Home Força Aérea Brasileira Amorim reafirma expectativa de assinar contrato de compra de caças até fim...

Amorim reafirma expectativa de assinar contrato de compra de caças até fim do ano

136
67

Espadao 2011 - ministro celso amorim - foto Poder Aereo - guilherme poggio

ClippingNEWS-PA O governo federal espera assinar até o fim deste ano o contrato para a compra de caças Gripen NG, da fabricante sueca Saab, reiterou nesta terça-feira o ministro da Defesa, Celso Amorim.

Ele disse que receberá nos próximos dias representante do governo da Suécia para discutir detalhes da parceria entre brasileiros e suecos para a aquisição das aeronaves, anunciada ano passado após um longo processo que teve início ainda no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Está tudo correndo normalmente e a previsão é que o contrato possa ser assinado no final do ano” , disse Amorim à Reuters, reiterando previsão feita na época do anúncio da escolha pelo caça sueco.

“Vou ter um briefing nos próximos dias sobre todos os aspectos das negociações e a própria ministra da Suécia está vindo para cá”, acrescentou.

O ministro revelou que a previsão é que em 2016 estejam já à disposição da Força Aérea Brasileira (FAB) caças Gripen de segunda mão para serem usados pela FAB até que a entrega das novas aeronaves. A perspectiva de Amorim é que em 2018 possa ser iniciada a fabricação dos novos caças encomendados para a FAB.

“Temos uma negociação que, se não me engano, a partir de 2016 teríamos uns Gripens que não são o que a gente vai adquirir. É algo intermediário e a ideia é que os primeiros Gripens sejam já feitos pelo menos parcialmente no Brasil em 2018”, frisou o ministro da Defesa

Os caças modelo Mirage, que eram usados pela FAB, já foram aposentados depois de anos de uso, mas a Força Aérea tem 56 aviões modelo F-5 remodelados e que foram colocados em uso durante a operação de segurança da Copa do Mundo.

“Os F-5 estão operando e o quanto antes nós tivermos os caças mais modernos, melhor”, disse Amorim.

FONTE: Portal Terra

67
Deixe um comentário

avatar
56 Comment threads
11 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
22 Comment authors
GuizmoRinaldo Nerynunes netoIvanGrievous Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
ernaniborges
Visitante
ernaniborges

Pensei que em 2018 estaríamos recebendo os primeiros NG.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor

Ernaniborges e Poggio, Vale lembrar que as declarações do ministro estão pontuadas pelas palavras “se não me engano”, e que ele disse que ainda vai passar por um briefing sobre o tema. Eu não perderia muito tempo em discorrer sobre o prazo que ele falou, sem levar em conta esses dois pontos salientados pelo próprio ministro. PS – além disso, a parte que fala em início de produção em 2018 é da reportagem, não é declaração do Amorim. O que ele disse, ou ao menos a reportagem colocou entre aspas após o “se não me engano”, foi que “…a ideia… Read more »

Mauricio Silva
Visitante
Mauricio Silva

Bom!!!
O quanto antes for assinado o acordo, mais rapidamente (espero…) a FAB terá suas novas asas na aviação de caça.
Por falar em acordo…
Alguém sabe a quantas anda o possível empréstimo/venda/leasing dos Gripen C/D para a FAB? Será que isto está na pauta negociada?
SDS.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor

Maurício Silva,

A matéria diz que está na pauta negociada, segundo o próprio ministro:

“Temos uma negociação que, se não me engano, a partir de 2016 teríamos uns Gripens que não são o que a gente vai adquirir.”

Ainda assim, e especialmente devido ao “se não me engano”, quanto a prazos em geral para novos caças da FAB eu sempre fico com o pé atrás com qualquer declaração do ministro da Defesa, qualquer que seja o ministro. E não só em relação a prazos, como para qualquer coisa a respeito…

Divirtam-se com a seleção abaixo!

Em 2012:

http://www.aereo.jor.br/2012/04/01/celso-amorim-sobre-o-f-x2-ja-estamos-nos-ultimos-capitulos/

http://www.aereo.jor.br/2012/02/27/f-x2-amorim-aguarda-a-franca/

http://www.aereo.jor.br/2012/02/01/em-nota-sobre-visita-a-india-md-do-brasil-cita-escolha-indiana-do-rafale/

Em 2011:

http://www.aereo.jor.br/2011/08/03/jobim-o-ministro-amorim-e-que-fez-uma-referencia-de-que-a-pretensao-era-em-relacao-ao-rafale/

http://www.aereo.jor.br/2011/01/08/f-x2-jobim-anuncia-mais-uma-data/

http://www.aereo.jor.br/2011/02/15/jobim-admite-corte-de-ate-r-41-bilhoes-na-defesa-compra-de-cacas-nao-sera-afetada/

Em 2010:

http://www.aereo.jor.br/2010/11/30/lula-quer-fechar-compra-de-cacas-semana-que-vem/

http://www.aereo.jor.br/2010/01/07/amorim-sobre-o-f-x2-muitas-vezes-o-barato-sai-caro/

http://www.aereo.jor.br/2010/11/04/processo-para-compra-de-cacas-deve-ir-ate-fim-de-2011-diz-jobim/

Em 2009:

http://www.aereo.jor.br/2009/09/19/f-x2-ministro-ironiza-proposta-da-saab/

http://www.aereo.jor.br/2009/09/08/jobim-contradiz-lula-e-afirma-que-compra-de-cacas-ainda-esta-em-analise/

http://www.aereo.jor.br/2009/09/10/f-x2-amorim-nega-que-presidente-tenha-errado-sobre-escolha-do-rafale/

Nick
Visitante
Member
Nick

Segundo as telas da SAAB, as entregam começam a partir de 2018.

Em 2015,2016 e 2017 3 protótipos, ou melhor pré-séries. Acredito que poderemos ao final de 2019 as primeiras 6 unidades entregues. Mas é claro, se tudo correr dentro das CNTP, especialmente o contrato sendo assinado o mais breve possível.

[]’s

Mauricio Silva
Visitante
Mauricio Silva

Pé de Pato Mangalô Três Vezes, Poggio!!!!
Não brinque com estas coisas não!!!!
Vai que o governo muda e com ele mudam as prioridades (ou seja, tudo o que não for eleitoralmente interessante…)?
Vamos Exelência!!! Assine logo o contrato antes que a vaca morra afogada no brejo!!!!
SDS.

rommelqe
Visitante
rommelqe

Caros,
Sendo um tanto quanto otimista, poderiamos entender que os primeiros NG-BR seriam fabricados na Suecia e entregues no início de 2018 sendo que, porem, os primeiros a serem parcialmente montados no Brasil teriam o inicio destas atividades em terras brasilis somente a partir de 2018. Minha interpretção tem chance de ser correta? Claro que admitimos que a assinatura do contrato ocorreria ainda em 2014.

Marcos
Visitante
Member
Marcos

Na melhor das hipóteses:

2015: produção de ferramental e início da montagem do sn 0001;

2016: montagem e primeiro voo do 0001;

2017: sn 0002 e 0003 e início produção das aeronaves de série;

2018/2019: primeiras entregas.

Marcos
Visitante
Member
Marcos

Como eu disse: na melhor das hipóteses!!!

Iväny Junior
Visitante
Member

O contrato tem de ser assinado esse ano.

Colombelli
Visitante
Colombelli

Sejamos justos, o cara esta se saindo melhor que os antecessores dele. Para o que se pode esperar deste governo ja esta louco de bom

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

“Assinar contrato é um passo e imprescindível. Já os outros 999 passos são outros quinhentos. (rsrs). 2022 este é o ano do inicio das entregas ao GDA.” “Saito, fica esperto …. corre lá e garanta os nossos ….C/D G NG/BR entregas somente a partir de 2022, quem viver verá ….” Caro Guilherme Poggio 29 de julho de 2014 at 21:35 # Caso apareça um país minimamente sério interessado no saldo dos C/D, perdemos esses poucos “disponíveis”. Lembrando que a chapa tá quente em vários lugares do planeta terra: Europa, mais a leste; Ásia, mar da China e adjacências; Oriente Médio… Read more »

Darkman
Visitante
Darkman

Considerando o comentário lucido do Poggio sobre o tempo de entrega do Gripen E/F. Vejo que somente 10 do modelo C/D seriam inviáveis, pois os nossos F5M não vão suportar tanto tempo em operação, tendo em vista que tem F5 que não pode se fazer certas manobras acima de 3g senão vai ficar todo picado. Então podemos dizer que além se serem limitados por tecnologia estão limitas na sua estrutura. Vamos precisar de mas de 10 unidades de C/D vindo dos Suecos. Agora teriam eles mas unidades para ofertar a FAB ??? De onde eles iriam dispor mas unidades ???… Read more »

juarezmartinez
Visitante
juarezmartinez

Tudo isto se assinarem náo é mesmo, aguardem as eleições, escutem o que este velho Gaucho diz…..

Grande abraço

Darkman
Visitante
Darkman

Caro Juarez Martinez,

Sim meu caro gaúcho, rs… rs…Vamos aguardar até o fim do ano para não se fazer nenhum comentário leviano.

Gilberto Rezende
Visitante
Gilberto Rezende

Agora que chega a meia-noite e suas doze badaladas a Cinderela SAAB vai começar a perder os penduricalhos das fadas madrinha de marketing e vai começar a se parecer como é e não o que PARECIA para o príncepe brazuca encantado… Primeiro a SAAB vai explicar que ela não tem os 8 caças biplace exigidos pelo FX-2 mas se o Príncepe Brasil quiser e financiar seu desenvolvimento a SAAB ajuda a desenvolver o que NÃO TEM para entregar. Falando nisso nem mesmo o Gripen E nós temos para entregar, se tudo der certo no final de 2018 o primeiro Gripen… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini
Editor

Falando em prazos, antes de somente chutar datas (2019, 2020, 2022) a gosto do freguês, faz sentido olhar para exemplos recentes de contratos desse porte no Brasil, e então avaliar a viabilidade de se assinar um contrato no final deste ano e receber as primeiras aeronaves no final de 2018 (quatro anos depois). O contrato dos EC725, por exemplo, foi divulgado em dezembro de 2008 e cotado à época em cerca de 1,9 bilhão de euros para desembolsos por parte do Brasil (pouco mais de 2,5 bilhões de dólares, no câmbio atual). Pouco menos de quatro anos depois, em outubro… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini
Editor

Continuando, Outro caso de programa recente de grande porte, no Brasil, é o dos submarinos (PROSUB) O contrato foi anunciado em setembro de 2008, com previsão de entrega do primeiro submarino convencional, com algumas partes do casco fornecidas pela DCNS francesa e outras já produzidas aqui no Brasil (fora os diversos componentes estrangeiros, para gradativa nacionalização de uma parcela), em 2015. http://www.naval.com.br/blog/2009/09/03/cronograma-das-entregas-de-submarinos-e-helicopteros-ec725/ O contrato incluiu também a construção de uma base e estaleiro para construção de submarinos em Itaguaí, uma obra muito maior e mais complexa do que foi a construção da nova fábrica da Helibras em Itajubá. Eu fui… Read more »

eduardo pereira
Visitante
eduardo pereira

Nunao como sempre objetivo, boa exemplificaçao !!

Vader
Visitante
Member

Amigos, torço muitíssimo pra estar enganado, mas se a crise que se avizinha chegar como TUDO indica que está chegando, ano que vem, seja o governo que for (só muda que se o governo for do PT a crise vai durar mais 10 anos), Gripen C/D serão caça pacas pra gente.

Saito, conselho de quem trabalha na indústria e comércio: pegue uns 2 esquadrões de Gripen C/D enquanto pode, porque se bobear o Gripen E-Br já foi pras cucuias e vc nem está sabendo…

Ano que vem vai ser bem parecido com o Apocalipse Zumbi. Quem viver verá…

Sds.

juarezmartinez
Visitante
juarezmartinez

100% correto mestre Vader, 100 corretíssimo, e o Camaer sabe disso e sabe mais ainda que o negócio chamada NG pode ir ralo abaixo justamente pelos compromisos finaceiros de desenvolvimento do projeto que necessariamente dependerão de verba extra financiamento externo, e como a mega recessão que vem por aí, e as coisas podem ficar muito ruins. Some-se a isto que a curva de manutenção dos Mikes do 2ºlote(ex agressors) entrando em Delta apartir de 2016. Vader eu ouvi isto também de um oficial av da FAB, de pegar as 24 células que a Suécia tem ensacadas atualizar e fazer um… Read more »

Pangloss
Visitante
Pangloss

De acordo, Vader.
Para uma força aérea que teve dificuldades para operar plenamente os Mirage III e 2000, que se peida toda para manter minimamente proficientes seus F-5, passar para o Gripen C/D já será um upgrade ambiciosíssimo.
É melhor ir antecipando tudo o que puder ser feito, porque depois de outubro a realidade vai bater à porta.
Lembram do Plano Cruzado?

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

“Saito, fica esperto …. corre lá e garanta os nossos ….C/D”.

Comece a conversar com a SAAF também, fazem parte do BRIC’S, vai que eles dão uma “”mãozinha” com um esquadrão e não duvido que o façam …..

Eles também estão na m#d@, vão piorar e muito, mas tem uma vantagem sobre nós:

a presidente(a) do BC deles é da escola e origem britânica, sabe o que fala e o que faz.

Já o nosso, deixa pra lá vai …. política…. auto editado _____________________________________________

Darkman
Visitante
Darkman

Vader meu velho perfeito é por aí que vamos mesmo, agora pegar mas de 20 C/D é eu acho complicado e caso isso se confirme temos 57 F5M se não me engano e aí como ficamos ??? Saab não vai ter essa quantidade para suprir o que precisamos. Enfim as coisas tendem a ficar ruins. Por isso penso que se tivesse pego alguns F16 lá atrás estaríamos em uma situação mas confortável. Mas se demora quase 20 anos para se definir um caça e quando o faz, ainda temos que esperar outros 6 ou 7 anos para torna-los operacional. Seria… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini
Editor

Darkman, É bom lembrar que dessa conta de 57 F-5M, os que estão em linha hoje são 46. Outros 11 são os ex-jordanianos, ainda em modernização após terem suas células revisadas no PAMA-SP. Esses 11 ainda vão começar o seu tempo de serviço na FAB, então dá para esperar que durem pelo menos 10 anos (até mais ou menos 2025), e que alguns dos aviões em melhores condições da frota atual os acompanhem até essa data. Já o problema maior está na metade da frota atual de F-5M, os monopostos do segundo lote (comprados usados dos EUA, e que serviram… Read more »

André Sávio Craveiro Bueno
Visitante
Member
André Sávio Craveiro Bueno

Nunão, como sempre seu comentário foi claro e preciso. Mas a bola que o Vader levantou e outros colegas tocaram não foi a de um tampão, mas a de um usado definitivo, pelo que entendi. A hipótese é de que a crise matará a compra do Gripen E. Foi o que entendi, a ideia trem lógica fundamentada e, por isso mesmo, aterrorizante!

Fernando "Nunão" De Martini
Editor

André, Ao menos na minha cabeça, a compra de usados não pode ser considerado algo definitivo, e sim uma solução tampão, seja para complementar uma frota existente (como foi o caso de lotes de Mirage III e de F-5 que compramos para complementar os que compramos novos) ou para fazer uma ponte para a compra de caças novos (como o Mirage 2000 foi, embora não tenha durado o suficiente, ou melhor, a compra de novos demorou mais…). Quanto a crises, de fato isso é um problema. E recorrente. Ainda assim, já passamos por outras. Entre meados das décadas de 1980… Read more »

Gilberto Rezende
Visitante
Gilberto Rezende

Nunão repito se TUDO der certo com os protótipos e com o RECÉM INICIADO desenvolvimento de FATO do radar Raven do Gripen… A promessa, concordo contigo, está dentro dos parâmetros gerais MAS o que eu digo é que tenho SÉRIAS dúvidas se os prazos prometidos serão cumpridos no caso do Gripen. Você fala de emplos de prazos cumpridos ou em curso de cumprimento. Em geral os prazos nos projetos militares atrasam não por culpa dos fornecedores mas em boa parte dos casos por causa de falhas nossas e em geral falhas de PAGAMENTO EM DIA dos compromissos firmados como nos… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini
Editor

Gilberto,

EC725 e S-BR também eram um monte de promessas em 2008.

Além disso, como nada na vida dá 100% certo, como você diz, esses programas não atingiram essa marca improvável de 100%. Mas estão andando.

E quem disse que eu estou escrevi que as coisas darão 100% certo com o Gripen?

Apenas estou colocando-o no mesmo patamar de possibilidades, em acertos, erros e prazos, de dois outros grandes programas recentes – os quais, aliás, você costuma elogiar muito e defender em seus comentários.

Não coloque palavras na minha boca nem interpretações suas como se fossem algo que eu tivesse escrito.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor

Quanto ao radar, acho que você se equivoca ao falar em “desenvolvimento de FATO do radar Raven do Gripen” ou mesmo, lá atrás, quando escreveu (colocando palavras na boca da Saab, mas aí já é uma questão sua com a empresa, não comigo…) que “recém mês passado fechamos o contrato de desenvolvimento do nosso supimpa “1/2 AESA móvel no prato”. O que foi contratado, e neste mês, foi a produção dos radares: http://www.aereo.jor.br/2014/07/16/selex-es-recebe-contrato-para-fornecer-radares-raven-es-05-ao-gripen-ng/ O contrato de desenvolvimento do radar é de cinco anos atrás, 2009, ano em que o demonstrador voou, pela primeira vez, com uma versão de desenvolvimento do… Read more »

Darkman
Visitante
Darkman

Caro Nunão,

A minha opinião é o seguinte a escolha pelo caça que ainda é um projeto foi equivocada.
Precisamos de um vetor real e que esteja em produção.
Enfim temos que aguardar o que vem pela frente.
Emano de eleição as coisas demoram e quase sempre não se concluem. Acho o tempo curto demais para fechar um contrato. Enfim aqui no Brasil pode tudo e se acontece de tudo.

André Sávio Craveiro Bueno
Visitante
Member
André Sávio Craveiro Bueno

Nunão, concordo com “never more” para um Tampax.

Lembro-me bem dos anos 80 e 90 e a coisa era bem difícil. E hoje a coisa não está boa mas de longe é melhor do que aquela. Tomara que não piore tanto e que principalmente os responsáveis tenham a cabeça no lugar e sejam coerentes.

Nick
Visitante
Member
Nick

Caro Gilberto, Chamar o Raven de híbrido é “forçar a barra”. Ele É um AESA. O DIFERENCIAL de ser poder ser reposicionado durante o vôo é aprenas um plus que permitirá ao Gripen cobrir uma área maior, ou mesmo manter um alvo focado mesmo em manobras, e isso também está sendo planejado para o Captor do Typhoon. Caro Darkman, Se o objetivo fosse um caça pronto de prateleira, toda essa história de ToT e produção local nem deveria estar nos requisitos, mas tanto a FAB como o GF tem o objetivo que eu considero acertado de aumentar a autonomia com… Read more »

Darkman
Visitante
Darkman

Nunão, Você comenta que “Então é de se esperar que as primeiras aeronaves venham diretamente da Suécia…” Mas enquanto isso o Amorim (que deve estar mais ligado do que eu e você mais a torcida do Corinthians junto) diz: “… a ideia é que os primeiros Gripens sejam já feitos pelo menos parcialmente no Brasil em 2018.” Me desculpe mas depois você fala sobre o aumento gradativo, agora aqui o Ministro é incialmente é bem direto ao dizer que já nacionalizaremos de início… Nada demais não é? Afinal temos tempo para isso estamos falando de pelo menos 3 anos após… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini
Editor

Darkman, As suposições que comentamos em relação ao que ainda vai ser negociado (ou que já esteja negociado mas não saibamos), no momento, são apenas isso: suposições. Mas o próprio ministro disse um claríssimo “se não me engano” antes de suas declarações, e disse que ainda vai passar por um briefing para se atualizar no assunto. Já eu, digo que é de se esperar (ou seja, uma suposição minha) que algumas das primeiras aeronaves venham diretamente da Suécia pelo histórico brasileiro de acordos que envolvem produção local com transferência de tecnologia – como o do EC725, cujos primeiros três exemplares… Read more »

Grievous
Visitante
Grievous

Fernando “Nunão” De Martini
30 de julho de 2014 at 17:13#

“Será que a crise que se avizinha será pior que a dos anos 1980/90?”

Nos anos 80/90 não tínhamos no poder essa gente míope.
Numa crise braba mesmo, duvido que vão querer judiar do povão eleitor fiel. Vão ferrar ainda mais a economia tentando fazer o povão feliz.
De repente, fica mais fácil colocar em prática o plano desejado (comunismo).
Desculpe o comentário político.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor

“Nos anos 80/90 não tinhamos no poder essa gente míope”. De fato, tínhamos em boa parte daquele tempo, no topo da pirâmide do poder, o Sarney. Opa, Sarney? Mas não é o mesmo que foi parte importante também da sustentação política dos vários últimos governos (exceto o breve governo Collor,pelo que me lembro) e só saiu de cena, ao menos ele diz, agora? E, além de tudo, ele também deve ser míope, pois usa um onipresente par de óculos. Mas não me consta que, nesse tempo todo, o Sarney tenha tentado implantar aqui o comunismo… PS – excetuando-se a parte… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini
Editor

O curioso é que, por causa de uma discussão sobre a parte menos clara da reportagem, sobre início da produção local e com que conteúdo (tanto que o Amorim fala em “se não me engano” e que ainda vai ter um briefing sobre o assunto), estamos deixando de discutir algumas informações da matéria que eu creio serem as mais importantes para as negociações do contrato:

“Ele disse que receberá nos próximos dias representante do governo da Suécia para discutir detalhes da parceria entre brasileiros e suecos para a aquisição das aeronaves”

“a própria ministra da Suécia está vindo para cá”

Vader
Visitante
Member

Amigos, não me entendam mal: Ao contrário do Giltiger e outros, eu não tenho A MENOR sombra de dúvidas de que a SAAB e o Reino da Suécia cumprirão à risca o que for acordado. Tampouco tenho dúvidas de que “usamericanu mau bobu feiu i chatu” não criarão problema algum para a utilização de peças americanas no Grifo-EBr. Isso só aconteceria na atual conjuntura se eles rasgassem dinheiro e americano pode ser tudo, menos louco a ponto de rasgar dinheiro, ainda mais com sua economia em recuperação. Esqueçam isso: o tempo dos embargos injustificados ficou pra trás, a menos que… Read more »

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

CÑÑ ao vivo agora …. Argentina está em Default …. A primeira peça do dominó caiu. Para ajudar: http://www.valor.com.br/brasil/3632414/governo-central-tem-pior-superavit-fiscal-em-um-1 Gripens C/D ? Onde tem F 5 para vender e colocarmos no padrão M ? F 16 ? Humm, boa ideia, adoro esse vetor, mas aquele “aspirador” …. ah ia esquecendo, a Tia Eny tá p#t@ com a NSA ! Kfir Bock 60 ? Tem peças intercambiáveis com os Mirage …. ops …. esqueci, Israel é o inimigo da vez ………e meu Tio David vai _________________________auto editado ! Pura provocação …. kkrs. Solução: O MAG vai para Caracas e pede “uns”… Read more »

Darkman
Visitante
Darkman

Nunão, O ministro cita a questãod o Breifing antes, é uma interpretação sua, eu sigo com o termo que veio depois: “É algo intermediário e a ideia é que os primeiros Gripens sejam já feitos pelo menos parcialmente no Brasil em 2018.” Ou seja, a ideia é essa, se não for assim tudo bem, mas a ideia é essa… Quanto a nacionalização gradual eu concordo, só reforço que ela já existirá desde o início, essa é a “ideia”. Sobre as comparações, os termos do Rafale na Índia são bastante diferentes do nosso contrato com o Gripen, primeiro pelo motivo óbvio… Read more »

Ivan
Visitante
Member
Ivan

Nunão,

O Sarney foi também parte de sustentação dos últimos governos da ditadura militar..
Ele sempre estava lá, em Brasília.
Agora como antes.

Sds. 🙁

Ivan
Visitante
Member
Ivan

O caminho é Gripen.

A única alternativa é chutar o pau da barraca, mandar todo o trabalho às favas, e comprar F-16 C block 30/32 estocado no AMARG. Mas aí é total desespero.

Caças tampão Gripen C podem ser definitivos, complementando os futuros Gripen E.

Em tempo.
Precisamos destes caças, de todos, versões C e E.
Nossa vizinhança está cada vez mais instável, o que pode provocar chuvas e trovoadas.

Abç.

nunes neto
Visitante
nunes neto

Amigos quando o ministro diz:” que os primeiros Gripens sejam já feitos pelo menos parcialmente no Brasil em 2018.”Creio que esteja falando da participação da Akaer na produção da fuselagem do Gripen.http://www.aereo.jor.br/2014/05/30/saab-adquire-mais-15-da-akaer/

Carlos Alberto Soares
Visitante
Rinaldo Nery
Visitante
Member
Rinaldo Nery

Gilberto Rezende, em 30/07/14 às 17:14h: Na minha opinião pessoal só este item seria suficiente para EXCLUIR o Gripen NG do FX-2 se a COPAC fosse METADE do que ela pensa que é… Amigo, você fala com uma propriedade como fosse quem assinasse as notas fiscais para pagamento, tivesse realizado o curso de aquisição de sistemas na USAF, como alguns oficias do FX-2 fizeram… O TCU elogia o trabalho da COPAC porque não tem mais nada pra fazer. Comentários infelizes a parte, acredito que o contrato será assinado, sim, até dezembro. Obviamente, o leasing (ou como quiserem chamar) dos C/D… Read more »

Grievous
Visitante
Grievous

Só como replica à menção ao dono do Maranhão… Podemos dizer que na política de lá pra cá, mudaram apenas algumas moscas e ficou a mesma m#@$.
Mas o citado é daqueles que só querem $$$. Me referia aos que, além do $$$, querem levar o país para um modelo a la Cuba, Venezuela, Irã…

Grievous
Visitante
Grievous

Mas ficando no assunto dos caças, fico curioso com o raciocínio de que o Gripen vai dar em nada e teremos que recorrer à Boeing.
Não era mais caro o F-18? Se não tiver a grana para o Gripen, como conseguir para o SH?
Seria só pra comprar de prateleira, tirando essa de ToT?
Pergunto porque quem fala, o faz com uma convicção…
Nem acharia ruim, já que o Vespão era meu favorito

Rinaldo Nery
Visitante
Member
Rinaldo Nery

Grievous, tem gente que não enxerga o óbvio. Acreditam piamente que comprar de prateleira é melhor, e que ToT é balela.
Acho que esses sim, deviam trabalhar na COPAC….

juarezmartinez
Visitante
juarezmartinez

Cel é verdade se não tiver $$$ para o Gripen não terá para nenhum, e concordo em gênero número e grau com o que o Vader falou, hoje a Randon, uma empresa conhecidade de todos aqui colocou 2400 empregados em férias coletivas e acena na volta com 1500 demissões, a Catterpilar, de Piracicaba, maior fabricante mundial de equipamentos acaba de dimitir 700 empregados, A Gerdau já tem uma lista de demissões que beira o milhar tambem, o páis está a beira de um estagflação,e pelo que se ouve pelos corredores militares varios projetos irão para o lixo, outros terão que… Read more »

juarezmartinez
Visitante
juarezmartinez

Cel, tem um outro se na história do FX 2, se a oposição ganhar este projeto vai ser revisto totalmente, junto com o Prosub, o único que se salva é o Carcará voador que patrocinou a casa de Juiz de Fora…..

Grande abraço

Rinaldo Nery
Visitante
Member
Rinaldo Nery

Não discordo. Essa descontinuidade devido à crônica falta de recurso foi um dos motivos que me levou pra reserva. Chega uma hora que começamos a enxugar gelo. Tu sabes como é….
Quanto aos A-1, escutei de um oficial general que não existem 43 células pra modernizar.

juarezmartinez
Visitante
juarezmartinez

Nos corredores, dizem que esta modernização não sai, ou sai apenas de um ou dois Fox, vamos ver. Bem quanto as famigeradas Tots, elas são interesantes quando se tem alguém para assimilar e dar seguimentos no desenvolvimento delas, porém o que ocorre por estas bandas; Com nossa educação baseada em fundamento criados pela escola Francesa de Felipe Perrenau e seus discípulos do mundo encantado do faz de conta que ensina que fude…com o ensino lá e a aqui está formando uma leva de bestuntos e analfabetos funcionais, a ponto de um adolescente chegar ao final do antigo segundo grau sem… Read more »

juarezmartinez
Visitante
juarezmartinez

corrigindo: interesantes – interessantes.

Grande abraço

Iväny Junior
Visitante
Member

Existem células de Gripen na Africa do Sul também. Faz um mix de Suecos e Africanos, utiliza o Raven recém pronto e fecha o fx2 tampão da melhor maneira possível.

Esse BRICS e a briga demente que arrumaram com Israel freou todos os sistemas de modernização.