Home Noticiário Nacional Lula confirma que decisão sobre caças ficará para 2010

Lula confirma que decisão sobre caças ficará para 2010

385
5

Presidente cerimônia novos oficiais generais - foto Agência Brasil

vinheta-clippingO presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou nesta segunda-feira que o governo federal vai deixar para 2010 a decisão sobre a compra de 36 caças para a Força Aérea Brasileira. Ao discursar a oficiais-generais da Marinha, Exército e Aeronáutica, Lula disse que o governo tem entre suas prioridades equipar as Forças Armadas –o que inclui a compra das aeronaves.

“No início de 2010, deveremos tomar a decisão sobre a compra dos aviões-caças da FAB”, afirmou. Lula disse que também está prevista a compra de submarinos para a Marinha, assim como cerca de 3.000 carros blindados para o Exército.

Em um discurso repleto de elogios aos militares durante confraternização de final de ano, Lula disse que as Forças Armadas vêm desempenhando um “papel fundamental nas transformações em curso no país”, incluindo a sua participação em trabalhos de combate a enchentes e seca.

O ministro Nelson Jobim (Defesa) já havia reconhecido que não haverá tempo hábil para a análise das propostas da França, Suécia e Estados Unidos até o final de 2009, uma vez que a Força Aérea ainda não concluiu os estudos técnicos sobre a oferta dos três países que disputam a venda ao Brasil.

O presidente é quem vai dar a palavra final sobre a escolha dos aviões, mas prometeu reunir o Conselho de Defesa Nacional para decidir, conjuntamente, se o Brasil vai comprar as aeronaves da França, Estados Unidos ou Suécia. Lula já admitiu ter preferência pelos aviões franceses.

O caça Rafale, da francesa Dassault, é o preferido da área política, enquanto o Gripen NG, da empresa sueca Saab, continua no páreo por ser um dos mais baratos e oferecer maior transferência de tecnologia. O terceiro concorrente é o F-18 Super Hornet, da norte-americana Boeing.

Projeto

Lula disse que espera a aprovação do projeto que fortalece as Forças Armadas, encaminhada ao Congresso Nacional na semana passada. O texto reformula a Defesa e as Forças Armadas, concedendo à Marinha e à Aeronáutica o poder de polícia atribuído atualmente só ao Exército.

O comandante do Exército, general Enzo Péres, disse esperar que o projeto garanta o repasse de recursos para as Forças Armadas em 2010. “O caminho foi apontado por Vossa Excelência [Lula] ao aprovar a estratégia nacional de defesa. Confiamos que os recursos para percorrer este caminho sejam assegurados”, afirmou.

Pelo projeto, Marinha e Aeronáutica poderão revistar aviões e embarcações e eventualmente apreender suas mercadorias e dar ordem de prisão a seus ocupantes nas regiões transfronteiriças, que abrangem a faixa de 150 km até a divisa com os outros países. O projeto não propõe o uso das Forças Armadas em atividades policiais em centros urbanos.

O projeto cria o EMCFA (Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas), que será um órgão de assessoramento do Ministério da Defesa e fará a coordenação dos chefes dos Estados-Maiores das Forças. O titular do cargo poderá ser um oficial-general da ativa ou da reserva com quatro estrelas (maior patente militar). A escolha caberá ao presidente a partir de indicação do ministro da Defesa.

A nova lei é consoante com a Estratégia Nacional de Defesa, aprovada pelo Conselho de Defesa Nacional e transformada em decreto pelo presidente. A proposta precisa ser aprovada na Câmara e no Senado e ser sancionada por Lula para passar a valer.

FONTE: Folha Online (negritos do Blog)      FOTO: Agência Brasil

NOTA DO BLOG: apesar do adiamento já informado pelo Ministro da Defesa ter sido amplamente debatido nos últimos dias aqui no Blog, vale ressaltar que o fato ganha agora o peso de uma declaração em discurso do Presidente da República, com a promessa de que a decisão será tomada no início do ano que vem. Esperemos que a promessa seja cumprida. Clique aqui para ver nota da Agência Brasil sobre o mesmo assunto, publicada no Blog das Forças Terrestres, em que a declaração sobre os caças está dentro de um contexto maior de promessa de reaparelhamento das Forças Armadas.

LEIA MAIS:

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
casag
casag
11 anos atrás

Mas a FAB já não tinha concluido este tal de relatório técnico?

motta_eiras
motta_eiras
11 anos atrás

E os subs já não estava fechado?

Tomcat
Tomcat
11 anos atrás

Prezados,

Não se iludam… A surpresa é se o F-X2 for concluído…

Sabem aquela frase de boteco “fiado, só amanhã”? O conceito é o mesmo desde 2008: “F-X2 – a decisão sai no mês que vem”…

Agora, me digam: há quanto tempo está nessa enrolação?

[ ]’ s

ZE
ZE
11 anos atrás

É só jogo de cena.

Como o Lula já disse, e todos sabemos: O Rafale foi o escolhido desde o início.

Infelizmente, dane-se a FAB!

luciano30
luciano30
11 anos atrás

o resultado estava marcado para o mesmo dia da visita do presidente do Irã,afim de abafar a atenção do resultado do FX2,mais não deu certo,afinal não houve conclusão do relatório,e ficaram sem poder dier o que esta óvio(a escolha do rafale)agora eles estão procurando uma nova data pra não chamar tanta atenção afinal de contas qualquer compra que esta sendo feita para as forças armadas esta sendo muito divulgada pela mídia,estão querendo o rafale(o sem dedo e o contor de bossa nova do Jobin),por política.mais provalvel que saia no carnaval,pois será dias de oba oba,e pelo que vemos nesses dias… Read more »