terça-feira, outubro 19, 2021

Gripen para o Brasil

Alerta Aéreo Antecipado & Controle na Força Aérea Sueca

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Saab 340 AEW&C - 1

Saab 340 AEW&C - 5vinheta-destaque-aereoNo dia 11 de junho o Poder Aéreo teve a oportunidade de conhecer de perto as aeronaves Saab 340 AEW&C da Força Aérea Sueca, juntamente com outros jornalistas que participavam do Aerospace Forum Sweden.

As aeronaves utilizam o mesmo radar Erieye empregado nos  E-99 da Força Aérea Brasileira que compõem o SIVAM.

Pudemos entrar nas aeronaves, mas como ocorre normalmente, não foi permitido fotografar seu interior (ver vídeo do piloto abaixo).

Saab 340 AEW&C - 2

Saab 340 AEW&C - 3

Saab 340 AEW&C - 4

Clique nos ‘thumbnails’ abaixo para acessar detalhes das diferentes versões do Saab 340 AEW&C em operação na Flygvapnet

Barra de Cinco Pixels

S100B-D AEW&C - 1 S100B-D AEW&C - 2 S100B-D AEW&C - 3
S100B-D AEW&C - 4 S100B-D AEW&C - 5 S100B-D AEW&C - 6

- Advertisement -

9 Comments

Subscribe
Notify of
guest
9 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
JACUBAO

Aquele cara subindo a escada e com uma mochila nas costas, não seria o nosso amigo Galante????? 😀
Acho que a plataforma da EMB-145 ficou melhor que esse turbo hélice da Suécia. Imaginem como ficaria no EMB-190?

Nick

Será que já não estaria na hora de planejar um upgrade no radar dos E-99?
Com a chegada de caças LO e VLO, acredito que há necessidade de se pensar em atualizar esse radar Erieye para ser capaz de detectar ameaças LO e VLO à distancias seguras.

Aproveitando, segue video dos 18 Gripens voando em formação para homenagear o casamento real lá na Suécia. 😉

http://www.youtube.com/watch?v=Lv5N_ia04zg&feature=player_embedded

Vader

Tendo a achar que o jato é melhor para esse tipo de função.

Paulo Andrade Freitas

Vader, concordo com vc, mas creio que para países com dimensões menores, como a Suécia, Emirados, Tailândia, etc., os turbo-hélices sejam mais viáveis e vantajosos.
Tanto que depois da fusão entre SAAB e Ericsson os suecos estão conseguindo mais sucessos de exportação com seu conjunto do que a Embraer com o seu.
Li há pouco tempo de que até a Argentina estaria interessada na solução sueca e não podemos esquecer que a única venda da Embraer depois da fusão ocorreu para a Índia, porém nesse caso os radares não serão suecos e sim indianos.

Ricardo-Recife

Paulo, um adendo. A Grécia também usa um Embraer 145 com Erieye.

vassili

Galante,

Quantos Saab 340 AEW a Suécia opera?????

E quanto ao uso do ERJ-145 AEW por parte dos gregos, o número é superior ao citado pelo colega Ricardo.

abraços.

Fuzila

Paulo Andrade Freitas disse:
20 de junho de 2010 às 11:50

Na verdade a Grécia tem 4 EMBRAER-145 AEW&C e o México tem 3 …

Paulo Andrade Freitas

Aos colegas Fuzila e Ricardo. O que é interessante notar é que em ambos os casos, Grécia e México, as negociações com a EMBRAER aconteceram antes da fusão entre a SAAB e a Ericsson. Após a fusão a EMBRAER não fechou mais nenhuma venda dos seus aviões com os radares suecos. Já a SAAB, no entanto, fechou algumas vendas do conjunto 340-Erieye depois da fusão. Já a EMBRAER só fechou com a Índia e, nesse caso, o conjunto não engloba os sensores suecos. Basta verificar as datas das vendas para a Grécia, México e Índia e depois comparar com a… Read more »

Otus scops

“As aeronaves utilizam o mesmo radar Erieye empregado nos E-99 da Força Aérea Brasileira…”
não será ao contrário, os E-99 da FAB é que utiliza o mesmo radar do Saab 340???

Últimas Notícias

FAB realiza enlaces de dados entre aeronaves usando o LINK-BR2 pela primeira vez

Os voos foram realizados durante a execução da Operação Íris, como foi denominada a segunda fase de ensaios de...
- Advertisement -
- Advertisement -