissoras do passado não nos lembrar hoje o… Read more »

Deivid

Encrivel!!! a altitude que ele alcança e show de bola!! o Brasil deveria abrir mão hos HERMES 450 e dar uma “sapiada nesse projeto”.

Falcon

Sensacional!
4 dias de autonomia não é pra qualquer um não!E ainda é verde.
Fiquei boquiaberto com a Boeing….Só gostaria de saber o preço unitario dessa belezinha.

Luiz Eduardo

Caro Lavand

A policia militar do RS já utiliza os chimangos como sistema de vigilância e até perseguição policial. São considerados mais econômicos e silenciosos (furtivos) que os helicópteros.

Sds.

lavand

Então não sou completamente louco mesmo, valeu Luiz Eduardo!!!!
Imagina o quanto essas belezocas poderiam ajudar nas fronteiras Brasileiras, meu… os caras nem saberiam o que tinha acontecido quando os supertucanos mandassem brasa…
Tinha que ser uma turma corajosa êta gauchada!!!
O gavião olhava e o tucano atirava e a galinhada lá embaixo se ferrava!! rssss…
Alo! senhores editores uma materia assim valoriza a prata da casa, que tal chê?
Que tal o ximango pintado de preto e recheado de sensores meu… que massa….fotos,videos, informações e tudo mais…mais barato que comprar tudo pronto de israel!

lavand

Errata: Israel (ato falho foi mal).
Nada pessoal o produto é excelente, mas temos recursos muito limitados, agora me veio na mente, que o governo do Rio Grande do Sul poderia vender a idéia para outros estados com fronteiras problemáticas e quem sabe cada policia estadual dividir o custo das aeronaves com as forças federais ou quem sabe partilhar o vôo e cada um bancasse os sensores de seu interesse sem necessariamente compartilhar informações que fossem consideradas restritas as máquinas serviriam como satelites com asas!!!(To pirando de novo??)

Últimas Notícias

Atech levará tecnologia brasileira a eventos internacionais de Defesa e Segurança

Reconhecida como uma 'System House' brasileira, a empresa estará presente na EDEX e  ExpoDefensa 2021 A Atech, empresa do Grupo...
- Advertisement -
- Advertisement -