Home Aviação de Caça Mais caças Rafale para as operações contra o Estado Islâmico

Mais caças Rafale para as operações contra o Estado Islâmico

290
2

Ataque francês ao EI - caças Rafale - foto 2 Min Def França

Força de caças Rafale na chamada operação Chammal subirá para nove aeronaves

 

Na quarta-feira, 1º de outubro, o Ministério da Defesa da França informou a decisão de reforçar o dispositivo militar francês engajado na operação Chammal, que compreende as ações contra o Estado Islâmico (EI). Dentre os reforços decididos pelo presidente da República, François Hollande, estão três caças Rafale, que elevarão para nove os jatos do tipo empregados na operação (outros meios aéreos já operando na região são um avião de patrulha marítima Atlantique 2 e um de reabastecimento em voo C-135-FR).

Ataque francês ao EI - caças Rafale - foto 3 Min Def França

Também está sendo enviada uma fragata antiaérea para operar no Golfo Árabe-Pérsico, assim como mais oficiais de ligação para trabalharem nas estruturas de comando aliadas. O envio dos meios deverá ocorrer ao longo dos próximos dias. O reforço tem como objetivo aumentar a densidade do apoio aéreo disponível para as forças iraquianas que combate o grupo Daech (Estado Islâmico – EI), como as missões de reconhecimento armado. A fragata permitirá aprimorar o controle aéreo dos meios presentes na região, em coordenação com aliados.

A chamada operação Chammal foi lançada em 19 de setembro, atendendo a pedido do Governo Iraquiano, em coordenação com aliados franceses presentes na região, para assegurar apoio aéreo às forças do Iraque que lutam contra o EI, segundo a nota do ministério.

Operação Chammal - segundo ataque de Rafale ao EI no Iraque - foto 2 Min Def França

FONTE / FOTOS (em caráter meramente ilustrativo, de ações anteriores da operação Chammal): Ministério da Defesa da França

Tradução e edição do Poder Aéreo a partir de original em francês

NOTA DO EDITOR 1: vale relembrar que os caças Rafale franceses exibidos em missões da operação Chammal são de uma unidade baseada permanentemente na Base Aérea 104 de Al Dhafra, nos Emirados Árabes Unidos, o esquadrão Lorraine (que opera uma dotação  reduzida em relação aos esquadrões baseados na França). Isso é indicado pelo número 104, exibido pelos jatos Rafale  das fotos divulgadas em notas anteriores. Com esse reforço noticiado pelo Ministério da Defesa da França, provavelmente veremos em novas fotos de ações alguns caças Rafale com indicativos de outras bases, como Saint-Dizier (113), que abriga os esquadrões Provence e o Gascogne, e Mont-de-Marsan (118), lar do Normandie-Niemen. Nesta última base, também opera um esquadrão de experiências, dotado não só de alguns exemplares de Rafale como também de outros jatos de combate franceses, que eventualmente participa de operações reais.

NOTA DO EDITOR 2: a nota do MD francês foi acompanhada de foto de arquivo da fragata antiaérea Jean Bart (D615), da classe “Cassard”. Na semana passada, o navio participou do exercício de guerra eletrônica “NEMO 2014” da OTAN, juntamente com unidades da Itália, Espanha, Grécia e Turquia, ao largo da Itália.

VEJA TAMBÉM:

2
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
OganzaCarlos Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Oganza
Visitante
Oganza

Carlos…

preocupante alguns comentários.

E um monte de asneiras ditas sobre a Kombi.

Sds.