terça-feira, outubro 26, 2021

Gripen para o Brasil

Embraer – 232 engenheiros cortados

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Alguns tinham mais de 30 anos de empresa

embraer-linha-montagem

Às 15h do dia 19 de fevereiro, o engenheiro paulista Roberto Figueiredo, 55, foi chamado pelo seu superior imediato na área de suporte a clientes da Embraer, na fábrica da empresa, em São José dos Campos (São Paulo), para uma conversa reservada. Quando acordou naquele dia, ele -desde 1980 na empresa- não tinha ideia de que, com sua experiência, poderia ser um dos 3.720 funcionários demitidos da maior unidade da Embraer no Brasil.
Além de Figueiredo, outros 232 engenheiros residentes em São José perderam o emprego no corte em massa. Essas demissões simbolizam uma das faces da crise econômica que, segundo comunicado oficial da empresa, foi a responsável direta pelas demissões por conta do desaquecimento da demanda externa por aeronaves.
Elas confirmam a tendência verificada em estudo do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) divulgado pela Folha no domingo passado, que aponta que os salários maiores serão os mais atingidos pela crise.
Ainda de acordo com o estudo do Ipea, esses funcionários, com rendimento mensal acima de R$ 4.650, terão mais dificuldade para encontrar um novo emprego.
A reportagem apurou com funcionários que continuam na Embraer que os cortes na área de engenharia obedeceram, majoritariamente, à lógica dos salários mais altos, independentemente do tempo de casa do funcionário.
Segundo dados informados pela Embraer à Prefeitura de São José dos Campos e repassados à Folha pela prefeitura, 91 dos 233 engenheiros demitidos têm mais de 36 anos de idade. Desses, 26, como Figueiredo, já passaram dos 50.

Folha de pagamento

A estimativa apurada pela reportagem com base nos níveis salariais recebidos pelos funcionários do setor de engenharia da Embraer, de acordo com informações de engenheiros que continuam trabalhando na empresa, é que as demissões no setor gerem uma economia de pelo menos R$ 21 milhões anuais na folha de pagamento da empresa.
O valor da economia na folha de pagamento somente com o setor de engenharia já representa metade do enxugamento na folha do contingente operacional da Embraer, ou seja, os “chão-de-fábrica”.
Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, a média salarial no setor operacional, que sofreu 1.826 cortes na cidade, é de R$ 2.200 mensais. Com isso, a economia deve girar em torno de R$ 52 milhões por ano.
Mas, além dos engenheiros, outros setores com salários mais altos do que a média dos metalúrgicos também sofreram cortes. Foram demitidos 24 gestores e supervisores, 5 pilotos de avião e 173 técnicos.
No caso dos engenheiros, a situação futura é mais grave porque a maioria deles tem formação muito focada no setor aeronáutico, inclusive com doutorados na área.
O caso de Roberto Figueiredo, que só tem graduação, na área de engenharia eletroeletrônica, mas que foi adquirindo experiência em várias áreas dentro da empresa ao longo dos anos, é uma exceção entre os engenheiros demitidos da empresa, apurou a reportagem.
Mesmo assim, Figueiredo, que acreditava que iria se aposentar dentro da Embraer até os 60 anos, diz estar “apreensivo” sobre o futuro profissional.
“Vou ter de me preparar para usar meu conhecimento em áreas correlatas. A demissão é sempre um trauma, mas sou muito racional. Ficar me descabelando, me desesperando neste momento não é o melhor caminho. Mas fico apreensivo. Já vi essa crise outras vezes dentro da empresa. Ela é muito desgastante para as pessoas que saem e para as pessoas que ficam lá dentro. É um desgaste psicológico muito grande.”

FONTE: Folha de São Paulo
FOTO: Abril.com

- Advertisement -

39 Comments

Subscribe
Notify of
guest
39 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Tiago Jeronimo

E ainda criticaram aqui no blog quando postaram a noticia os engenheiros que foram pra Bombardier, o mercado capitalista não tem pena de ninguém, é cada um por si e salve-se que puder.

André

Lamentável!

Luís Fernando

Necessário para a empresa (???) mas péssimo para o país.

Rodrigo Rauta

Concordo totalmente com vc Tiago Jerônimo…cade a galera que chamou os caras de traidores…quem foi, fez muito bem!!!

joao terba

O Brasil não pode ficar dependendo da Embraer,temos de ter outras empresas,quantas empresas temos no ramo naval,, muitas em vários estados,esse pessoal deve criar uma empresa com ajuda do governo e começar a pensar no FX2,a Embraer cresceu se tornou multi-nacional e deixou de ser brasileira há muito tempo.

Abrivio

Isso é uma notícia, com dados baseados em um levantamento, diversas pessoas ouvidas.

A reportagem da Gazeta Mercantil era ridícula, essa aqui vale comentários.

Abrivio

Seria verificar se realmente estes 232 engenheiros exerciam atividade relacionada com engenharia.

É comum nas empresas brasileiras encontrar-se engenheiros nas mais diversas funções, muitas totalmente administrativas, o que costuma servir de conflito com o CRA.

Se a Embraer demitiu funcionários de salários mais altos, independentemente do tempo de serviço, é porque os cenários montados são muito ruins.

Quanto maior o tempo de serviço, maior a indenização, ela não se importou com isso e cortou os mais altos, gastando agora para economizar no longo prazo.

Hornet

Ué, a Embraer não tinha dito que havia preservado o corpo de engenheiros? xxxiiiiii…cada vez essa história fica pior. Pior para a Empresa e pior para o país. Tô achando que a Embraer usou a desculpa da crise para fazer um “turn over” com os salários mais altos dos funcionários…troca-se o funcionário mais qualificado e com salário mais alto por um sem qualificação mas com salário mais baixo… Se for isso, é mais ou menos como o dono do botequim da esquina faz pra administrar o “negócio”. Embraer e boteco da esquina se tornam a mesma coisa, se for isso.… Read more »

Hornet

Abrívio,

se esses engenheiros estavam na parte administrativa…ai que vou pedir mesmo a cabeça do Curado…vai ser ruim de serviço assim lá em São José dos Campos, sô!

mas vamos aguardar os próximos capítulos da novela…

abraços

ps. Eu entendo sua posição. Mas eu estou mais interessado em que tudo seja esclarecido, para o bem da Embraer, e se tiver que mudar a diretoria da empresa, que se faça isso antes que se agravem ainda mais os problemas. Diretores de empresa não são “imbatíveis”…ao contrário, geralmente fazem muitas besteiras. Estou achando que é o caso.

jacubão

Apartir desse episódio só podemos esperar o pior, pois tudo indica que a EMBRAER começou a descer ladfeira abaixo, e os comcorrentes vão começar a subir a ladeira novamente e com a ajuda dos ex engenheiros da EMBRAER.

Muito lamentável essa decisão da EMBRAER.

jacubão

Caramba, foi mal galera escrevi lafdeira ao invés de ladeira.
Desculpa pessoal.

luciano

QUE VERGONHA….O PAIS SO PERDE

Patriota

Ta na hora do estado ter maior participação na economia
o governo deveria ter ao menos 30% das ações da embraer
e fazer com que estas fabricas que estão sendo abertas no exterior
venham para o Brasil temos que pensar primeiro no nosso país
e garantir o emprego de nossos compatriotas

Nascimento

Desses 232. Pelo menos 40 já estao na Bombardier.
É bom acontecer isso para o povo nao reclamar depois q a Bombardier está levando nosso pessoal. Onde estao agora os nacionalistas que acusavam as pessoas q foram para a Bombardier de traidores?
Esses diretores usam de 1001 táticas de guerra psicológica para manter o pessoal na empresa. Ficam P da vida qdo existe um projeto pegando fogo e um da equipe vai embora para fora buscar a vida. Mas na hora de mandarem embora, mandam o funcionário para a rua sem absolutamente nenhum peso na consciência.

brazilwolfpack

Como disse Luciano,QUE VERGONHA. E assim que quererm um pais potencia regional,com aviacao avancada??? O Brasil na materia de defesa e piada mundial. Os exemplos estao ai para todo mundo ver. OSORIO,SUCURI,ENGESA,MOTO-PECAS,ETC. O Astros ainda existe gracas a Indonesia. o Brasil ate hoje so ordenou o minimo possivel,UM NUMERO INSIGNIFICANTE deste grande sistema,valorado munialmente,EXCEPTO NO BRASIL,que para o cumulo,e aonde se fabrica. Apoio para industria de defesa belica no Brasil e inexistente. So ha interesse na hora de cobrar os impostos sobre as vendas, geradas sem o minimo apoio do “governo federal”. Ficamos todos empolgados com o C-390,projeto de invergadura… Read more »

Marcelo Augusto
Luiz Pinelli  Neto

Lêdo Engano !! A pressão política e outras não confessáveis acabaram vencendo o patriotismo brasileiro frouxo, contido, aparentemente, a partir da edição do Plano Estratégico de Defesa para o Rearmamento das forças armadas do Brasil. Gerou tantas boas expectativa na mente de muitos brasileiros patriotas, mas agora, este sonho teve um fim melancólico e depressivo. — “Que Triste vergonha !!! No dia 2 /junho/09 foi assinado uma acordo de cooperação militar Brasil/EEUU, para nossas FAs começarem a receber material bélico vencido, inservível, defasado tecnicamente, de uso inútil e muito deficiente, total lixo que os americanos não querem. E mais o… Read more »

Luiz Pinelli  Neto

O Plano Estratégico e os Custos Gerados !!! Hoje, domingo, este patriota velho, está muito preocupado com o desenrolar do nosso Plano Estratégico de Defesa Militar. Até agora o governo não definiu as Fontes de Recursos tão necessárias à execução plena deste Plano de Defesa, pois, vejamos o tamanho do território brasileiro, com toda sua diversificação geográfica do terreno, sem falarmos do grande contingente humano das nossas FAs. A necessidade da organização e do aparelhamento de material bélico, com a aquisição de novos armamentos, com a adequação, ao terreno brasileiro, de outros armamentos modernos, com a repotencialização de alguns bons… Read more »

Luiz Pinelli  Neto

“-O Plano Estratégico de Defesa Militar do Brasil, vai para o espaço ???” O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM A SOCIEDADE BRASILEIRA ? A Lei nº 8.666 de 21/06/1993, que institui as normas para licitações e contratos na administração pública do Brasil foi violentamente criticada pelo governo por “atrapalhar” as obras dos PACs. As obras na Ferrovia Norte-Sul foram paralisadas pelo TCU, segundo este Órgão de Controle Externo, visto terem sidos encontradas muitas irregularidades gravíssimas, aliás, não é comum este procedimento técnico dos tribunais de contas, só diante de “caso de polícia imediato”. O Governo vetou a LDO ( A Lei… Read more »

Tiago Jeronimo

E ainda criticaram aqui no blog quando postaram a noticia os engenheiros que foram pra Bombardier, o mercado capitalista não tem pena de ninguém, é cada um por si e salve-se que puder.

André

Lamentável!

Luís Fernando

Necessário para a empresa (???) mas péssimo para o país.

Rodrigo Rauta

Concordo totalmente com vc Tiago Jerônimo…cade a galera que chamou os caras de traidores…quem foi, fez muito bem!!!

joao terba

O Brasil não pode ficar dependendo da Embraer,temos de ter outras empresas,quantas empresas temos no ramo naval,, muitas em vários estados,esse pessoal deve criar uma empresa com ajuda do governo e começar a pensar no FX2,a Embraer cresceu se tornou multi-nacional e deixou de ser brasileira há muito tempo.

Abrivio

Isso é uma notícia, com dados baseados em um levantamento, diversas pessoas ouvidas.

A reportagem da Gazeta Mercantil era ridícula, essa aqui vale comentários.

Abrivio

Seria verificar se realmente estes 232 engenheiros exerciam atividade relacionada com engenharia.

É comum nas empresas brasileiras encontrar-se engenheiros nas mais diversas funções, muitas totalmente administrativas, o que costuma servir de conflito com o CRA.

Se a Embraer demitiu funcionários de salários mais altos, independentemente do tempo de serviço, é porque os cenários montados são muito ruins.

Quanto maior o tempo de serviço, maior a indenização, ela não se importou com isso e cortou os mais altos, gastando agora para economizar no longo prazo.

Hornet

Ué, a Embraer não tinha dito que havia preservado o corpo de engenheiros? xxxiiiiii…cada vez essa história fica pior. Pior para a Empresa e pior para o país. Tô achando que a Embraer usou a desculpa da crise para fazer um “turn over” com os salários mais altos dos funcionários…troca-se o funcionário mais qualificado e com salário mais alto por um sem qualificação mas com salário mais baixo… Se for isso, é mais ou menos como o dono do botequim da esquina faz pra administrar o “negócio”. Embraer e boteco da esquina se tornam a mesma coisa, se for isso.… Read more »

Hornet

Abrívio,

se esses engenheiros estavam na parte administrativa…ai que vou pedir mesmo a cabeça do Curado…vai ser ruim de serviço assim lá em São José dos Campos, sô!

mas vamos aguardar os próximos capítulos da novela…

abraços

ps. Eu entendo sua posição. Mas eu estou mais interessado em que tudo seja esclarecido, para o bem da Embraer, e se tiver que mudar a diretoria da empresa, que se faça isso antes que se agravem ainda mais os problemas. Diretores de empresa não são “imbatíveis”…ao contrário, geralmente fazem muitas besteiras. Estou achando que é o caso.

jacubão

Apartir desse episódio só podemos esperar o pior, pois tudo indica que a EMBRAER começou a descer ladfeira abaixo, e os comcorrentes vão começar a subir a ladeira novamente e com a ajuda dos ex engenheiros da EMBRAER.

Muito lamentável essa decisão da EMBRAER.

jacubão

Caramba, foi mal galera escrevi lafdeira ao invés de ladeira.
Desculpa pessoal.

luciano

QUE VERGONHA….O PAIS SO PERDE

Patriota

Ta na hora do estado ter maior participação na economia
o governo deveria ter ao menos 30% das ações da embraer
e fazer com que estas fabricas que estão sendo abertas no exterior
venham para o Brasil temos que pensar primeiro no nosso país
e garantir o emprego de nossos compatriotas

Nascimento

Desses 232. Pelo menos 40 já estao na Bombardier.
É bom acontecer isso para o povo nao reclamar depois q a Bombardier está levando nosso pessoal. Onde estao agora os nacionalistas que acusavam as pessoas q foram para a Bombardier de traidores?
Esses diretores usam de 1001 táticas de guerra psicológica para manter o pessoal na empresa. Ficam P da vida qdo existe um projeto pegando fogo e um da equipe vai embora para fora buscar a vida. Mas na hora de mandarem embora, mandam o funcionário para a rua sem absolutamente nenhum peso na consciência.

brazilwolfpack

Como disse Luciano,QUE VERGONHA. E assim que quererm um pais potencia regional,com aviacao avancada??? O Brasil na materia de defesa e piada mundial. Os exemplos estao ai para todo mundo ver. OSORIO,SUCURI,ENGESA,MOTO-PECAS,ETC. O Astros ainda existe gracas a Indonesia. o Brasil ate hoje so ordenou o minimo possivel,UM NUMERO INSIGNIFICANTE deste grande sistema,valorado munialmente,EXCEPTO NO BRASIL,que para o cumulo,e aonde se fabrica. Apoio para industria de defesa belica no Brasil e inexistente. So ha interesse na hora de cobrar os impostos sobre as vendas, geradas sem o minimo apoio do “governo federal”. Ficamos todos empolgados com o C-390,projeto de invergadura… Read more »

Marcelo Augusto
Luiz Pinelli  Neto

Lêdo Engano !! A pressão política e outras não confessáveis acabaram vencendo o patriotismo brasileiro frouxo, contido, aparentemente, a partir da edição do Plano Estratégico de Defesa para o Rearmamento das forças armadas do Brasil. Gerou tantas boas expectativa na mente de muitos brasileiros patriotas, mas agora, este sonho teve um fim melancólico e depressivo. — “Que Triste vergonha !!! No dia 2 /junho/09 foi assinado uma acordo de cooperação militar Brasil/EEUU, para nossas FAs começarem a receber material bélico vencido, inservível, defasado tecnicamente, de uso inútil e muito deficiente, total lixo que os americanos não querem. E mais o… Read more »

Luiz Pinelli  Neto

O Plano Estratégico e os Custos Gerados !!! Hoje, domingo, este patriota velho, está muito preocupado com o desenrolar do nosso Plano Estratégico de Defesa Militar. Até agora o governo não definiu as Fontes de Recursos tão necessárias à execução plena deste Plano de Defesa, pois, vejamos o tamanho do território brasileiro, com toda sua diversificação geográfica do terreno, sem falarmos do grande contingente humano das nossas FAs. A necessidade da organização e do aparelhamento de material bélico, com a aquisição de novos armamentos, com a adequação, ao terreno brasileiro, de outros armamentos modernos, com a repotencialização de alguns bons… Read more »

Luiz Pinelli  Neto

“-O Plano Estratégico de Defesa Militar do Brasil, vai para o espaço ???” O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM A SOCIEDADE BRASILEIRA ? A Lei nº 8.666 de 21/06/1993, que institui as normas para licitações e contratos na administração pública do Brasil foi violentamente criticada pelo governo por “atrapalhar” as obras dos PACs. As obras na Ferrovia Norte-Sul foram paralisadas pelo TCU, segundo este Órgão de Controle Externo, visto terem sidos encontradas muitas irregularidades gravíssimas, aliás, não é comum este procedimento técnico dos tribunais de contas, só diante de “caso de polícia imediato”. O Governo vetou a LDO ( A Lei… Read more »

Luiz Pinelli  Neto

O Plano Estratégico de Defesa Militar do Brasil, SEMPRE !! Li o comentário, num Blog, de um conhecido jornalista chamando o dia de 7 de setembro, como o dia da PALHAÇADA !!Palhaçada como disse, deve ser de homens como ele próprio, afogados na imbecilidade atual e sem discernimento lógico para compreender que pátria e bandeira não são sinônimos, apenas de desfile militar de 7 de setembro, mas significam, costumes, ideais, segurança, bem-estar, subsistência, proteção e abrigo para ele e sua família.Mas, em linhas gerais, estes sintomas sociais assustam o suficiente, a sociedade que pensa, analisa, e sabe fazer projeções para… Read more »

Últimas Notícias

Saab apresenta resultado de janeiro a setembro de 2021

Em relatório trimestral, Saab apresenta resultados de janeiro a setembro de 2021. No período, a empresa registrou uma carteira...
- Advertisement -
- Advertisement -