Home Noticiário Internacional SELEX Galileo estabelece a ATMOS como centro de excelência em radar AESA

SELEX Galileo estabelece a ATMOS como centro de excelência em radar AESA

242
42

Selex Galileo Raven ES-05 AESA 3

A SELEX Galileo, uma empresa Finmeccanica e principal fornecedor europeu de sofisticados sistemas de radar, celebrou um acordo com a Atmos, uma subsidiária da Atech, para estabelecê-la como Centro de Excelência para radar AESA e sistemas aerotransportados. O acordo está diretamente em conformidade com a intenção da Estratégia de Defesa do Brasil, no sentido de fortalecer a defesa nacional e a capacidade industrial.

O acordo, que surge na sequência do Memorando de Entendimento recente, incide sobre os programas em desenvolvimento, como o radar AESA Raven ES-05 para o Gripen Next Generation (NG), e os detalhes de treinamento, desenvolvimento, produção e apoio à atividades a serem realizadas pela ATMOS.

Além do radar AESA Raven ES-05 para o Saab Gripen NG proposto para o programa FX-2, o acordo também abrange todos os radares na carteira da SELEX Galileo, incluindo o Seaspray 5000E, 7000e e radares de vigilância AESA e T20 Gabbiano, sistema de vigilância por radar de varredura mecânica digitalizada ( M-Scan).

Esta gama de radares de vigilância está sendo oferecida para atender a um amplo leque de exigências da Força Aérea Brasileira, incluindo aeronaves de patrulha marítima e helicópteros.

A colaboração vai fornecer à ATMOS a formação em profundidade sobre os sistemas de radar, as atividades de desenvolvimento na AESA Raven ES-05, incluindo a plena participação no teste final e ensaios de voo, mais as habilidades necessárias para testar e apoiar plenamente o radar no Brasil.

À longo prazo, o desenvolvimento conjunto de sub-sistemas de radar avançado vai garantir que as necessidades futuras da Força Aérea Brasileira (FAB) serão preenchidas. Essa transferência de conhecimento e tecnologia também se aplica aos outros radares SELEX Galileo, para garantir que a capacidade ATMOS abranja todos os aspectos dos sistemas de radar.

“Consideramos que este é um acordo extremamente importante”, disse Alastair Morrison, vice-presidente sênior de Radar e Segmentação avançada linha de negócio em SELEX Galileo. “O Brasil é um mercado cada vez mais importante para nós e entendemos a necessidade de transferir conhecimento e tecnologia para satisfazer as necessidades brasileiras. Na ATMOS, nós encontramos um parceiro com a visão e capacidade que nos permite fazer disso uma realidade. Nós encontramos um parceiro que irá trabalhar conosco para explorar a capacidade de engenharia no Brasil e garantir que SELEX Galileo e ATMOS possam desenvolver sistemas de radar inovadores e eficazes no futuro “.

SAIBA MAIS:

42
Deixe um comentário

avatar
42 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
21 Comment authors
FlavioczarcccHarryAlmeidaA7X Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Wilson Giordani de Souza
Visitante
Member

Mais um prego para o caixão do Rafale…

Antonio M
Visitante
Antonio M

Mas vem aí o RAFALE NG F4 made in EAU !!!!!

Custo da hora de voô: mais de R$ 87.000,00/ hora.

Bem, os árabes podem ……..

drcoakroach
Visitante
drcoakroach

Mais um gol de placa do Gripen NGBR. Neste jogo que iniciou com o juiz e o bandeirinha favorecendo descaradamente um participante. O juiz anda se comportando, e o bandeirinha jah parece estar confuso.

Show de bola da SAAB por fazer um amplo envolvimento da industria, sindicatos e, claro, com a avaliacao favoravel da nossa FAB. E, eh claro, nao custa uns bilhoes a mais como o outro.

Jah que a analogia eh de futebol, e irao falar de torcidas, permitam-me:

Go Gripen Go!!! 🙂

[]s!

Curvo
Visitante
Curvo

É a Saab estava quietinha, estava …. rsrsrs
É a Saab e a Boeing comendo pelas beiradas …rsrsrsrs

ZE
Visitante
ZE

Isto senhores é que é uma “PARCERIA ESTRATÉGICA”, e não aquela bobagem com os franceses. Vamos qualificar os nossos engenheiros. Vamos aprender fazendo “on the job doing”. Primeiro, os críticos do Gripen NG falavam que ele não existia. Até o dia em que ele voou. Depois, falavam que o radar AESA dele não existia. Até o dia em que o radar foi instalado e voou no Gripen NG em setembro de 2009. Em vez de criticar o Gripen NG e seu radar AESA, os defensores do Rafale deveriam torcer para que o radar AESA do caça francês funcione bem, pois… Read more »

ZE
Visitante
ZE

Ah, sim…o Nelson Jobim não conhece a sua própria opinião !!!!!!

[ ]s

carl94fn
Visitante

Dos três candidatos ao FX prefiro o Rafale por considerar a oferta menos “ruim” e o mais capaz, mas vejo esses passos da Saab com bons olhos se vier o NG que esteja rechiado de tecnologia de ponta… Mas diferente de meus colegas que (se não for o meu então não presta é roubo, é isso, é aquilo, a FAB tem sua escolha bla, bla, bla “se fosse ouvi a mesma acho que daria o SH”, relatório bla, bla, bla “que ninguém vê”) quero o melhor para meu país seja qual for dos três. Todos os candidatos tem seus pontos… Read more »

Vader
Visitante
Vader

“Além do radar AESA Raven ES-05 para o Saab Gripen NG proposto para o programa FX-2, o acordo também abrange todos os radares na carteira da SELEX Galileo, incluindo o Seaspray 5000E, 7000e e radares de vigilância AESA e T20 Gabbiano, sistema de vigilância por radar de varredura mecânica digitalizada ( M-Scan).” Essa, a diferença da proposta sueca… antes mesmo de ter qualquer garantia sobre o FX2, já está acordada a ToT. Parabéns à FAB pelo acerto na escolha, e à SAAB pela honestidade de propósitos. Parabéns à Selex e à ATMOS pela acertada parceria. Uns radares móveis de vigilância… Read more »

carl94fn
Visitante

O NG já voou?

Antonio M
Visitante
Antonio M

Putz! Eu falei da parceria com a África do Sul em artigo anterior e acabaram de postar. Aí acima.

A-Darter será disparado pelo Gripen nos próximos dois meses

Estamos perdendo uma aliança interessante com Suécia e Africa do Sul. E com que mais vier!

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

“a Thales nunca construiu um radar AESA sequer.”

Sejamos justos, o radar AESA francês voou em 2002, mas era americano demais p/ os queijos podres…

No mais, isto sim é que é parceria.

M1
Visitante
M1

Vader disse:
5 de maio de 2010 às 13:06

Gostei do comentário!

Antonio M
Visitante
Antonio M

Claro que voôu. Tem bastante matéria aqui no blog mesmo.

http://www.aereo.jor.br/2010/04/22/gripen-e-noticia-de-novo/
“…Eddy de la Motte, Diretor do Gripen para a Índia, confirmou que pilotos indianos testaram o Gripen NG Demo com radar AESA há duas semanas. Os pilotos fizeram cerca de 10 voos na aeronave, em Linkoping….”

E tem muito mais …..

Gutex
Visitante
Gutex

A participação do Brasil no projeto Gripen NG está se tornando tao obvia e irreversível que, estou começando a crer que mesmo sendo “derrodado” no FX-2 o Brasil irá produzir-lo em um Hi-Low. Pelomenos assim espero.

Edu Nicácio
Visitante

Ganhando o FX-2 ou não, as empresas nacionais estão se habilitando a fornecer componentes para a Saab. Isso sim é estratégia de negócios.

Agora, se o governo fechar com o Gripen, ótimo. Que venham 120 caças e entremos em algum projeto de 5ª geração, para mais 120 caças. Precisamos de no mínimo uns 20 esquadrões para os tempos que virão…

carl94fn
Visitante

O demo vale?? Não me entenda mal, mas gostaria de reais dados do NG não duvido que será um caça muito capaz quando terminar provavelmente superior ao F-16C + AESA e o SH em questão de combate ar-ar, mas ele ainda não esta pronto e o que temos são só especulações de todos os lados, se o NG vier para a FAB será uma ótima escola não tenho nenhuma duvida disso, mas eu não vou engolir essas especulações exageradas que colocam nos jornais e na internet tanto os russos como os suecos podiam fala menos mentiras, já que seus produtos… Read more »

Antonio M
Visitante
Antonio M

“O demo vale??”

Claro. Ele voa com as especificações que oferece senão, como ganhará uma concorrência?.Se não obedece às especificações, é descartado antes mesmo de voar!

Estão confundindo com joguinho DEMO para computador, que vem com apenas algumas fases, não as salva e ainda por período limitado! rsrsrsrsrsr!!!!

Tenham dó !

FighterSkill
Visitante
FighterSkill

Quando o Gripen NG ficar pronto…teremos o caça de 6 Geração voando…com lasers.

Esta jeringonça se adquirido pelo Brasil vai fazer nosso dinheiro ir pro brejo…

Assim que estiver pronto (se ficar e voar) não receberá nenhuma atualização importante a ponto de causar preocupação as futuras ameaças.

Chegou no limite o Gripen com …a célula NG.

Curvo
Visitante
Curvo

Carl94fn

Já voou e há mais tempo e muito completo que o PAK-FA ou RAFALE F3
“A proposta da Saab para o F-X2
17 de setembro de 2009, em Divulgação, Indústria Aeroespacial, Sistemas de Armas, Tecnologia, por Alexandre Galante “

Curvo
Visitante
Curvo

Caro FighterSkill disse:
5 de maio de 2010 às 15:38

Observar o que disse :

carl94fn disse:
5 de maio de 2010 às 13:55

Também é válido para ti … com relação ao Gripen N/G … mesmo pêso e mesma medida !

Curvo
Visitante
Curvo

Caro FighterSkill disse:
5 de maio de 2010 às 15:38

Já está em desenvolvimento a versão de 5ª geração e o Rafale a quantas está ?

Curvo
Visitante
Curvo

E Caro FighterSkill disse: 5 de maio de 2010 às 15:38

Sem contar que a TT à sueca já está em andamento, enquanto isso os franceses nem AESA para desenvolvermos em conjunto !!!
Começo a desconfiar que o Rafale F3 para entrega ao Brasil completo vai demorar muito mais tempo que o planejado ….

GSV
Visitante
GSV

Boa tarde a todos! “míssil ar-ar de quinta geração destinado à geração de aeronaves Gripen da SAAF,” “radar AESA e sistemas aerotransportados. O acordo está diretamente em conformidade com a intenção da Estratégia de Defesa do Brasil” Depois dessas duas noticias fica dificil pra Dassault bancar! Mesmo acreditando que o FX-2 está acabado, vejo que a SAAB está na briga pela logica (empregando parceria). Os EUA tb oferecendo troca com troco (SH = ST) tb tem uma parceria. Já os franceses venderam Navios, Submarinos, tecn. nuclear e ainda “chutam” no preço do Rafale! Se o Lula optar por eles acabam… Read more »

Tito
Visitante
Tito

Enquanto isso na Galia:

-Asterix,os Nórdicos continuam atacando e não temos mais munição, como vamos fazer para justificar a estoria do radar. Na outra frente de batalha “Anglo-Saxões-Americanos” acenam com a compra de Super Tucanose de “Carrinhos de mão”.

-Faça o seguinte Obelix, compre uns litros do fortificante preferido do grande Mulla (cachaça) e marque uma visita, e não esqueça de por uns milhões na cueca “delle”.

Vader
Visitante
Vader

Tito disse:
5 de maio de 2010 às 16:50

Hehehehehe, Tito, isso aí é a “poção mágica” do Mulla, rsrsrs… Dentre seus super-poderes, quando ele toma a “poçãozinha do druida” decide o caça antes de todo mundo, inclusive do Saito, do Jobim e da FAB, rsrsrs…

É rir pra não chorar, rsrs… Mas tá acabando, é já já…

Abs.

Tito
Visitante
Tito

Deus te ouça.

Abs

th98
Visitante
th98

parece que vamos de NG

RobsonMBr
Visitante
RobsonMBr

“”A SELEX Galileo, uma empresa Finmeccanica e principal fornecedor europeu de sofisticados sistemas de radar, celebrou um acordo com a Atmos, uma subsidiária da Atech, para estabelecê-la como Centro de Excelência para radar AESA e sistemas aerotransportados. O acordo está diretamente em conformidade com a intenção da Estratégia de Defesa do Brasil, no sentido de fortalecer a defesa nacional e a capacidade industrial.”” A Galileo já é parceira antiga do brasil, inclusive participa do radar Multímodo SCP-01 do AMX. A Finmeccanica é fornecedora dos radares dos F5M. Devemos lembrar que o Brasil também tem um acordo de parceria militar com… Read more »

RobsonMBr
Visitante
RobsonMBr

O assunto Gripen Ng surge sempre aqui no Blog como porção mágica.

Esse assunto não tem nada a ver com ele. Esse radar não vai ser desenvolvido aqui, como também a Atmos/Atech não é tradicional no ramo. A lógica seria a Mectron, por causa do SPC-1 do AMX.
será como o radar do Rafale. Uma caixa preta.
Quanta falta de lógica de alguns aqui.

Indiferente ao Gripen ela irá se instalar aqui.

Curvo
Visitante
Curvo

Caro RobsonMBr não é mágica, não, é que sempre está tendo notícias boas a respeito dele no mundo, também tem aparecido do RAFALE, fica triste não !!!
O único que não aparece muito é o F-18, nem por isso fico triste, ou desconfiado !!!hehehehehehe

RobsonMBr
Visitante
RobsonMBr

Curvo disse:
5 de maio de 2010 às 19:23

Quem tá triste? rsrsrsr
sem nenhum dos tres quem perde é o Brasil.

O que ocorre é o destaque em um assunto que não tem nada haver com o gripen. Indiferente ao gripen, esse acordo iria sair, pois o Brasil nos próximos anos vai aumentar significativamente seus equipamentos militares. já existe um projeto com a Itália (iveco) e vem agora outro na área naval.

A selex-galileo não quer perder essa boca. Se o gripem ng vier, melhor ainda para ela.
Agora, para quem acha que o radar vai ser densenvolvido aqui…..

Mauricio R.
Visitante
Mauricio R.

Os italianos não estão a procura de vassalos, nos aceitam como parceiros.
Estão interessados e comprometidos.
Quanta diferença da posição prepotente exibida pelos franceses.

A7X
Visitante
A7X

Excelente notícia!

E diferente do que alguns aqui estão dizendo, esta transferência de tecnologia nada tem haver com o FX-2.

Vader
Visitante
Vader

Franceses não são confiáveis…

Almeida
Visitante
Almeida

A Thales ja fechou parceria para desenvolvimento de radares AESA avançados com alguma empresa nacional? Nao ne? Ah ta…

Harry
Visitante
Harry

Caros editores parabéns pelo post, nos reaviva na memória, já esquecida, da relevância dessa parceria. Alastair Morrison, vice-presidente sênior de Radar e Segmentação da SELEX Galileo afirma: “A PARCERIA levará a ATMOS a formação em profundidade sobre os sistemas de radar, as atividades de desenvolvimento na AESA Raven ES-05, incluindo a plena participação no teste final e ensaios de voo, mais as habilidades necessárias para testar e apoiar plenamente o radar no Brasil.” “Nós encontramos um parceiro que irá trabalhar conosco PARA QUE POSSAMOS desenvolver sistemas de radar inovadores e eficazes no futuro “. Tem tudo a ver com gripen… Read more »

RobsonMBr
Visitante
RobsonMBr

Harry disse:
5 de maio de 2010 às 21:59

O gripenismo já virou uma doença,,,,,,,
qualquer coisa é ele e o outro…..

drcoakroach
Visitante
drcoakroach

Era soh o que faltava, a parceria com a Atmos foi iniciada e estah fundamentada na venda dos Gripen NG p/ o Brasil. Agora querem dizer que nao tem nada a ver, nao adianta, Gol de placa da SAAB + uma vez… direto da fonte: “Bob Mason: Nós escolhemos a ATMOS como um parceiro estratégico para o desenvolvimento da tecnologia AESA no Brasil. Este foi um passo muito importante para a SELEX Galileo. A parceria com a ATMOS focará inicialmente na concorrência dos caças, mas, será, no final, algo muito mais amplo. No longo prazo, a SELEX Galileo e a… Read more »

czarccc
Visitante
czarccc

Mauricio R. disse: 5 de maio de 2010 às 20:50 “Os italianos não estão a procura de vassalos, nos aceitam como parceiros. Estão interessados e comprometidos. Quanta diferença da posição prepotente exibida pelos franceses.” Quase chorei de emoção. Quando era criança ouvia coisas assim, só que o nome dos personagens eram coisas do tipo lobo mal, chapeuzinho vermelho, branca de neve… Vader disse: 5 de maio de 2010 às 21:38 “Franceses não são confiáveis…” Realmente, não saberia argumentar melhor ou ser mais convincente… Não sou de perder paciência com troll, mas esses comentários “profundos” e extremamente bem embasados não poderiam… Read more »

Vader
Visitante
Vader

RobsonMBr disse:
5 de maio de 2010 às 22:34

“O gripenismo já virou uma doença”

Não caro Robson. Doença é o antiamericanismo idiota a que o amigo Harry se referiu. Unica justificativa para o Rafale, diga-se de passagem.

Abs.

Vader
Visitante
Vader

czarccc disse:
6 de maio de 2010 às 3:32

Amigo, não perca tempo e pule então. No mais, se vc fosse frequentador mais antigo saberia que falo essa verdade há mais de dois anos.

Sds.

Flavio
Visitante
Flavio

Só uma frase a dizer…Isso sim é ToT de verdade