Aeronave é a segunda entregue na configuração OTAN

Gavião Peixoto, Brasil, 26 de junho de 2024 – A Embraer entregou hoje a segunda aeronave multimissão KC-390 para a Força Aérea Portuguesa (FAP). A plataforma conta com equipamentos que atendem ao padrão da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) já integrados à aeronave e está em conformidade com os requisitos estabelecidos pela Autoridade Aeronáutica Nacional (AAN) de Portugal. Em 2019, a FAP encomendou cinco KC-390, incluindo um pacote abrangente de serviços e suporte e um simulador de voo. A primeira aeronave entrou em serviço em outubro de 2023 na Base Aérea de Beja.

“A segunda entrega do KC-390 Millennium para a Força Aérea Portuguesa é mais um passo importante no processo de internacionalização da nossa aeronave, que está aumentando seu reconhecimento no mercado, particularmente entre as nações da OTAN. A Força Aérea Portuguesa é um parceiro de longo prazo da Embraer e tem nos apoiado estrategicamente desde o início do programa. Continuaremos trabalhando em conjunto para avançarmos em nossa parceria nos próximos anos”, diz Bosco da Costa Junior, Presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança.

“Com a entrega desta segunda aeronave, vamos acelerar a integração desta capacidade diferenciada na Força Aérea Portuguesa, possibilitando o desenvolvimento de missões operacionais e a preparação de mais tripulantes e técnicos de manutenção para o futuro que se aproxima. Já alcançamos resultados com a primeira unidade, e veremos os KC-390 portugueses voando por todo o mundo com a chegada da segunda aeronave, que seguirá comprovando sua capacidade, versatilidade e disponibilidade, além de proporcionar valor agregado de missão para Portugal, seus parceiros e para suas alianças”, diz o General João Cartaxo Alves, Chefe do Estado-Maior da Força Aérea Portuguesa.

Desde a entrada em operação na Força Aérea Brasileira, em 2019, e na Força Aérea Portuguesa, em 2023, o C-390 comprovou sua capacidade, confiabilidade e desempenho. A atual frota de aeronaves em operação acumula mais de 13.000 horas de voo, com disponibilidade operacional em torno de 80% e taxas de conclusão de missão acima de 99%, demonstrando excepcional produtividade na categoria.

O C-390 pode transportar mais carga útil (26 toneladas) em comparação com outras aeronaves de transporte militar de médio porte e voa mais rápido (470 nós) e mais longe, sendo capaz de realizar uma ampla gama de missões, como transporte e lançamento de cargas e tropas, evacuação aeromédica, busca e salvamento, combate a incêndios e missões humanitárias, operando em pistas não pavimentadas, em superfícies como terra compactada e cascalho. A aeronave configurada para reabastecimento aéreo, com a designação KC-390, já comprovou sua capacidade tanto como tanque quanto como receptor, neste caso recebendo combustível de outro KC-390 utilizando cápsulas (pods) instalados sob as asas.

Sobre a Embraer

Empresa aeroespacial global com sede no Brasil, a Embraer atua nos segmentos de Aviação Comercial, Aviação Executiva, Defesa & Segurança e Aviação Agrícola. A Companhia projeta, desenvolve, fabrica e comercializa aeronaves e sistemas, além de fornecer Serviços & Suporte a clientes no pós-venda.

Desde sua fundação, em 1969, a Embraer já entregou mais de 8 mil aeronaves. Em média, a cada 10 segundos, uma aeronave fabricada pela Embraer decola de algum lugar do mundo, transportando anualmente mais de 145 milhões de passageiros.

A Embraer é líder na fabricação de jatos comerciais de até 150 assentos e a principal exportadora de bens de alto valor agregado do Brasil. A empresa mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviço e de distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa.

DIVULGAÇÃO: Embraer

Subscribe
Notify of
guest

70 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ivan herrera

É pra alguns chorões que aqui comentavam e torciam contra o projeto só restam engolirem seco hahahaha

Fabio

É raro ver alguém criticando o KC390, eu ao menos nunca vi.

Camargoer.

Vixi… teve uma enxurrada no passado… agora sumiu.
Depois foi a fase de criticar o Gripen… parece que ela voltou junto com os F16Z (de zumbi)

Lá no naval o alvo é o ProSub e agora as FCT,

Tutor

Normal as criticas. Uma razão é que boa parte da população sofre da “Síndrome do Opositor”, não importa o que seja eles serão contra. Basta ver que tem acéfalos aqui que negativam perguntas.

Last edited 18 dias atrás by Tutor
Abner

Camargoer uma pergunta quantas unidades do KC390. A Embraer pode montar ao ano, na linha de produção atual ?

Fernando "Nunão" De Martini

Abner,

Tem matéria que fala exatamente desse assunto, publicada há poucos dias:

https://www.aereo.jor.br/2024/06/14/veja-a-linha-de-montagem-do-kc-390-com-as-proximas-entregas-para-brasil-hungria-e-portugal/

Atualmente a cadência anual é de 6 aviões e os planos são para aumentar para 12 ao ano até o final da década. A capacidade pode ser expandida a 18 por ano com instalação de mais máquinas, robôs e contratação de mais funcionários, segundo o vice-presidente de Programas de Defesa da Embraer, Walter Pinto Junior.

Flávio Alves

Não costumo comentar aqui no site, mas acompanho a anos, vim apenas colocar uma nota de repúdio a algumas pessoas que se prestam apenas a criticar e não acrescentam nada de construtivo. O editor se propõe a responder a pergunta de um colega e recebe um deslike, mesmo ele estando em locu e prestando a informação que foi dada diretamente pelo próprio vice-presidente de programas de defesa da Embraer, é lamentável, é desvalorizar demais o trabalho dos outros. Me desculpem se me coloquei fora do tema, foi apenas um desabafo.

Fernando "Nunão" De Martini

Oi Flávio.
Não dê muita pelota aos deslikes.
Tem até um sujeito que passa por aqui, praticamente todos os dias, para negativar todos os comentários.

Abner

Nunão valeu, li a matéria.

Sabe informar se Portugal vai adquirir o
A-29N super tucano é real ?

Carvalho2008

E antes de tudo isto….a irritante desejo de falar algo que representa nada como se falava sobre os chineses…”aqui solta pécinha…”….

Ivan herrera

Como o amigo camargoer disse no passado teve muitos entre brasileiros e portugueses, era a galera do clube C130 forever 😂

Camargoer.

Era a turma do C130J… “J” de “já foi tarde”.. riso

Ivan herrera

Verdade 😂😂

Rui Mendes

Portugueses nunca vi aqui a criticar o C-390, em favor do C-130J, muito pelo contrário.
Houve quem preferisse o A-400M, eu incluído, mas sempre disse, que preferia de longe o C-390, ao C-130J e mesmo com o A-400M, sempre disse que se escolhessem o C-390, ficava contente com a escolha, na mesma.

Ivan herrera

Você não Rui , mas teve alguns sim , não me recordo quais são , mas o importante é que a aeronave vai se consolidando mundo a fora.

Rafael Oliveira

Era o Peter Nine Nine (ou algo do tipo), não? Acho que tinha outros também.

Rui Mendes

Acho que um bom cliente, seria a Itália, pois quando for renovar deve comprar no mínimo 15, pois eles têm um número superior de C-130J.

Carvalho2008

Alguns tipo 70% dos que se manifestavam e 100% dos dislikes….

Claudio Moreno

Sim houve! Chamavão pejorativamente de “KACETÃO”.

SGTº Moreno

Elintoor-_-

“Tem que vender, senão vai quebrar” kkkk

Ivan herrera

Lembro de um monte de vira lata falando isso rsssss.

Marcelo
Joaquim Araujo

Esse foi o 2858, agora quem está lá é o 2857. Não sei se a missão é a mesma!

Gabriel

AVANTE EMBRAER! O Brasil tem jeito sim, eis aí a prova ↗

E tem quem insista no lixo velho da lockheed, francamente…

EduardoSP
Nilo

Gente jovem!!!, os velhinhos lacradores tem que ter paciência, estamos entrando na era do. kC390.

Ivan herrera

Tem gente que para no tempo, não que o c130 não seja uma belonave , mas mesmo com as novas versões não se compara ao C390 Millenium, e isto já é visível pelas várias escolhas mundo a fora, a não ser aquelas nações que não tem condições alguma de adquirir esse avião, ai vai de sucata usada mesmo.

Leo

Tomara que o kc-390 tenha 10% do sucesso do “lixo”.

Bueno

Em Breve !
Embraer entrega o 4º Caça Gripen para o Brasil e o 2º da colombia !!

Vitor Botafogo

Torço muito pra que a Colômbia embarque nessa! Daria folego para produção aqui no Brasil.

André Sávio Craveiro Bueno

A diplomacia brasileira poderia levantar voo e oferecer algo aos colombianos.

Camargoer.

Olá André…. uma vez levantei a hipótese de criar um esquadrão de transporte compartilhado entre os países vizinhos… cada um entraria com o custo das horas do consórcio… poderia começar usando alguns dos aviões que a FAB vai receber… dai a FAB, se precisar de mais horas de voo, compraria aviões adicionais ou o consórcio compraria dividindo o valor da aquisição em função da cota de cada país no consórcio Os europeus já fazem isso há décadas… faz um worshop em Brasilia, chama os europeus para contar a experiência, chamas os representantes dos países vizinhos, chama a Embraer para apresentar… Read more »

Santamariense

Sempre isso!! A FAB tem seis, meia-dúzia, 06…KC-390!! Para mobiliar 2 esquadrões!! E vai receber a fantástica quantidade de uma, 01 … aeronave por ano!! E tu quer que a FAB abra mão de seu lugar na fila para criar um esquadrão com as “potências militares” que são os nossos vizinhos, que mal tem algo que possam chamar de Força Aérea (conseguem ser piores que a FAB)! Quem iria acabar pagando por tudo isso seríamos nós!! Totalmente sem sentido uma ideia assim. América do Sul não é Europa…

Last edited 18 dias atrás by Santamariense
Freudexplica

Há um bom tempo acompanho a trilogia. A ideia de Camargoer é uma hipótese. Ele não propõe mudar o Brasil de continente, nem toma o Brasil por um país maior do que ele realmente é. Apenas sugere usar o peso geopolítico do país para influenciar os vizinhos a usar os produtos de sua indústria. É, portanto, uma hipótese plausível e não “totalmente sem sentido”. Ao contrário dessa postagem, outras costumam ser bem previsíveis: basta que Camargoer escreva sobre A, para descobrirmos surpresos que Santamariense pensa B. Não importa o tema, não importa a data, não importa a hora. Talvez só… Read more »

Santamariense

Hehehehe….e talvez Freudexplica seja o alter ego do Camargoer. Quem sabe? De resto, tu conhece o termo oposição? Combater aquilo que tu não concorda ou é contra? Essa ideia do esquadrão multinacional de KC-390 é um exemplo. Ele repete isso há tempos. Mas, basta olhar a realidade e ver que é impraticável. Por que? Eu coloquei no meu comentário. É simples. Lê de novo que tu vai entender. Não dói, eu prometo. É assim que funciona. Se eu discordo da maioria do que ele pensa e escreve, sinto muito, vou colocar minha opinião. Quer tu goste, ou não. Quanto ao… Read more »

Last edited 18 dias atrás by Santamariense
Freudexplica

Eita, acho que coloquei o dedo na ferida, hein!? Infelizmente, nem todo mundo que sabe escrever corretamente é o Carmagoer disfarçado. Mas, agradeço pela dedicação em me responder, pelas risadas, pelo texto enorme, e pelas edições. Mostra que você se importa muito com o que escreve aqui. Acho até que tudo isso valida meu argumento. Só discordaria no seguinte ponto: compartilhar certas informações privadas neste canal pode favorecer sua reputação e legitimidade, não o contrário. É o caso de militares da reserva, funcionários da Embraer, dos editores, entre outros. É fácil ser anônimo num blog de comentários anônimos. Antes de… Read more »

Santamariense

Caro Freudexplica, vamos lá. Responder, quando se dirigem diretamente à mim, é meu costume. Quanto às risadas, elas demonstram que não levo tão a sério determinadas coisas, em especial aquelas que pretendem me censurar. Aliás, ainda estamos num país livre e dito democrático, não? Sendo assim, censura não é algo que combine muito com a atual situação. E eu me importo com qualquer coisa que escrevo, em qualquer lugar. Se for para escrever sem me importar, então nem vale a pena a escrita. “Só discordaria no seguinte ponto: compartilhar certas informações privadas neste canal pode favorecer sua reputação e legitimidade,… Read more »

André Sávio Craveiro Bueno

É uma ideia interessante, lembro-me quando você a citou na primeira vez.

Camargoer.

Provavelmente, está ideia teria que ser lançada pelo MinDef

Jagder#44

Tive uma Kawasaki ZX-10 com essa cor, na realidade um pouquinho mais escuro o cinza.

Vitor Botafogo

Bravo Embraer!

Emmanuel

Já estão falando que a Polônia quer conhecer o “cheirinho” do 390.
Quando sentir vai se apaixonar.

A Polônia seria um cliente formidável devido às suas últimas compras militares. Só o sumo da tecnologia.

André Sávio Craveiro Bueno

Os poloneses têm cerca de oito C-130. Se comprarem seis C-390 já será uma ótima encomenda.

vendéen

Bonsoir Emmanuel, Isso mesmo, li esta informação recentemente. A Polónia está seriamente interessada no C-390 Millennium como o futuro sucessor dos seus 10 “muito antigos” C-130 E/H Hercules (idade real de 45 a 60 anos para os mais velhos). Obviamente substituí-los é uma emergência e o C-390 é inegavelmente um bom candidato. Um bom tamanho para o transporte tático polonês (o A-400 é muito grande). Alguns sugerem uma possível encomenda polaca de 12 a 15 aeronaves. Atualmente o maior pedido de exportação do C-390. Em suma, mais uma vez esta aeronave que hoje desperta o interesse de muitos países tem… Read more »

Marcos Silva

O maior pedido externo é da Holanda,09 aeronaves. Tá certo que ela vai repassar 4 pra Áustria.

Dudu

Se for a partir das 12 unidades mesmo, já justifica a abertura de uma linha em Portugal, ao lado dos Super Tucanos. Ele montado em solo europeu, sendo usado, aprovado e recomendado tanto por países membros da OTAN, quanto por neutros ou da aliança da Rússia, tanto faz: O importante é vender!

Jorgemateus77

Finalmente uma notícia boa pra aviação brasileira depois de tanta tristeza

Dudu

Tem que acertar com a diplomacia portuguesa para fazer lobby do KC 390 na Europa, para que caso consiga vendas expressivas, o KC 390 seja montado lá junto ao Super Tucano, também no padrão NATO.

Miguel Carvalho

Foi o que fizemos ao adquirir o avião.

Dudu

Então reforce as negociações com a Polônia, e com os demais países ai, independente se são da OTAN, neutro ou da aliança da Rússia. Ache comprador que linha portuguesa será aberta.

Miguel Carvalho

Já cá devia estar.

Faz falta. Muita falta.

Abymael

Torço para o sucesso cada vez maior dessa aeronave. Mas não alimento muita esperança.
Sou adulto e velho o suficiente para ter consciência de que essa euforia toda vai durar só até o momento que o sapato do Tio Sam sentir essa pedrinha.
Aí eles darão um jeito de empurrar C-130J goela abaixo de quem se mostrar interessado em mudar de fornecedor.

Dudu

É mais fácil o EUA, oferecer cidadania estadunidense ao KC 390, para suprir suas demandas internas e depois o exportar.

André Sávio Craveiro Bueno

Prezado Abymael, é natural os EUA lutarem por seu produto, ainda mais com lobby da Lockheed, mas é inegável que seu melhor tempo já passou. Aguardemos pois negócios militares costumam guardar muitas surpresas.

Dudu

Fim de carreira para o C 130 Hércules, em qualquer versão. Quem é que vai querer comprar um produto novo, visando usá-lo por até sessenta anos, ciente que no meio dessa vida, o modelo completará 100 anos do voo de seu primeiro protótipo?

Rafael Cordeiro

As “sabotagens” aos produtos brasileiros acontecem por aqui mesmo, não precisamos do Tio Sam para avacalhar com nossas vendas. Basta ver quanto já se mexeu no contrato do KC-390 com a FAB, duas reduções de encomendas em curto espaço de tempo, isso sim é uma baita “pedra no sapato” de qualquer produto nacional. Enquanto não tivermos um plano de Estado e não um plano de Governo, nunca seremos uma nação séria.

Dudu

Amigo, o Estado não imprime dinheiro. Ele usa o que arrecada. Não sei se você lembra, mas o mundo passou por uma pandemia e o governo anterior ao atual, mandou imprimir R$ 500 bilhões e distribuiu entre as pessoas para elas ficarem em casa. Foi o “auxilio emergencial”, lembra? O efeito colateral disso, foi a desvalorização do real, a queda da atividade econômica e consequentemente da arrecadação, repassado para as forcas armadas. A esse contexto difícil, se somou o início da chegada dos Gripens. Enfim, não é fácil para um País em desenvolvimento, simultaneamente produzir e comprar produtos de alta… Read more »

EduardoSP

O contrato de 28 unidades foi feito como forma de assegurar uma quantidade mínima para viabilizar a produção da aeronave. A FAB nunca teve 28 unidades do C-130 operacionais. Gastar dinheiro comprando 28 KC-390 e deixar de comprar caças e/ou outras aeronaves necessárias não faz sentido. À medida que a Embraer foi consolidando a produção e conseguindo novas vendas, nada mais natural do que reduzir o número de unidades inicialmente contratadas. Por mim poderiam até mesmo seguir uma regra, a cada duas unidades adicionais vendidas a FAB poderia reduzir sua encomenda em uma unidade, até chegar ao número que se… Read more »

Tutor

Muito bem!!!!
E andar da carruagem, muitas vendas ainda serão feitas. Parabéns Embraer!!!
Só não podemos dar parabéns aos imbecis que quase a venderam para a Boeing.

Marcelo Andrade

A Polonia esta avaliando a aquisição do KC390

Caravaggio

Esses KC-390 de Portugal e dos outros países na pintura da OTAN são MUITO mais bonitos que os da FAB.

Jota

Força Brasil.
Força Portugal.
E hoje, aqui pela Tugalândia, já se confirma a aquisição dos Super Tucanos para a FAP.
Quiçá com produção em Portugal, pela OGMA/Embraer.
“Lança em África” para o mercado NATO.
‘Bora nisso que se faz tarde!
Há muito ainda por explorar nesta parceria transatlântica.
Ambas as economias (e seus cidadãos) agradecem.
Por mim, sempre grato.
Tenho voado nos Embraers da TAP, com frequência, entre as ilhas e o continente.
Gosto muito ☺️👍

Last edited 17 dias atrás by Jota
Rafael Oliveira

No mínimo, a integração dos equipamentos da Otan será feito pela Ogma. Talvez a montagem de algumas unidades também, a depender do tamanho da encomenda e do custo disso.
Li que a Embraer vem fabricando alguns Super Tucanos para manter a linha de produção ativa, aguardando compradores.

Jota

Sim, Rafael. Se calhar estiquei-me um bocado na ambição. Já estava a sonhar numa linha de montagem aqui no continente europeu para fornecimento de Super Tucanos ao mercado europeu. Se calhar, como dizem os ingleses, é apenas wishful thinking. Adaptá-los aos padrões NATO, como dizes, já é muito bom. Montá-los seria excelente. Fabricá-los de raiz nas nossas (vossas) instalações cá, bem… há muito tempo pela nossa frente. Uma coisa é certa, não fora a Embraer a entrar no capital das OGMA anos atrás e estas já tinham há muito ido pelas canas dentro. E com elas a nossa incipiente indústria… Read more »

Rafael Oliveira

Só discordo que a encomenda não seja expressiva. Toda encomenda é. A Embraer corre atrás de encomendas até menores do que 6 mundo afora. E pelo que se comenta acredito que a encomenda portuguesa seja de 12 a 24 aeronaves. É uma grande encomenda para a Embraer.
Que a Ogma e Portugal colham os frutos da encomenda com outros países comprando essa versão N do Super Tucano.
Saudações!

francisco

A EMBRAER faz um avião deste porte, mas não faz um caça? acho que é só questão de interesse.

Rafael Oliveira

A Marcopolo faz ônibus mas não consegue fazer um superesportivo.
A Antonov fabricava os maiores aviões do mundo, mas não fabricava caças.
Existem tecnologias que são comuns aos aviões de transporte e caça e outras que não. Para dominar ambas é necessário investir bilhões de reais, dinheiro que a Embraer não tem.

Camargoer.

Olá. A Embraer já fez o Xavante, o AMX e agora está fazendo o Gripen… Alem.dectervmodernizago o F5, o A4 e o AMX

SGT MAX WOLF FILHO

uma coisa é fazer outra coisa é ter que compre, o brasil produziu o Blindado Ozorio que foi o mais top da sua época com mais de 5 mil funcionários, logo apos ficarem sem clientes a empresa foi a falência. Niguem traballha de graça amigo, se fizer isso vc vai a falência.

Ander

Essa cor fica linda no KC390 parece outro avião em relação aos da FAB, não que da FAB seja feio mas aparenta ser um avião mais usado.