sábado, abril 10, 2021

Gripen para o Brasil

Jobim pede que Boeing esclareça sua proposta

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

jobim-laad-foto-poder_naval

“A FAB não fará escolha, porque está feita. Poderá indicar prós e contras de cada avião a ser comprado no exterior.”

vinheta-clippingO ministro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou ontem que a empresa americana Boeing terá que definir e encaminhar uma proposta detalhada à comissão da Força Aérea Brasileira (FAB) que trata da compra de caças para o Brasil. Para ele, é necessário que a empresa explique sobretudo se a promessa de transferência de tecnologia é irrestrita ou limitada, conforme determinam as leis dos EUA.

Em nota divulgada anteontem, a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil disse que o Congresso americano aprovou a transferência da “tecnologia necessária” em eventual venda de caças da Boeing à FAB, mas não revelou o alcance da medida.

“É preciso ver o que entendem por necessária. Necessária deles ou nossa? Há a posição francesa no sentido de transferência irrestrita, mas isso tem que ser avaliado pela comissão (de licitação). O pessoal da comissão é que vai nos dar os dados.”

A embaixada americana divulgou a nota numa reação à decisão do governo brasileiro de abrir negociação, em caráter preferencial, com a empresa francesa Dassault, em detrimento da americana Boeing e da sueca Saab. Boeing, Dassault e Saab participam do processo de seleção para venda de 36 caças à FAB.

A Boeing também quer entrar nas negociações e, com isso, se manter no páreo com a empresa francesa. A empresa estaria disposta a fazer uma parceria com a Embraer no projeto do cargueiro KC- 390. O governo americano pode ainda incluir entre os instrumentos de pressão as negociações sigilosas para a venda de 100 Super Tucanos da Embraer para as Forças Armadas dos Estados Unidos.

FONTE: Folha de São Paulo /FOTO: A. Galante/Poder Aéreo

- Advertisement -

30 Comments

Subscribe
Notify of
guest
30 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
A-Bomb

Lucas
Pessoal,como disse o Lucas Calabrio, para derrubar o Rafale F3 só oferencendo o F-35 e cm total transferencia de tecnologia.

Menos né amigo não vamos exagerar.
Voces não querem que eles repassem TT de um Jato cujo desenvolvimento custou certamente muitas vezes o que o Brasil pretende pagar.

Daqui a pouco voces querem 36 f22 com TT por Bilhões.

A-Bomb

Saiu errado a ultima frase^^

Daqui a pouco voces querem 36 f22 com TT por 10 Bilhões.

Luciano

Tudo bem que é um blog de aviadores, mas esse barulho todo em torno dos caças e ninguem fala nos sub? O que realmente incomoda os americanos são os sub (se lembrem que um é nuclear) por isso eles querem vender seus caças de qualquer jeito por aqui, já que não terão controle tecnológico sobre nossa Marinha querem ter sobre nossa Força Aerea. Mas não acredito que o governo irá voltar atras agora, mesmo que não escolha os Rafale acho que a Força Aerea se inclinara para o Grippen, que na minha opiniao, é realmente o melhor dos três, ainda… Read more »

Lucas Calabrio

Prezados
Será que elesofertarão mesmo a TT com o AESA no meio, e todos os códigos fontes??
Acho difícil.
sds

Flower Flap

A quadrilha Lula/Jobim/Amorim/Top Top Garcia fez a trapalhada, que encare as consequencias!!!

Lucas Calabrio

Para derrubar o Rafale, só com total TT e ainda participação no f-35 e o Kitty
sds

Flower Flap

E os franceses, como é que fica se alguma empresa se negar a transferir a tecnologia de algum sistema???

A-Bomb

Luciano não por nada não mas acho que eles tem bem mais de um SubNuclear^^

E o deles carraga armas de destruição em massa e os nossos não.
Isso fora que vai levar um tempão para termos o primeiro ainda.

Nossa subNuclear e preeocupação no maximo para nossos vizinhos e olhe la.

URUTAU

????????

Edilson

A pergunta é
se já estava garantida a transferência como disse bem o Embaixador americano, porque o mesmo se contradiz e reafirma que esta autorização foi dada pelo congresso esta semana?????
pensem bem, não há mocinhos nesta história

Lucas Urbanski

Pessoal,como disse o Lucas Calabrio, para derrubar o Rafale F3 só oferencendo o F-35 e cm total transferencia de tecnologia, todos dizem que o Rafale é o mais caro, manutenção cara, etc, etc. Basta pensar que o avião escolhido dificilmente se restringirá a pedida inicial de 36 aeronaves, ou seja, a Dassault esta com a corda no pescoço,o negócio com o Brasil de certa forma da um alívio a empresa, por isto, tudo pode ser negociado, inclusive a montagem do avião e alguns armamentos, pois convenhamos, não se compra uma arma sem sua munição,outro concorrente o Gripen da Saab dificilmente… Read more »

Mauro dias

Começou o fogo de contra-Bateria.

“o Congresso americano aprovou a transferência da “tecnologia necessária” em eventual venda de caças da Boeing à FAB, mas não revelou o alcance da medida.”

“O governo americano pode ainda incluir entre os instrumentos de pressão as negociações sigilosas para a venda de 100 Super Tucanos da Embraer para as Forças Armadas dos Estados Unidos.”

Eles podem encomendar 1000 ST, que no contexto atual , não seria um bom negócio para FAB, nem para o país, mas sim para Embraer.
Estão querendo chogar um contra outro , para ver no que dá.

Henrique

Concordo com o Lucas, apenas o comprometimento dom governo americano na compra dos ST e C390 poderia enfraquecer a vantagem da proposta francesa.

Mauricio R.

Um sutil recado cobrando a reciprocidade, qnto as vendas de ERJ no mercado americano, tb seria prá lá de fatal p/ o Rafale.

Marcelo Ramos

Amigos ignorem tudo que este senhor Jobim falar ele nao sabe onde pisa e nao tem a minia ideia do que pede.

E um politico mal carater

URUTAU

Senhores Boa Tarde gostaria de relembra-los que nenhum concorrente morre de amores pelo BRASIL USA inumeros vetos em nossas vendas e compras e ingerencia em uma serie assuntos exclusivos da nação brasileira FRANÇA invasão francesa ha 300 anos guerra da lagosta ha 40 anos guerra do camarão ha 30 anos sabotagem dos misseis EXCOCET da ARGENTINA na guerras das Malvinas e por ai vai SUECIA nada contra mas na minha opinião um caça inapropriado para o BRASIL pelo menos para operar sozinho ja numa combinação GRIPEN-RAFALE ou GRIPEN-SH a conversa fica diferente mas devo voltar a ressaltar no frigir dos… Read more »

Leandro Mello

KC 390 para França que nos ajudaria no projeto e na construção e ainda teria a transferência irrestrita de TT do Rafale;

Ou 100 Super Tucanos para os EUA + a suposta transferência do Super Hornet?

Eis a questão…

Harry

Caros,

os americanos vão contrabalançar esta transferencia pifia de tecnologia (que independencia tecnologia do Brasil é o que eles não querem), COM uma pesada oferta de compra de KC-390 e ST. Para eles comprar 100 ST e 50 KC-390 é nada.

È só esperar para ver, se preciso for compram até mais afinal manter o Brasil dependente não tem Preço.

Acorda Brasil

tyrion

creio que o melhor seria um consorcio Embraer-Dassalt para os rafale + KC 390 com tudo + uma coca-cola de 1L e muita batata frita..hehhe

RoninSnkShit

Ah tá… agora os americanos vem dar uma de bonzinhos querendo comprar Super Tucanos e KC 390? Escreverei em ingles para os americanos não se perderem na tradução do portugues-ingles: “NO F****** WAY!” Até parece que eles vão trocar os aviões treinadores “Made in USA” pelos “Made in Brazil”!! hahaha! Ainda mais comprar 100 vetores! “NO F****** WAY AGAIN!!” Não dá pra confiar em americanos! Se fosse assim, estaríamos modernizando os P-3C e não os P-3A que nos venderam! Sacanagem demais! Agora já começou o papo furado de transferencia de tecnologia! Antes era “sem precedentes”, agora é “limitada” e “necessária”,… Read more »

RoninSnkShit

No avião treinador “Made in USA”, leia-se Texan II

Lucas Urbanski

URUTAU, sem te desmerecer, mais algumas invasões contidas no link que você postou, são da época do Brasil colonial, outras mais recentes como a Guerra-da-lagosta que quase colocou o país em guerra contra a França. O que temos de levar em consideração é que dificilmente os franceses levariam em consideração algo que ocorreu a 200 anos né?.Já no caso mais recente, os franceses não declararam guerra ao Brasil, por que os gauleses estavam em nosso mar jurisdicional, infringiram acordos assinados entre as partes Brasil-França,ignoraram a opiniao pública,etc, caso entrassem em um conflito a comunidade internacional iria pedir explicações por parte… Read more »

Lucas Urbanski

A-Bomb meu amigo, não queria dizer aquilo ao pé da letra, aquilo era basicamente uma metáfora, para que comparemos o que a Boing devera fazer para que a proposta se iguale a dos franceses, entendeu? E mesmo que pagássemos mais, a tecnologia do F-35 não seria repassada

URUTAU

Senhores é incrivel como muitos por aqui se tornam insensatos incoerentes se deixando levar pelo odio aos americanos e com isso deixando a racionalidade de lado torno a dizer os americanos não são onfiaveis por uma serie enorme de vetos de vendas compras etc etc etc etc mas os franceses em contrapartida não ficam nada atras como ja mencionei em um comentario anterior invadiram o BRASIL por varias e seguidas vezes basta lerem a materia como nesse link http://pt.wikipedia.org/wiki/Invasões_francesas_do_Brasil quase entraram em guerra conosco novamente 1* tentando roubar camarões em nosso mar territorial ha 40 anos e depois tentando nos… Read more »

URUTAU

Senhor Lucas Urbanski

sem pensar em desmerece-lo o senhor se esqueceu da guerra dos camarões da prometida TT para a nossa Hellibras TT que a mesma aguarda ja a mais de 20 anos isso sem comentarmos a sabotage francesa aos hermanos argentinos na guerra das Malvinas por isso eu sempre digo nunca é demais lembramo-nos da Historia para saber com o que e principalmente com quem estamos lidando

Um Forte Abraço Senhores

Lucas Calabrio

Prezado A-Bomb
No meu comentário , quis dizer o seguinte, relativo o que poderia derrubar o Rafale:
1- A total transferencia de tecnologia , incluindo o radar aesa e os códigos fontes do F-18 SH bl II
2- PARTICIPAÇÃO no caça de 5 geração.
3- Compra (simbólica)do NAe Kitty Hawk
sds

Lucas Calabrio

Prezados

A relação com a França, (além de comercial)é mais estratégica para a França do que para o Brasil. Devido ao custo político de confrontação com a polícia do mundo (USA), a mesma precisa de um país em que ela possa repassar com confiança e o único nesse momento que tem postura semelhante a França é o Brasil, alé de ter DINHEIRO em caixa.
sds

Tales

SEGUE NOTA DO MD, NA ÍNTEGRA: Empresas terão até 21 de setembro para entregar nova proposta sobre caças Brasília, 11/9/09- A empresa francesa Dassault terá até o próximo dia 21 de setembro para formalizar junto à Força Aérea Brasileira uma nova proposta comercial para os caças Rafale que esteja compatível com os parâmetros referidos pelo presidente francês Nicolas Sarcozy. A data limite vale também para que as outras duas empresas concorrentes –Boeing (F-18) e SAAB (Gripen NG) – apresentem eventuais propostas que busquem equiparar-se à francesa. A expectativa da FAB é concluir o processo de análise técnica até o fim… Read more »

[…] “A FAB não fará escolha, porque está feita. Poderá indicar prós e contras de cada avião a s… […]

Paulo

O jubão ficou esperto minha gente puxou a orelha dos americanos meu parambens

abraços

Combates Aéreos

Paquistaneses comemoram o abate de dois caças indianos, um MiG-21 e um Su-30

Na guerra pelo domínio da narrativa, paquistaneses e indianos transformaram as redes sociais em um campo de batalha sobre...
- Advertisement -
- Advertisement -