Home Noticiário Nacional Novaer vai produzir novo avião

Novaer vai produzir novo avião

657
11

T-Xc

Com 2 versões, para uso civil e militar, aeronave foi apresentada em São José; prefeitura não vê perda de investimentos

Xandu Alves
São José dos Campos

ClippingNEWS-PAA Novaer Craft, fabricante de aeronaves civis e militares de São José dos Campos, vai investir R$ 80 milhões para produzir 120 aviões por ano do modelo T-Xc.
Com duas versões, para uso militar e civil, o avião foi apresentado ontem no galpão da empresa em São José e fará seu primeiro voo até o próximo mês de maio.
A aeronave será produzida em Lages (SC), cidade que venceu a disputa para a instalação da empresa, que deve começar a produção em 2015. Serão gerados 400 empregos diretos, com até 1.500 postos indiretos.
A previsão da Novaer é que a aeronave receba a certificação da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) em dois anos.

Projeto. Segundo Graciliano Campos, presidente da Novaer Craft, o desenvolvimento do T-Xc começou em junho de 2010, com apoio financeiro da Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), ligada ao governo federal.

Ao todo, foram investidos R$ 25 milhões no projeto do avião, baseado no desenho do K-51, aeronave projetada pelo engenheiro Joseph Kovacs, 88 anos, ainda em atividade em São José. Ele projetou um dos maiores sucessos comerciais da Embraer, o Tucano.

Campos disse que a construção da fábrica, a preparação da equipe e a produção dos aviões custarão mais R$ 80 milhões, que virão de três fontes: Finep, governo de Santa Catarina e a própria empresa.

“Tivemos um apoio muito grande do governo catarinense, que sabe da importância da empresa em Lages”, disse.

Na cidade catarinense, a Novaer terá para uso uma pista municipal e apoio financeiro e institucional do governo estadual, o que ela não conseguiu em São José.
“Queremos fazer de Santa Catarina um segundo polo aeronáutico e de defesa”, disse Elizeu Mattos (PMDB), prefeito de Lages. “Viemos buscar um pouco em São José”.

Para Sebastião Cavali, secretário de Desenvolvimento Econômico de São José, a fabricação da Novaer fora de São José não afeta a cidade.
“Vamos compartilhar com eles (Lages). A Novaer vai continuar em São José”, afirmou.

Segundo Campos, por ter a plataforma adaptada para dois usos, de treinamento militar e transporte de passageiros, a aeronave irá disputar um mercado internacional, especialmente nos Estados Unidos e nos países da América Latina. No Brasil, a Força Aérea deve ser o principal cliente.

T-Xc Pilgrim - imagem Novaer

Saiba mais

T-Xc
Avião monomotor a pistão, de asa baixa e com estrutura primária e secundária construídas em fibra de carbono, além de trem de pouso retrátil do tipo triciclo e cabine para dois ocupantes (instrutor e aluno)

Utilização
A mesma plataforma do avião atende a duas categorias: treino militar e utilitário civil, com capacidade para quatro passageiros e 70 quilos de carga

Projeto
O avião é baseado no projeto K- 51, de Joseph Kovacs, que desenvolveu o Tucano, um dos destaques da Embraer

Fabricação
A Novaer Craft vai produzir o avião em Lages (SC), cuja fábrica receberá R$ 80 milhões de investimentos

Capacidade
Serão gerados 400 empregos diretos em Lages para produzir 120 aeronaves por ano

T-Xc - três vistas e painel - imagem Novaer

FONTE: www.ovale.com.br

11
Deixe um comentário

avatar
10 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
9 Comment authors
MayuandesastreBRAlmeidaedurvalRafael Oliveira Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Vader
Visitante

A Novaer que não se empolgue muito com as encomendas militares brasileiras: se o governo do PT precisar rifar a Novaer e seu projeto em favor do “UNASUR” de seus aliados bolivarianos da América Latrina, particularmente da Beiçuda “peor que el tuerto” de Buenos Aires, ele o fará sem o menor remorso.

O avião da Novaer corre o risco de ser que nem o Tavor da Taurus: um excelente produto que só é fabricado pra exportação.

Rinaldo Nery
Visitante
Member
Rinaldo Nery

Vader, concordo com você.
Mas esse T-X parece ser um bom avião. Só que o T-25 ainda tem mais folego que o T-27. A FAB já deveria, há muito, estar preocupada com a substituição do Tucano. A EMBRAER já foi consultada e informou ser inviável a reabertura da linha de produção.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Pois é, Rinaldo, mas será que o futuro treinador Unasul, na sua versão turboélice, não será justamente o substituto do T-27?

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

“A EMBRAER já foi consultada e informou…”

E prá que foram perguntar??? Não estão carecas de saber como “o império do mal de SJC” trabalha???
Deveriam tem perguntado p/ a Pilatus ou quem sabe, p/ a Textron; nova dona da Beechcraft.
Já pensaram, T-6 na FAB…

Rafael Oliveira
Visitante
Member
Rafael Oliveira

Apesar de não achar o ideal, considero provável que o GF e a FAB façam uma acomodação:

T-Xc (pistão) para substituir o T-25

Unasur (turboélice) para substituir o T-27.

E não seria comprado o Unasur a pistão.

edurval
Visitante
edurval

Rafael Oliveira 2 de abril de 2014 at 8:16

Nasce um novo profeta 🙂

Não concordo com isso, mais acho correta a sua analise.

Vida Longa e Prospera a Todos.

Rafael Oliveira
Visitante
Member
Rafael Oliveira

Edurval,

Hahahaha. Profeta foi boa, Vou até jogar na Mega.

Abraço!

Almeida
Visitante
Almeida

Cancelem essa bosta de UNASUR, a FAB ficará muito melhor de TX-c e T-29.

Sim, T-29, o AT-29 já substituiu com louvor os T-27 no EDA, nada impede uma nova encomenda de uma versão mais simples, sem blindagem e metralhadoras, para ser usada como treinador.

desastreBR
Visitante
Member
desastreBR

Alguém sabe qual será a autonomia com 4 ocupantes do U-Xc? Deram alguma previsão?
Dependendo do preço e autonomia será uma boa no meio civil.
Aviões como esse vendem muito no norte do planeta.

Att.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

desastreBR,

Ainda não vi nenhuma estimativa.

Divulgaram diversas especificações do modelo, mas não vi a de autonomia com 4 ocupantes do U-Xc.

Nesta matéria abaixo, do começo do ano passado, há vários dados divulgados pela empresa. Talvez você possa chegar a alguma aproximação comparando os dados divulgados de combustível total, velocidade de cruzeiro e carga útil com o de outras aeronaves que eventualmente tenham a mesma motorização.

http://www.aereo.jor.br/2013/01/23/novaer-apresentada-as-primeiras-pecas-do-txc/

Mayuan
Visitante
Mayuan

Adoro essa palhaçada de Império do Mal de SJC… como se existisse empresa privada boazinha…

Deixando isso de lado, concordo com o Almeida, Um ST simplificado não cumpriria adequadamente as missões do Tucano?