Home Operações Aéreas Tradução da palestra do Coronel Terrence Fornof da USAF – 1a. parte

Tradução da palestra do Coronel Terrence Fornof da USAF – 1a. parte

1529
395

Os vídeos do YouTube “IAF SU-30 MKI Red Flag Lecture Part 1 & Part 2” do coronel Terrence Fornof, um piloto de F-15 e diretor do Requirements and Testing office do USAF Warfare Center, na Base Aérea de Nellis, mostram o oficial dando um briefing privado de improviso, em agosto de 2008, a um grupo de pilotos aposentados conhecidos como “Daedalians”.
Segundo um comunicado oficial da Base Aérea de Nellis, o coronel Fornof não quis ofender qualquer aliado dos EUA, pois ele sabe em primeira mão a importância do treinamento com as forças aliadas e o fabuloso poder de fogo que trazem para a luta. Seus comentários durante este briefing são opiniões pessoais e não são os mesmos do Warfare Center ou da USAF.

A transcrição/tradução é do nosso amigo e colaborador Marine, que se prontificou a nos ajudar a colocar essas informações ao alcance de mais leitores.

“Eu tive a oportunidade…já houve uma discussão na nossa mesa sobre o SU-30 MKI, MKI significa I para Índia, MK na Rússia quer dizer que o M é o mais novo SU-30 e o K é a versao de exportação. Esses são aviões com “vector thrust”, “canards” e todas as armas avançadas que os russos construíram, incluindo o seu missil “active-radar” e o missil IR com alcance de 30 milhas que está na revista Jane’s…Vocês podem ler a Jane’s sobre esses avioes…(Risos).

Nós os recebemos aqui em Mountain Home(??) por 2 semanas aonde treinamos com eles e lhes ensinamos como voar para a Red Flag…E algumas coisas aonteceram: 1- Percebemos que os motores que estão nesses aviões são muito sensíveis a danos de objetos estranhos (Foreign Object Damage).
E a razão que isso é importante é que eles têm que levar 1 minuto antes de decolar e em um exercicio como o Red Flag em que lançamos de 60 a 80 avioes, se voce tem alguem que vai levar 1 minuto entre decolagens para lancar 6 avioes…”Falou! Vai encontrar outro lugar para você voar!” Então treinamos com eles e trabalhamos com eles para que encurtassem esse tempo para 45 segundos; ainda assim não aceitável; mas o que fizemos foi…Vocês vão decolar primeiro e chegando no espaço aéreo vão esperar pelos outros, porque eles carregam muita gasolina e podem fazer isso.

Eles estavam muito preocupados com F.O.D. é o fato que os motores russos não são tão confiáveis quanto os americanos. Uma das coisas que os indianos estavam muito desapontados é que quando danificavam os motores com F.O.D., os russos faziam com que mandassem esses motores de volta à Rússia e os russos os mandavam motores novos e os próprios russos fariam todo o trabalho lá na Rússia. O que não era uma situação perfeita para eles estando aqui nos EUA sem motores sobressalentes.
Como voaram? Bem, acho que a melhor maneira de descrever…Acho que tinha algo no jornal ontem mas eu não vi, tinha muita coisa nos jornais de aviação e vai haver muito mais sobre esse avião. Se você gosta de ir no computador e olhar no youtube, existe um ótimo vídeo de demonstração em que alguém colocou junto o F-22 voando sua demonstração e tem o piloto de demonstração do SU-30 voando também, fazendo sua demonstração exatamente igual ao F-22.

Em um show aéreo eles podem fazer a mesma demonstração, mas na realidade isso é o mais próximo que os aviões chegam um do outro. Quando comparado com aviões do EUA, aonde estão com relação ao F-16 e F-15? Ele é um pouquinho melhor do que nós. E isso é muito impressionante, tem um radar melhor, mais empuxo, tem “vector thrust”, armas com mais alcance…muito impressionante! Agora o que você tem que adicionar é o treinamento! Bem me deixa falar do F-22, está aqui em cima…ok…próximo!
Manobrando, uma coisa que fizemos muito foi lutar mano-a-mano e estávamos preocupados porque quando havíamos ido à Índia antes e lutamos com eles, sempre tiveram seus melhores pilotos, sempre lutamos com eles no “Nellis” deles e nós sempre tínhamos uma unidade operacional de Kadena, entre outros, aonde a “ratio” de experiência era de 80% de caras inexperientes com menos de 500 horas de vôo e 20% de caras que, na maioria das vezes, eram experientes, mas passaram os últimos tempos em posições de Estado-Maior e depois voltaram a voar, mas já tinha muito tempo que não voavam. Então eles foram lá e meio que agüentaram o tranco, mas os indianos bateram nos peitos e disseram…”Olha fomos capazes de bater neles mais do que eles foram capazes de nos bater”. E isso foi verdade lá.

Bem, eles vêm à nossa base e trouxeram uma unidade operacional normal de SU-30 com uma “ratio” de experiência de 50/50 e seus caras experientes todos tinham vindo do MiG-21 Bison e o Bison é um aviao porreta! É um MiG-21 que muitos de vocês se lembram da era do Vietnã, exceto que colocaram radares de F-16 no nariz feitos pelos israelenses, carregavam misseis “active-radar” e um “jammer” israelense que os faziam praticamente invisiveis aos nossos radares originais do F-16 e F-15. E se vocês se lembram dos dias dos 44/77, o MiG-21 tinha a capacidade de entrar em uma “scissors” com você a 110 nós e 60 graus de mergulho de nariz e ir de 10.000 a 20.000 pés. Um avião muito manobrável, mas não tinha muitas armas boas; Agora tem um capacete com abertura “off bore sight” IR, missil “active-radar” e um “jammer” que lhes deixa se aproximar.

E daí que os pilotos experientes deles vieram para entrar no SU-30 e eles achavam que eram muito bons em lutas próximas. Então eles chegaram à nossa base e nós não nos preocupamos muito e deixamos o pessoal dos esquadrões operacionais brigarem com eles, mas depois eu e outros que usamos a mesma “bolacha” fomos lá brincar com eles um pouco também. Incrivelmente nós os dominamos! Os dominamos não com um F-15 limpo, quer dizer, sem tanques externos e esse tipo de coisa. Nós os dominamos com F-15s em configuração de guerra, quer dizer, com 4 mísseis, tanques externos com gasolina neles e tudo e eles estão lá com seus SU-30 limpos, com excecao de um “pylon” para carregar um “pod” que não tinha nada nele.
Eles ficaram impressionados, tão frustrados ao ponto que depois dos primeiros 3 dias eles disseram: “Quer saber de uma coisa? A gente não precisa fazer mais esse negócio de mano-a-mano, vamos partir pra outra coisa…” E nós ficamos desapontados porque na Índia só queriam fazer mano-a-mano porque estavam ganhando. (Risos).

Vector Thrust, o Raptor tem vector thrust, e de duas dimensoes mas funciona no modo “pitch”, quando o avião puxa e passa de um certo peso-ar; não é velocidade aérea; é um limite de peso-ar; em uma manobra “post stall” então o “vector thrust” entra em ação e voa o avião. No SU-30 ao invés de tê-lo em duas dimensões, no “pitch” ele tem em um “V”, se voce olha para a traseira do aviao o “thrust” move como em um “V” e o que isso faz é…ele não necessariamente tem que estar em uma manobra “post stall”, eles apertam um botão no manche e ligam o vector thrust, então se o avião estiver em uma manobra “scissors” e ele quer ir p/ direita ao invés de usar os “rudders” ele liga o vector thrust e põe o manche p/ direita e isso faz com que o “nozzle” puxe o avião para a direita.

Agora enquanto isso é bom e ótimo para muito empuxo o que isso faz e criar “drag” maciço, ele é um aviao grande, um aviao enorme e agora está sendo chutado e movido pelos céus, então o que acontece é que enquanto ele pode mover seu nariz, ele começa a cair…Bem…O que nós fazemos?
Nós temos enfrentado os Raptors e tomado uma surra e dizemos: Bem a única chance que você tem contra o Raptor é quando ele está manobrando e vindo de seu canto e você tem um cara inexperiente, porque os experientes sabem não entrar nessa mas o inexperiente…Não estou brincando mas olha só…28 graus p/ segundo de “turn rate” a 20.000 pés (assobio, Jesus!), o F-15 tem uma instantânea de 21 graus e mantida de 15-16 graus, já o Raptor pode manter 28 graus, e alguns desses caras novos inexperientes acham que isso nao é suficiente p/ eles, querem mais do que isso, então vem vindo pelo canto com a esperança de que o piloto do Eagle fique com medo só de apontar o nariz pra ele ate que ele vá a uma manobra “post stall”, uma vez que ele vá post stall o aviao pára de mover ao redor do centro de “lift” na asa e vai p/ o centro de gravidade no nariz, porque agora está indo somente por empuxo e o aviao vai virar dessa maneira…

No Eagle ou no Viper quando você vê isso você imediatamente sobe na vertical, porque sabe que ele nâo vai conseguir subir com você e você tem essa ínfima oportunidade contra o Raptor e nada mais! Agora a chave disso tudo é que você nunca nem chega tão perto do Raptor porque nunca nem o vê e ele te abate antes que você chegue até esse ponto. O SU-30, sem problema, avião grande, grande assinatura no radar, ele está fazendo “ballet” só pra chegar perto no ponto em que os aviões se encontram, mas ele está fazendo “jamming” e seus mísseis nao estão funcionando, então você entra nessa briga visual e quando você se aproxima dele e ele tem cerca de 22-23 graus p/ segundo de “turn rate” mantido; Nem perto do Raptor; e nós temos lutado contra o Raptor, então esse vai ser fácil cara! Então começamos a chegar neles e de uma hora p/ outra você vê a traseira abaixar e comecar a usar o vector thrust e agora ele começa a cair dos céus tão rápido que você nem tem que subir como faria contra o F-22, você só tem que puxar o manche um pouco, puxar o “throttle”, mudar p/ canhão e perfurar o cérebro dele…

Clique aqui para ler a 2a. parte.

395 COMMENTS

  1. Opnião pessoal, no início ele aponta as vantagens dos indianos quando competem em “casa” e a derrota deles “fora”, para resumir o assunto, é igual a futebol, o mandante do campo sempre leva uma pequena vantagem…
    Agora se ele falou isso dos Su-30, eu não quero nem ver o comentário dele para os nossos F-5M…

    Sds.

  2. Opnião pessoal, no início ele aponta as vantagens dos indianos quando competem em “casa” e a derrota deles “fora”, para resumir o assunto, é igual a futebol, o mandante do campo sempre leva uma pequena vantagem…
    Agora se ele falou isso dos Su-30, eu não quero nem ver o comentário dele para os nossos F-5M…

    Sds.

  3. Atentem para esse trecho: Quando comparado com aviões do EUA, aonde estão com relação ao F-16 e F-15? Ele é um pouquinho melhor do que nós. E isso é muito impressionante, tem um radar melhor, mais empuxo, tem “vector thrust”, armas com mais alcance…muito impressionante!

    Ou seja, se FAB optasse pelo Su-35, teria um caça só “um pouquinho melhor” que os F-15 e F-16 da USAF…

  4. Atentem para esse trecho: Quando comparado com aviões do EUA, aonde estão com relação ao F-16 e F-15? Ele é um pouquinho melhor do que nós. E isso é muito impressionante, tem um radar melhor, mais empuxo, tem “vector thrust”, armas com mais alcance…muito impressionante!

    Ou seja, se FAB optasse pelo Su-35, teria um caça só “um pouquinho melhor” que os F-15 e F-16 da USAF…

  5. Tiro apenas uma conclusão do que ele falou, o diferencial foi a experiência dos pilotos?

    quanto ao FOD, lembro que o F-16 também não pode operar em qualquer pista e ouve exemplos no brasil mesmo em que um aspirador de pó gigante teve que sugar as tranqueiragens da pista…

    ou seja, para mim é só mais uma opinião.

  6. Tiro apenas uma conclusão do que ele falou, o diferencial foi a experiência dos pilotos?

    quanto ao FOD, lembro que o F-16 também não pode operar em qualquer pista e ouve exemplos no brasil mesmo em que um aspirador de pó gigante teve que sugar as tranqueiragens da pista…

    ou seja, para mim é só mais uma opinião.

  7. O que me chamou a atenção, não é a parte dos comentários de “voo” e sim o fato dos indianos terem dito a ele que os russos exigem os motores de volta quando ha necessidade de manutenção profunda……
    pera ai, a india é um dos maiores operadores de avioes russos no mundo. Se com eles os russos nao permitem manutenção em solo indiano imagino o que fariam conosco e nosso pequeno lote de 36 SU 35….
    Imagina ficar mandando motor pra “mãe russia” a 20 mil quilometros de distancia….

  8. O que me chamou a atenção, não é a parte dos comentários de “voo” e sim o fato dos indianos terem dito a ele que os russos exigem os motores de volta quando ha necessidade de manutenção profunda……
    pera ai, a india é um dos maiores operadores de avioes russos no mundo. Se com eles os russos nao permitem manutenção em solo indiano imagino o que fariam conosco e nosso pequeno lote de 36 SU 35….
    Imagina ficar mandando motor pra “mãe russia” a 20 mil quilometros de distancia….

  9. Confesso que sou uma das viúvas do SU-35.

    Más tenho que confessar tb, que depois desses depoimentos, seja por um ponto de vista pessoal ou técnico, a FAB tenha acertado em não fechar com o Sukhoy e realmente concordo com o Douglas.

    Vai ver, a FAB tenha percebido mesmo a dificuldade que existe em trabalhar com os Russos, más tem que se levar em consideração a Venezuela. Será que Chavéz vai ficar mandando todo motor que sugar uma mosca para Moscou?

    Tem outro detalhe ai. Os Indianos não usaram toda a capacidade dos Su-30, agora nota-se que os caças americanos, entraram com tudo na “brincadeira” realmente com este objetivo, em desmistificar a máquina da Rússia.

    Corsario. Fiquei na mesma dúvida que você. O tera sido de nossos “Bicudos” pelo ponto de vista pessoal ou técnico dos pilotos da USAF?

  10. Confesso que sou uma das viúvas do SU-35.

    Más tenho que confessar tb, que depois desses depoimentos, seja por um ponto de vista pessoal ou técnico, a FAB tenha acertado em não fechar com o Sukhoy e realmente concordo com o Douglas.

    Vai ver, a FAB tenha percebido mesmo a dificuldade que existe em trabalhar com os Russos, más tem que se levar em consideração a Venezuela. Será que Chavéz vai ficar mandando todo motor que sugar uma mosca para Moscou?

    Tem outro detalhe ai. Os Indianos não usaram toda a capacidade dos Su-30, agora nota-se que os caças americanos, entraram com tudo na “brincadeira” realmente com este objetivo, em desmistificar a máquina da Rússia.

    Corsario. Fiquei na mesma dúvida que você. O tera sido de nossos “Bicudos” pelo ponto de vista pessoal ou técnico dos pilotos da USAF?

  11. A Marinha do Brasil também tem que enviar seus motores de A-4 para Israel mexer. Antes mandou para a Argentina, que não deu conta do recado.
    Essa manutenção dos motores na Rússia deve ser a de revisão geral e não a de manutenção de rotina.

  12. A Marinha do Brasil também tem que enviar seus motores de A-4 para Israel mexer. Antes mandou para a Argentina, que não deu conta do recado.
    Essa manutenção dos motores na Rússia deve ser a de revisão geral e não a de manutenção de rotina.

  13. Agora os abobadinhos que viam o Sukhoi no youtube.com dar “ré” no ar e achavam que isso era ser o melhor caça do mundo vão reclamar…

    Quem gosta de aviação militar e entende um pouco das táticas usadas em combate aéreo sabe que o Su-35 é um avião ultrapassado. O projeto é o mesmo do Su-27, o que muda é a aviônica. Não é à toa que a Rússia tá desesperada, dia e noite, fazendo o PAK-FA para tentar rivalizar com o F-35 Lighting II.

    Depois que os EUA aposentam sua primeira aeronave de caça stealth, o F-117 Nighthawk, é que os russos começam a projetar uma aeronave do tipo. Quantas décadas de atraso.

    Não me adimira a FAB ter tirado o Super Flanker da decisão final, e sim me adimira ter posto esse caça no F-X, um projeto de 30 anos concorrendo com caças como o Eurofighter, Gripen e Rafale.

  14. Agora os abobadinhos que viam o Sukhoi no youtube.com dar “ré” no ar e achavam que isso era ser o melhor caça do mundo vão reclamar…

    Quem gosta de aviação militar e entende um pouco das táticas usadas em combate aéreo sabe que o Su-35 é um avião ultrapassado. O projeto é o mesmo do Su-27, o que muda é a aviônica. Não é à toa que a Rússia tá desesperada, dia e noite, fazendo o PAK-FA para tentar rivalizar com o F-35 Lighting II.

    Depois que os EUA aposentam sua primeira aeronave de caça stealth, o F-117 Nighthawk, é que os russos começam a projetar uma aeronave do tipo. Quantas décadas de atraso.

    Não me adimira a FAB ter tirado o Super Flanker da decisão final, e sim me adimira ter posto esse caça no F-X, um projeto de 30 anos concorrendo com caças como o Eurofighter, Gripen e Rafale.

  15. obrigado pela traducao!!!! agora a vovo’ aqui entendeu o que esse Terencio Fornofio falou mal do sukhoi!!!!!! que conversa e’ essa de reclamar que o Sukhoi faz bale’ na hora dos doguifaite????? quem entende de bale’ e’ russo!!!! e bielorusso que nem eu e o Pavelzinho!!!!! quem vai furar celebro dele e’ a vovo’ que vou jogar uma garrafa de vodka na cabeca desse Terencio Fornofio que nao sabe nada!!!! E viva o movimento das viuva de sukhoi que so’ aumenta!!!!! Fora F22 !!! Fora Fornofio e Fora FX2!!!!!

  16. obrigado pela traducao!!!! agora a vovo’ aqui entendeu o que esse Terencio Fornofio falou mal do sukhoi!!!!!! que conversa e’ essa de reclamar que o Sukhoi faz bale’ na hora dos doguifaite????? quem entende de bale’ e’ russo!!!! e bielorusso que nem eu e o Pavelzinho!!!!! quem vai furar celebro dele e’ a vovo’ que vou jogar uma garrafa de vodka na cabeca desse Terencio Fornofio que nao sabe nada!!!! E viva o movimento das viuva de sukhoi que so’ aumenta!!!!! Fora F22 !!! Fora Fornofio e Fora FX2!!!!!

  17. Leandro, segundo o coronel da USAF o ultrapassado Sukhoi é um “pouquinho melhor” que o F-15 e F-16…
    O Flanker é só segundo melhor caça do mundo.

  18. Leandro, segundo o coronel da USAF o ultrapassado Sukhoi é um “pouquinho melhor” que o F-15 e F-16…
    O Flanker é só segundo melhor caça do mundo.

  19. Manfred, pelo que entendi da tradução do Marine, motor que sofreu alguma avaria por FOD, precisa ser mandado para a Rússia.

    Não julgo se isto e normal, absurdo ou o que seja, pq não tenho conhecimento de como são as rotinas de manutenção de outros motores.

  20. Manfred, pelo que entendi da tradução do Marine, motor que sofreu alguma avaria por FOD, precisa ser mandado para a Rússia.

    Não julgo se isto e normal, absurdo ou o que seja, pq não tenho conhecimento de como são as rotinas de manutenção de outros motores.

  21. Se o envio dos motores para a Rússia for apenas (quer dizer, ‘apenas’) por causa do FOD, não há nada de surpreedente. Afinal, fatalmente FOD consiste em quebras ou inutilização das palhetas do fan e do compressor. Partes que, sabe-se, são as mais sensíveis do motor e que poucos países têm tecnologia para fabricá-la (se não me engano são: EUA, França, Grã-Bretanha, Rússia e China).
    Assim, como a Índia não a possui e teria que mandar ao fabricante, também não é surpresa o comentário do americano, já que ele não teria esse problema.

    Mudando de assunto:
    Feliz Dia da Bandeira pra todos!!
    Hoje sim é um dia pra agitarmos ela, pendurar na janela e ter orgulho de ser brasileiro!!

    Abraços!

  22. Se o envio dos motores para a Rússia for apenas (quer dizer, ‘apenas’) por causa do FOD, não há nada de surpreedente. Afinal, fatalmente FOD consiste em quebras ou inutilização das palhetas do fan e do compressor. Partes que, sabe-se, são as mais sensíveis do motor e que poucos países têm tecnologia para fabricá-la (se não me engano são: EUA, França, Grã-Bretanha, Rússia e China).
    Assim, como a Índia não a possui e teria que mandar ao fabricante, também não é surpresa o comentário do americano, já que ele não teria esse problema.

    Mudando de assunto:
    Feliz Dia da Bandeira pra todos!!
    Hoje sim é um dia pra agitarmos ela, pendurar na janela e ter orgulho de ser brasileiro!!

    Abraços!

  23. O F-5 tem alem da entrada de ar na frente da asa,tem tambem na lateral,isto faz com que a ingestão diminua bem.
    Estas aletas,ou barbatanas abrem quando está taxiando,
    levamtando voo,ou em derminadas situações em voo.
    O F-2000 tem uma pequena entrada nas laterais tambem.
    O Mig-29 tinha uma vedação completa na entrada de ar,
    sendo que o ar tinha entrada por cima,isto foi feito na
    antiga Russia,recentemente este aparato foi removido,
    devido ao peso e custo..

  24. O F-5 tem alem da entrada de ar na frente da asa,tem tambem na lateral,isto faz com que a ingestão diminua bem.
    Estas aletas,ou barbatanas abrem quando está taxiando,
    levamtando voo,ou em derminadas situações em voo.
    O F-2000 tem uma pequena entrada nas laterais tambem.
    O Mig-29 tinha uma vedação completa na entrada de ar,
    sendo que o ar tinha entrada por cima,isto foi feito na
    antiga Russia,recentemente este aparato foi removido,
    devido ao peso e custo..

  25. A India opera atualmente cerca de 50 Su-30MKI ainda não compraram os 240 Planejados se esse numero for atendido creio que valera a pena ter uma filial de alguma empresa que faça a manutenção desses motores.

    Saudações

  26. A India opera atualmente cerca de 50 Su-30MKI ainda não compraram os 240 Planejados se esse numero for atendido creio que valera a pena ter uma filial de alguma empresa que faça a manutenção desses motores.

    Saudações

  27. Marine!

    Valeu pela tradução; Mountain Home é uma base aérea no estado de Idaho; lá estão estacionadas as seguintes unidades:
    366th FW / 389th FS com os F-15E
    366th FW / 390th FS com os F-15C
    366th FW / 391st FS com os F-15E

  28. Marine!

    Valeu pela tradução; Mountain Home é uma base aérea no estado de Idaho; lá estão estacionadas as seguintes unidades:
    366th FW / 389th FS com os F-15E
    366th FW / 390th FS com os F-15C
    366th FW / 391st FS com os F-15E

  29. No nosso caso,se as turbinas do AMX,precisarem de revisão,
    temos uma oficina aqui,completa da Rolls Royce em SP,idem
    para os F-5 ,que a antiga Celma fazia revisão completa,no
    caso dos F-2000,a turbina é modular trocando partes se nece-
    ssario aqui mesmo.A Helibras tem seus motores revidados
    pela turbomeca,em Xerem,RJ,e varias outras marcas…
    Temos um parque industrial,e acredito que vamos mante-lo.

  30. No nosso caso,se as turbinas do AMX,precisarem de revisão,
    temos uma oficina aqui,completa da Rolls Royce em SP,idem
    para os F-5 ,que a antiga Celma fazia revisão completa,no
    caso dos F-2000,a turbina é modular trocando partes se nece-
    ssario aqui mesmo.A Helibras tem seus motores revidados
    pela turbomeca,em Xerem,RJ,e varias outras marcas…
    Temos um parque industrial,e acredito que vamos mante-lo.

  31. vale resaltar que e primeira vez que os SUKHOIS Pousarao na America pra participar de um vento como da RED FLAG .os anti sukhois nao poderia ficar com bico calado com tal fato acontecer dentro da casa deles depois que revista JANE ( HAHAHAHAHAHA) pois os pontinhos nois I pros F15 defasados que particulamenti so foi bom pra filme de Hollyowood hahahahahah.ai vem os Franceses Dassault so fico nos cantos obiservando.olha ainda bem que metade do mundo reconhece que Santos Dumont foi pai da aviancao pq pra eles(Yankes)eles sao os melhores em tudo e na frente de tudo )coisa idiota que eles nao reconhece quantos pilotos forao perdido no mig ally na Coreia so pra nao por moral do sabre a baixo.quanto SU 35 e um bom exemplo do que vai vim pra 4/5 GERACAO imagina o PAK COISA
    OS INAKES NAO TEM NEM IDEIA .MAISPRO NOSSO ORADOR DO VIDEO devo dizer pra ele seu patriotismo em orgulho ja nao e coisa nova thanks

  32. vale resaltar que e primeira vez que os SUKHOIS Pousarao na America pra participar de um vento como da RED FLAG .os anti sukhois nao poderia ficar com bico calado com tal fato acontecer dentro da casa deles depois que revista JANE ( HAHAHAHAHAHA) pois os pontinhos nois I pros F15 defasados que particulamenti so foi bom pra filme de Hollyowood hahahahahah.ai vem os Franceses Dassault so fico nos cantos obiservando.olha ainda bem que metade do mundo reconhece que Santos Dumont foi pai da aviancao pq pra eles(Yankes)eles sao os melhores em tudo e na frente de tudo )coisa idiota que eles nao reconhece quantos pilotos forao perdido no mig ally na Coreia so pra nao por moral do sabre a baixo.quanto SU 35 e um bom exemplo do que vai vim pra 4/5 GERACAO imagina o PAK COISA
    OS INAKES NAO TEM NEM IDEIA .MAISPRO NOSSO ORADOR DO VIDEO devo dizer pra ele seu patriotismo em orgulho ja nao e coisa nova thanks

  33. O probelma e que e sempre a mesma propaganda desenfreiada…tudo produzino nos USA e superior a tudo do resto do mundo. Acreditar na propria propaganda e um erro descomunal,que conduz a subestimar o inimigo,outro erro fatal no campo de batalha. SO espero que ele nunca opine dos nossos pobres F-5,ou ele vai nos colocar no mesmo pacote que os MIG-21 cubanos.

  34. O probelma e que e sempre a mesma propaganda desenfreiada…tudo produzino nos USA e superior a tudo do resto do mundo. Acreditar na propria propaganda e um erro descomunal,que conduz a subestimar o inimigo,outro erro fatal no campo de batalha. SO espero que ele nunca opine dos nossos pobres F-5,ou ele vai nos colocar no mesmo pacote que os MIG-21 cubanos.

  35. Amx:
    Mudando de assunto:
    Feliz Dia da Bandeira pra todos!!
    Hoje sim é um dia pra agitarmos ela, pendurar na janela e ter orgulho de ser brasileiro!!

    Abraços!

    – E de quebra assistir ao Brasil e Portugal…………

  36. Amx:
    Mudando de assunto:
    Feliz Dia da Bandeira pra todos!!
    Hoje sim é um dia pra agitarmos ela, pendurar na janela e ter orgulho de ser brasileiro!!

    Abraços!

    – E de quebra assistir ao Brasil e Portugal…………

  37. Coralsea,

    Muito obrigado! Pois e, pelo fato de ser do USMC ainda nao tinha ouvido falar dessa base da USAF. Eu ja havia estado em Kadena aonde fizemos um assalto simulado a base mas nunca fui a Idaho e pra te confessar a traducao levou tanto tempo que nem tive o tempo de pesquisar sobre a Mountain Home…

    Aos demais foristas,

    De acordo com o Coronel os indianos tinham que mandar pra Russia os motores danificados por FOD, podemos tirar nossas proprias conclusoes sobre se isso faz parte da manutencao normal ou nao.

    Desculpem por levar tanto tempo para fazer a traducao, mas ele usa muita giria, com muito termo tecnico e e bem informal chegando a usar termo que somente aviadores entendcem entao leva um certo tempo para traduzir isso tudo…

    Galante,

    Proxima vez vou ter que cobrar por hora como fazemos aqui hein…rsrsrs….20 dolares p/ hora que tal? rsrsrs

    Sds. a todos!

  38. Coralsea,

    Muito obrigado! Pois e, pelo fato de ser do USMC ainda nao tinha ouvido falar dessa base da USAF. Eu ja havia estado em Kadena aonde fizemos um assalto simulado a base mas nunca fui a Idaho e pra te confessar a traducao levou tanto tempo que nem tive o tempo de pesquisar sobre a Mountain Home…

    Aos demais foristas,

    De acordo com o Coronel os indianos tinham que mandar pra Russia os motores danificados por FOD, podemos tirar nossas proprias conclusoes sobre se isso faz parte da manutencao normal ou nao.

    Desculpem por levar tanto tempo para fazer a traducao, mas ele usa muita giria, com muito termo tecnico e e bem informal chegando a usar termo que somente aviadores entendcem entao leva um certo tempo para traduzir isso tudo…

    Galante,

    Proxima vez vou ter que cobrar por hora como fazemos aqui hein…rsrsrs….20 dolares p/ hora que tal? rsrsrs

    Sds. a todos!

  39. O ódio q alguns aqui tem pelos americanos faz com que esses caiam q nem cachorrinhos no colo da propaganda militar russa…

    Nao existe forma dos equipamentos militares americanos serem piores q os russos!!! Com a quantidade de dinheiro e com o know-hall tecnologico do Tio Sam, com certeza eles tem e terao o melhor hoje, e daqui a mto tempo!!! Como q a Russia, investindo 1/5 do q os EUA investem em defesa, conseguirao ter equipamentos melhores??? è impossivel!!!

    Se isso fosse possivel Angola, Somalia, Uruguai, Suriname, etc… seriam potencias militares investindo um trocado qualquer…

  40. O ódio q alguns aqui tem pelos americanos faz com que esses caiam q nem cachorrinhos no colo da propaganda militar russa…

    Nao existe forma dos equipamentos militares americanos serem piores q os russos!!! Com a quantidade de dinheiro e com o know-hall tecnologico do Tio Sam, com certeza eles tem e terao o melhor hoje, e daqui a mto tempo!!! Como q a Russia, investindo 1/5 do q os EUA investem em defesa, conseguirao ter equipamentos melhores??? è impossivel!!!

    Se isso fosse possivel Angola, Somalia, Uruguai, Suriname, etc… seriam potencias militares investindo um trocado qualquer…

  41. Marine,

    obrigado duplamente, pela tradução e por ter dito que também “apanhou” um pouquinho pra fazê-la…

    Fiquei feliz, porque quando vi o vídeo, apanhei que nem um cachorro véio pra entender todas a gírias e todos os termos técnicos que ele falava, pensei que tivesse desaprendido o pouco que sabia de inglês…mas se até vc “apanhou” um pouquinho também…Ufa! Meu inglês ainda tem salvação…dá pra pedir um hamburger com coca-cola…hehehehe…

    valeu! e um forte abraço

  42. Marine,

    obrigado duplamente, pela tradução e por ter dito que também “apanhou” um pouquinho pra fazê-la…

    Fiquei feliz, porque quando vi o vídeo, apanhei que nem um cachorro véio pra entender todas a gírias e todos os termos técnicos que ele falava, pensei que tivesse desaprendido o pouco que sabia de inglês…mas se até vc “apanhou” um pouquinho também…Ufa! Meu inglês ainda tem salvação…dá pra pedir um hamburger com coca-cola…hehehehe…

    valeu! e um forte abraço

  43. Sobre a tradução, ficou melhor pra compreender os detalhes do que ele disse, mas dentro do contexto em que ele falava e sem desmerecer a experiência e o conhecimento técnico do Col. da USAF (vejam os posts da matéria anterior, sobre esse vídeo, teve uma boa discussão por lá), continuo achando ser difícil tirar grandes conclusões sobre o assunto, pois era uma palestra informal, em que o Col. Fornof passava a idéia dele sobre a participação dos Flankers na Red Flag. De qualquer modo, serve como um dado a mais para tirarmos nossas próprias conclusões, mas vejo como um dado A MAIS apenas… ainda que não tenha dúvida, eu particularmente, que o F-22 Raptor seja muito superior tecnologicamente a qualquer caça da atualidade, seja ele o Flanker, o Gripen, o Rafale, o Super Hornet ou qualquer outro…

    abraços a todos

  44. Sobre a tradução, ficou melhor pra compreender os detalhes do que ele disse, mas dentro do contexto em que ele falava e sem desmerecer a experiência e o conhecimento técnico do Col. da USAF (vejam os posts da matéria anterior, sobre esse vídeo, teve uma boa discussão por lá), continuo achando ser difícil tirar grandes conclusões sobre o assunto, pois era uma palestra informal, em que o Col. Fornof passava a idéia dele sobre a participação dos Flankers na Red Flag. De qualquer modo, serve como um dado a mais para tirarmos nossas próprias conclusões, mas vejo como um dado A MAIS apenas… ainda que não tenha dúvida, eu particularmente, que o F-22 Raptor seja muito superior tecnologicamente a qualquer caça da atualidade, seja ele o Flanker, o Gripen, o Rafale, o Super Hornet ou qualquer outro…

    abraços a todos

  45. Quando os MKI estavam na Red Flag será que tinha algum observador brasileiro por lá??

    Vai ver esse foi um dos motivos que desqualificaram o SU-35 do F-X, apesar de na teoria serem superiores aos SU-30MKI.

    O Rafale pelo o que li se saiu bem, o Gripen parece que só fez missões e ataque ao solo, alguém confirma?

    Abs

  46. Quando os MKI estavam na Red Flag será que tinha algum observador brasileiro por lá??

    Vai ver esse foi um dos motivos que desqualificaram o SU-35 do F-X, apesar de na teoria serem superiores aos SU-30MKI.

    O Rafale pelo o que li se saiu bem, o Gripen parece que só fez missões e ataque ao solo, alguém confirma?

    Abs

  47. “O Mig-29 tinha uma vedação completa na entrada de ar,
    sendo que o ar tinha entrada por cima,isto foi feito na
    antiga Russia,recentemente este aparato foi removido,
    devido ao peso e custo..”

    na verdade Paulo Costa, foi removido nas versões atuais, pq na raiz da asa, agora existem tanques de combustíveis, o que impede de ter todo o maquinário que movimentava o defletor.

  48. “O Mig-29 tinha uma vedação completa na entrada de ar,
    sendo que o ar tinha entrada por cima,isto foi feito na
    antiga Russia,recentemente este aparato foi removido,
    devido ao peso e custo..”

    na verdade Paulo Costa, foi removido nas versões atuais, pq na raiz da asa, agora existem tanques de combustíveis, o que impede de ter todo o maquinário que movimentava o defletor.

  49. Manfred Von Richthofen
    Atentem para esse trecho: Quando comparado com aviões do EUA, aonde estão com relação ao F-16 e F-15? Ele é um pouquinho melhor do que nós. E isso é muito impressionante, tem um radar melhor, mais empuxo, tem “vector thrust”, armas com mais alcance…muito impressionante!

    Welington
    Isso um SU-30 MKI imaginem o SU-35BM.

    Edilson
    Quanto ao FOD, lembro que o F-16 também não pode operar em qualquer pista e ouve exemplos no brasil mesmo em que um aspirador de pó gigante teve que sugar as tranqueiragens da pista…

    AMX
    Se o envio dos motores para a Rússia for apenas (quer dizer, ‘apenas’) por causa do FOD, não há nada de surpreedente. Afinal, fatalmente FOD consiste em quebras ou inutilização das palhetas do fan e do compressor. Partes que, sabe-se, são as mais sensíveis do motor e que poucos países têm tecnologia para fabricá-la (se não me engano são: EUA, França, Grã-Bretanha, Rússia e China).
    Assim, como a Índia não a possui e teria que mandar ao fabricante, também não é surpresa o comentário do americano, já que ele não teria esse problema.
    Welington
    O F-22 é atualmente o melhor caça do mundo mas somente até a chegada do PAK FA T-50,
    O Flanker é o 2º melhor caça do mundo não tem o que discutir e era a melhor opção para o país pois somente ele poderia cobrir todo o nosso território e até o de nossos visinhos sem apoio de REVO e fazer o papel de varias aeronaves pois leva mais armas.
    Não a duvidas que ele é o 2º melhor caça do mundo e o melhor para o país pelas caraquiteristicas citadas acima alem de formarmos varias parcerias que nos traria o conhecimento necessário para desenvolvermos nossa industria aeronáutica e não periciaríamos mandar nossos motores para a Rússia pois eles queriam montar um centro de manutenção no país.

  50. Manfred Von Richthofen
    Atentem para esse trecho: Quando comparado com aviões do EUA, aonde estão com relação ao F-16 e F-15? Ele é um pouquinho melhor do que nós. E isso é muito impressionante, tem um radar melhor, mais empuxo, tem “vector thrust”, armas com mais alcance…muito impressionante!

    Welington
    Isso um SU-30 MKI imaginem o SU-35BM.

    Edilson
    Quanto ao FOD, lembro que o F-16 também não pode operar em qualquer pista e ouve exemplos no brasil mesmo em que um aspirador de pó gigante teve que sugar as tranqueiragens da pista…

    AMX
    Se o envio dos motores para a Rússia for apenas (quer dizer, ‘apenas’) por causa do FOD, não há nada de surpreedente. Afinal, fatalmente FOD consiste em quebras ou inutilização das palhetas do fan e do compressor. Partes que, sabe-se, são as mais sensíveis do motor e que poucos países têm tecnologia para fabricá-la (se não me engano são: EUA, França, Grã-Bretanha, Rússia e China).
    Assim, como a Índia não a possui e teria que mandar ao fabricante, também não é surpresa o comentário do americano, já que ele não teria esse problema.
    Welington
    O F-22 é atualmente o melhor caça do mundo mas somente até a chegada do PAK FA T-50,
    O Flanker é o 2º melhor caça do mundo não tem o que discutir e era a melhor opção para o país pois somente ele poderia cobrir todo o nosso território e até o de nossos visinhos sem apoio de REVO e fazer o papel de varias aeronaves pois leva mais armas.
    Não a duvidas que ele é o 2º melhor caça do mundo e o melhor para o país pelas caraquiteristicas citadas acima alem de formarmos varias parcerias que nos traria o conhecimento necessário para desenvolvermos nossa industria aeronáutica e não periciaríamos mandar nossos motores para a Rússia pois eles queriam montar um centro de manutenção no país.

  51. Me parece que o caça da foto acima é um MIG29 da IAF e não um SU30 MKI, correto? Também não sei se era sua proposta mostrar um SU30 Galante.
    O Coronel da palestra merece alguns descontos claro, mas o essencial ele disse que é preocupante a falta de confiabilidade dos SU30MKI e do tempo para colocá-los no ar.
    Mais uma vez estou satisfeito pela decisão da FAB em não seguir com o SU35 como opção ao FX2.
    Abraço

  52. Me parece que o caça da foto acima é um MIG29 da IAF e não um SU30 MKI, correto? Também não sei se era sua proposta mostrar um SU30 Galante.
    O Coronel da palestra merece alguns descontos claro, mas o essencial ele disse que é preocupante a falta de confiabilidade dos SU30MKI e do tempo para colocá-los no ar.
    Mais uma vez estou satisfeito pela decisão da FAB em não seguir com o SU35 como opção ao FX2.
    Abraço

  53. Olha, tchê, concordo que o F-22 é o melhor caça do mundo (todos concordamos), mas desfazer tanto assim das aeronaves russas, por favor. E o pior é que tem muita gente que acredita! O Su-30MKI realmente é inferior ao F-22, mas afirmar que F-15 e F-16 das versões mais antigas e totalmente carregados superam os aviões russos estando em configuração limpa também é demais. Pessoal, quem entende um pouco, não precisa muito, de aviação de combate sabe que há algo de errado nestas afirmações.

  54. Olha, tchê, concordo que o F-22 é o melhor caça do mundo (todos concordamos), mas desfazer tanto assim das aeronaves russas, por favor. E o pior é que tem muita gente que acredita! O Su-30MKI realmente é inferior ao F-22, mas afirmar que F-15 e F-16 das versões mais antigas e totalmente carregados superam os aviões russos estando em configuração limpa também é demais. Pessoal, quem entende um pouco, não precisa muito, de aviação de combate sabe que há algo de errado nestas afirmações.

  55. #
    Manfred Von Richthofen em 19 nov, 2008 às 12:11

    Leandro, segundo o coronel da USAF o ultrapassado Sukhoi é um “pouquinho melhor” que o F-15 e F-16…
    O Flanker é só segundo melhor caça do mundo.

    #
    welington em 19 nov, 2008 às 17:34
    O F-22 é atualmente o melhor caça do mundo mas somente até a chegada do PAK FA T-50,

    Meus caros quem disse que atualmente os F-15s e F-16s de modelo antigo são os segundos melhores? Você está esquecendo do Eurofighter, do Rafaele, do Gripen, do F/A-18E/F, do F-15 copm radar AESA, do F-16 C/D Block 60++. E outra quando o PAK FA ficar pronto(se é que um dia vai ficar) já estarão surgindo novos aviões no ocidente, notem que o SU-35BM tão amado e idolatrado por vocês que é um caça de Geração 4,5++ ainda nem ficou pronto e os EUA já tem um avião de 5a geração operacional, e provavelmente terá outro(F-35) antes mesmo do SU-35BM se tornal operacional. Quanto as demais partes que falam sobre a péssima capacidade de logistica e manutenção dos equipamentos russos não vou nem comentar até porque é bater em cavalo morto.

  56. #
    Manfred Von Richthofen em 19 nov, 2008 às 12:11

    Leandro, segundo o coronel da USAF o ultrapassado Sukhoi é um “pouquinho melhor” que o F-15 e F-16…
    O Flanker é só segundo melhor caça do mundo.

    #
    welington em 19 nov, 2008 às 17:34
    O F-22 é atualmente o melhor caça do mundo mas somente até a chegada do PAK FA T-50,

    Meus caros quem disse que atualmente os F-15s e F-16s de modelo antigo são os segundos melhores? Você está esquecendo do Eurofighter, do Rafaele, do Gripen, do F/A-18E/F, do F-15 copm radar AESA, do F-16 C/D Block 60++. E outra quando o PAK FA ficar pronto(se é que um dia vai ficar) já estarão surgindo novos aviões no ocidente, notem que o SU-35BM tão amado e idolatrado por vocês que é um caça de Geração 4,5++ ainda nem ficou pronto e os EUA já tem um avião de 5a geração operacional, e provavelmente terá outro(F-35) antes mesmo do SU-35BM se tornal operacional. Quanto as demais partes que falam sobre a péssima capacidade de logistica e manutenção dos equipamentos russos não vou nem comentar até porque é bater em cavalo morto.

  57. A todos,

    Acho que tem havido uma certa confusao com o contexto da palestra do Coronel…

    Ele nao disse que o F-15 e F-16 e superior ao SU-30, pelo contrario disse que o russo e um pouco melhor. Basicamente o que ele fez foi apontar as falhas do SU-30 que embora um excelente aviao obviamente tem falhas, mas o mais importante e o ponto que ele fez sobre treinamento…O que ele disse e que pilotos experientes como ele e outros de F-15 acostumados a duelar contra os Raptors conseguem jantar os SU-30 MKI pelo fato de seu treinamento mesmo eles possuindo um aviao inferior ao SU-30 nada mais.

    A primeira parte do video nao diz que o SU-30 e inferior a ninguem a nao ser o F-22 e chega ate a dizer que o russo e impressionante.

    Sds a todos!

  58. A todos,

    Acho que tem havido uma certa confusao com o contexto da palestra do Coronel…

    Ele nao disse que o F-15 e F-16 e superior ao SU-30, pelo contrario disse que o russo e um pouco melhor. Basicamente o que ele fez foi apontar as falhas do SU-30 que embora um excelente aviao obviamente tem falhas, mas o mais importante e o ponto que ele fez sobre treinamento…O que ele disse e que pilotos experientes como ele e outros de F-15 acostumados a duelar contra os Raptors conseguem jantar os SU-30 MKI pelo fato de seu treinamento mesmo eles possuindo um aviao inferior ao SU-30 nada mais.

    A primeira parte do video nao diz que o SU-30 e inferior a ninguem a nao ser o F-22 e chega ate a dizer que o russo e impressionante.

    Sds a todos!

  59. Eu sou daqueles que pensam que a superioridade de um avião só se comprova em combate.

    – Os fabricantes superdimensionam os poderes de seus produtos;
    – Os concorrentes subdimensionam;
    – os países não mostram, nos exercícios, todo o potencial de seus rmamentos;
    – aliás, é difícil que em exercicios internacionais, os países enviem material de primeira linha.

    Fotos, vídeos, catálogos, comentários, etc… tudo é manipulável. Mas o combate não.

    Por isso que eu penso que os americanos estão certos, eles prestigiam o próprio equipamento e subdimensionam o dos outros. E os outros, no caso, a Rússia, deve é fazer o mesmo e mandar alguém dizer que o F-22 não é tudo isso, que custa os tubos mas não suplanta um SU-35…

    Na II Guerra, houve discussões acerca da capacidade da RAF em enfrentar a Luftwaffe. Foi dito em certo momento que a Alemanha tinha mais e melhores aviões, e que sua tecnologia era incrivelmente superior. Mas quando houve a Batalha da Inglaterra, descobriu-se que os Spitfires e Hurricanes não tinham páreo do outro lado. Aliás, até os “mosquitos” causaram dores de cabeça aos “boshes”…É na hora do pega pra capar que um avião se mostra superior ou não a outro.

  60. Eu sou daqueles que pensam que a superioridade de um avião só se comprova em combate.

    – Os fabricantes superdimensionam os poderes de seus produtos;
    – Os concorrentes subdimensionam;
    – os países não mostram, nos exercícios, todo o potencial de seus rmamentos;
    – aliás, é difícil que em exercicios internacionais, os países enviem material de primeira linha.

    Fotos, vídeos, catálogos, comentários, etc… tudo é manipulável. Mas o combate não.

    Por isso que eu penso que os americanos estão certos, eles prestigiam o próprio equipamento e subdimensionam o dos outros. E os outros, no caso, a Rússia, deve é fazer o mesmo e mandar alguém dizer que o F-22 não é tudo isso, que custa os tubos mas não suplanta um SU-35…

    Na II Guerra, houve discussões acerca da capacidade da RAF em enfrentar a Luftwaffe. Foi dito em certo momento que a Alemanha tinha mais e melhores aviões, e que sua tecnologia era incrivelmente superior. Mas quando houve a Batalha da Inglaterra, descobriu-se que os Spitfires e Hurricanes não tinham páreo do outro lado. Aliás, até os “mosquitos” causaram dores de cabeça aos “boshes”…É na hora do pega pra capar que um avião se mostra superior ou não a outro.

  61. Madvad,a entrada de ar superior foi removida devido ao aumento do tanque de combustivel,mas o maquinario de comportas continua,
    eu tenho o esquema aqui,são tres posições,agora duas,pois em
    velocidade supersonica as comportas se ajustam para diminuir a pressão do fluxo de ar,como em varios supersonicos,mais faceis
    de ver ,como mig-21,o cone variavel,o f-15 com o angulo de
    entrada movel,etc.Ou seja não tem mais a proteção,com
    isto volta para a Russia mais vezes,eles gostam de dinheiro tambem,ok?sds…

  62. Madvad,a entrada de ar superior foi removida devido ao aumento do tanque de combustivel,mas o maquinario de comportas continua,
    eu tenho o esquema aqui,são tres posições,agora duas,pois em
    velocidade supersonica as comportas se ajustam para diminuir a pressão do fluxo de ar,como em varios supersonicos,mais faceis
    de ver ,como mig-21,o cone variavel,o f-15 com o angulo de
    entrada movel,etc.Ou seja não tem mais a proteção,com
    isto volta para a Russia mais vezes,eles gostam de dinheiro tambem,ok?sds…

  63. Concordo ninguém tinha falado que os F-15 e F-16 eram superiores ao Flanker mas o contrário foi dito sim pelo COR. Pornof, ouve um engano por parte do nosso amigo Wladimir, o Flanker juntamente com o PAK FA T-50 iriam trazer a tão sonhada independência tecnológica e a nossa superioridade aérea com nossos poucos vetores a serem adquiridos pois fabricaríamos as mesmas sob licença, participaríamos do desenvolvimento do PAK FA aprendendo tudo sobre o mesmo e absorvendo o Maximo de tecnologia alem dos Russos abrirem um centro de manutenção das mesmas no Brasil, ,ai acabaria o problema de manutenção no exterior.

  64. Concordo ninguém tinha falado que os F-15 e F-16 eram superiores ao Flanker mas o contrário foi dito sim pelo COR. Pornof, ouve um engano por parte do nosso amigo Wladimir, o Flanker juntamente com o PAK FA T-50 iriam trazer a tão sonhada independência tecnológica e a nossa superioridade aérea com nossos poucos vetores a serem adquiridos pois fabricaríamos as mesmas sob licença, participaríamos do desenvolvimento do PAK FA aprendendo tudo sobre o mesmo e absorvendo o Maximo de tecnologia alem dos Russos abrirem um centro de manutenção das mesmas no Brasil, ,ai acabaria o problema de manutenção no exterior.

  65. Welington, o Su eh com certeza um dos melhores cacas do mundo. Mais como voce pode afirmar com certeza que eh o 2o melhor? Nao esqueca que tem F-15K e F-15SG por ai que sao muito superiores a os que a propria USAF opera.

  66. Welington, o Su eh com certeza um dos melhores cacas do mundo. Mais como voce pode afirmar com certeza que eh o 2o melhor? Nao esqueca que tem F-15K e F-15SG por ai que sao muito superiores a os que a propria USAF opera.

  67. Pessoal,

    Sou um civil leigo e por isso uma perguntinha básica:
    Esse negócio de autonomia de interceptação (dos defensores dos SU-30 ou 35), que seria capaz de sair de Anápolis para interceptar os venezuelanos e voltar sem REVO, não seria mais estratégico ter bases aéreas na Amazônia com Rafales ou com os F-18?

  68. Pessoal,

    Sou um civil leigo e por isso uma perguntinha básica:
    Esse negócio de autonomia de interceptação (dos defensores dos SU-30 ou 35), que seria capaz de sair de Anápolis para interceptar os venezuelanos e voltar sem REVO, não seria mais estratégico ter bases aéreas na Amazônia com Rafales ou com os F-18?

  69. Raphael o F-15k e o SG não são e nem serão superiores ao SU-35BM, pois o SU-35 normal é superior a essas versoes o SU-35BM é muito superior é o que a Russia tem de melhor Juntamente com o MIG-35, a unica aeronave que supera o Falnker é o F-22.
    Com os Flankers na amazonia teriamos um poder de disuação ainda maior pois poderiamos atacar até paises da america central sem apoio de REVO que são aeronaves muito vulneraveis.

  70. Raphael o F-15k e o SG não são e nem serão superiores ao SU-35BM, pois o SU-35 normal é superior a essas versoes o SU-35BM é muito superior é o que a Russia tem de melhor Juntamente com o MIG-35, a unica aeronave que supera o Falnker é o F-22.
    Com os Flankers na amazonia teriamos um poder de disuação ainda maior pois poderiamos atacar até paises da america central sem apoio de REVO que são aeronaves muito vulneraveis.

  71. Lembrando queo SU-35 BM é superior a essas aeronaves devido as suas caraquiteristicas superiores como RCS, alcanse, capaçidade de trasporte de armas, manobrabilidade,radar(apesar do radar do F-15+(modernizado ou em suas novas versoes de exportação) ser AESA mas em alcanse ele perde.),supercruise.
    O F-15 é um otimo vetor se tratado com material RAM e com radar AESA e bem armado é superior aos deltas europeus.

  72. Lembrando queo SU-35 BM é superior a essas aeronaves devido as suas caraquiteristicas superiores como RCS, alcanse, capaçidade de trasporte de armas, manobrabilidade,radar(apesar do radar do F-15+(modernizado ou em suas novas versoes de exportação) ser AESA mas em alcanse ele perde.),supercruise.
    O F-15 é um otimo vetor se tratado com material RAM e com radar AESA e bem armado é superior aos deltas europeus.

  73. Wellington e amigos,

    Já viram esse vídeo?

    http://video.aol.com/video-detail/-i-am-ready-su-37-super-flanker-vs-f-22-raptor/34286128

    É uma “versão russa” do duelo do Raptor contra o Super Flanker. Dêem uma olhada, é muito legal. E se quiserem comentar…

    abraços

    Vovódka, não vá se emocionar ao ver a bandeira brasileira no Super Flanker, cuidado com a pressão, hein?

    um forte abraço

    ps. E tem mesmo uma bandeira do Brasil no Super Flanker, aparece meio rápido mas dá pra ver bem.

  74. Wellington e amigos,

    Já viram esse vídeo?

    http://video.aol.com/video-detail/-i-am-ready-su-37-super-flanker-vs-f-22-raptor/34286128

    É uma “versão russa” do duelo do Raptor contra o Super Flanker. Dêem uma olhada, é muito legal. E se quiserem comentar…

    abraços

    Vovódka, não vá se emocionar ao ver a bandeira brasileira no Super Flanker, cuidado com a pressão, hein?

    um forte abraço

    ps. E tem mesmo uma bandeira do Brasil no Super Flanker, aparece meio rápido mas dá pra ver bem.

  75. Hornet essa bandeira foi na época que a sukhoi dava como certa a vitoria do SU-35 e também pela parceria aeroespacial firmada com o Brasil.

  76. Hornet essa bandeira foi na época que a sukhoi dava como certa a vitoria do SU-35 e também pela parceria aeroespacial firmada com o Brasil.

  77. Wellington,

    eu sei (o lance da bandeira)… e só estava brincando com a Vovódka, da qual sou um fã aqui no Blog…acho o maior barato a ironia dela. Muito dez…

    Mas achei legal o video, eu ainda não tinha visto. Vc já tinha?

    Achei legal, entre outras coisas, porque no vídeo dá pra ver bem o “desenho” das manobras do Flanker…muito legais, não?!!!

    abraços

  78. Wellington,

    eu sei (o lance da bandeira)… e só estava brincando com a Vovódka, da qual sou um fã aqui no Blog…acho o maior barato a ironia dela. Muito dez…

    Mas achei legal o video, eu ainda não tinha visto. Vc já tinha?

    Achei legal, entre outras coisas, porque no vídeo dá pra ver bem o “desenho” das manobras do Flanker…muito legais, não?!!!

    abraços

  79. Wellingtom

    por falar em vídeo, vc já reparou na quantidade de vídeos que tem no youtube “opondo” o Flanker ao Raptor…parece até que só existem esses dois caças no mundo…hehehe

    Ninguém quer comparar o Raptor (ou o Flanker) ao Rafale, ao Eurofighter, ao MIG-35, ao nosso Xavante (porque certamente tomariam pau! hehe) entre outros…já reparou isso?

    Por que será isso, tem alguma idéia?

    abraços

  80. Wellingtom

    por falar em vídeo, vc já reparou na quantidade de vídeos que tem no youtube “opondo” o Flanker ao Raptor…parece até que só existem esses dois caças no mundo…hehehe

    Ninguém quer comparar o Raptor (ou o Flanker) ao Rafale, ao Eurofighter, ao MIG-35, ao nosso Xavante (porque certamente tomariam pau! hehe) entre outros…já reparou isso?

    Por que será isso, tem alguma idéia?

    abraços

  81. Não me entenda mal Hornet, achei muito legal o vídeo não tinha visto,só coloquei para a galera saber, concordo com você a Vovódka é a melhor, postei um link a alguns minutos sobre o SU-35 BM 902 o 2º protótipo do mesmo ele é o 2º de três,esses protótipos vão concluir a fase de testes do mesmo até a sua produção em serie que começará no final de 2010, se o Brasil optasse pelo mesmo ele poderia ser entregue em 2012 e o PAK FA em 2016.

  82. Não me entenda mal Hornet, achei muito legal o vídeo não tinha visto,só coloquei para a galera saber, concordo com você a Vovódka é a melhor, postei um link a alguns minutos sobre o SU-35 BM 902 o 2º protótipo do mesmo ele é o 2º de três,esses protótipos vão concluir a fase de testes do mesmo até a sua produção em serie que começará no final de 2010, se o Brasil optasse pelo mesmo ele poderia ser entregue em 2012 e o PAK FA em 2016.

  83. Wellington,

    sem problemas, e nem levei a mal, fica frio.

    Pois é, e essa história do PAK-FA…e o acordo que o Magabeira assinou com os Russos no começo deste ano…o que virou isso tudo? Ninguém sabe, ninguém viu, ninguém fala mais nada…

    Para o FX-2 acho que os russos já rodaram, mas sempre fico com essa pergunta na cabeça: afinal, o Mangabeira assinou ou não o acordo de cooperação tecnológica e militar com os russos, como foi noticiado na época?

    Se assinou, o que previa (prevê) esse acordo? Cooperação em quê?

    E se não assinou nada, então, por que noticiaram isso? Irresponsabilidade da imprensa, é isso será? Vai saber…

    enfim…tem coisas que não consigo entender…mas fazer o quê? Vamos tocando e ver no que vai dar isso tudo.

    um forte abraço

  84. Wellington,

    sem problemas, e nem levei a mal, fica frio.

    Pois é, e essa história do PAK-FA…e o acordo que o Magabeira assinou com os Russos no começo deste ano…o que virou isso tudo? Ninguém sabe, ninguém viu, ninguém fala mais nada…

    Para o FX-2 acho que os russos já rodaram, mas sempre fico com essa pergunta na cabeça: afinal, o Mangabeira assinou ou não o acordo de cooperação tecnológica e militar com os russos, como foi noticiado na época?

    Se assinou, o que previa (prevê) esse acordo? Cooperação em quê?

    E se não assinou nada, então, por que noticiaram isso? Irresponsabilidade da imprensa, é isso será? Vai saber…

    enfim…tem coisas que não consigo entender…mas fazer o quê? Vamos tocando e ver no que vai dar isso tudo.

    um forte abraço

  85. Hornet o F-22 Raptor e o Sukhoi SU-35 BM são os ícones da aviação mundial, eles são como os símbolos das duas nações e eles sabem que os dois são as duas melhores aeronaves do mundo, mas a respeito de comparações nesse site o “youtube” não considero nem um pouco somente em termos de manobrabilidade em velocidades baixas, o que vale mesmo são dados, caraquiteristicas das aeronaves, esses vídeos são meros vídeos que apenas demonstram as aeronaves, voltando ao ponto principal na sua maioria quem coloca esses vídeos são cidadãos comuns e como já disse antes o Flanker e o Raptor são as duas grandes estrelas mundiais e atraem mais atenção para os dois vetores, os deltas europeus são inferiores aos dois por isso as pessoas não dão tanta importância para as mesmas, em se tratando de caraquiteristicas das aeronaves os deltas levariam pau sim, mas em um combate onde se considera o apoio,armamentos e doutrina não se pode levar somente em conta as caraquiteristicas, pois dependendo do cenário e da doutrina e o apoio, em um combate aproximando um F-5 bem armado( A DARTER ) pode vencer um F-22 e isso não quer dizer que o F-5 é uma super aeronave mas o míssil é, tudo depende das armas apoio e doutrina porem quando as mesmas se equivalem quem tem o melhor vetor vence. E no momento os dois melhores vetores são o F-22 e o SU-35 BM num futuro próximo não mudara muito serão o PAK FA e o Raptor.

  86. Hornet o F-22 Raptor e o Sukhoi SU-35 BM são os ícones da aviação mundial, eles são como os símbolos das duas nações e eles sabem que os dois são as duas melhores aeronaves do mundo, mas a respeito de comparações nesse site o “youtube” não considero nem um pouco somente em termos de manobrabilidade em velocidades baixas, o que vale mesmo são dados, caraquiteristicas das aeronaves, esses vídeos são meros vídeos que apenas demonstram as aeronaves, voltando ao ponto principal na sua maioria quem coloca esses vídeos são cidadãos comuns e como já disse antes o Flanker e o Raptor são as duas grandes estrelas mundiais e atraem mais atenção para os dois vetores, os deltas europeus são inferiores aos dois por isso as pessoas não dão tanta importância para as mesmas, em se tratando de caraquiteristicas das aeronaves os deltas levariam pau sim, mas em um combate onde se considera o apoio,armamentos e doutrina não se pode levar somente em conta as caraquiteristicas, pois dependendo do cenário e da doutrina e o apoio, em um combate aproximando um F-5 bem armado( A DARTER ) pode vencer um F-22 e isso não quer dizer que o F-5 é uma super aeronave mas o míssil é, tudo depende das armas apoio e doutrina porem quando as mesmas se equivalem quem tem o melhor vetor vence. E no momento os dois melhores vetores são o F-22 e o SU-35 BM num futuro próximo não mudara muito serão o PAK FA e o Raptor.

  87. Ele assinou um tratado de intenção não era o acordo pronto, nesse tratado continha parcerias em diversas aéreas como na aeroespacial, com a ajuda no desenvolvimento dos nossos lançadores de satélite VLS que eles já nos ajudam, no desenvolvimento de um caça de 5º geração o PAK FA T-50, no desenvolvimento conjunto na área de robótica, e em um sistema nacional de posicionamento similar ao GLONAS Russo, e diversas outras áreas.

  88. Ele assinou um tratado de intenção não era o acordo pronto, nesse tratado continha parcerias em diversas aéreas como na aeroespacial, com a ajuda no desenvolvimento dos nossos lançadores de satélite VLS que eles já nos ajudam, no desenvolvimento de um caça de 5º geração o PAK FA T-50, no desenvolvimento conjunto na área de robótica, e em um sistema nacional de posicionamento similar ao GLONAS Russo, e diversas outras áreas.

  89. Wellington,

    concordo com o que vc disse sobre o “estrelismo” do Flanker e do Raptor…e até acrescentaria mais uma coisa: o Raptor (ou o projeto que acabou vingando e se transformou no Raptor depois) foi desenvolvido como uma exigência da USAF, no começo dos anos 80, para enfrentar a família Flanker, ainda durante a guerra fria. Esse ponto é que eu acho importante quando pensamos no Flanker. Ou seja, ele é um avião que de certo modo causou um impacto tão grande na aviação de caça ocidental, que os EUA teve que “se mexer” e inventar um caça como o Raptor, senão a vaquinha iria para o brejinho, como eu costumo dizer. Fiz a pergunta a vc, justamente para colaborar em seus argumentos pró-Flanker…O Flanker não é só uma estrela, é também uma precupação que o Ocidente tem (e pelo visto, ainda tem, ainda é o adversário a ser batido pelos caças ocidentais, especialmente os caças norte-americanos).

    Os franceses, pelo o que eu sei, ficaram na Red Flag só “escutando” o Flanker (ou seja, “espionando” o caça indiano). Os americanos fizeram isso também, a seu modo. Que eu saiba, ninguém ficou “escutando” o Gripen, o Rafale ou o F-5M na Red Flag.

    Por isso que eu entendo sua defesa do Flanker, e nem acho que vc esteja de todo errado (só acho que, e vc sabe disso, para o FX-2, ele já era…não vejo como ter uma reviravolta nisso), pois ele é um avião temido e ainda é, de certo modo, um parâmetro para se medir o desempenho dos caças ocidentais (independente dos vídeos do youtube). Deu pau no Flanker? Superou o Flanker em algum ponto? Então é um bom caça…entende o que quero dizer? (claro que nisso tem N fatores para se levar em conta, como logística, treinamento de pilotos etc, mas é por aí…)

    Já sobre o acordo do Mangabeira com os russos, ainda queria ter mais detalhes (oficiais, se possível) para saber em que pé está isso…Mas o que eu sabia foi mais ou menos o que vc falou…vamos aguardar até a vinda do presidente russo pra saber se noticiam mais alguma coisa.

    um forte abraço e grato pelo papo noturno

  90. Wellington,

    concordo com o que vc disse sobre o “estrelismo” do Flanker e do Raptor…e até acrescentaria mais uma coisa: o Raptor (ou o projeto que acabou vingando e se transformou no Raptor depois) foi desenvolvido como uma exigência da USAF, no começo dos anos 80, para enfrentar a família Flanker, ainda durante a guerra fria. Esse ponto é que eu acho importante quando pensamos no Flanker. Ou seja, ele é um avião que de certo modo causou um impacto tão grande na aviação de caça ocidental, que os EUA teve que “se mexer” e inventar um caça como o Raptor, senão a vaquinha iria para o brejinho, como eu costumo dizer. Fiz a pergunta a vc, justamente para colaborar em seus argumentos pró-Flanker…O Flanker não é só uma estrela, é também uma precupação que o Ocidente tem (e pelo visto, ainda tem, ainda é o adversário a ser batido pelos caças ocidentais, especialmente os caças norte-americanos).

    Os franceses, pelo o que eu sei, ficaram na Red Flag só “escutando” o Flanker (ou seja, “espionando” o caça indiano). Os americanos fizeram isso também, a seu modo. Que eu saiba, ninguém ficou “escutando” o Gripen, o Rafale ou o F-5M na Red Flag.

    Por isso que eu entendo sua defesa do Flanker, e nem acho que vc esteja de todo errado (só acho que, e vc sabe disso, para o FX-2, ele já era…não vejo como ter uma reviravolta nisso), pois ele é um avião temido e ainda é, de certo modo, um parâmetro para se medir o desempenho dos caças ocidentais (independente dos vídeos do youtube). Deu pau no Flanker? Superou o Flanker em algum ponto? Então é um bom caça…entende o que quero dizer? (claro que nisso tem N fatores para se levar em conta, como logística, treinamento de pilotos etc, mas é por aí…)

    Já sobre o acordo do Mangabeira com os russos, ainda queria ter mais detalhes (oficiais, se possível) para saber em que pé está isso…Mas o que eu sabia foi mais ou menos o que vc falou…vamos aguardar até a vinda do presidente russo pra saber se noticiam mais alguma coisa.

    um forte abraço e grato pelo papo noturno

  91. “o Raptor (ou o projeto que acabou vingando e se transformou no Raptor depois) foi desenvolvido como uma exigência da USAF, no começo dos anos 80, para enfrentar a família Flanker, ainda durante a guerra fria. Esse ponto é que eu acho importante quando pensamos no Flanker. Ou seja, ele é um avião que de certo modo causou um impacto tão grande na aviação de caça ocidental, que os EUA teve que “se mexer” e inventar um caça como o Raptor, senão a vaquinha iria para o brejinho, como eu costumo dizer. Fiz a pergunta a vc, justamente para colaborar em seus argumentos pró-Flanker…O Flanker não é só uma estrela, é também uma precupação que o Ocidente tem (e pelo visto, ainda tem, ainda é o adversário a ser batido pelos caças ocidentais, especialmente os caças norte-americanos).”

    Hornet se formos seguir seu raciocinio o Flanker é uma resposta ao F-15 que é uma Resposta ao MIG-25 que é uma resposta ao F-4 Phanton e assim vai até terminar do 14-bis,

  92. “o Raptor (ou o projeto que acabou vingando e se transformou no Raptor depois) foi desenvolvido como uma exigência da USAF, no começo dos anos 80, para enfrentar a família Flanker, ainda durante a guerra fria. Esse ponto é que eu acho importante quando pensamos no Flanker. Ou seja, ele é um avião que de certo modo causou um impacto tão grande na aviação de caça ocidental, que os EUA teve que “se mexer” e inventar um caça como o Raptor, senão a vaquinha iria para o brejinho, como eu costumo dizer. Fiz a pergunta a vc, justamente para colaborar em seus argumentos pró-Flanker…O Flanker não é só uma estrela, é também uma precupação que o Ocidente tem (e pelo visto, ainda tem, ainda é o adversário a ser batido pelos caças ocidentais, especialmente os caças norte-americanos).”

    Hornet se formos seguir seu raciocinio o Flanker é uma resposta ao F-15 que é uma Resposta ao MIG-25 que é uma resposta ao F-4 Phanton e assim vai até terminar do 14-bis,

  93. só acrescentando mais uma palavrinha final…na atualidade, parece que é o Raptor o “peso e a medida” da aviação de caça mundial. O Raptor se impôs diante do Flanker, até porque foi um projeto pensado para anular todas as qualidades do Flanker (e a furtividade anula a supermanobrabilidade e as demais virtudes do caça russo, ao menos em tese…mas acho que na prática também). O Flanker (em suas versões mais modernas), na minha opinião, ainda é um parâmetro para os caças até a quarta geração (ainda é um oponente altamente temível), mas depois do Raptor, o paradigma mudou. O caça a ser “batido”, agora, é o Raptor (me refiro ao conceito que está por trás dele)…e por enquanto não estamos vendo nenhum oponente à altura – até porque, caças de quinta geração só os EUA têm…ao menos por enquanto…

    abraços

  94. só acrescentando mais uma palavrinha final…na atualidade, parece que é o Raptor o “peso e a medida” da aviação de caça mundial. O Raptor se impôs diante do Flanker, até porque foi um projeto pensado para anular todas as qualidades do Flanker (e a furtividade anula a supermanobrabilidade e as demais virtudes do caça russo, ao menos em tese…mas acho que na prática também). O Flanker (em suas versões mais modernas), na minha opinião, ainda é um parâmetro para os caças até a quarta geração (ainda é um oponente altamente temível), mas depois do Raptor, o paradigma mudou. O caça a ser “batido”, agora, é o Raptor (me refiro ao conceito que está por trás dele)…e por enquanto não estamos vendo nenhum oponente à altura – até porque, caças de quinta geração só os EUA têm…ao menos por enquanto…

    abraços

  95. Tiago Jeronimo,

    mas é isso mesmo. O desenvolvimento tecnológico-militar fruto da guerra fria (mas não apenas desta época) se deu dessa forma…”pergunta e resposta”, ou seja, eu faço o veneno e o outro descobre a cura e ainda projeta um novo veneno…e assim sucessivamente…

    Foi exatamente isso que ocorreu durante a guerra fria, e isso se chamou na época, “corrida armamentista”. Não estamos mais na guerra fria, mas ainda assim, essa “disputa” (hoje já não vejo mais como uma “corrida”, tal como foi na guerra fria) ainda existe. Eu invento uma arma, e o meu “inimigo” inventa a contra-arma, mais perigosa e letal que a anterior…e assim vai…

    Jogo de superpotências militares, meu amigo. Aquilo não era pra amadores e nem pra diversão e passa tempo. Era sério o negócio. Não é como nós, que vamos na feira e pedimos: dá meia dúzia de F-5, um maço de AMX bem fresquinho e o troco pode ser em Mirage mesmo…embrulha tudo que eu vou levar…hehehehe

    abraços

  96. Tiago Jeronimo,

    mas é isso mesmo. O desenvolvimento tecnológico-militar fruto da guerra fria (mas não apenas desta época) se deu dessa forma…”pergunta e resposta”, ou seja, eu faço o veneno e o outro descobre a cura e ainda projeta um novo veneno…e assim sucessivamente…

    Foi exatamente isso que ocorreu durante a guerra fria, e isso se chamou na época, “corrida armamentista”. Não estamos mais na guerra fria, mas ainda assim, essa “disputa” (hoje já não vejo mais como uma “corrida”, tal como foi na guerra fria) ainda existe. Eu invento uma arma, e o meu “inimigo” inventa a contra-arma, mais perigosa e letal que a anterior…e assim vai…

    Jogo de superpotências militares, meu amigo. Aquilo não era pra amadores e nem pra diversão e passa tempo. Era sério o negócio. Não é como nós, que vamos na feira e pedimos: dá meia dúzia de F-5, um maço de AMX bem fresquinho e o troco pode ser em Mirage mesmo…embrulha tudo que eu vou levar…hehehehe

    abraços

  97. Hornet, só lembrando que esta rotina dos EUA desenvolver um avião para contrapor a algo que ele presumiu existir na Rússia (ou URSS) tb gerou o F-15, feito para contrapor ao Mig-25 (bom, isto não e novidade alguma, só estou exemplificando…..) e o resultado foi um avião virtualmente sem oponentes. Um avião que dominou os céus por +-25 anos, e que ainda hoje devidamente “atualizado” compõe a linha de frente de várias nações influentes no mundo.

    Imagino que o F-22 trilhará o mesmo caminho, reinará absoluto nos céus por 1/4 de século.

    Agora eu acho que a recíproca e tb verdadeira: os russos viram suas vaquinhas indo ao brejo com o F-15 e desenvolveram o Su-27.

    Fábio Max, já tive um micro-desentendimento com vc, mas vejo que temos muitos pontos em comum. Informação e contra-informação são a regra neste jogo.

  98. Hornet, só lembrando que esta rotina dos EUA desenvolver um avião para contrapor a algo que ele presumiu existir na Rússia (ou URSS) tb gerou o F-15, feito para contrapor ao Mig-25 (bom, isto não e novidade alguma, só estou exemplificando…..) e o resultado foi um avião virtualmente sem oponentes. Um avião que dominou os céus por +-25 anos, e que ainda hoje devidamente “atualizado” compõe a linha de frente de várias nações influentes no mundo.

    Imagino que o F-22 trilhará o mesmo caminho, reinará absoluto nos céus por 1/4 de século.

    Agora eu acho que a recíproca e tb verdadeira: os russos viram suas vaquinhas indo ao brejo com o F-15 e desenvolveram o Su-27.

    Fábio Max, já tive um micro-desentendimento com vc, mas vejo que temos muitos pontos em comum. Informação e contra-informação são a regra neste jogo.

  99. Agora indo para um momento mais “zen” vou falar um pouco de minha experiência de mais de 25 anos acompanhado assuntos militares

    Pessoal, evitem ao máximo chegar a opiniões conclusivas sobre este assunto, simplesmente não temos informações para tal, e estas opiniões fechadas só servem para turvar nossas análises. Deixem sempre a dúvida pairando sobre qualquer assunto, ainda mais sobre meios militares que estão em desenvolvimento ou no começo de sua carreira operacional. Tenham sempre em mente que as informações que temos acesso são tremendamente contaminadas, e tirar conclusões baseados nestas informações não leva a muito lugar.

  100. Agora indo para um momento mais “zen” vou falar um pouco de minha experiência de mais de 25 anos acompanhado assuntos militares

    Pessoal, evitem ao máximo chegar a opiniões conclusivas sobre este assunto, simplesmente não temos informações para tal, e estas opiniões fechadas só servem para turvar nossas análises. Deixem sempre a dúvida pairando sobre qualquer assunto, ainda mais sobre meios militares que estão em desenvolvimento ou no começo de sua carreira operacional. Tenham sempre em mente que as informações que temos acesso são tremendamente contaminadas, e tirar conclusões baseados nestas informações não leva a muito lugar.

  101. Quanto ao desenvolvimento do PAK FA,

    Primeiro, gostaria de lembrar aos senhores a reação dos Russos no início do ano, quando o ministro Nelson Jobim foi negociar uma possível transferência de tecnologia em detrimento de futuras compras de submarinos. Segundo o próprio Jobim:

    “Eles ficaram um pouco assustados com esse tipo de coisa [transferência]. Não fizeram negativa porque não têm poder para isso, mas não estavam na mesma posição dos franceses.” (http://www.defesanet.com.br/md1/fr-ru_11.htm).

    Depois a eliminação do SU:

    ” (…) o Ministério da Defesa esclarece que a decisão tomada pelo Alto-Comando da Aeronáutica foi fundamentada em critérios técnicos exaustivamente analisados e elaborados pela Comissão Gerencial do Projeto F-X2, TENDO POR BASE A TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA ” (http://www.defesanet.com.br/fx2/md_02out08.htm)

    Simples coincidência? Apesar de se tratar de assuntos diferente (caças e submarinos), é interessante como a transferência de tecnologia parece um entrave nas negociações com os russos.

    Se pararmos para analisar o mercado, a conclusão mais natural é que o desenvolvimento de novos vetores seja feito através de parcerias com empresas estrangeiras. Nenhum país atualmente tem condições de bancar, sozinho, os custos de um projeto, e isso inclui o Brasil (com exceção dos EUA). E, obviamente, as partes envolvidas acabam
    tendo acesso às tecnologias vitais dos seus parceiros. Tendo tudo isso em vista, não parece estranho a Rússia querer promover uma parceria com o Brasil no desenvolvimento do PAK-FA? Oras, se tratando do nosso país, tão alinhado com os americanos, não existiria a possibilidade de os segredos do PAK-FA caírem nas mão dos EUA? Acredito que eles querem muito capital em
    troca de segredos pouco úteis.

    Outra coisa que é bom lembrar é que o acordo foi assinado, mas precisa ser ratificado no congresso, senão ele não é válido.

  102. Quanto ao desenvolvimento do PAK FA,

    Primeiro, gostaria de lembrar aos senhores a reação dos Russos no início do ano, quando o ministro Nelson Jobim foi negociar uma possível transferência de tecnologia em detrimento de futuras compras de submarinos. Segundo o próprio Jobim:

    “Eles ficaram um pouco assustados com esse tipo de coisa [transferência]. Não fizeram negativa porque não têm poder para isso, mas não estavam na mesma posição dos franceses.” (http://www.defesanet.com.br/md1/fr-ru_11.htm).

    Depois a eliminação do SU:

    ” (…) o Ministério da Defesa esclarece que a decisão tomada pelo Alto-Comando da Aeronáutica foi fundamentada em critérios técnicos exaustivamente analisados e elaborados pela Comissão Gerencial do Projeto F-X2, TENDO POR BASE A TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA ” (http://www.defesanet.com.br/fx2/md_02out08.htm)

    Simples coincidência? Apesar de se tratar de assuntos diferente (caças e submarinos), é interessante como a transferência de tecnologia parece um entrave nas negociações com os russos.

    Se pararmos para analisar o mercado, a conclusão mais natural é que o desenvolvimento de novos vetores seja feito através de parcerias com empresas estrangeiras. Nenhum país atualmente tem condições de bancar, sozinho, os custos de um projeto, e isso inclui o Brasil (com exceção dos EUA). E, obviamente, as partes envolvidas acabam
    tendo acesso às tecnologias vitais dos seus parceiros. Tendo tudo isso em vista, não parece estranho a Rússia querer promover uma parceria com o Brasil no desenvolvimento do PAK-FA? Oras, se tratando do nosso país, tão alinhado com os americanos, não existiria a possibilidade de os segredos do PAK-FA caírem nas mão dos EUA? Acredito que eles querem muito capital em
    troca de segredos pouco úteis.

    Outra coisa que é bom lembrar é que o acordo foi assinado, mas precisa ser ratificado no congresso, senão ele não é válido.

  103. Henrique Sousa! Perfeito, ja havia me referido sobre isso em outro post…”opiniões conclusivas” de alguns aqui no blog. Defender cegamente um avião somente pelo que leu aqui e ali, sem filtrar informações é um absurdo. Tem gente sem noção por aqui!

  104. Henrique Sousa! Perfeito, ja havia me referido sobre isso em outro post…”opiniões conclusivas” de alguns aqui no blog. Defender cegamente um avião somente pelo que leu aqui e ali, sem filtrar informações é um absurdo. Tem gente sem noção por aqui!

  105. Hornet! Concordo com vc com relação ao flanker, … acho ele um caça formidável, MAS, para a Rússia… ja torci pra ele no FX1 e 2, mas depois de ler + sobre o assunto, CREIO que nos livramos de uma encrenca no pós venda!

  106. Hornet! Concordo com vc com relação ao flanker, … acho ele um caça formidável, MAS, para a Rússia… ja torci pra ele no FX1 e 2, mas depois de ler + sobre o assunto, CREIO que nos livramos de uma encrenca no pós venda!

  107. Hornet, valeu pelo dica dos videos, EXCELENTES !!

    Welington, DESISTE cara vc vai sofrer muito !!

    Welington se serv e de consolo… eu acho o Flanker um dos caças mais lindos de se ver… e a manobrabilidade, então hummmm…

    porém é o que o Col. disse : – “são superiores em tudo, radas, empuxo, “vector thrust”, armas com mais alcance… muito impressionante…”

    ENTRETANTO NA HORA DO “VAMO VER” : –

    Incrivelmente nós os dominamos! Os dominamos não com um F-15 limpo, quer dizer, sem tanques externos… Nós os dominamos com F-15s em configuração de guerra, quer dizer, com 4 mísseis, tanques externos com gasolina neles e tudo e eles estão lá com seus SU-30 limpos…

    LEMBRO QUE OS F-15 e F-16, SÃO OS ANTIGOS…

    Repito : – FLANKER´S NÃO SÃO PÁREO PARA HORNET´S !!… E A FAB SABE DISSO !! (AIDA BEM…UFA!! ESCAPAMOS DE UMA FRIA)

    ABRAÇOS
    KALEU

  108. Hornet, valeu pelo dica dos videos, EXCELENTES !!

    Welington, DESISTE cara vc vai sofrer muito !!

    Welington se serv e de consolo… eu acho o Flanker um dos caças mais lindos de se ver… e a manobrabilidade, então hummmm…

    porém é o que o Col. disse : – “são superiores em tudo, radas, empuxo, “vector thrust”, armas com mais alcance… muito impressionante…”

    ENTRETANTO NA HORA DO “VAMO VER” : –

    Incrivelmente nós os dominamos! Os dominamos não com um F-15 limpo, quer dizer, sem tanques externos… Nós os dominamos com F-15s em configuração de guerra, quer dizer, com 4 mísseis, tanques externos com gasolina neles e tudo e eles estão lá com seus SU-30 limpos…

    LEMBRO QUE OS F-15 e F-16, SÃO OS ANTIGOS…

    Repito : – FLANKER´S NÃO SÃO PÁREO PARA HORNET´S !!… E A FAB SABE DISSO !! (AIDA BEM…UFA!! ESCAPAMOS DE UMA FRIA)

    ABRAÇOS
    KALEU

  109. Kaleu não se iluda os Flankers indianos não utilizarão toda a sua capacidade e o EUA vieram com tudo, o SU-35 BM é superior ao F-15, F16, F-18 e F-35(que é uma aeronave de ataque com grandes capacidades de combate um verdadeiro caça multifuncional), o único caça que o supera é o F-22 Raptor, dada as suas caraquiteristicas não queira comparar o 4º melhor caça americano com o melhor caça Russo da atualidade isto é muita ingenuidade.

  110. Kaleu não se iluda os Flankers indianos não utilizarão toda a sua capacidade e o EUA vieram com tudo, o SU-35 BM é superior ao F-15, F16, F-18 e F-35(que é uma aeronave de ataque com grandes capacidades de combate um verdadeiro caça multifuncional), o único caça que o supera é o F-22 Raptor, dada as suas caraquiteristicas não queira comparar o 4º melhor caça americano com o melhor caça Russo da atualidade isto é muita ingenuidade.

  111. Welington, sinceramente acho que vc esta se iludindo.

    Baseado em que vc afirma que os indianos colocaram tudo na mesa? Baseado em que vc afirma que os americanos foram com tudo??

    Aceite que conclusões deste tipo que vc faz não existem. Vc tem todo o direito de achar isto, mas querer que o mundo real seja conforme suas opiniões vai uma longa distância.

    E por favor cara, se escreve CARACTERÍSTICAS.

  112. Welington, sinceramente acho que vc esta se iludindo.

    Baseado em que vc afirma que os indianos colocaram tudo na mesa? Baseado em que vc afirma que os americanos foram com tudo??

    Aceite que conclusões deste tipo que vc faz não existem. Vc tem todo o direito de achar isto, mas querer que o mundo real seja conforme suas opiniões vai uma longa distância.

    E por favor cara, se escreve CARACTERÍSTICAS.

  113. Meu Deus!
    Foi noticiado em vários sites e ate aqui no BLOG que os indianos não utilizaram todas as capacidades da aeronave inclusive o Maximo potencial de seu radar, e que os Franceses se preocuparam mais em espionar que em entrar em combate e que os suecos só efetuaram ataques ao solo e os EUA entraram no combate e espionaram por terra, isto foi noticiado em inúmeros sites, Blogs e revistas.

  114. Meu Deus!
    Foi noticiado em vários sites e ate aqui no BLOG que os indianos não utilizaram todas as capacidades da aeronave inclusive o Maximo potencial de seu radar, e que os Franceses se preocuparam mais em espionar que em entrar em combate e que os suecos só efetuaram ataques ao solo e os EUA entraram no combate e espionaram por terra, isto foi noticiado em inúmeros sites, Blogs e revistas.

  115. E por favor cara, se escreve CARACTERÍSTICAS.
    Desculpe me é porque dependendo da hora não tenho muito tempo e escrevo com pressa e isso pode acontecer, não acho que isto seja um problema, pois estou com presa.

  116. E por favor cara, se escreve CARACTERÍSTICAS.
    Desculpe me é porque dependendo da hora não tenho muito tempo e escrevo com pressa e isso pode acontecer, não acho que isto seja um problema, pois estou com presa.

  117. Welington, acho que o problema esta em vc sair aceitando como verdade absoluta o que lê, particularmente se corroborar suas idéias.

    E difícil, mas vc tem que trabalhar com o fato que informações que vc tem acesso são tremendamente frágeis, facilmente manipuláveis. Assunto militar e tremendamente classificado, ainda mais neste ponto onde vc mostra pretensa proficiência.

    Tenha suas opiniões, longe de mim querer tirar isto de vc, mas saiba que elas são isto, as suas opiniões, e os fatos pelo visto não condizem com ela.

  118. Welington, acho que o problema esta em vc sair aceitando como verdade absoluta o que lê, particularmente se corroborar suas idéias.

    E difícil, mas vc tem que trabalhar com o fato que informações que vc tem acesso são tremendamente frágeis, facilmente manipuláveis. Assunto militar e tremendamente classificado, ainda mais neste ponto onde vc mostra pretensa proficiência.

    Tenha suas opiniões, longe de mim querer tirar isto de vc, mas saiba que elas são isto, as suas opiniões, e os fatos pelo visto não condizem com ela.

  119. Tranquilo quanto ao caraquiterística.

    Mas veja só, se vc esta com pressa vai no certo que é mais curto…..hehe.

    Estou brincando, sei que acontece, mas que dói a vista ao ler, isto dói.

  120. Tranquilo quanto ao caraquiterística.

    Mas veja só, se vc esta com pressa vai no certo que é mais curto…..hehe.

    Estou brincando, sei que acontece, mas que dói a vista ao ler, isto dói.

  121. Gente, o carinha so deve ter dito aquilo pq tava dando um briefing para pilotos americanos…ele deu uma de fanfarão…se fosse uma situação real ele teria falado mais serio.
    Mas a melhor parte é qnd ele diz que o MIG-21 é um caça porreta…ehehehehhe!
    Resumindo…ele disse que o SU-30 é melhor que o F-15/16 e que o F-22 é melhor que o Su-30! Alguma novidade ai???

  122. Gente, o carinha so deve ter dito aquilo pq tava dando um briefing para pilotos americanos…ele deu uma de fanfarão…se fosse uma situação real ele teria falado mais serio.
    Mas a melhor parte é qnd ele diz que o MIG-21 é um caça porreta…ehehehehhe!
    Resumindo…ele disse que o SU-30 é melhor que o F-15/16 e que o F-22 é melhor que o Su-30! Alguma novidade ai???

  123. Não são opiniões, me baseio em dados que se demonstram em características, e só me baseio nisso, não vejo onde estou expondo minhas opiniões e sim estou expondo fatos.

  124. Não são opiniões, me baseio em dados que se demonstram em características, e só me baseio nisso, não vejo onde estou expondo minhas opiniões e sim estou expondo fatos.

  125. os f-15,f-16 e os f-18, são caças de segunda ou terceira linha, extremamente ultrapassados, não teriam a menor chance contra os su-30, rafale, eurofighter, mig-35, os americanos estão pilotando aviões projetados na década de 60 (exceção do f-18), enquanto esses outros aviões foram projetados 20 anos depois, não queiram comparar a tecnologia de uma caaça fabricado em 1985, com os do f-15 fabricado em 1972, os su-30 são bem superiores aos f-15, mas isso não garante vitória em combate aéreo, vejamos nossos f-15 terem vencido os f-15 e f-16 americanos, mas os f-15 e f-16 são caças superiores, a capacidade e o treinamento do piloto influência no combate aéreo.
    em simulações feitas pelos EUA, os su-30 teriam uma superioridade de 3x mais capacidade que qualquer caça americano, com exceção do f-22, logo, otreinamento e a habilidade do piloto pode fazer com que uma aeronave inferior vença uma de capacidade maior como fizeram nossos pilotos de f-5, lutando contra os f-15 e f-16.

  126. os f-15,f-16 e os f-18, são caças de segunda ou terceira linha, extremamente ultrapassados, não teriam a menor chance contra os su-30, rafale, eurofighter, mig-35, os americanos estão pilotando aviões projetados na década de 60 (exceção do f-18), enquanto esses outros aviões foram projetados 20 anos depois, não queiram comparar a tecnologia de uma caaça fabricado em 1985, com os do f-15 fabricado em 1972, os su-30 são bem superiores aos f-15, mas isso não garante vitória em combate aéreo, vejamos nossos f-15 terem vencido os f-15 e f-16 americanos, mas os f-15 e f-16 são caças superiores, a capacidade e o treinamento do piloto influência no combate aéreo.
    em simulações feitas pelos EUA, os su-30 teriam uma superioridade de 3x mais capacidade que qualquer caça americano, com exceção do f-22, logo, otreinamento e a habilidade do piloto pode fazer com que uma aeronave inferior vença uma de capacidade maior como fizeram nossos pilotos de f-5, lutando contra os f-15 e f-16.

  127. Welington se me permite um comentário, “FATO” é outra coisa concreta… como um combate ou um exercício… não jamais tiraremos FATOS de dados escritos no papel, subretudo se tais informações envolvem interesses bilionários.

    O único FATO CONCRETO foi que os Flanker´s foram SURRADOS por F15´s e F-16´s, carregados de armas e cumbustível, isso sim é um FATO.

    Os indianos não demonstraram…. os americanos foram com tudo… NÃO SÃO FATOS são apenas especulações e ac~hômetro.

    Amigos os Flanker´s são belíssimos caças, entretanto não há como renqueá-lo, dizendo “é sem dúvida o 2º melhor” para que isso se torne FATO terá que entrar em combate e em um Combate de verdade as características ESCRITAS NO PAPEL não valem nadam absolutamente NADA. Como disse o Col. “eles são os melhores, mas nós os surramos”

    abraços
    Kaleu

  128. Welington se me permite um comentário, “FATO” é outra coisa concreta… como um combate ou um exercício… não jamais tiraremos FATOS de dados escritos no papel, subretudo se tais informações envolvem interesses bilionários.

    O único FATO CONCRETO foi que os Flanker´s foram SURRADOS por F15´s e F-16´s, carregados de armas e cumbustível, isso sim é um FATO.

    Os indianos não demonstraram…. os americanos foram com tudo… NÃO SÃO FATOS são apenas especulações e ac~hômetro.

    Amigos os Flanker´s são belíssimos caças, entretanto não há como renqueá-lo, dizendo “é sem dúvida o 2º melhor” para que isso se torne FATO terá que entrar em combate e em um Combate de verdade as características ESCRITAS NO PAPEL não valem nadam absolutamente NADA. Como disse o Col. “eles são os melhores, mas nós os surramos”

    abraços
    Kaleu

  129. Acho pertinente ao tópico colocar um pouco da visão da IAF sobre o desempenho de seus pilotos, nos EUA, uma vez que sua habilidade foi seriamente questionada. Pelo menos é o que está sendo visto lá na Índia nos telejornais. Eu, particularmente, dou mais crédito a um profissional do ramo, como o Coronel Terrence do que ao jornalismo ufanista de qualquer país.

    http://www.youtube.com/watch?v=COZYu7LGLBQ

    “IAF pilots easily defeat American pilots in the red flag exercise …”
    “Indian pilots are Superior to americam pilots”
    “Our pilots outdid americans in exercise”
    “Indians pilots apparently performed exceendingly well”.

    Parabéns à Marine pela colaboração.

  130. Acho pertinente ao tópico colocar um pouco da visão da IAF sobre o desempenho de seus pilotos, nos EUA, uma vez que sua habilidade foi seriamente questionada. Pelo menos é o que está sendo visto lá na Índia nos telejornais. Eu, particularmente, dou mais crédito a um profissional do ramo, como o Coronel Terrence do que ao jornalismo ufanista de qualquer país.

    “IAF pilots easily defeat American pilots in the red flag exercise …”
    “Indian pilots are Superior to americam pilots”
    “Our pilots outdid americans in exercise”
    “Indians pilots apparently performed exceendingly well”.

    Parabéns à Marine pela colaboração.

  131. só para confirmar isso, os rafales deram uma surra nos f-18 três abatidos para 1 perdido.Isso mostra a diferença dos novos caças para os antigos, e quanto ao f-22 é muito disse me disse, ninguém o viu em ação, nem em treino, quem garante que eles são essa maravilha toda, preferiria ter 8 su-30 que 1 f-22, queria ver se ele teria capacidade de derrubar ao menos dois su-30 em combate aéreo, já que custa 8x mais, teria que ter pelo menos 4x mais capacidade para valer apena, lembrem-se que não existe avião invisível e se um f-22 disparar um míssel todos saberão onde ele está, dois su-30, assim como 2 rafale dariam conta de cada raptor a um custos bem inferior, um caça não vale 180 milhões de dólares. su-30custa entr 25 e 50 milhões.

  132. só para confirmar isso, os rafales deram uma surra nos f-18 três abatidos para 1 perdido.Isso mostra a diferença dos novos caças para os antigos, e quanto ao f-22 é muito disse me disse, ninguém o viu em ação, nem em treino, quem garante que eles são essa maravilha toda, preferiria ter 8 su-30 que 1 f-22, queria ver se ele teria capacidade de derrubar ao menos dois su-30 em combate aéreo, já que custa 8x mais, teria que ter pelo menos 4x mais capacidade para valer apena, lembrem-se que não existe avião invisível e se um f-22 disparar um míssel todos saberão onde ele está, dois su-30, assim como 2 rafale dariam conta de cada raptor a um custos bem inferior, um caça não vale 180 milhões de dólares. su-30custa entr 25 e 50 milhões.

  133. Kaleu, dados confirmados pelas empresas são fatos pois testaram suas aeronaves e colocaram o seu desempenho os Flankers são superiores a todas as aeronaves exceto o F-22, não é só pondo as aeronaves em combates simulados que se descobre qual é melhor pois sabendo suas características pode se saber qual é a melhor, e o Flanker tem características superiores a dos oponentes, no caso do F-22 ele tem algumas características que se sobre saem sobre o Flanker como tecnologia stealth que no combate alem do alcance visual é muito eficaz, porem todos nos sabemos que combates aéreos não se resumem as aeronaves mas sim um todo como doutrina, apoio,armamentos e claro as aeronaves, mas se as aeronaves estiverem em pé de igualdade em armamentos e apoio e estiverem pilotados por pilotos que se equivalem, quem tiver o melhor vetor vence.

  134. Kaleu, dados confirmados pelas empresas são fatos pois testaram suas aeronaves e colocaram o seu desempenho os Flankers são superiores a todas as aeronaves exceto o F-22, não é só pondo as aeronaves em combates simulados que se descobre qual é melhor pois sabendo suas características pode se saber qual é a melhor, e o Flanker tem características superiores a dos oponentes, no caso do F-22 ele tem algumas características que se sobre saem sobre o Flanker como tecnologia stealth que no combate alem do alcance visual é muito eficaz, porem todos nos sabemos que combates aéreos não se resumem as aeronaves mas sim um todo como doutrina, apoio,armamentos e claro as aeronaves, mas se as aeronaves estiverem em pé de igualdade em armamentos e apoio e estiverem pilotados por pilotos que se equivalem, quem tiver o melhor vetor vence.

  135. Welington! Só para envidenciar suas contradições: Vc escreveu: 1º “mas o F-22 não vai ficar muito tempo neste posto isolado do resto pois o PAK FAT-50 jájá estara saindo do forno”
    depois escreveu: “Não são opiniões, me baseio em dados que se demonstram em características, e só me baseio nisso, não vejo onde estou expondo minhas opiniões e sim estou expondo fatos”

    De onde vc tirou “dados” “fatos” para afirmar como verdade que o F22 vai perder o posto de nº 1 para o PakFa.
    Responda objetivamente, ou vai soltar PIPA.

  136. Welington! Só para envidenciar suas contradições: Vc escreveu: 1º “mas o F-22 não vai ficar muito tempo neste posto isolado do resto pois o PAK FAT-50 jájá estara saindo do forno”
    depois escreveu: “Não são opiniões, me baseio em dados que se demonstram em características, e só me baseio nisso, não vejo onde estou expondo minhas opiniões e sim estou expondo fatos”

    De onde vc tirou “dados” “fatos” para afirmar como verdade que o F22 vai perder o posto de nº 1 para o PakFa.
    Responda objetivamente, ou vai soltar PIPA.

  137. Acho que quem ta viajando são vocês os nossos F-5M acabaram com os F-15 e F-16, imaginem um Flanker, os Indianos não utilizaram a capacidade máxima da aeronave, não viagem.
    O SU-35 BM é a 2º melhor aeronave do mundo perdendo para um caça de geração diferente com projeto mais novo e que custa 5 vezes mais dependendo da sua versão podendo até custar mais, eu também prefiro ter 5 SU-35 BM ao invés de 1 F-22 e prefiro mais ainda participar de um projeto de um caça de 5º geração que será superior ao F-22 e custara 80 milhões ao invés dos 200 milhões do F-22.

  138. Acho que quem ta viajando são vocês os nossos F-5M acabaram com os F-15 e F-16, imaginem um Flanker, os Indianos não utilizaram a capacidade máxima da aeronave, não viagem.
    O SU-35 BM é a 2º melhor aeronave do mundo perdendo para um caça de geração diferente com projeto mais novo e que custa 5 vezes mais dependendo da sua versão podendo até custar mais, eu também prefiro ter 5 SU-35 BM ao invés de 1 F-22 e prefiro mais ainda participar de um projeto de um caça de 5º geração que será superior ao F-22 e custara 80 milhões ao invés dos 200 milhões do F-22.

  139. O PAK FA T-50 vai ser adotado pela Rússia em 2016, ele será superior ao F-22 pelo simples motivo em desempenho o SU-35 BM já é superior ao Raptor, e o PAK FA utilizara muito mais materiais compostos que o F-22 alem dos materiais RAM absorventes e do escudo de plasma que já foi testado no SU-34 será mais stealth que o F-22 e terá a melhor aniônica empregada em uma aeronave Russa alem do radar ter o mesmo alcance do Tikhomirov NIIP Irbis-E (N035E) só que vai ser AESA, as características do PAK FA serão muito superiores como velocidade, alcance e capacidade de transporte de armas.

  140. O PAK FA T-50 vai ser adotado pela Rússia em 2016, ele será superior ao F-22 pelo simples motivo em desempenho o SU-35 BM já é superior ao Raptor, e o PAK FA utilizara muito mais materiais compostos que o F-22 alem dos materiais RAM absorventes e do escudo de plasma que já foi testado no SU-34 será mais stealth que o F-22 e terá a melhor aniônica empregada em uma aeronave Russa alem do radar ter o mesmo alcance do Tikhomirov NIIP Irbis-E (N035E) só que vai ser AESA, as características do PAK FA serão muito superiores como velocidade, alcance e capacidade de transporte de armas.

  141. Meu Deus!!!
    São fatos caro amigo Sergio olhe o desempenho do SU-35 BM e compare com o do raptor, o PAK FA T-50 será mais stealth pelos motivos citados acima que são fatos.

  142. Meu Deus!!!
    São fatos caro amigo Sergio olhe o desempenho do SU-35 BM e compare com o do raptor, o PAK FA T-50 será mais stealth pelos motivos citados acima que são fatos.

  143. Ou você acha que a utilização de materiais compostos é coisa de outro mundo ou matérias RAM não funcionam e que o escudo de plasma não existe ou talvez você acha que o F-22 é mais rápido, ágil, e tem maior alcance do que o Sukhoi SU-35 BM.

  144. Ou você acha que a utilização de materiais compostos é coisa de outro mundo ou matérias RAM não funcionam e que o escudo de plasma não existe ou talvez você acha que o F-22 é mais rápido, ágil, e tem maior alcance do que o Sukhoi SU-35 BM.

  145. ‘Os dominamos (Su-30) não com um F-15 limpo, quer dizer, sem tanques externos e esse tipo de coisa. Nós os dominamos com F-15s em configuração de guerra, quer dizer, com 4 mísseis, tanques externos com gasolina neles e tudo e eles estão lá com seus SU-30 limpos’..

    Palavras do militar. Tem que ser muito ingênuo para acreditar que isso aconteceria num combate real. Meus amigos, não equeçam que os Su-30MKI estavam operando com o radar no modo “treino”, ou algo parecido. Aí, muitos afirmar que F-15C/E é superior ao Su-30MKI…

  146. ‘Os dominamos (Su-30) não com um F-15 limpo, quer dizer, sem tanques externos e esse tipo de coisa. Nós os dominamos com F-15s em configuração de guerra, quer dizer, com 4 mísseis, tanques externos com gasolina neles e tudo e eles estão lá com seus SU-30 limpos’..

    Palavras do militar. Tem que ser muito ingênuo para acreditar que isso aconteceria num combate real. Meus amigos, não equeçam que os Su-30MKI estavam operando com o radar no modo “treino”, ou algo parecido. Aí, muitos afirmar que F-15C/E é superior ao Su-30MKI…

  147. Sem querer ofender ninguém, mas se existe uma opinião melhor fundamentada do que as dos “analistas de plantão” é justamente a de um piloto. Provavelmente ele levou os prós e contras da situação e deu seu veredito: Apesar deles serem melhores (em termos de vetor), impomos grandes baixas aos indianos…

  148. Sem querer ofender ninguém, mas se existe uma opinião melhor fundamentada do que as dos “analistas de plantão” é justamente a de um piloto. Provavelmente ele levou os prós e contras da situação e deu seu veredito: Apesar deles serem melhores (em termos de vetor), impomos grandes baixas aos indianos…

  149. Em um combate tudo tem que ser levado em conta a doutrina, apoio, armas e claro as aeronaves, se a doutrina, apoio, e as armas se equivalerem quem decide é o melhor vetor.
    Neste treinamento os indiano usaram seus radares em modo de treinamento com o alcance reduzido e com varias outras capacidades desativadas, se os EUA usam tanques Externos no F-22 para não passar dados sobre sua capacidade stealth os indianos não queriam passar suas reais capacidades, no caso dos F-22 com tanques conformais no Alaska eu até acredito que esse possa ser o motivo dos mesmos mas cá pra nos se eles precisarem ir um pouco mais longe que a “praia” eles terão que usar os tanques.

  150. Em um combate tudo tem que ser levado em conta a doutrina, apoio, armas e claro as aeronaves, se a doutrina, apoio, e as armas se equivalerem quem decide é o melhor vetor.
    Neste treinamento os indiano usaram seus radares em modo de treinamento com o alcance reduzido e com varias outras capacidades desativadas, se os EUA usam tanques Externos no F-22 para não passar dados sobre sua capacidade stealth os indianos não queriam passar suas reais capacidades, no caso dos F-22 com tanques conformais no Alaska eu até acredito que esse possa ser o motivo dos mesmos mas cá pra nos se eles precisarem ir um pouco mais longe que a “praia” eles terão que usar os tanques.

  151. Nossa nao tinnha ideia que o assunto e tao polemico!!
    Nao se preocupem vou trabalhar na traducao da segunda parte hoje e se Deus quiser vai estar pronto pra amanha!

    Com relacao a opiniao do Coronel…e isso mesmo, e uma experiencia que ele teve com os cacas russos que esta recontando. Mais uma vez o ponto do primeiro video e que o treinamento ainda vale muito e que pilotos podem superar as deficiencias de seua avioes se forem bem treinados.

    Com relacao a o que e fato…Nas FAs dizemos que existe inteligencia e que existe informacao…Isso que ouvimos falar em blogs, leemos em revistas e tal e apenas informacao, sao o que chamamos de “open source” e realmente facil de ser manipulado e contaminado. Fato e inteligencia nenhum de nos aqui temos acesso a isso mas como so podemos ter informacao, na minha opiniao eu ainda prefiro a opiniao de militares profissionais de carreira com experiencia real ao que eu posso ler em uma revista ou blog sem ter acesso aonde veio a informacao de tal revista ou blog.

    Por exemplo espero que a maioria confiaria mais em uma opiniao minha por exemplo sobre guerra urbana em Fallujah ao que ouviram falar em um blog ou foi escrito emuma materia de jornal. Espero que tenha colocado em perspectiva para todos.

    Mais uma vez aguentem so um pouquinho mais ate a segunda parte!

    Sds. a todos!

  152. Nossa nao tinnha ideia que o assunto e tao polemico!!
    Nao se preocupem vou trabalhar na traducao da segunda parte hoje e se Deus quiser vai estar pronto pra amanha!

    Com relacao a opiniao do Coronel…e isso mesmo, e uma experiencia que ele teve com os cacas russos que esta recontando. Mais uma vez o ponto do primeiro video e que o treinamento ainda vale muito e que pilotos podem superar as deficiencias de seua avioes se forem bem treinados.

    Com relacao a o que e fato…Nas FAs dizemos que existe inteligencia e que existe informacao…Isso que ouvimos falar em blogs, leemos em revistas e tal e apenas informacao, sao o que chamamos de “open source” e realmente facil de ser manipulado e contaminado. Fato e inteligencia nenhum de nos aqui temos acesso a isso mas como so podemos ter informacao, na minha opiniao eu ainda prefiro a opiniao de militares profissionais de carreira com experiencia real ao que eu posso ler em uma revista ou blog sem ter acesso aonde veio a informacao de tal revista ou blog.

    Por exemplo espero que a maioria confiaria mais em uma opiniao minha por exemplo sobre guerra urbana em Fallujah ao que ouviram falar em um blog ou foi escrito emuma materia de jornal. Espero que tenha colocado em perspectiva para todos.

    Mais uma vez aguentem so um pouquinho mais ate a segunda parte!

    Sds. a todos!

  153. Putz, Welington assim fica difícil.

    O Su-35 ainda nem tem direito um esquadrão operacional, não participou de exercícios, não foi provado em combate, nada cara, nada. Existe demonstrações acrobáticas, vídeos em sites, uma tremenda possibilidade, tando de dar certo como de não acrescentar operacionalmente tanto quanto esperam. E vc diz que é o segundo melhor caça do mundo. Pode vir a ser, mas ainda não é. Tudo bem, opinião sua, mas como já te falei não queira que o mundo se curve a sua opinião e isto se torne fato. O avião não esta operacional para ser testado.

    O Pak nem saiu do papel direito, estão procurando parceiros para viabilizar o projeto, não existe protótipo que voa, e outra possibilidade e vc diz que será melhor que o F-22? Que será adotado em 2016?????? Opinião sua, tudo bem. Mas acaba ai. Pode vir a ser melhor como pode nem vir a existir.

    Em desempenho o Su-35 e melhor que o F-22? Baseado em textos da internet provavelmente vc argumenta. Cara, os norte-americanos mal abriram direito o envelope do F-22 e vc já sabe de tudo, inclusive que ele perde para o Su-35???

    Espero que vc não enumere dezenas de fontes na Internet, pq a estas eu tb tenho acesso, e alguém que argumenta com a convicção que vc argumenta, tem que possuir fontes mais concretas para dar credibilidade às informações.

  154. Putz, Welington assim fica difícil.

    O Su-35 ainda nem tem direito um esquadrão operacional, não participou de exercícios, não foi provado em combate, nada cara, nada. Existe demonstrações acrobáticas, vídeos em sites, uma tremenda possibilidade, tando de dar certo como de não acrescentar operacionalmente tanto quanto esperam. E vc diz que é o segundo melhor caça do mundo. Pode vir a ser, mas ainda não é. Tudo bem, opinião sua, mas como já te falei não queira que o mundo se curve a sua opinião e isto se torne fato. O avião não esta operacional para ser testado.

    O Pak nem saiu do papel direito, estão procurando parceiros para viabilizar o projeto, não existe protótipo que voa, e outra possibilidade e vc diz que será melhor que o F-22? Que será adotado em 2016?????? Opinião sua, tudo bem. Mas acaba ai. Pode vir a ser melhor como pode nem vir a existir.

    Em desempenho o Su-35 e melhor que o F-22? Baseado em textos da internet provavelmente vc argumenta. Cara, os norte-americanos mal abriram direito o envelope do F-22 e vc já sabe de tudo, inclusive que ele perde para o Su-35???

    Espero que vc não enumere dezenas de fontes na Internet, pq a estas eu tb tenho acesso, e alguém que argumenta com a convicção que vc argumenta, tem que possuir fontes mais concretas para dar credibilidade às informações.

  155. Henrique Sousa! Merine! Mauro! Nao adianta, ja tentei explicar isso pra este cara, mas ele nao assimila. Perguntei de onde é sua fonte, ele nao responde, ou melhor, é sempre a mesma ladainha. Tudo baseado no que leu em blogs e revistas… principalmente no blog do sr. Carlos Emílio! FAZER O QUE? DIZER MAIS O QUE PARA UM SUJEITO ASSIM?

  156. Henrique Sousa! Merine! Mauro! Nao adianta, ja tentei explicar isso pra este cara, mas ele nao assimila. Perguntei de onde é sua fonte, ele nao responde, ou melhor, é sempre a mesma ladainha. Tudo baseado no que leu em blogs e revistas… principalmente no blog do sr. Carlos Emílio! FAZER O QUE? DIZER MAIS O QUE PARA UM SUJEITO ASSIM?

  157. Caro amigo Henrique Sousa, sobre o desempenho do SU-35 BM ser superior ao do F-22 é só você comparar pegue a velocidade máxima, velocidade de supercruise e alcance e compare.
    Sobre as fontes destas informações procure por exemplo no site dos fabricantes.
    Sobre o caça não ser testado, nem o F-18 foi testado em combate “COMBATE” o SU-35 BM vai ser produzido em serie no final de 2010.
    O PAK FA T-50 vai ser adotado pela Rússia em 2016, o SU-35 BM vai suprir a lacuna ate la.
    Antes de uma aeronave se tornar operacional ela tem que passar por vários testes como o F-35 está passando e como os 12 SU-35 passarão só que quem vai entrar em produção é o SU-35 BM eles já tem duas aeronaves a 901 e 902 efetuando estes testes para a mesma ser produzida em serie.
    Para agilizar o processo de testes será construída mais uma aeronave a 903.
    O SU-35 BM é o 2º melhor caça do mundo pelas suas características
    E o PAK FA T-50 vai ser superior ao F-22 se suas características forem confirmadas como no caso do SU-35 BM.

  158. Caro amigo Henrique Sousa, sobre o desempenho do SU-35 BM ser superior ao do F-22 é só você comparar pegue a velocidade máxima, velocidade de supercruise e alcance e compare.
    Sobre as fontes destas informações procure por exemplo no site dos fabricantes.
    Sobre o caça não ser testado, nem o F-18 foi testado em combate “COMBATE” o SU-35 BM vai ser produzido em serie no final de 2010.
    O PAK FA T-50 vai ser adotado pela Rússia em 2016, o SU-35 BM vai suprir a lacuna ate la.
    Antes de uma aeronave se tornar operacional ela tem que passar por vários testes como o F-35 está passando e como os 12 SU-35 passarão só que quem vai entrar em produção é o SU-35 BM eles já tem duas aeronaves a 901 e 902 efetuando estes testes para a mesma ser produzida em serie.
    Para agilizar o processo de testes será construída mais uma aeronave a 903.
    O SU-35 BM é o 2º melhor caça do mundo pelas suas características
    E o PAK FA T-50 vai ser superior ao F-22 se suas características forem confirmadas como no caso do SU-35 BM.

  159. É muita ignorância ficar ai soltando, esse é o melhor caça, aquele é pior, esse é o primeiro, o outro o segundo!

    O F-22 é uma geração superior…
    Rafale, Eurofighter, F-18E/F, Gripen, Su-35 são outra geração
    F-16, F-15, Su-27, Mig-29 Mirage 2000 outra…e assim vai.

    Mas as aeronavem sofrem modernizações, novas variações que as deixam mais capazes…radar, mísseis, assinatura radar…
    Treinamento, apoio com AEW&C e mtos outros fatores contribuem para a vitória de uma aeronave.

    Gosto muito do Flanker, mas vejo mta gente aqui babando ovo dele.
    Existem mtos outros caças bons, iclusive melhores do que ele. Mas como saber? Apenas num combate ar-ar, mas entre caças que sofram o mesmo tratamento e ´pilotos o mesmo treinamento!

  160. É muita ignorância ficar ai soltando, esse é o melhor caça, aquele é pior, esse é o primeiro, o outro o segundo!

    O F-22 é uma geração superior…
    Rafale, Eurofighter, F-18E/F, Gripen, Su-35 são outra geração
    F-16, F-15, Su-27, Mig-29 Mirage 2000 outra…e assim vai.

    Mas as aeronavem sofrem modernizações, novas variações que as deixam mais capazes…radar, mísseis, assinatura radar…
    Treinamento, apoio com AEW&C e mtos outros fatores contribuem para a vitória de uma aeronave.

    Gosto muito do Flanker, mas vejo mta gente aqui babando ovo dele.
    Existem mtos outros caças bons, iclusive melhores do que ele. Mas como saber? Apenas num combate ar-ar, mas entre caças que sofram o mesmo tratamento e ´pilotos o mesmo treinamento!

  161. Procurem mais fontes eu leio e pesquiso em vários locais não me baseio somente em revistas e Blogs me baseio no que os fabricantes repassam em reportagens e todas fontes disponíveis sobre o assunto que consigo encontrar para começar que tal vocês pesquisarem os fabricantes mas não só os fabricantes das aeronaves mas sim de seus radares, motores,sensores e por informações disponibilizadas por meios confiáveis como a própria ROSOBORONEXPORT.

  162. Procurem mais fontes eu leio e pesquiso em vários locais não me baseio somente em revistas e Blogs me baseio no que os fabricantes repassam em reportagens e todas fontes disponíveis sobre o assunto que consigo encontrar para começar que tal vocês pesquisarem os fabricantes mas não só os fabricantes das aeronaves mas sim de seus radares, motores,sensores e por informações disponibilizadas por meios confiáveis como a própria ROSOBORONEXPORT.

  163. Ao que parece tem gente aqui que não consegue admitir que um equipamento Russo (Sukhoi SU-35 BM) é melhor que o americano(F-15, F-16, F18), mesmo estando na cara mostrando as características dos mesmo, chega a ser ridículo.

  164. Ao que parece tem gente aqui que não consegue admitir que um equipamento Russo (Sukhoi SU-35 BM) é melhor que o americano(F-15, F-16, F18), mesmo estando na cara mostrando as características dos mesmo, chega a ser ridículo.

  165. sibre o su-27 veja o que o site http://www.areamilitar.net diz:

    Manobrabilidade: Grande vantagem mas condicionada
    A excelente manobrabilidade dos caças da família Su-27, especialmente daqueles que estão providos de «Canards» é vista como referência em todo o mundo. O Su-27 é provavelmente o melhor caça neste quesito, o que ainda é mais impressionante quando se olha para o seu massivo tamanho.

    Porém, as análises de várias forças aéreas tendem a desvalorizar esta característica, porque as famosas manobras que podem de facto salvar a aeronave de mísseis anti-aéreos só são possíveis se as tripulações treinarem intensivamente.

    O nível de treino necessário para efectuar as manobras complicadas quie o Su-27 pode fazer, implicam custos na manutenção e desgaste dos aviões, que não está aoi alcance da grande maioria dos países que adquiriu o Flanker.

  166. sibre o su-27 veja o que o site http://www.areamilitar.net diz:

    Manobrabilidade: Grande vantagem mas condicionada
    A excelente manobrabilidade dos caças da família Su-27, especialmente daqueles que estão providos de «Canards» é vista como referência em todo o mundo. O Su-27 é provavelmente o melhor caça neste quesito, o que ainda é mais impressionante quando se olha para o seu massivo tamanho.

    Porém, as análises de várias forças aéreas tendem a desvalorizar esta característica, porque as famosas manobras que podem de facto salvar a aeronave de mísseis anti-aéreos só são possíveis se as tripulações treinarem intensivamente.

    O nível de treino necessário para efectuar as manobras complicadas quie o Su-27 pode fazer, implicam custos na manutenção e desgaste dos aviões, que não está aoi alcance da grande maioria dos países que adquiriu o Flanker.

  167. Por esta razão, a famosa manobra conhecida como «cobra de pugachev» é vista pelos analistas militares mais como um argumento de marketing, que como uma vantagem que de facto possa ser utilizada em condições reais.

    Dificuldades das industrias russas
    Todo o projecto de renovação do Su-27 tem sido flagelado por vários problemas. As dificuldades de financiamento e o desinteresse das autoridades russas são os principais.

    O não investimento na industria russa, também está a afectar a produção de compoentes. Na prática as aeronaves Su-27/30/33/34/35 são montadas em pequenas escala e praticamente pode-se dizer que são montadas à mão.

    Os componentes são produzidos por uma miriade de pequenas oficinas que fabricam pequenas peças e pequenos componentes. Mas essas pequenas industrias não podem ser verificadas e a sua qualidade de produção é muito variável.
    Como não existem métodos standar de produção e teste, os russos tendem a produzir componentes para teste e depois não fazem testes aos produtos seguintes. Isto leva a que o mesmo equipamento possa ter comportamentos diferentes de uma aeronave para a outra, mesmo que elas sejam em teoria iguais. A qualidade dos componentes pode variar imenso e por isso a qualidade geral do avião pode ser posta em causa.

    Esta prática é a mesma do tempo da antiga URSS, em que eram produzidos protótipos com grande qualidade para apresentação e testes, mas que depois da linha de produção apresentavam níveis de qualidade que íam do muito bom ao péssimo.

    Isto explica em parte a desastrosa performance das forças aéreas equipadas com aeronaves russas, desde o tempo do MiG-15.

  168. Por esta razão, a famosa manobra conhecida como «cobra de pugachev» é vista pelos analistas militares mais como um argumento de marketing, que como uma vantagem que de facto possa ser utilizada em condições reais.

    Dificuldades das industrias russas
    Todo o projecto de renovação do Su-27 tem sido flagelado por vários problemas. As dificuldades de financiamento e o desinteresse das autoridades russas são os principais.

    O não investimento na industria russa, também está a afectar a produção de compoentes. Na prática as aeronaves Su-27/30/33/34/35 são montadas em pequenas escala e praticamente pode-se dizer que são montadas à mão.

    Os componentes são produzidos por uma miriade de pequenas oficinas que fabricam pequenas peças e pequenos componentes. Mas essas pequenas industrias não podem ser verificadas e a sua qualidade de produção é muito variável.
    Como não existem métodos standar de produção e teste, os russos tendem a produzir componentes para teste e depois não fazem testes aos produtos seguintes. Isto leva a que o mesmo equipamento possa ter comportamentos diferentes de uma aeronave para a outra, mesmo que elas sejam em teoria iguais. A qualidade dos componentes pode variar imenso e por isso a qualidade geral do avião pode ser posta em causa.

    Esta prática é a mesma do tempo da antiga URSS, em que eram produzidos protótipos com grande qualidade para apresentação e testes, mas que depois da linha de produção apresentavam níveis de qualidade que íam do muito bom ao péssimo.

    Isto explica em parte a desastrosa performance das forças aéreas equipadas com aeronaves russas, desde o tempo do MiG-15.

  169. Se não tiver um treinamento adequado, não se aproveitará os recursos deste impressionante avião, mas além de treinar tem que ter sorte de virem as peças boas.

  170. Se não tiver um treinamento adequado, não se aproveitará os recursos deste impressionante avião, mas além de treinar tem que ter sorte de virem as peças boas.

  171. Wellington,

    O F-18 ja foi testado em combate sim, sendo que 2 pilotos foram perdidos durante a Guerra do golfo e dois Mig-21 foram abatidos por F-18s sem contar desde o inicio da Guerra contra o terror.

    Sds!

  172. Wellington,

    O F-18 ja foi testado em combate sim, sendo que 2 pilotos foram perdidos durante a Guerra do golfo e dois Mig-21 foram abatidos por F-18s sem contar desde o inicio da Guerra contra o terror.

    Sds!

  173. O Wellignton parece um corinthiano defendendo o time depois de ter sido rebaixado uahauhauha. Meu caro não viaja, se nem o SU-35 vai estar operacional em 2016 imagina o PAK FA, se você é um idolo desses aviões é um direito seu mas ficar inventado dados maravilhosos para apoiar suas opiniões fantasiosas já é demais, a Russia atualmente não consegue nem fabricar o SU-34 FULLBACK direito por falta de dinheiro, imagina projetar, construir protótipo, testar, modificar e depois colocar o avião pra voar em apenas 8 anos, pelo amor de DEUS isso é impossivel. Outra ficar dizendo que um avião que nem está operacional ainda(SU-35BM) é o melhor do mundo se baseando em dados e paramentros dados pela a Russia é o mesmo que acreditar quando o Putin diz que não é ele que manda lá. Quanto ao demais comentários sobre ser melhor 8 SU-MKI do que um Raptor pilotos americanos disseram que mesmo quando conseguem ver o Raptor(No olho) os radares AESA dos novos F-16s não conseguem dar um LOCK para dispararem os AIM-9, nem trackear para usar os canhões. Um Raptor sozinho derrubou 8 aviões F-15 e f-16 em combates simulados sem nem os pilotos dos mesmos saberem o que tinha acontecido e esse numero só s elimita a 8 devido ao numero de misseis que o F-22 carrega, se a guerra aerea hoje em dia se baseia no radar você querer lutar contra um raptor é igual a um cego querer brigar com alguem que vê, o cego pode ser forte e faixa preta mas do que adianta se ele não vê onde o adversário está?

    Sds,

  174. O Wellignton parece um corinthiano defendendo o time depois de ter sido rebaixado uahauhauha. Meu caro não viaja, se nem o SU-35 vai estar operacional em 2016 imagina o PAK FA, se você é um idolo desses aviões é um direito seu mas ficar inventado dados maravilhosos para apoiar suas opiniões fantasiosas já é demais, a Russia atualmente não consegue nem fabricar o SU-34 FULLBACK direito por falta de dinheiro, imagina projetar, construir protótipo, testar, modificar e depois colocar o avião pra voar em apenas 8 anos, pelo amor de DEUS isso é impossivel. Outra ficar dizendo que um avião que nem está operacional ainda(SU-35BM) é o melhor do mundo se baseando em dados e paramentros dados pela a Russia é o mesmo que acreditar quando o Putin diz que não é ele que manda lá. Quanto ao demais comentários sobre ser melhor 8 SU-MKI do que um Raptor pilotos americanos disseram que mesmo quando conseguem ver o Raptor(No olho) os radares AESA dos novos F-16s não conseguem dar um LOCK para dispararem os AIM-9, nem trackear para usar os canhões. Um Raptor sozinho derrubou 8 aviões F-15 e f-16 em combates simulados sem nem os pilotos dos mesmos saberem o que tinha acontecido e esse numero só s elimita a 8 devido ao numero de misseis que o F-22 carrega, se a guerra aerea hoje em dia se baseia no radar você querer lutar contra um raptor é igual a um cego querer brigar com alguem que vê, o cego pode ser forte e faixa preta mas do que adianta se ele não vê onde o adversário está?

    Sds,

  175. Tiago Jeronimo, para chotar cachorro morto não precisa bota de ferro! : ) captou?!
    Acho que tu e o wellington acreditam demais nas propagandas! vejo muitos malhando o Wellington, que ao meu ver peca muito nas datas, meio, digamos, otimistas, além de um pouco de alarde sobre as capacidade do SU. Mas tu, entre outros, acreditam mesmo nesta superioridade sobrenatural do F-22? para começar o F-22 não leva 8 mísseis BVR de uma vez! e o Programna no Discovery ou HC eu também vi, é de rir a palhaçada! e tem mais, tu disse que um Sidewinder não consegue scan no F-22!? só se o f-22 não estiver al alcance do seeker, pois um AIM-L/X trava num cigarro aceso a 10mts, imagina uma onda IR de um caça. Mas pelo jeito tu acredita nesta baboseira!
    Na boa o F-22 é o melhor caça do mundo, mas ele realmente não precisa de ajuda deste tipo! só cria antipatia pelo vetor! o mesmo se dá com o SU-35BM que nem nasceu para a produção ainda!
    Abraço
    Francisco

  176. Tiago Jeronimo, para chotar cachorro morto não precisa bota de ferro! : ) captou?!
    Acho que tu e o wellington acreditam demais nas propagandas! vejo muitos malhando o Wellington, que ao meu ver peca muito nas datas, meio, digamos, otimistas, além de um pouco de alarde sobre as capacidade do SU. Mas tu, entre outros, acreditam mesmo nesta superioridade sobrenatural do F-22? para começar o F-22 não leva 8 mísseis BVR de uma vez! e o Programna no Discovery ou HC eu também vi, é de rir a palhaçada! e tem mais, tu disse que um Sidewinder não consegue scan no F-22!? só se o f-22 não estiver al alcance do seeker, pois um AIM-L/X trava num cigarro aceso a 10mts, imagina uma onda IR de um caça. Mas pelo jeito tu acredita nesta baboseira!
    Na boa o F-22 é o melhor caça do mundo, mas ele realmente não precisa de ajuda deste tipo! só cria antipatia pelo vetor! o mesmo se dá com o SU-35BM que nem nasceu para a produção ainda!
    Abraço
    Francisco

  177. Não consigo ler onde eu escrevi que o F-22 leva 8 misseis BVR, e a diferenca de travar em um cigarro acesso a 10 metros e travar num caça voando a 2km é bem diferente eim meu caro Francisco, se quer debater tudo bem, mas com argumentos e sem inventar algo que eu nao disse. Quanto a sua pergunta, sim eu acredito na absoluta e indiscutivel superioridade do Raptor contra qualquer coisa que voe hoje, mas pelo menos me baseio em fatos e em relatos e você?

    Sds,

  178. Não consigo ler onde eu escrevi que o F-22 leva 8 misseis BVR, e a diferenca de travar em um cigarro acesso a 10 metros e travar num caça voando a 2km é bem diferente eim meu caro Francisco, se quer debater tudo bem, mas com argumentos e sem inventar algo que eu nao disse. Quanto a sua pergunta, sim eu acredito na absoluta e indiscutivel superioridade do Raptor contra qualquer coisa que voe hoje, mas pelo menos me baseio em fatos e em relatos e você?

    Sds,

  179. Só para agregar..o AIM-9 não depende do radar para “lockar”.

    ele é um sistema totalmente a parte dos aviônicos do avião, totalmente independente.

    AIM-9 já foram agregados a helicópteros, e até aviões como reabastecedores Handley Page Victor, durante a Guerra das Malvinas.

  180. Só para agregar..o AIM-9 não depende do radar para “lockar”.

    ele é um sistema totalmente a parte dos aviônicos do avião, totalmente independente.

    AIM-9 já foram agregados a helicópteros, e até aviões como reabastecedores Handley Page Victor, durante a Guerra das Malvinas.

  181. Existe uma carência de “desconfiança epistemológica” nos debatedores do blog quando o assunto é a comparação entre o nível de tecnologia bélica entre o ocidente e a Rússia.
    A visão clara e o raciocínio lógico é comprometido por um comportamento neuroquímico comumente encontrado nos cérebros dos apaixonados, torcedores fanáticos por time de futebol, escola de samba, partido político e religião. Os autos níveis de serotonina circulante associados aos “objetos da paixão” induzem um comportamento altamente previsível aos debatedores.

    Putz!!!! Não entendi nada do que escrevi. Acho que vou tomar meu Gardenal.
    Logo que retirarem minha camisa de força, é claro.

    OBS: Estou teclando com o nariz.rs.rs.rs.ssss…

  182. Existe uma carência de “desconfiança epistemológica” nos debatedores do blog quando o assunto é a comparação entre o nível de tecnologia bélica entre o ocidente e a Rússia.
    A visão clara e o raciocínio lógico é comprometido por um comportamento neuroquímico comumente encontrado nos cérebros dos apaixonados, torcedores fanáticos por time de futebol, escola de samba, partido político e religião. Os autos níveis de serotonina circulante associados aos “objetos da paixão” induzem um comportamento altamente previsível aos debatedores.

    Putz!!!! Não entendi nada do que escrevi. Acho que vou tomar meu Gardenal.
    Logo que retirarem minha camisa de força, é claro.

    OBS: Estou teclando com o nariz.rs.rs.rs.ssss…

  183. MadVad,
    tem razão.
    O Sidewinder só trava no alvo antes do lançamento (LOBL), sendo necessário o sinal sonoro no fone de ouvido do piloto para o mesmo ser lançado, mas a partir do AIM9L seu sensor pode ser “escravizado” ao radar para poder ser usado à noite/mal tempo, em um dog fight, apontando para um alvo mesmo que ele esteja fora do alcance do seeker. Uma simbologia é criada no HUD e quando o seeker faz o “Lock on” ele dá o sinal sonoro e o míssil é disparado.
    O AIM9X Block II poderá ser lançado de modo LOAL, sendo disparado em um alvo fora de alcance e receber atualização via data-link. Estará em uso se não me engano em 2011.
    Um abraço!

  184. MadVad,
    tem razão.
    O Sidewinder só trava no alvo antes do lançamento (LOBL), sendo necessário o sinal sonoro no fone de ouvido do piloto para o mesmo ser lançado, mas a partir do AIM9L seu sensor pode ser “escravizado” ao radar para poder ser usado à noite/mal tempo, em um dog fight, apontando para um alvo mesmo que ele esteja fora do alcance do seeker. Uma simbologia é criada no HUD e quando o seeker faz o “Lock on” ele dá o sinal sonoro e o míssil é disparado.
    O AIM9X Block II poderá ser lançado de modo LOAL, sendo disparado em um alvo fora de alcance e receber atualização via data-link. Estará em uso se não me engano em 2011.
    Um abraço!

  185. A grande verdade é que o F-22 é o melhor, simples. Eu sou um apaixonado pela família Su-27, mas tenho que ver a realidade. Li no site Area militar que os radares AESA dos russos não é lá aquelas coisas, mas tudo bem, estão desenvolvendo ainda. Não podemos nos basear, apenas, nos dados fornecidos pelos fabricantes, todos sabemos disso.

    Pelo que sei, o Su-35BM vai estar operacional a partir de 2010 e que o PAK FA só depois de 2020! Até lá, o F-22 é o melhor. E isso que é apenas a versão “A”, ou seja, novos equipamentos estão em desenvolvimento para serem incorporados ao F-22C, que, provavelmente, será o TOP da linha.

  186. A grande verdade é que o F-22 é o melhor, simples. Eu sou um apaixonado pela família Su-27, mas tenho que ver a realidade. Li no site Area militar que os radares AESA dos russos não é lá aquelas coisas, mas tudo bem, estão desenvolvendo ainda. Não podemos nos basear, apenas, nos dados fornecidos pelos fabricantes, todos sabemos disso.

    Pelo que sei, o Su-35BM vai estar operacional a partir de 2010 e que o PAK FA só depois de 2020! Até lá, o F-22 é o melhor. E isso que é apenas a versão “A”, ou seja, novos equipamentos estão em desenvolvimento para serem incorporados ao F-22C, que, provavelmente, será o TOP da linha.

  187. Complementando:
    como o seeker do Sidewinder é orientável, o mesmo pode “virar” para tentar lockar em um alvo fora do ângulo de varredura. Esse orientação do sensor para um determinado ponto no espaço pode ser determinado por informações fornecidas pelo radar, provendo o míssil de uma real capacidade “off boresight”.
    Tal característica é comum nos mísseis WVR de terceira geração em diante.
    Um abraço.

  188. Complementando:
    como o seeker do Sidewinder é orientável, o mesmo pode “virar” para tentar lockar em um alvo fora do ângulo de varredura. Esse orientação do sensor para um determinado ponto no espaço pode ser determinado por informações fornecidas pelo radar, provendo o míssil de uma real capacidade “off boresight”.
    Tal característica é comum nos mísseis WVR de terceira geração em diante.
    Um abraço.

  189. Aperfeiçoamentos no F-22 deverão incluir o capacete com visor JHMCS, dois radares AESA ao lado do radar principal (dando cobertura de 260 graus), sistema IRIS de quarta geração (duplo como era previsto originalmente?), tanques conformais, compartimentos de cargas incrementados para o transporte de até 12 mísseis ar-ar internamente (8 AMRAAM e 4 AIM9), e provavelmente capacidade de levar os JSOW, AARGM, MCM, SMACM, etc
    Também estão previstos novas versões dos Amraams e aim9x e inclusive novos mísseis ar-ar com motor ramjet sólido, seeker duplo ou triplo, TVC, etc.

  190. Aperfeiçoamentos no F-22 deverão incluir o capacete com visor JHMCS, dois radares AESA ao lado do radar principal (dando cobertura de 260 graus), sistema IRIS de quarta geração (duplo como era previsto originalmente?), tanques conformais, compartimentos de cargas incrementados para o transporte de até 12 mísseis ar-ar internamente (8 AMRAAM e 4 AIM9), e provavelmente capacidade de levar os JSOW, AARGM, MCM, SMACM, etc
    Também estão previstos novas versões dos Amraams e aim9x e inclusive novos mísseis ar-ar com motor ramjet sólido, seeker duplo ou triplo, TVC, etc.

  191. Só um informação, os F-2000 ou Mirage 2000 brasileiros, nao tem PAMA aqui no Brasil e por isso todas as intervenções mais graves na aeronave devem (por constrato) serem feitas na França!!! Os motores então, nao devem ser “tocados” pelos brasileiros! Devem ser retirados das aeronaves, embalados e enviados para a França aonde será feito a manutenção!

    Nao sei se o problema sao só os Russos nao!

    Antes que alguem fale que o PAMA do F-2000 é o PAMA-SP eu faço aqui uma pergunta, alguém aqui viu aguma ferramenta do M-2000 lá? Alguma peça de reposição dele lá? Nao!!!! Lá funciona um “escritorio” para envio das peças para a França, ficando a substituição do modulos defeituosos (menos os das turbinas) por conta do esquadrão e da França e a manutenção mesmo por conta da França!

  192. Só um informação, os F-2000 ou Mirage 2000 brasileiros, nao tem PAMA aqui no Brasil e por isso todas as intervenções mais graves na aeronave devem (por constrato) serem feitas na França!!! Os motores então, nao devem ser “tocados” pelos brasileiros! Devem ser retirados das aeronaves, embalados e enviados para a França aonde será feito a manutenção!

    Nao sei se o problema sao só os Russos nao!

    Antes que alguem fale que o PAMA do F-2000 é o PAMA-SP eu faço aqui uma pergunta, alguém aqui viu aguma ferramenta do M-2000 lá? Alguma peça de reposição dele lá? Nao!!!! Lá funciona um “escritorio” para envio das peças para a França, ficando a substituição do modulos defeituosos (menos os das turbinas) por conta do esquadrão e da França e a manutenção mesmo por conta da França!

  193. Vocês falando do F-22C me veio uma pergunta na cabeça, será que vai existir ou existe a versão biplace do F-22? Que deveria ser o F-22B? Pensei o mesmo agora em relação ao F-35. Alguém sabe dizer?

  194. Vocês falando do F-22C me veio uma pergunta na cabeça, será que vai existir ou existe a versão biplace do F-22? Que deveria ser o F-22B? Pensei o mesmo agora em relação ao F-35. Alguém sabe dizer?

  195. Achei a resposta sobre o F-22 mas nada sobre o F-35: A two-seat F-22B trainer variant was planned, but was cut in 1996 to save development costs.

  196. Achei a resposta sobre o F-22 mas nada sobre o F-35: A two-seat F-22B trainer variant was planned, but was cut in 1996 to save development costs.

  197. Independente da grande polêmica aqui travada, tem muita propaganda sobre o F-22 e F-35. O F-22 nem bem saiu do forno, não participou de nada e já vai para um up-grade, por sinal bem caro !!

    “Pentagon acquisition executive John Young says the U.S. Air Force will spend $8 billion to upgrade 100 F-22 fighters, which he said would be “lesser models” without the modifications.”

    Já o F-35, embora a notícia da Noruega, também suscita polêmicas…

    “El estudio indicó que, aún disponiendo del NGB, se necesitarían todavía sesenta y cuatro F-35 como complemento, pero que si el NGB es cancelado se necesitarán ciento cincuenta F-35 para cubrir las necesidades de apoyo de esa intervención. La razón es que, para mantener su condición de furtividad, el F-35 puede llevar sólo dos bombas guiadas almacenadas internamente.

    De la misma forma, aunque no incluye criticas contra el F-35, la lectura entre líneas de otro informe, esta vez realizado por la Asociación de la Fuerza Aérea, deja entrever tensiones entre sectores de esa fuerza que privilegian la compra de cazas y cazabombarderos, y otros sectores de la institución que favorecen menos cazas a favor de un mayor número de nuevos bombarderos y vehículos aéreos no tripulados (UAV).

    Por su parte, el renombrado analista australiano Carlo Kopp ha respaldado las críticas y temores respecto del F-35, señalando que los aviones de las series Su-30 y 35 son superiores al cazabombardero estadounidense. Como plataformas, su mejor relación peso/empuje y el empleo de toberas vectoriales les confiere una ventaja cinética que implica mayor velocidad, agilidad y maniobrabilidad.

    Según Kopp, los sistemas tácticos de más reciente introducción en los aviones rusos -como el radar multi-modo NIIP Irbis E de barrido electrónico (ESA) hibrido- serían igualmente superiores en sus prestaciones a aquellos incorporados por los aparatos occidentales, con excepción del F-22.”

    Cada um puxa a braza para seu assado e os outros empurram de volta !!
    Sds.

  198. Independente da grande polêmica aqui travada, tem muita propaganda sobre o F-22 e F-35. O F-22 nem bem saiu do forno, não participou de nada e já vai para um up-grade, por sinal bem caro !!

    “Pentagon acquisition executive John Young says the U.S. Air Force will spend $8 billion to upgrade 100 F-22 fighters, which he said would be “lesser models” without the modifications.”

    Já o F-35, embora a notícia da Noruega, também suscita polêmicas…

    “El estudio indicó que, aún disponiendo del NGB, se necesitarían todavía sesenta y cuatro F-35 como complemento, pero que si el NGB es cancelado se necesitarán ciento cincuenta F-35 para cubrir las necesidades de apoyo de esa intervención. La razón es que, para mantener su condición de furtividad, el F-35 puede llevar sólo dos bombas guiadas almacenadas internamente.

    De la misma forma, aunque no incluye criticas contra el F-35, la lectura entre líneas de otro informe, esta vez realizado por la Asociación de la Fuerza Aérea, deja entrever tensiones entre sectores de esa fuerza que privilegian la compra de cazas y cazabombarderos, y otros sectores de la institución que favorecen menos cazas a favor de un mayor número de nuevos bombarderos y vehículos aéreos no tripulados (UAV).

    Por su parte, el renombrado analista australiano Carlo Kopp ha respaldado las críticas y temores respecto del F-35, señalando que los aviones de las series Su-30 y 35 son superiores al cazabombardero estadounidense. Como plataformas, su mejor relación peso/empuje y el empleo de toberas vectoriales les confiere una ventaja cinética que implica mayor velocidad, agilidad y maniobrabilidad.

    Según Kopp, los sistemas tácticos de más reciente introducción en los aviones rusos -como el radar multi-modo NIIP Irbis E de barrido electrónico (ESA) hibrido- serían igualmente superiores en sus prestaciones a aquellos incorporados por los aparatos occidentales, con excepción del F-22.”

    Cada um puxa a braza para seu assado e os outros empurram de volta !!
    Sds.

  199. Baschera,
    se fala dos upgrades do F-22 porque mais se fala do Su-35 e do T-50, que diga-se de passagem, sequer existem, e não fosse isso, desde os Irmãos Wrigth que é norma na aviação militar americana lançar versões mais capazes e atualizar os já produzidos, portanto as especulações a respeito são pertinentes.

  200. Baschera,
    se fala dos upgrades do F-22 porque mais se fala do Su-35 e do T-50, que diga-se de passagem, sequer existem, e não fosse isso, desde os Irmãos Wrigth que é norma na aviação militar americana lançar versões mais capazes e atualizar os já produzidos, portanto as especulações a respeito são pertinentes.

  201. Pois é… os dois radares AESA que complementariam o radar principal no F-22 estava previsto originalmente, mas foram retirados por causa do auto custo. Mas, se forem realmente colocados, vixe, acho que nem Su-35 nem PAUWYSS-FAK para dar conta… Eita F-22 porreta!!!

    Mas muito se fala no F-22 vs Su-35BM, mas nada a respeito do Typhoon II. Por quê?

  202. Pois é… os dois radares AESA que complementariam o radar principal no F-22 estava previsto originalmente, mas foram retirados por causa do auto custo. Mas, se forem realmente colocados, vixe, acho que nem Su-35 nem PAUWYSS-FAK para dar conta… Eita F-22 porreta!!!

    Mas muito se fala no F-22 vs Su-35BM, mas nada a respeito do Typhoon II. Por quê?

  203. não existe avião invisível, qualquer avião é dectado a pelo menos 70 k de distância, pelo menos pelo Rafale, que tem o radar passivo, ouseja detecta as ondas de radar do avião inimigo e o localiza através dessa emissão, também tem a possibilidade de se localizar o avião por infravermelho a uma distância de 100 km, basta seguir as ondas de calor emitidas pelas turbinas, e se tiver grande umidade é localização fácil, O Rafale tem tudo isso, logo a vantagem dos f-22 fica somente na manobralidade que como vimos tem que se extremamente treinada, mas aumenta os custos de vôo e treinamento, além dos custos de manutenção, o Rafale custa 70 milhões e pode enfrentar os f-22, que supostamente são os melhores caças do mundo. Só vou ter certeza disso quando enfrentarem os eurofighter e os Rafale em combates no Red Flag ou algo parecido. Se os f-22 fossem essa maravilha toda aposto que os americanos adorariam humilhar os su-30 e Rafales, derrubando dezenas deles e não sendo abatidos, mas acho isso impossível de acontecer.

  204. não existe avião invisível, qualquer avião é dectado a pelo menos 70 k de distância, pelo menos pelo Rafale, que tem o radar passivo, ouseja detecta as ondas de radar do avião inimigo e o localiza através dessa emissão, também tem a possibilidade de se localizar o avião por infravermelho a uma distância de 100 km, basta seguir as ondas de calor emitidas pelas turbinas, e se tiver grande umidade é localização fácil, O Rafale tem tudo isso, logo a vantagem dos f-22 fica somente na manobralidade que como vimos tem que se extremamente treinada, mas aumenta os custos de vôo e treinamento, além dos custos de manutenção, o Rafale custa 70 milhões e pode enfrentar os f-22, que supostamente são os melhores caças do mundo. Só vou ter certeza disso quando enfrentarem os eurofighter e os Rafale em combates no Red Flag ou algo parecido. Se os f-22 fossem essa maravilha toda aposto que os americanos adorariam humilhar os su-30 e Rafales, derrubando dezenas deles e não sendo abatidos, mas acho isso impossível de acontecer.

  205. Marlos, quando se diz que o F-22 é stealth, isso não quer dizer só eletronicamente, ele conta com todo um aparato para suprimir suas emissões infravermelhas assim como conta com supercruise que é capaz de lhe levar a 1,7 mach sem a necessidade de pos-combustores o que diminui ainda mais a assinatura, e mesmo se o IRIS do Typhoon ou do Rafale(O Rafale tem?) os detectarem a vamos dizer 60km de distância o que eles fariam? “Olha tem um F-22 Raptor ali, que legal vou lá tirar uma foto, espero que um AMRAAM não vá me atingir antes de chegar lá” porque misseis guiados por calor que acertem o alvo a 60km de distância não inventaram ainda.

  206. Marlos, quando se diz que o F-22 é stealth, isso não quer dizer só eletronicamente, ele conta com todo um aparato para suprimir suas emissões infravermelhas assim como conta com supercruise que é capaz de lhe levar a 1,7 mach sem a necessidade de pos-combustores o que diminui ainda mais a assinatura, e mesmo se o IRIS do Typhoon ou do Rafale(O Rafale tem?) os detectarem a vamos dizer 60km de distância o que eles fariam? “Olha tem um F-22 Raptor ali, que legal vou lá tirar uma foto, espero que um AMRAAM não vá me atingir antes de chegar lá” porque misseis guiados por calor que acertem o alvo a 60km de distância não inventaram ainda.

  207. Se esses avões forem tão stealth quanto os f-117, cuidado, porque a única vez que utilizaram foram abatidos na guerra da Iuguslávia e seus pedaços foram levados pela Rússia, que míssel foi esse? aposto que tem mais deles por aí.Não existe avião invusível, só conheço o da mulher maravilha do desenho animado, ou vc acha que voando a velocidades superiores a 1000km/h esse avião não produz calor suficiente pra ser detectado? fica atrás da turbina e ver se não é quente.

  208. Se esses avões forem tão stealth quanto os f-117, cuidado, porque a única vez que utilizaram foram abatidos na guerra da Iuguslávia e seus pedaços foram levados pela Rússia, que míssel foi esse? aposto que tem mais deles por aí.Não existe avião invusível, só conheço o da mulher maravilha do desenho animado, ou vc acha que voando a velocidades superiores a 1000km/h esse avião não produz calor suficiente pra ser detectado? fica atrás da turbina e ver se não é quente.

  209. Em outro comentário vc disse:

    “Marlos Barcelos em 21 nov, 2008 às 0:00

    tudo o q falei já foi peblicado em sites especializados inclusive nesse…vi fotos que os aficanos colocaram nas rua da afica do sul quando derrotaram os EUA em um exercício marítimo, leio muito porque gosto, não tomo nada”

    Mais uma vez você mostra o quão vasto é seu conhecimento e o quanto você lê sobre o assunto, dizer o que quando o F-117 foi derrubado na primeira vez que ele foi usado foi demais, mas vamos lá para o mundo real e deixar seu mundo fantasioso:

    A primeira operação do F-117 foi em 1989 durante a invasão do Panamá, na guerra do golfo os F-117 voaram 1270 saídas e 7 mil horas de vôo sem nenhuma perda. Foram 2% de todas as missões, mas atacaram 40% alvos estratégicos e eram os mais bem defendidos. Os F-117 voaram mais de 800 saídas contra a Servia em 1999. Ocorreu uma perda para uma bateria de mísseis SA-3 em 27 de março de 1999. O F-117 tem um histórico de cerca de 2.100 surtidas de combate com uma única perda. Com uma taxa de perda de 0,047 %. E aê caro Marlos Barcelos o que alguêm que lê tanto e sabe tanto como sua pessoa tem a dizer agora?

  210. Em outro comentário vc disse:

    “Marlos Barcelos em 21 nov, 2008 às 0:00

    tudo o q falei já foi peblicado em sites especializados inclusive nesse…vi fotos que os aficanos colocaram nas rua da afica do sul quando derrotaram os EUA em um exercício marítimo, leio muito porque gosto, não tomo nada”

    Mais uma vez você mostra o quão vasto é seu conhecimento e o quanto você lê sobre o assunto, dizer o que quando o F-117 foi derrubado na primeira vez que ele foi usado foi demais, mas vamos lá para o mundo real e deixar seu mundo fantasioso:

    A primeira operação do F-117 foi em 1989 durante a invasão do Panamá, na guerra do golfo os F-117 voaram 1270 saídas e 7 mil horas de vôo sem nenhuma perda. Foram 2% de todas as missões, mas atacaram 40% alvos estratégicos e eram os mais bem defendidos. Os F-117 voaram mais de 800 saídas contra a Servia em 1999. Ocorreu uma perda para uma bateria de mísseis SA-3 em 27 de março de 1999. O F-117 tem um histórico de cerca de 2.100 surtidas de combate com uma única perda. Com uma taxa de perda de 0,047 %. E aê caro Marlos Barcelos o que alguêm que lê tanto e sabe tanto como sua pessoa tem a dizer agora?

  211. O F-117 foi abatido uma vez???? CARACULIS!!!! Corre falar para os Russos que estao investindo bilhoes em um caca STEALTH… Serra que eles nao sabem?

    Fala serio, as vezes eh de dar risada.

  212. O F-117 foi abatido uma vez???? CARACULIS!!!! Corre falar para os Russos que estao investindo bilhoes em um caca STEALTH… Serra que eles nao sabem?

    Fala serio, as vezes eh de dar risada.

  213. As datas estão certas não foi noticiado somente pelo fabricante, mas foi noticiado em vários sites, BLOGS e revistas, ao comentário do nosso amigo Bosco de que o SU-35 BM nem existe, se quiser te mando as fotos (com todo o respeito não entenda como grosseria) dos “901” e “902” os dois protótipos que estão fazendo os testes para o mesmo ser produzido em serie no final de 2010, a respeito do PAK FA T-50 ele não começou o seu desenvolvimento ontem, ele já está em desenvolvimento desde o final da década de 80 e sete anos para montar alguns protótipos e fazer testes de vôo e combate com as mesmas são claramente suficientes.
    Kkkkkkkkkk No caso do SU-35 BM devido aos sistemas hidráulicos em que o radar está montado, este pode deflectir até 120º na horizontal em relação ao eixo central do avião, e até 60º na vertical em relação ao eixo central do avião sendo que este valor pode aumentar até 120º devido a meios mecânicos e eletrônicos imaginem quando o radar for AESA como no caso do PAK FA, 120º mecanicamente e duzentos e tanto eletronicamente kkkkkkkk, quase que não vai precisar do radar de cauda, em quanto um precisa de três o outro com um faz o serviço bem melhor kkkkkkk é fod..
    Tem gente que de jeito nenhum aceita que os Russos podem fazer algo melhor que os Americanos, chega a ser de dar risadas rsrssrs.

  214. As datas estão certas não foi noticiado somente pelo fabricante, mas foi noticiado em vários sites, BLOGS e revistas, ao comentário do nosso amigo Bosco de que o SU-35 BM nem existe, se quiser te mando as fotos (com todo o respeito não entenda como grosseria) dos “901” e “902” os dois protótipos que estão fazendo os testes para o mesmo ser produzido em serie no final de 2010, a respeito do PAK FA T-50 ele não começou o seu desenvolvimento ontem, ele já está em desenvolvimento desde o final da década de 80 e sete anos para montar alguns protótipos e fazer testes de vôo e combate com as mesmas são claramente suficientes.
    Kkkkkkkkkk No caso do SU-35 BM devido aos sistemas hidráulicos em que o radar está montado, este pode deflectir até 120º na horizontal em relação ao eixo central do avião, e até 60º na vertical em relação ao eixo central do avião sendo que este valor pode aumentar até 120º devido a meios mecânicos e eletrônicos imaginem quando o radar for AESA como no caso do PAK FA, 120º mecanicamente e duzentos e tanto eletronicamente kkkkkkkk, quase que não vai precisar do radar de cauda, em quanto um precisa de três o outro com um faz o serviço bem melhor kkkkkkk é fod..
    Tem gente que de jeito nenhum aceita que os Russos podem fazer algo melhor que os Americanos, chega a ser de dar risadas rsrssrs.

  215. tiago,

    Realmente é incrível como os f-117 foram superiores ao poderoso sistema aéreo do Panamá, esqueci desta superpotência, aliás na gueera do Panamá quantos aviõs dos EUA foram abatidos? nenhum então os f-117 também não foram, assim como nenhum helicoptero ou f-15, f-16.
    quanto a Guerra da Iuguslávia, temos que ver que pouquíssimos aviões foram derrubados, praticamente não ouve combates, quantos f-14 foram derrubados? f-16? não ouve uma guerra de grande intensidade, foram combates esporádicos com os EUA, e mesmo assim um f-117 foi derrubado, detectador por radar e derrubado por mísseis.
    Os amx italianos fizeram várias surtidas nessa guerra e nenhum foi abatido, pense num bombardeiro. Ora os amx não foram abatidos e o f-117 foi, Isso é tecnologia stealth.
    Não desvalorizo essa tecnologia, o avião fica mais difícil de ser detectado, mas não tem nem a metade do potencial que vcs acham que tem.

  216. tiago,

    Realmente é incrível como os f-117 foram superiores ao poderoso sistema aéreo do Panamá, esqueci desta superpotência, aliás na gueera do Panamá quantos aviõs dos EUA foram abatidos? nenhum então os f-117 também não foram, assim como nenhum helicoptero ou f-15, f-16.
    quanto a Guerra da Iuguslávia, temos que ver que pouquíssimos aviões foram derrubados, praticamente não ouve combates, quantos f-14 foram derrubados? f-16? não ouve uma guerra de grande intensidade, foram combates esporádicos com os EUA, e mesmo assim um f-117 foi derrubado, detectador por radar e derrubado por mísseis.
    Os amx italianos fizeram várias surtidas nessa guerra e nenhum foi abatido, pense num bombardeiro. Ora os amx não foram abatidos e o f-117 foi, Isso é tecnologia stealth.
    Não desvalorizo essa tecnologia, o avião fica mais difícil de ser detectado, mas não tem nem a metade do potencial que vcs acham que tem.

  217. Wellington se você se refere ao desenvolvimento do Mig 1.44 e do SU-47 Berkut, sim o Pak-Fa está sendo desenvolvido desde da decada de 80, por favor você poderia mostrar a foto de algum prototipo ou da configuração final do PAK-FA então?

    “imaginem quando o radar for AESA como no caso do PAK FA, 120º mecanicamente e duzentos e tanto eletronicamente kkkkkkkk, quase que não vai precisar do radar de cauda, em quanto um precisa de três o outro com um faz o serviço bem melhor kkkkkkk é fod..”

    Eu não gosto de imaginar, ao contrario dos fãs russos que parecem fazer desse o seu hobby favorito, me mostrem dados, fatos, fotos e comentário de especialistas e eu acreditarei em você, enquanto isso pode continuar viajando na ideia de que a Russia consegue fazer um Radar AESA melhor do que o ocidente, ainda por cima um que seja melhor que três, porque se você tiver se referindo ao atual radar AESA Russo poupe-me.

    Caro Marlos Barcelos,

    VOcê me convenceu, a tecnologia stealth não presta, não sei porque os EUA, RUSSIA e outros paises jogam tanto dinheiro fora com materiais e design Stealth. Joguem isso fora, o que interessa é a velocidade final, voem mais rápido que os misseis!

  218. Wellington se você se refere ao desenvolvimento do Mig 1.44 e do SU-47 Berkut, sim o Pak-Fa está sendo desenvolvido desde da decada de 80, por favor você poderia mostrar a foto de algum prototipo ou da configuração final do PAK-FA então?

    “imaginem quando o radar for AESA como no caso do PAK FA, 120º mecanicamente e duzentos e tanto eletronicamente kkkkkkkk, quase que não vai precisar do radar de cauda, em quanto um precisa de três o outro com um faz o serviço bem melhor kkkkkkk é fod..”

    Eu não gosto de imaginar, ao contrario dos fãs russos que parecem fazer desse o seu hobby favorito, me mostrem dados, fatos, fotos e comentário de especialistas e eu acreditarei em você, enquanto isso pode continuar viajando na ideia de que a Russia consegue fazer um Radar AESA melhor do que o ocidente, ainda por cima um que seja melhor que três, porque se você tiver se referindo ao atual radar AESA Russo poupe-me.

    Caro Marlos Barcelos,

    VOcê me convenceu, a tecnologia stealth não presta, não sei porque os EUA, RUSSIA e outros paises jogam tanto dinheiro fora com materiais e design Stealth. Joguem isso fora, o que interessa é a velocidade final, voem mais rápido que os misseis!

  219. Tiago, esquece. O radar do Su-30MKI nem eh AESA e jah pode dectetar um peido a mais de 700km, inclusive contornando a curvatura da terra. Imagina um AESA Russo? Vai poder dectetar uma mosca na sopa do presidente americano em Wasgington, de Moscou, sem nem ter saido do galpao.

  220. Tiago, esquece. O radar do Su-30MKI nem eh AESA e jah pode dectetar um peido a mais de 700km, inclusive contornando a curvatura da terra. Imagina um AESA Russo? Vai poder dectetar uma mosca na sopa do presidente americano em Wasgington, de Moscou, sem nem ter saido do galpao.

  221. um avião stelth é localizado a 70 km de ditância e nao 700 e um avião sem ser stealth a 160 km de distância, logo as chances de vitória do stealth são maiores porque é localizado mais tarde.

  222. um avião stelth é localizado a 70 km de ditância e nao 700 e um avião sem ser stealth a 160 km de distância, logo as chances de vitória do stealth são maiores porque é localizado mais tarde.

  223. Como tem gente comedia aceitem, nunca disse que os AESA Russos são melhores que os do ocidente só tem mais alcance pela grande potência 20 kilowats , e a respeito do três radares ao invés de um sim um é melhor tem menos peso e pode monitorar continuamente igualzinho a três e com até mais graus de angulo de visão kkkkkkkkkk, como certas pessoas são sarcásticas um SU-30 mki pode detectar um peido a 700km de distancia, não mas um Tikhomirov NIIP Irbis-E (N035E) pode detectar um caça carregado, tratado com RAM 3m2, a 400km, no quadrante frontal.
    Acordem galera.

  224. Como tem gente comedia aceitem, nunca disse que os AESA Russos são melhores que os do ocidente só tem mais alcance pela grande potência 20 kilowats , e a respeito do três radares ao invés de um sim um é melhor tem menos peso e pode monitorar continuamente igualzinho a três e com até mais graus de angulo de visão kkkkkkkkkk, como certas pessoas são sarcásticas um SU-30 mki pode detectar um peido a 700km de distancia, não mas um Tikhomirov NIIP Irbis-E (N035E) pode detectar um caça carregado, tratado com RAM 3m2, a 400km, no quadrante frontal.
    Acordem galera.

  225. Putz, acordei welington. Agora eu vejo a luz no final do tunel e eh um Su-35. Este caca eh muito melhor que qualquer outro caca. A 400kms hein??? O novo com certeza vai poder detectar a mosca na sopa do Obama neh?

  226. Putz, acordei welington. Agora eu vejo a luz no final do tunel e eh um Su-35. Este caca eh muito melhor que qualquer outro caca. A 400kms hein??? O novo com certeza vai poder detectar a mosca na sopa do Obama neh?

  227. Eh claro que a 400kms o radar russo so vai detectar algo em testes onde os caras sabem onde o alvo esta e o radar esteja focusando suas ondas de uma maneira que se tiver um C-5 a ums 100 metros do aviao alvo os russos nem iam saber. Mais isto o welington nao fala.

  228. Eh claro que a 400kms o radar russo so vai detectar algo em testes onde os caras sabem onde o alvo esta e o radar esteja focusando suas ondas de uma maneira que se tiver um C-5 a ums 100 metros do aviao alvo os russos nem iam saber. Mais isto o welington nao fala.

  229. que história é essa de detectar um avião a 700 km? eu disse 70 km, 10x menos do que vcs dizem, ou não sabem ler? qualquer stealth é localizado a pelo menos 70 km por que os Rafale e eurofighter localizam as ondas de radar de qualquer aeronave e sua origem, logo, localizam uma vião a 70 km de distância sem depender do radar.
    Isso se chama Radar passivo, funciona a grosso modo como um sonar.

  230. que história é essa de detectar um avião a 700 km? eu disse 70 km, 10x menos do que vcs dizem, ou não sabem ler? qualquer stealth é localizado a pelo menos 70 km por que os Rafale e eurofighter localizam as ondas de radar de qualquer aeronave e sua origem, logo, localizam uma vião a 70 km de distância sem depender do radar.
    Isso se chama Radar passivo, funciona a grosso modo como um sonar.

  231. Marlos, voce acha que soh voce sabe disto? Por isto que data-link eh importante. Por exemplo, 1 f-22 fica com seu radar on search mode e outro f-22 que esta voando 30kms na frente fica com seu radar no passivo. O f-22 na retaguarda detecta um alvo, manda a informacao para o f-22 da frente abater o alvo.

    E isto eh soh com os cacas, sem contar Awacs.

  232. Marlos, voce acha que soh voce sabe disto? Por isto que data-link eh importante. Por exemplo, 1 f-22 fica com seu radar on search mode e outro f-22 que esta voando 30kms na frente fica com seu radar no passivo. O f-22 na retaguarda detecta um alvo, manda a informacao para o f-22 da frente abater o alvo.

    E isto eh soh com os cacas, sem contar Awacs.

  233. Tambem tem isso aqui:
    “The AN/APG-77 AESA radar, designed for air-superiority and strike operations, features a low-observable, active-aperture, electronically-scanned array that can track multiple targets in all kinds of weather. The AN/APG-77 changes frequencies more than 1,000 times per second to reduce the chance of being intercepted. The radar can also focus its emissions to overload enemy sensors, giving the aircraft an electronic-attack capability.”

    Se nao sabe ingles, eu tento traduzir.

  234. Tambem tem isso aqui:
    “The AN/APG-77 AESA radar, designed for air-superiority and strike operations, features a low-observable, active-aperture, electronically-scanned array that can track multiple targets in all kinds of weather. The AN/APG-77 changes frequencies more than 1,000 times per second to reduce the chance of being intercepted. The radar can also focus its emissions to overload enemy sensors, giving the aircraft an electronic-attack capability.”

    Se nao sabe ingles, eu tento traduzir.

  235. se o avião que está atrás detectou um alvo ele já foi também detectado, porque os sistemas de alerta de aerenoaves modernas irão encontrar o radar deste avião, logo, seria ele derrubado ou entraria em combate, e se os f-22 que estiverem a frente usando sistema passivo jamais poderão lançar mísseis mais longos que o seu sistema de localização, afinal como o míssel irá identificar o alvo, vc vai mandar um datalink pro míssel? não conheço este tipo de míssil, mas no futuro pode até acontecer isso, não duvido.

    Os mísseis de loongo alcance não são infravermelho e sim orientados por radar, logo o avião que lançar o míssel deverá orientá-lo, isso o avião faz sozinho. Somente quando chega mais perto do alvo é que o míssil age sozinho.

  236. se o avião que está atrás detectou um alvo ele já foi também detectado, porque os sistemas de alerta de aerenoaves modernas irão encontrar o radar deste avião, logo, seria ele derrubado ou entraria em combate, e se os f-22 que estiverem a frente usando sistema passivo jamais poderão lançar mísseis mais longos que o seu sistema de localização, afinal como o míssel irá identificar o alvo, vc vai mandar um datalink pro míssel? não conheço este tipo de míssil, mas no futuro pode até acontecer isso, não duvido.

    Os mísseis de loongo alcance não são infravermelho e sim orientados por radar, logo o avião que lançar o míssel deverá orientá-lo, isso o avião faz sozinho. Somente quando chega mais perto do alvo é que o míssil age sozinho.

  237. Putz Marlos, voce tem que se informar melhor. Vou lhe ajudar.

    “AMRAAM uses two-stage guidance when fired at long range. The aircraft passes data to the missile just before launch, giving it information about the location of the target aircraft from the launch point and its direction and speed. The missile uses this information to fly on an interception course to the target using its built in inertial navigation system (INS). This information is generally obtained using the launching aircraft’s radar, although it could come from an infra-red search and tracking system (IRST), from a data link from another fighter aircraft, or from an AWACS aircraft.”

    http://en.wikipedia.org/wiki/AIM-120_AMRAAM

    E se o F-22 da retaguarda for detectado e dai? Isto nao significa lock on. O radar passivo do Rafale nao pode lock on no radar do inimigo. Ele soh vai saber que tem um aviao ali, e logo depois vai ver um missil vindo em sua direcao, por que o radar do F-22 pode dar um lock no Rafale 10x antes.

  238. Putz Marlos, voce tem que se informar melhor. Vou lhe ajudar.

    “AMRAAM uses two-stage guidance when fired at long range. The aircraft passes data to the missile just before launch, giving it information about the location of the target aircraft from the launch point and its direction and speed. The missile uses this information to fly on an interception course to the target using its built in inertial navigation system (INS). This information is generally obtained using the launching aircraft’s radar, although it could come from an infra-red search and tracking system (IRST), from a data link from another fighter aircraft, or from an AWACS aircraft.”

    http://en.wikipedia.org/wiki/AIM-120_AMRAAM

    E se o F-22 da retaguarda for detectado e dai? Isto nao significa lock on. O radar passivo do Rafale nao pode lock on no radar do inimigo. Ele soh vai saber que tem um aviao ali, e logo depois vai ver um missil vindo em sua direcao, por que o radar do F-22 pode dar um lock no Rafale 10x antes.

  239. Acredite nisso, e esperoque os americanos acreditem também, porque já existem mísseis que vão atrás das ondas de radar para destruir os alvos

  240. Acredite nisso, e esperoque os americanos acreditem também, porque já existem mísseis que vão atrás das ondas de radar para destruir os alvos

  241. Claro que existe. Os americanos tem, e se chama Harm. Soh nao existem misseis que sao ar-ar com esta capacidade.

    Marlos, e tudo que eu falei? Voce fica calado? Adimite que estava errado?

  242. Claro que existe. Os americanos tem, e se chama Harm. Soh nao existem misseis que sao ar-ar com esta capacidade.

    Marlos, e tudo que eu falei? Voce fica calado? Adimite que estava errado?

  243. Me desculpem, existem sim ar-ar anti-radiation missies. Tem o Vympel R-27 que eu me lembro que executa esta missao. Mais pelo que me lembro o missil tem um raio de acao curto funcionando com o modo anti-radiation, por isso o missil a longa distancia funciona como active radar. O que nao funciona muito bem contra stealths como o f-22.

    Isto sem falar nos AWACS.

  244. Me desculpem, existem sim ar-ar anti-radiation missies. Tem o Vympel R-27 que eu me lembro que executa esta missao. Mais pelo que me lembro o missil tem um raio de acao curto funcionando com o modo anti-radiation, por isso o missil a longa distancia funciona como active radar. O que nao funciona muito bem contra stealths como o f-22.

    Isto sem falar nos AWACS.

  245. É só uma coisa não falei dos 700km não foi de você não, aprenda a ler o texto primeiro, para depois sair falando, quem falou dos 700km foi o Raphael, Raphael se você não entende ai vai explicadinho aeronaves com RCS de 3m2 são detectadas a 400km, no quadrante frontal,aviões furtivos como o F-35 e o avião de ataque F-117 são detectados a 90 km, sendo o radar capaz de detectar e classificar os alvos, conduzindo busca e ataque a alvos simultaneamente no ar no solo e no mar.
    Acorda.

  246. É só uma coisa não falei dos 700km não foi de você não, aprenda a ler o texto primeiro, para depois sair falando, quem falou dos 700km foi o Raphael, Raphael se você não entende ai vai explicadinho aeronaves com RCS de 3m2 são detectadas a 400km, no quadrante frontal,aviões furtivos como o F-35 e o avião de ataque F-117 são detectados a 90 km, sendo o radar capaz de detectar e classificar os alvos, conduzindo busca e ataque a alvos simultaneamente no ar no solo e no mar.
    Acorda.

  247. Welington, acorda voce:
    Eu li o site do produtor e nele nao comenta nada sobre como eh que o radar detecta a 400km, so fala que o radar detecta a esta distancia. Entao vou repetir o que eu falei por que acho que voce nao entendeu.

    “Eh claro que a 400kms o radar russo so vai detectar algo em testes onde os caras sabem onde o alvo esta e o radar esteja focusando suas ondas de uma maneira que se tiver um C-5 a ums 100 metros do aviao alvo os russos nem iam saber. Mais isto o welington nao fala.”

  248. Welington, acorda voce:
    Eu li o site do produtor e nele nao comenta nada sobre como eh que o radar detecta a 400km, so fala que o radar detecta a esta distancia. Entao vou repetir o que eu falei por que acho que voce nao entendeu.

    “Eh claro que a 400kms o radar russo so vai detectar algo em testes onde os caras sabem onde o alvo esta e o radar esteja focusando suas ondas de uma maneira que se tiver um C-5 a ums 100 metros do aviao alvo os russos nem iam saber. Mais isto o welington nao fala.”

  249. O radar Tikhomirov NIIP Irbis-E (N035E) é capaz de detectar 30 alvos, engajar 8 simultaneamente e continuar escaneando o ar em busca de mais alvos .
    Não entendi sua afirmação,“Eh claro que a 400kms o radar russo so vai detectar algo em testes onde os caras sabem onde o alvo esta e o radar esteja focusando suas ondas de uma maneira que se tiver um C-5 a ums 100 metros do aviao alvo os russos nem iam saber.

  250. O radar Tikhomirov NIIP Irbis-E (N035E) é capaz de detectar 30 alvos, engajar 8 simultaneamente e continuar escaneando o ar em busca de mais alvos .
    Não entendi sua afirmação,“Eh claro que a 400kms o radar russo so vai detectar algo em testes onde os caras sabem onde o alvo esta e o radar esteja focusando suas ondas de uma maneira que se tiver um C-5 a ums 100 metros do aviao alvo os russos nem iam saber.

  251. Welington, no modo de busca o radar Russo nao vai conseguir detectar nada ah 400km. O site diz que o radar pode detectar um alvo ah ate 400km. Este eh o site do fabricante. O que o site nao diz eh com que modo o radar esta detectando o alvo a 400km. Na verdade se o radar estivesse em modo amplo de busca, esse numero de 400km nao vai significar nada, pois o radar tem que dispersar suas ondas em uma grande area, diminuindo a distancia de detectacao substencialmente. Assim como um laser. Um laser pode iluminar a uma grande distancia pois a sua luz eh concentrada, mais soh pode iluminar um pontinho. Agora uma lampada com a mesma potencia soh vai iluminar perto dela, mais ali perto vai iluminar tudo.

    Acredito que o NIIP Irbis-E eh capaz do que voce fala, pois eh um radar que por falta de eletronica de ponta, faz com muita potencia bruta. Mais so eh capaz de detectar a 400km com a suas ondas concentradas em um ponto. Quando em modo de busca, a distancia real vai cair para menos da metade disso.

  252. Welington, no modo de busca o radar Russo nao vai conseguir detectar nada ah 400km. O site diz que o radar pode detectar um alvo ah ate 400km. Este eh o site do fabricante. O que o site nao diz eh com que modo o radar esta detectando o alvo a 400km. Na verdade se o radar estivesse em modo amplo de busca, esse numero de 400km nao vai significar nada, pois o radar tem que dispersar suas ondas em uma grande area, diminuindo a distancia de detectacao substencialmente. Assim como um laser. Um laser pode iluminar a uma grande distancia pois a sua luz eh concentrada, mais soh pode iluminar um pontinho. Agora uma lampada com a mesma potencia soh vai iluminar perto dela, mais ali perto vai iluminar tudo.

    Acredito que o NIIP Irbis-E eh capaz do que voce fala, pois eh um radar que por falta de eletronica de ponta, faz com muita potencia bruta. Mais so eh capaz de detectar a 400km com a suas ondas concentradas em um ponto. Quando em modo de busca, a distancia real vai cair para menos da metade disso.

  253. Raphael o Irbis é composto por centenas de transceptores(emissor e receptor), em quanto alguns transceptores iluminam o alvo com um pequeno feixe os outros continuam procurando. Faz tudo isto sem nunca deixar de monitorizar o espaço aéreo, ou seja, é capaz de monitorizar e seguir alvos aéreos e terrestres previamente identificados enquanto procura novos alvos ao mesmo tempo.

  254. Raphael o Irbis é composto por centenas de transceptores(emissor e receptor), em quanto alguns transceptores iluminam o alvo com um pequeno feixe os outros continuam procurando. Faz tudo isto sem nunca deixar de monitorizar o espaço aéreo, ou seja, é capaz de monitorizar e seguir alvos aéreos e terrestres previamente identificados enquanto procura novos alvos ao mesmo tempo.

  255. Desiste Raphael, o F-22 não presta é pura propaganda, mas o que me deixa com a pulga atras da orelha é o seguinte: O F-22 não presta, o stealth não presta e o SU-30MKI é o melhor caça do mundo, então porque diabos fazer o SU-35BM e o PAK-fa, o penultimo usando materiais RAM se stealth nao funciona e o ultimo tentando utilizar as mesmas tecnologias do imprestável do F-22? PORQUE?!

    Sds,

  256. Desiste Raphael, o F-22 não presta é pura propaganda, mas o que me deixa com a pulga atras da orelha é o seguinte: O F-22 não presta, o stealth não presta e o SU-30MKI é o melhor caça do mundo, então porque diabos fazer o SU-35BM e o PAK-fa, o penultimo usando materiais RAM se stealth nao funciona e o ultimo tentando utilizar as mesmas tecnologias do imprestável do F-22? PORQUE?!

    Sds,

  257. “Raphael o Irbis é composto por centenas de transceptores(emissor e receptor), em quanto alguns transceptores iluminam o alvo com um pequeno feixe os outros continuam procurando. Faz tudo isto sem nunca deixar de monitorizar o espaço aéreo, ou seja, é capaz de monitorizar e seguir alvos aéreos e terrestres previamente identificados enquanto procura novos alvos ao mesmo tempo.”

    Eu sei que ele pode fazer isso welington, em ingles isso se chama “track and scan mode”. O AN/APG-79 do Super Hornet, por exemplo, tambem tem esta capacidade. Mais isso faz com que a distancia real de detectacao de alvos caia. Como
    jah falei antes, o Irbis soh consegue detectar alvos a 400km quando o teste eh controlado e o radar esta procurando em um lugar muito pequeno, para poder comprimir toda a potencia do radar (que eh enorme) em um lugarzinho. Em situacoes reais, onde o radar tem que ficar procurando no ceu inteiro, esta distancia vai cair para menos que a metade, ainda caira mais se estiver sendo “jammed”.

  258. “Raphael o Irbis é composto por centenas de transceptores(emissor e receptor), em quanto alguns transceptores iluminam o alvo com um pequeno feixe os outros continuam procurando. Faz tudo isto sem nunca deixar de monitorizar o espaço aéreo, ou seja, é capaz de monitorizar e seguir alvos aéreos e terrestres previamente identificados enquanto procura novos alvos ao mesmo tempo.”

    Eu sei que ele pode fazer isso welington, em ingles isso se chama “track and scan mode”. O AN/APG-79 do Super Hornet, por exemplo, tambem tem esta capacidade. Mais isso faz com que a distancia real de detectacao de alvos caia. Como
    jah falei antes, o Irbis soh consegue detectar alvos a 400km quando o teste eh controlado e o radar esta procurando em um lugar muito pequeno, para poder comprimir toda a potencia do radar (que eh enorme) em um lugarzinho. Em situacoes reais, onde o radar tem que ficar procurando no ceu inteiro, esta distancia vai cair para menos que a metade, ainda caira mais se estiver sendo “jammed”.

  259. Ele pode fazer busca de alvos em potencia máxima em todas as direções, ele não tem que focar um pontos específico como um laser, penso que o melhor exemplo seja uma lanterna muito potente que ilumina longe e não só um pontinho como um laser.

  260. Ele pode fazer busca de alvos em potencia máxima em todas as direções, ele não tem que focar um pontos específico como um laser, penso que o melhor exemplo seja uma lanterna muito potente que ilumina longe e não só um pontinho como um laser.

  261. Sim welington, mais o Irbis fazendo busca a potencia maxima nao vai achar nada a 400km. Ele so vai detectar algo a 400km se for concentrado em um pontinho.

    O Irbis eh um baita radar, mais nao eh magico. O radar eh comparavel aos mais modernos radares ocidentais, o que eh dizer bastante pois a tecnologia eletronica eh bem inferior. Por este motivo ele precisa ser do tamanho que eh, e ter a potencia que tem.

  262. Sim welington, mais o Irbis fazendo busca a potencia maxima nao vai achar nada a 400km. Ele so vai detectar algo a 400km se for concentrado em um pontinho.

    O Irbis eh um baita radar, mais nao eh magico. O radar eh comparavel aos mais modernos radares ocidentais, o que eh dizer bastante pois a tecnologia eletronica eh bem inferior. Por este motivo ele precisa ser do tamanho que eh, e ter a potencia que tem.

  263. Concordo com relação a potencia, mas essa potencia é benéfica, e com eles se desenvolvendo no ramo dos AESA que necessita de muita eletrônica acho que vai ser uma ótima parceria.

  264. Concordo com relação a potencia, mas essa potencia é benéfica, e com eles se desenvolvendo no ramo dos AESA que necessita de muita eletrônica acho que vai ser uma ótima parceria.

  265. Mas como tem fundamentalista aqui! uns pro vetores by USAe outros Russia, acho, na boa, que os amigos pró USA defendem o fácil e bem propagandeado produto, de forma politicamente odiosa à Russia e os amigos pró Russia defendem o difícil e menos propagandeado produto russo, de forma a tentar convencer os céticos dos simpatizantes USA a mudar de idéia, numa luta sem fim. Ambos cometem disatinos : ), mas posso reparar que o sarcasmo e as ironias partem dos defensores Americanos e os defensores russos tentam, desesperadamente, convencer a nós que o produto, que ainda é promessa, é tão bom quanto o ocidental….

    Sobre o F-117, na minha opinião, e por bastante que li sobre o “bichin” durante bons anos, concluo que este estranho vetor não é viável tática e economicamente de manter, tornou-se, prematuramente, obsoleto pela vulnerabilidade atual, foi desativado. Um relato que li, é que a USAF não precisa de um avião como o F-117 para o afeganistão, e não teria como usá-lo, por ex., contra Irã, China, Russia, entre outros.
    Minha dúvida é: Será que o F-22, no quesito, furtividade é tão superior assim ao F-117? será que o resto do mundo todo é tão imbecil que continua produzindo Rafales, Gripens, Typhoons do jeito que eles são? imcapazes perante o F-22? que não conseguem nem jamear o Raptor, mesmo no alcance visual? o seeker de um R-73 não percebe o calor do F-22?
    Observo que o Welington pode estar errado, pelo fato de acreditar nas prospecçãoes do fabricante russo e nas publicações que lê. Porém a única diferença dele, para o Raphael por ex, é que o Raphael acredita, na mesma forma, num produto que está voando as pampas! mas que até agora tb é só promessa (em furtividade ultra-mega-super), e muita na verdade!
    O tempo dirá o que vale mais! 4 Rafales F-3 com 6 micas ou um F-22 com 4 Amram! pois parece que o preço é este, razão de 4 por 1, e 3 por um no caso do Typhoon. Sinceramente, como dizem os posts inteligentes, vai muito da doutrina….
    Espero não ter sido rude!
    Abraços a todos os “intimados”
    Francisco

  266. Mas como tem fundamentalista aqui! uns pro vetores by USAe outros Russia, acho, na boa, que os amigos pró USA defendem o fácil e bem propagandeado produto, de forma politicamente odiosa à Russia e os amigos pró Russia defendem o difícil e menos propagandeado produto russo, de forma a tentar convencer os céticos dos simpatizantes USA a mudar de idéia, numa luta sem fim. Ambos cometem disatinos : ), mas posso reparar que o sarcasmo e as ironias partem dos defensores Americanos e os defensores russos tentam, desesperadamente, convencer a nós que o produto, que ainda é promessa, é tão bom quanto o ocidental….

    Sobre o F-117, na minha opinião, e por bastante que li sobre o “bichin” durante bons anos, concluo que este estranho vetor não é viável tática e economicamente de manter, tornou-se, prematuramente, obsoleto pela vulnerabilidade atual, foi desativado. Um relato que li, é que a USAF não precisa de um avião como o F-117 para o afeganistão, e não teria como usá-lo, por ex., contra Irã, China, Russia, entre outros.
    Minha dúvida é: Será que o F-22, no quesito, furtividade é tão superior assim ao F-117? será que o resto do mundo todo é tão imbecil que continua produzindo Rafales, Gripens, Typhoons do jeito que eles são? imcapazes perante o F-22? que não conseguem nem jamear o Raptor, mesmo no alcance visual? o seeker de um R-73 não percebe o calor do F-22?
    Observo que o Welington pode estar errado, pelo fato de acreditar nas prospecçãoes do fabricante russo e nas publicações que lê. Porém a única diferença dele, para o Raphael por ex, é que o Raphael acredita, na mesma forma, num produto que está voando as pampas! mas que até agora tb é só promessa (em furtividade ultra-mega-super), e muita na verdade!
    O tempo dirá o que vale mais! 4 Rafales F-3 com 6 micas ou um F-22 com 4 Amram! pois parece que o preço é este, razão de 4 por 1, e 3 por um no caso do Typhoon. Sinceramente, como dizem os posts inteligentes, vai muito da doutrina….
    Espero não ter sido rude!
    Abraços a todos os “intimados”
    Francisco

  267. acho que os f-22 são caças superiores, repito acho, mas não acredito que em um combate aéreo ele possa enfrentar sozinho dois ou três vetores modernos, nem que realmente valha 180 milões e creio que os f-35 são bem inferiores aos f-22 e sejam do mesmo nível dos Rafale e dos eurofighters.

    Quanto a superioridade dos f-22 é suposta, porque ninguém o viu enfrentando outros aviões como os RAFALES E EUROFIGHTERS, vou esperar pra ver os próximos reds flags e todos sabemos que qualquer força armada exagera a capacidade de suas armas para intimidar qualquer inimigo e as forças armadas dos EUA não são diferentes neste aspecto.

  268. acho que os f-22 são caças superiores, repito acho, mas não acredito que em um combate aéreo ele possa enfrentar sozinho dois ou três vetores modernos, nem que realmente valha 180 milões e creio que os f-35 são bem inferiores aos f-22 e sejam do mesmo nível dos Rafale e dos eurofighters.

    Quanto a superioridade dos f-22 é suposta, porque ninguém o viu enfrentando outros aviões como os RAFALES E EUROFIGHTERS, vou esperar pra ver os próximos reds flags e todos sabemos que qualquer força armada exagera a capacidade de suas armas para intimidar qualquer inimigo e as forças armadas dos EUA não são diferentes neste aspecto.

  269. lembrando que os vetores de ataque dos EUA serão os f-35 e não os f-22, porque os f-35 ficarão em porta-aviões, lembro também que a especialidade desse avião é o ataque a alvos terrestres, enquanto ao f-22 cabe a defesa aérea, afinal de contas se fossem da mesma capcidade um não seria 60 milhões e o outro 180.

  270. lembrando que os vetores de ataque dos EUA serão os f-35 e não os f-22, porque os f-35 ficarão em porta-aviões, lembro também que a especialidade desse avião é o ataque a alvos terrestres, enquanto ao f-22 cabe a defesa aérea, afinal de contas se fossem da mesma capcidade um não seria 60 milhões e o outro 180.

  271. Francisco M. Xavier,
    o F-117 foi um dos maiores sucessos de todos os tempos. Fez exatamente o que se esperava dele em uma meia dúzia de guerras em que esteve envolvido, ficou mais de 20 anos na ativa (existiam apenas 51 unidades), e como todo equipamento ficou obsoleto e de difícil e cara manutenção.
    O F-22 leva 6 mísseis Amraam e 2 Sidewinders, totalizando 8 mísseis, nos compartimentos internos. Pode levar mais 8 sob as asas, totalizando 16 mísseis em uma configuração não stealth/não supercruise, se igualando aos caças de quarta geração e tendo que usar de ECM, flares, chafs, apoio do Awacs, etc.
    Com 16 mísseis ar-ar ele é no mínimo tão mortal quanto qualquer outro caça, seja Rafale, Typhon, Gripen, Su-30, Mig35.
    Muito provavelmente um F-22 com 16 mísseis ar-ar (14 aim120c7 com um alcance de 110 km) deve ter um RCS menor que um Rafale com 6 Micas (70 km) dependurados, portanto continuaria a ver primeiro e atirar primeiro.
    A furtividade é um “valor agregado”. Simples assim. Não se jogou fora tudo o que foi aprendido nos 90 anos da aviação de caça para que a furtividade fosse adicionada. Pelo contrário.
    Para ser mais claro: pegaram um caça de quarta geração e meia com tudo que tem direito e agregaram uma característica a mais que foi um design stealth (incluindo um compartimento de armas interno).
    Não é questão de achismos e nem de defender este ou aquele país. É simplesmente o mais puro exercício da lógica.
    Se o João tem um segurança com 1,95 que pesa 110 kg de puro músculo, faixa preta de jiu-jitsu e de karaté e o seu vizinho José tem um segurança com 1,95 m, pesando 110 kg de puro músculo, faixa preta de jiu-jitsu e de karaté e ainda por cima tem um bastão de baisebol, qual dos dois estaria com uma vantagem sobre o outro no caso de uma “briga”? O segurança do João ou o do José?
    Existem alguns milhares de ítens bélicos mundo afora. Destes milhares de ítens bélicos apenas 1 se mostrou superior ao equipamento ocidantal que foi o R-73. Isto serve para provar o que? Que a tecnologia americana não presta. Que tipo de lógica é esta. Você sabe de algum outro ítem russo que tenha se mostrado superior ao americano (era superior, mas não é mais)? Eu não sei mas gostaria de ser informado.
    Mesmo a pretensa superioridade do R-73 nunca deixou preocupado o ocidente. Após o espanto inicial (majorado pela mídia sensacionalista) o R-73 e o capacete com visor soviético se mostrou extremamente rústico e primitivo. O AIM9L era de um nível técnico muito mais evoluído e confiável (seeker, espoleta, ogiva, motor, baterias, processador, sistema de navegação, etc) com exceção do TVC e da capacidade de ser apontado pelo capacete.
    Mas o ocidente nunca achou isto determinante, tendo continuado com o desenvolvimento de um míssil BVR avançado em detrimento de um míssil WVR acrobático, seguindo a doutrina formulada antes. Para o combate de curto alcance foram desenvolvidas táticas e treinamento apropriados. O AIM9L, os caças que o transportavam, a doutrina, as táticas e treinamento dariam e deram conta do recado até que os USA alcançassem uma paridade neste ítem específico, chegando hoje a superar, com o advento do AIM9X/JHMCS.
    Um abraço.

  272. Francisco M. Xavier,
    o F-117 foi um dos maiores sucessos de todos os tempos. Fez exatamente o que se esperava dele em uma meia dúzia de guerras em que esteve envolvido, ficou mais de 20 anos na ativa (existiam apenas 51 unidades), e como todo equipamento ficou obsoleto e de difícil e cara manutenção.
    O F-22 leva 6 mísseis Amraam e 2 Sidewinders, totalizando 8 mísseis, nos compartimentos internos. Pode levar mais 8 sob as asas, totalizando 16 mísseis em uma configuração não stealth/não supercruise, se igualando aos caças de quarta geração e tendo que usar de ECM, flares, chafs, apoio do Awacs, etc.
    Com 16 mísseis ar-ar ele é no mínimo tão mortal quanto qualquer outro caça, seja Rafale, Typhon, Gripen, Su-30, Mig35.
    Muito provavelmente um F-22 com 16 mísseis ar-ar (14 aim120c7 com um alcance de 110 km) deve ter um RCS menor que um Rafale com 6 Micas (70 km) dependurados, portanto continuaria a ver primeiro e atirar primeiro.
    A furtividade é um “valor agregado”. Simples assim. Não se jogou fora tudo o que foi aprendido nos 90 anos da aviação de caça para que a furtividade fosse adicionada. Pelo contrário.
    Para ser mais claro: pegaram um caça de quarta geração e meia com tudo que tem direito e agregaram uma característica a mais que foi um design stealth (incluindo um compartimento de armas interno).
    Não é questão de achismos e nem de defender este ou aquele país. É simplesmente o mais puro exercício da lógica.
    Se o João tem um segurança com 1,95 que pesa 110 kg de puro músculo, faixa preta de jiu-jitsu e de karaté e o seu vizinho José tem um segurança com 1,95 m, pesando 110 kg de puro músculo, faixa preta de jiu-jitsu e de karaté e ainda por cima tem um bastão de baisebol, qual dos dois estaria com uma vantagem sobre o outro no caso de uma “briga”? O segurança do João ou o do José?
    Existem alguns milhares de ítens bélicos mundo afora. Destes milhares de ítens bélicos apenas 1 se mostrou superior ao equipamento ocidantal que foi o R-73. Isto serve para provar o que? Que a tecnologia americana não presta. Que tipo de lógica é esta. Você sabe de algum outro ítem russo que tenha se mostrado superior ao americano (era superior, mas não é mais)? Eu não sei mas gostaria de ser informado.
    Mesmo a pretensa superioridade do R-73 nunca deixou preocupado o ocidente. Após o espanto inicial (majorado pela mídia sensacionalista) o R-73 e o capacete com visor soviético se mostrou extremamente rústico e primitivo. O AIM9L era de um nível técnico muito mais evoluído e confiável (seeker, espoleta, ogiva, motor, baterias, processador, sistema de navegação, etc) com exceção do TVC e da capacidade de ser apontado pelo capacete.
    Mas o ocidente nunca achou isto determinante, tendo continuado com o desenvolvimento de um míssil BVR avançado em detrimento de um míssil WVR acrobático, seguindo a doutrina formulada antes. Para o combate de curto alcance foram desenvolvidas táticas e treinamento apropriados. O AIM9L, os caças que o transportavam, a doutrina, as táticas e treinamento dariam e deram conta do recado até que os USA alcançassem uma paridade neste ítem específico, chegando hoje a superar, com o advento do AIM9X/JHMCS.
    Um abraço.

  273. A diferença de custo é que um não será exportado, não teve parceria internacional e se planeja a produção de no máximo 300, se tanto, e exclusivamento para a USAF.
    O outro deve ser produzido aos milhares.
    O F-22 é um caça de superioridade aérea com uma ótima capacidade de ataque. O F-35 é um avião de ataque com uma excelente capacidade de superioridade aérea. Características em comum: “furtividade”.

    Vocês já pararam pra pensar que os exercícios Red Flag são realizados pelos americanos? Financiados por eles? Que eles ditam as regras? Que eles financiam? Que todos os outros são convidados? Que eles podem perder “de propósito” para observar e analisar as táticas e os equipamentos dos “outros”? Que eles fazem o que querem e são os donos do pedaço e liberam os dados que quiserem?
    Ou eu sou um louco varrido por pensar isto ou vocês são uns inocentes incorrigíveis por não pensar.

  274. A diferença de custo é que um não será exportado, não teve parceria internacional e se planeja a produção de no máximo 300, se tanto, e exclusivamento para a USAF.
    O outro deve ser produzido aos milhares.
    O F-22 é um caça de superioridade aérea com uma ótima capacidade de ataque. O F-35 é um avião de ataque com uma excelente capacidade de superioridade aérea. Características em comum: “furtividade”.

    Vocês já pararam pra pensar que os exercícios Red Flag são realizados pelos americanos? Financiados por eles? Que eles ditam as regras? Que eles financiam? Que todos os outros são convidados? Que eles podem perder “de propósito” para observar e analisar as táticas e os equipamentos dos “outros”? Que eles fazem o que querem e são os donos do pedaço e liberam os dados que quiserem?
    Ou eu sou um louco varrido por pensar isto ou vocês são uns inocentes incorrigíveis por não pensar.

  275. Ah! eles perdem de propósito e querem vender seus equipamentos? bela estratégia, nunca imaginei algo parecido. quer dizer que eles não colocam os f-35 ou f-22 nos red flags porque com eles seriam imbatíveis e deixariam de vender seus equipamentos? dúvido, mas acreeditem se quiser.

  276. Ah! eles perdem de propósito e querem vender seus equipamentos? bela estratégia, nunca imaginei algo parecido. quer dizer que eles não colocam os f-35 ou f-22 nos red flags porque com eles seriam imbatíveis e deixariam de vender seus equipamentos? dúvido, mas acreeditem se quiser.

  277. se os f-22 fossem parecidos com o desempenho dos f-22, com certeza economizariam o dinheiro do contrbuinte americano, comprando muito mais aviões a um custo menor.

    Os f-35 são bem inferiores aos f-22 acreditem, mas ninguém sabe sua real capacidade contra outros vetores, lembro que tanto os f-22 quanto os f-35 são fabricados pela boeing.

  278. se os f-22 fossem parecidos com o desempenho dos f-22, com certeza economizariam o dinheiro do contrbuinte americano, comprando muito mais aviões a um custo menor.

    Os f-35 são bem inferiores aos f-22 acreditem, mas ninguém sabe sua real capacidade contra outros vetores, lembro que tanto os f-22 quanto os f-35 são fabricados pela boeing.

  279. A tecnologia Stealth não é igual a tecnologia de propulsão. Quando os motores à hélice foram superados pela propulsão à jato, os primeiros tiveram que ceder lugar porque estavam superados. Era um ou outro.
    No caso da tecnologia stealth isso não ocorreu. Para que ela fosse usada para permitir um incremento na capacidade de sobrevivência das aeronaves de combate não foi necessário que o radar cedesse seu lugar, ou que os sistemas de guerra eletrônica cedessem seu lugar, ou que os lançadores de flares/chafs cedessem seu lugar, etc.
    Tudo continuou como antes e foi adicionado um ítem a mais, que é a “furtividade”, com uma diminuição significativa do RCS, uma redução na emissão de IR, o uso racional dos sistemas emissores de RF, táticas específicas, sistemas ativos de RF com tecnologia LPI, etc.
    Eu juro que isto não é difícil de entender, basta ter boa vontade e tentar. Se um caça tem X habilidades e uma outra tem X+1 habilidades, a que tem X é inferior a que tem X+1.
    Assim como o radar de tecnologia AESA é hoje considerado crucial para um caça ser competitivo, uma redução do RCS e das emissões de IR também o é. A isso se dá o nome de “stealth”. Simples assim. Quem vai querer ir para um combate aéreo com um RCS de um Jumbo 747? Só se for louco. A furtividade veio pra ficar e não adianta torcer contra o F-22, o F-35, o B-2, o F-117, ou o que quer que a tenha. Esse conceito só vai evoluir com o T-50, com todos os UAVs, UCAVs, navios, mísseis, que estão incorporando no seu projeto essa tecnologia crítica.
    Tenho certeza que quando trocaram os motores a pistão por motores a jato deve ter um monte de gente que disse que era passageiro, que não valia nada, não era confiável, etc. Deram com os burros n’água. A história é cíclica e novamente a roda girou e vemos a mesma lenga-lenga. O bichinho difícil de aprender com o passado este tal de “ser humano”. Curúis!

  280. A tecnologia Stealth não é igual a tecnologia de propulsão. Quando os motores à hélice foram superados pela propulsão à jato, os primeiros tiveram que ceder lugar porque estavam superados. Era um ou outro.
    No caso da tecnologia stealth isso não ocorreu. Para que ela fosse usada para permitir um incremento na capacidade de sobrevivência das aeronaves de combate não foi necessário que o radar cedesse seu lugar, ou que os sistemas de guerra eletrônica cedessem seu lugar, ou que os lançadores de flares/chafs cedessem seu lugar, etc.
    Tudo continuou como antes e foi adicionado um ítem a mais, que é a “furtividade”, com uma diminuição significativa do RCS, uma redução na emissão de IR, o uso racional dos sistemas emissores de RF, táticas específicas, sistemas ativos de RF com tecnologia LPI, etc.
    Eu juro que isto não é difícil de entender, basta ter boa vontade e tentar. Se um caça tem X habilidades e uma outra tem X+1 habilidades, a que tem X é inferior a que tem X+1.
    Assim como o radar de tecnologia AESA é hoje considerado crucial para um caça ser competitivo, uma redução do RCS e das emissões de IR também o é. A isso se dá o nome de “stealth”. Simples assim. Quem vai querer ir para um combate aéreo com um RCS de um Jumbo 747? Só se for louco. A furtividade veio pra ficar e não adianta torcer contra o F-22, o F-35, o B-2, o F-117, ou o que quer que a tenha. Esse conceito só vai evoluir com o T-50, com todos os UAVs, UCAVs, navios, mísseis, que estão incorporando no seu projeto essa tecnologia crítica.
    Tenho certeza que quando trocaram os motores a pistão por motores a jato deve ter um monte de gente que disse que era passageiro, que não valia nada, não era confiável, etc. Deram com os burros n’água. A história é cíclica e novamente a roda girou e vemos a mesma lenga-lenga. O bichinho difícil de aprender com o passado este tal de “ser humano”. Curúis!

  281. Marcelo,
    você tem os dados oficiais das Red Flags desde 1975? Quantos azuis foram abatidos? quantos vermelhos? Em que circunstâncias?
    Ora! Tenha a santa paciência! Porque você vê algum idiota que escreve asneiras contando uma inverdade, pinçando um dado de uma frase, subvertendo o contexto, você acredita só porque lhe convém?
    O Brasil ganhou quando no Red Flag? Me mostre uma frase de alguma autoridade ou de um documento oficial que tenha isto claramente colocado. Sem “patriotada”, que não estamos falando nem de escola de samba nem de time de futebol. Estamos falando de armas. Armas que matam pessoas. Não podemos incutir nos nossos jovens pilotos esse espírito de que são melhores que os americanos, mesmo com essas porcarias que temos. Seria crime de lesa pátria. Não podemos jogar nossos pilotos à degola. Eles não são Kamikases e possuem pais, mães, irmãs, filhos e esposas que os amam.
    Ser patriota é uma coisa. Acreditar em sandices ufânicas é outra.
    Não temos equipamento, nem doutrina, nem tática, nem treinamento, nem armamento, nem combustível para durarmos 15 minutos no céu dominado por americanos. Pra falar a verdade não damos conta sequer de decolar, muito menos de combater.
    Continue acreditando que os americanos tem um monte de porcaria. Cara, eles estão aí quer gostemos ou não e com crise, sem crise, com Rússia, sem Rússia, eles ainda vão dominar todo o século XXI.
    Não gosta não? Só lamento!

  282. Marcelo,
    você tem os dados oficiais das Red Flags desde 1975? Quantos azuis foram abatidos? quantos vermelhos? Em que circunstâncias?
    Ora! Tenha a santa paciência! Porque você vê algum idiota que escreve asneiras contando uma inverdade, pinçando um dado de uma frase, subvertendo o contexto, você acredita só porque lhe convém?
    O Brasil ganhou quando no Red Flag? Me mostre uma frase de alguma autoridade ou de um documento oficial que tenha isto claramente colocado. Sem “patriotada”, que não estamos falando nem de escola de samba nem de time de futebol. Estamos falando de armas. Armas que matam pessoas. Não podemos incutir nos nossos jovens pilotos esse espírito de que são melhores que os americanos, mesmo com essas porcarias que temos. Seria crime de lesa pátria. Não podemos jogar nossos pilotos à degola. Eles não são Kamikases e possuem pais, mães, irmãs, filhos e esposas que os amam.
    Ser patriota é uma coisa. Acreditar em sandices ufânicas é outra.
    Não temos equipamento, nem doutrina, nem tática, nem treinamento, nem armamento, nem combustível para durarmos 15 minutos no céu dominado por americanos. Pra falar a verdade não damos conta sequer de decolar, muito menos de combater.
    Continue acreditando que os americanos tem um monte de porcaria. Cara, eles estão aí quer gostemos ou não e com crise, sem crise, com Rússia, sem Rússia, eles ainda vão dominar todo o século XXI.
    Não gosta não? Só lamento!

  283. Você é louco eles vão dominar todo o século XXI, lembre se que potencias caem como aconteceu com a Itália e a França, a china vai passar os EUA até 2050, seu PIB será maior terão uma força militar que nunca vimos pois são o pais mais populoso do mundo e terão dinheiro para investir em suas forças armadas, a vez agora é da China os EUA continuarão a ser grandes como a Itália e a França são porem os maiores dominadores do cenário mundial do século XXI será a China.
    Fã.

  284. Você é louco eles vão dominar todo o século XXI, lembre se que potencias caem como aconteceu com a Itália e a França, a china vai passar os EUA até 2050, seu PIB será maior terão uma força militar que nunca vimos pois são o pais mais populoso do mundo e terão dinheiro para investir em suas forças armadas, a vez agora é da China os EUA continuarão a ser grandes como a Itália e a França são porem os maiores dominadores do cenário mundial do século XXI será a China.
    Fã.

  285. a tradução da 2ª parte da palestra, deixou muitas viúvas dos EUA que diziam que os f-15 e f-16 venceriam fácil os su-30, os prórprios americanos confirmaram que os su-30 são bem superiores a esses dois caças, portanto os su-30 mesmo sendo supostamente inferior aos f-22, seriam um inimigo formidável, já que os próprios americanos dizem que eles se igualaram em nível tecnológico ao dos americanos , pelo menos em termos de vetores de combates aéreos

  286. a tradução da 2ª parte da palestra, deixou muitas viúvas dos EUA que diziam que os f-15 e f-16 venceriam fácil os su-30, os prórprios americanos confirmaram que os su-30 são bem superiores a esses dois caças, portanto os su-30 mesmo sendo supostamente inferior aos f-22, seriam um inimigo formidável, já que os próprios americanos dizem que eles se igualaram em nível tecnológico ao dos americanos , pelo menos em termos de vetores de combates aéreos

  287. veja nos site do ministerio da defesa ou isso não é bom pra você.
    os f-5 venceram 60% dos combates. Pena que vc ache os americanos imbatíveis , ah! e eles perderam pros franceses também.

  288. veja nos site do ministerio da defesa ou isso não é bom pra você.
    os f-5 venceram 60% dos combates. Pena que vc ache os americanos imbatíveis , ah! e eles perderam pros franceses também.

  289. http://www.defesanet.com.br/fab1/rf_2.htm
    “A taxa de vitórias versus as derrotas foi de 40 a 60 % de mais vitórias que perdas”
    Trocando em miúdos, tivemos 50% de perdas. Ou seja, em cada 2 combates BVR fomos derrubados 1 X e derrubamos 1 caça inimigo.
    Não estávamos lá sozinhos. Fazíamos parte do time azul em conjunto com outros países (no time azul havia Gripens e F-16 também) e tínhamos a missão de escoltar caças de ataque.
    Não são informações oficiais já que o relatório oficial não foi liberado ou não foi realizado “ainda”.
    Não tem como tirarmos absolutamente nenhuma conclusão destas informações contidas neste artigo da Defesanet, além de que fizemos o dever de casa e fomos altamente profissionais.
    Não sabemos se o time azul contava com apoio de AWACS, se o time vermelho (agressores F-16 e F15) estava simulando outras aeronaves, por exemplos, Migs ou Sus, se eram apoiados por AWACS, se tinha data-link, se fizeram uso de ECM, etc.
    Ou seja, estes jogos de guerra não são como os jogos de futebol. Não se vai lá para ganhar. Lá se vai para “aprender”.
    Não podemos distorcer os fatos e muito menos a função dos exercícios tipo RED FLAG, do qual tenho absoluta certeza fomos elogiados e nos apresentamos de modo profissional e competente dentro de nossas possibilidade e até mesmo excedendo o esperado dada a nossa precária situação em relação a equipamento, treinamento e doutrina.
    Um abraço e me desculpe se fui grosseiro ontem. Coisa da idade!

  290. http://www.defesanet.com.br/fab1/rf_2.htm
    “A taxa de vitórias versus as derrotas foi de 40 a 60 % de mais vitórias que perdas”
    Trocando em miúdos, tivemos 50% de perdas. Ou seja, em cada 2 combates BVR fomos derrubados 1 X e derrubamos 1 caça inimigo.
    Não estávamos lá sozinhos. Fazíamos parte do time azul em conjunto com outros países (no time azul havia Gripens e F-16 também) e tínhamos a missão de escoltar caças de ataque.
    Não são informações oficiais já que o relatório oficial não foi liberado ou não foi realizado “ainda”.
    Não tem como tirarmos absolutamente nenhuma conclusão destas informações contidas neste artigo da Defesanet, além de que fizemos o dever de casa e fomos altamente profissionais.
    Não sabemos se o time azul contava com apoio de AWACS, se o time vermelho (agressores F-16 e F15) estava simulando outras aeronaves, por exemplos, Migs ou Sus, se eram apoiados por AWACS, se tinha data-link, se fizeram uso de ECM, etc.
    Ou seja, estes jogos de guerra não são como os jogos de futebol. Não se vai lá para ganhar. Lá se vai para “aprender”.
    Não podemos distorcer os fatos e muito menos a função dos exercícios tipo RED FLAG, do qual tenho absoluta certeza fomos elogiados e nos apresentamos de modo profissional e competente dentro de nossas possibilidade e até mesmo excedendo o esperado dada a nossa precária situação em relação a equipamento, treinamento e doutrina.
    Um abraço e me desculpe se fui grosseiro ontem. Coisa da idade!

  291. Quanto ao R-73, o espanto causado no ocidente se deu mais pela originalidade e criatividade do que pela capacidade, letalidade ou pela tecnologia implícita. Nunca foram mísseis confiáveis, mas pela seu ineditismo, elevaram o padrão para a quarta geração, devido a capacidade de ser apontado por um HMD e pelo TVC que lhe conferia uma capacidade acrobática.
    Um abraço!

  292. Quanto ao R-73, o espanto causado no ocidente se deu mais pela originalidade e criatividade do que pela capacidade, letalidade ou pela tecnologia implícita. Nunca foram mísseis confiáveis, mas pela seu ineditismo, elevaram o padrão para a quarta geração, devido a capacidade de ser apontado por um HMD e pelo TVC que lhe conferia uma capacidade acrobática.
    Um abraço!

  293. As novas versões são muito confiáveis e com tecnologia atualizada e muito mais mortais e com alcance de mais de 175km podendo chegar a 190 km, e com 30G ao invés de 28G do AIM-120 Amraam, o novo radar do R-77 terá alcance de 25km e sua eletrônica foi totalmente atualizada, ele é o míssil BVR mais mortífero que existe.

  294. As novas versões são muito confiáveis e com tecnologia atualizada e muito mais mortais e com alcance de mais de 175km podendo chegar a 190 km, e com 30G ao invés de 28G do AIM-120 Amraam, o novo radar do R-77 terá alcance de 25km e sua eletrônica foi totalmente atualizada, ele é o míssil BVR mais mortífero que existe.

  295. O AIM-120D tem um alcance tao bom ou maior que o R-77, mesma coisa para o MBDA Meteor. E os dois tem eletronica de ponta, ao contrario do R-77. Entao meu amigo welington nao vejo como pode assumir algo desta maneira.

  296. O AIM-120D tem um alcance tao bom ou maior que o R-77, mesma coisa para o MBDA Meteor. E os dois tem eletronica de ponta, ao contrario do R-77. Entao meu amigo welington nao vejo como pode assumir algo desta maneira.

  297. É o alcance dele é de 160 km o que é ótimo e ate humilha o Meteor, o R77 e o AIM-120 Amraam são e continuarão a ser os melhores mísseis BVR do mundo.

  298. É o alcance dele é de 160 km o que é ótimo e ate humilha o Meteor, o R77 e o AIM-120 Amraam são e continuarão a ser os melhores mísseis BVR do mundo.

  299. Bosco, aprendi mais uma coisa! não é que o F-22 carrega 6 AMRAMs mesmo! : ) – só me diz como ele carrega mais 6 nas asas, 2 por cabide? não achei nada ilustrativo numa busca rápida!
    Quanto ao R-73, acho que não é tão assim como vc diz… não achas que caracterizar um produto 10 anos a frente, só por isso ou aquilo é um pouco demais? são 10 anos! e rolou cabeças por isso, tem matéria vasta por ae… o único míssel que podera fazer frente ao desempenho do R-73 é o novo AIM-9X. Não é porque um produto é rústico que ele não funciona! a AK-47 não deveria nem atirar! (primeiras versões) e é a arma mais popular do mundo, e uma das mais confiáveis! mais que o M-16, justamente pela rusticidade! o T-34, melhor tanque da WWII, era tb o mais rústico…os Russos tem esta característica, deixam de lado a perfumaria, o jeito Hollywood de Ser! nem sempre dá certo, mas quando dá, tem gente que não aceita! e escreve contra o defeito e não a virtude! esquece o equilibrio.
    A última versão do R-73 alcança 30km…, não é isso?
    Veja bem, tenho simpatia por equipamentos Russos, por acreditar no seu custo benefício, sou simpatizante dos americanos, as vezes fico confuso com tantas variáveis, mas de uma coisa tenho certeza, menosprezam demais a capacidade funcional dos russos, parece que fizeram lavagem cerebral em muita gente (sei que não é o seu caso), como pode uma, outrora, potência, que mandou o homem para o espaço primeiro, detem a melhor tecnologia aeroespacial, dado seu baixo investimento frente a NASA – um ex. é que os russos madam um foguete para o espaço por menos da metade do custo da NASA e olha que nesta área as coisas são quese como comodities – , detém a melhor tecnologia aeronáutica, junto aos americanos, agora ser tão incompetente, pois ao que parece eles só fazem coisas “a la china”…
    Te digo um exemplo sim de uma coisa, bem clara, da superioridade do produto russo sobre o americano, ambos de mesma geração – o SU-27 sobre o F-15C, não sou eu que digo é o Jane´s Book.
    Abraço
    Francisco

  300. Bosco, aprendi mais uma coisa! não é que o F-22 carrega 6 AMRAMs mesmo! : ) – só me diz como ele carrega mais 6 nas asas, 2 por cabide? não achei nada ilustrativo numa busca rápida!
    Quanto ao R-73, acho que não é tão assim como vc diz… não achas que caracterizar um produto 10 anos a frente, só por isso ou aquilo é um pouco demais? são 10 anos! e rolou cabeças por isso, tem matéria vasta por ae… o único míssel que podera fazer frente ao desempenho do R-73 é o novo AIM-9X. Não é porque um produto é rústico que ele não funciona! a AK-47 não deveria nem atirar! (primeiras versões) e é a arma mais popular do mundo, e uma das mais confiáveis! mais que o M-16, justamente pela rusticidade! o T-34, melhor tanque da WWII, era tb o mais rústico…os Russos tem esta característica, deixam de lado a perfumaria, o jeito Hollywood de Ser! nem sempre dá certo, mas quando dá, tem gente que não aceita! e escreve contra o defeito e não a virtude! esquece o equilibrio.
    A última versão do R-73 alcança 30km…, não é isso?
    Veja bem, tenho simpatia por equipamentos Russos, por acreditar no seu custo benefício, sou simpatizante dos americanos, as vezes fico confuso com tantas variáveis, mas de uma coisa tenho certeza, menosprezam demais a capacidade funcional dos russos, parece que fizeram lavagem cerebral em muita gente (sei que não é o seu caso), como pode uma, outrora, potência, que mandou o homem para o espaço primeiro, detem a melhor tecnologia aeroespacial, dado seu baixo investimento frente a NASA – um ex. é que os russos madam um foguete para o espaço por menos da metade do custo da NASA e olha que nesta área as coisas são quese como comodities – , detém a melhor tecnologia aeronáutica, junto aos americanos, agora ser tão incompetente, pois ao que parece eles só fazem coisas “a la china”…
    Te digo um exemplo sim de uma coisa, bem clara, da superioridade do produto russo sobre o americano, ambos de mesma geração – o SU-27 sobre o F-15C, não sou eu que digo é o Jane´s Book.
    Abraço
    Francisco

  301. Raphael, o que vc quer dizer com eletronica de ponta? qual a diferença real na eletronica do AMRAM e o R-77? de onde vc tirou isso? este detalhe tão importante!? vc tem um de cada em casa? abriu e viu como era? viu os componetes? o R-73 deve ser chinês por dentro tb?
    Engraçado: Vcs criticam o Welington, as vezes com muito sarcasmo, e cometem o mesmo erro que ele, afirmando coisas que são impossíveis de se ter certeza – caso da eletronica do R-77 (ele é rústico? mal acabado? bem provável! sem confiabilidade? acho que não)! ahhh vc leram! certo, e acreditam no que leem, e este é o princípio deste blog, trocar informações e conhecimento, como o Bosco me alertou sobre o F-22. Porém parece que só vale a verdade ocidental, o que nós escrevemos é a pura verdade, o que os russos escrevem sobre seus produtos é só mentira! Assim vcs perpetuam o que não deveriam.
    Ache que ninguem aqui afirma que o F-22 não é o melhor caça do mundo, porém tem muitos, inclusive eu que duvidam de tal supremacia absoluta! máquina imbatível!
    Mas poucos querem aceitar a eficiencia russa como desenvolvedora de doutrinas, conceitos e produtos de alta eficiência! Quem faz um SU-35 e MIG-29 OVT fazer miséria na área vetorada merece bem mais crédito do que vejo por aqui.
    Grande Abraço
    Francisco

  302. Raphael, o que vc quer dizer com eletronica de ponta? qual a diferença real na eletronica do AMRAM e o R-77? de onde vc tirou isso? este detalhe tão importante!? vc tem um de cada em casa? abriu e viu como era? viu os componetes? o R-73 deve ser chinês por dentro tb?
    Engraçado: Vcs criticam o Welington, as vezes com muito sarcasmo, e cometem o mesmo erro que ele, afirmando coisas que são impossíveis de se ter certeza – caso da eletronica do R-77 (ele é rústico? mal acabado? bem provável! sem confiabilidade? acho que não)! ahhh vc leram! certo, e acreditam no que leem, e este é o princípio deste blog, trocar informações e conhecimento, como o Bosco me alertou sobre o F-22. Porém parece que só vale a verdade ocidental, o que nós escrevemos é a pura verdade, o que os russos escrevem sobre seus produtos é só mentira! Assim vcs perpetuam o que não deveriam.
    Ache que ninguem aqui afirma que o F-22 não é o melhor caça do mundo, porém tem muitos, inclusive eu que duvidam de tal supremacia absoluta! máquina imbatível!
    Mas poucos querem aceitar a eficiencia russa como desenvolvedora de doutrinas, conceitos e produtos de alta eficiência! Quem faz um SU-35 e MIG-29 OVT fazer miséria na área vetorada merece bem mais crédito do que vejo por aqui.
    Grande Abraço
    Francisco

  303. Francisco,
    concordo com você que a rusticidade poder ser uma vantagem.
    O que quis dizer sobre os russos não terem nada superior aos americanos foi nos sentido de “ineditismo” que tenha validade prática e que não tenha um contemporâneo ocidental à altura tão ou mais eficiente.
    Por exemplo, o torpedo de supercavitação russo é um produto inédito mas muito pouco prático. Os ekranoplanos idem.
    O R-73 foi inédito, já que não se esperava o grau de originalidade que o mesmo continha, era rústico, barato, eficiente e prático. Só que após a surpresa inicial os americanos cairam na real, bateram a poeira, puseram a cabeça pra funcionar e desenvolveram exaustivamente táticas para anular a sua “superioridade”. Nunca foi uma prioridade dos americanos conseguir um míssil que rivalizasse com o R-73 em um curto espaço de tempo. Resolveram na base do treinamento, da tática e tiveram tempo para fazer um produto com características até melhores.
    Quanto ao Su-27 ser superior ao F-15C pode até ser mas ele é um produto originário de uma corrida linear entre as potências para conseguir supremacia tecnológica e militar, ora um tem um melhor, ora outro. No computo geral relacionado aos caças os EUA estão com a vantagem tecnológica com seus F-22 e futuramente com os F-35.
    Um abraço meu caro.

  304. Francisco,
    concordo com você que a rusticidade poder ser uma vantagem.
    O que quis dizer sobre os russos não terem nada superior aos americanos foi nos sentido de “ineditismo” que tenha validade prática e que não tenha um contemporâneo ocidental à altura tão ou mais eficiente.
    Por exemplo, o torpedo de supercavitação russo é um produto inédito mas muito pouco prático. Os ekranoplanos idem.
    O R-73 foi inédito, já que não se esperava o grau de originalidade que o mesmo continha, era rústico, barato, eficiente e prático. Só que após a surpresa inicial os americanos cairam na real, bateram a poeira, puseram a cabeça pra funcionar e desenvolveram exaustivamente táticas para anular a sua “superioridade”. Nunca foi uma prioridade dos americanos conseguir um míssil que rivalizasse com o R-73 em um curto espaço de tempo. Resolveram na base do treinamento, da tática e tiveram tempo para fazer um produto com características até melhores.
    Quanto ao Su-27 ser superior ao F-15C pode até ser mas ele é um produto originário de uma corrida linear entre as potências para conseguir supremacia tecnológica e militar, ora um tem um melhor, ora outro. No computo geral relacionado aos caças os EUA estão com a vantagem tecnológica com seus F-22 e futuramente com os F-35.
    Um abraço meu caro.

  305. Bosco, os Gripens no RedFlag, faziam missão de interdição e não superioridade aérea. Os Pampas voavam na rabeta dos F-16 e F-15, e ficavam mais recuados. Foi um passarinho do 14 que me contou : )
    Ele me falou que a razão era de que, para cada abate nosso, abatíamos 1/6 deles, tipo de 10 quedas…16 derrubadas…. mais ou menos isso
    Abraço

  306. Bosco, os Gripens no RedFlag, faziam missão de interdição e não superioridade aérea. Os Pampas voavam na rabeta dos F-16 e F-15, e ficavam mais recuados. Foi um passarinho do 14 que me contou : )
    Ele me falou que a razão era de que, para cada abate nosso, abatíamos 1/6 deles, tipo de 10 quedas…16 derrubadas…. mais ou menos isso
    Abraço

  307. Ah! Sobre os Amraams nas asas do F-22.
    Cada asa do F-22 possui 2 pontos duros que podem ser usados para um cabide duplo de Amraams totalizando 8 mísseis externos.
    Os pontos duros também podem ser usados para tanques de combustível e bombas JDAM de 1000 e 2000 lbs (e possivelmente JSOW) que serão usados em cenários onde a defesa aérea fosse inexistente ou já tenha sido eliminada ou deteriorada, já que o uso destes pontos externos reduz a furtividade do caça e sua capacidade de supercruzeiro.

  308. Ah! Sobre os Amraams nas asas do F-22.
    Cada asa do F-22 possui 2 pontos duros que podem ser usados para um cabide duplo de Amraams totalizando 8 mísseis externos.
    Os pontos duros também podem ser usados para tanques de combustível e bombas JDAM de 1000 e 2000 lbs (e possivelmente JSOW) que serão usados em cenários onde a defesa aérea fosse inexistente ou já tenha sido eliminada ou deteriorada, já que o uso destes pontos externos reduz a furtividade do caça e sua capacidade de supercruzeiro.

  309. Pessoal achei muito truncado os ntario desse coronel, contudo deve ser levado em considerações diversos fatos externos ao RED FLAG, primeiro: O Raptor por enquanto pode ser classificado como o melhor avião do mundo, devido a sua capacidade de aproximação e atuação “invisivel”, contudo o desenvolvimento de novas tecnologias de radar e uso de frequencias baixas e varredura inteligente podem tornar essa vantagem nula futuramente; o EUA passaram um vexame no exercicio feito na India, e issou causou grande stress, eles tem que justificar o valor absurdo que custa cada F-22 para o congresso, ora se eles reconhecesse que as qualidades do avião e do armamento, isso poderia desqualificar o gasto com esse avião, pois o principal argumento é que ele é absolutamente superior a qualquer outro avião, se não for verdade o programa poderia até ser cancelado;
    tanto o REDFLAG quanto o TOPGUN foram criados para treinar os pilotos em combates Dogfight de curta distância, pois com o advento de misseis (os BVR também podem ser incluidos) os pilotos perderam a capacidade de ataque e defesa (lembre-se a quantidade de misseis de uma aeronave não é infinita)e de manobilidade, ora quando não tem mais misseis, essa capacidade pode fazer toda diferença, e uma coisa todos são unanimes, os projetos aeronauticos do MIG-29 e do SU-27 não tem equivalente, provalvelmente se algum avião ocidental tentar efetuar as manobras que esses aviões fazem é capaz de se desmontar no ar, e para reforçar essa capacidade, não podemos esquecer que os russos tem o unico sistema de vetoração de empuxo operacional; se a qualidade do material russo e sua logistica fosse duvidosa, nem a China, nem a India compraria e fabricaria sob licença essas aeronaves, principalmente a India, que tem acesso mais amplo que a China a fornecedores ocidentais, e principalmente o fato mais importante é que existe uma rivalidade estratégico territorial da Russia com esses paises(lembra um pouco Argentina X Chile e a Argentica X Brasil), ora se o produto entregue pelos Russos não fossem operacional e independentes nesses momentos de stress, com certeza não fariam parte desses paises. Uma comparação, quando se falar de submarino atomico, é cheios de adjetivos favoraveis, diz até que eles são invisiveis, ora o submarino mais invisivel são os diesel-eletricos quando usão bateria, primeiro porque normalmente são pequenos e tem assinatura MAD menor do que os nucleares, e segundo porque não tem assinatura termica, que é normal em submarinos nucleares, nós não temo satélites com sistema térmico, mais as principais potencias tem.
    Com relação a desclassificação do SU-35, só pode ser dito uma coisa, ela seria aceitavel (se realmente os russos não cumpriram os requisitos, apesar que não me supreenderia depois da palhaçada do processo do FX-1, eles não considerar o Brasil uma país sério e confiavel para fechar negocis), desde que no lugar não tivesse uma aeronave americana, isso foi que denunciou a existencia de fatos escondidos dessa seleção, acho inclusive que talvez a entrada do SuperHornet pode estar vinculado a algum off-set que inclua a “doação” de navios americanos (como na antiga proposta do F-16) e como a marinha está com um grande GAP em sua frota, esse seria um remendo bem vindo.

  310. Pessoal achei muito truncado os ntario desse coronel, contudo deve ser levado em considerações diversos fatos externos ao RED FLAG, primeiro: O Raptor por enquanto pode ser classificado como o melhor avião do mundo, devido a sua capacidade de aproximação e atuação “invisivel”, contudo o desenvolvimento de novas tecnologias de radar e uso de frequencias baixas e varredura inteligente podem tornar essa vantagem nula futuramente; o EUA passaram um vexame no exercicio feito na India, e issou causou grande stress, eles tem que justificar o valor absurdo que custa cada F-22 para o congresso, ora se eles reconhecesse que as qualidades do avião e do armamento, isso poderia desqualificar o gasto com esse avião, pois o principal argumento é que ele é absolutamente superior a qualquer outro avião, se não for verdade o programa poderia até ser cancelado;
    tanto o REDFLAG quanto o TOPGUN foram criados para treinar os pilotos em combates Dogfight de curta distância, pois com o advento de misseis (os BVR também podem ser incluidos) os pilotos perderam a capacidade de ataque e defesa (lembre-se a quantidade de misseis de uma aeronave não é infinita)e de manobilidade, ora quando não tem mais misseis, essa capacidade pode fazer toda diferença, e uma coisa todos são unanimes, os projetos aeronauticos do MIG-29 e do SU-27 não tem equivalente, provalvelmente se algum avião ocidental tentar efetuar as manobras que esses aviões fazem é capaz de se desmontar no ar, e para reforçar essa capacidade, não podemos esquecer que os russos tem o unico sistema de vetoração de empuxo operacional; se a qualidade do material russo e sua logistica fosse duvidosa, nem a China, nem a India compraria e fabricaria sob licença essas aeronaves, principalmente a India, que tem acesso mais amplo que a China a fornecedores ocidentais, e principalmente o fato mais importante é que existe uma rivalidade estratégico territorial da Russia com esses paises(lembra um pouco Argentina X Chile e a Argentica X Brasil), ora se o produto entregue pelos Russos não fossem operacional e independentes nesses momentos de stress, com certeza não fariam parte desses paises. Uma comparação, quando se falar de submarino atomico, é cheios de adjetivos favoraveis, diz até que eles são invisiveis, ora o submarino mais invisivel são os diesel-eletricos quando usão bateria, primeiro porque normalmente são pequenos e tem assinatura MAD menor do que os nucleares, e segundo porque não tem assinatura termica, que é normal em submarinos nucleares, nós não temo satélites com sistema térmico, mais as principais potencias tem.
    Com relação a desclassificação do SU-35, só pode ser dito uma coisa, ela seria aceitavel (se realmente os russos não cumpriram os requisitos, apesar que não me supreenderia depois da palhaçada do processo do FX-1, eles não considerar o Brasil uma país sério e confiavel para fechar negocis), desde que no lugar não tivesse uma aeronave americana, isso foi que denunciou a existencia de fatos escondidos dessa seleção, acho inclusive que talvez a entrada do SuperHornet pode estar vinculado a algum off-set que inclua a “doação” de navios americanos (como na antiga proposta do F-16) e como a marinha está com um grande GAP em sua frota, esse seria um remendo bem vindo.

  311. sem fazer marola…

    AS versões avançadas do flanker sao melhores que os caças 4+ ocidentais… sensivelmente melhores em todos os aspectos que contam em batalha

    Inclusive porque alguns usam modernizaçoes ocidentais, como as dos Su-30 avançados

    Negar isso , é nao querer enxergar.Um sukhoi avançado, bem pilotado bem apoiado, é o pior adversário, que qualquer caça pode enfrentar, mesmo ainda sendo um pouco, mais rusticos, que os contrapartes ocidentais

    E outra coisa.O eagle avançado , tambem é. Os deltas europeus, estao em um estagio de desenvolvimento atras.são exelentes caças,mas estao atras de americanos e dos caças avançados da sukhoi

    Agora, o pessoal aqui que gosta de caças ocidentais, tem que parar de se iludir.

    mostrar a superioridade do eagle mirage 2000 ultimo modelo, com todo o apoio do mundo contra migs-21 e 29A , é facil

    quero ver se o combate for pareado, o que acontece.Vai ter muito ocidental chorando , e inventando perdas para “acidentes de treinamento”, como fizeram na coreia e vietnan por exemplo. Ou inventando histórias de folder sobre esse nunca caiu, aquele é o tal

    Os Eua cometem um erro grande ao parar de fabricar o F-22 180 caças é pouco …Até porque o foco dos russos com o Paf-ka, e o Su-35bm, não é o raptor , é fritar o F-35, que vai ser o caça mais popular no ocidente .

    E isso eles vao fazer, já estao fazendo tao certo como 2+ 2 =4… e dado que a defesa russa é integrada e em rede e ainda conta com os melhores Sams do mundo e por margem grande

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here