quarta-feira, abril 21, 2021

Gripen para o Brasil

Mais informações sobre o F-5NG do Giordani

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

O Poder Aéreo teve “acesso exclusivo” a mais algumas informações sobre o projeto secreto do F-5NG. Vejam as imagens abaixo.

NOTA DO BLOG: Agradecemos ao leitor GiordaniRS pelo envio do material.

LEIA TAMBÉM:

- Advertisement -

47 Comments

Subscribe
Notify of
guest
47 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
skywalker

Será que as derivas em ângulo não dariam ao NG mais manobrabilidade?

JUNIOR PE

Gostaria de saber porque nao somos capazes de construir um avião de combate supersonico? formamos engenheiros aeronauticos, temos institutos de pesquisa e universidades para dar surporte e industria para isso. O que nos falta afinal, me explique?

Flanker

Por quê duas derivas verticais?

Tio

Dinheiro…. vontade política…. não é tão fácil criar um avião supersonico… imagine o tamanho do investimento somados a probabilidade do projeto não ser eficiênte a ponto de competir com uma Boeing… são muitos os problemas, mas eu também acho que deveria ser investido mais nesta área, e investir também em uma empresa para construção de turbinas… para não precisarmos depender de turbinas estrangeiras.

Nick

Belo trabalho Giordani,

Mas não vejo necessidade de duas derivas verticais em um F-5NG, talvez se ficassem inclinadas para melhorar o aspecto de furtividade, mas….

[]’s

Lusitanium

Esse dois lemes deveriam ser em ângulo como o Irão fez com o seu projecto derivado do F-5…

Uma vez ouvi uma “regra” para qualquer aeronave de asa fixa.

“Se é bonito voa bem” …

HSJ

Estas duas derivas totalmente verticais são engraçadas, parecem as orelhas do Batman…
O Saeqeh também possui derivas duplas, mas em ângulo e deve ser por um bom motivo… além de ficar mais bonitinho.

Fabio Mayer

O Irã usa derivas curvas abertas em “v” no seu Saeqeh.

Jacubão

As duas derivas não ficou nada legal. Concordo com os amigos.

Bronco

Já já sai na imprensa, com comentários do ilustíssimo senhor Godoy, algo do tipo: “Exclusivo! Fotos do avião supersônico desenvolvido pela ministério da aeronáutica (sic) vazam na internet”. ou “Força aérea do Brasil (sic) desenvolve novo avião secreto” Sobre as mudanças, eu creio que o aumento de superfície alar é desejável, mas pra isso deveria haver todo um projeto de redesenho da estrutura do avião, principalmente na junção com as asas. O F-5 é conhecido por ser um avião arisco, manobrável, mas poderia ser melhor motorizado. Seria interessante que um projeto deste tipo, com essa riqueza de detalhes, também desse… Read more »

Vader

Nossa, que me desculpe o amigo Giordani, o trabalho deve ter sido enorme, mas o bicho ficou feio demais, as derivas ficaram muito próximas para serem na vertical.

Putz, sei lá, tenta pelo menos colocá-las na diagonal, hehehe…

Sds.

Bruno Fernando

Qual é a diferença dos caças F-5 com uma deriva dos modificados para duas? Particulamente acho um exagero!

Bruno Fernando

Além de ser um exagero, particulamente não vejo necessidade de duas derivas num caça F-5. Estou meio por fora mas isso é idéia de engenheiros iranianos? porque se for nada mais é do que apenas quererem aparecer, recentemente estavam estourando umas bombinhas pra mostrar força no golfo pérsico.

Ronaldo de souza gonçalves

o Brasil tem que fechar o fx depois das eleiçoes~e o mais provavel , mas deve comprar uns caça usados de oportunidade pois os rafaeles ou grispen so devem entrar daquio alguns anos e o brasil com esse numero reduzido de caças não faz frente a nenhum pais mem mesmo o chile.

tiagojl

O F-5NG já foi feito e perdeu uma concorrência pro F-16, chama-se F-20.

RenanZ

Gente…

Vamos esquecer o F-X…..

Mauricio R.

Dupla deriva e assim perto uma da outra??? Ficou estranho.
Deveria chanfrar mais as entradas de ar, bem ao estilo das do SH.
Poderia ter incorporado o “bico de pato” dos F-5 ex-suiços.

Mauricio R.

Lí hoje na Asas uma noticia que me deixou triste, a FAB estaria pretendendo reformar os F-5 ex-jordanianos na Embraer.
Até parece que essa empresa conhece tanto assim de F-5.
Faria melhor figura se levasse essa oportunidade as empresas de MRO, dêem uma procurada no flightglobal e leiam reportagem sobre esse setor, da indústria aeroespacial brasileira.

MRO = Maintenance, Repair, Overhaul

MatheusTS

deveria ser de 2 derivas com 2 motores proximos aos do Hornet ou do SH, deveria ficar um pouco mais “Tanque” (maior pra poder usar as 2 derivas as entradas de relativamente maiores e mais a frente e com uma asa um pouco maior isso o daria mais altitude velocidade maior distancia e maior capacidade para bombas e misseis. Caso o governo investise um pouco mais daria até pra faser um Super-Cruise.
Só não sei como ficaria suas manobras porque não deveria ser mais um caça leve mais talves multi missão ou não…

Leandro

Valeu pelo esforço…mas o bichinho tá feinho que por demais…rsss
Embora eu ache que F-20 ia ser mais bacana na FAB!!!!
Já pensou um F-20 com o motor do Gripen NG e os mesmos aviônicos dele!?!?!

felipealberto

o giordani rs talves tenha pensado em uma motorização melhor ( tanto que no outro desenho as entradas de ar eram maiores), talves para ser um inteceptador

para alguns que questionarão as duas derivas, um motor mais potente não tem motivo mais obvio do que fazer a aeronave voar mais rapido e mais alto necessitando de mais uma deriva para dar maior estabilidade

Alfredo.Araujo

Mauricio R. disse:

Seria melhor dar emprego e dinheiro para empresas extrangeiras ne ??
legal o pensamento…

Everton

Gente é so uma brincadeira… um conceito; n precisa criticar tanto o cara…

ANGELO NICOLACI

Podia ter sido mais bem acabada a foto, há falhas na sombra e a posição das derivas esta muito proxima, o que daria problemas na pratica, sugiro alargar a seção traseira da aeronave caso se mantenha a configuração.

ah pessoal tem novidades lá no geopolitica brasil, artigo sobre o mrca indiano, o taranis inglês e muito mais

Vader

Mauricio R. disse:
12 de julho de 2010 às 20:51

Maurício, essa notícia da reforma dos “jordanianos” é até um pouquinho velha. Já está tudo acordado: esse é o plano B da FAB para o chafúrdio que foi o FX2.

Ao que tudo indica esses F-5 irão para o Jaguar no lugar dos mofinos M-2000.

Agora, não entendi sua crítica à reforma pela Embraer.

Sds.

Caipira

Medo…muito medo….

Edu Nicácio

“Ao que tudo indica esses F-5 irão para o Jaguar no lugar dos mofinos M-2000”

Então, pelo que eu entendi, a Embraer reformará esses F-5 jordanianos no mesmo padrão da FAB caso o FX-2 não vá pra frente? É isso? E seriam 22 unidades?

Estranho… muito estranho…

kwhvelasco

reformando os F-5 da jordânia – um CxB intenso… pela merrca que foi comprar sucata e botar pra voar… dá pra esperar mais uns cinco anos… dez… quinze… Nessa ótica, o “F-5 NG” até que não é um devaneio assim tão grande… Giordani, vai sair o “Sea F-5NG”, para o nosso São Paulo? Saab que se cuide… E o Brasil já possui tecnologias para modificar aviões existentes… mas isso custa caro e nem sempre é eficaz. Se é para modernizar? melhor seria comprarmos mesmo F-16 sem modernização, comprar sucata para canibalização, dentro do FMS, e atualizar eles, já que ao… Read more »

Nick

Caro Edu Nicácio,

Caso o Rafale ou Gripen vençam, existirá um gap entre a desativação dos M-2000 e células mais degastadas do F-5M e a entrada operacional dos primeiros FX-2.

Traduzindo, um tampão para o outro tampão que está sendo desativado.

[]’s

Esdras

Tá claro que isso foi feito em computador, mas isso era para ser uma piada?

Justin Case

Nick disse: 13 de julho de 2010 às 10:29 “Caro Edu Nicácio, Caso o Rafale ou Gripen vençam, existirá um gap entre a desativação dos M-2000 e células mais degastadas do F-5M e a entrada operacional dos primeiros FX-2. Traduzindo, um tampão para o outro tampão que está sendo desativado. []‘s” Bom dia, Nick. Acho que você se enganou ao comparar os prazos de entrega do Rafale e do Gripen. O Rafale e o SH estão prontos para serem produzidos. Só o Gripen é que está na fase inicial de desenvolvimento da aeronave. TAMPAX nunca mais! Abraço, Justin “Justin Case… Read more »

grifo

Até parece que essa empresa conhece tanto assim de F-5. Faria melhor figura se levasse essa oportunidade as empresas de MRO Caro Maurício R., os F-5 serão modernizados com instalação e integração de novos sistemas. Nada a ver com MRO. Ao que tudo indica esses F-5 irão para o Jaguar no lugar dos mofinos M-2000. Caro Vader, os F-5 irão para o GDA qualquer que seja o resultado do FX-2 já que o prazo de entrega estipulado na RFP é posterior a desativação dos M-2000. O que vai variar de acordo com cada proposta é o quanto vai durar este… Read more »

Justin Case

Grifo, Tenho certeza que, tanto SH como Rafale seriam produzidos e entregues plenamente operacionais, em curto prazo, com os armamentos e sensores originais. Isso é MUITO melhor que optar por mais um tampão. A integração e qualificação dos armamentos e sensores brasileiros (e israelenses) seria feita em paralelo, para posterior implementação em retrofit (software, quase que exclusivamente). Idem para data-link e IFF nacionais (nenhum tampão os teria mesmo). Obs.: Os radares RBE2 AESA já tiveram iniciada sua produção e serão entregues com os Rafales do próximo contratado pela França (60 aeronaves). Isso a partir de 2012, muito antes das entregas… Read more »

Vader

Edu Nicácio disse: 13 de julho de 2010 às 9:09 Edu Nicácio, os F-5E jordanianos disponíveis não são 22 não. Salvo melhor juízo são 13. O resto está correto: serão modernizados para o padrão M pela Embraer e utilizados pelo GDA. ____________________ Nick disse: 13 de julho de 2010 às 10:29 Nick, a prioridade de substituição é dos M-2000, que não serão modernizados e já estão “nas últimas”. E não haverá substituição dos primeiros Mike. Após o plano B (jordanianos), a menos que a FAB ache mais F-5E para comprar, vai ter de desativar esquadrões. ____________________ grifo disse: 13 de… Read more »

grifo

Justin Case, 13 de Julho de 2010 às 10:39

O Rafale e o SH estão prontos para serem produzidos.

Justin Case, 13 de julho de 2010 às 11:14

Isso a partir de 2012.

Bem, acho que isto sela a questão. O “pronto” durou exatamente 35 minutos.

Apenas para complementar, os radares não estão sendo produzidos. O software ainda está sendo desenvolvido e somente existe uma versão de pré-produção – ou “demo”, ou “protótipo” caso você prefira.

relampago

Eu fico muito triste com alguns comentarios diminuindo nossos militares inclusive sobre nossos caças sem que saibam a situaçao real.E logico que precisamos de investimentos em pesquisas ,mas se tivesse tao ruim assim nao estariamos abrindo concorrencia com entregas previstas para
2014/2015 com transferencia de tot, e sim fazendo igual ao chaves comprando a esmos sem sair da dependencia russa no quesito manutençao e peças de reposiçao.

Rodrigo Rauta

Posso ta falando uma trememda besteira, mas ajguém ja pensou em comprarmos o projeto do F-20 , atualizarmos ele e produzi-lo??
Ele tinha um desempenho semelhante ao F-16. Claro que teriamos um trabalho danado, talvez os EUA pusessem alguns impecilhos, principalmente com relação a motorização, mas é uma ideia. Será que valeria a pena?

Abraços.

Nick

Caro Justin, Sobre o Rafale, existe essa questão de ele não ser um caça exatamente igual ao da AdlA, e quanto mais postergamos a decisão, maior o risco de atrasos na entrega. Com relação ao Gripen, 2015 seria a data mais provável de entrega, ou seja no mínimo 1 ano depois da desativação dos M2000. Vader, Também acho q a FAB já está à procura de mais células de F-5 seja para spare parts como modernização… F-5 forever!!!!!!!! Rodrigo Rauta, O F-20 teria sido uma oportunidade de ouro nos anos 80, porque não entramos? vai saber… Mas o Brasil naquela… Read more »

MatheusTS

Nick nós conseguimos produzir os MB-326 como xavantes e foram bem vendidos não se esqueça disso .Um total de 166 Foram Aeronaves construídas Pela Embraer Para a Força Aérea Brasileira, Sendo como demais exportadas Para o Togo (6 unidades) e o Paraguai (10 unidades) Se fizermos isso novamente concerteza teremos 120 caças aqui mesmo sendo menos eficiente mais nada que uma modernização de 10 anos não faça =] Concluindo venha tudo menos o SH porque ele não o caça serto para FAB mesmo que a embraer arrumace o defeito das rachaduros deixando a vida dele para 20 anos precisamos de… Read more »

Nick

Caro MAteusTS, Qualquer um dos 3 serão benéficos para nossa Indústria Aeronáutica, a proposta da Boeing é forte no aspecto comercial, a Dassault é forte em materiais e alguns sistemas e o do Gripen é forte na Engenharia. Comparei a proposta francesa com o MB326, porque se TUDO der certo, e houver mais lotes de Rafale, estaremos fabricando eles praticamente sob licença. O Gripen na minha opinião avançaria um pouco mais no design. Para mim, a questão se resume nisso: Qual das propostas daria maior capacidade de design para a Embraer desenvolver seu F-BR?? Por isso que apoio o Gripen….… Read more »

RoninSnkShit

Engraçado que na hora de criticar o trabalho dos outros, a grande maioria critica. Mas na hora de ser pró-ativo e ajudar na criação ou até mesmo criar um novo modelo, ninguém faz….

Uma pena que a crítica ao trabalho brasileiro seja sempre assim… feroz!

Leandro Requena

O trabalho foi bem feito.

Mas sinceramente… NÃO AGUENTO MAIS F5 na FAB!

Que venha o FX de uma vez por todas!!!

Omega

Desculpe-me por parecer chato, mas embase as mudanças por favor. Ao meu simples olhar foram feitas mudanças, por fazer. Pra mim não tem muita lógica.

Fernando "Nunão" De Martini

Sobre as imagens e diversos comentários a respeito. Desculpem-me também por fazer papel de chato, mas vendo vários comentários, percebo uma certa preguiça de pensar um pouco de alguns comentaristas. Posso estar errado, é claro, mas essa é a impressão que os comentários passam. Ora, o título da matéria é “Mais informações sobre o F-5NG do Giordani”. Com um mínimo de curiosidade, dá pra intuir que o assunto já foi tratado e que este é um novo post a respeito desse “F-5NG”. Afinal, para haver “mais informações”, em algum momento devem ter existido informações iniciais, certo? Então onde estariam essas… Read more »

Giordani RS

Algum filósofo grego já disse: “Da discussão nasce a luz…” Obrigado aos editores do poste ao Poggio pela oportunidade e obrigado aos demais amigos. Criticas à parte, o interessante nisso tudo é que realmente não nos valorizamos, que como brasileiros temos de ser “coitadinhos”, que desta forma, não poderemos ser responsabilizados… Nós, como nação, temos totais condições de produzirmos o que quisermos. Se quiséssemos ir a Lua, com certeza poderíamos desenvolver a tecnologia necessária. Mas nos falta vontade, tanto educacional quanto politica. Para que maior exemplo de falta de vontade do que essa palhaçada chamada de FX? O Governo quer… Read more »

MatheusTS

cinceramente o F-5 vai ficar até 2020 a 2025 não tem como ele sair vão poucos caças para tantos F-5.
o F-5 vai entrar o local dos xavantes ou de tucanos não sei exatamente oque vão faser com eles mais eles não vão sumir tão facio eles estão modernizados e muito bem naFAB….

Alan Dourado

Rapaz, como entusiasta do F-5, que ama esta aeronave, seu projeto desde sua concepção, eu parabenizo esse cabre homi por tentar fazê-lo ainda melhor…

Mas acho que não rola as derivas verticais muito próximas. Rola, se colocar na diagonal, o que também diminui a assinatura reta-radar (RCS).

No mais, eu sou totalmente a favor do F-20. Acho que um upgrade bom seria esse. Um motor maior, levando-o a Mach 2 e mais área de asa, com mais combustível e armamentos.

Reportagens especiais

AMX com mísseis antinavio Exocet AM39

No mês em que o caça-bombardeiro ítalo-brasileiro AMX faz 30 anos, é bom relembrar o potencial que o avião...
- Advertisement -
- Advertisement -